quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Valerá a pena?

Caros Colegas.

Um pouco de reflexão neste momento servirá para amenizar as tensões que ainda teimam em nos atanazar a mente.

A mensalidade da AAPPREVI não deve ser encarada simplesmente como mais uma despesa a onerar nosso combalido orçamento. Alguns dirão que dez reais a mais ou a menos não influirão em nada. Não é bem assim, pois com essa quantia se compra muita coisa útil: um quilo de carne, por exemplo. No entanto, se encararmos a questão pelo lado prático, chegaremos à conclusão de que essa despesa mensal tem retorno garantido, e com lucro. Mal comparando com um jornal diário, ao custo médio de dois reais, somente aí já teremos argumento suficiente para justificar o gasto.

Muito embora sejam coisas diferentes, as notícias disponibilizadas no site da associação e no blog não estão disponíveis em nenhum lugar que se assemelhe, e com as atualidades das informações. Isto não está no Jornal Nacional, na mídia impressa ou nos sites das outras associações, que não imprimem a mesma dinâmica de divulgação. Seria o caso de se perguntar onde o aposentado ou pensionista tem à disposição, vinte e quatro horas por dia, um veículo que responda quase que em tempo real aos seus questionamentos acerca dos mais variados assuntos de um universo particular: enquadramentos jurídicos sobre questões previdenciárias, notícias da PREVI/CASSI/BB e de associações e comunicados dos Órgãos vinculados aos participantes do PB1. Some-se a tudo isto o prazer de ligar o computador logo cedo e se deparar com notícias aguardadas ansiosamente e não encontradas em nenhum outro espaço. Coisas como um novo empréstimo disponível; o resultado de uma reunião havida; a orientação sobre quais candidatos às chapas da PREVI e da CASSI são confiáveis; resultados de votações, etc. Com a agravante de que ninguém precisa se preocupoar com quem esteja do outro lado da linha ou à frente do computador; se dorme muito ou pouco; se recebe ou não para assim agir; se há prejuizo financeiro ou quanto ganha pelo trabalho - nada disso é debitado à consciência ou ao bolso do associado.

E o que dizer das ações judiciais gratuitas? No momento a AAPPREVI tem duas ajuizadas estando em vias de ajuizar outras duas. O conjunto delas e as que sucederem tem o preço simbólico de apenas dez reais mensais. Nada, além disso, desde o inicio até o resultado da “batida do martelo”.

Há, ainda, a possibilidade de o associado lançar-se candidato nas chapas que a associação lançar futuramente, podendo até tirar algum proveito disso, de dois modos: sentir-se realizado por ter capacidade de defender os colegas, hoje desamparados e, ainda, auferir gordos salários nos postos que galgar. Mas isto não é assunto nosso e não serve para cargos na AAPPREVI. Também se vier com esse pensamento melhor será manter-se afastado de nós. Aqui temos a satisfação de servir, mas nem de longe se cogita receber vantagens financeiras – o estatuto não permite e a consciência não aceita. Se for portador de honestidade de propósitos e merecedor da nossa confiança, teremos prazer em fazer as indicações, mas o salário lá no cargo fica por conta da entidade bonachona, pois aqui só cuidamos de trabalho – muito trabalho.

Junte-se a tudo isto a comodidade de ter como desabafar as mágoas provocadas pelo mau atendimento das entidades que deveriam nos servir e, conscientes de que para isto contamos com o blog e o telefone da associação, podemos fechar a conta, pois sabemos que do outro lado encontramos pessoas que relegaram seus afazeres para trabalhar de graça pelo prazer de servir ao próximo.

Então, quanto vale essas coisinhas? Dez reais é muito?

Que tal preencher a ficha de Inscrição à AAPREVI e tornar-se um dos nossos? A partir do momento da filiação o novo sócio estará contribuindo para tornar mais suave a vida de outros colegas iguais a ele, carentes de quem os defenda das garras do Banco do Brasil e da PREVI.

Junte-se a nós. Mas, se isto significar um quilo de carne a menos na sua mesa não se reocupe, nós entenderemos a falta que nos faz – deixe que outro melhor aquinhoado ocupe o seu lugar.


Associe-se.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 23/09/2010.

62 comentários:

Paulo Beno disse...

Concordo plenamente !
Ter a informação ágil e correta "Não Tem Prêço"
(parodiando aquele comercial!).

Gostaria de obter a seguinte informação:
Dentro do PB1 convivem 120 mil assistidos.
Sabemos quanto são os ativos e suas faixas etárias, bem como os aposentados, certo?
PORÉM, quantos formam os "GRUPOS", p.ex.:
Grupo Pré-67: Quantos eram em 1967 quantos são hoje ?
Grupo Pré-97: Quantos eram em 1997 e quantos são hoje ?
Grupo Pós 24/12/1997: Quantos são do Plano 1, visto tratar-se de um plano "fechado desde 1997"?

Por último: Por faixa etária (tabela da PREVI), onde situam-se as 18 mil pensionistas ?

(Já indaguei à PREVI, e disseram-me que a matéria poderia ser objeto de ampla reportagem, 'MAS ESTÁ EM ESTUDOS (?)"...(já fazem uns 2 anos...)

Obrigado (Quem souber, Divulgue !)

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Chico Alves deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Nada mudou":

Endosso plenamente o posicionamento do colega Pedro Paulo. Sou sócio da AAPREVI desde a sua fundação, tendo manifestado meu apoio quando foi divulgado pelo Marcos a intenção de fundar a Associação. Entendo perfeitamente que muitos relutam, em seus comentários, em se identificar, é um direito que todos têm, usa quem quer. Eu pergunto aos colegas que efetivamente estão dispostos a enfrentar as "feras": Será que o Marcos Cordeiro, comandando esse exercito Brancaleone de Anônimos tem força para enfrentar e vencer os poderosos da Previ, do BB, e demais entidades que se posicionam contra nós, se a maioria sequer tem coragem de se associar? Do outro lado não existem anônimos, todos são bem conhecidos e identicidados. Só tem cobra criada. Que legitimidade terá o nosso presidente Marcos ao sentar-se à mesa de negociações reivindicando direitos de anônimos? êle vai apresentar um abaixo-assinado de anônimos? Quem já foi presidente de clube de serviço, clube social, associação de classe, sabe muito bem como essa coisa funciona. A maioria esmagadora dos associados cruzam os braços e deixam os problemas unicamente para o seu presidente. Qualquer movimento, seja êle qual for, só obterá sucesso se houver coesão entre os seus membros. Apenas choraminguar não leva a nada. Desculpem a franqueza, mas não dá para fazer por menos.
Associado AAPREVI

antonia disse...

Respondendo ao anonimo do comentário "nada mudou" de 23/09 10:45.

