sexta-feira, 30 de julho de 2010

Leviandade

Ilustríssimo Senhor Raposo.

Custo a crer que quem escreveu a carta abaixo seja o mesmo Antonio Carlos Raposo, um dos líderes do UNAP-BB, que tem trocado gentilezas comigo em e-mails particularmente dirigidos, desprovidos do ranço que aqui emana e da leviana formação de juízo a meu respeito.
De todo modo, e seja quem for, aguardo reparação à altura das ofensas gratuitas registradas. A carta me chegou por acaso, creio, como cópia oculta em mensagem endereçada coletivamente. O e-mail foi recebido hoje, às 13h40min.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 30/07/2010.

“Caro Joaquim,

As pessoas distorcem os fatos e as palavras ao sabor dos seus interesses. Para isso, se utilizam de sofismas ou de meias verdades. O assunto atual é um vasto exemplo dessa prática.

1. Pra começar: ninguém falou nada de passeata; a proposta feita é de uma manifestação pacífica consistente em um abraço em torno do prédio da Previ. Portanto, mudar a proposta já é uma sacanagem desonesta. rs

2. O resultado da enquete - independente de outras considerações - apenas reflete o que todo mundo está careca de saber: que é preciso sair dessa cômoda inércia que se apoderou das nossas associações e das nossas "lideranças" de papel; todo mundo concorda que é preciso fazer algo e logo. Só essas nossas lideranças, que estão encasteladas nas entidades há anos (mamando no mínimo, poder), é que querem continuar nas suas boquinhas. Nesses 12% estão esses e outros poucos que preferem não resistir, por diversos motivos. Alguns até defensáveis.

3. Cada parágrafo escrito contém meias verdades, verdades parciais. Nem vou perder tempo rebatendo cada um. Fica evidente que se partiu de um objetivo definido, de condenar o ato, e se ficou tentando justificá-lo. Em alguns pontos, exala o conservadorismo de direita (pleonasmo, rs) tão impregnado em nossa sociedade pela ditadura militar (classe ordeira, educada e pacífica em que nos inserimos. Não podemos, em nenhum momento, deixar margem a que nos comparem a grupos extremistas, políticos ou não). Retrato de uma mentalidade tacanha e marota que vende a balela de que lutar por um direito é ir contra a ordem, é ser extremista. Papo de patrão, papo de militar.

4. Os interessados em que as coisas continuem como estão - Banco, Previ e lideranças encasteladas nas Associações e Conselhos - não escreveriam coisa melhor. Ou será que não foi destas últimas que saiu a inspiração do autor do texto? Também não conheço o Marcos mas sei ler e analiso minimamente as coisas que vejo.
Está claro que a Dona Isa alimenta o blog, com frequência. Apesar de alertado, ele não retificou a falsa informação/notícia de que foi a FAABB quem entregou a carta ao Presidente da Previ, e ainda manteve a mentira de que a carta entregue tinha aquele final que não tinha. Por que será???
Supondo que tenha havido um equívoco inicial, não seria esperado que se fizesse o reparo? Voltando ao início, depende. Depende de que lado e de que interesses a pessoa esteja e defenda.

abs

Raposo”

21 comentários:

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Estamos no Twitter! Siga-nos!
http://twitter.com/previplano1

Colegas, para propagar tamanha irresponsabilidade nada melhor que essa espetacular ferramenta de divulgação.

Anônimo disse...

Marcos paseata e manifestação e o mesmo ok temos que tomar nossas atitude

Anônimo disse...

Raposo para presidente da AAPPREVI!!!

Anônimo disse...

Como sempre, a resposta às críticas se dá de modo arrogante...

Ari disse...

Amigo Marcos,

É difícil o trato com alguns seres humanos. Inicialmente posam de cordeirinhos mas no final se revelam raposas felpudas. Isto faz parte da vida daqueles que lutam por melhores dias para os integrantes do PB1, principalmente aqueles que recebem os menores proventos. Repudiamos o comentário do sr. Raposo, que nada faz para melhorar a nossa situação, ao contrário, atira pedras em quem está procurando alternativas para melhoria de todos. A enquete "manifestação de protesto" confundida pelo sr. Raposo como "passeata" já deu um salto gigantesco no quesito participações. De pouco mais de cem na primeira enquete realizada pelo blog, para 456 nesta. Isto demonstra a força do blog. Estamos incomodando, fazendo barulho, dizendo a que viemos. E ainda não temos 1 aninho de vida!
Prossiga, Marcos, nesta dinâmica surpreendente. Nem sempre vamos acertar. O importante é não ter medo de errar. Sou seu aliado para o que der e vier.

Anônimo disse...

Prosseguimos, em frente !
Vamos em caravana, que os latidos da cachorrada espante as raposas...

Pedro Paulo disse...

