quarta-feira, 30 de março de 2011

Quem pode mais?

Por João Rossi Neto



Exmo.Sr.Dr.Cezar Peluso.

DD.Ministro Presidente do STF.

Ilustríssimo Presidente,


QUEM PODE MAIS : A LEI COMPLEMENTAR 109/2001 OU A RESOLUÇÃO 26/2008 ?

A sociedade entende que o ideal seria que o magistrado se despisse, à porta do Tribunal, de seus conceitos ideológicos, filosóficos, de ordem política, social e moral, para cobrir-se, somente, da mais pura imparcialidade, neutralidade e fidelidade à norma posta, numa atitude que demonstrasse, sobretudo, sua inércia diante dos interesses estatais.

Dentro desse princípio, o povo concedeu ao legislativo e não aos juizes, a tarefa de formular as regras jurídicas que hão de governar a nação. O juiz deve subordinar o seu juízo pessoal ou subjetivo a estes interesses.

Nessa visão tradicional, conceito de justiça baseado unicamente na conformidade à vontade da lei. Tal assertiva vem fundamentada na idéia de que, cabe ao legislativo, por meio da criação normativa, a promoção de justiça social, e, sendo assim, uma vez aplicadas pelo Juiz, normas criadas com tal propósito, a justiça, imediatamente, será feita.

Não há nada mais escandalizante e comprometedor da ordem jurídica do que a variação, a incoerência e a contradição dos julgados. Toda segurança desaparece onde os indivíduos ficam à mercê dos entendimentos pessoais: cada cabeça é uma sentença e a justiça um jogo lotérico.

Sob tais circunstâncias, diante da impossibilidade de um julgamento desprovido de inclinações e tendências, por parte dos Juizes, é que se constata a necessidade de se estabelecer um limite dentro do qual a interpretação e aplicação das normas possam se dar sem que sua vontade seja frustrada pelo emprego – ainda que inconsciente ­­- de ideologias intrínsecas a seu caráter.

Em nome da preservação da segurança jurídica, a sentença deve ser minuciosamente estruturada de modo a comprovar suas motivações. Em nome da manutenção da certeza, dela advinda, preconiza-se a repetição dessas motivações e a obsoleta verificação da incidência da norma abstrata sobre o caso concreto, sem observância do contexto social onde tal norma está inserida e passará a produzir seus efeitos.

Esta segurança é respalda por representações ideais tais como: igualdade perante a lei, isto é dar aos ricos e aos poderosos o mesmo tratamento dado aos pobres e aos aposentados vinculados a Fundo de Pensão subjugados aos atos espúrios de um patrocinador perverso, sem considerar a desigualdade existente entre eles e buscar, por meio de sentença, atenuar tais desigualdades, a serviço de uma legítima justiça que consiste em dar a cada um o que é seu. Mas a dura realidade é outra, hoje em dia, o que se vê é que ao pobre a sua pobreza, ao miserável a miséria, ao desgraçado a desgraça, que isto é o que é deles.



Não está se cogitando o abandono da lei ou da busca do entendimento adotado pela jurisprudência. O que se faz imprescindível, no entanto, é a consciência de que a lei não é um fim em si mesma. É mero critério de apreciação do Direito, de acordo com a índole de um povo em determinada época. Nota-se que as decisões nas Altas Cortes são mais coerentes, equilibradas, trazem mais conforto e confiança aos mais fracos, sendo vista como última trincheira para corrigir injustiças.



Neste contexto, submetemos, a essa mais Alta Corte deste País e guardiã da nossa Constituição Federal, caso concreto que configura flagrante desobediência de Lei Federal, infração que se alberga no inciso III, alínea “a”, do artigo 102 da Carta Magna, pelos motivos a seguir alinhados:



1 - Editou-se a Lei Complementar 109, de 29 de maio de 2001, com a finalidade de disciplinar o Regime de Previdência Complementar Fechada e também para estabelecer diretrizes adicionais ao caput do Artigo 202 da Constituição Federal. Com efeito, o pano de fundo da discussão que trazemos à tona, está especificamente exposto in verbis no artigo 20 da referida Lei:

“ Art.20. O resultado superavitário dos planos de benefícios das entidades fechadas, ao final do exercício, satisfeitas as exigências regulamentares relativas aos mencionados planos, será destinado à constituição de reserva de contingência, para garantia de benefícios, até o limite de vinte e cinco por cento do valor das reservas matemáticas.

§ 1º Constituída a reserva de contingência, com os valores excedentes será constituída reserva especial para revisão do plano de benefícios.

§ 2º A não utilização da reserva especial por três exercícios consecutivos determinará a revisão obrigatória do plano de benefícios da entidade.

§ 3º Se a revisão do plano de benefícios implicar redução de contribuições, deverá ser levada em consideração a proporção existente entre as contribuições dos patrocinadores e dos patrocinadores e dos participantes, inclusive assistidos “.

Pois bem, essa Lei Complementar 109/2001, continua em pleno vigor, sequer foi cogitada qualquer hipótese para alterar textualmente a sua essência e os seus objetivos, inclusive desde a sua publicação no DOU de 30/05/2001, serviu de parâmetro e balizou todas as distribuições de superávits produzidos pelo nosso plano de benefícios, denominado Plano de Benefícios um da PREVI, que é o maior Fundo de Pensão da América Latina e o 25º maior do mundo.

A nossa PREVI para quem não conhece, é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar-EFPC, sem fins lucrativos, criada exclusivamente para administrar os recursos oriundos das contribuições dos funcionários do Banco do Brasil, das contribuições do patrocinador (BB) e pagar as aposentadorias, não tendo, portanto, nenhuma conexão financeira e ou administrativa com o banco.

Como foi dito tais recursos amealhados pelos participantes ao longo de décadas foram aplicados de forma eficiente no mercado financeiro, diversificado em Ativos de Rendas Variáveis, Rendas fixas mais conservadoras, em imóveis e empréstimos aos assistidos, etc, o que elevou, em 31/12/2010, o seu Ativo Total para mais de R$ 152 bilhões.

Essas cifras estratosféricas despertaram as cobiças do patrocinador e do Governo, principalmente do BB que interessado em comprar outras instituições financeiras, mas descapitalizado investiu pesado contra o nosso Fundo de Pensão e, em conluio com o Conselho de Gestão da Previdência Complementar, órgão vinculado ao Ministério da Previdência Social, editou um documento administrativo, denominado de Resolução MPS/CGPC 26, de 29 de setembro de 2008 – DOU de 01/10/2008 - a qual, ignorando por completo a Lei Complementar 109/2001, artigo 20, inseriu por sua conta e risco no artigo 15 dessa Resolução, dispositivo que contempla meação ao banco, sobre os superávits do nosso Plano 1 Previ, condição que não consta da LC 109/2001. Uma irregularidade esdrúxula que salta aos olhos pela ousadia criminosa:

“Art. 15. Para a destinação da reserva especial, deverão ser identificados quais os montantes atribuíveis aos participantes e assistidos, de um lado, e ao patrocinador, de outro, observada a proporção contributiva do período em que seu deu a sua constituição, a partir das contribuições normais vertidas nesse período.

§ 1º Na hipótese de não ter havido contribuições no período em que foi constituída a reserva especial, deverá ser considerada a proporção contributiva adotada, pelo menos, nos três exercícios que antecederam a redução integral, a suspensão ou a supressão de contribuições, observada como limite temporal a data de 29 de maio de 2001.

§ 2º Em relação aos planos de benefícios que não estejam sujeitos à disciplina da Lei Complementar 108/2001, a destinação da reserva especial poderá ser adotada exclusiva ou majoritária em prol dos participantes e dos assistidos, sem a observância da proporção contributiva de que trata o caput, desde que haja prévia anuência do patrocinador neste sentido”.

Anteriormente, por força da Lei Complementar 108/2001, o BB passou a contribuir na paridade com os funcionários (1 x 1), desdobrada essa expressão “proporção contributiva” (ver caput art.15 acima), isto quer dizer que o banco passou a ter direito a 50% dos superávits do nosso fundo de pensão. Essa condição foi materializada na distribuição de R$ 15 bilhões feita pela nossa Caixa, em 18/02/2011, quando foi depositado, à ordem do BB, em um Fundo de Destinação, a cifra de R$ 7.5 bilhões, dinheiro esse conseguido malandramente graças ao ardiloso artigo 15 da Resolução 26/2008.

Dentro do ordenamento jurídico, que é um conjunto hieraquizado de normas jurídicas (regras e princípios) que disciplinam coercitivamente as condutas humanas, com a finalidade de buscar harmonia e a paz social, nunca uma resolução administrativa poderia sobrepor-se a uma Lei. Veja que a Pirâmide de Kelsen, em relação de superioridade estabelece a seguinte ordem de prioridade: “Jurisprudência”:Constituição, Leis, Decretos; “ Atos normativos”: Portarias, Resoluções, etc.

Demais disso, a Resolução 26/2008 extrapolou a sua função, criando uma destinação de recursos ao Banco do Brasil que não está prevista no artigo 20 da Lei Complementar 109/2001. Tudo foi feito ao arrepio da Lei, num desrespeito frontal e total a Constituição Federal, pois com essa atitude faz apologia à desobediência da Lei. Essa Resolução acabou por transformar uma entidade sem fins lucrativos, em subsidiária do BB, que compulsoriamente passou a ter obrigação de produzir lucros para o banco.

