domingo, 13 de dezembro de 2009

Vamos comprar SAUÍPE!

Caros colegas.

- Proponho à PREVI transferir a propriedade do complexo hoteleiro Costa do Sauípe para os beneficiários do Plano de Benefícios nº. 1, que o destinariam à formação da COLÔNIA DE FÉRIAS PREVI PLANO 1 - tudo mediante consulta aos interessados.
- Essa nova nomenclatura abrigaria a idéia de hospedar os participantes do PB-1 e Previ Futuro além dos Funcionários da PREVI e do BB, com desdobramentos direcionados a outros segmentos vinculados ao Banco – AABB, CCBB, etc.
- O pagamento da transação seria efetuado no mesmo entendimento dos atos praticados pelo patrocinador, mediante movimentação contábil entre a Reserva Especial e o patrimônio da Previ, sem prejuízo para nenhuma das partes. Não se configurando, desta forma, o envolvimento de moeda sonante, ou melhor, os dois ativos permaneceriam intactos em cumprimento às normas pertinentes. Como reforço da inviolabilidade da Reserva Especial, o fruto da operação ficaria inscrito na própria Reserva e sua liberação definitiva somente ocorreria quando da permissão distributiva pelos Órgãos competentes, ocasião em que o montante seria onerado no valor desta operação.
- Aceitando-se hipoteticamente o preço do negócio como orçado em R$ 1 bilhão, esta cifra seria rateada entre os beneficiários do Plano, cabendo pouco mais de R$ 8.300,00 individualmente (divisão linear por 120.000) que passaria a figurar como parte de sua participação em futura distribuição da Reserva.
- Os participantes da transação assumiriam o controle do complexo hoteleiro integrando uma sociedade com capital pulverizado em cotas individuais, cujos percentuais participativos seriam limitados aos direitos adquiridos. Neste caso seriam obedecidas as normas para utilização da Reserva, sob o juízo de benefícios distribuídos com proporcionalidade assegurada (a divisão acima serviria de simples parâmetro). Estas cotas seriam passíveis de negociação somente entre os integrantes do bloco, afastando-se de antemão a intromissão de terceiros na composição do negócio.
- Aos freqüentadores inscritos como destinatários da Colônia seriam cobrados pela hospedagem preços apenas suficientes para cobrir custos operacionais, acrescidos de pequena margem de lucro, o que afastaria a incidência de resultados negativos. Também outros hóspedes seriam aceitos, porém subordinados aos valores de mercado – estes sim, gerando lucros efetivos. Estudar-se-ia ainda a hipótese de acolher inquilinos permanentes representados por colegas solitários – aposentados e pensionistas.
- O sucesso da empreitada seria assegurado pelo público alvo visado, composto de um universo cativo superior a meio milhão de hóspedes potenciais, projetando a taxa ocupacional dos 40% atuais para 80/90% em média durante todo o ano. E para exorcizar o fantasma da má gestão a gerência seria entregue a Profissionais idôneos e competentes com comprovada atuação no ramo, e que atuariam sob severa fiscalização permanente de comissão representativa dos sócios.
- Assim sendo, o capital investido no Sauípe retornaria à PREVI estancando a sangria do prejuízo constante, ora engordando números que denigrem sua imagem participativa.
- E nós teríamos como alcançar respeitáveis formas de lazer, hoje inatingíveis, somente permitidas aos detentores de elevado poder aquisitivo e outros, aquinhoados por favorecimentos ilícitos. Sendo que estaríamos pagando por isto honestamente, em condições merecidamente comprovadas.
- Conheçam a atual realidade de Sauipe: http://www.romildo.com/blog/?p=8568

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 13/12/2009.

53 comentários:

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros Colegas.

- Estou remetendo em primeira mão os posts publicados. Peço a todos que queiram recebê-los no formato passível de impressão, para divulgação, que forneçam o e-mail para contato - que será mantido para esse uso exclusivo.
- Para preservar a identidade o endereço recomendado é marcosmca@yahoo.com.br .

Anônimo disse...

Colegas,
Saibam mais do motivo pelo qual a Previdencia é deficitária; porque não podemos ter as nossas aposentadorias reajustadas pelos mesmos indices do salário minimo; e o que a Previdencia paga com o dinheiro arrecadado dos contribuintes.Leiam, e estarreçam, o artigo "Algoz dos aposentados" do Prof. Marcos Coimbra, no site brasilsoberano, indicado aqui, pelo colega Marcos.

Anônimo disse...

