sexta-feira, 22 de julho de 2011

Xerém

Caros Colegas,

Toda Associação de Aposentados e Pensionistas tem um papel social a cumprir, antes de tudo. E o seu tamanho e crescimento constante são diretamente proporcionais ao que tenha a oferecer ao seu corpo social, não ao que possa tirar dele.

Minha ida a Xerém, como dirigente de uma Associação em crescimento e ainda engatinhando pelos caminhos do associativismo, serviu enormemente para reforçar meu comportamento como fundador e Presidente da AAPPREVI.

Inicialmente me posicionei terminantemente contrário à realização da AGE da FAABB nas dependências da sede campestre da AAFBB. No entanto, depois de tudo que ocorreu lá, rendo graças à manutenção do local escolhido e não me arrependo de lá ter representado minha Entidade, pois muito vi e aprendi. Recebi lições que não pensava precisar neste estágio da vida, aos setenta e dois anos de idade.

Pondo abaixo alguns conceitos que alimentava em relação às duas maiores associações de aposentados e pensionistas do Banco existentes no País, pude sentir a colossal diferença existente entre as duas – uma voltada para o social, outra, para o empreendedorismo. Enquanto a ANABB se preocupa em vender produtos aos sócios, a AAFBB, sem estardalhaço, investe recursos no bem estar dos seus.

Dos meus anos de funcionário do Banco, como ativo ou aposentado, mais de vinte foram passados em Copacabana, no Rio. Desde aquele tempo até hoje figuro como sócio da AAFBB, com uma única visita à sua Sede na Araújo Porto Alegre para tratar do seguro de vida que ainda mantenho. Nunca tinha estado em Xerém, pois sempre fui avesso aos ambientes freqüentados largamente por colegas do Banco, por considerá-los improdutivos e deprimentes, não sendo para mim a forma de convívio saudável - longe de vícios e fartos de cultura e companheirismo.

Neste final de semana aproveitei para tirar a limpo o conceito sobre a AAFBB através de sua sede Campestre, e me surpreendi. Não procurei dirigentes para me informar ou instruir. Percorri e usufruí das dependências, conversei com funcionários e freqüentadores e modifiquei o meu juízo a respeito pelo que vi e ouvi.

Ali, em Xerém, uma associação de aposentados e pensionistas que se preza, preza pelo bem estar dos seus sócios cumprindo sua finalidade, neste ponto. Mantendo as devidas proporções, os serviços são de excelência e comparáveis aos melhores, levados a efeito por um corpo de profissionais qualificados, em dependências limpas e bem cuidadas, e onde a preocupação com seus hóspedes mais esperados, idosos em sua maioria, está presente em tudo: rampas ao lado de escadas, elevadores, suítes amplas e arejadas com vista para belos e bem cuidados jardins, banheiros espaçosos e seguros, serviços sem senões complementados pela simpatia e eficiência dos servidores do recanto. Pelos preços cobrados, indubitavelmente ali não se visa o lucro financeiro, mas o social – que é palpável.

Este meu depoimento espontâneo tem duas motivações: o reconhecimento de que estive errado quanto à importância de Xerém para os seus freqüentadores, e a necessidade de mostrar aos dirigentes de associações de aposentados e pensionistas do nosso círculo que a verdadeira finalidade dessas entidades é servir ao sócio, e não se servir dele. Para cumprir o papel social, a Associação tem, necessariamente, que prestar serviços sem visar lucros ou poder. Sem pensar em preciosismos ou grandeza material. Sem disputar lugares ou número de sócios. Pois, não importa que tenha cem ou cem mil, ela será respeitada enquanto cumprir o seu papel na sociedade. O crescimento será conseqüência da sua utilidade e serventia para os que pagam para que se faça algo por eles. Lamentavelmente este não é o pensamento e o modo de agir de todos os envolvidos na questão. Mas nunca é tarde para aprender, e dar a mão à palmatória – como faço agora.

Parabéns AAFBB, por ter feito o nome de Xerém. Sem o troar de trombetas ou o ribombar de fogos. E sem propaganda demagógica. Que sirva de exemplo neste sentido.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 22/07/2011.

69 comentários:

raul avellar disse...

Presidente Marcos

Como você sabe eu também estive em
Xerém, no sábado passado, e também
foi pela primeira vez.
A minha impressão foi igual à sua,
confesso que não esperava ambiente
tão bem cuidado e tão agradável.
Este comentário foi muito sadio e, tenho a certeza, será muito bem recebido pelos que o criticam pela
colocação, às vezes, contundente
de suas opiniões. Um abraço
Raul Avellar

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Prezado Marcos

Oportuna manifestação à AAFBB pelo seu belo trabalho em Xerém. Vale dizer que aquela Sede Campestre está à disposição de todos os associados da AAFBB no país. Basta marcar a data e ligar para fazer a reserva. Inclusive, graças ao nosso encontro no sábado, uma das associações ali representadas já está programando uma viagem de seus associados para ali passar uns 3 ou 4 dias. A facilidade de se deslocar ao Rio para passeios, voltando à noitinha para Xerém, dá oportunidade aos colegas para conhecer a "cidade maravilhosa" sem gastar muito com hospedagem e alimentação. Você ali esteve e pode testemunhar os cuidados com o café da manhã e as refeições, a limpeza dos quartos, etc. Ha ainda a sauna e a piscina, ótimas! São instalações simples, mas dignas.
Sempre achei aquela Sede Campestre uma delícia, talvez pelas minhas origens interioranas.

Atenciosamente
Isa Musa

Rubem Tiné disse...

É isto aí Marcos, como na medicina cada médico tem uma especialidade, também assim deve ser as nossas associações. Por isto sou sócio da AAPPREVI e também da ANABB. Cada qual trabalhando em seu nicho, mas, nenhuma à salvo de críticas construtivas e fiscalização intensivas dos associados. Cada macaco em seu galho.

Anônimo disse...

