sábado, 28 de julho de 2012

O silêncio da PREVI



Marcos Cordeiro de Andrade

Caros Colegas,

É irritantemente anormal o mutismo do nosso Fundo no relacionamento com participantes e assistidos. Em que pese alardear transparência envolvendo atos e atitudes na sua gestão, isso somente atua como visível incoerência levando ao absurdo entendimento de tratar-se de deslavada mentira.
   
Os canais de que dispomos para lá chegar não são confiáveis pela barreira imposta a evitar comunicação humanizada. Diferentemente do que se espera do vínculo entre parceiros dependentes entre si, em que a PREVI funciona como organização sem fins econômicos e os participantes e assistidos como seus sócios dependentes, o que se tem é uma empresa direcionada à obtenção de lucro especulativo que somente dá satisfações aos seus mantenedores através das frias letras grafadas nos balanços, no site e na revista, pois estes são os únicos caminhos disponibilizados publicamente. Nesse sentido, mesmo o fale conosco via 0800 é impessoal e distante no tratamento dado, com retorno de instruídos e educados atendentes com respostas prontas e de cunho vago, fazendo às vezes de “carimbos” que nunca dizem a verdade que se quer ouvir. De ressaltar que não há linhas diretas para se chegar aos dirigentes, como ocorre em empresas onde efetivamente há transparência em sua condução. Também, os e-mails enviados retornam, de imediato, com a batida frase: “seu questionamento foi encaminhado ao setor competente”. Depois vem a resposta inesperada que normalmente não diz coisa com coisa, deixando o interlocutor na mesma ignorância de antes.
 
O site, que deveria servir de vitrine para mostrar os elementares produtos à disposição do seu público de participantes e assistidos, é um elitista expositor da grandeza de números e comportamentos direcionados à comunidade financeira, onde atua de modo condenável e arriscado como conglomerado empresarial altamente especulador. Embora se saiba que é daí que vêm recursos para pagamento dos benefícios por que responde, o fato nos mete medo nos resultados por viver ao sabor do vai e vem da bolsa de valores - quando a prudência pede racional aplicação em ações.

A revista, de produção esmerada e cara desnecessariamente, igualmente se prende à reportagens cujos assuntos somente servem para mascarar realidades, distanciando o cerne daquilo que realmente nos interessa e queremos saber. Também nela não encontramos o que contemple nossos anseios porque de tudo cuida superficialmente sem explicações necessárias, notadamente  do que ocorre nas elementares coisas que afetam o nosso dia a dia, tais como: realinhamento do ES – como, quando e se ocorrerá; providências e/ou estudos em andamento para reduzir taxas de juros e prestações na CARIM; correção das datas e dos índices de reajuste dos benefícios; portabilidade bancária; postura adotada diante da ameaça da retirada de patrocínio; blindagem instituída para evitar saques indiretos por conta do patrocinador; como corrigir o absurdo da vigência das faixas etárias aplicadas na CAPEC; por que não adota postura defensável em relação aos normativos criados pelo Governo em nosso prejuízo: possibilidades de não recorrer de sentenças favoráveis aos associados prejudicados; o que se esperar do BET – qual seu certificado de validade. E tudo o mais que não nos é dado conhecer através dos balanços e de “carimbos” impostos por vozes robotizadas e e-mails sem conteúdo elucidativo. Mas, paciência, recorrer a quem?

De se estranhar sobremaneira o fato de que, sendo a PREVI reconhecidamente gerida por sindicalistas, esperava-se que estes mantivessem o discurso de lutar pela defesa dos fracos e oprimidos e, mesmo assim, não ficassem somente nisso, mas mostrassem a costumeira arrogância para vir proclamar feitos em nosso benefício. 

No entanto, não é o que se tem. Basta lembrar que a atual diretoria assumiu há cerca de dois meses e até agora não disse a que veio. Sem ter a hombridade de nos dirigir um único e singelo comunicado, a despeito de ser enorme a lista de promessas estampadas nos boletins da campanha que lhes deu os votos para tomar conta da nossa Caixa de Previdência.

Ademais, positivamente não são comportamentos assim que justificam a grandiosidade da PREVI. Por isso espero que o Presidente Dan Conrado, que se ufana ter iniciado a carreira como “menor”, comprove saber que os oriundos dos quadros do BB merecem ter atendimento digno, em função dos anos trabalhados para o engrandecimento da Instituição e do País, pois das providências do primeiro gestor depende a transparência do que ocorre sob seu comando.

