sábado, 17 de outubro de 2009

ULO - meu grito...

Reputo este desabafo como fruto de um forte desejo de sanar injustiças. Um apelo desprovido de comportamento piegas e que não deve ser confundido com um brado altruísta. Quero o que me é devido e, consequentemente, o que é negado a todos nós – aposentados e pensionistas do Plano 1.

Foram muitas as tentativas de buscar melhorias. Inúmeras as chamadas para congraçamento. E muitas palavras jogadas fora.

Mas, chega! Resolvi apelar para um ato extremo. Lanço meu libelo:

Caros Colegas.

Temos que encontrar a correta forma de agir, pois somente discursos inflamados e declarações bombásticas não nos ajudam.

Cartas-denúncia ou pedidos de socorro expedidos não têm surtido efeito; caem em mãos atadas ou desprovidas da vontade de ajudar - ninguém quer se comprometer.

Também de nada adianta cobrar providências dos órgãos fiscalizadores, dos Eleitos, do BB, da Previ, dos políticos ou até mesmo do Presidente da República. Todos devem subserviência a um poder maior: o Governo. Ele é o topo da pirâmide que manipula a destinação patrimonial do Plano 1.

Portanto, o nosso inimigo comum é o Governo.

É para ele que devemos direcionar o foco de nossas cobranças.

E o todo poderoso Governo só teme uma ameaça: o Povo. Resumindo, é ao povo que temos de nos dirigir para que o Governo se sinta ameaçado com a destinação do voto popular, nas eleições que se avizinham.

Por isso, proponho a publicação de um Manifesto à Nação esmiuçando os desmandos praticados em direção a Previ.

Isto, com certeza, chegará ao destino com chances de surtir efeito. Desde que veiculado em jornal de alcance nacional, com grande poder de penetração.

Mas que não seja um manifesto comum, eivado de palavras de ordem, slogans, motes ou denúncias aleatórias - sem consistência. E sim um manifesto bem alicerçado, contendo dados inquestionáveis e nomes envolvidos em ações espúrias, de beneficiários de benesses indevidas;

Que sirva para denunciar fundamentos de finalidade duvidosa, com citação dos seus propósitos e suas origens. Fazendo menção a leis, resoluções e regulamentos específicos, criados para solapar o patrimônio da Previ - cuja finalidade precípua é prover aposentadorias e pensões com o fruto de contribuições dos seus associados;

Que se preste a denunciar o caso da criação da Previc (um cabide de empregos maquiado de órgão regulador a serviço do sinecurismo, e que será mantido à custa de entidades de previdência privada);
Que exponha a apropriação indébita do BB em constantes incursões aos cofres da Previ - sob artifícios contábeis - e a má gestão da Previ na distribuição arbitrária do dinheiro do fundo, até mesmo a diretores indicados pelo Governo, no caso renda certa.

Tudo amparado em comprovação documental.

Esses fatos, se publicados, cairão como uma bomba atirada no colo do PT, digo, do Governo.

Depois é só aguardar as conseqüências: o alvoroço no Congresso e a tomada de posição por parte dos opositores – um prato feito para abalar o processo sucessório.
Certamente advirão pedidos de criação de uma CPI: a CPI da PREVI.
.
Partindo daí o Governo sairá às pressas em nosso “socorro” para sanar as irregularidades apontadas.

E é com essa visão que faço um apelo aos Colegas: vamos amadurecer essa idéia, vamos dormir sobre esse projeto.

Para tanto, peço a todo aquele que domine o assunto, ou parte dele, que me ajude com relatos citando dados palpáveis. Podem abarrotar minha caixa de correio com e-mails (contato@previplano1.com.br ou qualquer outro aí do lado), mesmo como anônimos. Asseguro sigilo, no que me couber.

Auxiliem-me na compilação dos dados para elaboração do Manifesto. Estou disposto a assiná-lo sozinho, se for o caso, assumindo todas as conseqüências.

Talvez com isto interfiram neste espaço. Talvez até me calem, mas estou disposto a tentar.

Temos pressa.

Grande parte de nossa estrada já foi percorrida, e a reta final pode ser tranqüila. Só depende de nós.

Vamos prosseguir, unidos.

