segunda-feira, 10 de setembro de 2012

O Blog não acabou



Marcos Cordeiro de Andrade

Caros Colegas,

O Blog Previ Plano 1 não acabou. Nem fechou suas portas e jamais acabará enquanto vivo eu for. Apenas acabou o anonimato no nosso meio.

Resguardando a vulnerabilidade da minha esposa e do meu filho, eles viajaram hoje de madrugada para gozar merecidas férias, por conta da tábua de salvação que o endividamento com financiamento de passagens aéreas proporciona.
 
Sabedor de que as ameaças não os atingem no momento, adotei as providências cabíveis, além dessa, para pôr cobro à insegurança reinante.

Todavia, me sobram preocupações com o modo de conduzir os comentários doravante, mas com a certeza de que seguirei o exemplo do Amigo Ari Zanella: os anônimos serão impedidos de participar com comentários diretos.

Por conta disso, o Blog Previ Plano 1 passará por ajustes saneadores, mas que permitam prosseguir em sua trajetória com a mesma isenção. Com liberdade, independência e disposição de combater injustiças e buscar amparo aos atingidos pelo descaso dos que dirigem nossas duas Caixas, o BB e as Entidades que têm por obrigação defender os participantes e assistidos do PB1. Também, a linha editorial não será maculada.

Como instituidor e moderador, não arredarei pé da linha de conduta adotada desde a criação deste espaço, pois, asseguro, não há como promover mudanças nesse sentido. Até porque, o caráter de um homem o acompanha através dos anos como se fora sua pele que não para de crescer – mantendo as características originais dadas por Deus.

As adaptações serão feitas para eliminar o anonimato direto sem prejuízo dos verdadeiramente imbuídos no propósito de participar, contribuindo para elevar o nível das inserções em favor do coletivo - com questionamentos e sugestões que venham somar sempre.

Por enquanto, nada muda relativamente ao modo de postar comentários. Somente cuidarei para que anônimos indesejáveis não tenham acesso ao Blog e, aqueles que verdadeiramente se julgarem impedidos de revelar sua qualificação, terão a opção de enviar e-mail ao moderador com pedido de publicação. Deste modo, ficarão identificados na centralização que publicará o que achar conveniente sob o dístico “mensagem recebida com pedido de publicação”, com a garantia de que sua identificação será preservada, mas, como de direito, devidamente cadastrada através do e-mail do direcionamento original. No mais, as normas de conduta serão rigorosas, afastado em definitivo os ataques e afrontas morais a quem quer que seja e de qualquer lado, circulando nos comentários. No momento oportuno serão divulgadas as orientações do cadastramento para postagens sem a inconveniência do anonimato perturbador.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR), 10 de setembro de 2012.

21 comentários:

rubens goulart padilha disse...

Caro Sr. Marcos Cordeiro, e colega aposentado. Sinto muito pelo o que esta acontecedendo, a atitude tomada por
V.Sa. é muito acertada, e já estou com conta cadastrada no Google. Só nao estou conseguindo enviar comentarios aos blogs, (Aapprevi, Ari Zanella, Dr.Medeiros e Cecília). É isso ai, anonimo nao envia mais comentarios, regra de conduta. To de acordo e quando aprender a fazer comentarios com conta no Google, o farei. Aqui aposentado de Cambé-PR, lhe desejando muita saúde, paz, tranquilidade e astucia em seus comentarios, com todo este talento que Deus lhe deu. saudações. rgp

HELENO PINTO NOBRE disse...


DE MINHA MANEIRA DE PENSAR; EU SEMPRE PAUTEI POR FALAR E ASSUMIR O QUE DIGO ; POR ISTO NUNCA GOSTEI DA PALAVRA "ANÔNIMO".! E ENTENDO A RAZÃO DE TERES QUE TOMAR ESTA ATITUDE.

SOMENTE POSSO TE PARABENIZAR POR ESTA ATITUDE.

