quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Ação da AAPPREVI pela continuidade do BET


COMUNICADO Nº 29 – AAPPREVI

Curitiba (PR), 08 de janeiro9 de 2014.

Caros Colegas,

Concluídos os estudos de viabilidade encomendados no dia 13/10/13, a AAPPREVI está apta a ajuizar Ação para exigir a continuidade do pagamento do BET, e para impedir o retorno do pagamento das contribuições ao nosso Fundo. Os fundamentos da Ação foram elaborados com base no entendimento da comunidade jurídica, sobretudo considerando estudos de especialistas em Direito Previdenciário – sem deixar de lado a jurisprudência pesquisada cuidadosamente pela nossa Assessoria Jurídica.   

Também foram consideradas opiniões abalizadas extraídas dos comentários e escritos de conhecedores do assunto existentes no universo do PB1 que, sem envolvimento direto e sem saber disso, em muito contribuíram para o aprimoramento da peça jurídica próxima da perfeição que dará origem à Petição Inicial.

Caso se consolide como irredutível a posição da PREVI, sem que haja desistência da intenção de suprimir o pagamento das parcelas restantes do BET, e sem que seja dispensado o retorno do recolhimento das contribuições, nossa Ação Judicial será ajuizada.

Face os impedimentos legais, onde há exigência de relação nominal atestando a regularidade de situação associativa, somente os sócios da AAPPREVI em situação regular serão incluídos no bojo do processo.


Agora com a opção de pagar as mensalidades por Cartão de Crédito (QUALQUER CARTÃO).

Atenciosamente,
Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo
www.aapprevi.com.br

16 comentários:

Blog do Ed disse...

Apreciei.
Edgardo Amorim Rego

rafael campagnoli disse...

Como já sou um dos beneficiários da vitoriosa ação RMI promovida pela AAPPREVI, minha convicção é de que é possível o êxito na nova ( e Davídica )batalha. A maquiavélica alegação ao STJ que fez com que fosse mudada da noite para o dia uma jurisprudência de décadas a favor do vale ou cesta alimentação com certeza poderá ser utilizada pelo BB/Previ/Previc novamente ... Vão alegar a tal solidariedade do Fundo de Pensão etc ... É muito importante destacar em letras grandes que a Resolução 26 é manifestamente ilegal, e que dos R$15 bilhões "combinados" a Previ deu ao BB a metade ( R$7,5 bi ) À VISTA!!! Os outros 50%, para nós, foram dolosamente ( só agora percebemos ) dados a conta gotas, pendurados numa linha de algodão à mercê dos humores da ciranda do mercado de ações ... Então, ou retiram-se os R$7,5 bi do BB e completa o saldo dos fundos previdenciários, ou simplesmente refaça-se a conta dividindo-se os outros 50% em parcelas fixas até 31.12.2014 ... A alegação principal da Previ é a manifestada pelo interventor Dan Conrado e que consta do site da Previ: preservar o pagamento de todos os atuais e futuros assistidos. E mais: saber que existe uma teia de armadilhas formada pelos órgãos integrantes do calvário para aprovar qualquer alteração nas regras: Previc, Min Planejamento, Previdencia Complementar, Min da Fazenda, Dest etc ... É muita insegurança para o nosso futuro!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

É ISSO AÍ. AÇÕES NELES.O DAN INTERVENTOR NÃO VAI ABRIR MAIS NADA.
A AÇÃO É PARA ONTEM. PARABÉNS A ESSA ASSOCIAÇÃO, ASSIM PAGAMOS MENSALIDADE COM PRAZER.
A COISA POR AÍ SEMPRE FUNCIONA.
EDISON DE BEM

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Leia no Blog do Ed:

279. Resultado da Reunião (Nota da PREVI)

Por Edgardo Rego

http://blogdoedear.blogspot.com.br/2014/01/279-resultado-da-reuniao-nota-da-previ.html

rafael campagnoli disse...

Tive o cuidado de ler no Blog do Ed. o resultado da Reunião ( Nota da Previ).
Minha admiração e respeito ao Edgardo, que com certeza é uma daquelas cabeças privilegiadas que o BB tinha no passado e que elaboraram os estatutos da Previ, Cassi, AABB e inventaram os consórcios e o credito rural, entre outras tantas ...
Agora, convenhamos: quem trabalhou, como eu, tendo o atual presidente da Previ, como Diretor, sabe que ele não tem a capacidade desejada para estar à frente do maior fundo de pensão da AL. Ele, parece, foi guindado ao posto para ser submisso ( no mínimo ) ao atual presidente do BB, coisa que não existia com o presidente anterior. O atual presidente da Previ, no meu modo de ver, ainda sofre da soberba que lhe proporcionava estar no cargo de Diretor do BB, onde nós, como gerentes e funcionários seus (SP, e só em SP ) tremíamos de medo dele ... Ele gostava de dizer que era o "capitão" ... O moderno hoje é ser o TÉCNICO! ... porque pode ocorrer que, num time de futebol, o capitão seja cabeça-de-bagre ... Daí, o técnico nem deixa jogar ou simplesmente tira do time. Lembram do Felipão na Copa do Mundo?

rafael campagnoli disse...

