quinta-feira, 26 de julho de 2012

Vagas no hospício e na cadeia



Marcos Cordeiro de Andrade

Caros Colegas,

Diferentemente dos presídios nacionais, abarrotados de hóspedes repudiados pela sociedade, os hospícios têm vagas disponíveis para abrigar todo tipo de maluco. Por isso, e paradoxalmente, as ruas estão cheias de ambos os vultos. Os primeiros porque são em número assustador e sua prisão depende de fatores particularíssimos como autuação em flagrante delito, prova do crime, mandado judicial, etc. Enquanto que os componentes da outra categoria vivem à solta porque não se constituem casos de polícia, muito embora por vezes mereçam enquadramento similar pelo comportamento daninho perante os incautos
.
Crimes passíveis de punição e cerceamento da liberdade para os autores também obedecem a regras severamente observadas, de modo a proteger inocentes injustamente acusados. Mas, a defesa do cidadão deve ser exercida de modo a evitar excessos cometidos por aproveitadores da boa fé alheia, normalmente acobertados pelo falso manto de moralistas e benfeitores usando de artifícios para propagar seus feitos com segundas intenções.

Nesse entendimento, faz-se necessário ter em mente que todo doador bem intencionado traz em si os sentimentos de desprendimento, de amor e de bondade, por isso não propaga seus feitos filantrópicos. Desconfie sempre de quem diz que faz em nome da virtude e do amor ao próximo. Normalmente quem assim age alardeando feitos procura tirar proveito de situações acobertando a verdadeira intenção do ato praticado, notadamente quando ocorre sob as luzes e testemunho da mídia previamente agendada para enaltecer a figura e o nome do praticante.

O amor e a bondade não escolhem oportunidades para sua prática. Nem dependem de avalistas para acontecer. Simplesmente ocorrem embalados pelo sopro Divino que não escolhe como veículo pessoas famosas, ricas ou pobres. Até irracionais têm o dom de praticar o bem, tanto entre seus iguais quanto na relação com os humanos – e, quando ocorre, nenhum deles sai por ai bradando aos ventos que fez e aconteceu, ou convoca testemunhas para registrar o ato, como a querer barganhar indulgências com Deus e com as pessoas de boa vontade.

"A caridade não se porta com indecência, não busca os seus interesses... Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade".   (Paulo, I Coríntios, Capítulo XIII).


http://g1.globo.com/videos/parana/t/todos-os-videos/v/filho-de-paciente-doa-cinco-macas-ao-hospital-universitario-de-londrina/2051683/


Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR), 26 de julho de 2012. 

35 comentários:

Anônimo disse...

Caro Sr.

Não tenho luzes o suficiente para entender o direcionamento deste seu último post.

Todos temos( Os bons ) o lado altruista e o lado ambiocioso (ver Aurélio 3 ), ao defendermos nossas posições.
Ninguém escapa disto.
Feliz daquele que pode se orgulhar da tomada de posição defendendo seu ponto de vista, suas interpretações, nas mais variadas situações.
A citação " A caridade... " está para o texto? Barganhar indulgências.
Fazemos o que fazemos sempre com um objetivo, estejamos nós auxiliando altruísticamente ou posicionando-nos em cargos/blogs, em defesa do que pensamos ser correto/ambição.
Com todo o respeito que nutro pelo Sr.(Marcos), estarei me debruçando sobre o texto para reflexão profunda na tentativa de entender a quem está dirigido.
Perdão por não alcançar a profundidade de sua mensagem.
Abraço.

Anônimo disse...

FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO DA PREVI:

Será que a Previ não poderia, também, financiar Imóvel Próprio, como acontece em alguns bancos?

Se liberasse, seria a solução para muitos endividamentos nossos, pois poderíamos dar em Hipoteca nosso próprio Imóvel, e adquirir um empréstimo/financiamento a juros baixos.
Com esse capital poderíamos saldar muitas dívidas a juros bem maiores que temos...

E resolver nossa capacidade de pagamento de prestações mensais...

Opiniões>>>

João

WILSON LUIZ disse...