Eh uma idéia interessante e corajosa! Mas nao incorrendo em erros jah cometidos como:
1- nomeação de apadrinhados na administração do complexo como ocorreu nos primórdios, como um colega da ativa, na ocasião, como gestor, que logo nomeou a esposa tambem funcionaria da ativa para participar da administração (esse era de ribeirao preto-sp):
2- nao formação de grupos na administração como o satelite-sp, onde me sentia na casa de uns poucos, por coincidência diretores que lah estao há muito tempo; Para conseguir vaga na colonia em epoca de temporada, editam ateh um livro anual com a classificação dos pobres mortais, sendo que os amigos do poder conseguem em qualque ocasiao. Obra de administrações como o do Luiz Antonio Careli – ANABB – Cons.Delib. – 2009/12
Luiz Antonio Carelli – CoopANABB – Cons. de Adm. – Suplente (relacao inicial do CANAEL). Lembro tambem comentario de participante do blog que denunciou parceria com entidade financeira, o BAnco Alfa, que realiza emprestimos para associados do SAtélite-SP, a juros superiores a 4 por cento ao mes, com debito no holerith pela PREVI (por que juros tao altos em emprestimos do tipo consignado?);
Muitos foram contemporaneos na ativa, em sao paulo, especialmente no extinto CESEC-Sao Paulo, e conhecem bem o SAsseron, Sergio Rosa, Berzoini, e outros que, em comum, nao queriam nada com a carreira no BAnco.
VAmos ficar de olhe neles.Chega de bancarmos os otarios. Ao colega Marcos o nosso agradecimento pelo espaco e trabalho realizado.

Anônimo disse...

Muito bem Marcos, vamos ficar de olho nesses aproveitadores, e vamos lembrar aos nossos blogueiros que para o próximo ano tem eleições para diretores da PREVI. Muito cuidado ao votarmos. Colegas aposentados compareçam para votarem, porém conscientes. Acompanhem o site doPreviplano1.com.br. Abraços.

Anônimo disse...

MARCOS , muito boa a sua idéia. Só assim eu e minha familia poderiamos participar, de pelo menos uma vez na vida, da COSTA DO SAUIPE, sim porque até a presente data só figurões da PREVI, ANABB, CASSI, etc. e tal...tem poder aquisitivo para gozar do prazer daquelas paragens.

Ivan Rezende disse...

Em 2001 o campeonato dos aposentados (CINFABB)foi realizado em Salvado. No dia da folga fomos para a Costa do Sauipe. Local realmente maravilhoso, mas..cerveja/refri-lata R$ 3,00. No restaurante, à exceção de alguns raros poupadores, o cardápio era lido da direita para a esquerda ( olhava-se o preço, primeiramente) haja vista a sua exorbitância.
Mesmo assim, o local não foi bem administrado, em razão dos privilégios concedidos.
A idéia é execelente. Vamos ser os legítimos donos e, na disciplina
administrativa poderemos, anualmente, obter rendimentos que complementariam a aposentadoria de todos.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros colegas.

- Vamos ajudar os demitidos e demais prejudicados pelas nefastas ações do BB.
- Podemos fazer e aprender muito com suas atitudes. Acredito até que são mais eficientes do que nós na busca dos seus direitos. O Site http://www.adbb.com.br diz tudo a respeito de sua luta. Assim como nós, carecem de divulgação para que se propague seu grito!

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colegas.

- Pela coerência do conteúdo transcrevo parte de mensagem recebida fora do blog. Em respeito ao implícito desejo de não se expor, omito identidade e outros detalhes,também favoráveis:

"Marcos eu estive a alguns anos atrás na Costa do Sauípe e aquilo é fantástico, mais feito para "inglês ver". Acho mesmo que o complexo Sauípe poderia ser muito melhor aproveitado e administrado, além de atender o segmento turístico hoteleiro, poderia ser nossa colônia de férias como voce disse e ter algo voltado para terceira idade com muita estrutura e lazer à exemplo do que já existe na europa, verdadeiras micro cidades voltadas para idosos onde eles vivem felizes e ativos e não sentem-se marginalizados pela idade, muito diferente até das melhores casas de repouso aqui do Brasil. Voce sabe que no futuro próximo o grande lucro estará nos empreendimentos voltados para idosos é a parte da população que mais vai crescer pelo aumento da média de vida.

O mais importante seria viabilizar essa forma sensasional que voce coloca da Previ ter essa alternativa extremamente favorável de começar a nos pagar."

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros Colegas.

- O Conteúdo do post “Vamos comprar Sauípe” precisa ser remetido à Previ como proposta efetiva do que pretendemos. Pela experiência adquirida em pleitos anteriores, estou certo de que o pedido não terá a menor ressonância e nem ao menos será examinado se feito por mim.
- Todavia, se encaminhado por pessoa acreditada o tratamento será diferente e, com certeza, a proposta merecerá resposta – positiva ou não. O ideal será fazer o encaminhamento diretamente à área competente: PREVI/DIPAR - Diretoria de Participações: Diretor – Joilson Rodrigues Ferreira (que ataco frontalmente no post “Os Conselheiros” - portanto sou carta marcada junto a ele).
- Também a Diretora Cecília deverá ser acionada para consolidar sua posição de defensora dos aposentados e pensionistas da PREVI, e parte interessada num futuro próximo.
- Por tudo isto, pergunto se algum colega se dispõe a assumir esse papel, agindo por sua própria iniciativa. Peço desculpas por apelar para esta alternativa, mas vocês hão de convir que, de minha parte, nada mais posso tentar no momento, pelo imediatismo de que se reveste o assunto.

Grato.
Marcos Cordeiro de Andrade.

Paulo Beno disse...