Ressalte-se que o BB até 1967 pagava as aposentadorias dos seus funcionários, mas revendo a sua política de redução de despesas, concluiu que financeiramente era bastante vantajoso, contribuir para a PREVI com uma parte e os funcionários com outra, e que essa ficasse com o ônus do pagamento das aposentadorias e assim foi feito. Agora, neste momento, em face da Resolução ilegal e inconstitucional, é patrocinador e beneficiário do Fundo de Pensão ao mesmo tempo, ou seja, dá o dinheiro para pagar as contribuições com a mão direita e o recebe de volta na mão esquerda.

Isto é uma imoralidade sem precedentes e são mais de 120.000 pessoas beneficiárias do Plano 1 da PREVI, revoltadas com este estado de coisas. Como a Diretoria Executiva da nossa Caixa de Previdência é composta por três funcionários de carreira do BB, dos quais um é o Presidente do Fundo e também por outros três funcionários de carreira do banco no Conselho Deliberativo, dos quais um é o Presidente, dispondo, além do voto próprio, do Voto de Qualidade (Voto de Minerva) e com esse poder de fogo nas mãos, eles fazem o que convém ao patrocinador, tanto é que todos, dentro da PREVI, mesmo sabendo das ilegalidades praticadas, obedecem cegamente a Resolução 26/2008, sem apresentar a mínima reação para questioná-la, uma vez que trabalham praticamente algemados pela parte do corpo Diretivo nomeado pelo BB e que de fato dá as cartas dentro da Caixa de Previdência.

Igualmente, a PREVIC, órgão regulador e fiscalizador criado através da Lei 12.154, de 23 de dezembro de 2009, por ser subordinada ao CGPC pai da Resolução 26/2008, também sabendo das irregularidades faz vistas grossas a tudo, e é defensora ferrenha da Resolução, permitindo-nos fazer uma comparação jocosa, que equivale a dizer que a fiscalização levada avante pela PREVIC, é o mesmo que colocar raposa para vigiar o galinheiro. É uma instituição que deveria ser técnica, mas é política e todo o quadro é nomeado pelo Governo. Contra todo o aparato aqui desenhado, a nossa luta é inglória e a corda só arrebenta para o nosso lado.

Estima-se em setenta anos o prazo para extinção do Plano 1, visto que a partir de 1998 ele estava fechado para novas adesões, sendo que foi criado, para os funcionários admitidos a partir de 1998, o Plano Previ Futuro, no regime de Contribuição Definida que não tem nenhum de tipo de ligação com o Plano 1 da Previ, cujo rito é por Benefício Definido.

Nós (mais de 120.000 pessoas) estamos desamparados sob todos os aspectos, porque além da Lei Complementar 109/2001 estar sendo jogada na lata do lixo, fomos vilipendiados também no que respeita a Lei 10.741, de 01/10/2003 (Estatuto de Idoso), visto que os recursos reservados para custear as nossas aposentadorias estão sendo desviados e carreados para capitalizar o BB, maior banco estatal do Governo, em total menoscabo ao artigo 102. Entendemos que tudo isso que está sendo feito, tanto pela administração da PREVI como pela PREVIC é positivamente caso nítido de Gestão Temerária e ambas deveriam responder na qualidade de rés, com fulcro na Lei 7.492/1986 (Crimes do Colarinho Branco).

É um axioma incontestável de que existe influência de Impactos Econômicos nas Decisões Judiciais, de variadas formas, mas vou me ater, neste momento, apenas a crise financeira mundial de 2008 por ter afetado diretamente o nosso Plano de Benefícios 1 da Previ, porquanto houve uma revoada de investidores das Bolsas de Valores, azo em que migraram para outros Ativos e com isso as ações sofreram deságios, desvalorizações que acabaram redundando num prejuízo de R$ 26 bilhões para a nossa Caixa, revertido imediatamente em 2009, com recuperação total.

Em conseqüência dos riscos daquele momento (2008), os Juizes de primeira instância ludibriados pelos argumentos da PREVIC, acreditaram que aquela Resolução 26/2008, nascida em 29/09/2008, no auge da crise, no olho do furacão, seria um instrumento benéfico aos planos de previdência complementar e com isso pautaram as suas sentenças por negar as liminares que postulavam a sua extinção. Certamente não leram nas entrelinhas da Resolução, pois se ela estava dilapidando 50% dos superávits dos Fundos em favor do patrocinador, é claro que o golpe bilionário e vergonhoso perpetrado por ela seria prejudicial a saúde financeira dos planos. Quanta ingenuidade!

A simples possibilidade de, no futuro, no caso de déficit no plano, o BB ser chamado junto com os participantes para equacioná-lo, não era algo relevante para servir de convicção para alicerçar as sentenças e nem para conceder-lhe 50% dos superávits, sob o pretexto de que se ajudaria a pagar o prejuízo, então seria justo ter direito a participar dos superávits. O BB nunca foi chamado para resolver situação deficitária, mas já recebeu R$7.5 bilhões dos superávits. Isto é uma falácia, porque desde a criação do fundo o patrocinador sabia que o regime de Benefício Definido prevê a hipótese de vir a ser conclamado para cobrir eventuais dívidas, coisa que até hoje não ocorreu e nem vai ocorrer no futuro, visto que a tendência é sempre ascendente, ou seja, superávit sobre superávit.

Em conclusão, reputamos que os subsídios aqui produzidos são suficientes para a formação de juízo de valor, motivo pelo qual pedimos examinar os dois instrumentos distintos: A Lei Complementar 109/2001 e a Resolução 26/2008 sob a ótica da hierarquia jurídica, da eficácia legal de cada um, e se prevalecer a Lei Complementar 109/2001, dentro do raciocínio lógico, técnico e sem paixão de natureza estranha ao verdadeiro Direito, estarão derrotando a ilegalidade e a má fé.

È imperioso que se determine que sejam nulos de pleno direito, todos os atos efetivados em observância às normas da dita Resolução, sobretudo que o BB devolva os R$ 7.5 bilhões que estão depositados à sua ordem e que não lhe pertencem, porquanto foram obtidos por via ilegal e imoral, sendo da legítima propriedade dos participantes e a eles revertidos, em prol da melhoria de seus benefícios, agora e já. Que se estabeleça a verdade cristalina dos fatos à luz dos ditames da Constituição Federal e que a JUSTIÇA seja feita.

Atenciosamente.

João Rossi Neto – Goiânia (GO) – Matrícula BB/PREVI – 4.986.560-9.

Formato para impressão (PDF) - Clique aqui

101 comentários:

Anônimo disse...

Que arrazoado tão bem elaborado e alicerçado em argumentação irretocável chegue a seu destinatário e este, dedicando-se a percuciente leitura de seu conteúdo, ponha em andamento a máquina do Judiciário, de modo logremos ver prevalecer a Ordem, o Direito e a Justiça.
Com minha humilde admiração e agradecimento,
Amilton Miguez da Silva-0.712.780-4

Anônimo disse...

Alguns juízes são absolutamente incorruptíveis. Ninguém consegue induzi-los a fazer justiça.”
Bertolt Brecht,

Anônimo disse...

QUE FÁBULA; QUE MARAVILHA; SEI LÁ OUTRAS REFERÊNCIAS.
FABULOSO JOÃO ROSSI NETO; É ENCANTADOR; QUE SABEDORIA; QUE CONHECIMENTO DE CAUSA.

FICO DEVERAS ADMIRADO E ENCANTADO POR TAIS DIZERES E MANTENHO A MINHA BOCA CALADA EM TUDO O QUE FOI EXPOSTO E SE CAÚSÍDICO FOSSE MANDARIA IMEDIATAMENTE CUMPRIR O EXPLANADO.
E MAIS FICARIA ENVERGONHADO SE JUIZ FOSSE DE RECEBER TAL EXPLANAÇÃO.

SOMENTE DEVEREMOS TODOS OS PARTICIPANTES AGRADECER DE CORAÇÃO TAL REIVINDICAÇÃO. E CLARO QUE JOÃO ROSSI NETO NÃO APOIARIA QUE SE TAL SOLICITAÇÃO FOSSE ATENDIDA; PAGARMOS UM PERCENTUAL ; SE VIÉSSEMOS A RECEBER O QUE NOS É DE DIREITO ( ISTO SOMENTE A TITULO DE ILUSTRAÇÃO.; MAS EU PARTICULARMENTE FALANDO ; ME PROPORIA A PAGAR UM PERCENTUAL POR GANHOS DE CAUSA )

AQUI HELENO PINTO NOBRE; MATRICULA 3.984.740-3 ;DEVERAS ENCANTADO POR TODOS ESTES ARRAZOAMENTOS.

FABULOSO; QUE O SOBERANO UNIVERSAL LHE DÊ PLENA SAÚDE; GRANDE JOÃO ROSSI NETO; E EU ATÉ PENSEI QUE FOSSE O MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE QUE ESTAVA ESCREVENDO.

SINCERAMENTE JAMAIS SE ALGUM DIA AUFERIRMOS OS NOSSOS DIREITOS; PODEREMOS PAGAR ; DIGO ECONOMICAMENTE POR TAL FATO E GOSTARIA SE FOSSE POSSÍVEL COLOCAR PARA COPIARMOS TAL DEPOIMENTO.

SOLICITO AO QUERIDO COLEGA MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE; QUE PERMITA ENDEREÇAR PARA QUE TODOS OS INTERESSADOS POSSAM TER UMA CÓPIA.

EU PELO MENOS GOSTARIA DE COPIAR TAL DEPOIMENTO. ESTE É UM DOCUMENTO HISTÓRICO; SEM A MENOR SOMBRA DE DÚVIDA.