ANÔNIMO EX-ENDIVIDADO DISSE...
Entre os que escrevem pedindo o ES 180/180, alguns alegam que o valor seria utilizado para quitação de todos os outros empréstimos, ficando apenas com uma dívida maior com juro menor.
Desde que lutava para me livrar do endividamento crônico, que me prejudicava tanto a saúde física como a mental, tornei-me um estudioso do tema “porque ocorre o endividamento”.
A contratação de um grande empréstimo para quitar todas as outras dívidas, para ser bem sucedida, requer uma disciplina financeira extremamente rigorosa. Inicialmente, a pessoa, realmente, quita todas as dívidas, mas como essa quitação abre margem para novos gastos, muitos acabam “caindo em tentação”, isto é, começam a fazer uma pequena dívida aqui, outra maiorzinha ali, quando ele se dá conta, está com a que seria a mãe de todas as dívidas, para resolver tudo, mais um monte de outras menores, ficando no pior dos mundos, uma dívida enorme mais outras que, somadas, se tornam outra grande dívida.
Segundo os especialistas, os casos de sucesso na consolidação de todas as dívidas em uma só passa por uma reorganização da vida financeira(fazer um cursinho sobre o assunto ajuda muito) e, às vezes, algumas medidas radicais, como rasgar o talão de cheques, destruir os cartões de crédito, pedir a redução do cheque especial para R$ 1.000,00. No nosso caso, o importante seria ficar apenas com a prestação do pagamento do Empréstimo Simples(30% da renda), devendo pagar todas as outras despesas com o que sobrar dia 20.

Anônimo disse...

Caro Marcos, saudações cordiais.

FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO

Recebi, hoje, resposta da PREVI, sobre renovação da CARIM, ou seja, o empréstimo seria renovado, pelo valor do mercado, restando algum troco.
Copiei essa sugestão do colega Luiz Kyoshi, lida, há tempos, aqui.

A resposta: o financiamento destina-se à aquisição de imóvel(DE TERCEIROS), não transitanto, pela nossa c/c qualquer valor.

Caro João, o BB pratica essa operação pretendida.

Grato por tudo, Marcos e PAZ E BEM!

Fernando Lamas Aposentado)
Valinhos(SP)

"Ele(O SENHOR)quebrará o poder DE TODOS OS INJUSTOS e o poder dos justos se levantará."
Salmo 75(74),11.

Anônimo disse...

Sr. Wilson,
é desse jeito que faremos (pelo menos eu) não tem como pegar mais e sair por aí gastando a torto e a direito.

Espero que a Previ empreste o que é nosso para podermos ficar livres das dividas.

Quanto ao post Sr. Marcos, SUPIMPA!! Tem que ir TODOS para o xilindró. Lugar de ladrão é na cadeia.

Alo chapa 6!! mostre a cara seus pilantras!!

Anônimo disse...

Prezado Marcos,
Nesse clima de distensao, em que colegas se reunem, inclusive com colegas de outros fundos de pensao, falando em uniao, desarmamento de espiritos, seria bom se voce pudesse "maneirar" os seus discursos, aliás libélos, contra A B ou C.Apesar de toda a sua integridade, ninguem é dono da verdade.Ademais, humildade e caldo de galinha não fazem mal a ninguem.

Anônimo disse...

Post confuso.

Anônimo disse...

Caro Marcos, saudações cordiais.

ENDIVIDAMENTO

Quanto ao comentário anônimo(16:56 h), eu concordo, plenamente, com a receita, "pós" endividamento, muito embora, reconheça, somente agora que a prudência, o correto é não chegar ao caos, como eu cheguei.

Ocorre colega que, SEM AJUDA SÉRIA, substancial, como reequilibrar-se, reerguer-se?

Com o BomPraTodos ou o Programa de Reestruturação, de 02.05.2012, oferecidos pelo BB?

Com o silêncio da PREVI?

Prefiro terminar, por aqui, Marcos.

Grato por tudo e receba um afetuoso PAZ E BEM!

Fernando Lamas (Aposentado)
Valinhos(SP)

"Quem semeia entre lágrimas, entre sorrisos colherá."
Salmo 126(125),5.

Anônimo disse...

Eu tbem tou com uma "distensão" no músculo do "célebro" e num entendi nadinha

Anônimo disse...

Gente. Que absurdo. O Marcos deve se referir a esse vídeo.

http://g1.globo.com/videos/parana/t/todos-os-videos/v/filho-de-paciente-doa-cinco-macas-ao-hospital-universitario-de-londrina/2051683/

Anônimo disse...

Prezado Marcos, Boa Noite!

Parece que os frequentadores do Blog
não o conhecem nem o minimo.
Eu ja conheço este silencio, e que
todos aguardem.

Marisa Moreira

Anônimo disse...

Ao Anônimo de 26 de julho de 2012 17:44

REF.: EMPRÉSTIMO IMOBILIÁRIO DO BB(IMÓVEL PRÓPRIO)

1) Não tenho mais margem para outro empréstimo...

2) O prazo do BB é só até 180 meses...

3) Os juros(CET) são de 1,5% a.m.


