terça-feira, 8 de julho de 2014

Catástrofe anunciada



Marcos Cordeiro de Andrade

Caros Colegas,

O Brasil acaba de ter seu Território atingido por amplo desastre ambiental, esparramando lamúrias e afetando os brios da pátria de chuteiras. Mas é de se esperar que, por analogia com catástrofes naturais regionalmente localizadas, o Governo prontamente acorrerá em socorro às vítimas com farta distribuição de kits de sobrevivência como parte de sua propaganda populista, onde não faltarão cestas básicas e outros penduricalhos enganadores para suprir o esvaziamento provisório do circo. Certamente muito pão dormido e feijão carunchado serão distribuídos como alternativa, gerada no plano “B” já pronto para ser anunciado por decreto - talvez até batizado de “Bolsa Copa Perdida”, uma vez que o carro chefe eleitoreiro deu com os burros n’água.

Apesar de tudo, cabe aos “especialistas” fazer análises aprofundadas das causas do desastre para amenizar seus efeitos, assim como enumerar heróis e vilões responsáveis pelo lamentável feito negativo. Em consequência, é chegada a hora de se dar atenção à realidade e voltar ao trabalho, mesmo que este apelo seja direcionado justamente àqueles que deveriam não mais trabalhar – os aposentados e pensionistas dependentes da PREVI.

Como o socorro às vítimas não nos atingirá, o que é recorrente, deixemos o chororô se disseminar na sociedade bem assistida pelas “autoridades” supridoras de pão e circo, e tratemos de cuidar da nossa mesa de onde esse mesmo Governo vem retirando os últimos grãos de feijão e arroz para esvaziá-la ao extremo como se fora propósito exterminar nossa raça. Tudo porque formamos a parte dos inativos mais explorados, vilipendiados e roubados vergonhosamente na poupança engordada durante mais de trinta anos para garantir a velhice. Velhice que hoje amargamos vivenciar de modo impróprio e perigoso, passando vicissitudes nunca imaginadas – nem merecidas.

Por isso mesmo, não podemos engrossar a procissão carpideira dos órfãos da seleção. Temos isso sim, que suplantar a pecha de marajás que injustamente certo presidente nos rotulou, e, arregaçando as mangas, limpar a garganta e cerrar os punhos em torno da caneta para, num cortejo associativo, percorrer os corredores do judiciário em busca do que dificilmente encontraremos em outro canto, pois se trata do último bastião da defesa da nossa sobrevivência.

Chega de Copas e Olimpíadas. Vamos à luta na forma de ações judiciais. Não dá mais para esperar por atendimento como resposta a educados pleitos. Se não quiseram nem querem ouvir a voz da razão, que se dobrem ao bater do Martelo da Lei.

Sem esquecer que, como as “grandes” Associações estão a serviço dos espoliadores, cabe às nanicas arrogar-se o dever de proteger seus participantes - conjuntamente ou em separado.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR), 08/07/2014. www.aapprevi.com.br

7 comentários:

Fernando Lamas disse...

Prezado colega Marcos Cordeiro, caros colegas é quase como um luto nacional, os canarinhos levarem sete gols. Alguns chamam de "vexame".
Entendo, mas, para mim, vexame nacional mesmo é:
- Uma parturiente dar à luz, na calçada, por falta de vaga no Hospital,
- Um trabalhador desempregado ir para a fila, na madrugada, batalhar por uma recolocação(Tancredo dizia: "Não dormirei em paz, enquanto houver UM trabalhador desempregado.")
- Avós gastarem a "melhor idade", cuidando, diretamente, dos netos, porque, muitas vezes, a mãe trabalhadora não encontrou a bendita vaga na creche,
- Uma legislatura concorrendo com as anteriores, no "campeonato" dos malfeitos,
- A pesquisa científica sucateada, perpetuando o atraso,
- A saúde pública agonizar, à beira de um atestado de óbito,
- Um magistrado que apresentou, comprovadamente, fétidas feridas, encontradas dentro do Estado, ser perseguido e ofendido, com as piores ameaças, pelos inconformados,
- ...

De todos os vexames nacionais, eu coloco, como o mais detestável, a Educação do atraso.
Caro senhor Marcos, eu vejo, na Educação deficiente, a raiz de todos os tropeços da sociedade, sem entrar em outros campos, como a moral e a fé, estas, a meu ver, essenciais, para a civilização.
Um cidadão malformado, na Educação, não atinge a plena dignidade humana, consigo mesmo, nos relacionamentos, na mundo do trabalho, na ora de VOTAR, etc.
Eu vejo, pois, na Educação sólida, O MELHOR CAMINHO, PARA A LIBERTAÇÃO DE UM POVO ESCRAVIZADO, pela dominação do Estado e do poder econômico.
Sobretudo, a juventude deve saber que a maior paixão nacional não é o futebol, mas a busca, por um país livre desses vexames todos e que, por isso mesmo, desminta quem repetir que "o Brasil não é um país sério."
Não chora não, Oscar, David Luiz, Júlio Cesar e povo meu!
O maior golaço de que precisamos poderá vir, nas próximas eleições gerais, para o povo levantar "o caneco" da Democracia com "D" maiúsculo e encher o peito e cantar: "Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor."

Grato por tudo e PAZ E BEM!

"O amor não se alegra com a injustiça, mas se regozija com a verdade."
1Cor 13,1-13.



rafael campagnoli disse...