Ainda a respeito da transferencia do crédito de salario para outra instituição financeira:
A carta gerada pelo sistema CRS tem o seguinte teor:
1- seu nome, qualificação e e declaração de opção pela transferencia
2- Autorizo a transferencia automatica dos créditos de salario conf. abaixa:
DE:
BB, ag. conta
PARA:
Dados do destino
3- Estou ciente de que:
a) eventuais descontos relativos a parcelas de operações de emprestimos, de financiamento ou de arrendamento mercantil, serão debitados na conta de registro.
b) no caso de qualquer alteração nos dados para transferencia do crédito, o BB deverá ser informado com 5 dias de antecedência.

É mais ou menos assim, e sua conta do BB fica normal, só não tem o crédito dos proventos, que por sinal nem entra. E quanto aos débitos são feitos normalmente, porém é necessário que voce tenha saldo, faça depositos. No meu caso, não tenho empréstimos, mas tenho o débito do imposto de renda e o débito da AAPPREVI que são feitos normalmente sem problemas.

ATENÇÃO, TEM UM PROBLEMA, PENSEM BEM PORQUE QUANDO O DIA 20 CAI NO FINAL DE SEMANA OU NA SEGUNDA, DIFERENTEMENTE DO bb, O CRÉDITO SÓ ENTRARÁ NA SEGUNDA A NOITE DISPONHBILIZANDO SOMENTE NA TERÇA-FEIRA.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Na PREVI a burocracia é a última que morre... Ali o e-mail não tem o reconhecimento que a Lei lhe faculta. Mas, fazer o quê? A idade da pedra lascada terminou ontem...

Senhor Marcos,

As consignações da folha de pagamento são disciplinadas por contratos com as instituições conveniadas, nos quais constam as seguintes cláusulas, entre outras:

1. a Instituição é responsável por obter, de seus associados, autorização para que o desconto das amortizações mensais a seu favor seja realizado por meio da folha de pagamento da PREVI;

2. a Instituição deverá manter sob sua guarda a documentação comprobatória da autorização acima;

3. a Instituição será a única responsável por atender às solicitações de seus associados, referentes a cancelamento do desconto das amortizações mensais, bem como sobre qualquer tipo de esclarecimentos por eles requeridos;

4. quando solicitado o cancelamento do desconto das amortizações mensais por aposentado/pensionista da PREVI, a Instituição deverá providenciar a exclusão da cobrança em folha até o mês seguinte ao da data do recebimento do pedido;

5. o contrato poderá ser rescindido, sem comunicação prévia, por descumprimento de qualquer uma de suas cláusulas.

O associado deverá solicitar o cancelamento da consignação diretamente
à Instituição, por correspondência, de preferência com AR - Aviso de Recebimento.

Caso não seja atendido na 2ª folha de pagamento após o pedido, deverá enviar cópia da primeira carta e do Aviso de Recebimento ¿ AR à PREVI / GERAT, que entrará em contato com a Instituição.

Permanecemos à disposição.

RODRIGO DA COSTA RIBEIRO
Gerência de Atendimento
PREVI

----------------------------------------------------------------------------------------------

Data: 22/09/2010 02:25:52
Assunto: Folha de Pagamentos
Tipo: Solicitação

Mensagem:
Solicito o cancelamento da verba C639 do meu contracheque (mensalidade da APABB) em virtude da minha exclusão a pedido do quadro de sócios da Entidade.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade

Matrícula: 6808340
Nome: MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Mensagem enviada à PREVI:

Prezados Senhores,

Encareço precisar a data em que entrará em vigor o novo enquadramento do Empréstimo Simples, pois, se não bastasse a frustração reinante no seio dos tomadores pela falta de atendimento aos parâmetros solicitados, pesa agora a incerteza pela desinformação generalizada com relação ao início da contratação no novo prazo para o valor limite de cem mil reais.

Cumpro o dever de lembrar que essa informação será disponibilizada no Blog Previ Plano 1 (www.previplano1.com.br) que dá suporte à associação que dirijo: AAPPREVI – Associação dos Aposentados e Pensionistas da PREVI.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente da AAPPREVI

antonia disse...

Marcos,
Solicitei minha exclusão da AAFBB através do site clicando em "Fale conosco", fiz o email e enviei. No mesmo dia recebi a resposta que estariam encaminhando para o setor responsável para providencias, estou aguardando.

A RESPEITO DOS ANONIMOS, NÃO ENTENDO QUAL O TEMOR DE UM APOSENTADO EM SE IDENTIFICAR. DO QUE ELE TEM MEDO.QUAIS SERIAM AS REPRESÁLIAS A QUE ELE ESTARIA SUJEITO?
SE FOSSE UM COMISSIONADO DA ATIVA ATÉ SE JUSTIFICARIA NÃO É MESMO?

Mariano Branquinho disse...

Alô Antonia, referindo-me ao seu comentario de 23/09, postado às 09:42, peço-lhe encarecidamente que releia o comentário do colega CARLOS MARIANO, postado em 23/09 às 05:51. Veja também o comentário postado dia 23.09 às 05:55 ( esse sim, é deste que vos escreve).
Acredito que devo está entre os 100 primeiros que se filiaram a AAPPREVI e lutamos por mais sócios.
Abraços
MARIANO BRANQUINHO

Mariano Branquinho disse...

Alô Antonia, referindo-me ao seu comentário de 23.09 às 09:42, na parte final OBs>:, peço-lhe que releia o comentário postado pelo colega CARLOS MARIANO no dia 23.09 às 05:01. Leia também o comentário anonimo de 23.09 às 05:55 (esse sim é meu)
Acredito que devo está entre os 100 primeiros que se associaram a nossa AAPPREVI e que lutamos por mais sócios.
Abraços MARIANO BRANQUINHO

antonia disse...

Mariano branquinho, desculpe colega fiz confisão.

Anônimo disse...

Marcos, por tudo que foi dito no post e mais alguma coisa qua há de vir, sinto-me muito feliz em ter me associado à AAPPREVI. Atravès no blog previplano1 foi retirado a remela dos olhos de muitos que sofriam sem saber porquê. Acredito que eu tenha sido um dos primeiros a se filiar; arrependo-me porque tudo não aconteceu antes. Nunca tive tantas informações de que desconhecia. E àqueles que ainda relutam, que cuidem logo, pois, mais tarde, pode ser muito tarde.
Aliás, a respeito da mensalidade é bom já pensar em dar um reajustezinho, a partir do primeiro aniversário da AAPPREVI ($12,00) já seria de bom tamanho e não empobreceria a ninguém.

Anônimo disse...