Que coisa, hem. Mas no teu site vi comentário onde as instalações de Xerém foram criticadas pela falta de higiene e má conservação, falou-se até em roupa de cama sem condições de uso e associado que se retirou oela falta de conforto mínimo. Será que alguem tem interesse em denegrir a imagem de outras associações? Ou apenas se tratou de publicação de mensagem sem a necessária apuração da realidade? E disto que reclamamos, nós os internautas honestos, mentiras são atiradas ao ventilador sem nenhum controle e passam a ser verdade. Acho que antes de publicarem-se críticas e inverdades, dever-se-ia fazer um mínimo de esforço para verificar a realidade. Delcumpe-me pelo desabafo, mas estou farto de ver e ouvir absurdos publicados em nome da liberdade de opinião e de imprensa. E não me venham com a conversa de que é melhor uma calúnia eventual do que a censura sistemática. Num País onde a justiça demora mais de 11 anos para colocar um assassino confesso na cadeia, a calúnia certamente será um crime sem nenhuma punição. Acho que vocês deveriam cuidar mais do que publicam.

Anônimo disse...

Metade do superavit da Previ vai para o BB
"Prezados,
Como todos devem saber, a PREVI vem entregando ao Banco do Brasil metade do superávit apresentado no Plano 1 (dos que ingressaram antes de 24/12/1997), por força de determinação da Resolução nº 26, editada pelo Conselho de Gestão da Previdência Complementar.
O Deputado Federal Eduardo Sciarra reapresentou projeto para retirar essa determinação da Resolução 26. Se aprovado, a PREVI terá que nos destinar integralmente os superávits que vier a apresentar e não somente 50%.
Por se tratar de assunto de extrema importância, que poderá representar vultosos recursos até o final do Plano 1 em nosso favor, reforço o pedido feito abaixo pelo colega Edison de Bem, no sentido de que todos, sem qualquer exceção, assinem a petição pública de apoio ao projeto do Deputado Eduardo. É muito simples, basta acessar o link abaixo.
http://www.peticaopublica.com.br/?pi=EFPP2011
Conclamo a todos a tomar essa atitude muito simples e de grande proveito para todos nós, seguindo os seguintes passos:
1) acesse o link acima referido;
2) vá ao final da página que se abrirá e clique em "Assinar o abaixo-assinado do Manifesto em Defesa do Patrimônio dos Participantes e Assistidos das Entidades Fechadas de Previdência Privada - EFPP"
3) preencha seus dados na tela que se abrirá.
4) vá ao final dessa tela e clique em Assinar Abaixo Assinado.
Pronto, você prestou uma ótima colaboração à nossa causa coletiva.
COLEGAS!
É DECEPCIONANTE O NÚMERO DE PESSOAS QUE ASSINARAM A PETIÇÃO PÚBLICA EM FAVOR DO NOVO PROJETO DO DEPUTADO EDUARDO SCIARRA.
SERÁ QUE NÃO ESTAMOS VENDO QUE ESTA É A NOSSA SALVAÇÃO. É A FORMA MAIS RÁPIDA E EFICAZ PARA ACABAR COM A ROUBALHEIRA DO NOSSO DINHEIRO. PARECE ATÉ QUE ESTAMOS QUERENDO "DOAR" AO BANCO, NAS OCORRÊNCIAS DE SUPERÁVITE DA PREVI, O VALOR DE UM BOM APARTAMENTO DE 400 MIL REAIS, CADA UM. QUE AMOR É ESTE? O QUE O BANCO ESTÁ FAZENDO POR NÓS?"

Anônimo disse...

Acredite se quiser, banco do Brasil reabriu linha antecipacao 13 salario, mas para pensionistas que tentaramm contratar pela internet aparece a seguinte mensagem:
TRANSACAO NAO DISPONIVEL

se algum colega mais chegado a gerencia de alguma agencia souber explicar o porque disto.

Vania Silva

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Mensagem recebida

From: Raul Avellar
Sent: Friday, July 22, 2011 10:51 A
To: undisclosed-recipients
Subject: Fw: apresentação da chapa
Eis a chapa contra o continuísmo!
Raul Avellar

APRESENTAÇÃO DA CHAPA

Prezado Associado,

Permita-nos levar ao seu conhecimento os motivos que nos fizeram organizar uma chapa com o objetivo de concorrer às próximas eleições da AABB-Rio.
Desde o início do ano alguns conselheiros e associados, preocupados com os destinos da nossa AABB-Rio, passaram a comentar a impossibilidade estatutária de reeleição do atual presidente do Clube e a necessidade de se buscar uma alternativa amistosa para resolver problema.
Mas sempre esbarramos na intransigência do atual presidente que, afrontando a opinião dos que lhe mostravam o disposto nos arts. 40 e 62 do nosso Estatuto e o douto parecer da Assessoria Jurídica da FENAB insistia que seria candidato pela oitava vez consecutiva, ainda que para isto precisasse levar a discussão às barras dos tribunais.
Diante de tamanha obstinação do atual presidente pelo cargo e na certeza de que o Conselho Deliberativo faria valer o Estatuto, parte expressiva do “grupo amigos da AABB-Rio”, comprometida em primeiro lugar com o respeito à ordem, às leis e regulamentos, à ética e aos valores morais, recusou-se a acompanhar o atual presidente nessa aventura e optou por formar a chapa a qual denominamos LEGALIDADE E DEMOCRACIA - NOVA AABB.
Decidida a formação desta CHAPA, faltando apenas cinco dias para o término do prazo para inscrições, o atual presidente resolveu desistir de candidatar-se novamente ao Conselho de Administração, indicando para o cargo o seu vice (já na função há 16 anos) e auto indicou-se para a presidência do Conselho Deliberativo. Numa troca de cadeiras, se tanto, para burlar os dispositivos estatutários cujo objetivo precípuo, essencial, é o de coibir a continuidade do poder.
LEGALIDADE E DEMOCRACIA - NOVA AABB
Para você que acredita que a longa permanência de um mesmo grupo no poder gera vícios e acomodações.
Para você que acredita que a alternância no poder é uma prática saudável adotada em toda instituição moderna e democrática.

Para você que acredita e gosta da nossa AABB-Rio
COMPOSIÇÃO DA CHAPA:
Presidente do Conselho de Administração: Carlos ACIOLI Rodolfo - aposentado do BB, atual membro do Conselho Deliberativo.
Presidente do Conselho Deliberativo: J.C.M. BRANDAO Neto, aposentado do BB, atual Presidente do Conselho Deliberativo.
Presidente do Conselho Fiscal: SERGIO Roberto C.CASTRO - aposentado do BB, atual membro suplente do Conselho Deliberativo.

Atenciosamente,

Raul Avellar

Aristophanes disse...