Costa do Sauipe, a 76 km do aeroporto de Salvador(BA),pela "Linha Verde"BA 099, tem 6 hotéis inaugurados no ano 2000, sendo o "SuperClubs" único independente e lucrativo com taxa de ocupação acima de 60%, alugado para espanhóis e que complicam a venda do complexo, exigindo preferência e que a PREVI sustente todo o complexo, favorecendo, então o "SuperClubs".
O Complexo origina-se da Fazenda Sauipe(172 ha) de propriedade da Odebrecht, no municipio de Mata de São João (BA) e a PREVI, a mando do Toninho Malvadeza (finado ACM) gastou R$ 1 bilhão de reais em menos de uma década e com perdas de R$ 350 milhões com taxa de ocupaçao baixa de 40%.
O Complexo foi mal planejado, dentro da área de Preservação Ambiental (APA LN BA)e expulsou nativos e impede a crescimento de pequenas comunidades pesqueiras do Litoral Norte da Bahia.
O MP vai intervir e preservar os direitos dos locais, destruindo muros e divisas construídos indevidamentes.
Nós do Plano 1, compraríamos tamanho problema ?

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colega Paulo Beno.

- Para receber de caloteiro aceito até avião caindo (se estiver no seguro).

Anônimo disse...

Colegas,
Que a Previ, então, ofereça esse Complexo ao BB, e recebamos a parte correspondente em dinheiro. (valor da transferencia - conforme balanço patrimonial - dividido pelo numero de participantes). Assim, o BB terá a sua colonia de férias (em definitivo). Seria uma AABB de luxo. Missão impossivel?

Anônimo disse...

Marcos discordo de voce quanto a Cecilia ser defensora dos aposentados.Ela ha muito tempo ENROLA os aposentados,nao a mim pois ela nunca me convenceu da sua bondade.Os colegas que acham que ela e a oitava maravilha.....a vovo do ano 2009, eles sim.
Pode publicar por favor.

Anônimo disse...

Acho que devemos abordar assuntos de alta relevância para os aposentados. Se ficarmos escrevendo sobre temas impossíveis não iremos a lugar nenhum. Este assunto da Costa do Sauipe é pura perda de tempo e espaço. Queremos, antes de mais nada, uma distribuição justa do SUPERAVIT e/ou melhorias em nossos benefícios e pensões. Do contrário este Blog irá cair em descrédito como já está acontecente do o Blog da Cecília.

Anônimo disse...

Cecília, Valmir, Romildo, e alguns outros, esses sempre fizeram parte do mesmo time. O blog mesmo da Cecília e do Romildo, somente servem para publicar algo que já sabemos. Mesma ladainha de sempre. Putz!!!!

Anônimo disse...

O blog da Cecília perdeu o resto de sua credibilidade quando ela, a fim de defender sua amiga Isa Mussa, proibiu os comentários anônimos...

rosalina_de_souza disse...

Colega Marcos Cordeiro.

Peço a devida licença para trascrever a posição ABRAPREV sobre a criação da PREVIC.
ABRAPREV se posiciona contra aprovação da Previc.

O Presidente da Associação Brasileira de Previdência – ABRAPREV dirigiu ofício ao Presidente da Associação dos Funcionários Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil no Distrito Federal – AFABB-DF se solidarizando com a luta em defesa do patrimônio dos participantes e ex-participantes de fundos de pensão. Pelos cálculos da AFABB-DF somente a Taxa de Fiscalização – TAFIC, criada através do Projeto de Lei da Câmara – PLC 136/2009 onerará o patrimônio dos previdentes em R$ 9 milhões a cada ano. O Presidente da ABRAPREV ressaltou: “Os dispêndios de qualquer natureza com órgãos reguladores do governo não encontram amparo regulamentar nos estatutos das entidades fechadas de previdência complementar se caracterizando uma bitributação inconstitucional que fere os princípios éticos, morais, legais e democráticos. Ora, como se pode obrigar que um patrimônio privado, pertencente aos seus participantes, venha a ser onerado com despesas de fiscalização que é uma incumbência estatal? Do jeito que está no PCL a PREVIC só se presta aos interesses do governo que é quem indica, fiscaliza, defende e pune. É uma completa imoralidade”.
A ABRAPREV oficiou a todos os líderes partidários bem como ao Presidente do Congresso Nacional, Presidente da Câmara dos Deputados e outras autoridades se posicionando negativamente quanto ao texto do PLC 136/2009, em tramitação no Senado Federal.
Sistema continua mobilizado em favor da Previc
O Presidente do Conselho Deliberativo da ABRAPP, Fernando Pimentel, e o advogado Adacir Reis estiveram em uma audiência com o Ministro da Previdência Social, José Pimentel, para debaterem os processos que envolvem a aprovação da PREVIC (Superintendência Nacional de Previdência Complementar).

Os representantes do Sistema têm mantido encontros semanais com a liderança do Senado e com o Ministro, mostrando a importância do projeto e a preocupação com o prazo para a aprovação da autarquia.

A ABRAPP, ao contrário da ABRAPREV, dedica total apoio à aprovação da Previc e entende que ela é extremamente necessária para a continuidade do desenvolvimento do sistema fechado de Previdência Complementar.

