quarta-feira, 17 de março de 2010

Caravana da Alegria

Caros Colegas.

Em função das notícias nada elogiosas veiculadas na imprensa, com insistência invulgar nos últimos dias, a PREVI se apressa em desmentir fatos narrados usando argumentos direcionados aos participantes e assistidos, sob alegação de que sua preocupação maior gira em torno dessa massa.

Estranhamente não imprime igual procedimento com relação aos questionamentos desses mesmos participantes e assistidos no tocante ao descaso com que são tratados, notadamente no que diz respeito à relação com o patrocinador envolvendo o Fundo e seus participantes.

Não se poderia esperar postura diferente na defesa da lisura no trato dos bens e valores acoplados aos Planos de Benefícios, como acontece relativamente ao detrator noticiário recente, tão bem refutado na nota divulgada nesta data no site da Instituição.

Todavia, urge uma tomada de posição honesta e convincente em direção à grita que habita nos Blogs de relacionamentos patrocinados e mantidos por elementos ligados à própria PREVI, como o da Cecília Garcez, Diretora de Planejamento do Órgão e este PreviPlano1, inteiramente dedicado aos seus participantes e assistidos.

Seria de bom alvitre que a PREVI designasse funcionário competente para atuar como acompanhante dos posts e comentários por eles suscitados, e publicados nesses espaços virtuais, para levar à Cúpula da Organização o relato dos dramas vividos por aposentados e pensionistas, resultantes do desamparo provocado. É de cortar coração o conhecimento de tais vicissitudes somente possíveis de coexistir graças ao descaso e total ausência de consideração e comiseração para com esse contingente de desamparados.

Em que pese a assistência dada com os proventos da aposentadoria, esse pormenor denota insuficiência de atendimento visto que os direitos assegurados nas normas regulamentares são sonegados. E o não enquadramento nos conceitos distributivos das sobras do Plano de Benefícios n° 1, não encontra amparo em nada que se tente direcionar como argumento de convencimento que justifique tais irregularidades.

A Diretoria que aí está atravessou todo o seu mandato tergiversando com atitudes protelatórias e se escondendo do confronto com seus representados que, na pior das hipóteses, mereceriam receber atenção mínima para mitigar suas necessidades, cujo atendimento repousa no poder decisório da Direção da PREVI.

No entanto, ao apagar das luzes, encetam uma caravana da alegria pelos Estados da Federação levando em seus Notebooks números de encher os olhos de desavisados, relacionados aos “feitos” fantásticos das mentes privilegiadas que cuidaram do nosso patrimônio. Números estes que estão no caríssimo relatório enviado à casa de cada participante, ou disponibilizado pela grande rede aos que optaram pelo conhecimento por esse meio. Em função disto, há uma pergunta que não encontra resposta, se feita por qualquer economista de renome, ou pelo mais ignorante analista de balanços e relatórios outros:

O que fazem esses diretores itinerantes componentes dessa caravana que a simples leitura do Relatório Anual não contemple?

Se não fizeram nada até agora, ainda há tempo para se redimir.


Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 17/03/2010.

43 comentários:

Marcos Cordeiro (André) disse...

Amparado em autorização, publico mensagem recebida do Colega Heraldo Nóbrega:

Envio-lhe, para conhecimento, o e-mail abaixo que encaminhei nesta data para a ANABB. Anteriormente, há cerca de 2 meses, enviei correspondencia a ANABB solicitando informações sobre o sorteio do seguro decesso e a publicação do balancete. Retornaram e-mail dizendo que em breve me responderiam sobre os assuntos solicitados. Até hoje nada.

Heraldo Nóbrega

============================================================================



Prezados senhores,

Solicito informações atualizadas sobre a pergunta abaixo formulada em 14/04/2008 onde o preseidente da ANABB diz que o assunto será tratado em reunião do conselho da PREVI. E aí? alguma novidade? 2 anos se passaram.

VALMIR CAMILO RESPONDE ASSOCIADOS
Porque a entidade não propõe, em nome dos associados aposentados, ação para reaver a cesta-alimentação contra a Previ? Ruben Ferreira Carvalho – São Lourenço (MG)
Ruben, além de presidente da ANABB, eu sou conselheiro deliberativo eleito pelos funcionários na Previ. Antes de propor uma ação contra a Previ, eu levei este assunto para o Conselho. A Previ está analisando a perspectiva de pagar o equivalente a cesta alimentação para os aposentados. Dentro dos próximos meses, discutiremos este assunto

Anônimo disse...

