sexta-feira, 24 de junho de 2016

Superávit PREVI 2009 - a Fênix


Marcos Cordeiro de Andrade
Caros Colegas.

A prisão do cidadão Paulo Bernardo pode servir para explicar a doação ilegal de sete bilhões e meio de reais ao BB, retirados do bolso dos aposentados e pensionistas participantes da PREVI.

Como figura de proa, por ocasião da distribuição regulamentar do superávit PREVI de 2009 o aval desse preso foi preponderante para dar cunho de legitimidade à espúria doação. No Termo de Compromisso que ele assinou em 24/11/10, na condição de Ministro do Planejamento foi prometido:

“ ... com a anuência do Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo Silva, e do Secretário Executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado, que em janeiro de 2011 será instalado processo negocial entre o Banco e as Entidades acima descritas para avaliar e adotar possíveis alterações no regulamento do Plano de Benefícios 1 da PREVI, prevendo como prazo para a conclusão dos trabalhos o período de 6 (seis) meses. “  

Até hoje nada foi feito, mas a doação foi consumada em que pese a grita gerada por aposentados e pensionistas lesados sem piedade.

Portanto, apertem o coleguinha que ele desembucha. Ele terá muito a explicar sobre o seu papel e o dos seus parceiros na doação. Aliás, sobre o dele já há suspeitas, pois sabe-se de sua predileção pelo papel moeda pertencente a aposentados endividados, como apurou a “Operação Custo Brasil”. Também, seus inquisidores devem levar em conta seu fascínio pelo cabalístico número 7 acompanhado de muitos zeros. No caso da tunga nos empréstimos consignados, sabe-se agora, foram cerca de sete milhões. Já a doação do nosso dinheiro ao BB, que ele tem a explicar, foi mais longe: SETE e MEIO BILHÕES DE REAIS.

Neste momento em que o senhor Paulo Bernardo está nas mãos da Justiça Federal, seria muito oportuna uma delação premiada aqui em Curitiba - onde “moro” com a esperança.

Marcos Cordeiro de Andrade

Participante da PREVI desde 15/05/1962

12 comentários:

Cláudio Augusto Falco disse...

Marcos,

Por ocasião da negociação para a distribuição do superávit PREVI de 2009 o elemento esteve presente nas reuniões, aprovou, mas não assinou.

Lembro-me de ter visto o acordo com várias assinaturas, menos, a do Paulo Bernardo.

Cláudio

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro colega Claudio Falco.

Em nenhum momento afirmei que "ele"assinou o acordo. Mas, sim, declarei que sua assinatura está aposta no TERMO DE COMPROMISSO.
Por favor, verifique no meu texto sob comentário:

" No Termo de Compromisso que ele assinou em 24/11/10, na condição de Ministro do Planejamento foi prometido: "

Atenciosamente,
Marcos Cordeiro de Andrade

rafael campagnoli disse...

É difícil esquecer o desespero da maioria dos aposentados e pensionistas ( que permanece ) com a "alegre" notícia de final de ano do Dan, avisando o fim do BET e retorno das contribuições. Em seguida, foram ajuizadas ações e até agora não conseguimos nada! Teria chegado o momento certo para encaminhar uma cópia daquela brilhante petição inicial da lavra do MPF do RJ contra a Resolução 26? Infelizmente, se os R$7,5 bi retornarem para os cofres da Previ virarão pó diante do déficit existente.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Marcos, tudo bem!!
Mais uma vez parabéns pelo seus conhecimentos e coragem de dizer muitas coisas que outros se omitem, talvez por medo.
O Procurador Janot pediu que se faça uma devassa nos fundos de pensão, acredito que deve ter muitos de nossos coleguinhas, como diria a minha mãe, com a pulga atrás da orelha.
Não seria o caso de levar ao conhecimento dos procuradores essa sua observação.


Um abraço e conte sempre comigo,


birelo

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Marcos,


quem sabe a sua proximidade com a sede dos trabalhos em referência, facilitem uma ação da AAPPREVI encaminhando ao Julgador documentos e informação com referência à comentada Tunda contra nós, aposentados do BB.


A importância disso é para que não fique restrito aos aposentados públicos, como está sendo divulgado na imprensa.


Um abraço,


SolonelJr

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Colegas,


Seria oportuno que isso fosse denunciado, a PF, MINISTERIO PUBLICO, ETC....... Vamos botar lenha nesta fogueira pode ser aque resolvam mais rap.ido a PL 268


Ildefonso Chavarria Meirelles

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Pois é colega Marcos, eu já havia escrito ao Britto, Faraco e Ebenezer consultando sobre o envolvimento do Bernardo com a Res.26, o que você está confirmando. A pergunta agora é - como levar esse fato ao Procurador Moro para que aperte o cerco e desvende a conivência feita para que o Banco pudesse se beneficiar de nossos recursos?