Em tempo: Não sou sindicalizado. Nunca fui, nem pretendo sê-lo.

Marcos Cordeiro. Curitiba, 16/10/2009.

49 comentários:

Anônimo disse...

Pode contar comigo,estou ate emocionada com suas palavras.Farei um relatorio do que eu sei e em breve divulgarei aqui no seu/nosso blog.

rosalina_de_souza disse...

COLEGA MARCOS.

Não tenho material algum para lhe enviar,mais no que depender de mim,para assinar o documento e colher assinaturas dos colegas goianos,estou a sua disposição.
Tenha a certeza que lutarei ao seu lado e ao lados de todos os amigos dispostos a conquistar dias melhores a todos nós.

luiz fernando disse...

marcos, faca um apanhado de custos, materiais, publicacao, e nao faltara colegas para te apoiar. excelente ideia, e sairemos da mesmice e do marasmo das entidades que so pensam ja na reeleicao e nao sei porque, mas nao querem largar a boquinha,nunca.

Anônimo disse...

Tambem nao tenho relatorio,o que sei e o que todos sabem,mas contem comigo.
Sandra

Marcos Cordeiro (André) disse...

Será que já boicotaram este Site?
Mandei e-mail personalizado para 28 colegas. Ninguém apareceu. Ninguém!
Cadê os doutos comentaristas de outros blogs que não se pronunciam?
Os discursos inflamados não cabem aqui? Não dá ibope?
Então peço que opinem por lá. Dá no mesmo, e ajuda muito.
A palavra do momento é divulgar, divulgar, divulgar...

Anônimo disse...

Caro Colega,
Muito interessante sua proposta de CPI da Previ é exatamente o movimento que precisavamos. Vamos todos ajudar a "lavar a roupa suja da Previ em público" Colega Marcos Cordeiro todos aposentados e pensionistas do plano1 devem abraçar essa bandeira de CPI da PREVI, ora hasteada por sua coragem e iniciativa.

Anônimo disse...

Marcos/André
Seu GRITO é o GRITO que está na garganta de 12l mil associados do plano 1, juntos seremos ouvidos,chega!!! de resoluções feitas por encomenda para travar a distribuição do superávit

Anônimo disse...

MARCOS,
Parabéns! pela idéia inteligente de trazer à tona as ações espúrias da Previ através de uma CPI da PREVI. Que os partidos de oposição se adiantem em investigar os envolvidos diretos e indiretos e expor em âmbito nacional onde e como é usado o superávit da Previ.
Tenha certeza que nós aposentados e pensionistas da Previ não vamos medir esforços em apoiá-lo nessa iniciativa.
Joana

Anônimo disse...

companheiro Marcos

faço minhas as palavras de Luiz Fernando - 18 10 2009 - 03.55 h -

o importante e urgente, desesperadamente urgente, é sair do marasmo e enfrentar a "fera" de peito aberto, com todas as armas disponíveis.
zé Luiz //Sacramento MG

Conte com meu apoio e ampla divulgação de seus projetos.

Ivan Rezende disse...

Marcos,a realidade é, tudo que fizermos, baterá de frente com a famigerada resolução 26, que está sob julgamento. Muitos dos colegas, quem sabe a maioria, já concorda, apesar da enquete no blog da Cecília em repartir com o BB que, apesar de não apropriar, se beneficiou em seu resultado final, apenas com a contabilização da parcela da Previ, que se julgou com direito.
O Sindicato de Brasília jamais
retirará a ação.
Particularmente, já elogiei a sua intenção. Acho, contudo, que devemos seguir por um atalho, com uma carta/manifesto diretamente ao judiciário, para agilizar o julgamento, em todas as instâncias.
Se acontecer de a Previ recorrer das decisões -que fatalmente serão contra ela-, no sentido meramente protelatório, aí sim, partiremos para uma luta mais frontal.
Enquanto isto, serão coletadas as informações necessárias para colocar em prática a sua iniciativa, que será de todos nós.