Anônimo disse...

Gostaria de saber se alguém recebe a Cesta Alimentação da Previ. Se recebe, qual o escritório que contratou e os valores são retroativos a que período. Qual o valor atual do benefício? Muito obrigado...

rosalina_de_souza disse...

Marcos Cordeiro.
Obrigado,eu não poderia deixar de repassar um email desses aos colegas,talvez todos tenham recebido,mas era meu dever informar.todavia nao se trata de defender essa ou aquela associação, nao sou socia,membra desta mais sempre me é enviada,assuntos pertinetes a fundos de pensão desta associação.
Agradeço a atenção oficialmente dada pos este blog,ele não é mais um não,ele é a promessa de dias melhores a aposentados e pensionistas do plano 1.
Não obstante disto,ha muitos torcendo pela desistencia do intermediador do blog,mas creio em DEUS,na justiça e tenho certeza que isso nao ocorrerá, e nas proximas eleições vamos ver o fruto do nosso trabalho.
O CANAEL não sera em vão,ele veio para ficar e mostrar que juntos somos mais fortes.
Bom começo de semana a todos os colegas.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Acho bastante razoáveis as colocações do colega Anônimo das 13:33 horas.
O estrategista chinês Sun Tzu, em seu livro “A arte da guerra”, escrito no século IV a.c. e considerado um dos maiores tratados de estratégia de todos os tempos, dentre outros princípios, já aconselhava:
- se suas forças se equivalem, procure repartir as do inimigo;
- se suas forças forem inferiores, seja hábil em tomar a defensiva.
Minha análise: há alguns anos, quando as forças dos associados e do BB se equivaliam, o Banco tomou a dianteira e procurou dividir-nos em pré-97, pós-97, renda certa, previ futuro, etc., repartindo as forças dos participantes e diminuindo o nosso poder de pressão. Portanto, agora, enfraquecidos por essa divisão, precisamos, urgentemente, abraçar o segundo princípio de Sun Tzu e tomar a defensiva, antes que sejamos vencidos pelo cansaço das discussões intermináveis. E é isso que os nossos oponentes mais desejam e nisso talvez estejam apostando. Então, que devemos fazer? Na minha modesta opinião, acho que, para perturbar o sono hibernal dos inoperantes, medidas concretas devem ser tomadas o mais breve possível. Quais medidas seriam essas? Aí vamos depender da experiência e da criatividade dos colegas que freqüentam este site para sugeri-las. Em princípio, acho que devemos explorar o medo que os inoperantes tem de perder as suas boquinhas caso não sejam reeleitos.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colega Rosalina.

- Essa matéria da ABRAPREV que você está transcrevendo como pertinente ao “Vamos comprar SAUÍPE!” (sem sê-lo) está sendo remetida a aposentados e pensionistas de um modo geral. Eu já recebi.
- Mesmo tendo desmembrado em 4 comentários, como você fez, não é possível publicar pelo excesso de caracteres do conjunto. O provedor do Blog identifica este tipo de colocação, vindo seguido um do outro, no mesmo horário, sob o entendimento de tratar-se de um único comentário. Eu poderia usar de um artifício intercalando comentários meus, mas assim agindo estaria frustrando sua intenção de prestar um favor àquela associação e os horários coincidentes remeteriam à suposição de minha aprovação incondicional ao texto. Também, em se tratando de assunto alheio ao post em que foi vinculado, acho desnecessário o empenho sob o risco de cair no descrédito dos freqüentadores do nosso Blog. Todavia, informo a quem quiser se inteirar do assunto que ele está disponível no formato dos seus comentários, no site da associação: www.abraprev.org.br .
- Reforçando minha honestidade de propósitos estou colocando ditos comentários à disposição de quem os quiser conhecer, segundo sua postagem. Para recebê-los basta enviar pedido com o e-mail para retorno.

Marcos Cordeiro (André) disse...

RENDA CERTA
- Considerações tecidas pelo colega Ivan Rezende sobre o resultado de pesquisas efetuadas:

“O Renda Certa foi inicialmente previsto para ser pago em 24 parcelas a contar de janeiro/2007, por isso em janeiro de 2008 foram pagas as doze parcelas atrasadas e dai para frente nos demais meses de 2008. Entretanto, muitos colegas não receberam de pronto o benefício. Eu conheço caso em que o início do pagamento foi feito em junho deste ano. A Previ, na ocasião, alegou falta de cópia dos espelhos para efetuar os cálculos, mas o máximo de parcelas era de 24.

Se o Plano1 iniciou em abril/67 e contribuímos até dez/06, nenhum participante
contribuiu mais do que 465 meses, portanto 105 meses de excedente dos 360
meses. Poderia se acrescentar aí, 39 contribuições do 13º, que atingiriam 144
contribuições. Nesse entendimento, a Renda Certa deveria ser concedida, no
máximo, sobre esta quantidade de parcelas. Se considerarmos a última
contribuição para a Previ, em Dez/06, como R$960,00 (beneficio de
R$ 20.000,00 x 4,80% de contribuição), o valor máximo a ser devolvido seria de R$
138.240,00 e não aqueles valores exorbitantes que, por certo, prejudicaram a
melhoria dos benefícios.
Ivan Rezende da Silva”

- Informação do Blog: Acesse o link na seção “Notícias Relevantes” aqui do lado para conhecer a tabela de pagamentos:

http://www.anabb.org.br/mostraPagina.asp?codServico=437&codPagina=30858

Anônimo disse...