MEUS PARABÉNS;SINCERAMENTE ;GRANDE JOÃO ROSSI NETO. E QUE POSSAS COLHER OS FRUTOS DE TUA SABEDORIA EM VIDA. MUITO OBRIGADO DE CORAÇÃO PLENO.

HELENO PINTO NOBRE; JAMAIS ANÔNIMO; MATRIC. 3.984.740-3 I M P Á G Á V E L.!
EXTRAORDINÁRIO. !

Anônimo disse...

Que a justiça prevaleça, doa a quem doer.
Jorge Castro,

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Abaixo, transcrevo um trecho de uma reportagem saída, hoje, no caderno Mercado da Folha de São Paulo e que bem poderia servir de exemplo para ilustrar a brilhante manifestação do colega João Rossi Neto com relação ao perigo que representa para a nossa Previ a interferência do BB/Governo no nosso fundo de pensão:

".......
O Governo chegou a ameaçar o Bradesco de que colocaria na Vale um político ligado a fundos de pensão - o Previ, fundo de pensão do Banco do Brasil, detém 58,1% das ações da Valepar.
Brandão disse que isso seria um retrocesso inaceitável. Desde que Agnelli assumiu a Vale, em 2001, o faturamento da empresa saltou de R$4 bilhões para US$ 46,4 bilhões, em 2010. No final, a ameaça era só uma encenação, com o objetivo de que o banco saísse da negociação com um gostinho de vitória."

Diante dessa reportagem, surge, inevitavelmente, a pergunta: aquilo que não é bom para o Bradesco, qual seja, a colocação de indivíduos dóceis aos interesses do Governo na presidência da Vale, é bom para os aposentados/pensionistas da Previ, ou seja, a colocação desses mesmos indivíduos na diretoria do nosso fundo de pensão?

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Tito Botelho Martins, presidente da Inco, subsidiária da Vale no Canadá, vai substituir Roger Agnelli na presidência da Vale, a maior empresa privada do Brasil, informa a reportagem de Mario Cesar Carvalho publicada na edição desta quarta-feira da Folha.
Fonte: Folha de S.Paulo

elvira disse...

Com exemplar conhecimento de causa, o texto é brilhante.
Não poderia, a exemplo do colega Juarez Barbosa, se tornar uma petiçao publica, com abaixo-assinado?
João Rossi, meus sinceros agradecimentos.

Anônimo disse...

JOÃO ROSSI...parabéns pela argumentação primorosa. Esperamos que a " JUSTIÇA " se pronuncie de forma " JUSTA " e a " VERDADE " prevaleça.

Anônimo disse...

Não tenho palavras...

iraci berviria disse...

João, dizer que o admiro, a palavra não consegue exprimir o que realmemte senti, ao ler este texto.
Obrigada!Que os Anjos de Luz te protejam agora e sempre.

Pensionista sem voz... disse...

Simplesmente brilhante !!!!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Ofício FAABB 30/março 2011.



Às

Associações de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil



Sr. Presidente,



Por ocasião da apresentação do Resultado do Exercício Previ 2010, no Rio de Janeiro, no último dia 21/03, foi anunciado pelo Diretor Sasseron, que a partir de hoje, dia 30, seria realizada a primeira reunião sobre a retomada das negociações com o Banco do Brasil sobre o Regulamento do Plano nº 1 da Previ, conforme previu o Termo de Compromisso assinado em novembro de 2010. No entanto, esse reinício de negociações foi remarcado para o dia 04 de abril, às 16h30, em Brasília.



A FAABB será representada nessa reunião por sua Presidente e, uma vez traçado o calendário das reuniões posteriores, consultarei às filiadas sobre nossa representação à mesa, como será e sobre que princípios.



Atenciosamente

Isa Musa de Noronha

Presidente

Anônimo disse...

Colega Joao Rossi Neto, OBRIGADA!
Que o Divino Espirito Santo continue a lhe abençoar e iluminar.
Me emocionei muito.
Sandra Alves

mary disse...

Joao o Rossi, Creio que todos colegas estao de Parabens, tanto voce como Marcos tem jogado duro, seus testos sao realmente brilhantes, que Deus a cada dia possa ilumina-los mais e mais. Vamos rogar ao Juiz dos Juizes que nos ajude a alcansar essa grande vitoria. Deus e fiel.

mariano branquinho disse...

Alô Marcos e João Rossi, têm condições de disponibilizar essa excelente obra prima, para que possamos imprimir e divulgar entre muitos aposentados e pensionistas, que infelizmente ainda não acreditam em nós AAPPREVI.

Abraços Mariano Branquinho

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Trecho extraido do caderno Mercado da Folha de São Paulo de hoje:

"O governo chegou a AMEAÇAR o Bradesco de que colocaria na Vale um político ligado a fundos de pensão -a Previ, fundo de pensão do Banco do Brasil, detém 58,1% das ações da Valepar."
Brandão disse que isso seria um RETROCESSO INACEITÁVEL."

Conclusão (pergunta inocente): porque será que o Bradesco não aceita um dos diretores da Previ na presidência da Vale se, teoricamente, eles estão defendendo tão bem o interesse dos aposentados/pensionistas?

Anônimo disse...

Emudeceram alguns. O Rossi agora foi além das expectativas daqueles que sabem escrever. E escrever bem, com conteúdo e bem endereçado, onde pode haver realmente repercussão. Obrigado, Rossi. Mais uma vez, obrigado.

Anônimo disse...

JOÃO ROSSI NETO, UM NOME QUE DIGNIFICA O NOSSO QUADRO DE APOSENTADOS E MOSTRA O QUE BB TINHA DE RECURSOS HUMANOS.

jeanne disse...

Marcos, já foi o sorteio do notebook?Quem ganhou?Abraços,Jeanne.

Lázara Rabelo disse...

Caro João Rossi Neto,

Realmente sou uma pessoa privilegiada! Divido o mesmo espaço (virtual)com pessoas maravilhosas, que fazem uso de suas mentes brilhantes em benefício de todos do PB1.
Parabéns e o meu muito Obrigada!
Parabéns ao querido Marcos Cordeiro que tornou tudo isto possível e vem sofrendo retaliações, por defender os mais fracos!
Que Todos os Santos os protejam e lhes deem muita Saúde, Paz e Disposição para continuarem nesta luta!
Abraços,
Lázara Rabelo

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Mariano e demais Colegas,

O texto no formato para imoressão está disponível através de links existentes ao final do post e em Notícias Relevantes, com data de hoje.

Abraços,

Marcos Cordeiro de Andrade

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Colega Jeanne e demais interessados:

O sorteio do notebook será realizado hoje pela Loteria Federal, programado para ocorrer à noite, segundo a CEF.
Tão logo tenhamos o resultado o divulgaremos pelos nossos meios, com o nome contemplado.

Rogério Luiz Carvalho disse...

Obrigado colega João Rossi, continue reinvidicando nossos direitos, juntamente com o Marcos
e a Isa, pois acho que qualquer hora, vai sobrar para os poderosos
do BB/PREVI/PETRALHAS. Abraços, Rogério Luiz Carvalho. Pelotas .RS.

Anônimo disse...

Prezado Joao Rossi:
Não foi à toa que ,por duas vezes, escrevi que estava sentindo sua falta...Texto brilhante e recheado de lógica cristalina. Seria possivel,como alguem sugeriu, transformá-lo numa espe´cie de abaixo-assinado....?

José Roberto Eiras Henriques disse...

Sr. João Rossi Neto, que seus argumentos sejam analisados no Supremo à luz da Constituição e se faça justiça. Não estás pedindo ou exigindo o impossível, apenas Justiça.

Parabens pela iniciativa e por se dedicar a nossa causa.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

> Date: Wed, 30 Mar 2011 16:31:13 -0300
> From: atend@previ.com.br
> To: ivanrezende07@hotmail.com
> Subject: ATENDIMENTO PREVI
>
>
> Senhor Ivan,
>
> Ainda não foi dada resposta a PREVI. Tão logo tenhamos a resposta, daremos ampla divulgação pelos nossos canais de comunicação.
>
> Permanecemos à disposição.
>
> ROBERTO PEREIRA GONCALVES
> Gerência de Atendimento
> PREVI


> Data: 26/03/2011 06:57:20
> Assunto: Outros Assuntos - Imp. Renda s/superávit acumulado
> Tipo: Solicitação
>
> Mensagem:
> Já houve uma resposta convincente da Receita Federal sobre o imposto de renda retido, quando do pagamento das 12 parcelas iniciais? Para o pessoal da ativa será considerado como de trabalho e , em consequência, feito o desconto mês a mês, com relação às 12 parcelas?
>
> Matrícula: 4497710
> Nome: IVAN REZENDE DA SILVA

Anônimo disse...

VALEU MUITO OBRIGADO.
JÁ TIREI A MINHA CÓPIA E A GUARDAREI COM MUITO CARINHO.
PARA MIM TOTALMENTE INESQUECÍVEL.

TOMARA QUE MAIS COLEGAS PRESTEM ATENÇÃO E POSSAM DAR VALOR A TODO ESTE ESFORÇO.
PORQUE DEVE TER SIDO HORAS DE PENSAMENTO E ENSAIO E DEPOIS DIGITAR TODA ESTA MATÉRIA. SOMENTE UMA SUPER CABEÇA PARA FAZER ISTO.

COM CERTEZA; MEUS PARABÉNS DE NOVO.

