quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Ecos da Eleição da AAPPREVI

Preparativos da AGO da AAPPREVI


Ecos da Eleição da AAPPREVI
Marcos Cordeiro de Andrade
Curitiba (PR), 10 de dezembro de 2018.

Em meio às tristezas que nos últimos tempos me assolam o espírito, o Bom Deus me deu a ventura de participar da Assembleia de eleição da AAPPREVI no dia 23/11/18.
Como ser finito, o homem não pode descuidar do comportamento que imprime à efêmera passagem entre os semelhantes. E a longevidade permitida se deve à utilidade dos atos praticados, desde que compromissados com o bem comum, em obediência às determinações divinas. 
Posso dizer com imenso orgulho e incontida satisfação que não esperava mais em vida gozar de tamanha alegria e sentimento de compensação. Numa reunião jamais pensada, os abnegados colegas que fazem nossa Associação compareceram em peso trazendo de volta o antigo companheirismo da Família BB que floresceu à nossa volta nas décadas passadas.  Pois alguns de nós estão irmanados por trabalhar juntos há cerca de 30, 40 e até 50 anos atrás. Outros foram contemporâneos fortalecendo um relacionamento de igual tamanho. Laços que o passar do tempo reforçou como amizade indissolúvel, compadrio e parentesco por afinidade e que são o testemunho vivo do bem querer coletivo. Fatos determinantes para o sucesso da AAPPREVI, de onde surgiu, e cujo desempenho mantém as marcas originais naturalmente. Reforçando com firmeza de propósitos, honestidade à toda prova e transparência de caráter comparável ao cristal sem jaça. De uma Associação nascida de tal berço somente se poderia esperar o sucesso que se vê, hoje a terceira maior do País em número de sócios.
Durante o evento, sem disputas ou concorrências, enquanto a necessária seriedade dos trabalhos perdurou o tom compenetrado próprio das pessoas responsáveis esteve presente. Depois, cumpridos o protocolo e a pauta, o grupo deu vazão à expectativa do reencontro.
Com avidez pela troca de reminiscências, velhos conhecidos que não se avistavam há tempos entraram em ostensivo congraçamento. E isto se estendeu por boa parte da noite voltando a ocorrer no dia seguinte – destinado à confraternização programada. E assim, reforçando o ineditismo das presenças, TODA a querida AAPPREVI se fez presente, tanto por parte dos Conselheiros eleitos, quanto por meio do Corpo Jurídico, dos Diretores e prestadores de serviços, acrescido da participação de alguns Amigos da Associação – sócios e não-sócios – vindos de várias partes do País.
Isto atesta que o espírito de companheirismo, de compreensão e de ajuda mútua (cultivados no exercício das funções no Banco), é o mesmo que rege o entendimento dos que dirigem a AAPPREVI - com respeito ao passado e esperança no futuro - sem egoísmos nem ambições por projetos próprios como manda o puro associativismo. De homens e mulheres com essas origens se faz uma Associação. E assim ela cresce para cumprir os seus destinos.
Numa questão de justiça, abrimos espaço para enumerar os nomes dos eleitos para o próximo triênio (2019/2021), seguidos dos demais elementos que compõem nosso Corpo Funcional, alicerçado pelo Departamento Jurídico.
Se o Criador permitir estarei entre eles durante os anos de 2019/2021, fazendo o que sempre fiz e que aprendi a somente saber fazer: praticar o bem sem olhar a quem.

- FELIZ NATAL a todos.

Marcos Cordeiro de Andrade
Aposentado do Banco do Brasil
Posse no Banco: 15/05/1962
Matrícula nº 6.808.340-8
Presidente da AAPPREVI
www.aapprevi.com.br


 ELEIÇÃO AAPPREVI 2018

CONSELHO ADMINISTRATIVO (CONAD)
1 – Marcos Cordeiro de Andrade – Presidente Administrativo
2 – José Geraldo Garcia Guedes – Vice-Presidente Administrativo
3 – Antônio Américo Ravacci – Vice-Presidente Financeiro
4 – Júlio César Pestana Costa – Vice-Presidente para Assuntos Previdenciários
  

CONSELHO FISCAL (CONFI) – Titulares
5 – Luiz Augusto Portilho Magalhães
6 – Luiz Minari
7 – Maria Margarete Zanoni de Almeida
CONSELHO FISCAL (CONFI) – Suplentes
8 – Antônio Humberto Birelo
9 – Jaym Eduardo Mello de Vasconcellos
10 – Solonel Campos Drumond Júnior
DEPARTAMENTO JURÍDICO
- Dr. JOSÉ TADEU DE ALMEIDA BRITO
OAB/PR, 32.492, OAB-RJ 185.032 e IAB-DF 45.904
Assessor Jurídico da AAPPREVI
TITULARES de Lima & Silva Advogados
- Dra. ELIANE MARIA FERREIRA LIMA DA SILVA, OAB/RJ 100.901
- Dr. RICARDO RODRIGUES DA SILVA, OAB/RJ 108.958
 - NATÁLIA LIMA DA SILVA OAB/RJ 180.081
TITULAR DE CALANDRINI & MAURO PRATES
-  EDUARDO MAURO PRATES OAB/RJ 190.323.

sábado, 8 de dezembro de 2018

Nova Diretoria da AAPPREVI - 2019-2021



Nova Diretoria da AAPPREVI  2019/2021

Caros Colegas.