Prezado Marcos.
Muito me alegrou o seu comentário “Xerém”. Não pelo conteúdo(no seu estilo gostoso de ler, rico e bem estruturado), mas pela sua atitude, que nos mostra um líder flexível, não sectário, que se convence, quando confronta fatos distintos, sem receio de corrigir o que, depois, lhe pareceu mais certo. Por isso, quando repudio muitas atitudes, oportunistas e sorrateiras, de outros pretensos líderes, o faço, ainda, abrindo uma janela, para enxergar suas possíveis razões e para abrir o horizonte da negociação. Como, oportunamente, recordou um colega, acima, surpreendeu-me o “depoimento”, há alguns dias, de um outro freqüentador do blog que “acabou” com Xerém. Pelo visto, foi mal intencionado e leviano. Neste ponto, volto, coerentemente, a bater numa velha tecla: é o anonimato que cria o ambiente fértil, para essas safadezas e armadilhas. O respeito democrático à liberdade de expressão não deve ser justificativa para aceitar o anonimato. Se tem receio de alguma represália, fique calado, não publique palavras que, escondidas no anonimato, são desautorizadas, irresponsáveis e, algumas vezes, covardes.
Sou, também, antigo associado da AAFBB, mas quase nada usuário, pela distância. Considero-a uma instituição séria, presente e com uma missão moderadora. A AAPREVI deve explorar pontos de convergência, para comunhão de objetivos. Agora mesmo, sob o título “Ficção e Realidade”, o Gilberto Santiago publica, no site da AAFBB, um interessante e ponderado artigo sobre as nossas permanentes(até que a morte nos separe) e conflituosas relações com o binômio BB-Previ. A conferir. Atenciosamente, Aristophanes Pereira.
PS. Parece que a inexperiência de alguns, com o mecanismo de publicação, no blog, gera inadvertidamente a expedição de mensagem “de anônimo”. Isso pode ser sanado pela edição de uma cartilha orientadora, ou assinando no final do texto. Simples.JAP

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Acaba de falecer em João Pessoa dona OLÍVIA CORDEIRO DE ANDRADE, viúva de Sebastião Bastos de Andrade e mãe de Marluce, Marleno (falecidos), Manfredo, Marcos, Miriam e Marconi Cordeiro de Andrade.

Anônimo disse...

Meus mais sinceros sentimentos, Marcos.
Claudia do Rio

Juarez Barbosa disse...

Prezado Marcos,

Transmito meus sinceros votos de pesar pelo passamento de sua mãe.

Lena. disse...

É verdade Marcos, o clube aqui em Xerém é tudo de bom! Tudo o que disse é verdade e ainda tem: Churrasqueiras, campo de futebol,salas de jogos,sala de descanço, academia de ginastica, exelente piscinas para adultos e crianças, parquinho para a garotadas com todos tipos de bringuedos,sala para as mamães trocarem os bebes. Além de belas plantas e flores. Toda a região em volta do clube, é cercada por muito verde,e a onde tem verde, tem muitos pássaros,borboletas,micos,etc..etc..

Do clube para Petrópolis,(outra região muito bonita)são uns 20 minutos+ ou - de carro.

Recomendo aos colegas que tem filhos e netos que venham curtir o clube. É tudo de bom!!

Toda a minha família adora e Caio se esbalda

Lena. disse...

Sinto muito amigo, que Deus conforte o seu coração.

Abração.

Lena.

Anônimo disse...

Muito triste este último comentário. Remeto ao Marcos e familiares meus sinceros pêsames e elevo meu pensamento em prece ao Senhor da Vida e ao nosso Irmão Maior, Jesus, para que a acolham de braços abertos no mundo espiritual.

Ricardo Annoni Neto - Machado (MG)

Julita disse...

Meus sentimentos, Sr Marcos pelo falecimento de sua mãezinha!
Que Deus os conforte e que Nossa Senhora a receba no céu!
Um grande abraço!
Julita

marques7689520 disse...

Caro MARCOS, meus mais siceros sentimentos, DEUS a recebeu em seus braços. Força prá voce.

elvira disse...

Marcos,
Em prece peço a Deus por todos os familiares e que ela seja amparada nesta nova etapa de sua vida.Abraços

Anônimo disse...

Prezado Colega Marcos Cordeiro.

Não há muito o que dizer neste momento,mas que a família encontre o conforto necessário para passar este momento de dor.

Estamos aqui também muito tristes,e que Deus os conforte na graça e na paz do Senhor Jesus.

Nossos sentimentos a toda a sua família.

Atenciosamente

Rosalina de Souza

Pensionista

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

REENCAMINHO A MENSAGEM, SOLICITANDO QUE TODOS REPASSEM PARA OUTROS APOSENTADOS DO BANCO DO BRASIL.


---------- Mensagem encaminhada ----------



Caro Colega,


O Deputado Eduardo Sciarra DEM-PR reapresentou o Projeto de Decreto Legislativo (PDC 2348/09) de autoria do Ex-Deputado Gustavo Fruet que visava reparar distorções graves – até mesmo inconstitucionais – constantes da Resolução No. 26 do Conselho de Gestão da Previdência Complementar (CGPC) e que resulta, na prática, na cobertura legal para que as Patrocinadoras de Fundos de Pensões possam se apropriar de 50% dos superávits apresentados por aqueles fundos.

A anulação das partes ilegais e inconstitucionais da Resolução 26 tem sido o principal objetivo de nossa luta nos últimos quatro anos.

Nossas esperanças mais recentes, portanto, repousam nesse PDL 9/11 do Deputado Sciarra, para o qual pedimos seu apoio firmando – e pedindo o mesmo aos colegas de sua lista - a Petição Pública que se encontra no seguinte endereço:

http://www.peticaopublica.com.br/?pi=EFPP2011

O procedimento é rápido e indolor, e um número expressivo de assinaturas pode fazer toda a diferença .

Desde já muito grato por sua atitude.

jeanne disse...

Marcos, meus sentimentos pelo falecimento de sua mãe.Que Deus lhe dê o descanso eterno.Jeanne,

raul avellar disse...

Presidente Marcos

Receba meus mais sinceros votos de pesar pelo passamento de sua mãe.
Que o caminho até o paraíso lhe seja bastante agradável.
Raul Avellar

Anônimo disse...

Marcos,
Sinto muito por voce perder sua mãe, sempre as queremos eternas.
Elisabeth

Anônimo disse...