Antonia,nao conte com sua desfiliaçao,eles querem sua assinatura.Voce tem que ir pessoalmente.Ja solicitei pela mesma via(Fale Conosco) e por telefone.
Sao canalhas.
AH!Ontem recebi correspondencia de um dos ladroes da Previ, o Odali, me pedindo voto.
Publicar.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

----- Original Message -----
From: ANABB
To: João Rossi Neto
Sent: Thursday, September 23, 2010 5:44 PM
Subject: Resposta da pergunta enviada para o site da ANABB


Sua resposta foi postada para o seu tema de interesse no Sistema de duvidas do site ANABB.

Pergunta:
As modificações autorizadas pela Previ nos limites e nos prazos dos empréstimos simples não eram o que os asposentados esperavam. Mas de qualquer forma, foi um avanço. O que consta é que essa ANABB não deu nenhuma contribuição para que isso acontecesse, e sequer participou da reunião feita na Afabb de São Paulo, em 20 deste. Pelo visto, nas negociações sobre os superávits que já estão sendo retomadas, ao que tudo indica essa ANABB, como o Pôncio Pilatos do século 21 também vai ficar alheia sobre o assunto. Não é sem razão, que os aposentados antes admiradores do trabalho dessa associação, hoje, acham que poderia encerrar as atividades, já que não faz falta, sendo, portanto, descartável. Possui uma forte moeda de troca que seria o voto dos mais de 100.000 associados, para negociar melhorias, mas se isso foi utilizado, certamente no interesse dos aposentados é que não foi. Normalmente os interesses particulares falam mais alto e as fatias do poder, em cargos nos Altos Escalões do Governo atraem os ambiciosos. A verdade é que ninguém sabe os motivos do marasmo dessa ANABB.

Resposta:
Prezado João, informamos que a ANABB publicou amplamente esta questão no JORNAL AÇÃO nº 203 (www.anabb.org.br/pdf/previ.pdf) e todas as propostas apresentadas no JORNAL AÇÃO nº 206 (www.anabb.org.br/jornal/acao206.pdf) serão objeto de negociação e têm chances de ser aprovadas. Em havendo novidades ou definição sobre o tema, divulgaremos amplamente em nossos informativos. Informamos, por oportuno, que ao longo de seus 24 anos de existência, a ANABB sempre buscou defender os interesses de seus associados, inclusive na esfera judicial. Contudo, relativamente à Resolução CGPC nº 26 do Lula, a ANABB sempre se posicionou contra as medidas judiciais “vitoriosas” anunciadas por algumas entidades e sindicatos de bancários contra a tal resolução. Exatamente porque nossa entidade tinha e tem clara certeza de que este era e é mais um ato teatral dos sindicatos e apenas ingênuos movimentos de entidades que ainda acreditam no poder de decisão rápida da Justiça n o Brasil. A Resolução CGPC nº 26 é política e deve ser resolvida politicamente pelos pais da matéria, ou seja, Lula e Partido dos Trabalhadores. No entanto, até agora, nada foi feito politicamente pelo governo e pelo PT para mudar esta situação. Tampouco as “vitoriosas” decisões judiciais conseguiram impedir o Banco do Brasil de contabilizar mais de R$ 7 bilhões do superávit da Previ em seu balanço. E, concretamente, durante o período de edição da Resolução CGPC nº 26 do Lula, só foram penalizados, mais uma vez, os participantes e associados da Previ. Sugerimos que verifique o inteiro teor deste informativo no link www.anabb.org.br/mostraPagina.asp?codServico=243&codPagina=37750. Agradecemos seu contato.

Atenciosamente,

Bruno Ribeiro
Atendimento ao Associado
ANABB/VIREF


Para visualizar as questões no site visite o

Mariano Branquinho disse...

Valeu Antonia, tudo bem e vamos continuar nossa luta juntos com a AAPPREVI.
Abraços Mariano Branquinho

wilson luiz disse...

A PREVI, rrrrrrrrrrrealmente, acha que somos velhinhos decrépitos e débeis mentais. Reproduzo pronunciamento de José Ricardo SASSERON, em fórum da ABRAPP. dia 17 passado:
"o participante é o dono do fundo de pensão. Tem que haver transparência e clareza na comunicação com ele, só assim podemos ter uma relação de confiança entre o participante e a instituição".
Seria cômico, se não fosse trágico.

wilson luiz disse...

Quanto mais a ANABB se declara contra a contestação da Resolução 26 na Justiça, mais me convenço que este talvez seja o melhor caminho.

Jane Torres de Melo disse...

Caro Marcos,

Eu recebi um e-mail dos Eleitos da Previ, em 21.09.2010, informando que o novo ES seria disponibilizado em 01.10.2010.
Estranho e que nao estou localizando tal mensagem na minha caixa de entrada.
So esta faltando essa para completar o espetaculo.
Francamente !!!
Jane

Eliana Maria disse...

Marcos,
Boa noite!
Paz e Bem!
Quando decidi associar-me à AAPPREVI, uma coisa que me chamou muito a atenção, se não estou enganada, é a primeira associação a se preocupar com as pensionistas. Não sou pensionista, mas conheço muitas pensionistas de colegas que trabalhei e que sentem muito desamparadas.Parabenizo você e toda sua equipe pelo entusiasmo, garra, e disponibilidade em nos manter atualizados em todos os assuntos que nos dizem respeito. O voluntariado de vocês é de dar inveja, uma inveja sadia. Obrigada por tudo, sei que sempre poderemos contar com vocês.
Fraternal abraço,
Eliana Maria

Anônimo disse...

Colegas,

Em 1997 entrei na justiça para correção do saldo do FGTS (Planos econômicos), após ter transitado nas instâncias superiores,o processo foi devolvido em 2001 para 16ª Vara da Justiça Federal para executar a sentença.Depois de 9 anos sem conseguir o desfecho final, agora, em agosto/2010 o meu advogado, Dr. Ivo, discordou da sentença exarada pelo Juiz e entrou com Agravo de Instrumento e o processo volta novamente para o TRF/STJ,onde será julgado e a novela começa de novo. São 13 anos de espera. Enquanto não houver a reforma do Código Civil para acabar com os recursos protelatórios e a litigância de má-fé, o jeito é deixar para o meu neto receber os meus direitos creditórios. Se o dinheiro a receber for de órgãos públicos e ultrapassar o teto de 60 salários-minimos, aí vai para o chamado Precatório, que nada mais é do que o calote oficializado.O que esperar de uma justiça que anda a passos de tartaruga!

Anônimo disse...

Imagino que já está na hora da AAPPREVI, começar a pensar em nomes para comporem a chapa que irá disputar a eleição para a Previ em 2012.
Será que a AAPPREVI poderia relacionar alguns nomes, outros colegas citariam mais nomes e apos contarmos com vários nomes, a AAPPREVI faria uma enquete ( tipo votação), sendo que cada associado só poderia votar uma vez.
Peço que examinem a proposta.

