sexta-feira, 11 de março de 2011

Sadismo da PREVI

Caros Colegas.

É simplesmente vergonhosa a postura da PREVI quanto à transparência dos seus atos. Seu aparatoso parque informático de nada serve aos seus instituidores e nenhuma informação que nos diz respeito é chegada a tempo hábil, pois apenas nos destina o conhecimento da coisa consumada. E mesmo assim somente depois de nos fazer sofrer na expectativa de resultados. Foi assim durante todo o desenrolar das providências para o crédito das migalhas resultantes das intermináveis “negociações” para destinação do superávit. E está sendo agora, com relação à prestação de contas daquilo que reteve quando do crédito desse benefício.

Sob alegação de que desconhecia os parâmetros da Receita Federal para cobrança do IR reteve a terça parte do que cada um fez jus sob os critérios determinados pelo Banco, também embaixo do apoio de Órgãos do Governo. Porém soube afirmar que três por cento era devido à CASSI a titulo de contribuição. Essas duas parcelas – IR e CASSI montam a pequena fortuna de cerca de dois bilhões, duzentos e cinqüenta milhões de reais, se fizermos uma simples conta de multiplicar: 30% de 7.500.000.000,00. Dinheiro esse que está parado, não se sabe aonde, desde 18 de fevereiro último, isto é, há quase trinta dias. Se isso está a render dividendos, e para quem, nossa pouca capacidade de infiltração nos negócios do Fundo não permite conhecer.

Neste exato momento – 17h19m de sexta-feira, 11 de março - a FOPAG já esta fechada, a um simples clique da divulgação dos contracheques. Nem por isso o site da PREVI divulga algo a respeito do que está definido, pronto e acabado. Também não é de hoje que “eles” sabem do que será feito de cada tostão retido dos participantes e assistidos, fingindo desconhecer que todo esse contingente tem contas a ajustar no orçamento.

Mesmo sabendo o que será destinado a cada um, como débito ou como crédito, aos interessados não foi dado o direito de se inteirar com o que contar. Ademais, depois de todo esse tempo de espera a PREVI foi incapaz de esclarecer dúvidas que interferem no bem estar físico e mental de todos nós, pois enquadramentos já determinados permanecem escondidos de quem de direito.

Não se sabe ao certo se pensões alimentícias serão contempladas; se o IR será retido mesmo contra aqueles que não autorizam o desconto na fonte, mês a mês; se os devedores da CARIM terão restituídos os valores apropriados por conta da inadimplência; se os pré-67, em casos específicos, serão enquadrados; e muitos outros “se”.

Seria de todo conveniente, e honesto, que a PREVI não escondesse até o último minuto informações do interesse dos participantes e assistidos. Seus combalidos orçamentos repousam sobre o vai e vem das ondas dos benefícios que lhes são destinados. Portanto, o mínimo que se espera é que conheçam com o que contam para sobreviver e montar estratégia propícia ao enfrentamento dos seus credores todo dia 20. Afinal, bancos, financeiras e agiotas não toleram ser feitos de idiotas, como a PREVI faz com todos nós.

Paciência, pois. Será somente mais um fim de semana no escuro, sob o efeito de calmantes, pois a PREVI tem mais dois ou três dias para manter seus segredos, alimentar seu lado sádico e fechar a tampa do caixão do superávit distribuído.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 11/03/2011.

45 comentários:

Anônimo disse...

Caro Colega Heraldo,

Não seja tão Duraes e crie pontes emocionais para libertá-lo do cárcere da rejeição, mesmo que para isso tenha que se valer de artesões da inteligência.

Os melhores dias estão por vir.

As sociedades atuais estão produzindo uma indústria de miseráveis. A alguns falta o pão na mesa; outros têm a mesa farta, mas mendigam o pão da alegria. Uns têm nobres mobílias, mas não tem conforto; outros mal têm onde recostar suas costas, mas têm descanso.

Os pobres tinham o sistema social como seu carrasco, e os abastados, por viverem debaixo de acirrada competição e colocarem metas altas para si, tinham o sistema e eles mesmos como seus algozes.
A miserabilidade psíquica expandia-se e não escolhia classes sociais. O século XXI, marcado pela tecnologia, transformou-se no século dos transtornos emocionais, dos novos mendigos, dos que sobrevivem de migalhas de alegrias e de tranqüilidade.

A depressão, a ansiedade, as doenças psicossomáticas alastram-se na era dos computadores e dos robôs. É o século em que a sociologia, a psiquiatria e psicologia entraram em pânico.
O objetivo não é ganhar a guerra da discussão, mas a da conquista de um pelo outro. A unanimidade é desinteligente, insana, burra. A diversidade de cultura e de opiniões não exige concordância de idéias, mas respeito solene pelas diferenças.

Duraes há pessoas tão pobres, mas tão pobres que só têm dinheiro, veja que isto se aplica principalmente ao mexicano Carlos Slim, hoje o homem mais rico do mundo.
Uns agridem o corpo com gestos; outros, o intelecto com palavras; e ainda outros, a emoção com a indiferença. A agressividade está presente no código genético do Homo sapiens. A lei não pode aboli-la, apenas reprimi-la. Só a educação pode domesticá-la.
Leiam, reflitam e entendam o que quiserem, mas se as carapuças servirem que as vistam.

O cerne da questão não está nas rixas e brigas improdutivas, pois o inimigo é outro, gigante, forte e insaciável. Portanto, somem forças na defesa dos seus interesses comuns. Coloquem os recursos aportados na PREVI acima dessas picuinhas. Hoje o nosso desafeto devora superávits, amanhã pode querer abocanhar o próprio patrimônio.

Heraldo-Campina Grande disse...

Prezados colegas,
Informo que em dezembro/2010 abri uma conta de poupança em minha cidade na CEF e solicitei a transferencia do valor da ação IR QUILOMETRAGEM depositada em uma conta da CEF agencia Justiça Federal - DF. Neste mês de março/2011 o valor foi transferido para conta que abri, e está disponível, sem interveniencia de nenhuma associação, a qual me enviou procuração e autorização de desconto para seus advogados, para que eu assinasse e devolvesse, o que não fiz, e não me arrependo pois contribui para aquela associação por muitos anos e ela trabalhando contra.