AGORA QUERIDO MARCOS UMA PERGUNTA COMO ESTÁ A SITUAÇÃO ? PELO QUE ANDEI LENDO ESTÁ HAVENDO MUITA PRESSÃO !

ACHO QUE NÃO PODERIAMOS AJUDAR COM MUITA COISA. MAS ESTAMOS PREOCUPADOS ( PELO MENOS EU ).

QUEM SABE TIRAR ALGUNS DIAS DE FOLGA ; AFASTAR-SE DE TODA ESTA COISA RUIM QUE É RECEBER TODA ESTA CARGA TODOS OS DIAS.

NÃO É PARA QUALQUER UM. COM CERTEZA QUE NÃO ÉS MAIS UM GURI E NEM PRECISAVAS ESTAR ENVOLVIDO NESTA TREMENDA CONFUSÃO.

ESPERO QUE TENHAS MUITA SAÚDE PARA TE RECUPERAR E AGUENTAR TODA ESTA LOUCURA.

AQUI HELENO PINTO NOBRE ;,MATRIC. 3984740-3 ; PREOCUPADO COM TUA SAÚDE E SEGURANÇA EM FUNÇÃO DE TUDO O QUE LI A TEU RESPEITO DESDE ONTEM .
UM FORTE ABRAÇO .

Raul Avellar disse...

A propósito da correspondência dirigida ao Presidente do STF pelo
preclaro colega João Rossi Neto, eu
só consigo exprimir a exclamação que o Cel. Jack O'Neill, da série de TV "Stargate", expressava quando
o Supremo-Comandante da Frota Asgard aparecia para salvar os humanos: EU ADORO ESSE CARA!
Raul Avellar

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Prezado Heleno Pinto Nobre.

Seu texto das 17:22 de hoje não pôde ser publicado por infringir as recentes orientações para divulgação de textos. Em que pese a coerência dos seus argumentos e a riqueza de detalhes - o que lhe é peculiar - entendemos que a forma empregada fere nossa norma de conduta.
Pedimos que continue nos prestigiando com suas oportunas inserções, rogando que o faça de modo o mais palatável possível.

Anônimo disse...

QUERO NESTE MOMENTO ME DESCULPAR SE INFRINGI ALGUMAS REGRAS.
E NÃO QUERO JAMAIS CAUSAR ALGUM EMBARAÇO PARA O BLOG E ENTENDO POIS NÃO SOU DE LEVAR DESAFOROS PARA CASA MESMO.

SEI E TENHO CONSCIÊNCIA QUAIS SÃO OS NOSSOS DIREITOS E SE APESAR DO QUE TENHA DITO FERIU ALGUMA NORMA; ME ESCUSO SE ULTRAPASSEI OS MEUS LIMITES.
MAS A SITUAÇÃO ESTÁ CHEGANDO A UM LIMITE INADIMISSÍVEL.

SAÚDE E DESCULPE PELO EMBARAÇO TALVEZ CAUSADO.
E NÃO ME RETRATO QUANTO AO QUE DISSE; E QUE JÁ NEM LEMBRO O QUE ESCREVI.

AS COISAS ME VEM A MENTE NA HORA E EU AS DIGITO.

SINTO MAS ACEITO QUE ASSIM SEJA FEITO. TENHO QUE ME RESTRINGIR AS REGRAS ESTABELECIDAS.
MINHA ESPÔSA SEMPRE FALA QUE EU SOU MUITO LOUCO E NÃO ME CONTENHO.
MAS FAZER O QUE;NASCI E VOU MORRER ASSIM; E NÃO QUERIA OUTRA MANEIRA DE SER.

TENHO O SANGUE DA VELHA EDITH PINTO NOBRE ; MINHA MÃE ; QUE ERA UMA PIMENTA MALAGUETA ARDIDA .

ATÉ A PRÓXIMA OPORTUNIDADE.
EU MESMO AQUI; JAMAIS ANÔNIMO ; HPN ; MATRIC. 3984740-3. O TEXTO DO JOÃO ROSSI NETO; MEXEU COMIGO. FIQUEI REALMENTE MOTIVADO.

GOSTARIA DE PODER TER O CONHECIMENTO E A CAPACIDADE DELE DE ARGUMENTAR CORRETAMENTE.

EU SOU ASSIM MESMO FALO DIRETO. NÃO FAÇO RODEIO DE JEITO NENHUM. NÃO AGENTO MAIS DESAFOROS COMO ESTÃO LEVANDO A SITUAÇÃO. NOS TRATANDO COMO SUBALTERNOS. NÃO LEVO DESAFORO.

ATÉ MAIS.

jvasconcellos disse...

A proposito da correspondencia do Estimada colega Joao Rossi Neto. ao Preidnete do TST,
Concordo em genero,numero e grau, com a mensagem postada do colega Raul Avellar
Saude e que Deus o Proteja colega ROSSI.

JVASCONCELLOS

Ari Zanella disse...

Nobres colegas,

Quando li o texto surgiu-me na mente que se tratava do texto de pedido de ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) da Resolução CGPC 26/2008. Poderia ser. Bastaria a colega Isa Musa conseguir um Partido Político para isso.
Gostaria de agradecer e parabenizar o autor do belíssimo trabalho, como já disseram, coisa de mestre. Parabéns também ao Marcos por publicá-la como "POST", dando-lhe maior visibilidade.
Como diria Barak Obama, Rossi é o cara. Esta é a forma de pressão que deve ser feita com frequência. No Brasil, a coisa só anda "under pressure" (sob pressão).

Felicidades a todos.

Anônimo disse...

CARO MARCOS BUTESTE ME DIZER A ONDES FOI QUE ERREI? NÃO SOU HOMEM D ME ESCONDER; SEMPRE FUI MUITO SINCERO NAS MINHAS PLANAÇÕES E PENSAMENTOS.FICO DEVERAS MAGOADO PORQUE AQUI SÓ PODES FALAR OS QUE TEM MUITA INTELIGÊNCIA E LEITURA. NÃO VI MOTIVOS PARA NÃO SER PÚBLICADO OS MEUS PENSAMENTOS E AS MINHAS LÓGICAS: GOSTÁRIA DE PEDIR HUMILDEMENTE AO COLEGA MARCOS QUE COLOCASSE TUDO AÍ; ACHO QUE ESTÁ HAVENDO DISCRIMINACÃO DE VOSSA PARTE EM RELAÇÃO A MINHA PESSOA. ESTOU SEMPRE A ELOGIAR O NOBRE COLEGA MAS NADA O AGRADA; AQUI SEM MAS DEMORAR-ME HELENO PINTO NOBRE; MATRÍC. 39847040-3; PREOCUPADO COM TUA SAÚDE E SEGURANÇA. UM FORTE ABRAÇO.

Anônimo disse...

Prezado João Rossi Neto
Essa petição está redigida em forma tão primorosa, na minha opinião de leigo em Direito,é bem verdade, que se me apresenta irretocável. Parabéns. Faço votos que receba do Ministro o mais incondicional acolhimento, como merece.
Edgardo Amorim Rego

Paulo disse...

João Rossi para o presidente do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL!

Paulo Motta.

Rubem Tiné disse...

Texto muito bem fundamentado, só espero que não caia nas mãos do Ministro Gilmar Mendes. Até para isto, precisa-se da sorte. A propósito, o Medeiros está entrando com uma ação judicial de ressalva de direitos. Interessados podem acessar a procuração no blog do citado advogado.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Prezado Heleno.

Com pedido de desculpas a você, que se sentiu melindrado, e aos demais participantes que se melindrarão, eis alguns tópicos que determinaram a negativa em publicar seu comentário das 17:22, de hoje, embora me peça para reproduzi-lo na íntegra:

“(POLITICOS) COMO JOSÉ SARNEY AINDA ESTÃO ROUBANDO DESTE PAIS.”

“MAS PARA SALÁRIO MÍNIMO;( 545;00 ) QUE MERDA DEVERIA SER”

“POLÍTICOS ROUBANDO
VÃO É NOS FERRAR;COM "FUKS". "FUKS" EM NÓS.!”

“CANALHAS E LADRÕES DE BRASILIA; BB;PREVI;ANABB/ REPRESENTANTES DE MENTIRINHA MAMANDO NAS TETAS GANHANDO 44.000 POR MES.”


Aviso do moderador do Blog aos participantes.
Doravante textos inconvenientes simplesmente não serão publicados, sem maiores explicações.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade

rosalina de souza disse...

Onde estão os Dirigentes.

Um dos pressupostos básicos da liderança é a capacidade de tomar a iniciativa e assumir os riscos. Em outras palavras, o líder é aquele que diante do conflito, da dificuldade ou dos problemas toma a frente e assume a responsabilidade, promovendo as ações necessárias ou dirigindo os esforços dos subordinados para tal feito.

As oportunidades de liderança são na verdade aventuras de uma existência e requerem espírito pioneiro. Começar uma nova luta em favor do PB-1 da Previ, reverter uma operação perdida pelos nossos atuais Dirigentes, melhorar intensamente a condição social dos aposentados e pensionistas do PB-1 da Previ, aumentar a qualidade de vida de todos nós, todos são nobres esforços humanos. Esperar uma permissão para começá-los não é uma característica dos líderes. Agir com senso de urgência, sim.

Bravo João Rossi Neto, Bravo Marcos Cordeiro de Andrade,o que vemos é um tanto de gente em papel de liderança sem coragem para tomar as decisões necessárias para que tenhamos um final de vida digno e com respeito a memória do Meu Falecido Marido que acreditou que contribuindo a Previ, daria melhores condições a sua família.