AQUI COMO SEMPRE; GRITÃO ; HPN.; MATRICULA 3984740-3; CHEGA DE ANONIMATO PARA SEMPRE. NÃO TEMOS DO QUE NOS ESCONDER. QUEM SEMPRE SE ESCONDEU E FINGIU ESTAR DO LADO OBSCURO DA FORÇA É PORQUE NUNCA QUIS MOSTRAR A SUA VERDADEIRA PERSONALIDADE .! MAIS UMA VEZ PARABÉNS PELA MEDIDA ; SANEADORA .!

Cláudio Augusto Falco disse...

Marcos,

Se for para mudar, mude pelas únicas pessoas que valem a pena: seus filhos, esposa e você!

Vida longa aos seus e a você... e para nós os colegas e amigos também!

Rogério Luiz Carvalho disse...

Parabens amigo Marcos, prevaleceu o teu bom senso, chega de anonimato, e
vamos continuar na mesma linha de sem
pre. Abraços, Rogério Luiz Carvalho.Pelotas .RS.

Anônimo disse...

Prezado Marcos,
Eu uso o anonimato porque sou do tipo introvertido, como deve ser o caso da maioria dos que aqui publicam posts. Eu não entendo muito de blogs, mas eu gostaria de saber o seguinte: quando você recebe um post ele não passa pelo seu crivo e você o publica ou não de acordo com conveniencia? Entao, qual e o problema...?Os posts com ameaças você simplesmente deixa de publicar e acabou. ELES perceberam que você não tem estOmago para criticas e tentam neutralizá-lo com ameaças.Se você acabar com o blog eles terao conseguido o seu obejtivo.
Além do mais, a identidade de qualquer pessoa pode ser levantada, através da busca do IP do computador. Espero que você mude de ideia.

raul avellar disse...

Presidente Marcos

No que me concerne não haverá diferença alguma, pois jamais me
apresentei como anõnimo. uma vez que não consigo atinar o por quê
um aposentado do Banco do Brasil
necessite esconder suas idéias, a
menos que seja um colega da ativa.
Aproveito a oportunidade para reiterar-lhe minha inteira solidariedade e desejo que, prontamente. este episódio seja
ultrapassado,

Raul Avellar

EPB disse...

Prezado Marcos,

Lastimável conduta de inconvenientes provoca tal situação, porém saiba que tens meu apoio nessa penosa peleia. Continuaremos a teu lado!!!

Grande abraço e sorte,
Enio Bebba
2931880-7

Anônimo disse...

Seu Marcos,

Por considerar tirano, não engoli até hoje o gesto que resultou na exclusão da Aapprev da Faabb. E com mesma indignação ficarei caso este blog seja retirado.

Particularmente, acho que, se ceder às pressões das pessoas que o invejam, estará abrindo precedente para, quem sabe, fazer o nobre amigo desistir também da AAPPREVI, entidade que com muita dignidade fundou e dirige.

Um abraço.

PS. E por falar em pressão, permita-me cobrar mais uma vez do Marcel, nosso diretor de seguridade, providências sobro o ES 180 x 180, prá ontem.

Muito obrigado

sergioinocencio disse...

Marcos,

ou temos como encarar ou a gente desiste e fica no canto quieto, anonimo é muito comodo, principalmente para denegrir outros.


sergioinocencio

Anônimo disse...

Não vá na conversa do an. das 18:37, não.
Escute o H.P.N. e outros da mesma opiinião; isto lhe poupará tempo e nervos.

Uma admiradora da sua boa escrita.

























Lena disse...

Obrigada amigo Marcos, quanto sofrimento passamos nós, os teus amigos. Ontem nem consegui dormir de tanta preocupação.

Viva o blog! Viva AAPPREVI!

Ademar disse...

Parabens Marcos,

Nunca achei correto o Anonimato, as pessoas tem que mostrar a cara.

Anônimo disse...

Sempre escrevi como anônimo e nunca fiz comentário a respeito de uma personalidade no nosso mundo. Primeiro porque não vou mudar ninguém. Quem nasce torto morre torto. Quem nasce para o bem, apesar das dificuldades, ainda se mantém. Que o diga o Marcos. Então não vale a pena criticar porque já se acostumaram com issoe mais uma crítica não vai fazer diferença.
Apenas emito sugestões factíveis como a alteração do nosso estatuto. Mudança no índice que reajusta nosso salário, composição da diretoria e alteração na votação na cúpula.
Não falo de empréstimo simples, porque não temos ingerência na Previ. Nós participantes e assistido não fazemos parte de um corpo social porque inexiste.
Bater em ferro frio é terrivel e não leva a nada. A Previ é administrada por prespostos do BB.
Isso carece de mudança.
Já escrevi sobre isso e ninguém fez nenhum comentário. Não leram porque a matéria não desperta interesse. Falar de empréstimo simples rende mais. Se não mudarmos a Previ o empréstimo simples não vai mudar. Então vou deixar de escrever pois escrevo como anônimo mas é melhor assim já que o conteúdo dos meus textos não ecoam como gostaria. Quem sabe estou enganado. Desculpem-me se puderem e se o Marcos ainda publicar essa linhas inócuas e sem sentido. Mudar é preciso.

Blog do Ed disse...

Colega anônimo das 00:30
Não desista de falar, de comunicar-se, peço-lhe. O que você disse cala fundo em quem ouve: "A Previ é administrada por prepostos do BB". Pode até não haver reação CLARA, DIRETA ao que o colega diz. Mas, é evidente que já há muitas pessoas se movimentando... graças aos que SE POSICIONAM, como o colega. Mas, convenhamos, a ESTRUTURA que se consolidou é muito forte... Apresenta-se juridicamente com o rótulo de REGIME da Previdência Complementar...
Edgardo Amorim Rego

bernardo.1951 disse...

Capitular seria dar aos canalhas provocadores exatamente o que eles querem, te insultando e ameaçando. Sabemos que és homem de muita coragem e inteligência, mas havendo risco para os teus familiares, daí a coisa muda. Esta medida de eliminar os comentários anônimos deve por alguma ordem nas coisas, esperamos.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

http://blogdoedear.blogspot.com.br/

Prezado colega
Estou colocando agora no meu blog o texto seguinte:

Súplica Por Um Esclarecimento


Acabo de ler no post do colega Ari Zanella a informação, dada por Eduardo Leite Guimarães, sobre o seminário, ocorrido nos dias 4 e 5 do corrente mês em Brasília, promovido pela ANABB.

Pincei daquele relato as seguintes passagens:
“3 – Terceiro Painel: Resolução CGPC 26/2008 e a Reversão de valores. Palestrante: RICARDO PENA, SECRETÁRIO EXECUTIVO DO MINISTÉRIO DA FAZENDA, ex-Superintendente da PREVIC.
Pena falou que as leis 108 e 109/2001 foram editadas com base na Constituição de 1988 e na Emenda Constitucional número 20, de 1998, para adequar os fundos de pensão e PROTEGER OS PARTICIPANTES. DEFENDE A PARIDADE TANTO NO DÉFICIT COMO NO SUPERÁVIT. Disse que a resolução 26 contou com pareceres jurídicos, dentre outros, da ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO, OAB e MINISTÉRIO PÚBLICO. Informou que foram impetradas 11 ações pela ANAPAR, Sindicato dos Bancários de Brasília, FAABB, AAFBB e FENACEF e todas fracassaram.
4 – Quarto Painel : Regulamentação da Retirada do Patrocínio. Palestrante: CARLOS MARNE, DA SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR.
DEFENDE QUE TANTO O DÉFICIT COMO SUPERÁVIT DEVEM SER REPARTIDOS ENTRE PATROCINADORES E PARTICIPANTES.”

O Dr. Ricardo Pena Pinheiro é tudo isto:
Economista e Demógrafo com pós-graduação em finanças e atuária pela Faculdade de Economia e Administração da USP e doutor pela Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG/CEDEPLAR. É Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil do Ministério da Fazenda. Na SPC desde 2003, foi Diretor de Assuntos Econômicos, Secretário-Adjunto e Secretário de Previdência Complementar do Ministério da Previdência Social. Autor e articulador da Lei 12.154, de 2009, que criou a PREVIC – Superintendência Nacional de Previdência Complementar. Atualmente, exerce o cargo de Diretor Superintendente da PREVIC. Foi Economista do DIEESE e professor universitário e de pós-graduação em Previdência Complementar pela FGV-DF, ICAT-DF e CESUSC-SC. É delegado brasileiro no WPPP – Grupo de Trabalho sobre Previdência Privada / OECD – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico e no IOPS – Organização Internacional de Supervisores de Pensão. Presidiu o COREMEC – Comitê de Regulação e Fiscalização dos Mercados Financeiros, de Capitais e Seguros e Previdência. É autor do livro “A demografia dos fundos de pensão”, da coleção MPS, 2007.