Anônimo disse...

embora sabemos que ninguem abrira mao dos honorarios advocaticios da res 26,(alias tudo trava ai), nao podemos ficar calados . A proposta indecorosa do Eike Batista em comprar acoes da Vale e CONVIDAR O SERGIO ROSA, PARA presidente, foi, no minimo, estranho. E nao venham com essa de que a PREVI e' obrigada a vender por estar acima do permitido em acoes. Pois se isto acontecer, saira de graca., apreco de banana. e o pior, 2014 e 2016 vem ai.

mariano branquinho disse...

AlÔ Marcos, muito feliz sua idéia e iniciativa. Conte comigo e demais colegas aqui na Paraíba, estou divulgando sua idéia a todos os colegas que mantenho contato. Analise sobre a opinião do coela Ivan. Abraços Mariano Branquinho.

Anônimo disse...

Apoio a iniciativa, alias uma das melhores idéias na atual conjuntura.
Devemos lembrar dos "caras pintadas" que foram à ruas e teve início um movimento o qual culminou na derrubada de um presidente.
Qual o custo para divulgação ?
Vamos fazer um rateio e botar a boca no trombone.
Contem comigo.
Cláudio Pavan

Marcos Cordeiro (André) disse...

Ivan.
O Governo tudo pode. Até a famigerada res.26 pode ser suplantada por ele.
Vamos em frente!!!

rosalina_de_souza disse...

COLEGA MARCOS.

Nossa luta continua,mesmo que os 28 colegas não o tenhan respondido, não pense que todos estão parados, como o tema requer material,e esse material tem que vir com conteudo,porque nao é so acusar é achar o caminho para que alguns SENADORES E DEPUTADOS venhan a interragir em nossa defesa.
O GOVERNO FEDERAL,não mede esforço para enganar,com promessas milaboranrantes.
Veja o caso da PETROBRAS ate agora nem do papel saiu,porque ?
Porque manobras são feitas a todo o momento para tapar o buraco.
MARCOS somos pessoas esparramadas por este imenso brasil, ajudaria e muito se algum PRESIDENTE DE ASSOCIAÇÕES tivessen a ousadia de nos atenter atraves dos canais de comunicação que os mesmos possui e alertasse os amigos APOSENTADOS,PENSIONISTAS,E OS AMIGOS DA ATIVA,mas estes são os primeiros que se vendem ao poder da corrupção que assola este pais.
Naõ se engane meus amigos, a liminar com feito parasitorio que o SINDBAN conseguiu foi meramente proposital,para nao haver nada o que fazer.
Alguem sabe me explicar do porque a ANABB,que é a mais representativa das associações dos aposentados do BANCO DO BARSIL,nunca se manifesto a esse respeito.
Se a mesma era porta voz de mais de 100 mil associados,e com uma arrecadação magnifica e um colegiado de otimos advogados nunca fez nada para entrar em entendimento e ai sim reabri as negociações com o patrocinador.
Se é o CONSELHO DELIBERATIVO quem da inicio as negociações la a ANABB tem seu representante, porquem ja deveria ter feito uma proposta para nos atender.
Como muitos disseran o EMPRESTIMO SIMPLES foi uma especie de cala a boca a todos nós.
Meia duzia de sindicalistas decidem o que é melhor a mais de 121 mil pessoas.
Quando vamos acordar para a realidade nua e crua.
Vamos ter a coragem do amigo MARCOS,vamos sair do anonimato,vamos lutar nao estamos mais no tempo da DITADURA,onde todos eran calados,cerciados do direito a seren ouvidos.

SABE QUANDO SEREMOS OUVIDOS:

QUANDO MUITOS DE NOS SAIRMOS DO ANONIMATO,E COMEÇARMOS A DAR A CARA PRA BATER SEM MEDO DE RETALIAÇÕES.
APOSENTADO E PENSIONISTA NAO FAZ GREVE,MAS UM MANIFESTO EM FRENTE A PREVI, COM CERTEZA FAZ NOSSA VOZ CHEGAR AOS OUVIDOS DO POVO BRASILEIRO.
O LULA NAO GOVERNA SOZINHO,DENTRO DA PREVI ELE TEM SEUS OLHEIROS E SABE QUE APOSENTADO DO BANCO DO BARSIL SE CONFORMA COM QUASE NADA.

