segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Vetados!

Caros colegas.

Atentem para essas assertivas definitivas.

Primeira:
“Deve-se renegar, de pronto, a ANABB, porque costuma defender os interesses do Banco e não os nossos.” (Carlos Valentim Filho, em 26/11/09, 10:32, no post O Lixo!).

Segunda:
“Art. 2° São finalidades da ANABB:
I - zelar pela integridade do Banco do Brasil...” (Capítulo I do Estatuto).

Terceira:
“... o Conselho Deliberativo estabelece as diretrizes da ANABB”. Definição no site ANABB.

Quarta:
Isa Musa de Noronha é um dos membros do Conselho Deliberativo da ANABB.

- Pelo exposto, depreende-se que em situações de disputa envolvendo interesses do Banco do Brasil e os nossos, a Sra. Isa Musa de Noronha personificará a ANABB, marcando sua presença. Como ferrenha defensora das causas que abraça - segundo alardeiam - é de se esperar que incorpore a própria ANABB em confrontos da natureza, usando ao extremo sua reconhecida capacidade de persuasão para sair vitoriosa nesses embates. Desprezando nossa causa – logicamente.

- Por tudo isto, ela deverá ser recusada como integrante de qualquer grupo a ser formado para nos representar, no trato dos assuntos envolvendo Patrocinador e Participantes do Plano de Benefícios nº. 1, da PREVI. Igual tratamento estende-se a todos os vinculados à ANABB e suas Empresas (ANABBPrev, CoopANABB, OdontoANABB). Vale a pena consultar o CANAEL sobre nomes a excluir, na ocasião propícia.

- E agora, quem merece nos representar?

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 30/11/2009.

12 comentários:

Paulo Herique Cordeiro disse...

Há um engano. Quem preside o Conselho Deliberativo da ANABB é o colega Antonio Gonçalves. A dona Isa é apenas membro do conselho, eleita pelos colegas e a única pessoa das oposições que conseguiu votos para se eleger conselheira da anabb. São vinte e um conselheiros e como somente dona Isa é oposição perde todas as votações por 20 a 1... Vejam o site da aabb como é composto o conselho deles.
Paulo Cordeiro - Amazonas - AM

Marcos Cordeiro (André) disse...

Paulo Henrique.
Obrigado pela observação. Volte sempre.

Paulo Beno e Leda Goellner disse...

Queremos crer que nomes como RUY BRITO, PIANI E PAULO LIMA são éticos e plenamente competentes e já estão nas tratativas iniciais com o BB. Tal comissão escolheu RUY BRITO para porta-voz.
Queremos crer que estes tem a admiração da maioria dos aposentados (Plano 1) e são conhecedores dos assuntos da PREVI.
Este trio não participou das reuniões do superavit nos anos anteriores por estarem VETADOS pela PREVI e o BB (daí deu, no que deu, né!!!)
Apoiamos RUY BRITO, PIANI e PAULO LIMA. Sucessos nas tratativas e mantenha-nos informado.

Ari Zanella disse...

Baseado na informação de Paulo Cordeiro do Estadão de Amazonas (pulmão do Brasil), a sra. Isa Musa de Noronha deveria, incontinenti, pedir exoneração do Conselho Deliberativo da Anabb pelo fato desta Associação defender os interesses do BB, não os nossos interesses. Até porque ela é ligada, também, aos AAFABBeanos Ruy Brito, Paulo Lima e Piani; pessoas que até prova em contrário, gozam de boa reputação entre nós aposentados e pensionistas.

Anônimo disse...

Prezado Marcos,
Repetindo o que já afirmei aqui: Nossos "representantes estão com os pés em duas canoas, e a nossa já está submergindo". Na hora "h" pularão para a outra e sobreviverão e nós...O final da historia todos já sabem.
Ademais, até agora não apareceu uma explicação convincente para o "desaparecimento" de R$ 2 bi do Superavit Técnico e Reserva Especial. Uma desvalorização de quase 10% em relação a setembro. É muita grana e pouquissima explicação.

Anônimo disse...

anônimo disse:
muito oportuno o comentário do colega Paulo Henrique Cordeiro, fazendo justiça com relação à postura de dona Isa. Quer me parecer que alguns comentários de colegas tanto neste blog como no da Cecília, estão absolutamente equívocados , talvez por desconhecimento , e com isso cometendo grande injustiça , além de tratamento desrespeitoso, com uma colega que tem histórias de luta defendendo nossos interesses. Como bem explicado pelo colega Paulo a D.Isa, que foi eleita por nós, é a única que "bate de frente" com o Sr. Camilo nas reuniões da Anabb e por isso é odiada pelo mesmo.Com relação ao comentário do Ary Zanella, penso diferentemente, pois acho que a D.Isa deve continuar por lá para poder observar e registrar todo o "lixo" que vem se acumulando naquela Associação.
Uma abraço ao nosso guerreiro Marcos !