Pior de tudo isto é que a sociedade ainda nos tem e nos trata como os “marajás” maquiavelicamente nominados pelo presidente Collor. Todavia, acresce informar que os assistidos em sua maioria atualmente habitam o submundo do endividamento e da inadimplência, num cruciante atentado à velhice desamparada por conta da insensibilidade e mesquinhez do Patrocinador, que manda e desmanda como se fora dono da nossa Caixa contando com a inaceitável submissão dos dirigentes conduzidos pelo voto e pelas mãos do Governo.
   
Nestas circunstâncias, atingido pelos sentimentos de impotência e revolta lanço o desafio à PREVI e aos seus pretensos donos.

Se não nos tratam como gente, se têm nas mãos o extraordinário patrimônio da ordem de 150 bilhões de reais aportado e criado por nós, se não nos proporcionam benefícios condizentes com as necessidades prementes que nos afligem, ao menos digam por que agem assim – em respeito à dignidade dos 120.000 participantes e assistidos do Plano de Benefícios número Um do maior Fundo de Pensão deste pedaço do mundo.

Marcos Cordeiro de Andrade, matrícula 6.808.340-8, é associado da PREVI há mais de 50 anos - desde 15/05/62.


Curitiba (PR), 28 de julho de 2012 – www.previplano1.com.br

56 comentários:

Tito Lívio disse...

Prezado Marcos, existe alguma forma de alguem que seja assistido da Previ solicitar o desligamento com proporcional retirada das reservas atuariais?

luiz fernando godoy/sorocaba disse...

Amigo Marcos !

E tenho o maior prazer em chamá-lo de amigo mesmo sem nunca ter tido o privilégio de conhecê-lo .
É que nao poderia dar outro tratamento a um ser humano que se coloca tao solidariamente e tao desinteressadamente a disposicao desse grupo tao grande de senhores/senhoras da 3a. e bela idade.
Marcos, com essa sua pena tao afinada e afiada, de onde as palavras fluem com tanta clareza e objetividade, você poderia muito bem estar completando melhor sua aposentadoria em outros pastos mais verdejantes.
Mais nao, com essa teimosia e com essa ânsia de olhar mais profundamente para o mundo que nos rodeia fica malhando com essa veêmencia a mostrar tudo o que existe de errado no nosso entôrno, inclusive a posicao egoista e acomodada da nossa grande maioria.
Meu amigo, você está incluido nas minhas oracoes diárias, para que continue e malhar e a malhar e que Deus todo poderoso permita que nao seja sempre em ferro frio.
De seu amigo e admirador:
Luiz Fernando B.Godoy/Sorocaba/SP
matr. bb.6.477.180/6

Anônimo disse...

Embasado em tudo o que foi dito e além disso, como sócio/dono,exijo;
AUDITORIA EXTERNA JÁ !!!

Anônimo disse...

O texto exprime de forma irrecorrível e irretocável o nosso sentimento com relação a postura dos dirigentes da PREVI para com os aposentados e pensionistas dessa CAIXA.

E, se concretiza, da forma mais abominável possível ao saber que aos olhos e ouvidos desses crápulas serão apenas palavras jogadas ao vento.

Quem está acima desses SOBERANOS? Com certeza alguém irremediavelmente inascessível.

Kurdiaxo!!!!!!

mesquitasantana disse...

Caro Marcos.

Gosto de me referir ás pessoas que se portam de forma correta, principalmente quando se trata de lideres. A você meu dileto presidente gosto de me referir ainda com maior satisfação, pois que além de agir sempre com sinceridade e honradez, usa também de transparência. No presente texto você se superou. No quesito transparência as nossas lideranças na PREVI, se portam como nossos adversários, ali onde você escreve "... por que não adota postura defensável em relação aos normativos criados pelo Governo em nosso prejuízo: possibilidades de não recorrer de sentenças favoráveis aos associados prejudicados; o que se esperar do BET – qual seu certificado de validade...", você transforma as palavras em imagens e descreve com rara autenticidade e no mais amplo conceito tudo o que podemos imaginar dessas autoridades eleitas por nós.

abraços a todos

Anônimo disse...

Pessoal,

Cadê esse pessoal da chapa 6, que não dá as caras?

Estão se econdendo?

Esconder-se da responsabilidade é covardia!!!

Vocês são covardes?

Tomara que esse artigo último do nobre escritor e colega Marcos chegue ao conhecimento desses mentirosos.

Anônimo disse...

Informamos que o Empréstimo Simples tem seus parâmetros revistos anualmente.

A PREVI sempre analisa a possibilidade de atender ÿs sugestões recebidas e sua proposta será avaliada nesse estudo.