DOU SO UM EXEMPLO A VOCES :

ENQUANDO O PESSOAL DA ATIVA DO BB SE CONFORMO COM ALGUMA COISA O PESSOAL DA CAIXA ECONOMICA ESTA BRIGANDO POR DIAS MELHORES,E SO PRA VER COMO ELES ESTÃO ANOS LUZ A NOSSA FRENTE SE TIRA PELO PRAZO DOS EMPRESTIMOS DELES,BEM MAIS COMODOS QUE O NOSSO.

MOBILIZAÇÃO JA PESSOAL,VAMOS MOSTRAR AOS NOSSOS COLEGAS DA ATIVA QUE JUNTOS PODEMOS SER BEM FORTES.

GRATO A TODOS

Marcos Cordeiro (André) disse...

Cláudio Pavan.
É cedo para pensarmos em cifras/custos. Aliás, a palavra rateio não soa bem. Remete ao pressuposto de ônus generalizado, para não dizer "botar dinheiro no fogo". Já estamos tão encalacrados...
Obrigado pela sugestão, mesmo assim.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Rosalina,
Excelentes colocaçãos. Coerentes e destemidas, como sempre.
Quanto à ANABB, quem sabe não botaremos o nome dela na boca do sapo, quero dizer, no Manifesto?

JB.MONTEIRO disse...

Oi Marcos. Parabéns pelo blog. Fui um dos primeiros seguidores. Sua iniciativa é muito feliz. Essa será a única forma de conseguirmos alguma coisa. Já mandei e-mails. para o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) para agilização da ação do Sind. de Brasília, para diversos deputados, para tentar derrubar o voto de minerva. Mandei e-mail para o Lula, para a Dilma. Agora ocorreu uma idéia, vamos pressionar o Senador AGRIPINO MAIA, ferrenho adversário de Lula e Dilma, para nos auxiliar nessa causa. Outra que podemos contar é a Senadora Eloiza Helena, inimiga mortal do Lula. Conte com a minha colaboração no que precisar. Esta é a primeira vez que escreto no seu blog.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Desculpem pelo "colocaçãos" acima.
Nem tão burro, nem tão apressado. Preciso ter calma.

Anônimo disse...

Da-lhe D.Rosalina,como sempre certissima e corajosa.Parabens,tenho orgulho de te-la como colega beneficiaria da Previ.Vamos a luta,vamos botar a boca no trombone, Ja!Contem comigo.
Sandra

Marcos Cordeiro (André) disse...

JB.Monteiro.
Já conheço sua intensa atividade em defesa de nossos interesses e nunca é demais agradecer.
Quanto à parte final do seu comentário, pergunto: Seria exigir muito pedir para que se encarregue dos e-mails aos Senadores citados?
Se necessário lhe mando o texto (Ulo...) como anexo, para ser usado a seu critério. Para tanto necessito do seu endereço eletrônico.

Anônimo disse...

companheiro Marcos André -

JB.Monteiro sugere que se faça chegar, nosso clamor, ao Senador José Agripino Maia (DEM-RN).

Reputo, smj, ser uma idéia bem interessante, ao se considerar que necessitamos de "gente do bem" na nossa trincheira e o líder do DEM é consenso absoluto de moralidade no lamaçal que se tornou o Senado da República.
Quem sabe o passo inicial seja esse ?

zé luiz - Sacramento (MG)

Francisco Rodrigues disse...

Marcos,

Parabéns pela iniciativa. Tenho certeza que nenhum de nós, do plano 1, se furtará a abraçar esse propósito legitimo e que, sem dúvida, provocará um tremendo reboliço tanto no Governo quanto na oposição. Desde já me incluo no rol daqueles que desejam dividir o custo da publicação desse manifesto. Aproveito para sugerir que o documento seja assinado pelo menos por 1 representante de cada Estado da Federação. Um forte abraço e minha sincera gratidão por tudo que você está fazendo por nós associados.

Anônimo disse...

Grande ideia Marcos Cordeiro. Somente com pressão é que as coisas andam neste País. Sugiro uma presença significativa de participantes da Previ numa visita ao Congresso Nacional para mostrar a nossa insatisfação. Viu como a PEC dos vereadores foi aprovada?
Conte comigo.
Mauro Sérgio - Divinópolis (MG)

Paulo e Leda Goellner disse...

