sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Ações Judiciais

Caros Colegas.

Sem perda de tempo, pretendemos ingressar com Ação Judicial que contemple os associados, tão logo capacitados para tal. Essa demanda deverá sair do rol de consultas empreendidas, devidamente amparadas por parecer jurídico fundamentado.

Como meio de agilizar o processo pedimos participação através da enquete ao lado, contendo três sugestões de voto. No entanto, nada impede ao votante manifestar seu interesse por outras opções, registrando sua opinião nos comentários do Blog.

O resultado desta consulta não terá caráter definitivo. Mas será determinante na tomada da decisão, após analisado com o objetivo de direcionar benefícios à maioria dos associados.

Para votar não precisa ser associado.

Para ingressar na AAPPREVI acesse o link:

http://www.aapprevi.com.br

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 05/02/2010.

10 comentários:

Anônimo disse...

Marcos Cordeiro,

Referindo-me à enquete, e confessando que ignoro detalhes e desconheço os trâmites legais, gostaria de perguntar porque não se pode ingressar com uma ação que contemple as duas coisas mais importantes pra nós, no momento, que são a "renda certa" e o "impedimento das apropriações". No sufoco em que quase todos estamos envolvidos não temos, por assim dizer, condições de optar. Votei pela terceira opção mas creio que já estou me arrependendo, essa é a questão.

Ricardo Annoni Neto

Anônimo disse...

Caro Marcos,

Na minha opiniao, sao acoes que podem ser acionados concomitantemente. Uma nao exclui as outra.
Gostaria de sugerir, se viavel, apos analise de advogados,a adoçao de ações imputando responsabilidades aos atuais dirigentes da PREVI, em razão das ultimas medidas adotadas, especialmente o RENDA CERTA.
Todo administrador tem a responsabilidade pelos atos que pratica. São escolhidos para tal, respondendo por possiveis atos falhos em contrapartida aos salarios recebidos, que sabe-se nao eh pouco. E creio tratar-se de medida judicial que nao retardarah possivel negociação acerca da distribuição do superavit, fato que tambem deverah ser considerado em acao do tipo "impedir as apropriações contabeis pelo BB".
Medidas desse tipo, se adotadas, exigirao posturas mais adequadas dos futuros dirigentes.
E tambem sao medidas que nenhuma das associações que nos "representam" cogitam adotar. E tenho certeza que nao adotarao.
E um especial agradecimento a voce, pela coragem e trabalho que esta atingindo os objetivos.
Luiz

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colega Ricardo.

Teremos até o término da enquete para análise dos questionamentos. Até lá muitas sugestões e dúvidas surgirão e o tempo, bom conselheiro, se encarregará de resolver muita coisa. Esse seu comentário já está servindo de suporte a outros colegas na decisão do voto. Uma orientação que me permito passar é não votar antes de conhecer o problema que se quer resolver. O post acima dá um indicativo nesse sentido. Você está certo no que comentou, porém, ao final tudo se ajustará, tendo em vista as dificuldades relativas aos números: de associados e, consequentemente, de valores a empregar. Não podemos, ainda, pensar em impetrar mais de uma ação simultaneamente.

Justiceiro disse...

Votei na 3ª opção, pois por prioridade JÁ ingressei com ações judiciais de Renda Certa, 3 Abonos, e Cesta Alimentação, todas contra a nossa PREVI.
(Afora ações contra Imp.Renda (Fazenda Nacional)e contra Poupança no BB.e FGTS, CRT e INSS...(há outras, mas não lembro agora)
Eta Nação Brasileira !!só na Justiça resolvem algo.

Anônimo disse...

Prezado Justiceiro,

Isto é resultado do chamado Estado Democrático de Direito previsto em nossa CF-88. Agora ninguém assume nada e à mínima divergência existente jogam para o jurídico. Estamos, na verdade, num estado caótico onde o administrador se omite propositalmente para não ter de responder depois. Tudo muito cômodo, omisso, onde nada se sabe e nada se vê!!!

Eduardo Köhler disse...

Marcos e demais colegas,

Já filiei-me a AAPPREVI e consegui mais a adesão de nossa amiga Neiza. Se todos nós, em média, conseguirmos mais um associado todo o mês, dobraremos mensalmente o nosso grupo. Nessa escala geométrica, em pouco tempo seremos muitos. Isto dará à nossa AAPPREVI maior respeitabilidade ainda. Não acham ?! Então, mãos à obra pessoal !

Anônimo disse...

Colegas,nao consigo abrir a noticia do site da Faabb - FAABB Denuncia de 06/02.Se alguem puder colar a noticia no espaço do previplano1 eu agradeço.
Marcos,se nao for pedir muito,voce poderia mandar para meu email?
Obrigada
Sandra

Anônimo disse...

A Previ "esclarece" o terceiro Fato Relevante......sera que ainda pensam que nos enganam?
Favor publicar.

Marcos Cordeiro (André) disse...

A Sandra já foi orientada a instalar a nova versão do Adobe Reader.
Enquanto isto, em notícias relevantes está disponível o link para acompanhamento da matéria (que também exige essa versão do Adobe Reader):
http://get.adobe.com/br/reader/

Anônimo disse...

Prezado colega Marcos.Com a criação recente desta tão importante associação que é a AAPPREVI, gostaria de fazer um ALERTA muito importante para nós que um dia fomos funcionários do BB. Me refiro à estratégia usada pelo Banco quando lançou o PDV em 1995. Os dirigentes da época agiram como agiam e agem os grandes líderes e chefes de nações e exércitos. "DIVIDIR O INIMIGO", isto mesmo,è como colocar irmão contra irmão na mesma família, porque assim ela se torna fraca e fácil de ser abatida, como muitos o foram.Sem união não há forçã. O grande inimigo do banco eram seus funcionários. Na época, implantaram no corpo funcional os chamados "ELEGÍVEIS" e os chamados "EXCEDENTES".O relacionamento entre colegas não era o mesmo.Criou-se um clima de medo e desconfiança jamais visto em toda história do Banco do brasil. A mesma estratégia o Banco usou recentemente com o renda certa onde uma minoria foi contemplada com altos valores em detrimento da maioria. Portanto fique atento, não só você como também todos nós do Plano 1. Já apanhamos muito e se bobearmos apanharemos mais.Qualquer ação judicial deve ser no sentido de contemplar a maioria. Inclusive o Renda Certa. Podemos lutar na justiça para que todos recebam sua parte independente de ter trabalhado mais de 30 anos ou não.
O renda Certa pode ser proporcional ao tempo de contribuição somados na ativa e aposentado.Afinal todos contribuiram.Novas fórmulas poderão vir, arquitetadas nos bastidores e na calada da noite.Tais como convites, homenagens,indicações de pessoas sem compromisso com nossa causa, etc.Portanto,fiquemos com um olho fechado e outro aberto.