É isso aí Marcão. Vc está de parabéns mesmo. Suas colocações e verdades soam com uma intensidade estrondante e de magnitude infinita nos ouvidos dessa diretoria morta de putreficada. Tenha certeza total que a todo instante eles, indiscriminadamente, acessam o seu blog para fazer espinagem e ler nossas notícias e discussões. É coisa de gente que não tem caráter mesmo fazer isso com os aposentados e pensionistas. O renda certa foi o verdadeiro mensalão desses caciques cangaçeiros que o fizeram em proveito próprio. Não só totalmente descriminatório, direcionado, perverso, velado, de maneira capciosa, oportuno,ilegal como também secregacionista. Parece mesmo que foi como um aparteid africano.

Nossa família não exitou em buscar essa reparação via judicial, assim como, também movemos ações contra outras aberrações ilegais que o BB e a Previ criaram, na calada da noite, com a finalidade, somente, de nos tornar mais pobres a cada instante.
Tenho certeza que receberemos esse direito em breve pois, apesar da demora do processo, em breve teremos boas notícias dessa reparação.

Quanto ao renda certa, pelo site do TJRJ, verifiquei que aquela corte está empanturrada de ações nesse sentido. E a cada dia novas sentenças procedentes são publicadas no diário eletrônico. É a certeza que, em que pese as péssimas e infelizes decisões dos homens, a justiça está fazendo a sua parte. Corrigindo e reparando toda a injustiça que foi e está sendo cometida contra nós, ativos, aposentados e pensionistas.

A AAPREVI é uma associãção de homense mulheres verdadeiros, sérios e comprometidos com nossas causas.

Parabéns Marcão e continue assim com toda essa sua perseverança.

Boa sorte.

Marcelo - Brasília(DF)

Anônimo disse...

Marcos,

Muita matéria ou experteza da Sra. Cecília quanto a mensagem que esviastes, sobre cobranças de custos de ações judiciais dos associados, até que o cara morra, pelas entidades - anabb.
Penso que devas inserir aquela mensagem no último assunto por ela tratado (planejamento), pois os outros foram para assuntos antigos.
Abç
Anônimo

Anônimo disse...

Marcos,

Recebi valores de renda certa, bem pequenos em relação ao que se comenta. Não votei para isso, me sinto agredido quando falam, no geral, acusando quem recebeu. Devem ser acusados aqueles inventaram o renda certa. Eu nem sabia que haveria pagamento desses valores.
Tenho me inteirado desta problemática e de outros assuntos urticantes com o aparecimento dos blogs, recentemente.
Sou sócio da AAPPREVI, desde o primeiro momento, e não sou perverso e partilho da indignação dos alijados.
Abç
Anônimo

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro anônimo (18:40).

Prfiro creditar à falta de sorte a colocação do comentário num post que já estava abarrotado de participações (4) e ao excesso de zelo da Diretora. Ela está de saida e nada mais justo que empanturrar o blog com matérias do seu próprio interesse. Auto promoção é recurso de atores medíocres. E a ribalta não costuma dar uma segunda chance à mediocridade. Para que ela não me considere neste contexto, evitarei o repeteco no comentário.

Anônimo disse...

Ao Sr. Marcos Cordeiro de Andrade

Gostaria de saber se posso copiar, citando a fonte e enviar por email para a diretoria da Previ a matéria: CARAVANA DA ALEGRIA. Achei muito oportuno todas as colocações e comungo com você literalmente tudo o que ali foi dito. Se você tiver o email da diretoria ou preferentemente da presidência, por favor coloque na resposta.
Um grande abraço

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro anônimo (00:36).

Autorização concedida.
E-mail da PREVI: atend@previ.com.br

Você pode, também, utilizar o Fale Conosco da PREVI, mediante identificação.

Sua resposta está indo por esta via por não contar com o seu e-mail.
Os comentários aqui postados não permitem identificar o participante.
O Provedor apenas me dá as opções:
Publicar, Recusar e moderar.

Aos interessados em receber os posts em primeira mão, no formato para impressão, peço fornecer seus e-mails para o endereço:

marcosmca@yahoo.com.br

Grato.

