quinta-feira, 3 de outubro de 2013

BET - AAPPREVI vai mover Ação Judicial



COMUNICADO nº 24 – AAPPREVI

Curitiba (PR), 03 de outubro de 2013.

Ação para garantir a continuação do pagamento do BET aos associados

Diante da ameaça da PREVI de suspender o pagamento do BET no início de 2014, a AAPPREVI está pretendendo adotar as medidas judiciais cabíveis para que seja mantido esse benefício, haja vista que existem recursos financeiros suficientes para suportar essa despesa.

Para isso, encomendamos ao Dr. José Tadeu de Almeida Brito um estudo de viabilidade de se adotar medidas judiciais nesse sentido. A AAPPREVI pretende levar a cabo este intento sem despesas para os sócios além da mensalidade que pagam, como de costume.

Cientes de que a ação que se pretende envolve inúmeros cuidados para se alcançar sucesso, somente podemos adiantar que o Dr. Tadeu no momento persegue várias linhas do Direito buscando o enquadramento legal para intentar o feito.

Tão logo esses estudos estejam concluídos, levaremos ao conhecimento público o parecer do nosso Assessor Jurídico, salientando que, dada a urgência que o caso requer, por algum tempo seus serviços estarão voltados para tratar de concluir a missão a ele confiada.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo

Ciente: Dr. José Tadeu de Almeida Brito (Assessor Jurídico)

16 comentários:

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Presidente e Colega Marcos,

É comum a gente, em regra, reclamar, maltratar, maldizer, etc., sempre que verificamos alguma coisa que nos contrarie ou que não está em conformidade com nosso pensamento ou interesse.
Todavia, nem sempre nos lembramos de ELOGIAR quando algo é feito em consonância com nosso pensar.
Este é um desses casos. E meu objetivo, com estas poucas linhas, é parabenizá-lo pela iniciativa e proatividade no pedido de estudo de viabilidade técnica para os Advogados que assistem à Associação. Esse intento, se materializado, irá beneficiar a nós, sócios da AAPPREVI e, certamente, se estenderá aos demais colegas do Plano 1.
Elogiável e de se destacar essa sua atitude e forma de agir.
Receba meus singelos e sinceros parabéns pela iniciativa.

@braços. N A S S E R (BA).

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Nasser,

Tão inusitado quanto satisfatório esse seu comentário que tomei a liberdade de reproduzi-lo no Blog.
Não por vaidade ou em proveito próprio, mas para buscar o testemunho de quantos pensem como você. O que, certamente, servirá para dar credibilidade a muitas das Associações que são jogadas no balaio de gatos ocupado pelas “grandes”.
Muito obrigado pela oportuna e bem vinda participação.

Abraços,
Marcos Cordeiro.
===========================================

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

PARABENIZO A TODOS POR ESSA INICIATIVA, SAO PESSOAS ASSIM QUE PRECISAMOS; POIS TODOS NOS ESTAMOS A DERIVA COM ESTE GOVERNO CORRUPTO E ESTE BANCO CHEIO DE MARACUTAIAS E LUCROS EXORBITANTES. NOS APOSENTADOS AGRADECEMOS DESDE JA A INICIATIVA QUE PODERA SER TOMADA POR ESSA ENTIDADE.PARABENS. MARCO ANTONIO FERNANDES, APOSENTADO DE PIUMHI - MG.

Alan disse...

Até agora, não tem melhor associação do que esta!!!!
Parabéns!!!

rafael campagnoli disse...

E devemos ficar atentos porque a Previ e o Banco devem ter pensado muito para dar esse "sinal". Imagino que já mensuram as reações possíveis e devem ter armado alguma arapuca para nós. O que será que estão tramando?