Anônimo disse...

Acredite se quizer,ontem recebi uma ligaçao do Lula pedindo meu voto para o Lindberg.
Agora nao falta mais nada.
E a votaçao sobre os ficha suja que
deu empate e nao tem data para a proxima....hehehehe,eta paisinho bao.
Publicar.

Anônimo disse...

Colegas, bom dia!!!!
Entrem no site da AFABB, SP, vejam a noticia!!!!!
Será verdade? Ou será mais uma enrolação?
Não acredito em mais nada que essa gente fala!!!!

Anônimo disse...

Colegas,

O SASSERON gosta tanto de transparência que se pudesse viraria fantasma, e só iria aos "empregos" para receber o salário. Até o blog Eleitos da Previ não funciona a meses, eta cabra safado.

Dá-lhe SASSERON 100% de aumento do teto, a tua aposentadoria vai ficar boa, e os outro que se ralem.

Anônimo disse...

Colega Wilson Luis,

A ANABB é contra qualquer medida judicial que possa atrapalhar os planos do Banco do Brasil. O Valmir é representante do Banco e não dos funcionários, independentemente de estar ou não na Presidência da ANABB.

Anônimo disse...

Anonimo que recebeu ligação do Lula!
Por que voce não aproveitou e falou da PREVI? Por que voce não perguntou por que ele não respondeu a carta da AAPREVI endereçada para ele? Voce perdeu uma grande oportunidade, colega!!!!
Publicar

Anônimo disse...

Colegas, como faço para sair da AFABB? E da ANABB?
Se todos saissem iriam aprender a lição!!!!!

Anônimo disse...

Pessoal, deixem a Anabb pra lá e vamos juntos com AAPPREVI ( Marcos) FAABB (Isa Musa), Valentim, Heraclito, Jorge Teixeira, Rosalina, Cavalcanti, Wilson, Gilvan Rebouças, e tantos outros, bem intencionados, lutarmos pela distribuição do superavit, a exemplo do que fez a Valia.

GILVAN REBOUÇAS disse...

COMUNICADO DA TESOURARIA.


Solicitamos ao colega que efetuou um depósito em dinheiro diretamente no caixa da agência 1077-4 (Itanhomi-MG) identificar-se, pois depósitos feitos no caixa ou envelopes são impossíveis de serem identificados.
Para que possamos dar baixa na mensalidade pedimos gentilmente informar-nos via e mail tesouraria@aapprevi.com.br


Atenciosamente,

Gilvan Rebouças
Vice Presidente Financeiro - AAPPREVI.

Carlão/Joinville disse...

Sobre as propostas visando a distribuição do Superavit, quero deixar claro que NÃO CONCORDO com a divisão com o BB conforme dispoe a Resolução 26. De acordo com o que já disse nesse blog, esse é apenas o começo para que no futuro se apoderem de todo o superavit em nome de uma "causa justa e nobre".
Se preciso, acho que poderiamos recorrer aos orgãos internacionais, denunciando o Brasil por descumprir a LC que rege a materia (o Pacto de São Jose, firmado pelo Brasil nos respalda). NÃO PODEMOS ABIR MÃO DO QUE É NOSSO. Lembrem-se daquela historia/estoria: "primeiro vieram buscar meus inimigos; depois, meus colegas, depois.......".
JUSTIÇA NELES!!!!!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Mariano Branquinho (depois do elogiável pedido de desculpas da Colega Antonia).

Há cerca de um ano convoquei os primeiros participantes do blog para conhecimento mútuo, você é o 12° da relação (46° sócio fundador da AAPPREVI). Do total dos 27, conhecidos no blog da Cecília, seis fazem parte da Diretoria da AAPPREVI, composta de dez, e é com incontido orgulho que declaro não me arrepender da escolha. Ali esses amigos começavam a povoar o meu até então solitário mundo de aposentado.

Eis o chamamento que fiz, três dias depois da criação do Blog (26/09/2009):

Marcos Cordeiro (André) disse...

Gostaria de manter contato com os Colegas abaixo, para registro dos seus endereços eletrônicos e conhecimento mútuo:

- Jonas, Jander, Plínio, Rosalina de Souza, Gilvan(São José dos Pinhais), Roberto Varella, Sérgio Figueiredo, Duca, Jorge Teixeira, Ravacci, Gasampa2003, Mariano Branquinho, Jeanne, Geraldo Guedes, Paulo e Leda Goellner, Lázara Rabelo, Airton, Ivan Rezende(Goiânia), José Omar A. Coelho.

(A ordem obedeceu à postagem dos seus comentários).

E os seguidores:

Timbaúba, Joaquim Luiz, Sérgio Inocêncio, José Benedito Monteiro, Zaidan Costa, Rogério Luiz P. de Carvalho, Zeluizteteu, Langoni.

Meu email: marcosmca@yahoo.com.br

Muitíssimo grato.
29 de setembro de 2009 07:09

Obs. Do Blog (hoje, 24/09/2010).

Dessa Seleção de convidados, sete integram a Diretoria da AAPPREVI. São eles, pela ordem do convite:

Rosalina de Souza
Gilvan Rebouças
Ravacci
Lázara Rabelo
Airton Portilho
Ivan Rezende
Rogério Luiz P. de Carvalho.

Os demais colegas citados se filiaram à AAPPREVI logo depois da fundação e atuam como colaboradores, mesmo sem cargos definidos. Apenas um não se filiou, ainda.
Logo iniciarei nova chamada e espero contar com a sorte de antes.

A AAPPREVI agradece a todos.

Marcos Cordeiro de Andrade.

Anônimo disse...

Colegas,

Estava debaixo do nosso nariz e ninguém via o motivo da PREVI segurar o realinhamento dos empréstimos simples. Foi só aproximar a data da eleição, liberaram as alterações. Agora à autorização para operar somente após o dia 03/10/10. Por segurança, é como se entregasse uma botina antes e a outra depois da abertura das urnas. Igualmente, isso vai acontecer com o superávit. Só depois do dia 03/10/10 é que as negociações serão iniciadas, ou depois de 31/10/10 se tiver segundo turno.Para o governo, isto não é malandragem, chama-se jogo democrático.

rosalina_de_souza disse...