Certíssimo Marcos Cordeiro,
Nosso foco tem que ser "O Governo"
queremos somar e ajudar no que for preciso.
Paulo e Leda Goellner - Carazinho (RS)

JB.MONTEIRO disse...

Já entrei em contato com diversos senadores, Agripino, Heloisa Helena, Heráclito Fortes, Demóstenes, Pedro Simon, Romeu Tuma, Aloisio, Mercadantes, antecipando ao seu pedido. VAMOS A LUTA COMPANHEIROS.

JB.MONTEIRO disse...

JB.MONTEIRO
Meu endereço eletrônico é:
jbmonteiro.advogado@yahoo.com.br

JB.MONTEIRO disse...

JB.MONTEIRO disse:

mande-me um texto para somar ao meu, que lhe ficarei grato.Já mandei meu endereço eletrônico.

Anônimo disse...

Vai aqui uma opiniao,nao reparem.Nao esqueçamos de fazer os senadores lerem as noticias e os
nossos comentarios no blog da Cecilia desde o inicio.Estou errada?

Marcos Cordeiro (André) disse...

Mensagem enviada pelo colega Ivan Rezende da Silva, ao Senador José Agripino Maia.

Assunto: APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO BB PEDEM JUSTIÇA
Para: joseagripino@senador.gov.br

Senhor Senador,

Nós somos um grupo de 120.000 (aposentados e pensionistas), certamente uma família com mais de 500.000 pessoas, vinculadas à Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil, especificamente ao Plano 1 da Previ.
Após vários anos de contribuição, muitos com mais de 480 meses, tivemos, a partir de 2006, um resultado superavitário da Previ o que ocasionou, em 2007 uma distribuição -algumas milionárias- para alguns dos participantes (aqueles que permaneceram em atividade por 360 meses). Pasme Senhor Senador, um grupo seleto recebeu da Previ até R$1.250.000,00, individualmente, que se referia à devolução do que excedia os 360 meses de contribuição. Para outra parcela, os valores foram menores, mas bastante expressivos.
Esta outra parte que não foi contemplada (120.000), apenas está deixando de contribuir para a Previ, desde 2007, assim como os demais e o próprio Banco.
Neste contingente, existem vários colegas de 50, 60, 70 e 80 anos, que, embora tenham aposentado antes dos 30 anos de serviço, contribuíram para a Previ, até o ano de 2006, 480 meses (120 meses a mais do previsto) e a Previ se nega a fazer a devolução dos valores, muito embora até a justiça já reconheça o direito dos aposentados (ação movida pela Unamibb).
Além destes valores, senhor Senador, o superávit apresentado é suficiente para melhoria dos benefícios de aposentados e pensionistas.
Acontece, Senhor Senador, que a Resolução 26, criada sob encomenda no ano de 2008, prevê a utilização de parte do Superávit, pela patrocinadora, no nosso caso o Banco do Brasil. A resolução 26 está em julgamento aí em Brasília, em ação impetrada pelo Sindicato dos Bancários. Não obstante, o BB contabilizou mais de 5 bilhões em seu balanço que, apesar do argumento da Previ de que o valor não foi apropriado pelo BB, refletiu positivamente em seu balanço, gerando distribuição de dividendos aos acionistas, onde a União é a maior beneficiária.
Em nosso blog www.previplano1.com.br e www.ceciliagarcez.blogspot.com (este com mais de dois anos) há uma participação maciça dos aposentados do Plano1, e houve uma corrente em favor do nome do Senador Agripino Maia para lutar por nossos ideais.
Contamos com vossa excelência.
Ivan Rezende da Silva - Goiânia (GO) 19/10/2009.

Jane Torres de Melo disse...

Marcos Cordeiro,

Conte comigo nessa empreitada.
Precisamos estar unidos para encarar o nosso inimigo: o Governo.
Quero tb agradecer a voce pela iniciativa de lutas em prol dos nossos direitos.
Queremos o que é nosso!!!!
Abraços,
Jane (Rio de Janeiro)

Marcos Cordeiro (André) disse...