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

From: Pedrito Fabis
Sent: Thursday, October 03, 2013 10:32 PM
To: ANABB Responde Responde ; Presidência - AAPPREVI ; presi ; Unamibb ; afa.bh@bol.com.br ; ANAPAR
Cc: bigalbertao@yahoo.com.br ; Faraco ; Jaber Rosa ; Jose Alvares ; josegcastilho@hotmail.com ; Cleuza Keiko Sakashita ; Orlando Araujo ; José Milton Bertoco ; ajreisadv@terra.com.br ; Antonio Carvalho ; Constantino Emiliano Andrade ; Betto Dias ; luizamelia@terra.com.br ; si.fabian@hotmail.com

O Colega Antonio J. Carvalho, em artigo publicado na revista da AFA-BH de julho/2013
, detalhou as irregularidades e abusos praticados pelo Banco/Previ, com a implementação do Teto benefícios. Ao final, disse ter sugerido às nossas Entidades que INGRESSASSEM COM MANDADO DE SEGURANÇA, para resguardar a Previ e seus beneficiários.
Estamos já em Outubro e até agora não fomos informados de que alguma de nossas Entidades tenham ingressado com o Mandado e queremos saber o porque dessa demora. O assunto é grave demais. É uma verdadeira afronta aos princípios mais elementares de Justiça, moral e ética. É um desrespeito inqualificável ao mandato que lhes foi conferido. E nada se faz!!! O que pensam esses diretores - que a Previ é deles e podem fazer o que querem!! E nós vamos ficar de braços cruzados!! É preciso haver intervenção na Previ!!
Naturalmente, não é assunto para ser tratado individualmente, mas é preciso criar uma comissão com representante de todas elas para elaborar alguma ação que possa por um fim nesse descalabro.
Queremos uma satisfação de nossas Entidades.
Pedrito Fábis

Marcos Cordeiro de Andrade disse...


Caro Pedrito Fábis,
Bom dia.

Lamentavelmente a AAPPREVI não foi cientificada a respeito desse repto lançado pela AFA-BH como você informa, portanto, ela nada pode fazer isoladamente.
Ademais, como o assunto diz respeito “às nossas Entidades” para “que INGRESSEM COM MANDADO DE SEGURANÇA” a coisa se tornaria simples se a FAABB tomasse a si a incumbência, até porque ela se diz representar a maioria das Associações de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil.
O que soa estranho é a AFA-BH não ter responsabilizado a FAABB para cuidar do feito, uma vez que elas têm muito em comum, como:
a) A Presidente da Federação é, também, membro efetivo do Conselho Deliberativo da AFA-BH;
b) Ambas as Entidades funcionam na mesma sala de um mesmo endereço (Av. do Contorno, 6437 – sala 301 – Belo Horizonte (MG).
Assim sendo, caro e diligente colega Pedrito Fábis, seria oportuno e recomendável que direcionasse sua indignação à Senhora Presidente da FAABB que, por certo, tomará as rédeas da situação, no bom sentido.

Atenciosamente,
Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Pedrito Fábis,
Caro Pedrito Fábis,

A propósito do comentário anterior, apenas mais um detalhe:
A Presidente da AFA-BH, Antonio Carlos Dias é, também, Diretor Administrativo e Financeiro da FAABB.

Atenciosamente,
Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente da AAPPREVI
www.aapprevi.com.br

Valim disse...

Bom tarde, Marcos Cordeiro.

Primeiramente quero agradecer o "recebido" das documentações remetidas por mim para as ações. Isso é um pequeno gesto mas de uma grandiosidade para o ser humano, que se sente que não é apenas um número, o que não poderia esperar o contrário.

Falam que todo ser humano é um político desde de seu nascimento. Não me excluo nesta classificação, mas não sou de passar mão em cabeça de ninguém, talvez não fosse eleito nem para síndico, nada, pois se tiver de chamar a atenção "ao povo" como faço com meu filho, esposa, etc. Faria.
Hoje devia ser 03:00 h da madrugada, não possuo insônia, é pensando no que posso fazer para a melhoria do "meu e nosso espaço". E aqui vai um agradecimento para você: obrigado Marcos, Deus não escreve certo por linhas tortas, você talvez sabe porque lhe chamo de Guerreiro.

CONTINUA

Valim disse...