Sr. Marcos,


Isso que está acontecendo é muito natural. Os poderosos estão ficando incomodados com o crescimento e a credibilidade da AAPPREVI. Essas outras associações, repletas de ex medalhões nada fazem a não ser arrecadarem contribuições e se locupletarem dos cargos que defendem com unhas e dentes( ou melhor dentaduras).
Essas atitudes demonstram desespero. Os colegas estão caindo na real e percebendo o tamanho da ineficiência delas. Vocês em pouquíssimo tempo já fizeram mais do que elas ao longo do tempo.
Esse foi apenas o primeiro round. Fortaleça-se, pois eles estão apenas começando. Acho até bom que isso venha acontecendo, pois assim eles mostram as suas caras.
CORAGEM, ESTAMOS CONTIGO E COM A AAPPREVI.

Anônimo disse...

Marcos,com certeza muita gente esta incomodada com os nossos planos por isso,tentam queimar a sua imagem,ou seja, da AAPPREVI.
Sigamos em frente.Deus esta conosco.
E tem mais, os colegas que acreditam nas ultimas noticias sobre ES,Willian Bento e bla bla bla, estao se iludindo.Nao esqueçam que a promessa ja foi feita e nao cumprida.
E MAIS UMA ENROLAÇAO!!!!!
Sandra

Anônimo disse...

Marcos,

Independentemente do que o Raposo escreveu, os comentários dos colegas estão repletos de falhas e enganos. Estou sem tempo para esclarecer, saindo para uma viagem. Peço a sua gentileza para informar/esclarecer aos colegas que leem o seu blog.
Inclusive quero comentar que o grande número de participação na sua pesquisa deve-se em parte a divulgação que fiz em todos os grupos pedindo para os colegas votarem.
abraços/Daisy

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Quem assina o comentário acima (19:21), ao que suponho é Daisy de Freitas Saccomandi que pertence à direção do grupo UNAP-BB. Aguardemos o que tem a dizer no retorno de sua viagem.

Rogério Luiz Carvalho disse...

Boa noite Marcos,estou começando a ficar preocupado com os últimos acontecimentos, inclusive posso te dizer que os ataques ou quem sabe disparates não é pessoal, pois, cheguei agora em casa. mais de meia noite, lendo as utimas noticias acho que estamos ferindo suscetibilidades, e a coisa é contra a Aapprevi se não vejamos o que segue: Gostaria que o coléga Presidente divulgasse uma circular dirigida aos diretores da nossa associação, a qual não me lembro a data, que tratava nada mais solicitando uma força dos diretores em visitar e até participar no site da Unap-BB, devido as boas relações com o coléga Raposo e para retribuirmos também, tudo aquilo que o mesmo vinha divulgando de nossa associação, e portanto acho que está havendo um mal entendido,e a coléga Daisy vai esclarecer. Portanto Marcos, segue em frente com essa garra que tens e com os
colégas de diretoria te ajudando e
apoiando a nossa AAPPREVI se tornará grande para defender todoos participantes do plano de beneficios l. Abraços e não esmoreça, continues sendo o que tu és, e que Deus nos abençoe a todos,
Rogério Luiz Carvalho.

GILVAN REBOUÇAS disse...

TESOURARIA AAPRREVI.

Solicitamos gentilmente aos associados que se abstenham de quitarem suas mensalidades através da sistemática de depósito pelo envelope. Essa prática torna impossível detectar quem foi o depositante e a mensalidade fica em aberto.
Pedimos aos colegas que se utilizaram dessa prática remeter-nos o número do envelope para que possamos efetuar a devida quitação.


Atenciosamente,


Gilvan Rebouças.

Vice Presidente Financeiro - AAPPREVI.

Anônimo disse...

Fiz um comentário sem termos chulos, apenas manifestando minha discordância acerca de como as críticas são recebidas pelo presidente da AAPPREVI, e o mesmo foi censurado. Parece que o Raposo tem razão, e mais cedo ou mais tarde as pessoas se revelam!

Jane Torres de Melo disse...

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos."
(FERNANDO PESSOA).

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caros Colegas.

A AAPPREVI não é fruto do trabalho individual. Ela é formada pelo esforço de muitos, entre eles a Rosalina. Por isso não posso guardar essa mensagem para satisfazer meu ego, é meu dever dividi-la com os que fazem a associação: dirigentes, associados e simpatizantes que aqui comparecem com seus comentários. Eis a razão por quê pedi autorização para publicá-la, no que fui atendido.

Prezado Marcos Cordeiro.

Autorizado a publicação.
Vamos até as últimas conseqüências juntos, esta Diretoria sempre estará unida.
Conte sempre comigo.

Atenciosamente
Rosalina de Souza


Prezado Colega Marcos Cordeiro.