Recomendo a leitura dos comentários de ontem, no blog da Cecília, tecidos por Ari Zanella e Jurandir Filho. Vale conferir.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Ao "colega" enfezado que me abordou fora do blog, com ofensas que relevo e questionamentos que respondo publicamente, por supor do interesse de muitos, como ele:

- não sou postulante a cargo algum, em nenhuma esfera;

- não sou um "inconsequente velhote meia-bomba" como determinou: tenho 70 anos de idade.

Faço votos que chegue aonde cheguei, respeitando-se como eu me respeito.

Anônimo disse...

Marcos nao liga,deve ser gente da Previ,BB,Anabb,Unamibb,Faabb,......ja estamos encomodando.

Anônimo disse...

Tambem ja mandei meu recado para o Senhor Senador Jose Agripino.
Paz a todos.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Sobre a criação da PREVIC:

“Todo o conceito de financiamento da Previc, inclusive da taxa a ser paga pelos fundos – a Tafic – foi baseado nas melhores práticas internacionais ditadas pela OCDE”.
Roberto Abdian – Afabb-Tupã(SP).

Ivan Rezende disse...

Marcos,
Que bom que o blog está dando resultado.
Esta pessoa que lhe tentou ofender, e que nada tem de colega, pois se esconde no anonimato, merece a nossa preocupação, pois necessita de ajuda e, se ele se abrir, quem sabe podemos -desviar o foco do blog- e fazer uma corrente a seu favor.
A liderança incomoda.
Siga em frente.

Anônimo disse...

Olá Marcos e demais colegas,
Estive fora por alguns dias,cheguei hoje e vejo o seu blog cheio de novidades. Fiquei feliz ao constatar que você está conseguindo aglutinar rapidamente mais colegas para nossa luta. Conte comigo.
Abraços,
Lázara Rabelo

Marcos Cordeiro (André) disse...

Leia comentários do post Carim - Plano 1. Tem novidades.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Presidente Lula.

Cuide da sua casa e deixe a nossa em paz.
A Previ não lhe pertence.

Tenha cuidado com os Caras-Enrugadas!

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Observei que o seu brado por justiça e distribuição imediata da reserva especial para revisão de plano teve boa aceitação por parte da comunidade de aposentados e pensionistas do PB-1. Penso que até mesmo o caso de exceção mencionado é fruto do reconhecimento da força que pode advir deste grupo quando, todos juntos, estivermos direcionando nossas forças para um só objetivo. Entendo, s.m.j., que o momento vivenciado é maravilhoso, único e super importante. Não podemos e nem devemos carrear nossas potencialidades para outros objetivos que não sejam o de combater e derrotar os “inimigos” comuns. Acredito que não seja a hora de divisões e nem de abandono da “embarcação”. Todos, indistintamente, cada um do seu jeito e da melhor maneira que julgar conveniente, são imprescindíveis nesta luta que se inicia. Já me alistei neste exército há algum tempo e me considero, junto com os demais, respeitadas as possibilidades e limitações de um combatente com cinquenta e nove anos, pronto para lutar com o que for preciso para dar um basta neste estado lamentável de coisas. Conseguiremos arrancar o que nos pertence, custe o que custar.

Anônimo disse...

FOGO AMIGO - me da'a impressao que os dirigentes da PREVI ficam naquela : administram nosso dinheiro, porem ficam a merce do BB, para agradar os dois lados, e ficando sem saber o que fazer ? se demonstrarem contra o BB(governo) ficam ameacados seus cargos e vice-versa, e nos, sem saber o que fazer, a nao ser ideias do Marcos Cordeiro. vamos la'.

Sérgio Figueiredo disse...

Colega Marcos,

Estava ausente do blog para resolver alguns probleminhas de saúde, mas agora tudo OK!!! Quero que saibas que, também, tem o meu total apoio. Não estás sozinho! Assino qualquer documento que seja para o nosso bem! Conte sempre comigo! Que tal tentarmos enviar emails para os principais Jornais do país? Quem sabe algum não se interesse por nossa causa!!! Mais uma vez, conte sempre comigo e desculpe pela ausência!

rosalina_de_souza disse...