Prezado amigo Marcos
Tenho 85 anos e ainda sinto o carinho de minha MÃE, que adorava embalar-se, comigo no colo, o filho caçula, na cadeira de balanço da sala de jantar na sua residência em Parnaíba, no Estado do Piauí. Esta simples lembrança ainda constitui um dos momentos mais preciosos de minha vida. Amo minha MÂE, com dor no coração e lágrimas nos olhoes, em razão de sua ausência irremediável. Posso, portanto, aquilatar quanta tristeza envolve agora o seu ser. Mas, a VIDA é isto, é processo. E ela vale pelo SIGNIFICADO QUE LHE DAMOS. Sua MÃE foi admirável e querida pelos filhos que gerou e que FORMOU na DIGNIDADE e na SOLIDARIEDADE. ADMIRÁVEL D. OLÍVIA, MINHA HOMENAGEM E MEU RESPEITO, NOBRE CIDADÃ E DOCE MÃE.
Edgardo Amorim Rego

Paulo Motta disse...

Marcos,

"Não existe adeus eterno entre as almas que se atraem..."

A saudade sempre vai doer; mas onde quer que ela esteja é melhor que este mundo ilusório e passageiro, onde também já não estaremos por muito tempo.

Paulo Motta.

Bighead disse...

Amigão Marcos,

Mãe é mãe. Quando a perdemos, e eu também já perdi a minha há 26 anos, o sentimento de perda é muito maior se comparando à perda da figura paterna. Fé em Deus pois a morte é simplesmente passagem. Queira por favor receber minhas profundas condolências.

Ari Zanella

Sérgio Figueiredo disse...

Caro Marcos,

Receba os nossos sinceros sentimentos Que Deus, com sua enorme generosidade, conforte toda a sua família neste momento de profundo pesar.

Um forte abraço.

Sérgio Figueiredo e família

Airton disse...

Marcos, também sou sócio da AAFBB-Rio, mas nunca tive condições de ir até lá (Xerém). Fiquei muito satisfeito com o seu relato, parece que perdi uma boa parte da vida não ter condições de ir lá.
Mas veja bem, com a minha "BELA APOSENTADORIA" eu vou é para a Bahia. "Ó chente" vige o que estamos perdendo, COSTA DO SAUIPE da nossa "boa" PREVI. Creio que com allguns trocados posso passar uma semana lá.

Aproveite a programação temática para agosto de Costa do Sauípe

Em continuidade ao clima de férias, a Costa do Sauípe lança programação especial para agosto. Com o tema Festa do Nordeste em Sauípe, os hóspedes poderão desfrutar de fins de semana com espetáculos musicais regionais, belas paisagens e, para aproveitar mais tempo do final de semana, o late check out,no qual poderão encerrar a conta às 18h, no domingo.

A diversão começa na sexta-feira ... "e OS PALHAÇOS SÓ DAQUI OLHANDO" ... com apresentações de bandas de forró homenageando os ritmos tradicionais do Nordeste, realizados na Vila Nova da Praia – centro de entretenimento da Costa do Sauípe. Além de desfrutar as performances, o chopp fica por conta do resort. (OLHA SÓ CHOPP DE GRAÇA)

No sábado a festa continua no Teatro da Vila Nova da Praia com o Sauípe Tropical Show, que explora a diversidade cultural e leva aos hóspedes espetáculos musicais de vários Estados brasileiros.
Para descansar depois de tantas atividades, o resort oferece o late check out no domingo. Após o almoço, os visitantes poderão aproveitar de toda a estrutura do empreendimento até às 18h.

É OU NÃO É COISA DE LOUCO. É O QUE NÓS TODOS ASSOCIADOS (ASSISTIDOS) DA PREVI ESTAMOS ESPERANDO.

VAMOS LÁ MINHA GENTE
A braços do colega e amigo
Airton - Kat

aiirton disse...

Amigo Marcos, é com pesar que li a nota da transposição de sua genitora para o plano espiritual. Creio que os amigos do plano Superior vão recebé-la de braços aberto (voce me entende, não?)
Neste instante faço uma prece para que ela tenha serenidade e para voce e todos os seus familiares, filhos e netos compreensão deste ato que é passivo a todo ser humano.

Que JESUS com toda sua sabedoria e humildade esteja com voces.

Abraços
do amigo
Airton - Kat

Anônimo disse...

Marcos Cordeiro,

Meus sentimentos e que Deus o conforte neste momento difícil.

Chico Alves disse...

Meu caro Marcos,
Eu e minha família, enviamos-lhe, consternados, votos de profundo pesar pelo falecimento da sua querida mãe D. Olívia Cordeiro. Deus proverá.

a_olivaes@hotmail.com disse...

Lamento, Marcos. É a vida dizemos mas sabemos que não é apenas isto. A Sra. Olivia já deve ter sido acolhida e amparada pelo amor divino e todos que nele estão.

Ivan Rezende disse...

Marcos, uma oração de conforto a você e demais familiares.

mesquitasantana disse...

Caro Marcos.

É sempre um momento muito difícil, de sensação de perda, todavia, ao desejar-lhe muita paz, esteja certo de que sua querida mãe voltou para os braços do Criador, onde todos estaremos um dia e lá nos regozijaremos com as belezas de um amanhã eterno.

abraços

Anônimo disse...

Marcos,
Minhas sinceras condolencias, pelo passamento de sua mãe.
Um grande e afetuoso abraço
Celso Bernardes
Formiga/MG

Anônimo disse...

Olá tio Marcos, não quero que o senhor fique triste, por favor.
Ela já está no seio de Abraão. A mamãe, nem sabe que entrei para lhe dizer essas palavras.

Um beijo e um abraço do seu amiguinho Caio Gonçalves. Tio Marcos, eu esqueci do meu e-mail e vai ser publicado como anônimo mas sou eu mesmo tá?

Fica com os anginhos. Caio.

Carlos Valentim Filho disse...

Prezado Marcos,

Minhas condolências para Você e para todos os seus familiares pelo passamento de sua mãe. A ausência definitiva de um ente querido sempre nos deixa tristes e abalados. Mas há que considerar que sua mãe cumpriu, de forma digna, sua nobre missão neste mundo, onde viveu por mais de 90 anos, segundo imagino.

Abraços do Valentim

Rogério Luiz Carvalho disse...