A Verdade

Conhecida também por franqueza ou veracidade e ainda por diversos outros sinônimos, por definição, esta virtude leva o homem a inclinar-se em tornar coerentes suas convicções e suas atitudes e palavras. Decorre do amor de Deus, caminho, verdade, vida, e está tão oposto à mentira e à falsidade quanto o inimigo de Deus está adverso ao Cristo. Com efeito, se Jesus é a Verdade, o Maligno é o pai da mentira.
Quando a sua pessoa resolveu sair em defesa dos aposentados e das pensionistas do PB-1 da Previ sabia que muitos obstáculos se seguiriam pelo caminho.
Estamos mexendo com pessoas na sua grande maioria sem escrúpulos, que acostumaram a mandar e desmandar sem ter ninguém para fiscalizar.
Este é o preço que se paga por dizer a verdade, a Isa Musa de Noronha tem sigo igualmente e injustamente criticada, porque são os únicos que prontificaram a nos ajudar.
Marcos não é fácil abdicar de rotinas, a sua família teve que mudar rotinas para salvaguardar Direitos usurpados pelos mandatários que hora regem a Previ, sobre o pretexto de bem gerir nosso patrimônio.
Este Senhor "Raposo" foi infeliz nesta declaração, pra mim ele cometeu a mentira perniciosa, constitui a manifestação mais nefasta de atentado contra a verdade. Visa diretamente estabelecer a discórdia entre os freqüentadores do blog.
Mais uma vez registro minha solidariedade, estamos com você nesta caminhada até o fim, e sem sombra de dúvidas a vitória não será sua e nem minha mais de 121 mil famílias, muitas sofrendo, vivendo angustiadas, faltando até mesmo o pão nas suas mesas. O que é símbolo de riqueza e prosperidade chamada "Previ" não reflete a verdadeira situação dentro dos nossos lares.
Não me dirigi a você através do Blog porque creio que quanto menos lenha na fogueira melhor, e minha saúde estes dias não anda nada bem, mas creio que estamos próximo de uma solução mesmo que paliativa através da revisão do ES.
Marcos não se trata de demagogia barata minha, mas creia seu "Galardão" está escrito no livro da vida, não brinco com coisas sérias, mas creia o blog previplano1 tem sido remédio para muitos dos nossos sofrimentos, a cada matéria posta, isso que mexe com os que tiveram ferramentas capazes de promover muitas mudanças, mas a riqueza dos números em suas contas bancárias é que nunca os deixou comover.
Fica uma pergunta no ar, até quando eles vão perturbar? Ao invés de copiar um modelo que está dando certo e unir forças para a grande batalha, cuidam dos SAQUES agora feitos ainda com mais freqüência sobre os SUPERAVITS.

Saudações Amigo Marcos Cordeiro extensivo a Família também.

Atenciosamente

Rosalina de Souza

Anônimo disse...

Prezado Marcos,

Meus cumprimentos pelo excente post: "Enquete Encerrada".
Votei contra a manifestação em frente ao prédio da PREVI porque imaginei, e continuo imaginando, que poderia provocar resultados negativos aos nossos pleitos. Sabe-se que nós, servidores do Banco do Brasil, sempre fomos criticados pela mídia insuflada pelos interesses contrariados, em especial, gananciosos banqueiros privados,considerando-nos beneficiários de recursos do Tesouro, como se o Banco dependesse de verbas orçamentárias para custeio de despesas de pessoal. Muitos ainda acreditam que nossas aposentadoris são cuasteadas pelo Tesouro.
Quanto às críticas do Raposo, penso que ele se equivocou, pois, se referiu à passeatas, o que não foi cogitado.
Continue assim, sempre combativo e apaludido pelos frequentadores do Blog.

Abraço do

Valentim (Carlos Valentim Filho)

Joinville (SC)

Anônimo disse...

Vê-se que este blog já não é o que foi. Enviei comentário e não foi publicado. Democracia é bonito, não é? Ainda mais quando se fundou uma associação tendo a democracia como premissa. Por isso que a AAPPREVI tem tão poucos associados... Funcionário do BB é esperto e cheira armadilha de longe...

Anônimo disse...

sr. das 21:02, 31 07 2010.

Vosselência, nunca foi e nem será Colega do Banco do Brasil, na ativa ou aposentado.

Anônimo

Anônimo disse...