É pessoal,

Parece que já tem destino a próxima parte do superávit que o BB vai levar: comprar Banco na Argentina e dar início à sua expansão internacional. Enquanto isto nós ficamos a ver navios, quer dizer a ver aviões, quer dizer a ver papagaios ou na realidade A NÃO VER NADA.

Anônimo disse...

amigo MARCOS, ha'anos que mandei para a PREVI e a diretoria da SAUIPE,para fazerem pacotes para os funcionarios do BB, com um bom desconto, devido na temporada baixa,o complexo estar as moscas e o custo mensal sempre aumentado,ou seja , ma gestao, e outra se derem para ao associados do PLANO1, quem ira'frequentar ? Os RENDA CERTA,os pre-97 .Mas entendo, teu objetivo e aplaudo. Nao deixa de ser mais um ULO, MEU GRITO. PARABENS.

Marcos Cordeiro (André) disse...

15/12 - ENQUETE ENCERRADA
- Devemos incluir as AABBs no CANAEL?
Resultado:
Sim = 73% (59 votos)
Não = 26% (21 votos)

As intenções registradas serão respeitadas abastecendo o CANAEL.

Anônimo disse...

Colegas,
O BB vai ter que pensar muito se for contabilizar ganhos atuariais. A resolução 26 do CGPC está suspensa, com a liminar já transitada em julgado.
O julgamento do mérito da ação há de acontecer logo, pois o processo está tramitando rápido. Uma eventual, e por nós desejada, derrota pode custar caro à instituição. Já distribuiu dividendos, pagou PLRs, imposto de renda, etc. Que segurança oferece essa contabilização? Pode ser um procedimento audacioso, e incerto.

Anônimo disse...

"Este é o Site dos aposentados(...) primando pela defesa dos direitos adquiridos."


Fiquemos atento a este arguento, pois o direito adquirido, também foi alegado pelos donos de escravos.

Anônimo disse...

Marcos,

Vamos por de lado as questões políticas. Façamos isso pelo voto, nas próximas eleições, qualquer eleição.
Sauípe me parece de alto risco, em dinheiro é melhor. Devemos pensar nos mais idosos, que não terão condições de desfrutar da ¨colonia de férias¨.
Volto a dizer que se for o caso de distribuir superavit, para o banco, que o banco do brasil fique com ações do banco do brasil e para os beneficiários DINHEIRO, na boca do caixa de preferência.
Minha opinião, ssmj.
Abçs

Anonimo com esperança. Parece que as coisas, um pouco, irão mudar.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colega anônimo 05:04

- Quem paga pelo que comprou ao amparo da Lei é dono do objeto negociado. A presumida ilegalidade do ato está na Lei que o gerou.

- A introdução do Previ Plano 1 não está em julgamento. Está lá há bastante tempo e até agora não foi contestada, mesmo avaliada por doutores a Doutores.

- Manda o bom senso não se misturar as coisas. No caso presente para evitar controvérsias. A não ser que este seja o propósito.

- Aí, salve-se quem puder!

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros colegas.

- Tenho recebido reprimendas por abrigar comentários inconvenientes. Agradeço os avisos, mas lembro que estou atento a essas intromissões.

- Não devemos perder tempo com questões de somenos importância. O foco de nossas discussões está voltado para um objetivo maior, comum a todos: melhorias de benefícios. Política, politicagens e politiqueiros não têm abrigo em nosso meio. Pululam espaços próprios para eles por aí afora.

- O esforço despendido em postagens seguidas não tem surtido o efeito desejado. Há quem se amofine com falta de assunto e divague por outras direções – sinal que aqui não é o seu lugar. Mas as exceções existem para confirmar regras.

- Nosso Blog é freqüentado por pessoas interessadas, educadas, polidas, inteligentes, cultas e honestamente francas - também no anonimato.

- Com uma ÚNICA exceção, felizmente identificada e, até, numerada – até agora inofensiva, apenas divagante.

- Deixemo-la sossegada que, por certo, nos permitirá seguir com o trabalho iniciado.

Anônimo disse...