Nada Muda!
Daqui a poucos dias teremos o primeiro turno das eleições presidenciais, restarão pouco mais de 60 dias úteis para o termino de 2010, já que os representantes de aposentados e pensionistas sempre têm férias na segunda quinzena de dezembro.
Eu pergunto?
Veremos o ano de 2010 terminar sem uma efetiva cobrança sobre uso do superávit, as migalhas do ES estão aí,mais uma vez uma vergonha,pessoas como eu que desvincularam o benefícios Do INSS terei o direito talvez a tirar uns 3 a 4 mil reais.
Como sempre migalhas, uma canalhice sem tamanhos, uma vergonha, continuamos sendo tratados como vagabundos, privilegiados etc...
Não há mais que esperarmos iniciativas vans dos Dirigentes que assenta a mesa de negociações, é simplesmente mais uma maneira de ludibriar, enganar, e postergar o que é devido aos aposentados e as pensionistas do PB-1, ou seja, a igualitária distribuição da reserva para a revisão do plano de benefícios da previ.
Quando li a nota explicativa do ES, até a maneira como eles escrevem é de forma debochada das quase 121 mil famílias do PB-1.
Eu não tenho mais esperanças, da forma como tem sido abordado o assunto superávit, este ano não veremos nada de revisão, não importa quem ganhe as eleições.
Vejo sim a necessidade urgente de começarmos a propor uma discussão séria e muito sadia sobre o rumo que devemos tomar daqui para frente, quais as iniciativas que devemos ter em mente, e se de fato e de verdade a Faabb ( Federação ) ainda desempenha a função de ouvir as suas afiliadas,formando opinião e fortalecendo as entidades que juntas deveriam cuidar dos nossos interesses, tanto de aposentados e de pensionistas .( planos PB-1 e futuro ).
É chegada a hora de cobrarmos de nós mesmo que caminho devemos seguir,para onde queremos ir, até que ponto nosso papel é de fundamental RELEVANCIA diante a inércia que esta formando quando assunto é dizer que se esta representando uma classe de aposentados ou de pensionistas.
Pelas propostas colocadas em debate, verifica-se que fundos de pensão menores que o nosso já estão formulando propostas, e sempre buscam a sintonia com os seus assistidos, coisa que não acontece dentro da previ, informações são sonegadas, cada um querendo levar os louros da noticia e nós pobres e mortais estamos a espera de dias melhores, que podem ter certeza não vira se não buscarmos medidas austeras,significativas que podem até custar o nosso sacrifício financeiro individual de cada um que busca o que é seu, ou pelo menos que esse direito seja usufruído por nossos familiares.
Não aceito nada do que estão fazendo, porque estão nos tratando como débeis mentais,e isso é inadmissível, inaceitável e injustificável.
Saudações
Rosalina de Souza
Matrícula previ 18.161.320-4

Anônimo disse...

Puramente eleitoreira este jogo da previ liberar o empréstimo simples somente após as eleições!!!

Anônimo disse...

Colega Rosalina, concordo plenamente com voce!!! A Previ esta nos tratando com deboche, nos ignorando como que fossemos verdadeiros esclerosados!!!!
Vamos pedir para algum banco fazer uma simulação da parte do inss, quem sabe tirariamos uma graninha boa!!!
Essa Chapa 3, se Deus quiser logo cairá fora! Bandidos!!! Estão com os bolsos cheios!Estão rindo as nossas custas!!
Vamos denuncia los!!!!

Anônimo disse...

Colega Rosalina!!!! Infelizmente a PREVI não autoriza o Inss a fazer emprestimo consignado!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Ofício 1 – Superávit Previ



Às Associações de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil

Sr Presidente,



A FAABB acaba de receber convite da PREVI para ir a Brasília, na próxima segunda-feira, dia 27, onde às 15 horas o Banco do Brasil nos receberá com o objetivo de elaborar uma agenda para a mesa de negociações do superávit. Lá estarei.

Nos últimos dias a notícia de que a VALIA, Fundo de Pensão dos Empregados da Companhia Vale do Rio Doce, “VALE”, acertou com representantes de seus associados a distribuição do superávit tem agitado os canais de comunicação na internet. Muitos cobram da FAABB e das Associações indagando qual seria a razão da fórmula simples adotada pela VALIA não ser adotada pela PREVI. O que a VALIA acertou com os seus foi:

“Valia: Superávit do Plano de Benefício Definido

O Conselho Deliberativo da Valia, em decisão unânime e de consenso aprovou ontem, em relação ao Superávit do Plano de Benefício Definido, as seguintes medidas:

a) pagamento de um abono, em uma única vez, de caráter excepcional, equivalente a três vezes o valor do benefício de cada aposentado e pensionista, líquido da contribuição para a Valia. O referido pagamento será realizado em até trinta dias após a publicação no Diário Oficial da União da aprovação da alteração regulamentar pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar - PREVIC;

b) pagamento em junho de 2011 e, sucessivamente, em junho dos anos seguintes, de um abono equivalente a três vezes o valor do benefício de cada aposentado e pensionista, líquido da contribuição para a Valia, enquanto durar o '"fundo de distribuição do superávit", bem como persistirem as condições legais e regulamentares para a sua concessão;

c) manutenção do pagamento mensal de 25% do valor do benefício de cada aposentado e pensionista, líquido da contribuição para a Valia, enquanto durar o "fundo de distribuição de superávit", bem como enquanto persistirem as condições legais e regulamentares para a sua concessão;”

continua...

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

...continuação

Muito provavelmente o efeito da divulgação desse acordo tenha pressionado o Patrocinador para a abertura das negociações, pois o clamor das ruas cada vez mais se faz ouvir pelos corredores de Banco e Previ. Devemos sempre levar em consideração de que a solução simples encontrada pela VALIA não é nenhuma prodigalidade daquele Fundo de Pensão. Desde 2008, a VALIA e a VALE já repartem o superávit na proporção de 50% para participantes e assistidos, 50% para a VALE, ou seja: acataram sem maiores questionamentos a Resolução 26 do Conselho de Gestão da Previdência Complementar. Para nós a demora de uma solução reside exatamente na nossa digna e justa resistência a essa excrescência legal intitulada “Resolução 26”.

Não temos muito mais o que discutir a propósito das nossas propostas. Essa discussão tem sido feita exaustivamente desde 2008 e, recentemente, sob consulta da PREVI, inúmeras Associações encaminharam o que sugerem para que a distribuição seja feita com justiça.

É de amplo conhecimento o que a maioria dos colegas aposentados e pensionistas querem. Tanto os que escreveram em 2008 respondendo a consulta coordenada pela ANABB (quando mais de 35 mil colegas sugeriram fórmulas e escolheram as que mais lhes agradavam), quanto as sugestões presentes nas discussões nos grupos da internet e nas Associações. Recentemente a manifestação do desejo de associados e associações foi enviada à PREVI por ocasião da consulta do nosso Fundo de Pensão a respeito do Planejamento Estratégico e também as formuladas na reunião promovida pela AAFBB com dirigentes, conselheiros da Previ, Contraf CUT e FAABB. Naquela reunião, ponderou-se que devemos levar à mesa as propostas mais simples de serem atendidas, mesmo porque o valor da Reserva não comporta várias destinações. Sasseron calcula que 20% do valor do benefício de cada um, pagos mensalmente para todos, enquanto existir saldo na conta Reservas, concomitantemente com aumento das pensões já esgotam o disponível para distribuição. Não obstante, devemos perseguir sempre o alcance de todas as sugestões que promovam a utilização do superávit, pois essa discussão não termina aqui. Em anos futuros teremos outros superávits e o que não for alcançado agora deverá estar sempre na pauta.

