sábado, 28 de novembro de 2009

O Inspetor!

Caros colegas.

- Eu, como muitos, nunca temi inspetores. Até porque não lhes dava motivos para me atemorizar. Certa ocasião fui inquirido por carta para relatar ao cidadão em trabalho de inspeção “o que sabia a respeito de irregularidades envolvendo o comportamento funcional do Gerente”. Na época ocupava posição de destaque junto à administração por ser o elo de ligação com a AJURE/SUPER, como encarregado da carteira de CL/PREJU. Respondi, pela mesma via, que não me prestaria ao papel que ele me impunha, rematando: “Lamento, mas em briga de Davi e Golias não me prestarei a municiar a funda de quem quer que seja. Sou pedra de um outro deserto... E não me acho disponível”.
- Irado com a insolência, sua excelência me chamou ao gabinete e lá, trancados, recebi a paulada que dói até hoje. Disse-me ele, textualmente: “Marcos, vou te dar uma chance de fazer carreira no Banco, faça outra carta contando o que sabe e rasgo esta aqui”. Ao ouvir que nada conseguiria de mim sentenciou – “com esse tipo de comportamento você nunca será nada no banco – vou cuidar disso”. Deve ter cuidado mesmo, suponho. Colegas do mesmo concurso hoje constam no CANAEL como ocupantes de cargos conseguidos pela bem sucedida carreira. Ali vejo nomes de ex-administradores, inspetores, superintendentes, etc. Fora do nosso Cadastro há, até, um ex-ministro da fazenda do meu concurso.
- Guardo as duas cartas até hoje para relê-las em ocasiões especiais.
- Esta semana foi uma delas. Assediado fora do blog por outros “inspetores” recorri à releitura para responder-lhes que nada conseguiriam. Balsa que não nasceu para ser Sequóia não se dá bem com certos adubos.
- O Inspetor do Banco cumpriu sua promessa. Mas esqueceu que fora da vida bancária eu poderia alçar vôo sozinho. E hoje respiro ar puro por contar com o respeito da minha família e dos meus colegas. Continuo sem dar guarida à subserviência. E sigo feliz, rindo de “inspetores”.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 28/11/2009.

10 comentários:

Anônimo disse...

Nobre MARCOS CORDEIRO

Com o dinheiro do SUPERAVIT, TINHAMOS O DIREITO À MELHORIAS EM NOSSAS APOSENTADORIAS ou PENSÕES OU
ter o direito de RETIRAR TODO O DINHEIRO CONTRIBUÍDO COM JUROS E CORREÇÃO MONETÁRIA.
Acho que seria um “projeto ou proposta” justo porque com esse dinheiro a gente monta um pequeno negócio e se vira.
Se o pequeno negócio não der certo, o governo nos ajuda com vale gás, cesta básica, bolsa escola, bolsa celular e outras maravilhas que o governo oferece para quem nunca contribuiu.
O que o senhor acha? e meus colegas do blog o que acha ?
Melhor retirar esse dinheiro do que dar ao GOVERNO E AO PATROCINADOR DE GRAÇA !!!.

Anônimo disse...

Marcos,

Não desanimes e continues a tua luta. Referente aos casos de inspetores e outros colegas que tivemos que deixaram rastros vamos dizer assim "não muito aprazíveis" nas suas jornadas do banco o que são eles hoje? À exceção daqueles que se articularam os demais são hoje considerados pelo BB como uma página virada. E aí eu pergunto: eles acham ainda que valeu a pena agir assim? O ser humano possui uma coisa chamada "consciência" e ela, inevitavelmente, um dia se manifesta.

Anônimo disse...

cARO COLEGA 28/11 AS 6;00,VOCE DISSE TUDO "CONSCIÊNCIA" É O QUE NOS ACOMPANHA PARA A ETERNIDADE, ESPÍRITO QUE SOMOS IMORTAIS. SE FORMOS RELATAR ESSAS ATROCIDADES PRATICADAS POR ESSES ORGULHOSOS INDIVIDUOS DARIA UM BOM VOLUME COM MAIS DE 200 CASOS (200 anos de BB).
DÁ PRA RIR E CHORAR.EU MESMO CONHEÇO UNS - LA EM PATO BRANCO.....CALA A BOCA BOZENA...

Anônimo disse...

COLEGA MARCOS CORDEIRO.

FARINHA SUJA DO MESMO SACO PODRE !!!.