Colegas,

Quem assinou a autorização para o pagamento da Renda Certa de 2006 aos aposentados, deveria ser responsabilizado pelo erro de cálculo, por ter resultado em valores absurdos e nunca a Previ apresentou explicação de como se chegou a tais valores.Mais quem pagou a conta do engano?
No BB quando um caixa cometia engano e a diferença era grande, perdia a comissão e tinha 24 meses para pagar o prejuízo.
Quem recebeu a Renda Certa à maior não deveria devolver?
A Previ deveria apresentar o valor correspondente a cada tempo de contribuições dos aposentados beneficiados omitindo o nome, é claro, pois ela tem a obrigação de nos dar explicações dos valores que usa e como usa, nós somos interessados diretos do patrimônio da Previ.
Considerando-se que 70% do nosso dinheiro na Previ está aplicado em renda variável, não vejo como sendo risco maior aceitar-se a Costa do Sauípe como pagamento do nosso superávit pela Previ.
Já aconteceu ínumeras vezes casos de empresas falídas em que os empregados tomaram as fábricas como pagamento dos valores devidos e as tormaram prósperas, imaginem que nesse universo de 120 mil aposentados com filhos e netos quanta mão de obra especializada estaria disponível para tornar a Costa do Sauípe num modelo de eficiência.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colega anônimo 07:04

- Seu depoimento é um sinal de que a idéia encontra eco com novas caras. A lembrança de filhos e netos não tinha me ocorrido.
- Apenas pensei em idosos, atuais e futuros. Colocação já contestada, infelizmente, dentro da carcomida avaliação de que idoso é sinônimo de decrépito. Por conceitos como este é que os asilos existem, e filhos desnaturados empurram seus pais e avós para lá, em direção ao limbo, como se estes remetentes fossem vacinados contra o vírus da velhice – para mim uma dádiva de Deus concedida a poucos.
- As opções de aproveitamento do complexo são inúmeras e o custo que nos cabe é insignificante se tomarmos como parâmetro o que nos é devido. Ainda mais porque seria um meio de começarmos a receber o que nos é de direito. Afinal, se o Banco pode por que não podemos nós? E estariam abertos os cofres do superávit para nós.

Anônimo disse...

Marcos,

Penso que aqui não estamos insinuando ou mesmo taxando os idosos de decréptos, ou coisa semelhante, com referencia ao comentário 7:04.
O que acontece é que este blog trouxe à luz dos fatos e da realidade, situações onde somente havia trevas, no que se refere a administração e condução das entidades - CANAEL.
Como mudar? = Voto esclarecido e consciente.

Abçs
Anônimo.

Anônimo disse...

Pessoal do blog,

Algum de vocês remeteu as "famosas" procuração para novo advogado e cancelamento da procuração do Dr. Ivo para a ANABB e logo depois pediu de volta. Vocês receberam o que mandaram e que pediram de volta? No meu caso mandei um dia e no dia seguinte fiz contato com a ANABB e eles disseram que iam devolver quando chegasse. Já liguei duas vezes e até agora não me devolveram. Dizem que existem trâmites internos que devem ser respeitados para devolver a documentação. Remeti a documentação no final de outubro.

Anônimo disse...

Colegas.

Considero de vital importância que todos leiam o artigo no blog da diretora Cecília Garcez com o título ¨2009 x 2010¨. Dali todos devem chegar a conclusão que não haverá mais qualquer distribuição de SUPERAVIT. O Banco já levou sua parte e o resto é que se dane. Portanto, desejo que todos aproveitem o Natal e o Ano Novo, da melhor forma possível com seus familiares. Todavia, a partir de Janeiro de 2010 vamos todos abarrotar o Judiciário com Ações do RENDA CERTA, sejam através da AAFBB ou UNAMIBB para buscar nossos legítimos direitos. Vamos mostrar aos mentores dessa brutal ilegalidade que ainda estamos vivos e dispostos a lutar.

Anônimo disse...

Se a Costa do Sauipe pertence e dá prejuizo só ao Plano 1 da PREVI, porque nós do Plano 1 "compraríamos"algo que já é nosso?.
Seria tal qual minha familia comprar a AABB que frequentamos, somente para frequentá-la, da mesma forma que a utilizamos...
(ambas já são nossa...ou não?)

Anônimo disse...

colegas,
Algo me chamou a atenção no blog da Cecilia. Em seu ultimo post 2009 X 2010 ela diz:
"É bom lembrar que as várias ações judiciais suspenderam o efeito da Resolução até decisão judicial definitiva, porém parece que a SPC (Secretaria de Previdência Complementar) não leva isso em consideração ou entende que os efeitos suspensivos são apenas pontuais."
O Governo está consciente de que a Justiça está do seu lado, e que fizeram a coisa certa. Mesmo assim, não vamos "jogar a toalha".
Nossa luta está apenas começando.
Se for preciso, devemos ingressar com 120.000 ações judiciais, em busca dos nossos direitos.

Ivan Rezende disse...

O Acórdão proferido pelo Exmo. Sr. Ministro César Asfor Rocha, no STF, foi pela "manutenção da liminar", e impede quaisquer distribuição do superávit em favor dos participantes, dos assistidos e do patrocinador, até julgamento final do mérito.
O processo volta, agora, para o trf1 (200834000340813) e terá o seu desfecho final. Quando?

Ivan Rezende disse...

O Acórdão proferido pelo Exmo. Sr. Ministro César Asfor Rocha, no STF, foi pela "manutenção da liminar", e impede quaisquer distribuição do superávit em favor dos participantes, dos assistidos e do patrocinador, até julgamento final do mérito.
O processo volta, agora, para o trf1 (200834000340813) e terá o seu desfecho final. Quando?

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros colegas.

