segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Isa Musa - Desculpa esfarrapada

Prezado Valentim.

Sei da simpatia que nutre pela colega Isa Musa para vir em sua defesa, o que respeito.

Entretanto, acho insuficientes essas explicações. Gostaria de ter no papel a exigência do Banco, afinal, um normativo não pode se sobrepor à Lei. Não me convence.

De igual modo não aceito as desculpas da Isa Musa de Noronha, de modo tão simples como se estivesse tratando de uma coisa banal. É grave o erro em que incorreu.

De se notar as dificuldades que aqui enfrentamos para convencer colegas da oportunidade de criação da AAPPREVI. Se não bastasse, vem ela jogando “um balde de água fria” na validade do trabalho, alegando que nossa associação somente terá representatividade daqui a dois anos. E tudo isto sem um menor fundamento. Nós somos assessorados por Advogados e Contadores que têm nomes a zelar, somados a dezenas de colegas, como você, que entendem do assunto. Além do mais, não estamos aqui para cuidar de vaidades ou aleivosias. Ela precisa entender que a afronta foi dirigida a milhares de homens e mulheres de bem – que confiam em mim.

Agora vem com um arrazoado inconsistente citando Leis que nada têm com a história escabrosa que ela criou.

Exijo mais que isto, por respeito aos participantes do Blog que estão sendo tratados como idiotas. De minha parte já estou acostumado com essas investidas com segundas intenções.

Espero, da parte dela, reparação condizente com o peso da nota irresponsável que me fez publicar.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 01/02/2010.

44 comentários:

Anônimo disse...

Repetindo porque ficou no post anterior
BB CONTABILIZARÁ MAIS R$ 1,6 BILHOES DO SUPERAVIT DA PREVI
Era esperado, mas dá uma vontade de chorar.
Roberto Varella

Anônimo disse...

Colega Roberto Varella,
Cesec Presidente Prudente?
Tudo bem?
Este é Governo Lula. Um governo onde o Presidente assina sem ler(se é que sabe ler) um PNDH com regras estapafurdias, retrogradas e leninistas e só se dá conta quando a sociedade se manifesta? O que podemos esperar?
Enquanto a CVM permitir essas "ficções", essas contabilizações "virtuais", vai ser assim. Pena que para nós, aposentados, não existe uma CVM. Para nós é tudo real: despesas maiores que receitas, empréstimos, PAS, CARIM e ainda suportamos uma das maiores cargas tributárias do Planeta ( aí não é ficção).
Ainda diz( o BB) que a Reserva Especial não é para revisão do benefício, e sim do Plano, interpretando a Lei 109/2001 como lhe convem.

Anônimo disse...

A desqualificação é uma tática repugnante. Ainda bem que estamos vigilantes. Mais do que nunca estamos engajados. Parabéns Marcos.

... e enquanto isso, aqueles já constituídos para nos defenderem jazem mansa e passivamente ...

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Expliquei a nossa colega Cecília que o meu “processador” é muito lento, bem antigo, completará sessenta anos de uso em agosto/2010 e poderia estar começando a “ratear” no momento. Em função disso, não obstante explicações gentilmente e pacientemente disponibilizadas, objeto de comentário da colega de 29.01.2010, às 10:54hs, pedi que me respondesse mais duas perguntas: 1ª) - Em fevereiro de 2010, todos aqueles que têm os produtos empréstimo simples e empréstimo imobiliário, terão reduções nas suas prestações mensais com retroatividade para janeiro/2010? 2ª) - Em caso negativo, qual dos dois grupos será beneficiado com a referida redução? Transcrevo abaixo a resposta recebida para conhecimento de todos os colegas aposentados e pensionistas daqui do “Previ Plano 1”.
:: Cecília Garcez :: disse...
Jorge,
Todos os contratos em ser relativos ao Empréstimo Simples se beneficiarão com a redução a partir de fevereiro com retroatividade a partir de janeiro/10. Somente os contratos de Financiamento Imobiliário, firmados a partir de 2007, terão redução no saldo devedor da operação e não nas prestações.
1 de fevereiro de 2010 04:13

Leomax - Joao Pessoa/Pb disse...