Rubem Tiné disse...

Na prestação de contas que a Previ patrocina todo ano, com nosso dinheiro, aqui no Recife, tive oportunidade de criticar o Diretor de Administração, Sr. Alexandre, da ineficiente rede de informação da Previ, o Sr. Alexandre nem se desculpou ficou calado, é realmente um descaso para os assistidos, não sabemos nada, os boatos campeiam e de nada adianta reclamar. Mas existe uma solução: Votar e votar bem. Será que os aposentados vão ter tempo? Como será a abstenção nas próximas eleições? E as mobilizações? abaixo a desinformação! Vamos entupir os canais existentes com protestos e indignações.

sergioinocencio disse...

Marco,

li o post e entendi como mais um desabafo, destes tantos que a gente faz, claro que o seu é mais abrangente e bem mais contundente, mais meu caro, é um desabafo.
digo isso não com o intuito de critica ou mesmo denegrir o que ali foi escrito, e sim por que:>
A PREVI NÃO TA NEM AI PARA NÓS APOSENTADOS
nós ainda não descobrimos um caminho seguro e eficaz de provocar um abalo na estrutura viciada que ali se impalntou, vamos tentando, procurando, em algum momento a gente acerta.
quanto a farra que teremos daqui alguns dias com viagens e muitas festas pelo Brasil afora, é só uma cópia do que se faz na politica do pais, inaugura-se de tudo e em todo momento, muita festa e nada de obra acabada, assim nosso fundo, faz festa, mais ainda não encaminhou a parte final do nosso acordo, e nós continuamos a reclamar e impotentes diante de tanto descaso.
paciencia, vai chegar a hora de volltarmos a ser importantes, a eleição não tarda.
quanto ao caso que o colega reclama do Sr. Alexandre, ele é igual a politico que perdeu eleição, arrumaram uma boquinha para ele, e claro, uma cartilha para seguir a risca.
escrevi um email e citei ele e o outro da seguridade, me responderam dizendo-se ofendidos, viram, consegui atingi-los, mesmo que com palavras, mais nada adiantou, apenas um afago no ego.

iraci berviria disse...

OEA pede ao Brasil informações sobre Belo Monte A Organização dos Estados Americanos (OEA) solicitou ao Brasil informações sobre a forma como estão sendo conduzidos o licenciamento e os depoimentos relativos à Usina Hidrelétrica de Belo Monte. A solicitação atende a pedido de medida cautelar encaminhada pelo Movimento Viva Xingu e mais 40 entidades à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da OEA.
No pedido de medida cautelar enviado pelas organizações não governamentais (ONGs), foi solicitado que a OEA ajude a fazer com que a União suspenda o processo de licenciamento ambiental referente a Belo Monte. As ONGs pediram também a interrupção de qualquer intervenção, atividade ou procedimento por parte do Estado brasileiro ou terceiros para a construção da UHE de Belo Monte e o respeito aos direitos humanos das pessoas e comunidades afetadas pelo projeto.Em resposta, a OEA, por meio do secretário executivo da CIDH, Santiago Canton, pediu, entre outras coisas, que o Estado brasileiro fornecesse, no prazo de dez dias, informações sobre o estado atual da ação civil pública interposta pelo Ministério Publico Federal mediante a qual se solicita a suspensão imediata da licença parcial à empresa Norte Energia.
No documento enviado pela OEA ao governo brasileiro, Canton informa que, em meio às alegações dos solicitantes, estava a de que a licença parcial outorgada à empresa Norte Energia não teria base legal e que esta teria sido outorgada sem cumprir os requisitos estabelecidos pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).Em seguida, pede que o Estado apresente as normas nas quais se fundamenta a outorga da licença e os procedimentos de consulta prévia realizados com os povos indígenas que poderão ser afetados pelo projeto Belo Monte.Agência Brasil

José Antonio disse...

José Antonio disse:

Colegas! O que temos a fazer é não votar mais em nenhuma chapa apoiada pela ANNAB e nem em nenhuma outra que tenha candidato que hoje faz parte da diretoria da Previ. Temos que mudar tudo. Eu, por exemplo, a partir de agora só voto em chapa apoiada pela AAPPREVI e pelo Medeiros. Temos que colocar um ponto final nesses caras que ficam trocando de cargo para demonstrarem que é outra diretoria mas, na verdade, é a mesma corja de safados a mamar na teta. Temos que sair da inércia e lutar pra valer por aquilo que, de direito, nos pertence.

Paulo disse...

Anônimo das 13:19,

Seu texto a Heraldo, é simplesmente impressionante!

Bem escrito e bem pensado. As antíteses são maravilhosamente construídas! A ironia é tão sutil que quase acaricia, quando fere. O arremate... soberbo!

Também escrevo. Não com tanta genialidade.

Por favor, visite o blog
superavitsprevi.wordpress.com

Paulo Motta.

Paulo disse...

Marcos,

Esse texto de Iraci Berviria, não é o caso de anexar-lhe um presente para a OEA? As ONGS merecem e necessitam de uma ajuda que talvez até nos ajude também, mais adiante. Os participantes dos fundos de pensão não apoiam Belo Monte.

É notório o risco do empreendimento. O instrumento legal que patrocina a partiticipação dos fundos, certamente foi articulado de antemão pelo Governo, já mirando a poupança dos desassistidos. Constitui, assim, inequívoca agressão a direitos humanos de cidadãos governados, justamente por parte de quem os governa.

É verdade que isso acontece o tempo todo por aí; mas isso só acontece porque estamos sempre arriando as calças, muitas vez até sem perceber.

O governo faz tombar, como no dominó, bancos, instituições judiciárias, tribunais, órgãos públicos, entidades de aposentados, aplicando, a bel prazer, em projetos megalomaníacos, desrespeitadores de populações inteiras e previamente condenados ao fracasso, a poupança previdenciária de funcionários exemplares, acumulada por toda uma vida e arrancada até da boca de seus dependentes, nos casos mais extremos.