- Isto foi escrito antes do Lula ser eleito, em 2002:

“A solução principia pela escolha, nas próximas eleições, por parte dos eleitores, de candidatos que não pertençam ao sistema corrompido que aí está, procurando nomes alternativos, capazes de defender os ideais de um país soberano, com justiça e paz social, e de lutar para eliminar a corrupção endêmica que agride a Nação, em todos os níveis de administração. Prof. Marcos Coimbra, em 19/12/2002.”

Correio eletrônico: mcoimbra@antares.com.br
Site: www.brasilsoberano.com.br

Anônimo disse...

Marco e pessoal do blog,

Eu continuo com uma dúvida: um dia, não sei quando, este caso do superávit será solucionado e aí eu pergunto: a nossa parte (ou todo o superávit) será considerado como sendo o último ou será considerado o de 2008 e a partir da aí começa a ser abatido dos próximos a fim de se chegar ao valor dos superávits dos anos seguintes?

Ivan Rezende disse...

O Acórdão foi proferido no STJ-DF (não no STF);
Também aguarda decisão o processo 200834000369856, TRF1, Mandado da AAFBB, contra Resolução 26;
RENDA CERTA- Apesar das decisões favoráveis aos aposentados, mesmo na segunda instância, a Previ recorreu da decisão e o processo foi encaminhado à 3ª Vice Presidência, do TJRJ) em 30.10.09.
TJRJ - 2ª instância - 200900144630.
Particularmente, vou aguardar até 20/01/10 e participar da ação. Infelizmente, tem que ser por uma entidade e, após pesquisa, optarei pela Unamibb (mensalidade de R$12,50), mas que, em caso de sucesso, nada cobrará sobre o valor total ( que outros cobram de 10 a 20%)., já que o Imp Renda já nos retirará 27,5%.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros colegas.

- Encaminhei mensagem a advogado do nosso meio (colega aposentado) pedindo para formular DENÚNCIA à SPC sobre o absurdo que envolve a distribuição do superávit no caso Renda Certa. Seu arrazoado será disponibilizado como Post no Previ Plano 1.
- Depois de endereçado oficialmente será distribuído aos canais julgados interessantes (PREVI, BB, AAFBB, AFABB, OAB, etc.).
- Aguardemos.

Anônimo disse...

Colegas,
Diariamente nos pensamos em achar soluções para utilização de nossa Reserva Especial, sem, até o momento, tê-las encontrado.
Todos nós sabemos que a Resolução 26 está sub judice, mas o BB se vale de "brechas" na legislação para ( segundo dizem) virtualmente utilizar o que lhe é de direito.
Seria impraticável uma Ação contra essa Resolução, solicitando Tutela Antecipada, depositando o valor da Reserva Especial em conta Judicial até julgamento do merito da ação principal? Vale lembrar que os depósitos judiciais são feitos na Caixa Economica Federal. Se houver uma concessão da tutela, será um Deus nos acuda.
Há que se considerar que poderão ser duas contas judiciais: uma com a parte(virtual) do BB e a outra dos participantes Previ.
Poder-se-ia verificar com o Sindicato, ou alguma associação que( de fato ) nos atenda, se existe essa possibilidade.
Se isso acontecer, em menos de dois meses tudo estará resolvido. Dois meses, 20 bilhoes transferidos para a CEF? Nem Freud explicará.

Anônimo disse...

Me desculpe o desabafo, mas essa direção da Previ, eh um grupo que merece sumir do mapa.
Há quanto tempo manifestamos nossa indignação com a situação e nada dessa "turma de representantes" se dispor a discutir e esclarecer o assunto.
Para apresentar o resultado anual da Previ, dividem o "encargo" e viajam o brasil todo promovendo encontros.
Lembro tambem que por ocasiao da renegociação do saldo devedor da Carim, elaboraram prospectos e simulações no site para esclarecimentos, e tambem "se sacrificaram" viajando o brasil todo se apresentando de realizadores.
Agora, que a coisa tah pegando, apos o que fizeram, todos se fingem de mortos.
Engraçado eh que quando eh para discutir algo favoravel aos aposentados, nao eh possivel por causa da Resolução 26. Mas medidas como a isençao das contribuiçoes, que em muito favorece o BB, eh renovado anualmente.
Luiz

Anônimo disse...

Com certeza esse esbulho denominado RENDA CERTA ainda vai tirar o sono de muitos diretores da PREVI E BB. Em breve teremos milhares de ações transitando na justiça. Até agora poucos faram benefiados, chegando no máximo a 10 por cento da totalidade de aposentados. Alguns receberão quantias vultuosas enquanto outros nada receberam. Sendo que todos ajudaram a construir esse fabuloso patrimônio. E, como ilegalidade pouca é bobagem, o pessoal da ativa irão se aposentar recebendo complentações sem ter contribuido pelo tempo necessário. Pode.....

Anônimo disse...

Ivan Rezende,

Agradeço seus esclarecimentos sobre
qual é a melhor opção de entrar com
a ação do Renda Certa.
Tinha dúvidas agora já sei que devo entrar pela Unamibb.

Anônimo disse...