O primeiro encontro, marcado para a próxima segunda-feira, dia 27, às 15 horas, e, Brasília-DF, na DIREF (ED Sede I 2° andar) será de construção de pauta, agendamento de novas datas, etc. Do que ficar acertado darei conhecimento a todos.



Isa Musa de Noronha

Presidente

Anônimo disse...

Colega de 05:16,a ligaçao e uma gravaçao!!!!
Ou voce acha que o Lula ligaria para mim" pessoalmente".......?
Alem de tudo que voce deu ideia para eu falar,diria tambem mais umas cositas que ele com certeza nao iria gostar.
Publicar.

wilson luiz disse...

Alguém saberia nos informar quanto a PREVI vai investir na capitalização da Petrobrás??

Mariano Branquinho disse...

Valeu Marcos, e estamos aqui justamente para somarmos com nossa colega Antonia e demais que nos ajudam. Vamos em frente, vamos lutar pelo superavit, vamos lutar para formação de uma chapa para 2012 da nossa AAPPREVI. Alguém sugeriu que apresentassemos nomes. Concordo vamos fazer uma enquete. Temos mais de 1 ano. Vamos cuidar para não cometermos o erro da Chapa Semente.
Abraços
Mariano Branquinho
Obs.: Antonia, contamos com você para conseguir mais sócios para nossa AAPPREVI.

Anônimo disse...

Colegas.

Parece que nossa luta em favor da distribuição do SUPERAVIT já está tendo grande repercussão. O momento é propício para que consigamos nosso objetivo.

VAMOS EM FRENTE. VAMOS DAR O MÁXIMO APOIO À FAABB NA PESSOA DA DISTINTA COLEGA ISA.

wilson luiz disse...

Agora que o Empréstimo Simples é passado, faltando apenas a data para o começo de vigência dos novos valores e prazos, devemos focar as atenções na destinação do superávit. Parece-me cristalino que, à nossa frente, apresentam-se apenas duas opções: um acordo rápido e decente com o Patrocinador, sem a "enrolação" de anos anteriores, ou o ingresso de ação judicial exigindo o cumprimento da Lei Complementar 109.

Anônimo disse...

Colegas,

Após a leitura do comunicado da Sra. Isa, tive arrepios, no que se refere às datas das reuniões a serem agendadas, bem como sobre a distribuição "em si" dos valores acumulados em "Superavits", meio a meio.

É um despautério a divisão meio a meio com o vilão bb.

Estão entrando de gaiato, os do bb, respaldados pelo presidente que guarda R$ 200.000,00 no colchão, desprezando a poupança, no banco que "preside".

Sob a administração desse senhor, o bb dá lucro usando a Previ, que compra Milhões em ações, deposita Milhões em prazo fixo, etc... e nos deixa na rua da amargura.

Estou suspeitado de sujeira pura, o que está para ser negociado, por parte do bb.

Já está tudo escrito, porque novas reuniões, pouco antes do dia das eleições?

Meu Deus enquadre essa gente!

Anônimo disse...

É melhor fazermos como a Valia, pegarmos nossos 50% a que temos direito e aproveitarmos enquanto estamos vivos.Vermos um pouco de alento e melhores dias, do que passarmos na justiça como loucos e esperando uma decisão que com certeza favorecerá o banco já que a justiça favorece os poderosos.Mais vale um passarinho na mão que dois voando!Aposto que o pessoal da Valia tb acha isso!

Anônimo disse...

Concordo plenamente com voce Wilson Luiz!!!
Quem sabe teremos um Natal melhorzinho!!!!!

Roberto Varella disse...

CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS
A PREVI tem 5.429.928 de ON e 269.575.888 PN, para não ter a participação diluida teria de adquirir mais 34%. A conta ficou em R$ 54 milhoes para ON e R$ 2,410 bilhoes para as PN. Acho que foi bom negocio. A capitalização do BB já rendeu mais de R$ 150 milhoes, comprou a R$ 24,65 e hoje(24/09) fechou a R$ 30,30.O que temos que ficar longe é de Belo Monte, Trem Bala, etc, fiz uns cálculos e cheguei a média de 54 anos para os participante do PB1, com prazo de maturação desses investimentos previstos para 30 anos a conta não fecha visto que a tabua de sobrevivencia no nosso grupo é de 83 anos.
Roberto Varella

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Senhor Marcos,

A implantação das novas condições do Empréstimo Simples está prevista para ocorrer em 1/10/2010.

Colocamo-nos à disposição para outras consultas.

ROBERTO PEREIRA GONCALVES
Gerência de Atendimento
PREVI

----------------------------------------------------------------------------------------------

Data: 23/09/2010 17:23:40
Assunto: Empréstimo Simples
Tipo: Solicitação

Mensagem:
Prezados Senhores,

Encareço precisar a data em que entrará em vigor o novo enquadramento do Empréstimo Simples, pois, se não bastasse a frustração reinante no seio dos tomadores pela falta de atendimento aos parâmetros solicitados, pesa agora a incerteza pela desinformação generalizada com relação ao início da contratação no novo prazo para o valor limite de cem mil reais.

Cumpro o dever de lembrar que essa informação será disponibilizada no Blog Previ Plano 1 (www.previplano1.com.br) que dá suporte à associação que dirijo: AAPPREVI ¿ Associação dos Aposentados e Pensionistas da PREVI.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo da AAPPREVI


Matrícula: 6808340
Nome: MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE
E-mail: marcosmca@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Colega Wilson Luiz,
O acordo pode até sair rápido, mas esperar decencia fica mais dificil. A própria Resolução ja é uma indecencia. Veja o que pode acontecer ( pode ): Segundo a DRA
Sem a aplicação da Resolução 26 -
Res.Esp. 2009 - 25.955.621 mil
Gan.BB Contab.- 12.655,346 mil

Com a aplicação da Res. 26
Res. Esp. 2009 - 19.823.155 mil
Gan,. BB Cont. - 12.655,346 mil

Há ainda a possibilidade da Previ ter que efetuar o desenquadramento nas empresas Vale, CPFL e Neoenergia o que reduziria mais a Reserva Especial.
Vamos aguardar a 1ª Reunião e conhecer a agenda que nossa colega Isa Mussa trará.
Boa sorte, colega! Que Deus a ilumine.