Eventuais alterações serão oportunamente divulgadas pela PREVI.

Atenciosamente,


LEANDRO DE SOUZA DIAS
Gerência de Atendimento
PREVI

Anônimo disse...

É muita hora de Previ hein Seu Marcos? Sr. já deve ter visto de tudo, embora somente depois da aposentadoria que a maioria de nós cai na real. Comigo foi assim...

Anônimo disse...

Marcos perfeito seu post, é exatamente tudo que tenho vontade de gritar na porta da Previ.

Anônimo disse...

ANTES E DEPOIS

Enquanto candidatos....eram atenciosos, dóceis, acessíveis, "todo ouvidos", respondiam tempestivamente a todo o questionamento, ficavam disponíveis 24 horas por dia. Enfim, era tudo de bom.

E agora, cadê eles?

Não adianta, pois tudo se repete em cada pleito. Precisamos deixar de parecer ignorantes e mudar essa situação. Esses - e os anteriores -já alcançaram o grande objetivo e o sonho virou realidade para eles. Não se consegue mais voltar atrás. Mas podemos mudar essa situaçao a partir da próxima oportunidade de depositar nossos votos.

Anônimo disse...

Bom dia Sr. Marcos, e demais colegas.

Li, e reli varias vezes o post. Dentre todos, esse é o que mais me comoveu.
Sinto na carne como o doutor, o tamanho desprezo que a Previ nos tem. Já chorei muito e sinto-me
enfraquecido, pois sei que a minha hora está chegando e nada posso fazer.

Grita por nós, grita por mim. Não deixe que a minha esposa{Rosa Maria de Souza} sofra. Ela está orientada a procurar a sua associação para se proteger.

Obrigado nobre amigo.



Carlos Amaral de Souza.

29 de julho 2012. Madrugada de domingo.

Paz e muita saúde para para todos

Tânia disse...

Prezado Marcos,

Não há o que se acrescentar ao seu post e aos demais comentários a respeito - você expõe claramente a nossa expressão, nosso sentimento, nossa indignação e a nossa luta - estaremos sempre juntos para o alcance dos nossos objetivos - O momento, tão delicado e preocupante, parece perder força diante da sua voz. E que todos nós, que falamos a mesma língua, possamos calar de vez os nossos algozes, trazendo-os à luz da razão.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Leiam no Blog do Edgardo Rego:

Uma leitura da LC 109 (continuação).

http://blogdoedear.blogspot.com.br/2012/07/204-uma-leitura-da-lc-109-continuacao.html

Anônimo disse...

Quando alguem desaparece. costuma-se colocar um anuncio de desaparecimento. Por que não fazemos o mesmo em relação à desaparecida chapa 6? Não custa assim tão caro.

Pensionista disse...

MARCOS, FUQUEI MUITO COMOVIDA AO LER O DEPOIMENTO DO NOSSO COLEGA CARLOS.
NÓS PENSIONISTAS ALÉM DE PERDERMOS OS NOSSOS ESPOSOS FICAMOS COM UM APOSENTADORIA IRRISORIA DE 60%.
AGORA PERGUNTO: E AS PROMESSAS CUMPRIDAS, PREVI?
CADE VOCES DA CHAPA 6 QUE ESTÁ NOS MATANDO AOS POUCOS?????
AS LAGRIMAS ESCORREM NESSE MOMENTO SOBRE O MEU ROSTO DE PENSAR O QUANTO ESTAMOS ABANDONADAS.......

Anônimo disse...

As promessas da Chapa 3 e 6 até hoje não sairam do papel.

Anônimo disse...

Aposentados e pensionistas da PREVi, o que voces acham de fazermos um Facebook e contarmos o que esta acontecendo na PREVI??????O descaso que fazem com os velhinhos?

Lena disse...

Querido Carlos, não fique triste e nem achando que vai morrer logo. Somente Deus amigo, sabe a nossa hora de partir,e você ainda vai viver muito, tá bom? Se cuida.

De um grande abraço na sua esposa Rosa. Fique com Deus.

Anônimo disse...

Caro Marcos, não dá a impressão de que a criatura avançou contra o seu criador?

É! Porque acho que jamais imaginaram os pioneiros criadores do nossoFundo de Pensão, em 1904 que, com o seu agigantamento, a cobiça desmedida, selvagem, nunca vista, tomaria conta da Administração da PREVI, massacrando, tipo rolo compressor, os assistidos, principalmente, as pensionistas.

É o que parece.

Anônimo disse...