Caros colegas
Nesta hora de decisões importantes para todo o grupo há que prevalecer o bom senso. O momento é de aglutinar ou de unir todos em torno de um projeto. A palavra chave, portanto, é UNIÃO, porque sem isso jamais atingiremos o nosso objetivo. Resolvamos nossa diferenças, aparemos arestas e, principalmente, vamos SOMAR esforços. Se unidos as coisas já se mostram difíceis, desunidos então...

Anônimo disse...

Perguntar não ofende.

Assim como o Banco contabilizou aquilo que ele julga ser a sua parte do superavit, e com esses recursos pagou PLR e seus acionistas, por que a Previ não pode também contabilizar a parte que cabe aos associados e fazer a sua distribuição, aguardando, então, a decisão final da Justiça ?

Anônimo disse...

Colega Marcos,

Será mesmo, que nesse momento, as explicaçoes detalhadas da Sra. ISA MUSA que demonstrou estar do nosso lado é o que interessa, não vejo necessidade disso, temos problemas maiores a resolver.

O BB continua a levar a parte dele e nós continuamos a pedir empréstimos, quando isso vai acabar,não pagamos também nossa parte para formação desse Superávit.

Anônimo disse...

Coberto de razão o colega de 01 fev - 07:09. O BB jÁ "SURRUPIOU", somando esses R$ 1,6 bi, aproximadamente R$ 12 bilhões de nossa reserva, para "mascarar" o seu balanço,e distribuir "brindes" aos seus acionistas, dentre eles o seu maior.
Já que, embora a Resolução 26 esteja suspensa(só para nós), deviam nos tratar com isonomia, pois com o que estão fazendo só os funcis da ativa serão contemplados
com a nossa (antiga) Reserva especial.
Fico em dúvida, se em outros governos isso aconteceria.

Jonas disse...

Proponho a todos encerrar o assunto da Sra. Isa Musa. Creio que ela tenha sido infeliz em seu comentário, mas concordo que o momento é de unir esforços. Se ela tiver algo a contribuir, que contribua! Tenho certeza que a AAPPREVI está aberta a sugestões. E gostaria de acreditar que a Sra. Isa Musa tem boas intenções e poderá nos ajudar!

Abraços a todos.

Anônimo disse...

Onde se le que a Vale vai financiar a obra do Cristo Redentor leia-se:Superavit da Previ(que e dos participantes)financiara o obra do Cristo.....(sem autorizaçao dos mesmos).
Favor publicar.

Anônimo disse...

Conforme comentário do colega Roberto Varella, eu vi no site do jornal VALOR (www.valoronline.com.br)que o BB contabilizou no balanço de 2009, a "pequena cifra"de 1,6 bilhão do nosso suado dinheirinho da PREVI. Portanto, já começou a debamdada dos nossos fundos. Tá na hora de alguém contactar com o referido jornal,explicando quem são os legítimos donos do patrimônio. A opinião pública, com certeza, manifestará em nosso favor.

Anônimo disse...

Colegas,
Pelo que entendi a "garfada" vai ser maior, pois diz líquido de impostos e PLR:

Plano de Benefícios I (Plano I da Previ), implicando impacto positivo, líquido de impostos e participação estatutária no lucro (PLR), de R$ 1,6 bilhão.Esse valor sensibilizará o resultado do exercício encerrado em 31/12/2009

Is the end.

mariano branquinho disse...

Valeu Leomax, vamos nos unirmos cade vez mais e pedir as nossas associações (aafbb- anabb-unamibb-etc,.que nos defendam. Será que somente o BB pode levar o superavit da gente. E nós que contribuimos por tantos anos, não temos direito a nada. Vem aí eleições Cassi e Previ. Abraços Mariano Branquinho

mariano branquinho disse...