Respeitosamente, Carinhosamente

Rosalina de Souza

Pensionista

elvira disse...

Marcos, este texto é um marco na nossa luta.
Um despertar de otimismo é perceptivel nos comentários.
Com esperança de um resultado positivo, agradeço a Deus pelo trabalho brilhante, que todos vocês estão fazendo.
Muita paz

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

A Caixa Econômica Federal acaba de divulgar o resultado do sorteio da Loteria Federal de hoje, 30/03/2011.
O primeiro prêmio saiu para o número 16.376. Com isso o notebook saiu para o número 376, pertencente ao associado REGINALDO WELLINGTON DE AGUIAR CODEÇO, residente em Itaperuna (RJ).

Anônimo disse...

Parabéns ao colega sortudo, que receberá em casa notebook 'zerado'.
Ao HELENO PINTO NOBRE e todo seu temperamento explosivo, meus respeitos. A moderação, entretanto, faz bem à saúde. Cuidado com a pressão arterial; um abraço.
Amilton Miguez da Silva-0.712.780-4

Anônimo disse...

Parabéns colega Reginaldo!!

Abraços.

Anônimo disse...

Caro Marcos, eu fiz um comentário e ainda não o vi publicado.
Aguardo.

José Roberto Eiras Henriques.

jeanne disse...

Parabens Reginaldo!!!jeanne

Lena. disse...

Reginaldo, você é muito sortudo!
parabéns e muita sorte em tudo na sua vida.
Felicidades colega. Abraços.

Lena.

Anônimo disse...

AO LER AGORA O QUE FOI DITO POR ALGUEM QUE NÃO SOU EU; BEM QUE A COLEGA LENA JÁ HAVIA ME FALADO A RESPEITO D E ALGUÉM QUE TENTOU PASSAR POR MIM E O MARCOS CAIU NA ARMADILHA.
O QUE FOI POSTADO 30.03.2011 ÁS 14:43 É REPITO TOTALMENTE FALSO.
ESTAVA RELENDO E ESTÁ CHEIO DE ERROS DE PORTUGUÊS.
NÃO EMITI AQUELA MENSAGEM DE JEITO NENHUM; MAS O QUE DISCESTE REALMENTE QUE EU DISSE A RESPEITO DE SARNEY É VERDADEIRO E NÃO RETIRO.

DIGO E REPITO; NÃO SEI QUAL O CANALHA QUE SE FEZ PASSAR POR MIM. A MATRICULA INCLUSIVE DESTE PALHAÇO ; BOBALHÃO E QUE NÃO SEI QUE VANTAGEM ELE IRÁ LEVAR EM DIZER COISAS QUE EU NÃO DISSE.

ELE GRAFOU A MINHA MATRICULA COM UM "ZERO" A MAIS É VOCES COMPARAREM A MINHA MATRICULA CORRETA QUE TODO MUNDO JÁ SABE COM A QUE ELE GRAFOU NA MENSAGEM DAS 14:43. COVARDE; TREMENDO FDP. VAI ARRUMAR O QUE FAZER SEU M....

EU ACHO QUE TEMPOS ATRÁS ELE MANDOU EU TOMAR CUIDADO POR QUE EU ESTARIA EM CIMA DO MURO.
TALVEZ SEJA O MESMO CANALHA.

MARCOS A QUE TU COLOCASTE APÓS ESTÁ CORRETA. MAS ESTA QUE SAIU AS 14;43 É, FALSA DE ALGUÉM DESOCUPADO E QUE REALMENTE QUER FAZER INTRIGA.

DE ONDE SAIU ESTE PÚSTULA. ?

VAI CUIDAR DA TUA VIDA O SEM PROPÓSITO; NEM SEI COM QUE
OBJETIVO ESTÁS A TOMAR ESTA DECISÃO DE ME COPIAR.
VAI ENCONTRAR O QUE FAZER O VAGABUNDO.

COMPAREM O QUE ELE ESCREVEU E COMO ESCREVEU QUE IRÃO VER QUE DO MEU COMPUTADOR NÃO SAIU A MENSAGEM DE 14:43. É ALGUM SAFADO QUE QUER IMPLANTAR A INTRIGA. E VI QUE O MARCOS ACABOU MORDENDO A ISCA E DIVULGANDO O QUE EU HAVIA DITO. SINTO MUITO MARCOS.

HELENO PINTO NOBRE; MATRICULA 3984740-3 E NÃO 39847040-3. AQUI QUE ESTE CANALHA SE FERROU COMO OUTRAS BOBAGENS QUE ESCREVEU. A REALIDADE É ESTA.
SE NÃO QUISERES COLOCAR O QUE ESTOU ESCREVENDO AGORA ; TENS O MEU ENDEREÇO ELETRÔNICO QUE PODES ME CONTACTAR. VOCÊ DECIDE .!

SEMPRE ME IDENTIFICO CORRETAMENTE .CONCORDO COM O QUE ESCREVESTE ÁS 15:25 E PEÇO DESCULPAS POR TER CAUSADO TANTO TRANSTORNO

Anônimo disse...

Reginaldo obrigado por você ser um dos nossos associados.

airton - kta disse...

Caro amigo João Rossi eu que sou leigo, como o Edgardo, lí, entendi, e creio que será a última atitude honrada que o Ministro do STF fará. Vai nos defender e reverter toda essa canalhice que a PREVI está fazendo conosco. A DGNIDADE DE UM HOMEM ESTÁ NA HONRA E EXEMPLO QUE POSSA DEIXAR PARA SEUS DESCENDENTES.
Abraços a todos
Airton - Kat-MG

Anônimo disse...

ROSSI VOCÊ DEU UMA ESCORRECADINHA,NORMAL. ESCREVEU: ''PATROCINADORES'' DUAS VEZES SEGUIDAS NUMA MESMA LINHA.
IDÉIAS NÃO TEM MAIS O ACENTO agudo,PORTANTO É IDEIA. JUIS É COM O ACENTO agudo no i JUÍS. E OUTRAS MAIS.
É NORMAL. MUITO BOM. JVASCONCELLOS. PARABÉNS!!

Anônimo disse...

O adiamento da reunião do superávit para a proxima segunda feira com certeza tem a ver com o desfecho que terá a reunião de amanhã que vai decidir a saída do Agnelli da Vale.
Claudio

Wania Carrara disse...

Que felicidade ver que alguém com matrícula BB escreveu isso.
Fantástico !!! Isso me faz voltar a ter orgulho de ter sido funcionária do BB.
Estamos avançando.
Voltei a ter esperança...

Wania Carrara disse...

Não quero discutir direitos ou concessões.........
Mas a parcela PREVI é a coisa mais injusta que a PREVI já fêz..
O percentual das pensionistas já existia há anos.....
A parcela PREVI apareceu meio que "de repente" e tirou dos novos aposentáveis a igualdadae diante dos demais.
QUERO muito que as pensionistas levem o que merecem, mas é preciso salvar antes os titulares........
O que será das pensionistas deles?
Vão levar 100% de quanto ?

Anônimo disse...

Fico feliz Reginaldo por ter sido o ganhador! Parabéns!!!
Julita

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Colega,

REGINALDO WELLINGTON

A AAPPREVI solicita confirmação do seu endereço para a remessa do notebook. O seu telefone não está atendendo.

Grato,

Marcos Cordeiro de Andrade

Anônimo disse...

JVasconcellos,JUIZ e com Z.
E mole, quer corrigir o Rossi.
Nos poupe!
Sandra Alves

Anônimo disse...

Wania gostaria de saber se tu és pensionista.

Anônimo disse...

ALO< ALO PENSIONISTAS! REUNIÂO DIA 06 de abril em SÂO PAULO> FAÇAM FAIXAS E VAMOS A LUTA!

Anônimo disse...

Amigos este trabalho do nosso querido colega João Rossi é brilhante.
No entanto, com todo o respeito e nao querendo ser pessimista, não tenho fé que o ministro Cezar Peluzo nos dará a devida atenção !

Anônimo disse...

ao colega JVASCONCELLOS.

É melhor escrever duas ou tres palavras com a grafia errada, mas com conteúdo, do que escrever baboseiras como você fez.

Parabéns, João Rossi.

Francisco

Anônimo disse...

Simplesmete MARAVILHOSO! FANTASTICO! SABIO!
Quem tiver ouvidos que ouça. Quem tiver boca que leia.Quem tiver sabedoria que interprete.
Isto é para poucos. Uma lição de Democracia e Jurisprudência. Explanação de quem conhece. Bom que muitos causidicos imprimam e guardem em seus arquivos para servir de parâmetro em situações similares. Acredito que até o destinatário vai tremer nas bases.
O BB e a PREVI pensam que vão ficar a vida toda enganando e subtraindo direitos dos indefesos aposentados/pensionistas. DEUS envia anjos em defesa dos pobres e oprimidos e os iníquos pagarão pelas suas práticas.
Rossi, parabenizar-lhe é pouco. Exaltar-lhe ainda é pequeno.
Que Deus conserve por muitos anos a sua vida de invejável mente fértil e abençoada.

Anônimo disse...

Meu conentário não sai? foi ontem caro Marcos. A ONDE ESTA O ERRO????


José Roberto Eiras Henrique. Mostra o erro Marcos!!! O SENHOR ME DESCULPE MAS O SENHOR NÂO TEM MAS CONDIÇÕES DE FICAR MODERANDO NADA. ANDA TROCANDO AS BOLAS COLEGAS? ME MOSTRA!!!
OBRIGADO.