Prezado Marcos,
O texto é irretocável e reproduz, com clareza solar, a situação APOSENTADOS/PENSIONISTAS X PREVI. Eles são tão inadequados, enquanto diretoria, que , no seu mundinho acanhado, esquecem-se de que o nosso Fundo de Pensao diz respeito, tao somente, aos assuntos relacionados com os aposentados e pensionistas, que são a sua RAZAO DE SER. Nunca mais uma palavra amiga, um encorajamento,um anunciar de noticias otimistas, nada. Eles acham que a PREVI é um fim em si mesmo e não um fundo destinado a gharantir-nos uma velhice tranquila e decente. Como manter dirigentes que não sabem o por quê do seu cargo, do seu salário, de sua eleição...? A quem poderemos recorrer? Somente saber dessa anomalia existente no relacionamento da Previ e seus associados não nos empurra um milimetro à frente. Com sua equipe juridica, procure saber o que poderemos fazer para dar cabo a essa indiferença revoltante. Precisamos nos recordar da PREVI como aquela amiga que nos dava as boas vindas, quando deixavamos os quadros da ativa do Banco do Brasil.

vania disse...

amigo Marcos,sinto confiança em chama-lo assim. Suas palavras mais uma vez representam nossos medos e anseios. O que acontece dentro da Previ? Por que nos tratam com essa distancia e indiferença se estão lá a nosso serviço, nos representando? Infelizmente Marcos assim como o colega que acima falou tenho me sentido enfraquecida, cansada. Mas quando deparamos com suas palavras, que dizem aquilo que gostaríamos de dizer, de gritar, r enovamos nossas forças. Não seria o caso de pedirmos uma auditoria? O ES, reduçao~da prestação da CARIM, que nao acabamos nunca de pagar etc...Marcos que Deus te ilumine e fortaleça . Um grande abraço Vania

guilherme disse...

A verdade é que sai diretoria e entra diretoria e o desrespeito e a indifernça continuam.
Nem alimente falsas esperanças de melhorias, quanto mais se o assunto for emprestimo simples,sao tudo "farinha do mesmo saco" mudou somente o rotulo.
Voces sentiram realmente alguma diferença depois da eleição da Previ?
La no site com os destaques parece ser ainda a velha gestao, nada de interessante, a mesma leitura que para mim nao serve para nada.
Promessas de campanha acho que ja esqueceram, quem sabe na proxima eleição não é?
Todo ano este tal d ES vira uma novela e pior nao sai nada de melhoria mesmo.

Viana

Anônimo disse...

Ok ok!!

Mas o que adianta ficarmos aqui falando falando? Não adianta nada, e pelo que vejo, é tempo perdido?!! Estamos no blog há muito tempo e não encontramos a solução para darmos uma basta nesse vagabundos de meia tigela.
O que seria necessário
fazer? Alguém tem uma ideia que possamos colocar em pratica?

Estou igual ao senhor Carlos desanimado, chateado, aporrinhado. Estou farto dessa gente! É por demais entristecedor receber tal tratamento por parte desses meliantes que só se encontram no "poder" por nossa causa. O que fazer? A onde iremos encontrar a solução?

Seu Marcos, sei o quanto o amigo batalha e sou muitíssimo agradecido, mas se não arregaçarmos a manga vamos continuar a chover no molhado. A tal que poderia nos ajudar, não esta se importando com a gente.

Que os céus nos proteja dessa desgraceira toda.


32 anos de Banco e 75 de idade para isso.

Grato.

Caio disse...

"O
bom de ser criança
e idoso, é que podemos falar tudo". Abraços tio Marcos!! Eu te amo!!

Caio Gonçalves de Almeida. Eu tenho 10 anos.

mauro - divinopolis (MG) disse...

Marcos, acho que a estratégia da nossa caixa de previdência é "empurrar com a barriga", nada atender e nada resolver.
No site da Previ consta que no 2o.trimestre 2012 são 68.960 (sem a inclusão de pensionistas) aposentados e que acima da faixa etária de 60 anos anos, 41.233 aposentados.
Considerando a média de vida do brasileiro em +- 70 anos, acho que estarão todos mortos antes de qualquer atenção por parte da Previ, conforme vc. descreve bem no seu texto "O silêncio da Previ".

Anônimo disse...

Acabei de assistir o vídeo do encontro de aposentados que houve em Brasilia. A única pessoa que falou a verdade foi o Luiz Danton, e quasse não terminou de concluir (Isa o interrompeu mas ele foi firme)

O que a dona Isa falou, estamos carecas de saber, leu tanto que chegou a dar sono nos colegas e tinha gente que quase dormiu de tão chato que estava.