Pelos poderes definidos na AGO de 23/11/2018, a nova Diretoria da AAPPREVI ficou assim definida:

ELEIÇÃO AAPPREVI 2018
Chapa DIREITOS

CONSELHO ADMINISTRATIVO (CONAD)
1 – Marcos Cordeiro de Andrade – Presidente Administrativo
2 – José Geraldo Garcia Guedes – Vice-Presidente Administrativo
3 – Antônio Américo Ravacci – Vice-Presidente Financeiro
4 – Júlio César Pestana Costa – Vice-Presidente para Assuntos Previdenciários
  

CONSELHO FISCAL (CONFI) – Titulares
5 – Luiz Augusto Portilho Magalhães
6 – Luiz Minari
7 – Maria Margarete Zanoni de Almeida
CONSELHO FISCAL (CONFI) – Suplentes
8 – Antônio Humberto Birelo
9 – Jaym Eduardo Mello de Vasconcellos
10 – Solonel Campos Drumond Júnior
Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo
Antônio Américo Ravacci
Vice-Presidente Financeiro

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Solonel Jr. e Graça Machado


Solonel Jr. e Graça Machado
26/11/18

Para conhecimento, postado em grupos do facebook (por Solonel Jr.)

Colegas,

desta vez eu escrevo para pedir ajuda.
Hoje recebi uma mensagem da eterna onipresente Graça Machado, (que também esteve na CASSI e não denunciou os desmandos encontrados), enaltecendo o fato da ANABB estar se manifestando contra o Presidente eleito em defesa do BANCO DO BRASIL, que parece até hoje ser seu patrão.
Acredito que esta mensagem deva ter sido dirigida a muitos colegas, que constam de um bem elaborado banco de dados sobre todos nós, e que na minha opinião está sendo usado de forma e com objetivos equivocados.
O que terá feito a ANABB durante todo o período dos quatro governos anteriores ao atual?
Ops. Perdão. Ato falho. Lembrei que muitos colegas do Banco do Brasil não acreditam em crimes cometidos pela maior ORCRIM já registrada em nosso país.
Mas independente disso, o que fez a ANABB diante das ordens para que a PREVI fizesse aplicações fraudulentas?
O que fez, de fato, a ANABB, por ocasião dos PDV’s, dos fechamento de agências, das reestruturações absurdas, do aparelhamento da direção do banco, dos atos de alguns dirigentes (um deles atrás das grades, enfim)?
Colegas, o Banco do Brasil em que trabalhamos, já era. Não existe mais há tempos.
O tal banco do Brasil que a ANABB que “continuar” a defender, é outro. O BANDO DO BRASIL por quem a ANABB foi criada, foi dim, por ela defendida, e diga-se sem medo de errar, com sucesso.
Penso(e posso estar errado, mas duvido muito) que os atuais dirigentes da nossa maior associação vivem hoje de imitar os criadores da ANABB, aqueles sim, autênticos defensores do BANDO DO BRASIL, ameaçado então.
Temos duas grandes associações que não somam mais do que a maior, pois em sua maioria, somos os mesmos.
E tenho visto sempre a defesa do patrão. Uma, alega o estatuto, que aprova mudar na CASSI mas não muda o seu próprio. A outra, nunca entendi o porquê.
A minha terceira via, ainda pequena, incomoda o bastante para estar sendo ignorada pela FAABB, que alega ainda não ter pautado a sua aceitação e reconhecimento. Fazem anos, isso.
Daí, diante do meu desabafo, que sirva de lembrança aos aposentados e de alerta aos da ativa, a ajuda que peço é no sentido de que alguém me indique uma associação que defenda quem a mantém, quem a sustenta, e não quem oprime, prejudica, maltrata, desvaloriza, desrespeita, seus associados.
Me ajudem a achar uma.
SolonelJr
Aposentado, associado da ANABB, da AAFBB e da AAPPREVI (ops. Esta as outras não querem que exista)

Obter o Outlook para iOS

Obs. do Blog:
- Solonel Campos Drumond Junior é atuante e interessado Conselheiro Fiscal da AAPPREVI, reconduzido ao Cargo na recente eleição do dia 23/11/18.