ESCREVEM TANTOS, DOTOS E MUITOSCOM POUCO ENTENDIMENTOS. VARIAS VERTENTES SE CRIAM E NADA ACONTECE.
LEIO, LEIO E LEIO, E SOU NADA PARA
FALAR OU FAZER ALGUMA COISA. OS DESMANDOS SÃO INCOMENSURAVEIS. QUEM SERA? QUEM SERA? QUE RESOLVERA
ALGUMA COISA JUNTO A BB/PREVI QUE PODERA FAZER ALGUMA COISA PELOS APOSENTADOS. PAGAMOS JUROS, IR DESCONTADOS EM SALARIOS,SUPERAVIT
MISTERIOSO, QUEM SERA ESTE HOMEM/AMIGO QUE DEUS CAPACITARA PARA FAZER ALGO. MAS CREIO QUE UM SE DESTACARA. ESPERO QUE ACONTEÇA, ANTES QUE MUITOS DE NOS DESÇA AO TUMULO. PARABENS AO SR. ZILTON TADEU. GOSTO DEMAIS DE SUAS EXPLANAÇÕES SOBRE TODOS OS NOVOS ASSUNTOS E MUDANÇAS.

Jane Torres de Melo disse...

Hoje é um dia especial !!
A todos os Pais o meu carinho :


Pai, paizão !

Este homem que eu admiro tanto,

com todas as suas virtudes e também com seus limites.

Este homem com olhar de menino, sempre pronto e atento,

mostrando-me o caminho da vida, que está pela frente.

Este mestre contador de histórias

traz em seu coração tantas memórias,

espalha no meu caminhar muitas esperanças,

certezas e confiança.

Este homem alegre e brincalhão,

mas também, às vezes, silencioso e pensativo,

homem de fé e grande luta,

sensível e generoso.

O abraço aconchegante a me acolher, este homem,

meu pai, com quem aprendo a viver.

Pai, paizinho, paizão...

meu velho, meu grande amigão, conselheiro e leal amigo:

infinito é teu coração.

Obrigado, pai, por orientar o meu caminho,

feito de lutas e incertezas,

mas também de muitas esperanças e sonhos!

Que seu dia seja muito feliz!

Abraços,

Jane

Anonymous Observer disse...

Prezado Senhor Gilvan Rebouças:
Estão os Senhores cobertos de razão ao defender seus direitos. Essa história do Banco do Brasil (Governo Federal) usar a PREVI para interesses outros que não a previdência precisa acabar.
Só gostaria de lembrar alguns fatos.
Na época do terror pré PDV 1995, ao que me consta, 28 (vinte e oito) colegas suicidaram-se, não suportando as perseguições e ameaças. Considero-os mártires de uma época de triste memória. Citem-se ainda os milhares de casos de depressão e outras doenças decorrentes da pressão inominável praticada pelos "chefes" naquele período.
O PDV de 1995 possibilitou um grande superávit à PREVI, em grande parte repassado ao Banco.
Poucos dos que agora, justamente, lutam pela sua parte no superávit, não conheceram ou não lembram do sofrimento de famílias inteiras vivendo em incertezas e angústias quanto ao futuro.
Saí no PDV DE 1995 e desde 1997 sou parte em ação que pretende receber os expurgos inflacionários decorrentes de planos econômicos, isso apenas em relação ao 1/3 descontado em folha, que nos foi devolvido na época do desligamento. Nessa ação, após aproximadamente 10 (dez) anos, determinou o juiz o pagamento do valor incontroverso, qual seja, aquele constantes das planilhas da própria PREVI, valores 60% abaixo de resultados encontrados por outros peritos contábeis, inclusive o cálculo do perito indicado pelo próprio juízo.
Muitos há que ainda não receberam nada desses expurgos inflacionários.
Não sei se no superávit agora discutido está contemplado o pagamento do contencioso judicial relacionado com o PDV. São milhares e milhares de ações em todo o Brasil, na iminência de súmula do STJ para determinar o pagamento e a sua forma.
A PREVI paga advogados proteladores e procrastinadores para adiar indefinidamente essa responsabilidade.
Acontece que, não estando prevista essa reserva no cálculo do superávit, temos uma evidente fraude contábil para beneficiar uns e prejudicar outros.
Essa eventual fraude é crime econômico, que possibilita ação judicial para requerer o embargo de toda a operação.
Seria mais fácil e mais honesto que a PREVI pagasse o que deve antes de distribuir "superávit".
Honestidade é uma virtude mal vista hoje, no país dos espertos, da lei do mais forte, da lei da selva, mas pode tornar algumas litígios mais. simples e fáceis.
Atentem para esses fatos e saibam que, se as dívidas com o PDV não estiverem contempladas, serei um dos primeiros, já na próxima semana, a protocolizar ação nos Tribunais Superiores para pedir apuração de todos os fatos. Logo haverá milhares de ações de mesmo teor para consideração dos Excelentíssimos Senhores Ministros.
Pelo que vejo das atitudes da PREVI em juízo, vorazmente lançando-se sobre seus créditos e pachorrentamente desconsiderando suas dívidas, teremos aí uma contenda para mais de 15 (quinze) anos.
Algo a ser considerado.
Respeitosamente,
Álvaro Cristiano Reis.
Brasília - DF