Continua na Parte II

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Parte II - Final

Dr. Ricardo Pena Pinheiro, além desse enorme elenco de títulos que inegavelmente o credenciam, é autor de livro sobre Previdência Social e exibe vasto elenco de conferências sobre Previdência Soical que pronunciou, ao longo de muitos anos. Entre elas localizei o título de uma, que trata do superávit e do déficit de plano de benefícios. Esta, sem dúvida, comprovará tanto o que pensa sobre o compartilhamento do EXCESSO DE RESERVAS PREVIDENCIÁRIAS entre Participantes e Patrocinador, quanto a argumentação em que apoia a sua abalizada opinião. Infelizmente, não consegui localizar o próprio texto.

Sobre o Dr. Carlos Marne, consegui localizar a indicação de várias conferências por ele pronunciadas e publicadas, bem como sua tese de doutorado pela Uniceub. Parece-me que é auditor fiscal. Seja como for, tem títulos e apresenta trabalhos. À vista de tantas conferências pronunciadas, trata-se, sem dúvida, de personalidade de inegável alto conceito no meio dos pensadores brasileiros em matéria Previdência Social.

Diante de tudo isso, ouso dirigir-lhes, com absoluta humildade e respeito, a seguinte solicitação: respeitados e considerados os termos em que se acham redigidos os artigos 19, 20 e 21, bem como o artigo 3º-VI da LC 109, apresentem um trabalho convincente da harmonização da instituição da REVERSÃO DE VALORES com a Lei Complementar 109/2001. Isso feito, enviem-no à ANABB, ou à FAABB ou à AAFBB para que publiquem nos seus sites.

Com essa providência, suas excelências estarão prestando INCOMENSURÁVEL ATO DE ESCLARECIMENTO a dezenas de milhares de cidadãos brasileiros, atingidos por seus atos de gestores máximos do REGIME DA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR, cuja dignidade individual não pode contentar-se simplesmente com o argumento de AUTORIDADE, embora se reconheça a GIGANTESCA MOLE CIENTÍFICA que representa a ADVOCACIA DA UNIÃO, a OAB e o MINISTÉRIO PÚBLICO.

Edgardo Rego

Unknown disse...

Prezado Marcos, a melhor coisa que poderia ter feito em relação ao blog é NÃO divulgar opiniões de ANONIMOS. Afinal , se é anônimo não tem opiniao não, porque é muito facil falar e se esconder. PARABENS pela iniciativa.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Nota da AAPPREVI

12/09 - AÇÃO VALE ALIMENTAÇÃO da AAPPREVI. Ajuizado o Grupo K1, cujos participantes foram avisados através da Área Restrita do Associado no site www.aapprevi.com.br .

PROC. Nº. 0001163-69.2012.5.01.0057- 57ª Vara Trabalhista - GRUPO K1

INICIAL DISTRIBUÍDA EM 03/09/2012

Unknown disse...

Marcos, não sei se é efetuado, mas seria de bom grado que fosse remetido um email para os participantes das ações quando os mesmos fossem ajuizados e orientando os mesmos quanto ao acompanhamento através do site da AAPPREVI.
um abraço de

antonio barreto neto
858150-9

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Antonio Barreto.

Esta sistemática já está sendo adotada. Quando do ajuizamento, e antes de qualquer comunicado público, o autor da ação é informado por mensagem de e-mail individualizada contendo todos os detalhes da ação para acompanhamento diretamente no Portal do Tribunal.
Também, a informação passa a estar disponível com acesso através da senha do associado, como pode observar do aviso constante na Nota acima:
“participantes foram avisados através da Área Restrita do Associado no site www.aapprevi.com.br .”

Atenciosamente,
Marcos Cordeiro de Andrade
www.aapprevi.com.br