Atenciosamente,
Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo
www.aapprevi.com.br 

terça-feira, 16 de outubro de 2018

BET - Promessas temerárias



BET – Devolução dos 7,5 bi pelo BB

ALERTA PARA FALSAS PROMESSAS

COMUNICADO 017-2018 - AAPPREVI

Circula na Internet notícias não confirmadas de que o BB foi condenado a devolver a parcela do Superávit de 2008 que recebeu.
As pesquisas efetuadas pelo nosso Assessor Jurídico, Dr. José Tadeu de Almeida Brito, não encontraram elementos sólidos para confirmar o noticiário.
Eis abaixo o parecer do Dr. Tadeu, desta data:

From: José Tadeu de Almeida Brito
Sent: Tuesday, October 16, 2018 3:44 PM
To: Presidência - AAPPREVI
Subject: RE: Bet

Prezado Sr. Marcos,

Após ter examinado o material recebido em anexo (de escritório de advocacia), cheguei à conclusão (não esgotadas as análises por insuficiência de dados sobre QUAL SERIA A DECISÃO MENCIONADA em favor de uma pensionista) de que ainda não temos elementos sólidos para lançar uma ação desta natureza.
Pelas informações que tenho até o momento, eu ouso a alertar de que se trata de uma aventura jurídica com a finalidade de obter ganhos indevidos por meio de honorários contratados. Vale dizer que na hipótese de qualquer Escritório vir a cobrar R$ 2.000,00 por cada participante da PREVI, se conseguir 500 adeptos arrecadará um milhão de reais.

A minha justificativa para o que eu expus acima se firma no fato de que enquanto não for julgada (em última instância) alguma ação que revogue alguns artigos da Resolução CGPC 26/2008 não haverá possibilidade de se obter provimento favorável para o recebimento do BET por parte dos participantes da PREVI referente às contribuições do Patrocinador. Existe em tramitação o processo n. 0114138-20.2014.4.02.5101 da 10a. Vara Federal do Rio de Janeiro, ajuizada pelo Ministério Público Federal, a qual pleiteia a revogação dos poderes outorgados pela CGPC (hoje PREVIC). Essa ação foi julgada procedente em primeira instância e agora está indo para a segunda instância (TRF2). E depois irá para o STJ e/ou STF.

A Resolução CGPC 26/2008 (que ainda está em vigor) outorgou poderes para que a PREVI pudesse repassar 7,5 bilhões de reais ao Banco do Brasil (o repasse ocorreu em dezembro de 2008). A PREVI Só pagará o BET das contribuições do Patrocinador após receber de volta o valor que ela repassou ao BB.

Há muitas informações genéricas nos grupos de WhatsApp. Elas são genéricas por culpa dos advogados e de algumas associações que querem esconder dados. Ninguém informa números de processos.

Entretanto, fico a disposição para continuar nas pesquisas. Por isso, se alguém conseguir o número do mencionado processo da pensionista que obteve provimento favorável, como se divulga, favor me informar.
 Att.
 JOSÉ TADEU DE ALMEIDA BRITO
Advogado
Assessor Jurídico da AAPPREVI
----------------------------------

Prezado Dr. Tadeu.
Boa tarde.

 Agradeço pelo tempo emprestado ao estudo do assunto, bem como pela costumeira cautela com que definiu seu julgamento.

A AAPPREVI permanecerá atenta ao que possa surgir de concreto, para decidir o que for recomendado de sua parte em benefício dos nossos sócios.

Portanto, tomei a liberdade de utilizar sua argumentação para levar ao conhecimento dos associados, a título de advertência para o risco de logro que se evidencia.

Curitiba (PR), 16 de outubro de 2018.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Atendimento AAPPREVI - Telefone e E-mails



COMUNICADO nº 016-2018   AAPPREVI - ATENDIMENTO

Visando equacionar o problema de congestionamento resultante do excessivo número de consultas por telefone, pedimos utilizar os e-mails corporativos para tratar de assuntos administrativos. O atendimento é tempestivo, pois ocorre dentro das 24 horas do recebimento e TODAS as mensagens são atendidas:


SETOR JURÍDICO

A página de Assessoria Jurídica é bastante elucidativa nos cuidados com os assuntos relacionados a Ações Judiciais (processos, enquadramentos, fundamentação e documentos): 

Todavia; questionamentos pertinentes, e não contemplados, devem ser tratados diretamente com os advogados que conduzem as Causas, cujos meios de comunicação estão disponíveis na página http://www.aapprevi.com.br/contato.php Por força de cláusula contratual, nossos Advogados dispõem de cinco dias úteis para atender consultas.

Curitiba (PR), 12 de outubro de 2018.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo