sábado, 16 de março de 2013

Terrorismo ou masoquismo?




Marcos Cordeiro de Andrade
Caros Colegas,

Mais uma vez o “transparente” esquema de comunicação da PREVI passa os pés pelas mãos. Parece até que não alcança o significado do Empréstimo Simples como tábua de salvação para os endividados que dele fazem uso. E, numa postura irresponsável, implanta o terror com veladas ameaças de que no ES haverá mudanças para pior. É o que se depreende das enigmáticas notícias que nos dirigiram nos últimos dias.

Primeira notícia: dia 14/03:

PREVI ajusta sistemas para se adaptar ao novo sistema de RH do BB
“Em abril, o Banco do Brasil lançará um novo sistema de gestão de pessoas, dando continuidade a um projeto de modernização tecnológica e de revisão de processos de Recursos Humanos da Instituição”.
“A exemplo do que ocorrerá nos sistemas do Banco, alguns procedimentos da PREVI também precisarão ser suspensos no período de transição, previsto pelo BB”.
“Para os aposentados e pensionistas haverá impacto nas contratações de Empréstimo Simples”.

Segunda notícia: dia 15/03
Empréstimo Simples ficará suspenso temporariamente
“Em abril, o Banco do Brasil lançará um novo sistema de gestão de pessoas, dando continuidade a um projeto de modernização tecnológica e de revisão de processos de Recursos Humanos da Instituição”.
“Em função da transferência de informações e de dados cadastrais no período de implantação, algumas operações da PREVI, como o empréstimo, serão afetadas”.
“De modo a minimizar os impactos aos participantes, detalhamos abaixo como ficam o Empréstimo Simples e o Financiamento Imobiliário durante o período de transição”.
Empréstimo Simples - “Haverá tratamento específico para participantes Ativos e Aposentados/ Pensionistas, em função da atualização de dados cadastrais e apuração de margem consignável”.
“Será preciso interromper as operações de concessão e renovação devido à necessidade de atualização de dados cadastrais, bem como impactos na margem consignável decorrentes de adiantamentos salariais, PAS e outras verbas, dada a impossibilidade de liquidação dessas consignações”.
“No dia 26/3, a partir das 14h30, serão interrompidas as operações de concessão e renovação de empréstimos para todos os participantes”.
“No dia 28/3, a partir das 14h30, as operações de liquidação, amortização, pagamento de prestação, consultas de saldo devedor e extrato também estarão indisponíveis”.
“O retorno das operações para aposentados e pensionistas está previsto para o dia 9/4. Já para os funcionários da ativa o retorno está previsto para o dia 15/4”.

Essa série de datas determinando a suspensão do acesso e posterior disponibilidade do ES acomodado em novos parâmetros é uma constatação preocupante. Denota explicitamente a subordinação da PREVI ao mando do Banco, que mais uma vez se imiscui nos assuntos internos do Fundo para adequar a disponibilidade do ES aos seus ditames, pois certamente o modo atual, por acachapante que seja para os tomadores, ainda não satisfaz a voracidade do Banco em direção aos parcos recursos de aposentados e pensionistas que, por incrível que pareça aos olhos do mundo, são obrigados a receber seus benefícios em conta corrente mantida no Banco do Governo – sem chances de uso do direito à portabilidade.

Enquanto isso, as “grandes” Associações de Aposentados e Pensionistas cruzam os braços sob as ordens da FAABB, de cuja chaminé nenhum sinal de fumaça indica que farão alguma coisa. É de se supor que o máximo a exalar seja vapor de enxofre.

Por outro lado, as ditas “nanicas” são cobradas insistentemente para exigirem respeito e gestão honesta da parte da PREVI. Mas, como essas pequenas Associações poderão defender seus representados se a própria Caixa de Previdência as repudia, como declarado na resposta à indagação dos critérios usados para marcar presença no elitista palácio do Mourisco: “priorizamos convidar as associações que já possuíam largo histórico na defesa dos seus associados e da PREVI”, obviamente omitindo informar que o “largo histórico” inclui a assinatura do vergonhoso acordo que doou 7,5 bilhões do nosso dinheiro ao BB.

Está difícil conviver com tudo isso. E a UNIÃO? Cadê a União de todos os envolvidos para enfrentar o problema advindo com o descaso e o desrespeito com que somos tratados? Por que não se pode promover essa União? Seria ótima uma participação com ombros colados formando fileiras que, se assim fosse, seriam imbatíveis.

Mas não! É mais fácil navegar nas ondas da Internet com propostas demagógicas sem abaixar a guarda da vaidade e do olho grande do que efetivamente contribuir para o bem comum. Pois, para a maioria dos que agem mirando o próprio umbigo o que vale é encher o bucho, nem que seja acumulando seguidores desavisados que frequentam Blogs, Grupos e Movimentos, em cuja participação encontre efêmeras luzes de pirilampos para iluminar sua esperança – ou sua respeitável ignorância.

Leia a Revista DIREITOS da AAPPREVI – nº 7:

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PB), 16 de março de 2013.

8 comentários:

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Marcos, boa tarde.
Saudações cordiais a todos.

De fato, "está difícil conviver, com tudo isso".
Concordo!

E o contra-senso é, justamente, a longínqua "UNIÃO" que você cobra/propõe, corretamente.

Grato por tudo e PAZ E BEM!

Fernando Lamas (Aposentado BB)
Valinhos(SP)

"Para que todos sejam um, como tu, Pai, estás em mim(Jesus)e eu em ti."
João 17,21a.

sergioinocencio disse...

Marcos, minha margem consignada é negativa 150 no espelho, no ES fica 209 negativa, ai perguntei se eu liquida um emprestimo que tenhomna Cooperforte no valor de 341 reais como impactaria a minha margem consignavel, se seria integrl, ou seja, ficaria positiva pela diferença, devem fazer mais ou menos 45 dias que espero a tão clere resposta da Previ, creio que nnão sewra esse ano.
Outra, dia 18.11, em virtude de o INSS ter cancelado minha aposetadoria por invalidez com uma tal verba de recuperação até dia 18.04.2014, pedi que me fizesem um calculo de como ficaria a minha aposetadoria por tempo de serviço ja que possuo 58 de idade e 38 de contribuição, bom não preciso dizer, to aguardando. Refiz o pedido, me responderam que assim que ficassem prontos os calculos me enviariam, acho que vou mandar meu note pra eles, deve faltar computador na PREVI. SERÁ ?

sergioinocencio

Unknown disse...

Pelo que entendi trata-se de mera adequação de sistema tecnológico, ou seja, mudança do SISBB para INTRANET, inclusive na área jurídica. Os avisos sob suspensão e retorno das diversas operações foram publicados com a necessária antecedencia. Não vejo motivos para maiores preocupações.

Luiz Faraco - Florianópolis-SC

sss disse...

Todos esses boatos deixam as pessoas mal. Muitas dessas pessoas já vivem numa situação psicológica deplorável, onde o barulho de um pingo de água que cai da torneira soa como um lobo uivando; a sombra de uma mosca é vista como a de um monstro terrível, ameaçador, devorador. Pelo Amor de Deus, para que tanto terrorismo? Quem diria que os colegas depois de aposentadsos iriam engalfinhar-se ferrenhamente quando nem eles mesmos sabem bem a razão e é tudo que o banco quer?

União, união, união é tudo que precisamos para readquirmos a confiança em nós mesmos, buscarmos meios para combetermos o inimigo, mas isso só será possível se não jogarmos fora o resto de nossas faculdades mentais na lixeira. Sim, porque com toda essas disputas entre si...enfim, unamos-nos, façamos uso do pouco da sensatez que ainda nos resta. E já que isso é possível através de blogs, usemos esses meios de comunicação para amplo entendimento entre nós. Pensem!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

PARABENS, MARCOS CORDEIRO PELAS DUAS DECLARAÇOES CONTRA AS FALCATRUAS QUE ESTE BB ANDA FAZENDO COM O FUNCIONALISMO; QUANDO ENTREI NO BANCO EM 1975 (HOJE APOSENTADO), ERA ORGULHO DIZER QUE ME TORNARIA UM FUNCIONARIO DO BB; POIS ESTE BB ZELAVA PELO SEU MAIOR PATRIMONIO ¨O FUNCIONALISMO ¨, HOJE A GANANCIA É MUITO GRANDE; MAS MEU XARA, CREIO NAS PALAVRAS DO MEU SENHOR , QUE NENHUM RICO HERDAR OS CEUS, POIS SEU AMOR PRIMEIRO É O DINHEIRO E O MEU PRIMEIRO AMOR ESTA NO SENHOR QUE ESTA NO COMANDO DE TUDO. PARABENS PELA CORAGEM E UM GRANDE ABRAÇO - MARCO ANTONIO FERNANDES - 6796783-3 - PIUMHI MG

Marcos Cordeiro de Andrade disse...



Extraído do Site PREVI:

Calendário de procedimentos para Empréstimo Simples (ES)

Data Procedimentos Público
22/3 Suspensão temporária de liquidação de PAS/ Adiantamentos na contratação do ES Todos os participantes
26/3 Interrupção das contratações, a partir das 14h30 Todos os participantes
28/3 Inibição das operações de liquidação, amortização e extrato, a partir das 14h30 Todos os participantes
9/4 Retorno das contratações de ES e demais funcionalidades a partir das 15h. Não será possível liquidar PAS nas contratações. Aposentados e pensionistas
15/4 Restabelecimento de todas as operações de Empréstimo Simples a partir das 15h Todos os participantes

Unknown disse...

Revendo o cronograma postado acima, retifico em parte meu comentário de 16 de março de 2013 17:11

Quanto ao item:
9/4 - Retorno das contratações de ES e demais funcionalidades a partir das 15h. Não será possível liquidar PAS nas contratações. Aposentados e pensionistas.

Haverá evidente prejuízo para quem necessitar liquidar o PAS para elevar a margem consignável. Só resta uma triangulação: obter o valor com terceiro, liquidar o PAS, renovar o ES e devolver o valor ao terceiro. Demora mais tempo e deve resultar em despesas acessórias (eufemismo para juros).

Luiz Faraco - Florianópolis-SC

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Leia no Blog do Ed:

247. Parte II – Atentado Contra o Papel Governamental na Previdência Complementar

Por Edgardo Rego.

http://blogdoedear.blogspot.com.br/