Caro amigo Marcos, quando perdemos para esta vida alguém que muito amamos ficamos tristes mas, na fé, sabemos que ela está junto de Deus, para aonde também nós iremos um dia. A morte é üma despedida por
algum tempo¨, e não um fim;ela é passagem para uma nova vida, isso
meu caro amigo é o que eu creio. Marcos vou continuar orando pela D. Olivia, para que seja muito bem recebida junto a Deus e para que mereça o descanso eterno. Amigo, meus sentimentos, extensivo aos familiares, bastante saúde e Paz. Rogério Luiz Carvalho. Pelotas .RS.

Herberto disse...

Prezado Marcos,

Quem passa, não vai sozinho.
Deixa um pouco de si.
Leva um pouco de nós.
(Saint-Éxupery)

Meus sentimentos.

Lena. disse...

Confirmo que o anônimo das 18:42 é meu filho Caio. Entrou como tal por não saber da minha senha,e esqueceu a dele.
Ele tem 9 anos.

Abraços a todos.


Lena.

Elias disse...

Amigo Marcos,

Que Deus receba dona OLÍVIA e conceda a Ela um lugar para o descanso eterno.
Que o Espirito Santo ampare Você e Todos da Família neste momento difícil.
Receba nossas condolências e conte com nossas Orações.

Anônimo disse...

Marcos,

Minhas condolências pelo falecimento de sua mãe.
Que Deus acolha a sua alma para a vida eterna no paraíso.

Anônimo disse...

Marcos, eu já perdi minha querida e santa mãezinha, sei da dor que vc
está passando.

Peço a Deus que o ampare e lhe dê
o conforto espiritual.

Nunca se esqueça destes singelos versos--------------------------

Eu vi minha mãe rezando.
Aos pés da Virgem Maria.
Era uma santa escutando.
O que a outra santa dizia.

Branquinho

mariano branquinho disse...

Prezado Marcos e familia, recebam nossos sinceros pêsames, pelo falecimento de sua mãe querida. Que DEUS lhes dê forças nesse momento.
Mariano Branquinho

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Gentileza do Colega Joaquim Luiz:

Consulta Situação Revisão do Benefício do INSS
Clique:

http://www010.dataprev.gov.br/CWS/CONTEXTO/IRSM94/index.html

Anônimo disse...

CHACAL...
MARCOS, esta poesia fiz no velório
de minha MÃE...
Galgando rochas ganhando espaço
Lá vai atrás mais uma vez
A procura sempre daqueles braços
Berço este que dormir me fez
Cantigas soam em ouvidos meus
Lembranças alegres com elas vêm
Cantigas estas dos lábios teus
Que dormir me fez tambem
Porque procuro, porque insisto
Tenho mil razões pra isto
Tenho a vida que me deu
Quanta saudade, quanta tristeza
lembro o seu rosto, mas que beleza
Da minha MÃE que morreu
Murilo CHACAL Hallak
São João del Rei-MG

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Mensagem do Colega Sérgio Faraco:

Vamos repassar aos nossos contatos.

De: Faraco [sergio.faraco@uol.com.br]
Enviada em: quarta-feira, 20 de julho de 2011 18:03

Prezadas(os),

Como todos devem saber, a PREVI vem entregando ao Banco do Brasil metade do superávit apresentado no Plano 1 (dos que ingressaram antes de 24/12/1997), por força de determinação da Resolução nº 26, editada pelo Conselho de Gestão da Previdência Complementar. Já foram muitos bilhões de reais.

O Deputado Federal Eduardo Sciarra reapresentou projeto para retirar essa determinação da Resolução 26. Se aprovado, a PREVI terá que nos destinar integralmente os superávits que vier a apresentar e não somente 50%.

Por se tratar de assunto de extrema importância, que poderá representar vultosos recursos até o final do Plano 1 em nosso favor, reforço o pedido feito no sentido de que todos, sem qualquer exceção, assinem a petição pública de apoio ao projeto do Deputado Eduardo. É muito simples, basta acessar o link abaixo.

http://www.peticaopublica.com.br/?pi=EFPP2011

Conclamo a todos a tomar essa atitude muito simples e de grande proveito para todos nós, seguindo os seguintes passos:

1) acesse o link acima referido;

2) vá ao final da página que se abrirá e clique em "Assinar o abaixo-assinado do Manifesto em Defesa do Patrimônio dos Participantes e Assistidos das Entidades Fechadas de Previdência Privada - EFPP";

3) preencha seus dados na tela que se abrirá;

4) vá ao final dessa tela e clique em Assinar Abaixo Assinado.


Pronto, você prestou uma ótima colaboração à nossa causa coletiva.

Se encontrar alguma dificuldade, favor contatar-me.

E aproveite para retransmitir esta mensagem aos seus contatos, falar com seus amigos sobre o assunto.


Abs


Sergio Faraco - São Paulo SP

Odilardo Carneiro disse...

Caro Marcos,

Quero expressar votos de pesar pelo falecimento de sua genitora. Que DEUS te conforte neste momento de tão grande dor.
A família minhas sinceras condolências.
Odilardo Carneiro
Fortaleza(CE)

Anônimo disse...

Marcos, lamento pelo passamento de sua querida e estimada mãe.Que Deus lhe dê forças e ânimo para suportar tão amarga e sofrida ocasião.Peço que o Senhor Jesus conforte o vosso coração.

Paulo Segundo/ Viçosa-Mg.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

RELATO DA ASSEMBLÉIA GERAL DA FAABB OCORRIDA EM 16/7, NAS DEPENDÊNCIAS DA SEDE CAMPESTRE DA AAFBB EM XERÉM


Presentes presidentes ou representantes de associações filiadas à FAABB, a reunião teve início às 9:30 da manhã.
Inicialmente, o Diretor de Seguridade da PREVI, Ricardo Sasseron, fez um retrospecto sobre as negociações do ano passado para destinação da Reserva Especial de 15 bilhões e a dificuldade em prosseguir na tentativa de melhoria de benefícios ante a determinação do Banco e da PREVIC em subordinar qualquer proposta às regras da Resolução 26. Tendo em vista, entretanto, o termo de compromisso assinado em novembro/10, as entidades representativas dos funcionários da ativa, aposentados e pensionistas decidiram manter seu posicionamento de continuar participando das reuniões com o Banco do Brasil, na busca de soluções para o Plano 1.
Quanto ao grupo que recebe o complemento pelo BB, esclareceu que, considerando o fato de os superávits terem sido formados pelas contribuições ao Plano 1 só teriam direito ao BET quem recebia complemento de aposentadoria ou pensão pela PREVI. Acrescentou que os recursos para pagamento do P-220, de responsabilidade do Banco, não ficaram na PREVI, não foram capitalizados, logo não foram aplicados. A esse respeito, já foi entregue um documento ao BB, ainda sem resposta. Com este plano informal (não é Plano 1 nem PREVI Futuro), o Banco paga em torno de R$ 300 milhões por ano. Caso pagasse os 20% do BET, teria uma despesa adicional anual de R$ 60 milhões.
Responsabilidade sobre o pessoal pré-67. Nas negociações de novembro/2010, ficou estabelecido que, nos termos do acordo BB/PREVI firmado em 1997, o Banco deveria assumir responsabilidade de 53% do pagamento do BET com relação a este grupamento. O BB não cumpriu e desautorizou qualquer débito no Fundo Especial a que fez jus na distribuição recente da Reserva Especial. O impasse continua e a PREVI, provisoriamente, lançou os valores em uma conta transitória. O total atinge R$ 1,2 bilhão.