A sequência de ações interligadas e fulminantes na questão do superavit, verdadeiro autoritarismo de gabinete, mostra como os atuais senhores do poder aprenderam rápido a arte de dominar, apenas com o manejo competente de uma simples e única ferramenta: a caneta.

A COMISSÃO DE DIREITOS DA OEA precisa conhecer a origem sombria desses recursos.

Aquiles ainda desfila triuntante! Mas, como também disse o Sérgio Inocêncio, “vamos tentando, procurando, em algum momento a gente acerta”... o calcanhar do poderoso.

Ninguém melhor que você para redigir um texto desses, Marcos, se é que faz sentido o que estou dizendo. Se faz, é até provável que já esteja com o angu pronto, enquanto estou apenas chegando com o milho...

Um abraço,

Paulo Motta
Blog:
superavitsprevi.wordpress.com

mariano branquinho disse...

Alô Heraldo, como fazer, para saber se temos algum valor depositado na CEF Ag. Justiça em Brasilia DF, referente a IR-Km.
Agradeço a informação
Mariano Branquinho

Utilizei veiculo próprio durante 16 anos. Porém não atendí ao pedido da Anabb, para assinar procuração e pagar determinada quantia.

Anônimo disse...

Caros colegas,

Mesmo a Caixa sendo do governo, aconselho que todos abramos contas na CEF e transfiramos todo dia 20 nosso pagamento. Chega de dar mole pra esse BB ingrato.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

AÇÃO IR - Quilometragem
COMUNICADO da ANABB


ANABB/VIREF/AÇÕES-2011/0668.
Brasília (DF), 10 de março de 2011.

Prezado(a) associado(a),

Nos últimos meses, a ANABB prestou esclarecimentos sobre a ação coletiva IR Quilometragem, na qual foi deferida aos associados a suspensão da incidência de Imposto de Renda (IR) sobre o valor ressarcido pelo Banco do Brasil (BB), quando da utilização de carro próprio em serviço. A ação está em fase final de liquidação e a Justiça determinou que a Caixa Econômica Federal (CEF) libere os valores devidos que se encontram depositados em juízo.

Durante todos os anos em que o processo esteve na Justiça, a ANABB promoveu árduo trabalho para comprovar a ilegalidade dos valores cobrados e lutou incessantemente contra os recursos da Fazenda Nacional. Finalmente, a ação teve bom desfecho. Esta é mais uma vitória da entidade e de todos os associados que nela confiam. A conquista não apenas fortalece a atuação da Associação em futuras ações judiciais, como também reforça a credibilidade, a responsabilidade, a transparência na condução dos processos e, principalmente, a missão de devolver aos associados impostos cobrados indevidamente.

O dinheiro já se encontra depositado. Para realizar o saque dos valores devidos, dirija-se a qualquer agência da Caixa Econômica, portando os seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência.

Em virtude de determinação judicial, os depósitos recolhidos em juízo pelo Banco do Brasil foram aplicados em contas poupanças individualizadas na CEF. A ANABB peticionou para que os depósitos fossem transferidos para o Banco do Brasil, mas o juiz negou o pedido. Para não retardar ainda mais o andamento da ação, a ANABB não interpôs recurso, prevalecendo a decisão judicial.

A ANABB recebeu sua autorização de crédito/débito manifestando-se favorável em reembolsar as despesas administrativas e operacionais, as custas processuais e os honorários, em percentual de 10% do valor correspondente ao crédito da ação.

No momento, a Associação solicita que seja feito um depósito bancário identificado.* Isso porque acreditamos em seu reconhecimento valorizando nosso trabalho e empenho na defesa de seus direitos. Na ação IR Quilometragem, por exemplo, foram mais de 11 anos de dedicação para conseguir êxito e consolidar a ação em seu favor. O resultado é que cerca de 35 mil funcionários do BB estão sendo beneficiados. E você é um deles.

Contamos com seu apoio e acreditamos que essa é mais uma iniciativa que busca estreitar os laços de confiança entre a ANABB e o associado.

Cordialmente,

A DIRETORIA


* Faça um depósito identificado de 10% do valor que você recebeu na ação IR Quilometragem para o reembolso das despesas administrativas e dos honorários. Observe que no depósito identificado é necessário preencher corretamente os dados referentes a CPF e nome completo (Campos 1 e 3), para identificarmos o seu depósito e não haver risco de cobrança em duplicidade.

DEPÓSITO IDENTIFICADO:
AGÊNCIA: 3382-0
CONTA-CORRENTE: 5698-7
VALOR: 10% DO VALOR QUE VOCÊ RECEBEU
CAMPO 1: INFORME SEU CPF
CAMPO 3: INFORME SEU NOME COMPLETO

Anônimo disse...

Alô Mariano Branquinho

É só voce ir na Caixa na sua cidade e dizer o seu CPF.
Também pode pesquisar :
www.trf1.jus.br/Processos/Processos TRF

Clique em pesquisar por CPF
Fiz assim e descobri o meu do IR de venda férias, etc.
Mas se vc nao mandou documentaçao para entrar com açao, acho que nao terá direito.

Anônimo disse...

Me desculpe perguntar: Então a PREVI reteu iR que não devia? Quem souber me responda.

Anônimo disse...

Ao sr. Haroldo A. Duraes,

Respeito sua opinião. Meu pai dizia que tinha vergonha de se aposentar. Morreu aos 75 anos sem se aposentar.

A única ressalva que faço ao seu comentário, talvez por você desconhecer os valores atuais das aposentadorias, que não foi o seu caso, é uma vergonha. Ao ficarmos mais de 6 anos sem reajuste nos liquidou. Hoje converso com colegas que se aposentaram recentemente como eu estão recebendo em torno de R$ 3.000,00 da Previ.

