quinta-feira, 29 de maio de 2014

O amanhã de ontem



Marcos Cordeiro de Andrade.

Caros Colegas,

Nesta Eleição PREVI 2014, para alívio de muitos o objetivo primeiro foi alcançado no resultado anunciado. Em que pese alguns senões, há uma vitória a comemorar por esmagadora maioria. Afinal, foram computados votos com estupendo diferencial dado pelo conjunto de chapas oposicionistas na derrota da “situação”. Foi, como se diz na gíria, “uma lavagem”.

Por isso, não é hora de chororô, nem de gastar foguetório desmedido, porque a luta não termina aqui. Foi extirpado apenas parte do tumor maligno que está a corroer a saúde do nosso Plano de benefícios. Resta muito a fazer, mas nem por isso devemos nos abster de dar parabéns aos que representam o núcleo vitorioso, até porque os números também os favorecem na mesma medida para merecer reconhecimento.

De lamentar apenas alguns fatos negativos registrados no decorrer da campanha e que poderiam ter sido evitados. Assim como o excessivo número de chapas de oposição poderia ter sido reduzido para conforto geral. Tivessem as lideranças ditas de oposição se aproximado mais, a tarefa desempenhada por todos obviamente não redundaria tão traumática – notadamente em relação à convivência futura entre os competidores.

Agora, serenados os ânimos, teme-se pelo redemoinho que levará para o ralo as águas servidas para lavar o manto de amizades maculadas - na lamentável troca de acusações desmedidas e desnecessárias. Mas, levemos isto à conta de consequências esperadas do “calor da disputa” pelos votos envolvidos. Amizades verdadeiras porventura arranhadas podem ser refeitas. Basta que o ofensor reconheça o erro cometido e apresente sinceros pedidos de desculpas. O resto o tempo decidirá.

Neste momento em que são conhecidos os resultados, consideremo-nos todos vitoriosos valorizando o trabalho desenvolvido. Sem desmerecer o esforço dos que não chegaram lá, curvemo-nos à vontade dos eleitores que se quedaram crédulos aos apelos dos que trabalharam pela chapa laureada, e apressemo-nos em reconhecê-los como os que melhor desempenharam o papel de garimpeiros de votos. Ganharam porque acreditaram em si mesmos, com trabalho menos sujo que outros e mais agressivo dentro dos limites aceitáveis.  Ganharam porque suaram mais, porque atacaram menos e se uniram com fervor admirável.

Dou a mão à palmatória. Parabéns ao líder Medeiros e a todos os seus seguidores, parceiros de chapa e demais, pois considero esta vitória mais sua que de outros. E a derrota dos que eu defendia credito aos erros cometidos do lado em que me posicionei, sem arrependimentos. E rogo a Deus que tudo sirva de experiência confiando que os eleitos desempenhem bem o seu papel. E, se cumprirem a metade do prometido me darei por satisfeito.

Simpatias deverão ser preservadas. E antipatias resultantes deverão esperar que o primeiro passo seja dado para restaurar o bom convívio. Ou fabricá-lo.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR), 29 de maio de 2014 – www.previplano1.com.br

6 comentários:

Aristophanes disse...

Prezado Marcos Cordeiro.
Lembrei-me de um antigo filme, de nome BEAU GESTE(Nobre Gesto), que trata da fraternidade. É como adjetivo o seu texto e a mensagem no Blog de Dr. Medeiros. O pioneirismo do blog preto é um marco(sem intenção de trocadilho) histórico que o credência, do seu jeito, a continuar a nossa luta por uma Previ mais transparente e voltada para a satisfação de seus associados. Cordialmente, Aristophanes.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Parabéns, ao Sr. Marcos Cordeiro pelo excelente texto.


Parabéns também aos integrantes da Chapa 3. Que façam uma boa gestão


sendo felizes e nos colocando felizes em tudo que realizarem nestes próximos


anos.


Marisa Moreira RJ

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Notícias da PREVI

29/05/2014
Presidente Dan Conrado será reconduzido ao cargo e novo diretor de investimentos é indicado pelo BB
Patrocinadora mantém o atual presidente da PREVI e indica novo membro da Diretoria Executiva para o lugar de Renê Sanda, que se aposentou.
O Banco do Brasil, responsável pela escolha do profissional que ocupa o cargo de diretor de investimentos da PREVI, indicou o atual diretor de crédito do BB, Márcio Hamilton Ferreira, para desempenhar a função, a partir do próximo mês de junho.
O Banco também confirmou a permanência do presidente Dan Conrado no comando da PREVI por mais quatro anos. O atual mandato terminaria no dia 31/05 e a patrocinadora se manifestou pela manutenção do atual executivo. Os nomes de Dan Conrado e Márcio Hamilton serão submetidos ao Conselho Deliberativo da PREVI, na próxima sexta-feira, 30/05.
Confira a seguir o currículo do novo diretor de investimentos da PREVI.
CURRÍCULO RESUMIDO DE MÁRCIO HAMILTON
Formado em administração de empresas pela Faculdade de Administração de Brasília (AIEC) e com MBA de Formação Geral para Executivos pela FGV, Márcio Hamilton é funcionário de carreira do BB desde 1987, quando tomou posse como menor aprendiz. Exerceu os cargos de Superintendente Comercial no Rio de Janeiro e de Diretor de Mercado de Capitais e de Finanças. É diretor de Crédito do BB, presidente do Conselho Fiscal da Cielo S.A. e conselheiro de administração do BB AG, subsidiária do Banco do Brasil na Europa, com sede na Áustria.

Fonte: Site PREVI

rub.gp disse...

Grande Dr. Marcos Cordeiro, colega aposentado e articulador de grandes textos, como este acima. É isso mesmo, devemos tocar em frente, desejando que os componentes da chapa 3, todos, sem esquecer algum colega, tenham uma grande e competente missão, no trato das necessidades de todos aposentados e pensionistas, notadamente do Plano 1. Vamos esquecer as rusgas e pensar no bem maior, pois esta é apenas a primeira estapa vencida, e tomara que consigamos várias vitorias, tais como outra prorrogação do ES,por mais treis meses, revisão dos beneficios, fim da contribuição daqueles colegas que contribuiram por mais de 30 anos, etc. Aqui aposentado e sócio da aapprevi, de Cambé-PR, bem pertinho de Londrina-PR na esperança de dias melhores.

aposentada do BB disse...

Dr. Marcos Cordeiro, excelente texto. Realmente essa foi a fórmula da vitória da chapa 3: "Ganharam porque acreditaram em si mesmos, com trabalho menos sujo que outros e mais agressivo dentro dos limites aceitáveis. Ganharam porque suaram mais, porque atacaram menos e se uniram com fervor admirável." E como disse o colega de Cambé: NA ESPERANÇA DE DIAS MELHORES PARA TODOS. Grande abraço.

syrnog Mendes Nogueira disse...

Parabéns ao colega Marcos pelo excelente texto sobre as eleições da PREVI, com vitória merecida da Chapa 3. Acho, como ele, lamentável que os colegas da chamada "oposição" não tenham se entendidos ANTES das eleições e lançado uma ÚNICA CHAPA. Seria uma verdadeira "lavada" e demonstração da nossa INDIGNAÇÃO diante do que vem acontecendo na PREVI... uma pouca vergonha para os aposentados que viveram outro Banco do Brasil!GRATO.SYRLEI MENDES NOGUEIRA.Aposentado de Campo GRANDE-MS.