Ivan Rezende disse...

Participo todos os anos das reuniões da CARAVANA (da alegria?). É um entusiasmo só, os palestrantes que, com as respostas prontas, só pregam otimismo. Quando as perguntas dos participantes são mais contundentes, eles fazem as devidas anotações para "responder oportunamente."
Sobre os argumentos no site da Previ, acerca das denúncias nos maiores órgãos da imprensa, postei uma reclamação à Previ de que as explicações devem ser dadas à sociedade, pelos mesmos canais que as denúncias foram feitas e que nós, aposentados e pensionistas -além de lutar para preservação de nosso patrimônio- desejamos e exigimos que se cumpra o regulamento e proceda, de imediato a melhoria dos benefícios.

Anônimo disse...

Fiz dois comentarios no outro blog sobre as noticias divulgadas pela diretora e logico, ela nao publicou.
Estamos no caminho certo com CERTEZA!
Favor publicar.

Anônimo disse...

Alguma notícia da reunião realizada em São Paulo no dia
de ontem?
Poe favor, quem souber responda.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Cartas enviadas por e-mail a um seleto grupo de Senadores: Curitiba (PR), 18 de março de 2010.



Exmo. Senhor Senador.


O escabroso caso Bancoop redivivo nos noticiários, e agora batendo às portas do Congresso Nacional, foi causador de incalculável número de lesões patrimoniais envolvendo famílias de boa fé e atingiu frontalmente nossa parcela de aposentados e pensionistas.
Formamos um grupo de 121.220 famílias de participantes e assistidos da PREVI – Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil, lesados no patrimônio garantidor de nossos proventos da inatividade - oriundos da poupança aportada ao Fundo durante mais de trinta anos.
O vergonhoso envolvimento da PREVI nas falcatruas denunciadas, forjadas e acobertadas por dirigentes inescrupulosos, merece nossa repudia incondicional, por isso remetemos este apelo indignado:
Por favor, seja contundente nas acusações calcadas nas provas arregimentadas, com cobrança de resultados. Contamos com sua ajuda neste sentido sem pedirmos favores individuais ou favorecimentos específicos – apenas clamamos por justiça.
A reparação dos danos causados ao nosso Fundo de Pensão, com a punição dos culpados, será recompensa suficiente para garantir tranqüilidade, nos trazendo a certeza de que nossos representantes no Congresso Nacional permanecem atentos aos desmandos praticados por corruptos travestidos de protetores da poupança garantidora da nossa velhice.
Essas 121.220 famílias do Plano de Benefícios N° 1, da PREVI ser-lhe-ão eternamente gratas ao conhecer o resultado da sua acolhida a esse pleito.

Respeitosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente da AAPPREVI
Associação dos Aposentados e Pensionistas da PREVI
Rua Professor Ulisses Vieira, 864 – Vila Izabel – CEP 80320-090
CURITIBA (PR)
presidência@aapprevi.com.br
Tel: (41) 3045-0370

jeanne disse...

Marcos, o que me irrita é ter que ler que a Previ faz tudo para pagar nossos salários em dia... Eu sinto que estão subestimando a minha inteligência...Isto é o mínimo que ela tem que fazer com o patrimonio e o superavit que a Previ tem.Eu queria mais objetividade com propostas concretas para melhorias de salários, mas a Previ não está nem aí para nós.Eu acho que só na justiça para bloquear o dinheiro e buscar algo mais para nós...jeanne

Anônimo disse...

Até quando a nossa "colega" Cecília Garcez vai boicotar os comentários acerca da criação da aapprevi ?

Já postei 2 comentários sobre o assunto e, até agora, nada foi publicado.

Parece que já estamos incomodando !

Anônimo disse...

Vamos voltar ao tempo. Quando o IGPM atingiu o patamar aproximado de 30% (trinta por cento). Os iluminados da PREVI, achando que não éramos merecedores daquele aumento, tentaram boicotar o dito cujo, mudando o índice para o INPC. Só não conseguiram porque perderam a ação na justiça e voltaram atrás.
Agora em a questão da distribuição do SUPERAVIT, eles também acham que os aposentados não tem direito a repartição deste fabuloso patrimônio. Ou seja é muito dinheiro para nós. Não somos merecedores desta fortuna. Acho que novamente a justiça deve ser acionada. Vão perder todas.