A sonsa da Leopoldina, não parava sentada e gravou o teto da sala. Seu Ari Zanella, perdeu uma ótima oportunidade para falar por nós aposentados e pensionistas, porque não tomou a palavra? Já sei é tímido.

Osvaldo ficou também mudo com cara de bobão.

Conclusão: nada x nada.

Anônimo disse...

Anônimo das 12:09

Já houve casos de firmas que citadas no Facebook, mudaram radicalmente a maneira de tratar seus clientes.È que ninguém está a fim de propaganda negativa pro seu lado.Creio que seria uma alternativa inteligente.

Anônimo disse...

Caros colegas,

Tambem sempre me sinto mal atendida na Previ, pois as atendentes não dominam os diversos assuntos e teimam em não transferir as ligações para os funcionários que de fato poderiam esclarecer muita coisa.
Mas na semana que passou, tendo que resolver um problema com relação ao recadastramento de pensionista e não conseguindo a documentação atualizada exigida, depois de varias vezes ser barrada no 0800 sem a solução para o meu problema, enviei carta e email expondo a situação e reclamando do atendimento. Numa última tentativa liguei para o 0800, para minha surpresa fui muito bem atendida, e recebi um telefonema de funcionário do setor responsável pelo recadastramento, novamente muito bem atendida e orientada e perspectiva de ter o meu problema solucionado.
Serão esses sinais de novos tempos, tomara.
Achei que deveria comentar o que de bom me aconteceu por uma questão de justiça com a gentileza desses dois funcionários da Previ.

Profº Ari Zanella disse...

Respondendo ao Anônimo das 11:04

Eu falei dirigindo-me ao presidente da Anabb a quem pedi que lutasse apenas de nosso lado. A Sra. Leopoldina não editou e minha fala não saiu no vídeo. Por outro lado, é preciso saber quem é seu protagonista. De nada adianta reivindicar melhorias para aposentados e pensionistas para Isa Musa, Anabb e Afas. Quem eu esperava que fosse à reunião (Marcel Barros, Robson Rocha, Célia Larichia, etc) não apareceu. Por isso, faço questão de ir, às minhas expensas, na próxima sexta a Balneário Camboriú, onde, espero, estejam as pessoas certas para ouvir nossas reivindicações.
Por que o nobre apedeuto anônimo também lá não comparece???

Anônimo disse...

Essa tal de Leopoldina além de sonsa é feia feito um canhão,imaginem se ela fosse bonita. Ela tá se achando.

Anônimo disse...

O homem do blog azul esta reclamando que só recebe pedido para o ES. Ele pergunta se alguém tem outro pedido.

O que os meus colegas tem a dizer?

Anônimo disse...

Falar em Leopoldina me lembra aqueles filminhos,tristes, melancólicos que rodam no Youtube, falando da Previ. Me esforço pra vê-los mas não consigo. Fico feito criança que dispensa um bombom quando lhe oferecido por uma pessoa asquerosa. Na hora me dá vontade de fazer pipi e gritar mãêêêêêêêê.

Oh!!!! PREVI, minha algoz, nós não merecíamos isso.

Pra me refazer vou ao um Posto Ipiranga aqui da esquina e tomo uma lapada de Ypioca.

Perdão, virei garoto propaganda.

Mas o bombom eu não aceito. Nem mesmo o Serenata de Amor, da Garoto.

Kurdiaxo!!!!!!!!

Anônimo disse...

Alo Catarina!
Você é linda, maravilhosa. É assim que deve ser minha colega. Não tenha medo de nada.
Adoro pessoas como você. Gente com fibra, e muita
garra!

Pensionista meu amor, tem que berrar e muito!
Senão ó...
ALIÁS, SE PIORAR, NÃO ESTRAGA MAIS NADA.

Que Deus te abençoe muito.

Lena.

catarina disse...

Lena, Leninha querida.

muito obrigada por suas
palavras. Sempre tão amáveis quando não mexem com você, não é mesmo? Muito lhe admiro por seu bom
humor. A luta, minha amiga, deve continuar e
não terei mais medo de me expor.
Aproveito essa oportunidade para
pedir-lhe perdão por um passado
não muito remoto, quando eu, com
minha impaciência lhe maltratei aqui,
como anonima. Você deve lembrar-se
do seu pedido de perdão para o
empréstimo simples. Quando eu acessei
esse maravilhoso blog, com o nome:
"pensionista sem voz da Previ"
Me perdoa amiga, em nome de Jesus?

Por favor, me responda.

Catarina. São Paulo. SP.

Grata Marcos.

Daniel disse...