É isso mesmo, presidente Marcos. Mas com certeza esse acontecimento funesto, no campo esportivo, pode trazer o povo brasileiro para o chão do dia a dia, que todos conhecemos. Os salários, casas luxuosas, carrões, pensões alimentícias etc que os atletas tem conseguido são realmente uma vergonha para quem dá duro a vida inteira para receber migalhas. É uma afronta e isso não está e nunca esteve certo. E pior: para não jogar futebol nenhum ... Não temos mais craques, apenas uns mais ou menos, incluindo o Neymar, que - a exemplo da final do Mundial de Clubes - não é capaz de protagonizar nada. Caiu o grande bezerro de ouro, caiu o ídolo maior da nação brasileira ... País do futebol? isso é passado distante ... Perdemos o trem da história. É preciso competência, porque o esporte como um todo é empresarial. Todos choram e gritam porque perderam uma coroa perecível. Devemos, sim, correr atrás daquela Coroa incorruptível, que somente o Cristo nos assegura. O mais é vaidade, tudo é vaidade ... E aguardamos uma solução para o nosso cotidiano: ES, realinhamento de benefícios etc. Sorte que temos a AAPPREVI a nos defender judicialmente, porque da grande ANABB só vemos um silêncio idêntico ao da Previ: parecem duas grandes irmãs a tramar contra nós, justamente aqueles que fundaram as duas entidades. Que ironia.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

EMPRÉSTIMO SIMPLES

Segundo informa a Diretora Cecília Garcez no seu Blog a decisão ficou para hoje, dia 10/07/14, conforme abaixo:

Cecilia Garcez disse...
Cara Colega...,
Como não houve consenso, a decisão ficou para amanhã, dia 10.07.

9 de julho de 2014 23:13

Fernando Lamas disse...

Caro colega, Marcos Cordeiro, saudações cordiais.

EU ACREDITO

Meus amigos, para mim, está tudo muito claro: já, nestes primeiros momentos, há uma feroz campanha, para desmoralizar, sufocar e "enquadrar" a equipe Previ Livre, Forte e de Todos.
Os senhores que já estavam lá, querem-nos mostrar "quem é que manda aqui".
Não precisa disso não, porque, hoje, por força do "moderno" ordenamento normativo, os senhores vencem, sempre.
Da minha parte, a resposta a essa campanha, é a renovação, vigorosa, do meu voto, para a equipe, hoje, agora, sem reservas!
Escrevi, há tempos e repito, igualmente que a votação é hoje e que não nos venceram nas urnas, mas querem-nos vencer, agora, IMPONDO divisão, inconformação e cansaço,
A realização do programa da equipe é de longo prazo, devido a esse clima rebelde encontrado.
Enquanto esta for a minha convicção, até dispenso maiores explicações e justificativas.
Além de uma possível ida à porta da Previ, creio seja inadiável, entrar pela porta do Foro, infelizmente!
Grato por tudo e PAZ E BEM!

"É mal o que tu me ofereces / Bebe tu mesmo os teus venenos."

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

EMPRÉSTIMO SIMPLES

Extraído do Blog do Medeiros:

Medeiros disse...
Conforme a Cecilia colocou em seu blog a decisão sobre o ES que seria tomada na terça, ficou para hoje, quinta feira. E´ uma novela arrastada. Aguardo notícias para divulgar e comentar a todo instante.

10 de julho de 2014 14:03

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

EMPRÉSTIMO SIMPLES

Extraído do Blog da Diretora Cecília Garcez:



Cecilia Garcez disse...

Caros colegas,

Eu entendo perfeitamente o desabafo de todos, sejam os que confiam no grupo que foi eleito e que nos ajudou nessa vitória ou sejam os que não nos elegeram e estão frustrados com o resultado e, de repente, torcendo para que a nossa gestão não dê certo.
Não tenho como evitar a revolta, pois também me incomoda essa forma de agir em relação as propostas que interessam os associados. Se fosse algo que beneficiasse o Banco, acredito que a postura seria bem diferente, mas como é algo que só interessa aos associados, a situação complica.
A nota da diretoria de Seguridade foi apresentada e eu é o diretor Decio registramos voto contrário, pois entendemos que a proposta apresentada não atende os associados, porém parece que haverá outros registros e não tenho como antecipar como ficará. Assim que houver o desfecho final, eu compartilharei com vocês.
Gostaria de ressaltar que todos sabiam e sabem como funciona a governança na Previ. Em nenhum momento da nossa campanha prometemos o que não poderíamos entregar, por isso sempre utilizamos a expressão: "Vamos lutar para..." E já estamos fazendo isso e continuaremos defendendo os interesses dos colegas. Adoraria divulgar uma boa notícia, aliás, uma das poucas de alçada da Diretoria, porém não foi possível.
10 de julho de 2014 22:10

Fernando Lamas disse...

Prezado colega Marcos Cordeiro, saudações cordiais ao senhor e a todos os colegas.

Quero terminar a minha modesta participação, nesta semana, antes de tudo, com sincero pedido de desculpas, caso haja ofendido algum colega, com palavra mal empregada.
Quero reafirmar que aceitarei, se puder, mas não desejo soluções, via ES, pois não focam o permanente e universal que é o Benefício, mas o transitório que é parcial.
A minha única crença está no ordenamento do contracheque ao respeito à Lei, sendo, salvo engano meu:
Líquido=Benefício-Consignações Obrigatórias-30% de Consignações eletivas.
Fora disso, não espero por nada mais, a qualquer tempo.
Muito obrigado ao senhor, por manter este espaço e desejo a todos um bom e abençoado fim de semana, junto dos seus e até segunda-feira, se Deus quiser.
PAZ E BEM!

"Una-se ao Senhor e não se separe, para que você, no último dia, seja exaltado "
Eclo 2,1-18.