Anônimo disse...

Colegas,

O medo maior da CECÍLIA GARCEZ é publicar em seu blog qualquer assunto que diz respeito ao CANAEL. Tentem alertar os colegas para os nomes da chapa UNIDADE PREVI, que vivem as custas de cargos dentro da ANABB, PREVI, etc e verão que jamais serão publicados pela CECÍLIA. Acho que a próxima "boquinha" dela depende da vitória da chapa representada pela ANABB.

É assim são nossos representantes, é lamentável.

macmattos1 disse...

A Diretoria da Previ foi altamente eficiente: obteve um superavit fabuloso.
Entretanto, ainda não conseguiu descobrir uma fórmula para distribuí-lo a seus legítimos donos.

BRUNO BAUMGARTEM disse...

Sr, Macmatos1.


Qualquer pessoa na diretoria da PREVI iria obter esses mesmos resultados, pelo simples fato de que ano a ano diminui a quantidade de aposentados e pensionistas.
Além da diminuição do número de associados, a parcela previ vigente desde 1997 contribuiu para que as aposentadorias se tornassem menores.
O fator tempo aliado com a parcela previ são os verdadeiros geradores desse lucro fabuloso. Se o nobre colega der uma passada nos números da PREVI, vai observar um fato triste: a quantidade de colegas que se aposentam ano a ano mal repoem o estoque de aposentados e pensionistas que morrem.
Os atuais dirigentes da Previ estão liquidando propositalmente os beneficiários para que as sobras do plano I se reverta ao patrocinador como consta no estatuto. É PURA MALDADE. É UM GENOCÍDIO PROPOSITAL. ESTÃO DEIXANDO OS VERDADEIROS DONOS DA RIQUEZA NA MISÉRIA. Claro que essas ações tem o aval do patrocinador,que de posse dessa estatistica macabra já faz suas retiradas antecipadamente.

Anônimo disse...

Quem ja recebeu o contra cheque de Março,vai ler a grande PIADA que consta na papelada desnecessaria que esta anexa.Estao se dirigindo ao aposentado com DEBOCHE:Queremos compartilhar com voce o momento impar para o BB, o melhor resultado.
Mais uma vez repito:Quem ri por ultimo,ri melhor.
Favor publicar.

Anônimo disse...

Presidente da PREVI e o BB, deixem de debocharem da gente, quanto dinheiro gasto na propaganda no contra-cheque. Sentem-se e distribuam o que é nosso (Superavit).

Ademar disse...

Caro Marcos e associados,

Voces não acham que Blog dos Eleitos da Previ nunca teve nada de interessante, perdeu a razão de sua existencia, uma vez que não acrescenta nada de novo aos interesses dos funcionários e deixam transparecer uma certa omissão quanto aos nossos problemas e anseios.

Anônimo disse...

O outro blog(da diretora), idem.
E so enrolaçao e mentirada.Acho ate que poucos frequentam, por isso ela poe varias noticias de uma so vez,sao no maximo cinco participaçoes.
Favor publicar.

Anônimo disse...

Realmente, estamos no "País da Piada Pronta". É só ver o anexo da Fopag de março. Para o lucro do BB, nós contribuimos com bilhões de reais. E para nós, até o presente, NADA. Elles não perdem por esperar. A justiça tarda, mas não falha.

Anônimo disse...

Recebi hoje o contracheque de março e estava ansioso para comentar aqui; quem foi que disse que o BB e a Previ não iriam COMPARTILHAR com os aposentados os bons resultados daquelas Instituições. Pois aí está: já recebemos a nossa parte no "espelho" deste mês. É ver para crer. Alí está bem explicado o que nosso colega e mentor Marcos queria dizer com "mofa" em um outro comentário.

Ricardo Annoni Neto

Anônimo disse...

Colegas,

O blog eleitos da previ é a coisa mais ridícula dos últimos tempos. Participação quase nula dos colegas, pois a corja não tem a mínima credibilidade.

rosalina_de_souza disse...