Alô Marcos (andré) gostaria de saber os nomes dos colegas que estão dispostos a participarem dos cargos na nossa nova associação. E quando e como iremos votar para concretizarmos nossos sonhos de vermos uma asssoicação que realmente defenda os aposentados e pensionistas.

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Concordo com todos que se manifestaram favoráveis a que não nos estendamos neste assunto referente ao infeliz comentário da presidente da Faabb. De forma proposital, ou não, temos coisas muito mais importantes para discutir. “Acho que estamos acendendo muita vela para pouco defunto”. Gostaria de me reportar ao novo fato relevante divulgado pelo Banco. Apropriação de 1,6 bilhões do patrimônio da Previ. Com certeza isso deverá influenciar nas tratativas em curso entre os membros da Contraf-Cut e o patrocinador sobre possível utilização da reserva especial para revisão do plano de benefícios. Não podemos, de forma nenhuma, continuar aceitando aquele discurso pronto, intransigente, arrogante e repetitivo que não leva a lugar nenhum: “APESAR DE A APROPRIAÇÃO CONTÁBIL FEITA PELO BANCO, NENHUM RECURSO SAIU DOS COFRES DA PREVI”. Temos que gestionar junto aos nossos interlocutores para saber qual será a estratégia de negociação a ser estabelecida e, se for o caso, oferecer sugestões antecipadamente. Caso continue a intransigência de não abrir mão de alguma coisa em favor do patrocinador, certamente será mais um ano sem qualquer melhoria de benefícios para os aposentados e as pensionistas do “PB-1”. Quem viver verá.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colega Mariano Branquinho.

Ainda não temos nada definido com relação a nomes e datas. Até porque o comparecimento não permite volume suficiente para composição de chapa. O colega Gilvan, que gentilmente tomou para si a tarefa de fazer contatos, não tem sido feliz no intento. Com raríssimas exceções normalmente recebe respostas negativas.
Oportunamente serão definidas datas para escolha.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colega Marcos Cordeiro e demais colegas,

Confiantes na nossa omissão e na nossa impotência, a quadrilha em quem, infelizmente depositamos as nossas maiores esperanças nas duas últimas eleições, acaba de perpretar mais um assalto de 1,6 bi nos cofres da nossa Previ.
Sem saber o que dizer e tentando exprimir a minha perplexidade, tomei de empréstimo os famosos versos do poeta russo Vladimir Maiakovski, tentando adaptá-los a nossa condição atual.
Se vivo fosse e, também, aposentado da Previ, acho que ele assim se exprimiria:

“DESPERTAR É PRECISO”

Na primeira noite
Eles se aproximam
Colhem 5,3 bi de nosso superavit
E não dizemos nada.

Na segunda noite, já não se escondem
Roubam mais 1,6 bi
Pisam nos aposentados
Matam nossa esperança
E não dizemos nada.

Até que um dia
O mais desonesto deles
Entra sozinho em nossa casa,
Rouba-nos o que nos resta do patrimônio da Previ e,
Conhecendo nosso medo,
Arranca-nos a voz da garganta.
/ E porque não dissemos nada,
Já não podemos dizer nada.

Anônimo disse...

anônimo disse:
Peço licença ao colega Marcos para fugir um pouco do assunto da Isa e pedir que seja publicado parte de artigo publicado pelo UOL-Economia por considerar informação que interssa a todos do Plano 1:
UOL - Economia 01/02/2010
"Com os preços dos metais em ascensão, o papel preferencial da Vale, a mais negociada do dia, ganhou 3,5 por cento, para 43,50 reais.
Mais atrás, Banco do Brasil deu um salto de 6,8 por cento, a 30 reais, após ter avisado que terá um impacto positivo líquido de 1,6 bilhão de reais no resultado do quarto trimestre, por causa de um recálculo de pagamentos ao plano de pensão de seus funcionários".
A apropriação indevida do nosso Superavit passou a se chamar "recálculo de pagamento". Quanta "cara de pau" !
Grato por publicar, Marcos , e vamos prá frente com nossa AAPPREVI.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Desanimadora notícia extraída do blog da Cecília:

01/02/2010 - Atualização de Cálculo Atuarial – Previ

”Em conformidade com o § 4, do artigo 157, da Lei n. 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e com a Instrução CVM n. 358, de 03 de janeiro de 2002, o Banco do Brasil S.A. comunica que: Em cumprimento à Deliberação CVM 371/00, atualizou os cálculos atuariais do Plano de Benefícios I (Plano I da Previ), implicando impacto positivo, líquido de impostos e participação estatutária no lucro (PLR), de R$ 1,6 bilhão. Esse valor sensibilizará o resultado do exercício encerrado em 31/12/2009. Brasília (DF), 01 de fevereiro de 2010. Ivan de Souza Monteiro Vice-Presidente de Finanças, Mercado de Capitais e Relações com Investidores”.
E as Associações que se dizem defensoras dos direitos dos participantes do PB1 da PREVI nada fazem.
Agora, mais do que nunca, precisamos da AAPPREVI - independente e soberana.

Anônimo disse...

Colega Marcos, com o devido respeito, tendo em vista o trabalho feito de composição da lista do CANAEL, eu pesoalmente acho que ela é muito radical.Veja bem, diversos colegas nossos de potencial que poderiam participar da nova assosiação como o VALENTIM(em maiúscula)porque acho que uma pessoa de gabarito, e outros que participam como presidente, conselheiros e trabalhadores de AABBs poderiam ficar de fora desta lista. SOMENTE colegas que participam da CASSI, PREVI, ANABB,e seus representantes em empresas que a PREVI participa como Perdigão, Vale, e outras deveriam permanecer na lista. Nós estamos precisando de aliados, sócios, pessoas de valor que estão disposta a trabalhar por todos. Eu sei que o Gilvan está tendo dificuldade em conseguir pessoas até para serem apenas sócios. Eu particularmente já conversei com ele. É nescessário que todos os colegas que participam deste blog se filiem a AAPPREVI. PRECISAMOS MAIS DO QUE NUNCA DE UNIÃO e não ficarmos em lamentações.
Abraços
Airton

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro Colega Airton.

E como encontrariam tempo para dedicar-se à AAPPREVI? Ela exige colaboradores com dedicação integral, de graça. Daí a dificuldade em se encontrar nomes (que queiram participar).
No nosso grupo há dezenas de colegas ao nível do mestre Valentim, e ele, como caso isolado, já declarou com todas as letras - aqui no blog e em mensagens particulares - que não quer perticipar como dirigente, sob outros argumentos. A insistência em se falar em seu nome é constrangedora para o Blog. Melhor seria que essas candidaturas fossem direcionadas ao próprio escolhido, pelos colegas, que receberiam a resposta pretendida, de quem de direito.
Também ocorre que, permitindo-se exceções logo viriam pedidos para excluir o pessoal da CASSI, da PREVI, e outros. E o CANAEL perderia a finalidade.
Ademais, muitos mandatos logo estarão cumpridos, liberando seus portadores. Além do que, basta um simples comunicado oficial de isenção da condição impeditiva no Cadastro que a liberação será providenciada. Para isso existe o recurso da renúncia – a ser exercido por todo aquele que queira, a qualquer custo, dedicar-se à AAPPREVI. Ela está aberta a todos, desde que se enquadrem no seu posicionamento.
Por último, enalteço o espírito de união demonstrado no tópico final do seu comentário.

Anônimo disse...

Ao Colega Airton,

Concordo com seu comentário de 02:02 - 06:28, precisamos de gente com experiência e coragem, pouco importa se faz parte de alguma AABB, o objetivo é conseguir gente disposta a tocar a AAPPREVI, para frente. Temos que lembrar que estamos em ano eleitoral, que é a nossa grande arma, temos que conseguir a negociaçao do superávit agora, ou nunca mais, com a dificuldade de conseguirmos número suficiente para compor a direção da AAPPREVI, esse leque tem que se abrir a novos interessados.

Marcos Cordeiro (André) disse...