FUNCIONÁRIOS DA ATIVA PODERÃO ABATER DO SALDO DO BET PARA PAGAR CONTRIBUIÇÕES.
Li agora no site da ANABB, que além da sugestão de suspender também o débito dos financiamentos imobiliários, pediram também que os funcionários da ativa possam utilizar os recursos do BET para pagar contribuições.
É isso que dá votar em gente ligada aos Sindicatos: os benefícios doravante só para os funcionários da ativa, aqueles que votam nos sindicalistas. Nós não estamos representados pelo pessoal dos sindicatos; parece que são pelegos. Precisamos entrar na Justiça pelo fim da intervenção na Previ desde 2001; volta do poder soberano de Assembleia e fim do voto minerva: e aí instituir quórum mínimo de votantes, SEPARADOS, de funcionários da ativa e aposentados... Do jeito que está, nós, aposentados, perderemos sempre!

Valim disse...

Boa Tarde, Marcos Cordeiro, Guerreiro,

O e-mail que mandei para aquele político, não me respondeu. Vou remeter de novo se me permitir?
Entrei no blog do Medeiros e mandei essa mensagem:
Boa Medeiros,

Serve para acomodar meu coração. Pena que não tenho empréstimo, e o fato mesmo é que tiraram arbitrariamente o BET e o não pagamento da contribuição.
"Quem cala consente. Se não desmentiram, concordam. Se quem deveria dar o tom do equilíbrio se cala, é porque concorda - disse Beto Albuquerque."
É o que julgo o que está acontecendo. Cadê a UNIÃO da CHAPA (SEMENTE DA UNIÃO), que tantos pedimos.
Entrem com o Marcos Cordeiro NA AÇÃO CONTRA O BET, o Sr. Seu Medeiros e Dona Cecília Garcez, se não for tirar férias, e peça por favor à Dona Isa. A ANABB, talvez tenha sua última oportunidade sem o Sr. Camilo (o do seguro) para passar ter uma boa imagem. Seria demais para se unir na ação do MARCOS CORDEIRO?


Valim.

OBS: Esse texto talvez seja publicado no site do Marcos, já estou-lhe pedindo diante mão, caso não seja mais um terá a prova, de que vocês senhores e senhoras não publicaram, sem ter nada demais, só fatos...
Vamos voltar com o BET e fazerem eles refletirem sob A INTERVENÇÃO NA PREVI SOLICITADA PELA PREVIC. QUERO VER SR. ALDO REBELLO.

Alan disse...

Informação sobre FGTS

SINDICATO DO RIO DE JANEIRO

DE FATO E DE DIREITO - SINDICATO BUSCA NA JUSTIÇA RECUPERAR PERDAS DO FUNDO DE GARANTIA. BANCÁRIOS SINDICALIZADOS PODEM ENTREGAR DOCUMENTAÇÃO AO JURÍDICO ATÉ O DIA 14 DE FEVEREIRO
Bancário poderá ter correção de até 80% do valor do FGTS

O Departamento Jurídico do Sindicato vai entrar com uma ação na Justiça para corrigir as perdas no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos bancários sindicalizados da ativa e aposentados. O objetivo é garantir a correção baseado no cálculo do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) e não pela TR (Taxa Referencial), que leva em conta a Taxa Básica Financeira (TBF). O INPC, calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), é um dos principais indicadores brasileiros da variação mensal de preços, utilizado inclusive pelo governo federal para o reajuste do salário mínimo. Segundo alguns especialistas, estas correções podem chegar a 80% do saldo vinculado ao Fundo de Garantia.
Os interessados têm até o dia 14 de fevereiro para entregar a documentação necessária (confira no quadro abaixo) ao Departamento Jurídico do Sindicato (Av. Presidente Vargas, 502, 21º andar).
Demitidos têm direito?
Poderão participar também da ação bancários sindicalizados demitidos nos últimos seis meses (contado a partir do dia 23 de dezembro de 2013). Para isso, é necessário procurar o Departamento Jurídico do Sindicato, para receber as devidas orientações. Mais informações pelos telefones 2103-4130/4131/4132/4134.
E quem não é sindicalizado?
A diretora do Departamento Jurídico do Sindicato, Cleyde Magno lembra que os bancários que ainda não são sindicalizados e desejam participar da ação do Sindicato podem se sindicalizar. "Basta se sindicalizar até o dia 30 de janeiro de 2014 para poder participar da ação do Sindicato. Ligue para os telefones 2103-4160/4177 para se associar", ressalta.
Documentação necessária*
• Procuração preenchida e assinada
no Departamento Jurídico
• Identidade, CPF e PIS
• Comprovante de residência
• Carteira de Trabalho**
• Extrato do FGTS com recolhimento
do ano de 1991
* Xerox de toda a documentação
** Com páginas da foto, qualificação civil e contrato de trabalho