Julita disse...

Com todo respeito Wania,voce se esqueceu, quantos anos os nossos maridos pagaram a PREVI?Meu marido entrou no BB em 1959 e faleceu em 2002! Voce acha certo eu ficar com uma pensão de 60%?
Abraços, Julita

Carlos Mariano disse...

Prezado colega Rossi.
A sua petição está primorosa e a titulo de colaboração queria dar a seguinte sugestão - faça uma semelhante e envie para o Procurador Geral da Republica.
O porque dessa sugestão e que, embora eu não seja advogado, pelo que já estudei a respeito o STF quando muito só tomara conhecimento de nossas dificuldades mas nada poderá fazer eis que o assunto não foi apresentado dentro das formalidades necessárias para que ele o aprecie com julgador, já o PGR, se não me engano, compete "Também pode, perante o Superior Tribunal de Justiça, propor ação penal, representar pela intervenção nos Estados e no Distrito Federal e representar pela federalização de casos de crimes contra os direitos humanos."

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caros Colegas.

Como moderador do Blog procuro evitar confronto entre os participantes em função de declarações infelizes. O comentário abaixo não foi publicado para evitar justa insatisfação das pessoas atingidas e, também, para obstar os ataques naturalmente advindos, contra o dono do comentário.
No entanto, devido à insistência para que o publique, como se vê dos e-mails seguintes, liguei para o autor do texto, sem sucesso, para explicar minhas razões.
Todavia, como ele se volta contra minha pessoa, de modo deselegante e condenável, achei por bem fazer sua vontade.
Eis os e-mails de cobrança e, por último, o texto que não gostaria que chegasse ao conhecimento público:
-------------------------
Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Quem pode mais?":

Caro Marcos, eu fiz um comentário e ainda não o vi publicado.
Aguardo.

José Roberto Eiras Henriques.

Postado por Anônimo no blog Previ Plano 1 em 30 de março de 2011 17:05
----------------------------
Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Quem pode mais?":

Meu conentário não sai? foi ontem caro Marcos. A ONDE ESTA O ERRO????

José Roberto Eiras Henrique.

Mostra o erro Marcos!!! O SENHOR ME DESCULPE MAS O SENHOR NÂO TEM MAS CONDIÇÕES DE FICAR MODERANDO NADA. ANDA TROCANDO AS BOLAS COLEGAS? ME MOSTRA!!!
OBRIGADO.

Postado por Anônimo no blog Previ Plano 1 em 31 de março de 2011 05:02
--------------------

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Quem pode mais?":

Deveria ter espaço para colegas chatos na tela do monitor.
Aquentar um Heleno,Elvira,geane,Iraci,Lázara,pensionistas sem voz e com voz não é mole. Estraga tudo. Vão lavar louça!

Boa tarde.
José Roberto Eiras Henriques.

Postado por Anônimo no blog Previ Plano 1 em 30 de março de 2011 15:25

JVasconcellos disse...

Aos colegas

Sa.SANDRA ALVES
Sr. FRANCISCO

Comuniquei a TODOS, que Não , e jamais, UTILIZEI O BLOG para efetuar correções em artigos publicados pelos colegas, PRINCIPALMENTE a OBRA PRIMA DO COLEGA ROSSI,em carta ao TST.
EU lamento que a minha mensagem ,ainda não esta no BLOG, e com muita tristeza , ainda há pessoas que utilizam o nome de outras para se ,criar estes fatos lamentaveis,NO BLOG, criado pelo Colega Marcos, A unica Bandeira a criar a fonte de informações de nossos interesses,e de nossas lutas ,contra os desmandos do BB e PREVI,
Sandra ,Francisco e demais colegas do Blog, NÃO é DE MINHA AUTORIA ESTA BARBARIDADE>(REPETINDO A MENS, de 30.03.)
MAS NÃO e dificil saber de onde partiu a mansagem mentirosa
Atenciosamente
Jaym Eduardo Vascomcellos

Anônimo disse...

É absurdo o que BB faz não dar a mínima para os aposentados, o valor dos 50% do superavit do qual apoderou serve para pagar PLR altissimas para funcionárias da ativa, principalmente os altos cargos além de cesta alimentação, plano odontológico, etc, etc tudo isso com dinheiro da PREVI isso é inconstitucional. Será que nós merecemos o governo que temos e que já também tiveram - PSBD(FHC) PT(Lula) agora PT(Dilma) é tudo farinha do mesmo saco.

Jose Roberto Eiras Henriques disse...

Marcos, Bom Dia!

TEM ANONIMO FAZENDO COMENTARIO, INDEVIDAMENTE EM MEU NOME NO BLOG,
COMO O COMENTÁRIO ABAIXO, QUE REPRODUZO:

"Caro Marcos, eu fiz um comentário e ainda não o vi publicado.
Aguardo.

José Roberto Eiras Henriques.

30 de março de 2011 17:05"

Infelizmente estão querendo denegrir a imagem do blog. Repudio tal atitude como a do Anonimo que o fez.

Marcos, minhas postagens sempre foram publicadas sem restrições. Identifico-me sempre da mesma maneira. Verifique minhas postagens em comentarios anteriores, sempre a identificação é feita no Cabeçalho, nunca ao final de minhas mensagens.

INFELIZMENTE ESSAS COISAS ACONTECEM, PESSOAS DESTITUIDAS DE CARATER SEMPRE EXISTIRAM, EXISTEM E EXISTIRÃO, FAZER O QUE?


MARCOS, ESSAS MENSAGENS NÃO DE MINHA LAVRA.
ESTÃO QUERENDO CRIAR ATRITO ENTRE EU E O BLOG. MAIS UMA VEZ REPUDIO TAL ATITUDE.

Anônimo disse...

Caro Marcos,
Creio que a solução para o problema de pessoas que utilizam nomes alheios para publicar mensagens é de fácil solução. Visto que o blog, apesar de ser particular seu, publica assuntos preferentemente ligados à AAPPREVI, penso que os associados não se oporiam ao acionamento dos advogados contratados pela associação, a fim de se obter judicialmente os IP's e a identificação dos remetentes das mensagens apócrifas, com posterior denúncia criminal ao Ministério Público, sob a tipificação sde falsidade ideológica.

Anônimo disse...

Ao que diz ser o colega José Roberto Eiras Henriques,

Aqui não tem espaço para você. Está tão desocupado e brincando de passar por outras pessoas, encontre uma ocupação digna! pegue uma Bíblia e vá pregar em alguma esquina de sua cidade! Deixe quem é sério trabalhar em paz!

Anônimo disse...

Queria dar uma sugestão. Os interessados em postar como "anônimo" (que realmente precisem do anonimato) entram em contato,por e-mail, com o Marcos. Os que se identificam , com o nome, também.
Em ambos os casos, recebem uma senha - cujo conhecimento ficará restrito ao Marcos e ao próprio dono.
Quando bandidos tentarem se fazer passar por pessoas que realmente postam aqui, o Marcos poderá, via confirmação da senha, verificar que não se trata do JVasconcelos, do HPN, e outros. Simples assim.
E o xarope que perde tempo tentando copiar o estilo da postagem dos outros, para confundir e tumultuar, ficará a ver navios.
O que acham?

Nascimento.

P.S.: Não sei se fui "cortado", mas um comentário que enviei, a respeito de um cara que só agredia o PT, defendendo e tecendo loas ao desgoverno FHC e suas "privadoações", não foi publicado.
Se me excedi, me desculpem.

Anônimo disse...

Ao colega JVASCONCELLOS.

Sendo assim, peço-lhe desculpas.

Francisco

Anônimo disse...

Gostei da idéia anônimo 07:44, pois até estou com receio de escrever alguma coisa por conta desse maluco, embora se perceba que imita outros nos seus textos, mas tumultua o blog e tira o foco do nosso real interesse.
Porque que essa criatura "não vai andar prá dar calo".

Muita paciência à voce Marcos e ao Rossi todo o meu encantamento por essa sua maravilhosa habilidade "PARABENS".
Por enquanto no anonimato.

JVasconcellos disse...

Colega
Francisco

A LUTA E GRANDE, Sairemos vitoriosos
Meus respeitos
sempre juntos
JVasconcelos

Anônimo disse...

Meus amigos, franqueza demais chega às raias da falta de educação. O Nobre colega Heleno Nobre exagera com seus termos fortes e letras garrafais. Desejo-lhe a temperança.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

30/03/2011
Contraf-CUT apresenta reivindicações do Previ Futuro em negociação com o BB

Em rodada de negociação permanente, ocorrida nesta quarta 30 de março, a Contraf-CUT, federações e sindicatos, assessorados pela Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil, apresentaram as reivindicações especificas para os participantes do plano Previ Futuro. Além de propor a redução da parcela Previ (PP) e ampliação da possibilidade de resgate das contribuições patronais, mais uma vez, as entidades cobraram mudanças estatutárias na Previ, como o retorno da consulta ao corpo social e da Diretoria de Participação para os eleitos, bem como o fim do voto de minerva.
Fonte site Contraf-CUT.

Anônimo disse...

Peço desculpas tambem ao colega JVasconcellos.Se nao foi voce, me perdoe.O individuo deve estar a serviço de alguem bem incomodado ou e o proprio.
Sandra Alves

Carlos Norberto Kasper disse...