Pedrito Fábis - Campinas-sp

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Em Sexta-feira, 24 de Junho de 2016 14:20, "adailton jose chiaradia ajchiaradia@yahoo.com.br [REDE-SOS]" escreveu:





No agourento caso da cessão ao patrocinador (e não beneficiário....) BB, da metade do superávit de 15 bilhões...
quero deixar bem claro que eu sempre afirmei (e infelizmente não sei como prová-lo...) que eu e outros poucos votamos
CONTRA. Votos vencidos...deu no que deu. E agora? Também não tenho resposta. Mas tenho, sim, a consciência tranquila
de ter feito o que deveria fazer... E os outros?? E os outros??

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Júlio César Pestana Costa comentou sua publicação.

Júlio César Pestana Costa
24 de junho às 22:36


Acontece que terá de haver uma investigação sobre porque ao findar o prazo de 6 meses sem que a cláusula que passou o mel na boca dos incautos apoiadores do tal acordo, qual seja a de registrar que haveria de ser feito um estudo focando melhorar os nossos benefícios. Nenhum dos 9 que assinaram o famigerado acordo, teve a honradez de entrar com ação de RESILIÇÃO, ANULANDO O MEMO DE ENTENDIMENTO E MANTENDO OS 7,5 BI DENTRO DA PREVI. Isso realmente leva a alguns pensarem que houve uma maracutaia, um propinaço, ou algo semelhante. Mas a ação do Dr.Gustavo, do MPF do Rio de Janeiro e a chegada do Paulo Bernardo na Cadeia, podem trazer desdobramentos e punições que nos causarão surpresa. Pra bom entendedor, pingo é letra...



Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Também votei contra e fiz campanha. Me chamaram de doido e tentaram me expulsar do grupo. Eu estava certo.


Petró.´.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Recebido do colega GIONGO.

ASSINATURA DO MINISTRO BERNARDO:

Apesar de constar seu nome no "Termo de Compromisso", não localizamos cópia assinada por nosso ex-colega e sindicalista Paulo Bernardo. D. Isa Musa, com participação no "acordo", mencionou o detalhe:

"... Conseguimos um acordo, assinado pelo Banco do Brasil, pelo Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo e pelo Secretário Executivo do Ministério da fazenda, Nelson Machado, que em seis meses, a partir de janeiro/2011, esse mesmo grupo se reunirá em processo negocial para avaliar e alterar o regulamento do Plano de Benefícios nº 1. (Na cópia anexa, faltam as assinaturas do Ministro e do Secretário, pois já não estavam presentes quando acabamos de imprimir. Ficaram de assinar depois).
Trata-se de um compromisso firmado pelo Governo e nãohá razão para duvidarmos de que será cumprido..." (1)


Segundo declarações do próprio detento (2):

"Paulo Bernardo Silva 12 de janeiro às 08:44
Não há necessidade de falar com ela (n.g.: d. Dilma), agora. Vou falar com Guido Mantega e com a Previc. O acordo foi feito na minha sala, no Ministério do Planejamento, será cumprido. abraços"
Resumo da apropriação ilegal e algums perguntas embaraçosas podem ser vistas aqui http://www.portalbrasil.net/2010/colunas/editorial/dezembro_16.htm


Bastante sintomático que a CPI dos Fundos de Pensão "... destinada a investigar indícios de aplicação incorreta dos recursos e de manipulação na gestão de fundos de previdência complementar de funcionários de estatais e servidores públicos, ocorridas entre 2003 e 2015, e que causaram prejuízos vultosos aos seus participantes..." (3), não tenha "investigado" exatamente o maior "prejuízo vultoso": o desvio ilegal de R$7,5 bilhões da Previ, superior a soma de todos os demais prejuízos denunciados (4).

Abc do g.



(1) http://www.aapprevi.com.br/documentos/mensagem045.htm
(2) http://amauridantas60.blogspot.com.br/2011/01/anabb_16.html
(3)http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-temporarias/parlamentar-de-inquerito/55a-legislatura/cpi-fundos-de-pensao/conheca-a-comissao/membros-da-comissao
(4) http://veja.abril.com.br/noticia/economia/rombo-nos-fundos-de-pensao-pode-superar-petrolao-diz-presidente-de-cpi


Edmilson lopes de sousa disse...

Paulo Bernardo deve devolver tudo que roubou e pegar, no mínimo, 7 anos e meio de cana.