Olha pessoal, sobre alguma provavel melhoria no ES em 2012, a Cecilia no Blog dela respondeu o seguinte:

"Pelo andar da carruagem e conhecendo as pessoas que estão lá, acho pouco provável que tenhamos reajuste significativo no ES este ano.. Infelizmente".

Acho que sera um VALE A PENA VER DE NOVO a exemplo do fiasco que deram ao ES em 2011, vai se repetir este ano.
Eu nao preciso do ES, mas quem espera o tal 180/180 penso que vai ser outra decepção.
Desculpem a franqueza, mas se a Cecilia ja veio com este discurso, ja esta sabendo que vem chumbo grosso novamente para o nosso lado.

Abraço fraterno a todos.

Daniel

Anônimo disse...

Olá, Marcos!

O que significa o código 21 que vem antes do número da minha pensão?

Grata por tudo.

Uma noite de Paz.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Códigos dos benefícios concedidos pelo INSS

Todos os benefícios concedidos pelo INSS possuem um código numérico que identifica as suas características e facilita o entendimento entre os servidores para o desempenho de suas atribuições. Eis, portanto, algumas espécies de benefícios com seu respectivo código numérico:

21 - Pensão por Morte
25 - Auxílio-Reclusão
31 - Auxílio-Doença
32 - Aposentadoria por Invalidez
36 - Benefício Decorrente de Acidente de Qualquer Natureza ou Causa
41 - Aposentadoria por Idade
42 - Aposentadoria por Tempo de Contribuição
43 - Aposentadoria de ex-Combatente
46 - Aposentadoria Especial
56 - Pensão Especial às Vítimas da Talidomida
57 - Aposentadoria por Tempo de Contribuição de Professor
80 - Salário-Maternidade
87 - Amparo Social à Pessoa Portadora de Deficiência
88 - Amparo Social ao Idoso
91 - Auxílio-Doença (acidente do trabalho)
92 - Aposentadoria por Invalidez (acidente do trabalho)
93 - Pensão por Morte (acidente do trabalho)
94 - Auxílio-Acidente.
Fonte: Blog DIREITO

Anônimo disse...

Caro Daniel, aquele anjo que, segundo as escrituras, visitou seu xará há seculos sabe que Cecilia não está por dentro. Quem perde eleição no Brasil fica por fora igual S..de . . .. . ! deixa pra lá. Concordo que ela já foi bem informada ! Quando setembro vier, veremos ! Divany Silveira -Sete Lagoas-Mg.

BB muda prova de concurso público e mira profissional mais engajado disse...

Li no blog do estado, "mural de concursos" o artigo a respeito de mudanças que o BB fará nos proximos concursos,
buscando profissionais mais engajados, interessados em fazer carreira.
E, nos comentários publicados constam muitas críticas ao mau atendimento, inclusive sugestoes para privatização.
Eh esse o novo BB, que eh rejeitado por muitos clientes e tambem pelos atuais funcionarios e muitos ex-funcionarios. Comentam
que o inicial na empresa eh inferior ao que pagam aos vigilantes. E afirmações de que os clientes querem ser bem
atendidos e nao tem culpa se os funcionarios ganham mal.
Eu, pago pra nao ter que ir a uma agencia do BB.
Eh a triste realidade do BB hoje.
Luiz

Anônimo disse...

A Previ resolveu fazer piada com os aposentados. Enquanto a maioria de aposentados e pensionistas reclamam da falta de recursos para as necessidades básicas eles publicam no site matéria sobre implante dentário. Será que eles sabem o custo desse tratamento?

Lena disse...

Boa tarde a todos.

Oi Catarina, esqueça tudo isso minha colega, foi bobagem e já passou. Quem sou eu, para perdoar, mais se isso lhe deixa tranquila, está perdoada sim. Lembra-se do quanto éramos alienadas? Puxa vida... Foi com o surgimento da AAPPREVI e o blog Previ Plano1 que saímos do estado de letargia em que vivíamos.


Fica bem, e cuida da sua filha com muito carinho.

Abraços.

Anônimo disse...

Valeu Divany, cai fora Daniel, deixa de trazer notícias ruins. Engaja-se no nosso pensamento positivo e vamos lutar no mínimo pelo ES-180/180; 150/150. Esquece a Cecilia que perdeu a eleição.

Anônimo disse...

Só eu sei qto gastei com os meus implantes dentarios e qto o Pas desconta da minha conta. Deixo bem claro não foi por beleza e sim por não ter outra OPÇÂO.

Anônimo disse...