Alô colega Nascimento -31/03-7,44

Ô cara, você roubou a minha idéia.Estava lendo as mensagens e me ocorreu justamente o que voce escreveu, sobre a questão de criar-se uma senha individual de acesso ao Blog. Com desculpas pela brincadeira do roubo, digo que aprovo integralmente o sugerido. Penso, inclusive, que as pessoas que desejarem frequentar o blog na condição de anônimos, poderão usar esta alternativa para efeito com os leitores internautas, mas teriam que identificar-se, em um primeiro e único momento, junto ao mediador -Marcos- para receberem sua senha.Patão Marcos seria o fiel depositário das senhas.
Um abraço
Carlos Norberto Kasper
Arroio do Meio(RS)

Anônimo disse...

Marcos e João Rossi

Concordo plenamente com o Sr Carlos Mariano das 5:34.
Penso que tem que ter alguma coisa para o STF colocar em julgamento.
Obs: não entendo nada de Direito.

E qto aos que estão usando nomes de outros para postar grosserias, tem dado para perceber que não são verdadeiros.A gente acaba conhecendo cada um que escreve aqui, o seu modo de escrever, seu portugues, etc...Até o do seu HPNobre, eu percebi na hora que não era ele.
Porisso, prefiro ficar no anonimato(no bom anonimato), para não usarem meu nome. Não tenho motivos para esconde meu nome,apenas sou uma pessoa envergonhada de "falar" em público.Mas gosto muito de ler tudo. Até imprimi o Texto (a carta) do Sr João Rossi e a li novamente, até meu marido leu. Estou pensando em xerocá-la e levar no BB para os da Ativa verem.Abraços.Aposentada.
p

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Notícias do Site PREVI:

Saiba como preservar o seu salário de participação

Caso você tenha sua remuneração mensal reduzida, por exemplo, em virtude de reclassificação de agência, descomissionamento, redução de hora extra ou perda do adicional noturno, poderá preservar o seu salário de participação.

O salário de participação é a base de cálculo das contribuições PREVI e tem relação direta com a remuneração recebida mensalmente pelo participante, composta pelas verbas como as acima citadas.

Ao efetuar o pedido para manutenção de nível, o participante fica responsável pela diferença de contribuições pessoais e patronais decorrentes da preservação.

Para os participantes do Plano 1, todas as contribuições estão suspensas. Portanto, também as contribuições para fins de preservação não serão custeadas pelo participante e sim pelo Fundo de Contribuições, em função do superávit.

Como requerer

A preservação deverá ser solicitada a partir do momento que identificar a perda de remuneração em sua folha de pagamento. O prazo limite para esta solicitação é de 90 dias.

O pedido de preservação deverá ser encaminhado pela seção Fale Conosco do site (assunto: Reservas / Contribuições).

Veja no site, no Espaço Mais PREVI, video que mostra informações sobre o assunto relativas ao Plano 1 e específicas para os participantes do PREVI Futuro.
Fonte: Site PREVI

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Wilson Luiz (15:59).

Vou providenciar tudo exatamente como me pede. Gostaria que confirmasse pequenos detalhes fora do Blog, através de um dos e-mails da AAPPREVI.

Abraços,

Marcos Cordeiro de Andrade

Anônimo disse...

A carta do colega Joao Rossi Neto deveria ser endereçada, tambem, à PREVIC, CGPC e ao Procurador Geral da República, para que eles saibam que não estamos na janela "vendo a banda passar"...

João Rossi Neto disse...

Colegas,

Acho que esses dados são vitais para o nosso controle, sobretudo para dimensionar o que podemos pleitear para melhoria nos benefícios.

Senhor(a) JOAO ROSSI NETO

A PREVI confirma o recebimento da mensagem abaixo.
Aguarde nosso retorno em breve.

Gerência de Atendimento
PREVI

Data: 31/3/2011
Tipo: Solicitação

Mensagem: Tomando por base o ano de 2001 e até última distribuição de superávits pactuada em 24/11/2010, pedimos que essa Caixa publique no seu site, fora do alcance de terceiros (Autoatendimento) um demonstrativo extracontábil que nos dê uma visão panorâmica, ano a ano, das distribuições de superávits no período, bem como o saldo atuarial em 28/02/2011. Daí por diante, essa atualização seria mensal e consecutiva. Isso não constituiria em trabalho adicional, uma vez que seria uma simples transcrição do balancete que fecham ao termo de cada mês.

Computar-se-ia, obviamente, eventuais déficits ocorridos, como por exemplo, o de 2008. Este demonstrativo seria formatado como se uma conta corrente especial fosse dando transparência a este assunto que parece proibido no âmbito dessa Caixa, mas que tem uma importância fundamental para nós.

O Presidente Flores, no encontro de 21 deste, transmitido via internet, prometeu que iria melhorar, no curto prazo, a transparência nas relações/informações/comunicações dessa PREVI com os participantes e nada mais oportuno do que inaugurar, essa nova era, com a divulgação do saldo atualizado dos superávits.

Essa informação não tem cunho confidencial ou natureza privilegiada que poderia comprometer e colocar em risco o fechamento de negócios ou acarretar prejuízos financeiros ao Fundo, mas envolve números preciosos que vão facilitar o nosso entendimento, por ocasião das rodadas de negociações, quando alguma proposta para melhoria nos benefícios for descartada pela escassez de recursos.

Ficamos na expectativa do pronto atendimento do nosso justo pleito, o qual não vem de encontro com as regras e normas dessa Caixa, muito pelo contrário, eis que conta com o respaldo favorável ao deferimento no artigo 24 da LC 109/2001. Receberemos essa informação, que reputamos valiosa, como um aceno de "goodwill" da parte dessa PREVI, com vistas a estreitar o relacionamento com o corpo social.


Matrícula: 4986560
Nome: JOAO ROSSI NETO
E-mail: jrossineto1@uol.com.br

Anônimo disse...

Um elefante incomoda muita gente, um João Rossi incomoda muito mais.

Parabéns mais uma vez, João.

O Obama estava errado, você é que é o "Cara".

Francisco

Anônimo disse...

Esse enxame de falsas mensagens que estão aparecendo aqui no blog, significa que o valoroso trabalho do Marcos e demais colegas da AAPPREVI está no caminho certo. A seriedade e lisura com que são tratados os diversos assuntos está incomodando muita gente. Logo que chequei por aqui passava até mal. A pressão subia e a esposa falava: Já está acessando o site preto!
Hoje ela tem plena convicção do bem que me faz saber que ainda existem pessoas em quem podemos confiar. Pessoas que não são venais a dinheiro e poder. A pressão tá 12 por 8 na boa...
Parabéns Marcos! Parabéns João Rossi! Vocês nos fazem relembrar tempos bons. Vocês fazem voltar à lembrança palavras como dignidade, bondade, honradez, confiança, tão escassas nos dias atuais.
É triste imaginar um cidadão sendo pago para tentar bagunçar algo só porque esse algo é muito honesto...

JVasconcellos disse...

Caro colega do dia 31.03 as 7.44

Estou certo, que tem muita gente querendo tumultuar, por motivos obvios.
No meu caso, utilizaram meu nome, acredito ,ser otimo esta garantia, para os postadores de opinioes e suas ideias, mas não sabemos quais as dificuldades do Marcos em ter como aplicar, estas senhas.
Mas, a grande verdade, e que estamos incomodando. ELES, faram de TUDO para PODER NOS INTIMIDAR,
nADA TEMEMOS , IREMOS ATÉ A VITORIA DE NOSSÖS DIREITOS e ¨PROPRIEDADES,SEMPRE UNIDOS, SEM MEDO, E SEMPRE ESTAR INCONTINENTI a RESPONDER AOS COLEGAS ,AS DUVIDAS QUE APARECER.
ABRAÇOS
=JVASCONCELLOS (o LEGITIMO,NÃO O GENERICO HAHAHA)

Herberto disse...

Quando o bravo comandante da expedição foi abatido pelos jagunços de Antônio Conselheiro, os oficiais, em pânico, correram para pedir instruções ao coronel subcomandante e ouviram a resposta que entrou para a história:

- É tempo de murici, cada um cuide de si.

Foi o estouro da boiada.
Os soldados deram no pé, largando para trás armas e bagagens.

Um deles, porém, foi consagrado como herói, por ter sido morto defendendo a posição ao lado do novo comandante.

Recebeu homenagens póstumas, virou até nome de rua na capital federal, mas apareceu tempos depois, rindo sem graça, "vivinho da silva".

É cada um por si. Essa parece ser, infelizmente, a tradição brasileira.

Ninguém é responsável por nada. Governantes, parlamentares, juízes, funcionários públicos, entidades diversas, cada um só quer saber do seu.

O sistema representativo parece ter fracassado no Brasil e no mundo inteiro.

Não perguntem a ninguém qual o melhor sistema, pois não existe resposta.

Até porque nada funciona por si só. Qualquer sistema precisa ser operado por homens, mulheres também, com letras maiúsculas, qualidade rara em todos os tempos.

Mas nem tudo está perdido. Ainda restam duas instituições, cuja disciplina é de causar inveja a qualquer militar:

Escola de samba e imposto de renda.

João Rossi Neto disse...

Anônimo 31/03 - 13:31,

Foi atendida a sua sugestão e a mensagem foi enviada para os seguintes endereços, além do STF, claro: Presidência do BB, PREVIC, PREVI, Procurador Geral da República, para o Procurador da República,Dr. Gustavo Magno Goskes Briggs de Albuquerque, aquele mesmo que está inquirindo a PREVIC sobre a Resolução 26/2008.