Anônimo disse...

Marcos e pessoal do blog,

Vocês sabem como as dúvidas quanto a atuação de nossos representantes podem ser resolvidas (como o caso da Srª Isa Musa frente a ANABB ou como de nossos representantes na diretoria e conselhos da PREVI): SIMPLES - publiquem as atas das reuniões que houveram e que vão haver. Segundo me consta as atas espelham o que foi tratado e a opinião dos presentes além, é claro, do que foi decido ou não decidido. Aí começaremos EFETIVAMENTE a separar o joio do trigo se é que existe TRIGO. Eu duvido que haja.

Anônimo disse...

Na última negociação para utilização do superávit, a ANABB promoveu uma série de debates que foram transmitidos pela internet. Acessando esses debates, percebi quanto autoritarismo existe na pessoa do Sr. Valmir Camilo. E continuo afirmando que não reconheço a Sra. Isa Musa como parte integrante da mesa para negociar meus direitos. E, com certeza, não estou equivocado. Muito pelo contrário. Estou consciente das minhas convicções. Perdoe-me o colega Anônimo das 10:31, mas não vi, até agora, nenhum desrespeito quanto ao tratamento dispensado à Sra. Isa, a não ser em relação as suas atitudes como dirigente. Mas respeito muito a opinião de todos os colegas. Afinal, neste blog se luta por um objetivo em comum: distribuição justa do superávit Previ.

Anônimo disse...

Pessoal.

Viram a última enquete da ANABB. "O que vamos fazer com o 13º Salário.". Aquele pessoal são uns tremendos gozadores. Ou não? Melhor seria... O que vamos fazer com o SUPERAVIT PREVI, pois o 13º já foi para os credores há muito tempo.

Anônimo disse...

meu caro MARCOS,

D E F I N I T I V O

na nossa vida, e na passagem nossa por este mundo, nada é difinitivo, nem a morte, ja que com certeza voltaremos algumas vezes ainda , para cumprir e fazer o que deixamos de lado nesta nossa atual passagem.


sergioinocencio

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro anônimo das 13:24 no post “A Reunião!”.

- Agradeço efusivamente sua participação. Estava me sentindo infalível coisa que nenhum ser humano é. Nem será jamais. Desde a criação deste blog este seu desabafo é o único a destoar de todos os outros. Nunca havia recebido tamanha reprimenda. Mais uma vez grato, pois isto me faz acreditar que estou no caminho certo. Carapuças servem para cobrir cabeças e eu achava que as atirava às traças. Tranqüilize-se e pode permanecer no anonimato que continuarei publicando seus chistes truculentos. No entanto, se você “estava lá” e não se identificou perdeu ótima oportunidade de angariar votos para futuras incursões. Só lamento que tenha “cortado meu barato”. Estava preparando um post para amanhã e sou forçado a editá-lo agora, mesmo com data do dia 1º. de dezembro (Simplesmente Musa!). Volte sempre. Fantasmas não me metem medo. Me incentivam..

Marcos Cordeiro (André) disse...

Devidamente autorizado, reproduzo mensagem da Previ ao Colega Ivan Rezende:

Senhor Ivan,

Informamos que sua sugestão foi registrada na presente data.

Permanecemos a disposição para outras consultas.

Marcello Gonçalves
Gerência de Atendimento
PREVI


De: ivanrezende@click21.com.br
Para: atend@previ_notes.previ.com.br
Data: 30/11/2009 08:03
Assunto: * OUTROS - Superávit

________________________________________



Tipo: sugestao

Mensagem: Muito embora esteja em julgamento a resolução 26, mas considerando que o Banco, em contabilizar R$5 bi se beneficiou em seu resultado e considerando também a situação financeira de milhares de aposentados que frequentam ou não o blog da Cecília e do Previplano1, faço a sugestão de que seja levada à soberana Diretoria dessa Previ, a melhoria de benefícios à proporção de R$1.000,00/mês/apos/pensionista, no período de jan/08 a dez/09.
Isto resultaria num desembolso de R$ 2.880.bi, o que não atingiria nem 50% do que o Banco apropriou, mesmo que contábilmente.

Matrícula:
Nome:
Telefone:
Email:
Obs. – o Blog teve a preocupação de excluir da mensagem original os dados pessoais do Colega para resguardar sua privacidade.