Então a cesta alimentação é uma forma de se melhorar um pouco o beneficio por que R$280,00 melhora bem o orçamento de quem ganha pouco como nós, cujo beneficio encontra-se bem abaixo dos outros fundos de pensões.

Hoje a Previ se preocupa somente com ela e seu patrimonio se esquecendo que o objetivo é o bem estar dos seus associados sem colocar em risco o plano.

Agora, vergonha que o senhor não comentou é o Banco atraves de uma resolução fajuta ficar com 50% dos superavits que nos pertence.

Acredito se todos nós tivessemos uma renda como o sr. diz ter te garanto quer ninguém entre nós estaríamos preocupados com a cesta alimentação que infelizmente nós precisamos.

Agradeça ao bom Deus que lhe favoreceu com suas dádivas e se conhecesse o que nós passamos hoje em dia tenho certeza que o sr. não faria esse comentário inoportuno.

Que Deus continue lhe proporcionando aquilo a que você faz jus.

Anônimo disse...

Interessante essa ANABB;
quer que o pessoal deposite 10% do valor recebido na ação do IR-quilometragem
ela ja acha pouco o que arrecada todo mês (mais de um milhão de reais)?
tem que depositar eh nada!!!
eles tem
dinheiro a rodo em caixa.

na minha opinião, associado nenhum deveria depositar

é uma maneira de mostrar nossa insatisfação com a ANABB nos ultimos acontecimentos com o BB/PREVI

antonio barreto

Anônimo disse...

Sobre o Sr. Heraldo Durães,

Nós temos que respeitar as opiniões dos colegas mesmo que elas sejam equivocadas.

No caso em pauta, não gostei de ver colegas vociferando impropérios contra o sr. Heraldo, que não acho ser a melhor forma de comportamento.

Mas digo que gostei de ver alguns colegas criticando a mensagem, após uma análise, explicar e tecer comentários inteligentes sobre a infeliz mensagem do Heraldo e que foi até elogiado por um dos nossos colega.

Em vez de atirar e de bate pronto vamos mostrar ao colega o seu equívoco, pois, também, não somos os donos da verdade.

Com certeza ele vai fazer uma reflexão e sentir que seu comentário realmente foi inoportuno e deselegante, pois se ele se encontra numa condição privilegiada agora ficou conhecendo que nem todos vivem a mesma situação que a dele.

Vamos cultivar e usar o bom senso.

Anônimo disse...

Pessoal, venho observando que se tem dado mais importância ao fato de que o BB com o novo regulamento tem direito aos 50%-
porém o que me chamou a maior atenção foram os topicos abaixo do art.89:

poderia se transferir valores para o BB e caso houvesse deficits esse montante não seria considerado.

leiam, analisem e façam comentarios, pois o negocio para mim eh muito sério.

é mais uma maneira de aos poucos irem sucateando a nossa PREVI.



§3º - Em contrapartida, mensalmente será transferido do Fundo de Destinação da Reserva Especial de Patrocinador para conta específica, denominada Conta de Utilização da Reserva Especi-al do Patrocinador, valor equivalente ao custo do Benefício Es-pecial Temporário referido no caput deste artigo, podendo ser transferido ao patrocinador, a seu critério, observada a legisla-ção aplicável.
§4º - A Conta de Utilização da Reserva Especial do Patrocinador será atualizada mensalmente pelo índice previsto no artigo 27, acrescido de juros atuariais.
§5º - A Conta de Utilização da Reserva Especial do Patrocinador não será utilizada para a cobertura de déficit nem para a recom-posição da Reserva de Contingência até o limite de 25% (vinte e cinco por cento) da Reserva Matemática.

antonio barreto

Anônimo disse...

Colegas,
Como fatos ruins nos levam para algum bem, vejam a nossa questão do Superavit me fez conhecer, mesmo que virtualmente, colegas tão fantásticos tão envolvidos e antenados nos problemas políticos e sociais de nosso pais, jamais os teria encontrado não fosse por aqui, e um dia já tivemos o mesmo patrão. Redigem seus textos tão maravilhosamente que passo horas lendo seus comentários.
Na época da faculdade tinha um professor que se preocupava com esse mundo virtual que estava por vir, que nos faltaria o contato pessoal nos isolariamos do mundo real. O que percebo é exatamente o oposto, parece que estamos em outro plano deixou de ser fisíco mas é espiritual. Nos textos sinto a alma de cada um, seus genios uns explosivos, outros falantes, carinhosos, preocupados.
Ao ler Sadismo na Previ pergunto, como podemos permitir que uma economia que fizemos durante nossa fase mais produtiva da vida para nos garantir certa tranquilidade na velhice, seja conduzida dessa forma? Esse não era o jogo quando aderi não vou querer jogar até o final, não quero saber se meu oponente é grande e tem poder, ele não é dois e não é 120.000.
Isso foi uma poupança que fiz se quisesse jogar iria para Las Vegas num cassino, talvez tivesse mais sorte.
Elisabeth Oste

Anônimo disse...

A finalidade do sadismo é o senilicídio. Será que existe esta palavra? Matar o maior número de idosos possível para apropriação definitiva dos recursos da Previ?

E essas alterações no regulamento? Seria interessante uma análise minuciosa da alteração, seguida de denúncia formal ao MP com cópia pro BB, Previ, PR. Vamu entregar de mão beijada?

Esse pessoal tá brincando com fogo (vide Egito e adjacências)

Anônimo disse...

Eh Antonio Barreto,
Você está preocupado, e com razão. A conta da Reserva Especial do Patrocinador NÃO será utilizada para cobrir Déficit, NEM para recomposição da Reserva de Contingência. Havendo Deficit, a NOSSA será? Pelo visto SIM. Nossos representantes aceitaram esta alteração no Regulamento... Porque? A PREVIC aceitou...Porque?
EH TRISTE, MUITO TRISTE.

Anônimo disse...