TODOS NOS DEFENDEM ? E NÓS RETRIBUIMOS COM NOSSO VOTO !!!.

E DEPOIS CHORAMOS AO LEMBRAR DOS INSPETORES. HEHEHEHEHE.

PARABÉNS AOS COLEGAS PELA FORÇA COM QUE AJUDA O MARCOS A NOS DEFENDER. TO PRONTA PRA BATALHA.

MARIA AUXILIADORA - ILHEÚS-BAHIA

Anônimo disse...

Marcos Cordeiro.

LULA E TEMER :

- Temer como está nosso negócio lá?
- Presidente estou fazendo o que posso, ontem mesmo eu não os deixei entrar na galeria.
- Temer você chamou a polícia para eles?
- Não presidente não precisou.
- Olha Temer eu já conversei com um capitão meu amigo e ele está de prontidão, se eles voltarem pode chamar a polícia.
- Presidente chamar a polícia pega mau para nós.
- Pega nada não Temer o que pega mal é se eles conseguirem aprovar aqueles projetos e o nosso dinheiro? Como vamos fazer sem esse dinheiro da previdência Temer.
- Calma presidente outras alternativas.
- Que outras alternativas Temer, esse nosso dinheiro é sagrado, como vamos fazer Temer?
- Tem o SUPERAVIT DA PREVI, SERGIO ROSA AINDA ESTA LA,SÃO 23,5 BILHOES ?
Hum corre vamos agilizar..... CORRE.HEHEHEHEH. PIADA ?

Anônimo disse...

Ola MARCOS.

ISA MUSA NORONHA,GILBERTO SANTIAGO,DR ROBSON ROCHA :
É pessoal pela conversa o trem tá feio o homem não quer ninguém nem próximo aos cofres da PREVI, ele está bufando igual um touro raivoso.

ESSA PREVI É UMA MINA DE DINHEIRO

Gente ninguém sabia que essa PREVI tem tanto dinheiro assim

Eu não sabia e você?
Há depois da MARACUTAI de 2006. o pessoal do RENDA CERTA sabia ou
Não Sabia?

rosalina_de_souza disse...

Marcos Cordeiro.

Desculpa mais vendo este post não da pra fica calada.

NO BRASIL E NO MUNDO AS PESSOAS ESTÃO VIVENDO MAIS .


ISTO É BOM?
NA ALEMANHA DEVE SER POIS A JUSTIÇA SOCIAL LÁ E UM CASO DE POLICIA E AI DE QUEM TENTAR VIRAR O JOGO ELES RESPEITAM A JUSTIÇA, TEM TRAMPOSO LA TAMBEM É CLARO ,MAS SE ESTE É PÉGO É O FIM DELE.
NO JAPÃO IDEM.
NOS ESTADOS UNIDOS IDEM.
NA INGLATERRA IDEM.
NA AUSTRALIA IDEM.
NA SUÉCIA IDEM.
TODOS PODEM MANTER SUA DIGNIDADE, SUAS CONTAS EM DIA E SEUS PATRIMONIOS .


E NO BRASIL?


NO BRASIL O SUJEITO É CONDENADO A MORTE LENTA E MISERAVEL TEM QUE GRADATIVAMENTE SE DESFAZER DE SEU PATRIMONIO, TEM QUE VER SUA CASA FICAR DEMOLIDA SEM PODER FAZER REPAROS E FINALMENTE FICAR COM UM SALARIO MINIMO QUE É SINONIMO DE MISÉRIA.
PERGUNTO QUEM GOSTA DE SER MISERAVEL?
QUEM GOSTA DE SER TAXADO DE MISERAVEL?
QUEM TEM VOCAÇÃO PARA MISERAVEL?

É UMA CONDENAÇÃO AMIGOS !!!

É UM GENOCIDIO MAIOR QUE O DA SEGUNDA GUERRA?

QUE VAMOS FAZER COM ESTES CANALHAS ASSASSINOS E COVARDES QUE SE VALEM DA NOSSA PERMISSIVIDADE? CANALHAS QUE ASSENTARAN NO TRONO CHAMADO PREVI.ADMINISTRADO NOSSO PATRIMONIO MEU SEU NOSSO ATIVOS E INATIVOS.

OU VAMOS LEVALOS AO UM TRIBUNNAL INTERNACIONAL QUE DEVERÁ JULGAR OS ATOS CRIMINÓSOS DESTES CANALHAS SUJOS?

