segunda-feira, 22 de março de 2021

Suspensão de parcelas do ES - PREVI

 

Carta à PREVI – Resultados

Caros colegas,

A PREVI, em reunião da Diretoria Executiva do dia 19/3, atendeu parte das nossas reivindicações contidas na carta entregue à Presidência no dia 16/03, e autorizou a suspensão das mensalidades do ES dos meses de abril, maio e junho/21 para quem se interessar.

Leia a notícia, na íntegra:

https://www.previ.com.br/portal-previ/fique-por-dentro/noticias/associados-podem-suspender-parcelas-do-emprestimo-simples.htm

E a nossa carta:

https://www.aapprevi.com.br/previ-es-e-suspensao-de-mensalidades/

Resta aguardar o atendimento aos demais itens pedidos.

Curitiba (PR), 23 de março de 2021.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade

Presidente da AAPPREVI

www.aapprevi.com.br


11 comentários:

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Parabéns Sr. Presidente Marcos!

O Sr. é uma pessoa iluminada!

Atenciosamente,
Eliane, Ricardo e Natália
Lima & Silva Advogados

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Prezados
Geraldo V. de Mesquita e demais participantes desse grupo que abordaram sobre a suspensão da cobrança pela PREVI a verba C800 PREVI CONT. PESSOAL MENSAL. Não tenhamos dúvidas que com a suspensão dessa verba seria mais interessante que a suspensão das parcelas sobre o ES referentes aos meses de abril, maio e junho/21.
Olhando pelo ângulo da euforia da PREVI em em anunciar sucessivos superávit do PB1 nos conduz a interpretação que está na hora de suspender o valor mensal da Verba em pauta.
Então, aproveitando a oportunidade, rogo a AAPPREVI que nos ajude nessa caminhada bem como as demais associações que nos assistem vier a sensibilizar com essa pretenção.
Nílson
Aposentado desde 1993.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...



Caro Presidente Marcos,

Acabo de ler o inteiro teor da mensagem dirigida à nossa entidade maior com arrazoado mais que justificado. Havia me ocorrido, apenas e em função dos ótimos resultados divulgados, se não seria o caso da PREVI distribuir parte desses valores sob a forma de bônus financeiro aos associados.

De toda sorte, o objetivo maior é o de fazer votos de que o Grande Arquiteto do Universo presenteie toda a Diretoria dessa combativa AAPREVI com bençãos de saúde e vida longa.

Um cordial abraço,

Amilton Miguez da Silva - 0.712.780-4
Lagoa Santa(MG)
Enviado do Email para Windows 10

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Caro Amilton.

Que eu me lembre, a ciosa PREVI jamais “mexeu” no seu patrimônio para distribuir gratuitamente o que quer que seja aos participantes e assistidos.
Por isso, costumo ser parcimonioso nos pedidos de ajuda financeira.
Abraços,
Marcos Cordeiro de Andrade

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Caro Presidente,

Parabéns pelo seu esmerado empenho em conquistar a possibilidade de interromper a cobrança do Empréstimo Simples por 3 meses.

Uma sugestão, dentro do assunto:
- Atualmente a PREVI possui 2 limites para o Empréstimo Simples, sendo a margem consignável e um limite arbitrado pela diretoria.
- A existência do limite arbitrado, além de estar em dissonância com os demais empréstimos consignados, provoca a discriminação entre os associados que mais contribuiram em toda sua trajetória no BB, ou seja, quem mais contribuiu para PREVI, tem um benefício maior, portanto com maior margem consignável, porém fica limitado ao valor arbitrado pela diretoria.
- Quem contribuiu menos para a PREVI pode contrair empréstimo simples até o limite de sua margem consignável, o que não ocorre com os maiores contribuintes.
- Este fato nivela todos os beneficiários da PREVI ao valor imaginário arbitrado pela diretoria, sem fundamentação teórica para tal.
Neste momento de excelente superávit da Previ, não é hora de eliminar o Limite arbitrado, mantendo apenas a margem consignável?

Ciente de que V.Sa. irá redigir uma sugestão neste sentido à Previ com sua excelente habilidade com a escrita.

Saudações,

Dalton Ferreira Strauss
Matr. 2.238.700-5

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


José Luiz Bruno
Parabéns Marco Cordeiro! Essa conquista, fruto de sua brilhante iniciativa, vem para desafogar o apuro em que se encontra grande parte de colegas, notadamente os mais idosos, como eu. Obrigado e um forte abraço!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Mais uma vez de parabéns a AAPPREVI. Lutando sempre pelo nosso interesse.
Carlos Henrique Neves

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


A suspensão é um paliativo, para que já vem endividado, após vai piorar, pois o indice de correção dos emprestimo tem ficado bem alto, sugiro vocês conseguirem a mudança do indice de correção, pois apesar dos juros baixo o indice de correção está alto, venho amortizando a 9 meses 2.055,00 de parcela, totalizando mais de 18.000,00, no saldo devedor reduziu apenas 3.800,00, o indice de correção disparou nos ultimos meses.
Giovani Schettino

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Muito bom, para quem tem!
Para completar, a PREVI poderia também suspender por alguns meses, a contribuição dos aposentados, uma vez que o lucro do empenho, foi grande.
Obrigada
Maria Amélia

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Essa medida só beneficia parte dos colegas que, infelizmente, usam desse crédito para a sua manutenção.
E os que possuem Empréstimo Imobiliário? Por acaso não deveriam também ter essa benesse?
Julgo ser uma boa sugestão a fazer.
Dimas Magnago

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Caros colegas,
O pedido de Suspensão das parcelas do ES está disponível no site da PREVI.
Por favor, a quem interessar, acesse:

https://www.previ.com.br/portal-previ/fique-por-dentro/noticias/como-suspender-parcelas-do-emprestimo-simples.htm

Atenciosamente,
Marcos Cordeiro de Andrade