CONTINUA

Me permiti,faça tudo por nós e pelo seu filho, ele está vendo tudo das suas ações, somos seres espirituais, assim tenho certeza. Deus escreve certo por linhas certas, nós que não entendemos, pois não temos olhos de ver e ouvidos de ouvir.
Agora aos aposentados, quem é da ANABB, AAFBB, e demais AABBs, FUNDAÇÕES ou "sócio do clube Maxwell", que é uma quadra perto de meu apartamento no Rio de Janeiro.Chega de lindas palavras, vamos ajudar ao Marcos Cordeiro, GUERREIRO, que não para de pensar por nós. Acordem, ele precisa também de ajuda.
Esta ação, tenho certeza tb, foi fruto de muito pensamento focado, parabéns, com várias consequências vindouras.Se estiver errado, por favor Marcos me conteste mesmo por e-mail, se for o caso de não publicação deste artigo.
Ao entrar, fazendo parte desta ação, todos os sócios das demais
Instituições nas quais não quiseram se comprometer com despesa alguma, mesmo sendo sócio do "clube Maxwell", passarão a ser sócios da AAPPREVI, não entendo porque ainda não são. Vocês calmos aposentados, estariam suspendendo da possível cobrança da contribuição da previ (minúscula mesmo)e ao não pagamento do BET. Solicitaria apenas que com essa filiação para AAPPREVI, vocês possam ver desde já quem é quem e levantem do sofá e vão às agências no dia da votação da PREVI( maiúscula por causa da AAPPREVI que vai conquista-la),e votem na chapa AAPPREVI, que cuida de nossos interesses.Caso surja alguma dificuldade abram um BO ( Boletim de Ocorrência) e remetam ao Marcos Cordeiro uma cópia, exijam um funcionário numa das máquinas de autoatendimento em todas as agências deste grande país. Sei da dificuldade e não deixem para a última hora a votação. Todos lá nos primeiros dias.
Meu Deus, o que falta...

OBS: Marcos, não possuo conhecimento de Banco de Dados, se o Banco ou Previ em face de uma ação de "Exibição de Documentos" seria possível a remessa da lista de aposentados e pensionista com seus endereços, pois mostraríamos que na hora da votação, eles mandam prospectos caríssimos, numa total desvantagem do pleito. Temos que nos apressar.

Não sendo possível, hoje com 5000( cinco mil associados)X R$ 100,00 reais= daria 500.000,00 para publicação neste mês, sendo o mesmo no mês de novembro com o mesmo valor, ou seja, mais R$ 500.000,00 e o mesmo em 15/12/2013,daria para publicar em jornal de grande circulação a nossa conclamação de filiação e posterior ajuizamento até o dia da tal maldita propagação de tal fato pela previ.
Para que no dia 20/12/2013 com número de sócios já aumentado, quiça, possamos entrarmos com a belíssima ação, bem mais representados.
Aí analisaremos se a justiça é lenta mesma, solicitando até o trânsito em julgado a suspensão das contribuições e não retirada do BET. E entraríamos com recursos num ano eleitoral, talvez algum candidato compre a idéia e se possivelmente cumprindo com suas palavras teríamos tempo de derrubar a resolução, e aí vai.

Acredito que com esses argumentos só não se associa quem estiver bem ou não pensar na sua aposentadoria suada e justa. Dê o primeiro passo, a vontade é sua, o resto deixa com Deus.

Abraços.


Valim.

OBS 2- Desculpe o tamanho do texto, mas chega só de elogio e lembrem-se ninguém comprou esse contraditório, só a AAPPREVI

rafael campagnoli disse...

Revista Previ n. 173, agosto 2013. Li e reli o malfadado artigo de capa "Benefícios Especiais e Temporários", além do editorial de Dan Conrado. Por certo nosso presidente Marcos fará uma análise detalhada e nos brindará com uma réplica confortadora. Alguns detalhes que me chamaram a atenção: a) o BET e suspensão de contribuições decorre de superávits de 2007, 2008 e 2009! b) ele constrói uma cifra de impacto: R$ 10 bilhões utilizados em sete anos, mas não diz que o BB também se beneficiou igualmente; e que essa importância era excedente e estava separada para melhoria dos benefícios; c) como o BB se apropriou de igual importância, se os outros R$ 10 bilhões ( ou algo menos ) fossem incorporados aos benefícios ( como manda a Lei ),não se falaria em suspensão agora; d) em nenhum momento falou-se sobre os NOVOS SUPERÁVITS de 2010, 2011 e 2012! o que vai ser feito dos valores já disponíveis para aplicar na melhoria do Plano? e) a ameaça tem data definida para entrar em vigor: janeiro de 2014, coincidindo ou não com a volta das contribuições, MAS com certeza juntando-se aos inúmeros e caros compromissos dos 3 primeiros meses do ano, que todos temos de arcar. Ou seja, trabalhamos a vida inteira, todos nos elogiam por termos uma previdência complementar ímpar, e agora estamos aqui a chorar e implorar socorro diante de uma montanha de ouro que só podemos olhar, tal qual o inocente ratinho que contempla a Lua achando que é queijo. Deus nos ajude.