É no mínimo suspeito que comentários puros e sutis venham sob o anonimato. Se há boas intenções e o argumento é válido, por que não se identificar? Até parece que têm a mesma origem.
Publicado o nome seria fácil procurar o autor oferecendo participação, se é o que deseja. A não ser que conste do CANAEL.
A propósito, é inconcebível acreditar que todos os nomes capazes de compor a AAPPREVI estejam comprometidos com outras entidades, como faz supor o anônimo acima (07:46). Desse modo, logo haverá quem proponha aceitarmos como dirigentes algumas figuras carimbadas que pululam por aí.
Ademais, a inclusão das AABBs foi feita mediante consulta por enquete disponibilizada no Blog. E houve o cuidade de enviar e-mails a todas as representaçõs nas capitais do país, além da FENABB, que poderia ter repassado às filiadas se tivesse dado importância ao CANAEL, nossa arma purificadora. Creio que agora é tarde para tratarmos desse assunto.
E aos anônimos faço um pedido. Identifiquem-se para adquirir credibilidade, pois ainda não conheço quem tenha sido prejudicado por deixar seu nome aqui, entre os demais.

Lázara Rabelo disse...

Colega Marcos e demais,

Marcos vc está 100% certo em relação ao CANAEL, não podemos permitir que pessoas que tiveram cargos e poder e nada fizeram em prol de nossa classe, agora vislumbrando novas oportunidades com a AAPPREVI, venham com a cara lavada para o lado de cá. Se a AAPPREVI não for diferente das que aí estão por que criá-la? Estive fora, dando assistência ao meu pai, que está com 87 anos e mora no interior de Minas.Vou continuar meu trabalho de divulgação e de trazer o máximo de associados para a AAPPREVI, pois coloquei isto como meta. Desde o início de 2009, quando o Banco contabilizou aquela fortuna de dinheiro da PREVI e ANABB e Cia nada fizeram, ficou evidente que precisávamos de algo novo e aí veio você Marcos, para ocupar esta lacuna.

Abraços a todos,

Lázara Rabelo

Ivan Rezende disse...

O caminho é este: AABB (com os Presidentes pagos e comandados pelo Banco), custeando gastos com aniversário dos Superintendentes e outras regalias para os Administradores de agências; cumprida esta difícil tarefa, ocuparia um cargo na FENABB, daí para a CASSI, PREVI, sempre cumprindo a cartilha do Banco.
Sabe o que esta turma, obediente por demais, quer fazer para nós do Plano 1?
Absolutamente nada!
Então, só nos resta a criação de nossa Associação com pessoas que não estão ligadas a outras entidades que, por força dos próprios regimentos, não podem contestar ou melindrar este ou aquele órgão.
Consta do CANAEL? Então não poderá participar dos Conselhos da AAPPREVI.

Anônimo disse...

Colegas,

Se a ANABB depois de tudo que vimos continua com 100 mil sócios, perdi minhas esperanças de que consigamos nos rebelar e lutar contra qualquer coisa (pessimismo ou realismo).

Abraços!

Anônimo disse...

Prezado Ivan Rezende,

Suas colocações estão cobertas de razão. De nada adianta fazer uma cópia do que já existe. Sem ingenuidades, por favor...
Força Marcos!!! É preciso persistir. Estou na aguardo das próximas etapas.

Anônimo disse...

E blefe que a Anabb tem 100 mil socios.No site,ela esta convocando
e dando presentinhos.......
Se depender de mim ela vai pelos ares.
Sandra
Favor publicar.

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Entendo como pontual o momento para que se aborde o tema mudança de comportamento. Assim, peço licença para me referir especificamente àqueles dirigentes que se perpetuam no poder e continuam integrando essas associações e federações que se dizem ou se arvoram em representar os interesses dos aposentados e das pensionistas do “PB-1”. A partir da chegada de 2010 eles se tornaram bastante participativos, emitindo opiniões regularmente aqui e nos outros espaços existentes. Dão uma alfinetada aqui, outra alfinetada ali, cometem gafes, mudam a forma de se relacionar com os bloguistas, enfim tudo o que se poderia esperar de quem nada fez até o momento em favor dos associados do “PB-1” e deseja se colocar bem à frente dos holofotes em ano de eleições para a Previ. Nunca é demais lembrar que todos eles são integrantes do CANAEL e, com certeza, não enganarão mais uma vez aos colegas frequentadores do “Previ Plano 1”.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Presidente do BB empossa presidente da CASSI.