COLEGA MARCOS CORDEIRO E AMIGOS DO BLOG : PEÇO LICENÇA PARA REPRODUZIR COMENTARIOS DA NOSSA CAMPANHEIRA CECÍLIA GARCEZ:

:: Cecília Garcez :: disse...
Colega Anônimo,

Infelizmente não temos como prever a finalização dessa ação pois, tratando-se de justiça nesse País, tendo que se levar em conta as decisões da primeira até a última instância a decisão definitiva pode se arrastar por anos.

Recentemente, fizemos contato com o Escritório Crivelli Associados, consultoria que presta assistência jurídica ao Sindicato dos Funcionários de Brasília (autora da ação) que nos adiantou que ainda aguarda o desfecho da ação sem qualquer novidade sobre o andamento. Essa sentença foi proferida em agravo de instrumento contra a suspensão da liminar feita pela União e na prática, os superávits se manterão íntegros até a analise do mérito.

O que falta é boa vontade para sentar e discutir. Os associados devem ter a consciência de que está mais do que na hora de cobrar dos sindicatos, confederações, associações e dos próprios representantes da Previ, um debate para fecharmos um acordo favorável para ambas as partes.

22 de Outubro de 2009 05:24

Tenho uma sugestão e gostaria do apoio dos colegas se eu estiver correta em meu raciocinio :

A CECÍLIA foi muito clara ao dizer que o acordo preciza beneficiar as AMBAS AS PARTES pois bem:

Primeiro: Deveriamos encaminhar uma carta em nome dos participantes do PLANO 1 a este sindicato,na qual uma das suas integrantes faz parte do CONSELHO DELIBERATIVO DA PREVI.e mostar aos mesmos deste sindicato do descontentamento de parte dos APOSENTADOS e das PENSIONISTAS do PLANO 1.
Segundo : Esta mesma carta seria protocolada junto a PREVI para que a mesma tivesse conhecimento dos anseios de seus assistidos.
TERCEIRO :Esta mesma carta seria levada ao conhecimento da DIRETORIA DO BANCO DO BRASIL, e copia desta seria distribuida ao seu principal acionista. O GOVERNO FEDERAL.
QUARTA : Seria por mera formalidade também enviada a nossas associações,pois como todos sabem nao se preocupan com as reais necessidades dos participantes e assistidos do plano 1.

Por fim termino reintegrando o que disse por varias vezes, se cada um analizar hoje a PREVI,vera que a PREVI nos dias de hoje so se preocupa com o PLANO PREVI FUTURO.
Nosso conselho consultivo, o que fez por nos ate agora.
Muitas vezes ja me perguntei para que serve o conselho consultivo do plano 1.
Se nao agradou minha explanação peço que reuna as suas familias,fale com amigos de fora que tem uma visão diferente da nossa, e todos nós juntos achemos uma saida para que ainda em vida possamos disfrutar de parte desse SUPERAVIT.
Agradeço o colega MARCOS CORDEIRO e demais amigos do blog, que como eu gostaria de poder fazer mais por meus netos,meus filhos,hoje nosso PATROCINADOR nos massacra sabendo ele que fizemos parte dos 200 anos de sua da sua prosperidade.
A TODOS OS COMPANHEIROS DE LUTA MEUS SINCEROS AGRADECIMENTOS.

Ivan Rezende disse...

Ainda ontem estive com um colega, que contribuiu um ano a menos que eu, para a Previ, mas ficou na ativa por 31 anos. Ele recebe, desde 2008, R$ 980,00, como Renda Certa. Junto a ele, estão mais 35.000 colegas, recebendo algum valor. Até aí tudo bem. Só que existe outra parte, de aposentados e pensionistas, que contribuiram por um prazo maior e que aguardam por um rápido desfecho, para que tambem sejam contemplados.

Estou de acordo com a Rosalina, para que passemos para a ação, junto ao Sindicato e outros órgãos, para agilizar/conciliar o processo. O que me preocupa, neste objetivo, é que, pela enquete da Cecília, a maioria esmagadora votou pela não distribuição com o patrocinador.
Encaminhei email para a presidência do BB, bem como para o Senador, sem nenhuma satisfação pelas partes.
Marcos, o ulo, meu grito, pode ser publicado pela imprensa pois, se não conseguir nenhuma prova contra a Previ, a distribuição de R$ 25 milhões para uns 20, sem nenhuma explicação lógica e, pelo que se sabe, o Sérgio Rosa ficou sabendo, estarrecido, depois da distribuição.