CHACAL disse:

Meu caro colega ANTONIO BARRETO, me
parece que o Sr. cometeu um equívoco
quando em seu comentário acima deu a entender que Anabb tem uma arrecadãçao mensal de aproximadamente 1 milhão de reais.Acontece que a Anabb tem 105.000 associados, o que me faz conluir que, baseando na contribuição de $25,00 por mês de cada associado terá uma arrecadação de nada menos $2.500.000,00, aliás,uma quantia que eu até hoje não conseguir entender onde são alocados estes recursos. Caso tenha me enganado, antecipo minhas desculpas.
Um grande abraço
MURILO -CHACAL-HALLAK
São joão del Rei-MG

Anônimo disse...

Relativo ao comentário do Antonio Barreto,Art 89
==========
§1º - O Benefício Especial Temporário somente será devido enquanto houver saldo suficiente no Fundo de Destinação da Reserva Especial de Participantes para a cobertura da totalidade dos valores mensais.
==========

Não li nenhum parágrafo que faça a contrapartida ao Patrocinador, no caso um paragrafo com
"Enquanto houver saldo suficiente no Fundo de Destinação da Reserva Especial do Patrocinador"

Por que o seu saldo não poderá se esgotar nesta conta também já que tem o mesmo valor depositado lá como os participantes?

Para os participantes será transferido para fopag e
para patrocinador será transferido mensalmente para a Conta de Utilização da Reserva Especial do Patrocinador que poderá usar ou não.
E esse saldo será atualizado, então ainda usa esse saldo para
fazer uma aplicação? (paragrafo 4)

ElisabethOste

José Roberto Eiras Henriques disse...

Carlos Domini,

Em seu comentário das 11:15 H, do dia 11/03/2011- referente ao post Assédio do Mal,
percebi certo conflito entre seu coração e sua razão ao escrever “Desculpe Marcos como baiano usei desculpe e não desculpa, porém digitei o que o coração mandou sem nem ler”. Seu coração pede distancia, sua razão proximidade. Não abandone o blog, seus comentários são muito úteis.
Domini, a Rosas são belas mas possuem espinhos que nos ferem se não soubermos manuseá-la corretamente e, mesmo assim, não deixamos de oferecê-las a quem amamos. O ser humano é cheio de melindres, cheio de nuances que devem ser relevados para que possamos ter um convivência harmônica. Ninguém é uma ilha e as contradições, às vezes ferinas, são necessárias para o relacionamento humano e nosso engrandecimento. Fique conosco, não nos abandone!

São José do Rio Preto - SP

Anônimo disse...

cavalcante disse:
Caro anonimo das 05:44hs.
Respeito sua atitude em tentar defender o colega Heraldo diante do seu deselegante e inoportuno comentário feito no último post. Entretanto respeitar não significa aceitar, até porque acusações levianas devem ser respondidas na mesma medida em que foram feitas. O colega Heraldo não é nenhum ingênuo. Segundo o curriculum citado por ele, que trabalhou 30 anos para o BB, passou por várias cidades do interior , alcançou a ultima letra na escala de promoções, foi administrador em várias agências, desfrutou das benesses da DG , acumulou vasto patrimonio a ponto de nem mesmo depender do beneficio da Previ para sobreviver. Talvez por isso mesmo ele não se preocupe com a situação dos demais colegas, menos afortunados, bem como das sofridas pensionistas, uma vez que sua herdeira (pensionista), por certo, também não necessitará daquele beneficio. Disse ainda que é uma vergonha estarmos pleiteiando a Cesta Alimentação e que o mesmo só quer o que é de direito. Como fica então a situação da AAPPREVI que está honestamente buscando, na Justiça, um direito que é nosso. A nossa associação e em especial o Marcos, maior batalhador do nosso universo de aposentados, estariam então sendo desonestos em pretender aquele beneficio que a própria Justiça vem concedendo a milhares de colegas. Volto a repetir o Sr. Heraldo não é nenhum ingênuo com desconhecimento de tudo que se passa com nossa classe como o seu(anônimo) comentário faz supor. Ao ousar postar os comentários maliciosos que fez tinha consciencia plena do que estava fazendo, por isso teve a resposta merecida e continua recebendo as justas críticas dos colegas.
Sr. anônimo, prefiro respeitar e aceitar o inteligente e fabuloso comentário do anônimo das 13:19hs a quem peço se juntar a nós para ajudar a AAPPREVI nessa luta desigual que enfrentamos contra a poderosa máfia do BB e sua subsidiária Previ.
Um abraço e sem ressentimentos.
Cavalcante

Anônimo disse...

AANABB somente fala em bailes, churrascos, viagens, mas noticias para os aposentados e pensionistas, nadinha. Lutem mais pelos seus associados ANABB e não pelo BB.Tudo farinha do mesmo saco!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

-------Mensagem original-------

De: Manoel Vicentino
Data: 12/03/2011 12:43:28
Para: tesouraria@aapprevi.com.br
Assunto: resposta

Favor repassar a Presidência, já que toda mensagem que mando para seu endereço está voltando, Obrigado.

Caro presidente,
Como "erudito" que também aparenta ser parece-me que deveria ter entendido os termos de minha mensagem. Voltando a ela peço que atente que não fiz do termo "fraude" palavra minha. Apenas solicitei esclarecimento do que ouvi da boca de colegas, que como eu, talvez mal informados, dando-lhe a oportunidade da defesa e do convencimento, o que, aliás, não vi em sua resposta pouco elegante. Não fiz nenhuma acusação a entidade. É direito de todo cidadão saber se está pisando em solo firme. Me contentaria apenas com as explicações, o que me credenciaria a defender a AAPREVI, quando ouvir, no futuro, alusões depreciativas a seu respeito. É louvável toda manifestação organizada para defesa de nossos interesses, como no caso da AAPPREVI. Para isso é preciso que a associação não poupe esforços na divulgação de seus princípios, meios e fins. Não tive alguma intenção de ofender a associação e seus membros. Se realmente foi o que aconteceu, humildemente peço que me perdoem.
Manoel
PS. Reconheço que sua resposta demonstrou garra apaixonada pela entidade que dirige. Parabéns. Gostaria, se possível, manter meu vínculo associativo.