AS ATITUDES DESTES CALHORDAS É MUITO MAIS GRAVE QUE A DE QUALQUER DIDATOR BARATO DE NOSSOS TEMPOS, PERTO DESTES CRAPULAS ,OS DITADORES DA DECADA DE 30, 40 , 50, 60, 70 SÃO MENINOS TRAVESSOS.
ESTES DITADORES AO MENOS ERAM VERDADEIROS E SE DIZIAM DITADORES E PRONTO.


QUEM DUVIDA É LOUCO E QUEM VIVER VERÁ.

Anônimo disse...

É mais um genocidio sim.121.000 x 2 = 242.000 pessoas se contarmos apenas o casal e essa conta sobe com os agregados.Salva-se apenas alguns afortunados que são contra e que já receberam o RENDA CERTA (DIGA-SE PREVILEGIADOS.

Anônimo disse...

Sr. Marcos,
Passei por uma situação parecida com essa sua em relação a esses famigerados inspetores. Trabalhei numa agência onde um aposentado (ex-gerente), comandava uma rede de agiotagem dentro da própria agência com a conivência dos chefes que ele havia nomeado ainda na ativa. Até a atual gerente geral era "cliente" dessa rede. Ao me deparar com essa safadeza cuidei em reunir provas materiais em segredo, juntamente com um colega que trabalhava no caixa comigo. Quando essa gangue percebeu que estávamos monitorando as operações irregulares passamos a sofrer todo tipo de constrangimento dentro do Banco.
Num belo dia um dos tomadores de empréstimos dessa gangue não tendo meios para pagar uma parcela compareceu a agência e fez o maior escândalo denunciando as irregularidades. Como eu sabia que a cúpula da agência estava toda corrompida e não estando presentes no momento aconselhei-o a fazer tais denúncias junto a Super estadual.
Por ter encaminhado o cliente à SUPER recebi a visita de um inspetor "amigo" dos chefes da agência. Mesmo mostrando todo o material que havia recolhido e com o testemunho favorável de outros colegas recebi uma censura e perdi minha comissão. O tratamento que tive por parte desse inspetor foi extremamente agressivo. Recebi por parte dele um verdadeiro linchamento moral. Como não encontrou nada na minha conduta que pudesse me demitir apelou para "insubordinação" contra os chefes. Os chefes da própria agência implicados na trama deram falsos testemunhos tentando desviar o foco do verdadeiro crime.
Em menos de 06 meses a agência foi fechada, a gerente geral aposentou-se às presas e os demais integrantes do "esquema" demitidos, mas mesmo assim me restou o processo de censura.
Tive que me transferir às pressas para o Sul porque corria risco de vida. Na nova agência com menos de 06 meses a direção geral revogou a minha censura e a única punição que o inspetor pegou foi a aposentadoria.
A inspetoria reuniu o que o Banco tinha de pior. Eram verdadeiros inquisidores. A grande maioria não tinha nenhum caráter. Quando o Banco quis se desfazer dessa corja, colocando-os nas administrações das agências cometeu mais um engano. Eles não tinham a menor noção de como administrar. Só sabiam mesmo tocar o terror entre os funcionários e até com a clientela. Foi como se colocasse um elefante dentro de uma loja de louças.
Mesmo tendo sofrido todo esse desgaste me sinto com a consciência limpa e certo de ter feito a coisa certa.
Deus sempre faz a coisa certa no final. A minha vinda para o sul foi um prêmio. Aqui passei os meus melhores dias no Banco e continuo morando mesmo depois de ter me aposentado.

Inspetor de "Caixa". disse...

Teve um inspetor, da década de 70, gaúcho, que as 8 hrs. da manhã, ao abrir uma das Agências Metropolitana da Capital Porto Alegre, de imediato conferiu o numerário da Tesouraria, pediu algum formulário padronizado (ou a CIC sobre acondicionamento do numerário) no que não foi atendido pelos funcionários, que desconheciam tais formulários (ou a "CIC"), quando ouviram:
-"Mas isto nem parece uma Agência do Banco do Brasil???O que é isto?
-Mas Senhor...balbuciaram os funcionários, aqui não é Banco do Brasil e sim....Caixa Econômica Federal ! O Banco do Brasil é o nosso vizinho, aqui ao lado...
rsrsrsrsrs....
(tal engano prova o descuido e a inconpetencia)