Anônimo disse...

Prezado Marcos Cordeiro,
Tenho freqüentado seu simpático e oportuno “previplano1”, que se soma ao “muro das lamentações”, da Cecília, mas com um viés mais combativo e voluntarioso. Bem vinda a iniciativa. È bom alimentar essa linha, sem afastar-se do centro-de-gravidade, que é o Plano1. Não alimento comportamentos individualistas e separatista. Entretanto, o Plano 1 é uma rica Previ fechada: Quem está fora, não entra, e quem está dentro sai morto. Por isso ele se distingue e seus problemas – conflitos, contradições, acertos, recursos e tantos outros – devem ser monitorados, discutidos e analisados pela nossa comunidade, na busca de soluções tempestivas, justas e que levem em consideração as partes envolvidas, notadamente os chamados assistidos/pensionistas e, também, o Patrocinador. Exemplifico: no âmbito dos conflitos, não é proveitoso alimentar cizânias entre grupos de épocas, legislações e conquistas distintas; é contraditório fechar os olhos para o massacre de milhares de colegas “pedevistas”, ex-plano1; a luta apaixonada não deve obscurecer que a entidade Previ tem uma história modelar, e suas disciplinas nem sempre poderão agradar a gregos e troianos; o Patrocinador não é o satanás. Suas intervenções devem ser discutidas, com firmeza e competência, e não no grito; a Resolução 26 tem indicações sensatas e outras inaceitáveis que, provavelmente, funcionam como o “bode no apartamento”. Vamos endurecer com ternura e negociar. O confronto, para nós mortais, pode ser eterno; A Previc é um fato legal consumado. Vamos fiscalizá-la, também. Enquanto muitos colegas brincam com sugestões pitorescas de partilha dos recursos do superávit, cumpre-nos encarar essa ocorrência como questão atuarial séria. Uma simulação elementar de planilha Excel indica, a partir de variáveis sensatas, que o Plano 1, tende a acumular riqueza, progressivamente. Crescem, assim, os olhos grandes do governo insaciável e gastador, dos “eikes de plantão” e dos “companheros” encuecados. O ULO-meu grito que Você publicou encontra um terreno fértil para ser cultivado. Ocorre-me, preliminarmente, a advertência da fábula: Quem vai colocar o guizo no pescoço do gato? Acho que, depois de bem amadurecido o conteúdo de uma carta, manifesto, ou outro título adequado, a matéria deveria ser publicada(plantada), em todo país, em jornais de grande circulação, que será a base para complementos e ações conseqüentes. Aqueles pontos que exemplifiquei, acima, oferecem temas para serem explorados. Mas, estou me perdendo, no alongamento. Fico, com apreço e admiração. José Aristophanes Pereira

Anônimo disse...

Nossa colegas!Sinto cheiro de VITORIA no ar.Vamos la,com certeza conseguiremos,agora sim a nossa uniao,colaboraçao serao o principal proposito para termos o que e nosso e merecido.
Muita PAZ a todos.
Sandra

mariano branquinho disse...

Colega Ivan, como não sei operar bem a máquina, sugiro-lhe que envie a mesma mensagem que foi dirigida ao Senador José Agripino, para o Senador mario.couto@senador.gov.br, porque ontem assistí o mesmo defendendo nós aposentados. Abraços Mariano Branquinho

Anônimo disse...

E a manipulação das massas continua...Fico espantado apenas com o grau de escolaridade que muitos possuem aqui. Pessoas esclarecidas, de boa formação, sendo alienadas de maneira tão simples, tão banal.
Frases como: "assino qualquer documento", só refletem a falta de bom senso e responsabilidade quando o assunto é previ. Todos só olham para seu próprio umbigo, desrespeitando o direito alheio. A fatia do pão(que já é gorda) quer crescer, por mãos dos gigantes famintos(aposentados e pensionistas) da Previ.
Como esse é um espaço democrático, quero ser lido, e ouvido também.
Que tal destinar uma parte do lucro da previ para entidades beneficentes? opá,,,, ai não, tirar o mc donalds dos meus netos e filhos não, quero mais, muito mais. Reflitam....não sejam alienados...