Teto de benefícios. No regulamento do Plano 1 há 3 tetos: 90% dos verbas de natureza salarial, 136% do salário base ou Parcela PREVI. Em 2008 o BB alterou a remuneração de seus altos executivos, e passou a pagar honorários em que foram incluídas verbas como adicional de férias, licença prêmio e outras, transferindo-os para o regime estatutário, em que a remuneração é decidida, não em dissídios coletivos, mas pelo Conselho de Administração, do próprio BB, dentro de uma verba global pré-estabelecida. Naquele ano, o BB propôs à PREVI um teto de contribuição (e de benefícios de aposentadoria) equivalente ao NRF Especial, hoje no valor de R$ 27.000,00. A PREVI aprovou e remeteu à PREVIC para homologação final. Enquanto a Superintendência examinava a proposta, o Banco (unilateralmente e sem submeter à PREVI) entregou certa à PREVIC pedindo que aguardasse de, vez que estava revendo sua posição. Como uma alteração no Regulamento só tem valor legal após aprovação pela PREVIC, as aposentadorias continuaram sem limite de teto, situação que permanece até hoje. Assim, honorários de Diretor, atualmente em torno de R$ 36.000,00 poderão subir ainda mais, sem limite,até R$ 81.000,00 conforme proposto recentemente pelo Banco, transferindo as aposentadorias para a PREVI (às custas dos recursos dos demais participantes, sem que, atuarialmente, tenha havido a formação de reservas para suportar esses encargos). Em diversas oportunidades os Conselheiros Deliberativos e Diretores eleitos já tinham se manifestado contra a pretensão do Banco do Brasil e reafirmaram seu posicionamento de que deva ser implantado o teto aprovado em 2008, para que se mantenha o equilíbrio do nosso Fundo de Pensão. A PREVIC deu prazo de 90 dias para que o impasse fosse resolvido. O certo é que o teto de R$ 27.000,00 foi decidido internamente pelo Deliberativo da PREVI e somente por aprovação naquele Conselho ele poderia ser alterado e não por decisão única do Banco, atuando em causa própria em favor de seus altos executivos.

Continua na Parte II

Paulo Beno e Leda Goellner disse...

Sentidos pêsames, Marcos e família.
Na paz do SENHOR encontra-se a Sra. Olivia.
Nossas orações trarão conforto, nestas horas mais difíceis, aos que continuam nesta passagem terrena.
Forte abraço

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Parte II


A Resolução 26 e as ações na justiça. Sasseron relatou que algumas entidades entraram com ações questionando a legalidade da Resolução 26, quanto a destinar recursos aos patrocinadores. No ano passado, a apropriação da Reserva Especial foi feita com a metade para o BB porque não conseguimos derrubar a Resolução. A Lei Complementar 109 não fala em destinar valores aos patrocinadores, logo, a Resolução não poderia introduzir essa destinação. Acrescentou que qualquer entidade pode definir sua maneira de atuação. O assunto envolve vários fundos de pensão e o interesse é o mesmo: utilizar as reservas para beneficiar os participantes, se preciso indo até o Supremo Tribunal. O representante da AFAGO (Goiás) sugeriu que fosse seguida uma orientação única através da Federação, para que tenhamos um norte em nossas atitudes. O importante é unir e não desagregar, disse, conclamando a todos a, juntos, buscar uma solução.
Empréstimo Simples e CAPEC foram assuntos debatidos a seguir. Foram discutidas e contestadas as atuais taxas de juros, bem como os elevados índices de reajuste da CAPEC, onerando principalmente os colegas de faixa etária mais elevada.

Posição das Reservas. Sasseron informou que, ao final de maio, a Reserva Especial se situava ao nível de R$ 139 milhões, praticamente zerada. São fatores predominantes para esse decréscimo, não somente o aumento da Reserva Matemática, em face do acréscimo de benefícios, como principalmente a influência das oscilações da Bolsa de Valores. A metade das ações de propriedade da PREVI tem o valor pela cotação da Bolsa e a outra metade está avaliada pelo valor econômico, que sofre reavaliação ao final do ano. Sasseron alertou para o fato de que, pela Resolução 26, se a Reserva de Contingência ficar abaixo de 25% da Reserva Matemática, teremos que recompor até aquele limite, utilizando recursos dos dois Fundos Especiais formados para pagamento do BET. Desses Fundos foram apartados 1,4 bilhão de cada um para suportar a suspensão das contribuições por três anos, a partir de 2011. A PREVI tem procurado reduzir o nível de aplicação em renda variável (hoje em torno de 65%).
Após a retirada do Diretor Sasseron, o plenário se concentrou, antes do almoço, numa avaliação do que tinha sido debatido. Discutiu-se detalhadamente o problema do grupo P-220, que recebe os complementos de aposentadoria pelo BB, além da tentativa do BB em elevar exageradamente o teto de aposentadoria de seus funcionários executivos, sem lastro. Constatou-se que o cálculo atuarial das aposentadorias e pensões é feito em cima de premissas que proporcionem segurança ao Plano 1, como a formação da Reserva Matemática e da Reserva de Contingência. Se for elevada exageradamente a remuneração de altos executivos, estes vão onerar os demais participantes.