Julita disse...

Marco, estou muito feliz em ter me associado a AAPREVI!!!
Agora teremos pessoas honestas para nos defender!!!!
Obrigada por voce existir!!!!

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Refiro-me ao comunicado oficial da Federação através do qual foi estabelecida a data de 27.09.2010 para início das negociações com o patrocinador objetivando a distribuição da reserva especial para revisão do plano de benefícios. Também entendo, tal qual o Colega Wilson Luis, que esperamos um acordo rápido e decente com o Patrocinador, sem a "enrolação" de anos anteriores. Como esse primeiro encontro se destina apenas a elaborar uma agenda para a mesa de negociações, penso que podemos prescindir da presença de membro da Aapprevi na reunião. Entretanto, estabelecida essa agenda, deveremos, s.m.j., pressionar (www.faabb.com.br/FaleConosco.asp) para que tenhamos pelo menos um membro do corpo diretivo da Associação incluído na mesa oficial de negociações. É o mínimo que se pode esperar de um processo sério de escolha de nomes cuja responsabilidade exclusiva e soberana deve ser da direção da Federação.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Em 22/09/10 fiz a reclamação e a sugestão abaixo à Previ.
----- Original Message -----
From: "João Rossi Neto"
To:
Sent: Thursday, September 23, 2010 4:14 PM
Subject: Fw: ATENDIMENTO PREVI


> Pelo que se infere do texto, eu não fiz só manifestação. Fiz um
> questionamento (?) e gostaria de obter uma resposta sobre os motivos que a
> VALIA já está distribuindo superávits, enquanto que essa Caixa continua
> parada.
> ----- Original Message -----
> From:
> To:
> Sent: Thursday, September 23, 2010 3:47 PM
> Subject: ATENDIMENTO PREVI
>
>
>
> Senhor Joao,
>
> Registramos sua manifestação nesta data.
>
> KLEBER MAIA LAMOUNIER DE CARVALHO
> Gerência de Atendimento
> PREVI
>
> ----------------------------------------------------------------------------------------------
>
> Data: 22/09/2010 12:44:38
> Assunto: Outros Assuntos - Superávits acumulados.
> Tipo: Reclamação
>
> Mensagem:
> De um lado, temos os assistidos e de outro o patrocinador (BB). Essa
> Caixa tem a importante função de mediadora, cabendo-lhe a missão de
> organizar encontros entre eles para discussão da distribuição dos
> superávits.
> Isto não implica em tomar partido no desfecho do assunto, mas mostrar
> a existência de Leis, Regulamentos, Resoluções, etc, que a obriga a
> deflagar o processo de negociação.
> Omitir-se, neste momento, empurrando a responsabilidade para as
> entidades representativas dos associados, também não é uma posição
> correta. È lógico que essas lideranças é que vão falar em nome dos
> aposentados, por isso essa Previ convidaria o Presidente do BB ou seu
> representante legal e os Presidentes da Contraf Cut, Comissão de Empresa,
> ANABB, FAABB, AFABBs, etc, para resolverem essa pendência.
> A Diretoria Executiva e Conselho Deliberativo correm o risco de
> responderem por descumprimento da Lei Complementar 109/2001.
> Além disso, a falta de providências causa ansiedade e indignação nos
> aposentados, que jogam sobre os ombros dessa PREVI, toda a
> responsabilidade pelo prejuízo financeiro que estão sofrendo. Por que a
> VALIA saiu na frente com relação a distribuição dos superávits?
>
> Matrícula: 4986560
> Nome: JOAO ROSSI NETO

Anônimo disse...

Acabei de receber um e-mail da Previ informando que o Ministério da Fazenda decidiu que PREVI não paga CSLL.
Em agosto, a primeira turma da Câmara Superior de Recursos Fiscais do Ministério da Fazenda deu ganho de causa à PREVI em processo administrativo iniciado em 2002. O valor atualizado da demanda chegava a R$ 3,5 bilhões, que não será desembolsado pela Instituição.

ELES SÓ ESQUECERAM DE MENCIONAR QUE ISSO SERÁ COMPENSADO COM A APROPRIAÇÃO INDÉBITA DO SUPERÁVIT.

Anônimo disse...

Com ou sem resolução 26, um dia, todo patrimonio da Previ passará para o Banco/Governo. Provavelmente, daqui a uns 20 anos somente estarão vivos os aposentados/pensionistas que recebem uma merreca, ou seja, basta o rendimento do "Sauípe" para a Previ saldar os seus compromissos conosco.
Portanto é melhor pegar agora o Superavit do que esperar 500 anos
para a justiça dar ganho de causa para os nossos tatatataranetos.

Anônimo disse...

Colegas e Colega da 15:12, desta,

Acrescete que a decisão, como escrito está na informação da Previ, de que a Quarta Turma do TRT deu ganho de causa à Previ em a finalidade de devolver A SEUS PARTICIPANTES, no futuro, EM FORMA DE BENEFÍCIO(S), TODO O MONTANTE INVESTIDO.;

Prestai bem atenção Colegas, na frase: A FINALIDADE DA INSTITUIÇÃO É DEVOLVER A SEUS PARTICIPANTES, NO FUTURO, EM FORMA DE BENEFÍCIO(S),TODO O MONTANTE INVESTIDO.

O TRT entende que o SUPERAVIT é unica e exclusivamente dos PARTICIPANTES.

Cabe ação sobre o superavit no Tribunal do Trabalho?

Anônimo disse...

Colegas,


Penso que um percentual fixo e um piso mínimo faria justiça Áqueles com salários mais baixos, que foram ignorados na última distribuição de superávit.

No meu contrache aparecem verbas Benefíco Especial de Remuneração e Benefíco Especial de Proporcionalidade, mas sei que a grande maioria dos colegas não foram beneficiados com estas verbas.

Não pensem que são valores significativos, recebi em torno de R$ 500,00 na soma destas verbas.

Quem contribuiu sobre 136% do VP+AN ou ja tinha 30 anos de contribuição ficaram de fora da distribuição, isto é muita sacanagem.

Anônimo disse...

Com exceção da ANABB, acho que o BB e a PREVI, deveriam convidar todos os dirigentes de nossas associações a participar da reunião em Brasília(DF) no próximo dia 27 para discussão sobre a distribuição do Superavit.

Anônimo disse...

Galera.

Pelo que vejo aqui neste blog...só há pessoas muito bem entendidas em fundo de previdência. Pricipalmente o da nossa previ.

Estou na torcida para que saia algum coisa desse superávit acumulado.

Não tem jeito pessoal......não vamos nos iludir à toa.