Você não está sozinho

Às vezes, eu sinto que estamos muito sós neste mundo, com a pesada tarefa de ter de consertar tudo o que está errado. Você também, às vezes, se sente impotente para melhorar sua vida, sua casa, sua cidade, sua família, seu mundo, afinal de contas?
Se a sua história é parecida com a minha, vou lhe contar um incidente bem simples, que me fez mudar muito. Certa vez, fui visitar um apiário (onde se criam abelhas). Era pleno verão e eu, andando entre fileiras de casas de abelhas, ouvira um zumbido regular e constante, como se fosse o mar batendo na praia, em ondas e ondas.

Perguntei que zumbido era aquele, e o dono do sítio respondeu que eram as abelhas exaustoras. Sim, senhor: abelhas exaustoras! Em cada colméia, há um verdadeiro exército de abelhas, cuja única razão de existir está em limpar o ar que a comunidade de abelhas respira
“Ninguém, jamais, está tão sozinho a ponto de não ter forças para nada”
destas benditas abelhas exaustoras.

E é também pelo seu trabalho que o mel das outras abelhas tem aquele perfume e gosto perfeitos.

E eu, cá com meus botões, imagino o que possa passar pela cabeça de cada uma daquelas abelhas exaustoras: que ninguém dá atenção a elas, que seu trabalho é inútil. Afinal, o que é que uma única pobre abelha exaustora pode fazer pelo ar de uma colméia inteira de abelhas?

Uma pobre abelha... e eu, uma toda-poderosa visitante de um sítio com milhares de colméias, cada colméia com milhares de abelhas; feitas as contas, somos muito parecidos. Nós duas, a abelha e eu, temos momentos de exaustão, de desânimo. Mas, imediatamente, nos aparece
uma idéia salvadora, que torna a pôr cada coisa no seu devido lugar. Ninguém, sozinho, pode fazer alguma coisa. Em compensação, ninguém, jamais, está tão sozinho a ponto de não ter forças para nada. Sempre, em qualquer condição, na colméia, em casa, no trabalho, aparece alguém disposto a bater as asas, ao nosso lado, no esforço de limpar o ar poluído deste mundo. Limpá-lo da poeira, do medo, da dúvida, da falta de coragem, da falta de fé.


A Previ tem nós envergonhado pelos anos trabalhados, pelo direito de termos um final de vida digno, mas todos tenham uma única certeza,a justiça tarda mais não falha e vamos ter nossos direitos usurpados de volta,vamos ter uma grande vitória juntos,porque a verdade pode até demorar a aparecer,mais ela virá.
A força de todos é que move esta engrenagem, juntos somos muito mais forte,não serão diretores corruptos que vão nós tiras a nossa dignidade,não precisamos vender nossa alma a ninguém para ter direito a melhorias,ela veio com o nascimento da “AAPPREVI”,considero ela a nossa colméia,e é por ela que estamos fortes para vencer todas as batalhas,não estamos “SOZINHOS”.
Atenciosamente Rosalina de Souza

Anônimo disse...

Dona Rosalina,
O texto ilustra com fidelidade o quanto hoje em dia somos governados por mercenários que passaram a vida toda correndo atrás do poder para ter em mãos as chaves dos cofres da nossa PREVI e assim dilapidar o erário em detrimento das necessidades dos seus assistidos.

No que diz respeito a ética, valores morais então é um descalabro.

Se possível Publicar.

Anônimo disse...

Se o Lulinha incomoda muita gente, a "Dilminha incomoda muito mais”

Paulão do Rio Grande disse...

Vocês aposentados são mesmo muito bizarros. Desde que existe PREVI, desde que vocês se aposentaram, sabiam que a Previ complementa aposentadoria e que iriam se aposentar ganhando um “x” e que uma vez por ano a PREVI iria reajustar por um índice qualquer seus proventos de aposentadoria. Agora ficam ai reclamando, querendo isso e aquilo da Previ, querendo superávit. Pois, o que a PREVI lhes paga é exatamente o combinado, ou seja, o cálculo de suas aposentadorias iniciais e os reajustes fixados por índices legais. Querem mais o quê? A PREVI é do Banco sim e o Banco pega em seus cofres o que achar melhor, afinal está sobrando porque, ao que se saiba, todo dia 20 vocês recebem espelho com seus benefícios. Querem ganhar mais? Pois tirem o pijama, saiam de frente de computador, parem de fazer fofoca e vão trabalhar no bar da esquina ou peguem uma enxada e vão capinar um pasto. Isso vocês não querem? Então o que querem, se nem votar não votam? Aposto que nessas eleições o número de aposentados votantes será menor do que 20% de vocês. Meu nome é Paulo Cezar de Tarso e estou na ativa.