Manoel Vicentino
----------------------

Prezado Colega
Manoel Vicentino.

Ficarei imensamente grato se puder dar por encerrado esse assunto. De parte a parte houve excessos, talvez mais ainda partindo de mim. Reconheço que fui muito duro em minhas palavras e, se possível, retire o que não lhe tenha agradado, pois me penitencio. Sua louvável atitude em permanecer como sócio da AAPPREVI já é, suponho, um perdão antecipado.
Fique conosco e prometo fazer o possível para que não se arrependa. Use dos seus direitos como associado, até mesmo para formalizar censura ao presidente, se achar por bem

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo.

wilson luiz disse...

Caro Antonio Barreto, 12 março 06:15 hs.
Relativamente à utilização do superávit(7.5 bilhões para os associados e 7.5 bilhões para o BB), ocorre o seguinte:
-a nossa parte é creditada em nossa conta-corrente via FOPAG, fica livre para gastarmos; a parte do Banco, de valor exatamente igual ao nosso, é creditada na tal Conta de Utilização da Reserva Especial do Patrocinador. A lógica da coisa, referente ao Banco receber juros sobre esta conta, bem como a mesma não poder ser utilizada para eventual cobertura de déficit. é que nós gastamos a nossa parte, e o Banco ainda não decidiu o que fazer com a dele. O que poderá ser utilizado para cobertura de déficit é o saldo das contas Fundo de Destinação da Reserva Especial(são duas, uma do patrocinador, e outra dos associados, com saldo exatamente igual).

GANDOLA DA BAHIA disse...

- Grande Heraca das 9:28, tamos aí.

Anônimo disse...

REALMENTE NÓS SOMOS VITIMAS; DESTE BANDO QUE SE CONSTITUI DO GRUPO FORMADO PELO BB/PREVI; E NÃO TEMOS QUEM NOS DEFENDA ; EMBORA TENHAMOS QUEM TENTE NOS REPRESENTAR COMO A ÚNICA ORGANIZAÇÃO COMO ASSOCIAÇÃO QUE É A AAPPREVI; POIS AS OUTRAS ASSOCIAÇÕES SOMENTE PENSAM EM FESTEJAR DATAS DE ANIVERSÁRIO; OFERECER SEGUROS DE VIDA E ETC.

ELES SE APROPRIARAM DE NOSSOS DIREITOS E NÃO TEMOS COMO NEM A QUEM RECLAMARMOS; PODEMOS BERRAR; RECLAMAR; MANDAR MENSAGENS ; TALVEZ LIGARMOS PARA A PREVI; QUE NÃO ADIANTA NADA.

É SEMPRE A MESMA VAZELINA E VAMOS CONTINUAR RECLAMANDO QUE NÃO VAI ADIANTAR NADA.

NÃO TENHO ME INTEIRADO A RESPEITO DAS PROMETIDAS REUNIÕES QUE SUPOSTAMENTE IRIAM COMEÇAR A TENTAR REALINHAR OS NOSSOS INTERESSES A PARTIR DE JANEIRO/2011.

VAI CONTINUAR SENDO COMO ERAM AS REUNIÕES QUE DURANTE QUASE 27 ANOS PARTICIPAVAMOS QUASE TODOS OS MESES NO BB. PURA ENROLAÇÃO QUE PERDIAMOS TEMPO; E NADA SE RESOLVIA
É TUDO PURA DESFAÇATEZ.

? ALGUÉM SABE ALGO A RESPEITO DO PROMETIDO PROTESTO QUE IRIA SE REALIZAR HOJE NUMA IMPORTANTE AVENIDA DE SÃO PAULO ? NEM LEMBRO O NOME DELA E QUE EU NEM ACREDITO QUE TENHA SE REALIZADO; QUE SUPOSTAMENTE TERIA POR OBJETIVO REUNIR UM MILHÃO DE PESSOAS. LEMBREI AVENIDA PAULISTA !
POR FAVOR SE ALGUÉM SOUBER DE TAL EVENTO ME MANDE ALGUMA NOTÍCIA .

AQUI HPN; MATRIC. 3984740-3; JAMAIS ANÔNIMO E SEMPRE BERRANDO; APESAR DO MALDITO CARNAVAL. EU VI ONTEM DE NOITE ALGO APENAS A RESPEITO DO CARNAVAL NA TV BANDEIRANTES. E NEM ACREDITO QUE TAL MOVIMENTO ESTARIA ACONTECENDO.

É O QUE NOS RESTA ; BERRAR; BERRAR; BERRAR; QUEM SABE O AGITADO E CONSCIENTE POVO BRASILEIRO IRÁ UM DIA( EU NÃO ACREDITO ) UM DIA; REPITO ACORDAR-SE ( ESTÁ DEITADO EM BERÇO EXPLENDIDO) E

ACREDITO QUE NUNCA; NUNCA; REPITO IRÁ ACORDAR OU LEVANTAR-SE; TEM TANTAS COISAS QUE O AMORDAÇAM ; COMO CARNAVAL E UMA DAS MARAVILHAS DO MUNDO; FUTEBOL ; A COPA DO MUNDO AS OLIM-PIADAS ; NA QUAL COM CERTEZA SEREMOS CO-ADJUVANTES) AS NAÇÕES COMO;USA; CHINA; RUSSIA; ALEMANHA; CUBA;VEM PARA COMPETIR O BRASIL SERÁ DURANTE DECADAS A FRENTE APENAS UMA SIMPLES CO-ADJUVANTE; EXCESSÃO DO VOLEIBOL; QUE TEVE UM GÊNIO QUE SE CHAMA "BERNARDO RESENDE"; HERÓI BRASILEIRO QUE TEM POR NORMA DISPUTAR MESMO.!!

É ISSO AHI;. VAMOS VIVENDO A ALEGRIA DO POVO;FUTEBOL E CARNAVAL; E O RESTO NÃO INTERESSA.AQUI SEMPRE BERRANDO; HPN; JAMAIS ANÔNIMO.

Anônimo disse...