Valim disse...

Marcos Cordeiro, Guerreiro.

Caso conclame aos associados das parcelas de R$ 100,00 reais a mais desde já, se for decisão desta Associação e seus participantes, na qual muito me orgulho em participar, fica autorizado desde já minha contribuição em débito na conta corrente.

Abraços.

Valim.

OBS: Vamos nós aposentados surpreender o Marcos Cordeiro, que estamos mais junto do que possamos imaginar. Basta vontade, Deus faz o resto.
Possíveis desdobramentos da ação:
(i)suspensão do pagamento da contribuição da previ (minúscula mesmo)
(ii) a não suspensão do pagamento do BET, todas até o trânsito em julgado, e se o Guerreiro intentar a ação, certamente probabilidades enormes existirão, ganharemos.
(iii) Torço agora para que a justiça seja morosa, mais ainda, para vislumbrarmos mais a conquista das eleições da PREVI, onde caso o Marcos Cordeiro não queira nos representar, o que discordo totalmente, mas ele saberá o que for melhor para todos nós.
Desculpe-me mas Ruy Brito ficaria impossibilitado de recusar nosso convite através do Marcos Cordeiro, se assim no tempo achar viável, em nossa chapa, visto o apoio que recebeu da AAPPREVI , do meu grande GUERREIRO.
Desculpe-me, Ruy Brito, já disse que falo dentro da educação merecida por todos nós, aquilo que penso e acredito.
Aos 5000 aposentados e pensionistas vamos ou não vamos, acredito em todos nós.

Marcos um belo final de semana, Guerreiro.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Valim,

Agradeço em nome da AAPPREVI e dos seus associados seu empenho em aportar propostas e chamamento à busca de justiça.
Embora louvando seus propósitos, apresso-me em descartar a ideia de pedidos de ajuda financeira a qualquer título, em nome da Associação, pois temos por princípio tudo fazer em benefício dos sócios sem onerar seu combalido bolso.
Para tranquilizar a todos, renovamos a certeza de que lutaremos com ardoroso empenho para levar avante as ações judiciais preconizadas, até o limite de nossas forças e recursos.
Boa noite a todos.

Atenciosamente,
Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo
www.aapprevi.com.br

Valim disse...

Marcos Cordeiro, Guerreiro.

Sigamos em frente e estamos sempre aqui para qualquer determinação que parta de sua decisão, pois sabes o que fazes.

Boa Noite.
Valim.

rafael campagnoli disse...

Sobre as intenções ocultas da Previ e do Banco ( o atual presidente Dan Conrado é um "interventor" do BB, penso eu ), me veio à mente o seguinte: primeiro a Previ põe o bode na sala, espalha o terror do fim do BET ( menos 20% na receita ) e volta das contribuições; todos ficamos atordoados e implorando por qualquer tipo de ajuda; não se fala nada de que os atuais benefícios decorrem dos superávits passados, pois nosso objetivo sempre foi a sua INCORPORAÇÃO aos proventos atuais; e não se fala nada também sobre os superávits de 2010, 2011 e 2012, já separados e prontos para serem utilizados pelo BB ( indevidamente ) e por nós. Aí, acredito que está a arapuca: agora estaríamos totalmente subjugados e prontos para aceitar uma "incorporação" dos atuais 20%, e em contrapartida os valores dos atuais superávits simplesmente "sumiriam" ... será isso?

rafael campagnoli disse...

Algum colega ou político poderia fazer chegar aos ouvidos da Presidenta Dilma ou do próprio Min da Fazenda, Guido Mantega, a previsão catastrófica de um alto funcionário vinculado ao Governo, no caso o presidente da Previ, Dan Conrado. Ele dá uma verdadeira aula de pessimismo, típica daqueles aos quais o partido do Governo acusa de serem "do contra" e "quanto pior melhor". Afinal de contas, o Governo tem total controle sobre o BB e suas subsidiárias e, é claro, sobre a Previ. A fala dele com certeza tem implicações sérias sobre o mercado e seus agentes, dado o volume gigantesco de ações em Bolsa mantidos pelo nosso fundo de pensão.