Se o STJ ou STF derrubarem a resolução 26, automaticamente o governo arrumará, na calada da noite, uma nova lei para que tudo fique como está.Isso é fato

Do primeiro para o segundo trimestre de 2010 já foram 264 pensionistas para outro planeta. Minha mãe foi uma delas. E até então ficou aguardando alguns centavos desse famigerado e infeliz superávit.

Alguns reais para todos não resolverão os problemas de centenas de milhares de famílias do BB, mas com certeza trará uma condição de vida melhor para muitos.

Vários outros superávit's virão e outras propostas serão recebidas por nós todos.

Acho que é hora de alcamar-nos mais e aguardar alguma quantidade de reais por aí.

Tenho muita fé que alguma coisa TODOS NOS receberemos.

A hora é de unidade.......queremos que alguma coisa saia nem que seja na marra.

O ES já foi uma conquista de muitos e que ajudará várias famílias.

VAMOS LÁ GALERA.....VAMOS TER FÉ NAS PESSOAS QUE NOS REPRESENTAM.

ABRAÇOS

JVasconcellos disse...

Estimado Colega Marcos

A PREVI,em seu -infPrevi 262 de 24/09/2010 :
-CONFESSOU A RECEITA FEDERAL QUE É OBRIGADA A RESTITUIR TODO O SUPERAVIT PARA OS ASSISTIDOS.
Eu recebi, este boletim .
AMIGO...E AGORA...ACREDITO< DIANTE DA CONFISSÃO DA PREVI....NÃO há mais nada a fazer ...a não ser a COBRANÇA A DIREÇÃO DA PREVI O CUMPRIMENTO.
SE FOR O CASO , JUSTIÇA, POIS ELA ,nÂO PAGOU A RECEITA FEDERAL, POIS APRESENTOU O ARGUMENTO DE QUE O SUPERAVIT SERA DISTRIBUIDO....Vamos até a Receita ..pois a Previ não cumpriu
a confissão e iludiu a RECEITA FEDERAL...
Você meu caro, com sua lucides ...apresente uma formula de INTIMAR A PREVI a CUMPRIR O PAGAMENTO AOS ASSISTIDOS,até em JUIZO,diante deste FATO de confissão
Pra mim, terminou , as formulas mirabolantes de como será distribuido o Superavit...
JaymEduardo Vasconcellos

Parâmetro disse...

Colegas,se o fundo de pensão da VALE,que é menor que o nosso (Previ), já fez acordo com a patrocinadora e já estão sendo contemplados com a distribuição;então penso eu, que se tivermos um acordo nos moldes da VALIA, é melhor do que nada.
Sabemos que a justiça é demorada. Estamos sem receber,"A MAIORIA", práticamente nada do superávit, e já vai para uns quatro anos.
Muitos estão apreensivos e perdendo o sono, a saúde e a tranquilidade vendo sua renda ser achatada cada vez mais; a qualidade de vida caindo a cada dia que passa.
Alguns se desfazendo do patrimônio adquirido com suor ao longo da vida laboral, ficando até doentes, quando deveriam ter paz e dignidade neste período da vida.
Por estas e outras, se conseguirmos, embora muitos possam discordar,negociar nos moldes da Valia, não devemos recusar.
Faço votos que a sra. Isa Musa,presidente da FAABB, seja feliz nesse encontro em Brasília e com as bençãos de Deus nos traga boas notícias.

Anônimo disse...

Colega JVasconcellos,

No site da PREVI este informativo não encontra-se disponível. o último é o infprevi 261.

Anônimo disse...

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: PREVI / Comunicação
Data: 24 de setembro de 2010 18:39
Assunto: InfPREVI 262 Especial - 24/09/2010 - Ministério da Fazenda decide que PREVI não paga CSLL
Para: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


ESPECIAL - 24 de setembro de 2010


Ministério da Fazenda decide que PREVI não paga CSLL
Em agosto, a primeira turma da Câmara Superior de Recursos Fiscais do Ministério da Fazenda deu ganho de causa à PREVI em processo administrativo iniciado em 2002. O valor atualizado da demanda chegava a R$ 3,5 bilhões, que não será desembolsado pela Instituição.

A primeira turma da Câmara Superior de Recursos Fiscais rejeitou recurso da Procuradoria da Fazenda Nacional

No processo, a Secretaria da Receita Federal pleiteava cobrança da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) retroativa ao 1º, 2º e 3º trimestres de 1997 sobre os superávits apresentados. Para isso, alegava que a PREVI não era entidade de assistência social (imune a esta cobrança), estava sujeita ao pagamento e que o termo lucro era usado em sentido amplo e incluía o superávit dos fundos de pensão.

Em janeiro de 2003, a PREVI contestou a pretensão da autoridade fiscal e informou que ato declaratório da administração tributária de 1990 reconhecia que os fundos de pensão não eram contribuintes da CSLL. Embasou sua defesa ainda no fato de não apresentar lucro, mas déficit ou superávit, e que a finalidade da Instituição é devolver a seus participantes, no futuro, em forma de benefício(s), todo o montante investido.

Após uma série de recursos em diferentes instâncias, em 17/8, a primeira turma da Câmara Superior de Recursos Fiscais rejeitou recurso da Procuradoria da Fazenda Nacional. Foi decidido, portanto, que a PREVI não tem que pagar a CSLL e o processo administrativo está encerrado, pois não cabe mais qualquer recurso.

Anônimo disse...

incoerencia - é O BB distribuindo PLRs, é a Valia distribuindo superavit, entre outros, e a PREVI que detem um montante em açoes destas empresas, fica nessa lenga-lenga, nos fazendo de bobo. E o achado está neste informativo da PREVI 262-Em janeiro de 2003, a PREVI contestou a pretensão da autoridade fiscal e informou que ato declaratório da administração tributária de 1990 reconhecia que os fundos de pensão não eram contribuintes da CSLL. Embasou sua defesa ainda no fato de não apresentar lucro, mas déficit ou superávit, e que a finalidade da Instituição é devolver a seus participantes, no futuro, em forma de benefício(s), todo o montante investido. Ou a PREVI CUMPRE ou entregamos a RECEITA FEDERAL.

fiscalização JÁ disse...

ALO , alo Receita Federal !!!!

Dê uma vistoriada na PREVI, pois seu Plano 1 AINDA NÃO PAGOU A TODOS SEUS ASSISTIDOS o superavit havido desde 2003, conforme ela (Previ) confessou, negando ser contribuinte do CSLL !
Mande já seus fiscais (e a Rede Globo)prá "Praia do Botafogo", 501, 3º e 4º andares CEP 22250-040 RIO DE JANEIRO (RJ) fone (21)3870-1000.

"Quem não deve, não teme" VISTORIE-SE !