Continua na Parte III

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Parte III - Final

A Resolução 26 e as ações na justiça. Sasseron relatou que algumas entidades entraram com ações questionando a legalidade da Resolução 26, quanto a destinar recursos aos patrocinadores. No ano passado, a apropriação da Reserva Especial foi feita com a metade para o BB porque não conseguimos derrubar a Resolução. A Lei Complementar 109 não fala em destinar valores aos patrocinadores, logo, a Resolução não poderia introduzir essa destinação. Acrescentou que qualquer entidade pode definir sua maneira de atuação. O assunto envolve vários fundos de pensão e o interesse é o mesmo: utilizar as reservas para beneficiar os participantes, se preciso indo até o Supremo Tribunal. O representante da AFAGO (Goiás) sugeriu que fosse seguida uma orientação única através da Federação, para que tenhamos um norte em nossas atitudes. O importante é unir e não desagregar, disse, conclamando a todos a, juntos, buscar uma solução.
Empréstimo Simples e CAPEC foram assuntos debatidos a seguir. Foram discutidas e contestadas as atuais taxas de juros, bem como os elevados índices de reajuste da CAPEC, onerando principalmente os colegas de faixa etária mais elevada.

Posição das Reservas. Sasseron informou que, ao final de maio, a Reserva Especial se situava ao nível de R$ 139 milhões, praticamente zerada. São fatores predominantes para esse decréscimo, não somente o aumento da Reserva Matemática, em face do acréscimo de benefícios, como principalmente a influência das oscilações da Bolsa de Valores. A metade das ações de propriedade da PREVI tem o valor pela cotação da Bolsa e a outra metade está avaliada pelo valor econômico, que sofre reavaliação ao final do ano. Sasseron alertou para o fato de que, pela Resolução 26, se a Reserva de Contingência ficar abaixo de 25% da Reserva Matemática, teremos que recompor até aquele limite, utilizando recursos dos dois Fundos Especiais formados para pagamento do BET. Desses Fundos foram apartados 1,4 bilhão de cada um para suportar a suspensão das contribuições por três anos, a partir de 2011. A PREVI tem procurado reduzir o nível de aplicação em renda variável (hoje em torno de 65%).
Após a retirada do Diretor Sasseron, o plenário se concentrou, antes do almoço, numa avaliação do que tinha sido debatido. Discutiu-se detalhadamente o problema do grupo P-220, que recebe os complementos de aposentadoria pelo BB, além da tentativa do BB em elevar exageradamente o teto de aposentadoria de seus funcionários executivos, sem lastro. Constatou-se que o cálculo atuarial das aposentadorias e pensões é feito em cima de premissas que proporcionem segurança ao Plano 1, como a formação da Reserva Matemática e da Reserva de Contingência. Se for elevada exageradamente a remuneração de altos executivos, estes vão onerar os demais participantes.
(Gilberto Santiago)

Anônimo disse...

Colega Marcos.

Meus pêsames pelo falecimento de sua estimada mãe.

wilson luiz disse...

Caro Marcos,
Nestes momentos, palavras soam vazias. Aceite a solidariedade da grande família AAPPREVIana, da qual você é o Patriarca.

recca disse...

Marcos, que a paz de CRISTO se faça presente em sua vida e o conforte nestes momentos de dores e angustias.

Anônimo disse...

Decreto Legislativo.

Embora sem maiores esperanças, participei do abaixo-assinado com o objetivo de pressionar o acolhimento do Decreto Legislativo 2348/09 de autoria do ex-Deputado Gustavo Fruet, agora reapresentado pelo Deputado Eduardo Sciarra (DEM-PR).
Esse Decreto visa extinguir alguns artigos da Resolução 26/2008, como por exemplo, o artigo 15 que contempla à meação sobre os superávits técnicos ao patrocinador, entretanto, o artigo 24 que determina a distribuição temporária dos benefícios não foi cogitado e ficará em vigor. Acho falho este ponto, visto que essa exigência deveria ser excluída.
Como são remotas as possibilidades de lograr êxito nessa empreitada, não acredito nos seus efeitos, uma vez que o Governo e a base política alugada irão determinar o seu arquivamento. Entrementes, espero que a CONTRAF-CUT e a ANAPAR ao elaborarem a petição da ADIN, a ser impetrada no STF no início de agosto/11 não repitam o mesmo erro, oportunidade em que deverão postular a exclusão total do texto da Resolução 26/2008.

Anônimo disse...

Marcos,que DEUS de a voce e sua familia muita Luz para aceitar a morte de Sra.Olivia.Nao e facil....
Ha dois meses e cinco dias tambem perdi a minha(18/05).Ainda nao me recuperei,mas sei que para onde elas foram e bem melhor do que o mundo que vivemos.E so o que me conforta.
Muita PAZ no seu coraçao.
Duda

Paulo disse...

Caro Marcos Cordeiro (Caro Amigo) tenho a absoluta certeza que você não é perfeito, mas tenho certeza que a D Olivia sempre terá muito orgulho de suas atitudes, suas decisões, seu exemplo de vida famimiliar e profissionalmente, ainda mais agora como aposentado e diante da nossa AAPREVI. Realmente voce não é fraco e tenho certeza que Deus nosso Pai vai reconfortá-lo. A sua família, à sua Mãezinha à sua família nossos respeitosos sentimento e orações.

Paulo Celio

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Enfim, alguém que merece respeito fala em Xerém sem me atirar pedras - em outro Blog.
Que coragem!

http://superavitsprevi.wordpress.com/2011/07/23/220711/#comments

Anônimo disse...

Caro Marcos,

Meus profundos sentimentos pela Sra sua mãe, de coraçao.

Marly
S.R.P.Quatro SP

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Meus Amigos / Minhas Amigas,

Acabei de ler e assinar o abaixo-assinado online: «do Manifesto em Defesa do Patrimônio Dos Participantes e Assistidos das Entidades Fechadas de Previdência Privada - EFPP»

http://www.peticaopublica.com.br/?pi=EFPP2011

Eu concordo com este abaixo-assinado e acho que você também pode concordar.

Assine o abaixo-assinado e divulgue para seus contatos. Vamos juntos fazer democracia!

Obrigado,
Marcos Cordeiro de Andrade

Anônimo disse...

Colegas,

Assinem a petição públida mencionada acima.

Anônimo disse...

assinei tambem o abaixo assinado

Marcos, meus sentimentos

antonio barreto
alagoinhas-ba

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

É, colegas, realmente, a coisa está feia. Mas parece briga pelo poder em grêmio Estudantil dos anos 60 do que tentativa de união para defender direitos de funcionários e aposentados do Banco do Brasil. Parece até aquele menino do buchão dono da bola que só a empresta se jogar também.