Anônimo disse...

Atenção BLOQUEIROS !!!!!!!

O “Último Imperador” voltou a dar entrevista neste fim de semana de dentro de seu sarcófago das vidraças azuis.

O “Maior 171″ da História da presidência da PREVI, tem todas as soluções para NÓS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO PLANO 1 DE BENEFÍCIOS DA PREVI.

A entrevista anterior foi no fim de semana passada, isto é, o “Boca de Galocha” tarda uma semana para ir aos escritórios onde estão seus assessores para pedir- lhes informações para a próxima entrevista. Então dá entrevista “iluminando” com sua sabedoria aos fidelíssimos aposentados que ele deseja ver morrer todos os dias,para engrandecer ainda mais os polpudos SUPERAVIT,S que ele adora mensionar.
Querido Marcos,se não for pedir de mais publique –se por favor.
Ainda Anônimo

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
No início de 2009 éramos 123.030 colegas integrando o “PB-1” da Previ, subdivididos em cinco categorias, quais sejam: ativos, aposentados, aposentados externos, ativos externos e pensionistas. Encerramos 2009 com 121.220 associados. O patrocinador vem, já há três semestres consecutivos, abocanhando bilhões de reais dos nossos sagrados recursos, sob a forma de contabilização, caracterizando uma farra que me parece não ter mais fim. Enquanto o BB contabiliza esses bilhões de reais de sua “subsidiária” Previ nós, os aposentados e as pensionistas, só temos a “contabilizar” ao final de cada ano o número de colegas que deixaram de integrar o “PB-1”, alijados de qualquer possibilidade de usufruir os recursos que ajudaram a construir durante toda a vida laboral e até mesmo quando já aposentados. Em tempo, foram 1.810 colegas que nos deixaram em 2009. Penso que esse fatídico número infelizmente tenderá a aumentar a cada ano que passa já que grande parte dos integrantes aposentados do “PB-1” tem DNA(*).
Obs.: os números apresentados foram retirados do site da Previ
(*) – data de nascimento antiga.

Marcos Cordeiro (André) disse...

O Senador Paulo Paim acusou o recebimento da carta da AAPPREVI:

-------Mensagem original-------

De: Sen. Paulo Renato Paim
Data: 18/03/2010 09:34:33
Para: JOSÉ GILVAN P. REBOUÇAS
Assunto: RES: BANCOOP X FUNDOS DE PENSÃO

Prezado Senhor,



Registramos recebimento da mensagem e informamos que o Senador em reunião na Comissão de Direitos Humanos aqui do Senado fez uma defesa contundente para que todos possam ser ouvidos. Foi acertado que em um primeiro momento falariam o advogado e mais duas pessoas. Ficou sacramentada uma audiência pública onde todos terão direito à fala, a exemplo da postura que o Senador tem adotado nesses oito anos de Senado.

Atenciosamente, com as cordiais saudações do Senador Paulo Paim.



Luciana Vieira

Gabinete do Senador Paulo Paim-PT/RS

Marcos Cordeiro (André) disse...

O Senador Papaleo Paes acusou o recebimento da carta da AAPPREVI:

De: Dermeval de Melo Rodrigues Filho
Data: 18/03/2010 11:25:39
Para: gilvan@aapprevi.com.br
Assunto: RES: BANCOOP X FUNDOS DE PENSÃO


Senhor Presidente,

Acusamos o recebimento da sua mensagem, cujo teor será levado ao conhecimento de Sua Excelência o Sr. Senador Papaléo Paes.
Sempre às ordens,
Dermeval Filho
Chefe de Gabinete



--------------------------------------------------------------------------------
De: Assessoria de Comunicação Gab. Sen. Papaleo Paes
Enviada em: quinta-feira, 18 de março de 2010 10:58
Para: Dermeval de Melo Rodrigues Filho
Assunto: ENC: BANCOOP X FUNDOS DE PENSÃO

Anônimo disse...