PARA NOSSA REFLEXÃO
- A VARIG nao depositou inss dos funci nos 2 ultimos anos( devidamente descontado dos salarios)
- nao sei para outros funci, mas um piloto que conheço trabalhou sem receber nos ultimos nove meses, so recebia diarias
- os dirigentes do AERUS receberam o que lhes cabia como contribuintes
- meu amigo, hoje em outra empresa aérea, permanece sem baixa na carteira de trab, nao pode pegar o fgts e nao viu um tostao do que contribuiu para ter uma aposentadoria digna
- o governo mandou a PREVIC emprestar a grana do AERUS para a VARIG e o que se sucedeu todos sabemos: desemprego e aposentados sem o complemento de seus salários

Anônimo disse...

Caros colegas, com todo respeito, quero aqui fazer um alerta: estamos perdendo o foco. Nosso alvo maior, no momento, deve ser o realinhamento dos nossos benefícios.

***** REALINHAMENTO JÁ **********

Luis Eustáquio de Castro - Araxá-MG

Ari Zanella disse...

Caros colegas de todo o Brasil,

Acredito mesmo que agora o calendário vai andar. O carnaval, com todo o respeito a quem o apologiza, é um zero à esquerda na vida da nação. Não lhe seria tão ferrenho opositor se não deixasse a nação à deriva. Somente agora em meados de março o Brasil começa a repensar seus problemas e soluções. A Previ vai divulgar seu balanço. As negociações serão retomadas e pelo que dizem por aí serão focadas exclusivamente no quesito 360/360 (ou 30/30avos) e na Parcela Previ. Eu gostaria mais. Eu quero sempre mais para todos. Entretanto, convenhamos, a Parcela Previ, se extinta, abrangerá grande número de assistidos e consequente grande dispêndio monetário. As pensionistas infelizmente não deverão ser beneficiadas desta vez. Talvez sejam no próximo superávit. É apenas uma opinião que pode estar completamente equivocada.
Tudo de bom a todos e a todas.

Anônimo disse...

Colegas, quando estávamos na ativa tínhamos e vivíamos com mais paz e tranquilidade do que estamos passando agora, digo hoje.
No meu ver isso tudo é culpa nossa mesmo, porque confiamos demais nesta associação que está comemorando 15 anos. Os seus sócios e contribuintes mensais, sem querer estavam cavando seu buraco.
Esta anabb, conseguiu se infiltrar na direção do BB e da Previ durante este tempo todo e nem assim, a maioria dos aposentados ainda não acordaram para esta realidade.
Sob o lema de defender o funcionalismo do BB,esse mesmo funcionalismo, foi o caminho trilhado por eles para se enriquecerem às nossas custas e hoje compoêm políticamente as direções da Previ e do BB.
Agora, nos tempos atuais, estou achando que é tarde demais para revertermos esta situação. A anabb já colocou seus cabeças na administração não só da Previ como também do BB. É só ver o plano Odontológico, foi cópia da anabb.
E pergunta-se, porque os aposentados ficaram de fora? Resposta: milhares de aposentados são sócios da anabb e se os mesmos tiverem um plano odontológico pelo banco, lógicamente que irão sair dessa anabb.É hora, portanto de reivindicarmos nem que seja na justiça, o ingresso dos aposentados no Plano odontológico do Banco.
Tem também a tal anabbprev criada pelo sr. Valmir Camilo com a complacência do ex ministro da Previdência e grande traidor da nossa classe. A Cassi também possui membros da Anabb. A idéia de dividir o superávit com o banco partiu do sr. Valmir camilo, naquelas reunioes infrutíferas de 2008.
Por tudo isso que estamos vivenciando, estamos perdendo nossa paz e tranquilidade com estas atitudes do banco e da Previ para conosco. Querem nos matar lentamente atingindo nosso piscológico que é uma das partes mais vulneráveis nessa idade.
Precisamos divulgar a AAPPrevi para nossos colegas e tentar abrir-lhes os Olhos. Quem sabe ainda dá tempo.

Anônimo disse...

Engraçado.
pelo que tenho lido em diversos blogs a PREVI parece ser a maior interessada no REALINHAMENTO.
sabem porque?

antonio barreto

Anônimo disse...

Pessoal,

Passou o Natal, passou o Carnaval, e AINDA não vemos luz no fim do túnel. Vamos esperar o Natal de 2011?
Não dá para ficarmos sem COBRAR, MANIFESTAR_SE, enfim, procurar resolver esta P... sacanagem que estão fazendo conosco. Meus cabelos estão brancos, mas não posso ficar vendo "esse povo" ROUBANDO O QUE É NOSSO.
Chega, Chega, Chega !!!

Anônimo disse...

Caros colegas,
Notícia publicada no jornal Valor

11/03/2011 21:18

SÃO PAULO – Os acionistas controladores da CPFL e da Neoenergia começaram a avaliar uma combinação de negócios das duas empresas elétricas. Elas têm em comum a participação da Previ em seus blocos de controle.

Em carta enviada à CPFL, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil e a VBC Energia – empresa da Camargo Corrêa que está entre os controladores da CPFL – informam que foram iniciados estudos para avaliar alternativas de sinergias e criação de valor entre as empresas.

Esses estudos não são vinculantes - ou seja, não têm exclusividade - e estão em fase preliminar, de forma que ainda não foi fechado nenhum acordo sobre um eventual rearranjo societário.

No início deste mês, a direção Iberdrola – outra controladora da Neoenergia – já havia informado que a empresa espanhola foi procurada pela Previ para discutir uma integração entre CPFL e Neoenergia.

No bojo dessa operação entraria a distribuidora Elektro, comprada pela Iberdrola em janeiro por US$ 2,4 bilhões. Isso porque um dos planos dos espanhóis é incorporar a distribuidora brasileira à Neoenergia.

(Eduardo Laguna | Valor)

Heraldo - Campina Grande(PB) disse...