Marco e pessoal,

Agora estou em dúvida quanto ao renda certa. O que eu sabia era que tinha havido erro de cálculo para alguns (tanto para mais quanto para menos) e para outros não houve o pagamento (este número seria pequeno). Dentro do segundo grupo (que não houve pagamento) estariam àqueles que estavam na ativa ou que ainda estão mas que tinham mais de trinta anos de PREVI em 2006 e que somente receberão o renda certa quando se aposentarem. Tenho lido muitas mensagens que falam sobre milhares de ações na justiça referentes ao renda certa e me bateu a dúvida. Houve alguma alteração e tinha mais gente beneficiada ou o número não é tão grande assim. ALIÁS até agora sosmente tenho lido sobre ações ajuizadas pelo não receebimento mas NENHUMA sobre o cálculo indevido. Porquê será?

Anônimo disse...

anonimo disse:
não costumo acessar o site da Anabb porque não vale a pena, assim como o da Previ que nada publica sobre assuntos do nosso interesse(aposentados).Porém, atentando para a sugestão deste blog para lermos matéria publica pelo Valmir Camilo sobre o Renda Certa, embora constrangido acessei o site da Anabb li o artigo e que decepção.
Que vergonha, jamais pensei que colegas(principalmente os eleitos)pudessem cometer tamanha baixaria contra nós.É escandoloso, algo tipo mensalão que deveria estar sendo inspecionado por Auditores para apurar responsabilidades. Verdadeira "corja", diretores e conselheiros.O benefício ,pelo que entendi , foi bolado para beneficiar apenas o pessoal pré-67, mesmo que esse pessoal não tivesse contribuido para a Previ por 30 anos, uma vez que a Previ começou em 1967. Consideraram só tempo de Banco do Brasil. E aí pergunto: como receber devolução de algo que não paguei ?
É caso de polícia! Todos os que participaram dessa "podridão", concedendo valores absolutamente inaceitáveis e indecentes., muitos em benefício próprio, deverão ter seus nomes incluidos no CANAEL definitivamente.O Valmir cita que Conselho Deliberativo se reuniu várias vezes em um só mês para aprovar a distribuição em caráter de urgência.Cita ainda que um parecer jurídico foi solicitado numa reunião na sexta-feira e na segunda já estava pronto para concluir o processo vergonhoso.Quando do episódio para aumento do Empréstimo Simples passamos uma ano inteiro nos humilhando, rogando, implorando, através do blog da Cecília e o Conselho Deliberativo só se reunia uma vez por mês e quando o fazia o assunto nunca estava em pauta, justamente porque não os interessava. Malditos vermes!
Dá nojo ler que não era possível suspender o pagamento do Renda Certa, embora já comprovado que havia distorções inexplicáveis para os valores milionários apurados, porque os beneficiados já tinha planejado seus investimentos financeiros.

Anônimo disse...

Colegas,chegamos ao final do ano e mais uma vez passaremos o Natal contando migalhas.Mas 2010 esta ai para dar-mos o troco na cambada da Previ/Anabb/BB.Sera a nossa vez e espero que os colegas nao esqueçam
o que estao fazendo com os aposentados e pensionistas do Plano1.Que se vierem com propostas indecentes para comprar nossos votos nao aceitaremos em hipotese alguma.Comemoraremos o Nascimento de Jesus com humildade e simplicidade sim, mas em PAZ.Ja eles(os ladroes)nao tenho certeza.
PAZ A TODOS.
Sandra

Anônimo disse...

aos jovens funcionários e diretores do BB ,PREVI, CASSI da ativa:
A HERANÇA DA JUVENTUDE É A VELHICE.
Pensem bem, um dia voces estarão do lado de cá. Agora que vcs estão vendo o que está ocorrendo com os aposent. do Plano 1 pensem na hora de elegerem os novos dirigentes dos seus fundos de pensão - Previ futuro, Cassi, etc.

Anônimo disse...

Caro Marcos e demais colegas,

Estou fora de casa, curtindo com minha familia uma semana em Porto Seguro (BA), isto graças as diárias da Bancorbrás. Tomando conhecimneto dos novos posts já vi que vou mudar o roteiro para Sauipe.Acho muito boa a ideia de comprar o Complexo de Costa do Sauipe, por várias razões: atender a pessoas de terceira idade é só o começo. Se for para vender perdendo dinheiro, como ocorreu com alguns empeendimentos, que repasse logo para nós, faremos bom uso.

Abraços,
Lázara Rabelo

Anônimo disse...

Colegas.

Não sei se todos assistiram os jornais da televisão de hoje. Onde os aposentados da AERUS fincaram milhares de cruzes na praia para simbolizar os beneficiários daquele fundo de pensão já falecidos. Os que estão vivos recebem hoje aposentadorias irrisórias, inclusive diversos ex-comandantes. Se não abrirmos o olho nosso fim será o mesmo. Reflitam sobre isso. A propósito, sugiro que o nosso colega Marcos, mande publicar em jornais de grande audiência, sua belíssima manifestação dirigida a OAB e ASSOC.DOS MAGISTRADOS. Se for o caso poderemos colaborar financeiramente.