A partir de 16/03(terça-feira passada) os cerca de 121.220 (provavelmente já aconteceram baixas) receberam, ou devem receb er, em suas residencias o espelho, com a seguinte mensagem;
"Caro(a) colega aposentado(a),
Queremos compartilhar com você o momento ímpar para o Banco do Brasil.
Acabamos de anunciar o melhor resultado da nossa história, que nos deixa profundamente felizes e orgulhosos.
A trajetória do BB é uma construção coletiva das gerações que aqui trabalharam. Você é parte deste sucesso!

Obrigado e um abraço,

Aldemir Bendini
Presidente do Banco do Brasil

É só isso Sr. Presidente? Obrigado e um abraço? A afirmativa de que o BB é construção das gerações que aí trabalharam, refere-se ao passado. Mas no presente nós só existimos para assistir "apresentação de resultados", continuar fiel à instituição, receber "tapinhas nas costas", agradecimentos, etc.
E nossos direitos como é que ficam? Quais são os entraves que dificultam a distribuição de nossa Reserva Especial? Porque só o BB pode engordar seu Caixa com recursos que, até então, nos pertence?

Anônimo disse...

Por favor, deem qualquer notícia a
respeito da reunião havida em São Paulo, no dia 17/03, quando a Diretoria da Previ iria prestar contas do resultado financeiro de 2009. Houve mortos?

Marcos Cordeiro (André) disse...

Por ser de interesse coletivo, reproduzo resposta dada a um associado da AAPPREVI que se manifestou fora do blog:

A AAPPREVI vai contemplar todos os associados com a Ação Cesta Alimentação
(aos que ainda não usufruam do benefício). Serão ações individuais formadas
em grupos de até 200. O primeiro grupo já está em conclusão na dependência
do recebimento de documentos. Também em fase de conclusão a viabilidade das
Ações Renda Certa e Recálculo de Benefícios que pretendemos abordar nos
mesmos moldes da primeira.

Abraços.
Marcos Cordeiro.

luiz carlos de araujo disse...

CASO BANCOOP - A Previ enviou comunicado aos associados informando que aplicou em 2005 (não diz a data inicial) R$ 4.999.235,00 indexado ao IGP-M + 12,5 a.a. e resgatou em 23.11.2009 R$ 7.855.740,00 ganhando o IPC A + 6% a.a.
Perguntas:
a) qual foi o real indexador contratado da operaçao?
b) qual foi o lucro ou prejuizo da aplicaçao comparadas a outras RF disponíveis naquela data?
c) por que aplicar no obscuro BANCOOP?
É interessante que os muitos matemáticos sérios que estão acompanhando o blog, refaçam a operaçao para que possamos confrontar a Previ com os verdadeiros numeros da operaçao.

Anônimo disse...

Colegas,

Já escrevi em outro espaço mas vou repetir.
Vamos aceitar de que os que estão na direção da Previ são realmente competentes, em mais de um sentido.
Tão competentes que conseguiram e conseguem nos deixar sem a distribuição dos valores a que temos direito.
Ao tempo em que, também conseguem silenciar, oficialmente, em não acionando o banco do brasil, a respeito da contabilização - suspeita - feita pelo banco, com nosso dinheiro.
É claro que recebem altos salários, para cumprir seus papéis, como diretores, de alinhamento com o banco do brassl, anabb e manter a Previ como subsidiária do bb e suporte para a anabb, suspeito.
afastem os aposentados, suas folhas de pagamento, seus parentes, os seus indicados, retirem as aplicações da Previ, no bb, retirem do banco do brasil as apropriações dos resultados na Previ, através de retiradas e contabilizações, sem amparo legal e então ponham na ponta do lápis os lucros-resultados- alcançados pelo banco do brasil, há vários anos, e serão estes resultados minguados, desprezíveis, senão negativos.
Abç
Anônimo

Anônimo disse...

RENDA CERTA.

A PARTE DO SUPERÁVIT QUE A PREVI NOS DEVE E VAI TER QUE PAGAR.

Mais 3 sentenças julgadas procedentes pelo T.J.R.J

Em breve a previ nos chamará para um mega acordo nacional.