Prezado Mariano Branquinho,
Como o anônimo das 03:50 H informou, basta ir a uma agencia da CEF e verificar se tem conta aberta em seu nome na ag. justiça federal-DF. Quanto a documentação, não é necessário ter enviado a ANABB, pois a ação abrange todos os funcis que utilizaram veículo próprio no período determinado,que infelizmente não sei informar qual. Eu mesmo não encaminhei nenhuma documentação e recebí o valor a que tinha direito.

Anônimo disse...

Ao colega Cavalcante,

Não tive intenção de defender o sr. Heraldo e nem o sr. Manoel Vicentino em comentários emitidos por mim anteriormente.

Parece, no meu entendimento, que esta havendo equívoco de interpretação e isso esta instituindo críticas inadequadas em alguns casos e isso me preocupa muito, pois, a impulsividade da crítica sobre a mensagem, que é momentânea, gera situações constrangedoras para as partes envolvidas.

Com relação ao sr. Heraldo eu fiz dois comentários a respeito um das 5:20 e posteriormente o das 5:44 que provocou o seu comentário.

Com relação ao sr. Vicentino no meu entendimento eu observei que o mesmo tinha repassado um informação que ele teve de outros colegas em que diziam que a nossa AAPPREVI era uma "fraude". Eu entendi que não foi uma afirmação mas apenas um informação. Crítica não lhe foi poupada, inclusive pelo nosso presidente que agora depois de certos esclarecimentos reconheceu que pegou jogou duro com ele.

É isso que tem que ser evitado e foi essa a minha intenção, mas infelizmente colega, em alguns casos, não fui compreendido e alguns proferiram ofensas sobre minha pessoa sem nem mesmo me conhecerem pessoalmente mas que me conheceram através das minhas idéias nas mensagens que provocaram uma ira inconcebível em nosso meio.
Escrevo procurando não ofender ninguém, entretanto nem todos tem o mesmo cuidado.

Infelizmente muitos não aceitam os anônimos, que é o meu caso, mas poderiam aceitar pelo menos as boas idéias ou o que há de bom em nossas mensagens.

Cada um tem seu motivo para ser anônimo.

A partir do momento que o proprietário do blog não aceitar mais a participação de anônimos aceitarei tranquilamente essa decisão, pois, lhe cabe essa prerrogativa que não pode ser contestada.

Obrigado e Boa sorte.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Uma coisa que não dá para entender é a omissão dos tais "representantes eleitos" pelos funcionários. Ganhando, como dizem, R$ 44.000,00 por mês e mais algumas coisinhas para nos representar lá na diretoria da Previ, não era para esses indivíduos darem as caras pelo menos uma vez por semana e nos repassarem informações sobre todas essas importantes questões que estão sendo levantadas aqui nesse blog?
Afinal de contas, eles estão ali para nos representar e defender os nossos interesses como se fôssemos nós mesmos, mesmo que essa posição contrarie os demais representantes do BB/Governo. Mas, a sua omissão é tão grande que a gente não tem nenhuma idéia do que pensam esses senhores e nem temos certeza de que eles estejam mesmo indo lá na Previ para exercer a missão que nós lhes confiamos nas últimas eleições para a entidade.
A impressão que passam é que eles foram cooptados pelo poder e já se esqueceram totalmente da finalidade para a qual estão ali.
Tenho certeza que, como eu, a maioria dos aposentados/pensionistas nem se lembra direito do nome desses pseudo-representantes tal é a ausência de manifestações e de diálogo com os seus eleitores.

Nas próximas eleições, quando vierem com aquela conversa fiada em cima da gente, vamos dar o troco, para que esses indivíduos desapareçam, permanentemente, da direção da nossa Previ.

elvira disse...

É impossivel deixar de elogiar seus textos pois eles traduzem o que com certeza nos vai na alma. Parabens Marcos.

Lena. disse...

Caro colega das 14:30.Não é povo,é POLVO.O carnaval ainda não acabou prá eles. Ajá s!!.

Sr Cavalcante,vc falou o que mereceram ouvir.Eu também não gostei da atitude do Sr Manoel Vicentinho. parabéns!!

Querida Isa Musa,não esqueça das Pensionistas. 1OO/%.

A semana parece que não passa! Ajuda aí!!

Marcos,fica firme que DEUS é por ti. Um grande abraço para vcs todos.Lena.

Anônimo disse...

Caro colega Ari Zanella,

Desculpe minha sinceridade, respeito muito você, mas não foi boa idéia, neste momento crucial sobre as negociações, expor aqui, que nossos algozes vão deixar o aumento das pensionistas para outra oportunidade. Temos de ir para a briga pedindo tudo, e o caso das pensionistas deve estar à frente. A questão da Parcela Previ precisa ser melhor analisada, ou então totalmente cancelada e as respectivas aposentadorias serem como as de quem aposentou antes de 1997.
Afinal até Ministério da Fazenda está alterando nosso regulamento da Previ, então vamos exigir alterações a nosso favor, não é mesmo?

Anônimo disse...

Ao anônimo de 12 de março de 2011 das 13:42.

Realmente tem muita coisa estranha acontecendo.

Dentre elas o plano odontológico.

Por que a demora nesse projeto que atrasou a sua divulgação.

Estavam planejando deixar de fora os aposentados e os da ativa que um dia vão se aposentar.

E dessa forma só poderia ser idealizado um plano odontológico que não envolvesse a Cassi.

Pois, através da Cassi os aposentados também teriam direito a assistência e para evitar essa obrigação criaram um empresa de prestação desse serviço com a Odontoprev.

Aos poucos vão nos tirando da jogada, infelizmente.

carlosdomini disse...

Minha cara Lena,
Lá no blog da Cecília apareceu um colega que comenta sobre as pensionistas.Passe lá

Anônimo disse...

a aposentadoria de quem se aposentou apos 97, deveria ser recalculada. Por que tanta diferença ??? Por favor analisem isto. Estamos passando por dificuldades.Ha os bem aposentados ate 97 e os mal apos 97. Marcos , adoro ler seus artigos e sei que voce vai lutar para obtermos aposentadorias melhores.