TJRS realizará Roda de Conversa sobre
consumo, crédito e endividamento no dia 7/8



Link:
http://www1.tjrs.jus.br/site/imprensa/noticias/?idNoticia=188159

Anônimo disse...

Prezados colegas,
Parece que aps a aposentadoria os colegas perderam a capacidade de raciocinio.Por exemplo, a questao do emprestrimo simples. A PREVI tem dito (ou vinha dizendo) que os colegas estao muito endividados, que precisam organizar melhor sua vida financeira,etc. Pois bem.Na pior das hipoteses, se a PREVI não quiser aumentar o limite do ES, poderia e DEVERIA ,ao menos, ALONGAR o prazo para pagamento das parcelas.Com o alongamento do prazo, duas coisas aconteceriam: 1-haveria uma especie de "aumento indireto" com a reduçao das parcelas; 2-esse aumento indireto compensaria os pifios aumentos que temos recebido.E a lógica é: a PREVI, como qualquer credor, tem OBRIGAÇAO de propiciar melhores condiçoes aos seus clientes, que somos nós e, assim fazendo, estaria focando no bem estar dos seus apaosentados e pensionistas, que são a sua razao de ser.Ou seja, não conceder, pelo menos o alongamento da divida além de ser uma burrice, seria uma incompreensivel e inqualificavel demonstração de sadismo e de total indiferença para com aqules que sao os DONOS do seu patrimônio.Ou seja, conceder o alongamento é tao somente uma parte de suas obrigaçoes como gestora de nosso patrimnônio. Tenho dito.

Anônimo disse...

Deu hoje no site Previ.
1) SAUDE FINANCEIRA: Educação financeira SUSTENTÁVEL.
2) DÍVIDA NÃO FAZ BEM À SAUDE.
Segundo psicóloga especialista em neuroaprendizagem, é um fato comprovado que dívidas acarretam grave problema na vida das pessoas e até mesmo na produção(na linha de fábrica ou na administração)...
"Quem deve perde o sono, tem vergonha,sentimento de impotencia, incapacidade, desesperança,tristeza e muitas incertezas quanto à propria capacidade de quitar dívidas. O pior é que nessas condições, as pessoas travam e reduzem sua perspectiva de vir a ter uma vida melhor. Junte-se a isso o fato de que as compras feitas sob impulso, imediatismo, descontrole emocional, facilidades oferecidas e crenças geradas pela mídia, ou seja o consumo não responsável, geram UMA DEZENA DE PROBLEMAS PARA O MEIO AMBIENTE", afirma a psicóloga especialista.
Que moderninho!!! Está na moda: SUSTENTÁVEL e MEIO AMBIENTE e CONSUMO NÃO RESPONSÁVEL(blá-blá-blá).
Se querem com esta lenga-lenga, evitar o aumento do ES, analisem melhor o que afirma a especialista, quando diz que dívidas fazem mal à saude.O ES aumentado e de prazo esticado é um santo remédio para nos livrarmos de dívidas com terceiros, concentrando tudo em uma só dívida, porém com nosso próprio fundo e como a Previ afirma em as "melhores condições do mercado".
Aduzindo ao comentário do site: o que me causa também sentimento de impotencia, incapacidade e desesperança é nada poder fazer para mudar muita coisa.
Soltem logo esse ES 180/180 ou 150/150, nada menos que isso!!!

Anônimo disse...

ES X EDUCAÇÃO FINANCEIRA X AUDITORIA NA PREVI - Como é que alguém que não se submete a transparencia na prestação de conta dos vultosos recursos que administra quer ensinar a outros como administrar pequenos recursos??

Anônimo disse...