2009.001.093263-6

2008.001.295969-2

2008.001.408187-2

Assim foi o desfecho dessas 3 ações. Vejam

" Colhe-se do voto que ´o resultado positivo ou superavitário das contribuições acumuladas durante a vigência dos planos de benefícios das entidades privadas, salvo reserva de contingência de 25 %, devem constituir reserva especial para revisão de plano de benefícios. E tal revisão deve atender a critérios de proporção entre contribuições. Assim, nos termos do art. 20, caput, §§ 1º e 3º, da LC 109/01, o que sobra deve ser repartido entre os Participantes, na proporção de suas contribuições, o que não correu com os apelados.´ ISTO POSTO, JULGO PROCEDENTE O PEDIDO, resolvendo o mérito na forma do artigo 269, I do Código de Processo Civil, para condenar a ré ao pagamento das quantias apuradas referentes ao Plano de Benefício de Renda Certa, que excederem o limite mínimo de 360ª contribuições, a contar da data de aposentadoria até a data da suspensão geral (dezembro/2006), devidamente corrigidas e com juros de 1% ao mês, a contar da citação. Condeno a ré nas custas e honorários de advogado que fixo em 10% sobre o valor atualizado da condenação. P.R.I. Rio de Janeiro, 10 de março de 2010. WILSON DO NASCIMENTO REIS Juiz de Direito "

http://www.tjrj.jus.br/

Marcelo (DF)

Pode demorar um pouco, mas um dia receberemos com certeza.
O nosso já esta perto de ser sentenciado também.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Trecho final da nota da Previ sobre a Reunião de Resultados ocorrida no dia 17/03, em São Paulo. Escreveu muito e não disse nada, além do que os personagens citados são os mesmos de outros carnavais:

No debate que se seguiu à apresentação, além de Sérgio Rosa, os diretores Cecília Garcez, Fábio Moser, Francisco Alexandre, Joilson Ferreira e José Ricardo Sasseron também responderam a dúvidas dos associados. O principal questionamento foi em relação à reversão do superávit em novos benefícios para os associados do Plano 1. O que, segundo Sérgio e os diretores, depende de negociações com todas as instâncias superiores e da avaliação dos efeitos da Norma 26, do Conselho Gestor da Previdência Complementar (CGPC).

Anônimo disse...

Marcos Cordeiro, gostaria por favor, se possível que o sr. ou alguém da área jurídica, me explicasse sobre "das quantias apuradas referentes ao Plano de Benefício de Renda Certa, que excederem o limite mínimo de 360ª contribuições..."citado pelo anõnimo de 19 de março de 2010 10:30. Quanto é este valor? Como foi inventado, distribuido? Faço esta pergunta , porque a Previ não informa nada, e além do mais pode rubricar valores contábeis que na prática beneficie poucos ou uma minoria, deixando outra vez a maioria de fora, sem receber nada.Ao que eu penso e parece-me, este Renda Certa foi criado mais para confundir e dividir os aposentados do plano 1.

Anônimo disse...

Colega anonimo das 17:27,

Copie o link abaixo para o seu
navegador e fique inteirado das barbáries do Renda Certa. Não vá se assustar. Este beneficio foi criado para poucos. Pela tabela apresentada, entre 6 e 7% dos beneficiários.
http://www.anabb.org.br/mostraPagina.asp?codServico=437&codPagina=30858

Paulo Beno disse...

Alguém foi na reunião de Florianópolis (SC) em 18.03.2010, da "Caravana da Alegria"?
CONTE-NOS A SUA IMPRESSÃO...
Eu aguardo a de P.Alegre (RS), para abril/2010 (não divulgado o dia)

Anônimo disse...

Para:
Paulo Cezar de Tarso e estou na ativa.

18 de março de 2010 18:45


Rapaz vc deve ter algum problema metal. Procure, com a máxima urgência, um pronto socorro psiquiátrico é o que vc precisa.

Vc foi muito infeliz nas suas péssimas e horríveis colocações.

Ninguém aqui contesta a complementação da previ. Isso é devido por que estamos resgatando o que contribuimos por dezenas de anos. Caso contrário, seria enriquecimento ilícito por parte da previ.

Nossas discussões são sábias e maduras visto que todos procuram uma solução breve e pacífica em torno do superávit que nos fora surrupiado por normas ilegais e hediondas.

Nossa luta é muito maior do que sua ínfima imaginação. Só sendo mesmo da turma que apoia a extinção de nossos direitos. Acredito que é para isso que vc inseriu um post totalmente selvagem e condenatório.

Vc de boca fechada ainda está errado.

Burro

Marcelo(DF)