Em nenhum moimento, em toda a solenidade, falou-se em aposentados ou pensionistas, os fundadores da Instituição:

Bendine ressaltou que os temas referentes à Caixa de Assistência precisam ser do interesse de todos. "A CASSI não é uma responsabilidade delegada apenas ao seu presidente, diretores, Conselho Deliberativo e Conselho Diretor do Banco do Brasil. Não pode ser uma relação unilateral; tem que ser vivida a cada dia pelos funcionários do BB", disse”. Site PREVI.

Anônimo disse...

As palavras do Presidente do BB, parecem lucidas. Que tal dar o mesmo tratamento à Previ?.
Não deixar que só BB use e abuse da Reserva Especial? Que tal respeitar os aposentados que ajudaram a construir esse Banco?
Será que o BB não é capaz de produzir resultado financeiro positivo sem se utilizar, constantemente, de uma prerrogativa da CVM? Será que todo ano acontecerá um "fato relevante" pelo mesmo motivo? Assim, deixará de ser "fato relevante".

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
No site da Anapar consta notícia datada de hoje, 03.02.2010, cujo título é “Funcef: Superávit de R$ 2,2 milhões”. Separei alguns trechos que peço licença para transcrever abaixo. De se notar o fato de que a Funcef vem concedendo reajustes reais das aposentadorias e pensões desde 2006, apesar de não ser o maior fundo de pensão da América Latina e nem do Brasil e ter superávit bem inferior ao do maior fundo de pensão da América Latina e do Brasil.
“No ano passado o fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal conseguiu não só zerar as perdas de 2008 como chegou, ao final do exercício, com um superávit de R$ 2,2 bilhões. O balanço da entidade foi divulgado ontem pelo seu presidente, Guilherme Lacerda. Com o bom resultado do ano apssado, a Funcef vai separar R$ 315 milhões para o Fundo de Revisão de Benefícios, que tem garantido aos participantes dos planos antigos da entidade reajuste real das aposentadorias e pensões desde 2006. " O valor desses benefícios ficou muito defasado ao longo do tempo", explicou Lacerda. Atualmente a Funcef conta com 105.505 associados, o equivalente a 90% dos funcionários da Caixa. Os participantes ativos somam 75.586, enquanto chega a 29.919 o número de aposentados e pensionistas”.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Atenção Sérgio Rosa.

Que tal pedir umas aulinhas ao Guilherme Lacerda?
Quem sabe ele conhece a cura para a incompetência!

Anônimo disse...

Marcos e colegas,
O Balancete de dezembro/2009 da Previ já está no site (demonstrativos). A Reserva Especial é de R$ 25.955 mi. Acredito que é este o resultado que irá constar do Balanço Anual.Resta saber quanto sobrará depois dos 3(tres) fatos relevantes.

Anônimo disse...

Pode ser que eu esteja errado MAS:

a - A ANABB deve estar com menos de 100 mil sócios e com dificuldade de conseguir novos entre os novos funcionários do BB. Porquê? Simplesmente porque os novos encaram o BB somente como uma passagem rápida em suas careiras (almejam vôos maiores);

b - A questão dos aumentos para os aposentados e pensionistas da PREVI X FUNCEF é a mesma situação que existia antigamente no BB (para funcionários da ativa ) e não na PREVI. É o número de pessoas beneficiadas (para eles a "boiada" - é assim que nos enxergam). Quando o BB tinha mais de 120 mil funcionários a direção pegava o antigo manual de pessoal, folheava e dizia. É muito (1% a mais de aumento) para muita gente. Agora os papéis se inverteram. Como na ativa são 33.815 do plano 1 e aposentados e pensionista são 87.239 todas as melhoras vão para o pessoal da ativa.