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Leia no Blog do Ed:

280. A Nota Complementar da FAABB

Por Edgardo Rego

http://blogdoedear.blogspot.com.br/

rafael campagnoli disse...

Atenção para o que nos espera no campo judicial: vejam no site do IDEC ( www.idec.org.br ) que um desembargador/ministro do STJ despachou contra os poupadores do Brasil inteiro que já ganharam a ação civil pública movida pelo IDEC, com trânsito em julgado e tudo o mais, mandando suspender parte das ações até que se julgue algumas questões já julgadas naquela ACP; detalhe: despachou no dia 20.12.2013, no início do recesso e de plantão.

Fernando Lamas disse...

Prezado colega Marcos Cordeiro, saudações cordiais.
Boa noite a todos.

Após o anúncio do óbito do BET, iniciaram-se as reações, mais do que esperadas e necessárias: reunião na PREVI, estudos de recursos ao judiciário e a forte atividade nos blogs, além dos bastidores.
Certo!
A PREVI, "sensibilizada", colaborará, imediatamente, com a suspensão das próximas três parcelas do ES.
As sugestões não param de chegar: 1) Mais três meses, sem a parcela do ES, 2) Suspensão da Carim, igualmente, 3) Antecipação do 13º salário, já, 4) Antecipação da Capec(Para mim, 20% já seriam festejados), 5) ...

Caro Marcos e meus amigos, tudo isso que é passageiro, ajuda, MAS, inevitavelmente, o tempo passará e, num certo dia 20, todos nos encontraremos COM A REALIDADE, isto é, sem essas medidas passageiras e com o valor líquido "enxuto": Benefício, sem o Bet, subtraído, naturalmente, das consignações TODAS, inclusive, a contribuição ressuscitada.

Peço desculpa se lhes canso em repetir o que trago, há tempos: a reestruturação do contracheque, a meu ver, resolveria tudo, ou quase tudo, pois, como sugiro, do Benefício, subtrairia-se, SOMENTE, as consignações obrigatórias, ainda assim, LIMITADAS A 30% do valor bruto, salvo engano, COMO MANDA A LEI.
Obviamente, a PREVI haveria de recalcular ES e Carim, encaixando-os no limite das consignações, mas continuaria a receber seus créditos, normalmente e, além disso, resolveria/pacificaria a enxurrada de Ações, pela obediência dos 30%.

Isso, para mim, SERIA A REALIDADE, suportável por todos.
Insuportável, é receber cerca de 1%(Sim, UM POR CENTO!!)no contracheque, embora preservado o INSS.

Finalizando, para os "olheiros" da PREVI: não agrada a ninguém pedir para receber por orpag. Por isso, PREVI, amanhã, decide reverter a prestação suspensa do ES, em janeiro, por orpag, para quem precisa.

REESTRUTURAÇÃO DO CONTRACHEQUE: proventos máximos nas mãos dos destinatários, respeito à Lei e estabilidade nos orçamentos.

Grato por tudo e PAZ E BEM!

Fernando Lamas
Valinhos(SP)

"Porque o Senhor é compassivo e misericordioso, perdoa os pecados e salva no tempo do perigo."
Eclesiástico 2,11.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Leia no Blog do Ed:

281. Ideias Cartesianas
Por Edgardo Rego

http://blogdoedear.blogspot.com.br/2014/01/281-ideias-cartesianas.html

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

5,56% é o reajuste dos benefícios do PB1

Veja no site da PREVI - www.previ.com.br

rafael campagnoli disse...

Estou tentando me refazer ... acabo de receber a tal carta da Previ comunicando o fim do BET e retorno das contribuições ... é muita maldade junta ...

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


O contracheque de jan/14 está disponóvel no site da PREVI.

Renilde Fraga disse...



Caros colegas, estou divulgando o link abaixo. Peço ler e, caso esteja de acordo, assinar e divulgar.
http://www.avaaz.org/po/petition/PREVI_CAIXA_DE_PREVIDENCIA_DOS_FUNCIONARIOS_DO_BANCO_DO_BRASIL_Providenciem_o_cancelamento_da_contribuicao_mensal_C800_d/?tNpceeb