Ari Zanella disse...

Dei boa risada ao ler o comentário do Anônimo das 14:39 quando sua esposa falava: "Já está acessando o site preto". Essa é boa, não é Marcos? Também gostei da expressão em inglês do João Rossi: "goodwill" no encaminhamento oportuno sobre a comunicação dos superávits anteriores e futuros, feito a Previ e por extensão ao presidente Flores. "goodwill" a quem desconhece quer dizer "boa vontade".

Anônimo disse...

Acho que vocês dão muita importância ao que se escreve na internet. Se não tiver a identificação por e-mail de modo que possa ser verificado não há segurança alguma. Não são os anonimos como eu o problema.São os que estão cheios de má intenção. O Senhor Marcos deveria, a meu ver, exigir a identificação, como se faz nas páginas da Folha de São Paulo que, sem postar um e-mail válido não há como comentar uma matéria. Eu mesmo sairia do blog. Sou da ativa. Tenho família e um emprego que não posso perder, mas afastaria os terroristas virtuais.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

PROTESTO JUDICIAL DE RESSALVA DE DIREITOS CONTRA O BB

Sent: Thursday, March 31, 2011 5:21 PM
Subject: Fw: CONSULTA JURÍDICA

Prezados Senhores advogados da AAPPREVI,
Dr. Tadeu e Dra. Vânia,

Encaminhamos-lhes o material concernente ao assunto em destaque, com pedido de exame com vistas ao posicionamento que nossa Associação deverá adotar.
Rogamos atentar para a prodigalidade de questionamentos da natureza, e similares, dispostos no momento, notadamente o que está sendo proposto pela FAABB, AAPBB, AFABB-Tupã(SP), UNAP-BB, João Rossi Neto, Juarez Barbosa, José Domingos Moreira, Luiz Dalton, e outros, sem ônus, ao que consta.
De se notar que essa proposição do Blog do Dr. Medeiros, de que cuidamos particularmente, foge aos princípios que norteiam os questionamentos jurídicos da AAPPREVI em benefício dos seus associados, pois estes se pautam, sempre, na gratuidade do desempenho - o que não ocorre com este de que se trata, por antecipar a cobrança de despesas da ordem de cento e vinte reais "per capita".

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo

Anônimo disse...

O Relatorio anual da Previ, e respectivas Notas Explicativas já foi veiculado.
Realmente, o mais frustante é que a Reserva Especial para Revisão do Plano é de R$ 4.230 milhões. Superavit de R$ 26.888 milhões, menos Reserva de Contingencia de R$ 22.657 milhões.
Já está apartado um Fundo Previdencial totalizando R$ 15,5 bi.

Anônimo disse...

A Fábrica Rossi parou de fabricar 38 para fazer BOMBA ATÔMICA!!! CARACA VÉI! Que texto bem escrito e abrangente é este? Esse cabra é bom demais com a caneta. Receba um abraço apertado de outro cabra humildizin que se sente engrandecido por ter vestido a mesma farda que você. Um soldado raso que admira profundamente os Generais Rossi, Marcos e tantos outros que dão suporte às nossas fileiras. Vocês são realmente pessoas admiráveis!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

NOTÍCIAS do Site PREVI._RELATÓRIO_ANUAL_NO_AR

Relatório Anual está no ar


Você já pode acessar a versão digital com a íntegra de todo o conteúdo normalmente encontrado no Relatório Anual de Atividades. A publicação impressa, que será enviada para aqueles que preferem recebê-la em casa, foi antecipada em cerca de um mês e já foi encaminhada para os Correios para expedição. (Site PREVI)

elvira disse...

O site preto está deixando muita gente vermelha de raiva! Alguém duvida?
No Anonimato Permitido, postei em 28/03 às 18:36, sugestão sobre códigos individuais, o que possibilitaria nossa identificação pelo moderador do blog(inclusive dos anonimos do bem)
Gente, fui... lavar louça!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

----- Original Message -----
From: Reginaldo Codeço
To: Presidência - AAPPREVI
Cc: r5000@bol.com.br
Sent: Friday, April 01, 2011 1:00 AM
Subject: Re: Sorteio do notebook


À
AAPPREVI
CURITIBA - PR

Prezado Colegas

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo
e
José Gilvan Pereira Rebouças
Vice Presidente Financeiro

Foi com Enorme Emoção que recebi este Comunicado que fui contemplado no sorteio do notebook!!!

Informo abaixo meu endereço residencial completo para a entrega do Prêmio conforme sua solicitação:

Confesso que estou muito emocionado pois pela primeira vez em toda minha vida fui contemplado em sorteio e a AAPPREVI me trouxe a sorte no Sorteio e nas Ações que tenho com vocês!!!

Agradeço de coração à AAPPREVI e a todos seus Funcionários pela Especial Atenção, Dedicação e Carinho para com minha pessoa e de todos os Colegas Associados.

Colocando-me ao seu inteiro dispor para quaisquer dúvidas que possam surgir e
Desejando a todos Uma Feliz Páscoa,

Subscrevo-me,

Atenciosamente,

----- Original Message -----
From: Presidência - AAPPREVI
To: Reginaldo Codeço
Cc: Comunicação - AAPPREVI
Sent: Wednesday, March 30, 2011 8:21 PM
Subject: Sorteio do notebook

Prezado Colega
Reginaldo Wellington de Aguiar Codeço.

PARABÉNS!

Você foi contemplado no sorteio do notebook com o número 376, correspondente à sua inscrição com a Autorização de Débito Automático para pagamento das mensalidades da AAPPREVI. Esse número corresponde aos três últimos algarismos do primeiro prêmio da Loteria Federal de hoje, 30/03/2011: 16.376.

Para providenciarmos a remessa do seu prêmio, cujas características estão registradas no Regulamento do Sorteio, pedimos confirmar seu endereço completo o mais breve possível.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo

José Gilvan Pereira Rebouças
Vice Presidente Financeiro

Anônimo disse...

http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/0989/noticias/4-milhoes-de-investidores-pagam-a-conta?page=1&slug_name=4-milhoes-de-investidores-pagam-a-conta

pessoal deem uma lida nesse link acima sobre a sucessao da VALE

antonio barreto

Anônimo disse...

Osite da Cooperforte ficara fora no final de semana.

Anônimo disse...

Caros Colegas e Marcos,

Sempre escrevi, como anônimo, com respeito a todos, anônimos e ou Identificados.
Noto que está havendo uma interferência maligna e quiçá criminosa na utilização do nome de pessoas que se identificam, neste maravilhoso Blog.
Meu anonimato tem ponto forte em possíveis represálias, já outrora ocorridas.
Desta data em diante serei somente leitor.
Quando eu tiver alguma coisa a falar e que possa ser de relevância, entrarei em contato direto com o Marcos, via telefone, o que já o fiz em outras oportunidades.
Saúde a todos.

E.T.: Meu repúdio a quem assina ou usa o nome de Colegas sem a devida autorização.

José Roberto Eiras Henriques disse...

Marcos,

Quanto ao "PROTESTO JUDICIAL DE RESSALVA DE DIREITOS CONTRA O BB", proposto no blog do Medeiros, prefiro realiza-la através dessa associação onde sou associado, inclusive, se for o caso, arcando com as custas do processo.

Aguardo resposta da consulta juridica realizada por voces.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Duas frases preocupantes na matéria da revista Exame indicada pelo colega Antonio Barreto acima:

"A interferência direta do governo na gestão de qualquer companhia privada já seria, por si só, um desastre do ponto de vista da governança corporativa."

Conclusão: por analogia, não devemos concluir que pode ser também um desastre para a Previ? Afinal, por interferência do Governo, a maior parte dos recursos estão aplicados no mercado acionário, cuja rentabilidade acumulada foi de apenas 6,51% em 2010, pouco acima do índice de inflação (5,91%). Quero dizer, será que, numa administração essencialmente profissional, sem interferência do governo, os superávits não seriam muito melhores?

"Numa campanha que se tornou pública e especialmente ruidosa nas últimas semanas, o governo brasileiro, dono de 61% da holding controladora da Vale (por meio do BNDES e de fundos de pensão, como Previ e Funcef), costurou a troca do principal executivo da companhia."

Conclusão: o mercado considera o Governo "dono" da Previ apesar de possuir apenas 5,5% do capital total. Na verdade, ele se tornou "grileiro" da Previ diante da obediência e inércia da diretoria, inclusive dos nossos ditos "representantes".

Anônimo disse...

Marco Aurelio Damiano,

Esta "cascata" da Revista Exame não resiste ao exame mais perfunctório do assunto. Eles deram pulos de alegria e tiveram frêmitos de prazer quando o FHC promoveu a intervenção na Previ. Lembro bem que na ocasião, todos (eu disse todos) os periódicos que sempre detestaram o funcionalismo do BB e adoravam quando o Collor nos chamava de marajás regozijaram-se pelo fim da independência da administração de nosso fundo de pensão que passou a ser gerido para satisfazer aos interesses obscuros dos privatizantes de plantão e do senhor feudal da Bahia, ACM, com o objetivo de empurrar-nos mais alguns micos especialmente criados para engordar os bolsos de seus esbirros e sabe-se lá de quem mais. Portanto, esta posição da revista, agora declarada, é mera crítica partidária, pois dirigida aos adversários dos grupos políticos que eles apoiaram desde sempre. Não acredite que estão preocupados com o nosso futuro. Alás, acho mesmo que querem nos ver de "tanga", mas obviamente sem beneficiar aos seus adversários.