Me parece que existe muita coisa séria a ser discutida, muita estratégia a ser pensada, muitas atitudes a serem tomadas mais importantes do que estas picuinhas como esta MOÇÃO. Chego a achar, com muita chance de estar certo, de que muito poucos dos que assinaram leram o que está escrito ou sabem exatamente quais foram as palavras desonrosas ou coisa que o valha ditas pelo Marcos Cordeiro.


Papagaios de Pirata. A imagem que me vem à mente neste momento é esta. Papagaios de Pirata, aqueles caras que estão sempre por trás da autoridade, por cima do ombro, aparecendo sempre na hora da foto, sempre fazendo parte do cenário. Na verdade, é apenas isso mesmo. FAZENDO PARTE DA CENA.


Vamos acordar, gente. Vamos acabar com tanta frescura, por que enquanto isso, o superavit está indo pro saco, o BB tendo os maiores lucros de sua história e o Plano 1 acabando.


Temos eleições este ano. Vamos votar em um candidato para cada instituição, acabando com o acúmulo de cargos. Depois reclamam de quanto ganham os caras que lá estão. Também, pudera. São diretores de tres instituição que pagam muito bem. Nosso dia tem apenas 24 horas. E o deles? Mas com certeza não perdem tempo com "MOÇÕES DE REPÚDIO " contra quem está do mesmo lado.


SolonelJr

Obs. do Blog:
Solonel Campos Drumond Junior é Diretor ANABB para o Estado do Maranhão.

Anônimo disse...

Caro amigo Marcos,

Meus profundos sentimentos por D.OLÍVIA.
Abraço-o e aos seus familiares.

Cavalcante

Anônimo disse...

Acabei de ler e em seguida assinei
a petição. Tudo muito simples, um minuto apenas para concluir.
Conclamo aos colegas para ler e também assinar, bem como divulgar.
Cavalcante

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

4.1. Previ terá que pagar mais de R$ 234 mil a aposentados. Enviado por: "lareso@ymail.com" larezo@gmail.com lareso@ymail.comData: Sáb, 23 de Jul de 2011 6:00 pmEconomiaFonte:

http://www.portalcorreio.com.br/jornalcorreio/matLer.asp?newsId=189748

Sábado, 23 de Julho de 2011.

Previ terá que pagar mais de R$ 234 mil a aposentadosA caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ)está alegando não ter fundos para cumprir a execução dopagamento do auxílio cesta-alimentação de R$ 234.170,75,determinada na última sexta-feira pelo juiz da 6ª Vara Civil daCapital, Inácio Jario Queiroz de Albuquerque. A ação julgadaprocedente em todas as instâncias foi ajuizada por cinco aposentadosatravés do advogado Olivan Xavier da Silva, que agora pedeintervenção judicial para que o pagamento do auxílio sejacumprido.A Previ funciona como um tipo de previdência privada exclusivo paraos funcionários do banco, para que possam complementar sua renda naaposentadoria. De acordo com o advogado Olivan Xavier da Silva, hámais 65 aposentados na mesma situação, movendo ações contra aPrevi. "Mas essa foi a primeira ação que teve a execuçãoexpedida pela Vara Civil da Comarca de João Pessoa. Como o valornão foi pago, foi determinado o seu bloqueio através doBacenjud", explicou.10 ações estão em tramitaçãoA ação está tramitando desde 2008. Ao todo, são 10 açõesmovidas por aposentados que contrataram o Previ. "O que estranhamosfoi a resposta do Banco Central do Brasil, que informou que a Previnão dispunha de valores para serem bloqueados, fato esse inesperadojá que a Previ paga a mais de 100 mil associados", enfatizou.O advogado dos aposentados ingressou com uma petição no juízo daexecução, pedindo a intimação do presidente da Previ. "E, seno prazo da lei, ele não comparecer para remir a dívida, ouapresentar bens para penhora, que seja decretada a intervenção, paraque o interventor venha cumprir a obrigação", afirmou.Em comunicado da assessoria de imprensa, a Previ informou que nãoirá se manifestar sobre o caso.
Marcelo Rodrigo

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Olá Marcos,

Abraços.

Date: Sat, 23 Jul 2011 14:29:33 -0700
Subject: [REDE-SOS]

Previ terá que pagar mais de R$ 234 mil a aposentados


Meu Deus! Como pensam que nossa memória é curta. Vai ver é mesmo!

Sempre dissemos que não havia superavit exatamente porque o superavit só existe em decorrência de muitas injustiças e pagamentos devidos não efetuados. A PREVI sempre alegou que os recursos p/ pagamentos das ações estavam devidamente provisionados nos balanços lembram-se disso? Se não estavam como puderam aprovar as contas da PREVI?

Se esta açõaozinha de 234 mil a PREVI alega não ter recursos p/ pagar imaginem se ganharmos a ação para pagarem o reajuste de 95 e 96 para os aposentados? imaginem então os 2/3 dos pedevistas com o decreto fraudado e o que podemos dizer dos 40% do bacen? Vejam qta coisa justa estamos trocando por um superavit fabricado para pagar RENDAS CERTAS PARA ALGUNS AUMENTO DE TETOS PARA OUTROS ALGUNS E AINDA TER QUE DIVIDIR MEIO A MEIO COM O BB e tudo isto avalizado pelos nossos negociadores que ainda nos induzem a aceitar os acordos propostos e nos tornarmos cúmplices de toda esta injustiça.

Então, vejam a nossa situação: agora também somos culpados pelo não pagamento da cesta alimentação aos colegas que ganharam a ação e talvez amanhã ao não pagamento de alguma ação vitoriosa de nossa própria autoria.
Vejam onde a nossa falta de conscientização e os aconselhamentos dos nossos representantes nos levaram. Triste não é? Como agora não adianta mais chorar sobre o leite derramado, não vamos esquecer, para refletir melhor em outra oportunidade.
abraços
Daisy

elvira disse...

Marcos,

Tenha a certeza de que são pessoas equivocadas, que ainda não entenderam que apesar das divergências podemos ser solidários, principalmente num momento tão delicado.
As leis divinas alcançam a todos nós, mesmo àqueles que ocupam cargos de destaque no cenário terreno.
O plantio é livre, mas a colheita é obrigatória.
Que jesus te ampare e conforte.
Um bom domingo para todos.