Marcos, confesso que estava disposto a dar um descanso aos meus coirmãos deste espaço, mas não aguento mais houvir que nós estamos endividados. Nós quem ? Eu não dei procuração para ninguém falar em meu nome ou controlar meus negócios. Sobretudo, falar que estamos muito endividados. Se estamos devendo `a Previ é dentro da margem, que é o parametro. Para solicitar adiantamaento para tratameanto dentário a dificuldadae é tamanha que o dentista de um amigo falou com ele: Amigo, me paga do jeito que você puder. No Banco do Brasil, segundo soube , o Bom Para Todos deveria chamar bom para os "mesmos", pois o que ouço de colegas reclamando é de dar dó. Aliás, se o Professor Ari tiver acesso a esse Post gostaria que ele perguntasse ao representante da Previ qual o critério que ela usa para falar que o universo de assistidos está com a capacidade de crédito esgotada. Mesmo porque, quem trabalhou na área de credito , durante anos , como muitos de nós, bem sabemos que é melhor correr um pequeno risco- se é que há- e o fundo garantidor ? do que encher o bolso do Marcos Valério ( e foi a D.Geral ! ) ou enterrar nossos recursos no Complexo do Sauipe ( a palavra complexo vem a calhar), que é um dos lugares mais sinistros que já vi ! Na Bahia há prais lindas pra todo lugar, menos onde está o nosso Complexo hoteleiro, que criança não pode aproximar (mar aberto). Colegas, não quero cansar voces, mas há dias eu vi um nosso coirmão pedindo calma para o Marcos Cordeiro: mas eu compreendo o Marcos, pois de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver gente ignorante e incompetente ocupando cargos de expressão, a pessoa acaba ficando iracivel(coitado de Rui Barbosa ! Quase fica doido querendo consertar o Brasil). Colegas, desculpem se fui redundante ! Um Abraço , Divany Silveira - Setae Lagoas-Mg. P, S. -Fiquem calmos pois vou sair de férias do blog.-

Anônimo disse...

Marcos, não tem como fazermos alguns diretores da previ receber seus salários com o código 25 do INSS?

Anônimo disse...

ADEUS DÍVIDAS...Decidi que de agora em diante vou viver livre e feliz, pois segundo os aconselhamentos da Previ, o endividamento nos leva à tristeza, à depressão e às doenças.

Portanto decidi que vou vender minha moto chinesa de 125 cc, que comprei em 2008, após andar 7 anos à pé; tenho um televisor LG 29' adquirido em 2004; uma mesa com tampo de vidro de 6 lugares; duas poltronas de couro preto.

Adeus dívidas...agora vou viver feliz....sem dívidas...graças aos 'CONSELHOS" FINANCEIROS DA PREVI.
E... 4,8 % de reajuste tá ótimo ! Não precisa mais. Por que precisaria, se não tenho dívidas e se já estou velho? Não preciso mais de carro, não vou a bares, não vou ao cinema, não vou à praia, não viajo, não preciso de nadinha disso, segundo os aconselhamentos financeiros da Previ.
Precisamos também ser sensíveis aos interesses do governo, que quer utilizar a grande fortuna dos aposentados para aplicar em "obras sociais" (Belo Monte, Trem Bala, Reforma de Estádios, Privatização dos Aeroportos, etc., etc.). Por isso, devemos ser compreensíveis, devemos economizar, pois nosso tempo tá passando rápido e esses grandes projetos precisam se realizar. ARROCHO PARA OS APOSENTADOS e FARTURA PARA OS COFRES.

Anônimo disse...

Voce esta certissimo colega das 6;00 . Vamos vender tudinho que compramos com tanto sacrificio para a nossa cass. Viveremos na miseria pois assim sobrará mais para essa turma de CORRUPTOS gastarem nas nossas custas. Pergunto porque eles da diretoria da PREVI não diminuem esses salarios milionarios que eles ganham e venham ganhar essa MERRECA que ganhamos?Por que eles não colocam esse titulo no site da PREVI. CORRUPTOS DA DIRETORIA DA PREVI ROUBANDO OS VELHINHOS QUE TANTO TRABALHARAM PARA ADQUIRIR ESSE PATRIMONIO?COMO FAREMOS PARA GANHARMOS MENOS?ROUBARMOS MENOS?

Anônimo disse...

Tem razão a colega Divany. O adiantamento para tratamento dentário segue uma tabela com valores abaixo dos cobrados pela maioria dos dentistas, o que não tem justificativa pois trata-se de um empréstimo e não de um serviço pago por eles. Dá até vergonha de usar porque dá trabalho ao dentista e o valor nem cobre o orçamento.

Anônimo disse...

A Previ está usando a tática de jogar a culpa nos outros e não olhar os próprios erros.Agora deu só de responsabilizar a nós mesmos pelos nossos problemas financeiros como se ela não tivesse nada com isso.

Anônimo disse...

Vamos cobrra da PREVI as promessas feitas pela Chapa6
Eis as propostas da Chapa vencedora das eleições Previ. Leiam e cobrem.


http://data.axmag.com/data/201204/U45006_F88401/index.html

Anônimo disse...

Companheiros,

A Previ esqueceu de dizer que fazer doação, às vezes, faz mal à saúde financeira e física, também. Então para não ficar doente e ser um pouco mais feliz quero de volta meus 50% do Superávit.

Anônimo disse...

Marcos, uma sugestão: deixe o último post, só para quem
fizer elogios prestigiando a revista. E mesmo assim, escolhida a dedo. Vcs merecem.