Quando isto acontecer, também, na FUNCEF vocês verão o tratamento que será dado para os aposentados/pensionistas daquele fundo.

Pedro.

Anônimo disse...

Conforme notícias recentes, a FUNCEF concederá uma melhoria de benefícios aos aposentados da CEF com base nos resultados de 2009. Será que a tal Resolução 26 só vale para os aposentados da PREVI-Plano 1. Alguém pode explicar?

Anônimo disse...

Colegas,

A ANABB usa uma tática de guerra para manter seus associados. Quando pedimos para nos desfiliar, eles consultam se o associado tem alguma ação pela Anabb em andamento e logo avisam se saires os honorários advocatícios serão por tua conta. E ai associado "resolve" permanecer na Entidade. Ou seja ou dá ou desce.

Viva nossos representantes!!

mariano branquinho disse...

Mais uma vez parabéns Jorge Teixeira, pelo seu comentário de 3.2.10 às 02.16, lhe acompanho desde o início do blog da Cecilia. Precisamos de pessoas como você e o Marcos Cordeiro, para cargos de direção na nossa AAPPREVI. Vamos lutar pelo que é dos aposentados e pensionistas. Só o Banco tem direito?
Abraços Mariano Branquinho

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro Jorge Teixeira.

O Mariano Branquinho é mais um nome de peso a indicá-lo para a direção da AAPPREVI. Nunca estive sozinho nesse chamamento e agora, ao engrossar o coro, o Mariano também exige sua presença. Compareça.

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Por entender que se trata de assunto do interesse dos aposentados e das pensionistas do “PB-1”, peço licença para transcrever abaixo comentário de hoje que retirei do blog da nossa colega Cecília:
”:: Cecília Garcez :: disse...
Colega Anônimo de 02/02 às 14:53h
Já foi aprovado pela Diretoria e Conselho Deliberativo que as contruibuições continuem suspensas até março/10.
3 de fevereiro de 2010 10:20”

Anônimo disse...

So para lembrar: Mes que vem e Março.E o superavit?So o banco leva?
Sandra

Anônimo disse...

Prezado Anônimo de 3.2.10 às 09:34hs

Também fizeram isto comigo. Não adiantou, exigi o cancelamento. Procedi da seguinte forma:
- a) Contatei com Escritório responsável pela Ação 1/3 IRPF, no meu caso: Ivo Evangelista de Ávila S/C Advogados
SAS Quadra 06, Bloco "K", Ed. Belvedere, Sala 1.102, Brasília, Distrito Federal
Tel/Fax: (61) 3226.9800 - www.ivoavila.adv.br -atendimento@ivoavila.adv.br
- b) Mandei carta com firma reconhecida referente ao pedido de desfiliação, para Anabb.

Das informações prestadas pelo Escritório --por fone e E-Mail -- nada posso reclamar. São tempestivas e esclarecedoras, ao contrário do que a ANABB costuma fazer com seus associados, confusas e defasadas.

Então, não leve muito em conta esta questão dos honorários pois tudo é negociável com escritório. E esta pressão que a ANABB faz não passa mesmo é de terrorismo barato.

Ivan Rezende disse...

Aconteceram alguns post e vários comentários, desde a criação deste blog, a respeito da Isa Musa pois ela consta do Canael por ocupar vários cargos. As atitudes dela, contudo, com relação à AAPREVI, ao filiar à associação, ao divulgá-la, carinhosamente, no site da FAABB, ao encabeçar manifesto (Nota Conjunta) e, principalmente em participar ativamente deste blog, não há como adjetivá-la de pessoa/dirigente com representatividade séria bastante na luta pelos nossos ideais.

Ivan Rezende disse...

" não há como não adjetivá-la de pessoa/dirigente com representatividade séria bastante na luta pelos nossos ideais"
Retificando comentário 15:58, de 04.03.10