Penso que a PREVI poderia emprestar nos patamares hoje existentes na Carim...

Abs.
João

Anônimo disse...

Amigo Marcos,

O texto é realmente profundo, me exigiu leitura atenta, mas absolutamente oportuno e coerente, segundo minha interpretação. Parabéns pela sutilieza das suas palavras.

Anônimo disse...

Tive um subgerente que costumava dizer: o Banco tem cinquenta por cento dos funcionários que são doidos. Os outros cinquenta acham que não são.
Se já era assim nos bons tempos, dá para imaginar os aposentados de hoje, com todo esse estresse.
Vamos precisar dos estádios que sobrarem da Copa para abrigar os atuais e futuros malucos.
Não escapa ninguém, nem mesmo os que se consideram donos da verdade.

Anônimo disse...

Previ, Diretores, vamos liberar o ES-180/180 pra já.Agosto/Setembro-12.

Cláudio Augusto Falco disse...

FAPEMS denuncia Governo na OEA pelo empobrecimento dos aposentados
Publicado em26/07/2012

Agindo de forma arrojada, a Federação dos Aposentados e Pensionistas do Mato Grosso do Sul efetuou uma denúncia gravíssima contra o governo brasileiro, acusando-o de descaso e omissão. A denúncia foi protocolizada no dia 18 de junho na Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA), cuja sede encontra-se em Washington/USA.
O presidente da FAPEMS, Alcides dos Santos Ribeiro, anexou documentos verídicos que comprovam as discrepâncias existentes no Brasil, no que diz respeito à triste realidade dos aposentados e pensionistas que recebem benefício superior a um salário mínimo, e que, ano a ano, vêem sua renda reduzida pela inflação ou pelo reajuste insuficiente dado pelo Governo. Esse fato lamentável vem acentuando o desnível social no país, provocando o empobrecimento de milhares de idosos.
“Não podemos ficar calados diante destas injustiças. O mundo agora vai saber das atrocidades que maltratam os aposentados. Espero que, mesmo que demore, que a OEA e as demais autoridades nacionais intervenham em prol da nossa gente”, disse Alcides. “Se continuar achatando assim, num futuro próximo, todos os aposentados do Brasil estarão ganhando apenas um salário mínimo”, prevê Warley Martins Gonçalles, presidente da COBAP. Além da FAPEMS, a denúncia internacional foi assinada pelo In-PACTO Instituto de Proteção Ambiental e pela COBAP.
Nos documentos enviados à OEA, a advogada Dagmar de Sant´Anna lembra que, ao maltratar os aposentados, o governo brasileiro fere artigos da própria Constituição, em especial no que se diz respeito à dignidade humana e na igualdade perante a lei. O Brasil também afronta a Carta Democrática Interamericana, violando nitidamente os direitos dos aposentados, que sobrevivem hoje com migalhas. Acredita-se que, brevemente, a OEA deve solicitar respostas e atitudes concretas do governo, que dificilmente conseguirá camuflar a tortura que há décadas massacra milhões de aposentados.

Cláudio Augusto Falco disse...

CONVENÇÃO INTERAMERICANA CONTRA A CORRUPÇÃO - O Brasil é signatário!

Artigo IX

Enriquecimento ilícito

Sem prejuízo de sua Constituição e dos princípios fundamentais de seu ordenamento jurídico, os
Estados Partes que ainda não o tenham feito adotarão as medidas necessárias para tipificar como
delito em sua legislação o aumento do patrimônio de um funcionário público que exceda de modo
significativo sua renda legítima durante o exercício de suas funções e que não possa justificar
razoavelmente.

Entre os Estados Partes que tenham tipificado o delito de enriquecimento ilícito, este será
considerado um ato de corrupção para os propósitos desta Convenção.

O Estado Parte que não tenha tipificado o enriquecimento ilícito prestará a assistência e
cooperação previstas nesta Convenção relativamente a este delito, na medida em que o permitirem
as suas leis.

http://www.cgu.gov.br/oea/convencao/arquivos/convencao.pdf

Anônimo disse...

Colegas,

Será que o Pedro Ferreira precisava internar o pai, em Hospital Universitário, jogado em corredores, sem o mínimo conforto?
Uma pessoa com idade bastante avançada, ficar numa situação vexatória, ao abandono, enquanto o filho faz doação de R$3.000,00, exteriorizando sinais de poder econômico-financeiro. Para mim, afigura um paradoxo sem precedentes, ou seja, tem dinheiro para fazer doação, coisa louvável, mas, de outra parte, não paga um plano de saúde decente para o seu genitor. Pedro, coloque a mão na consciência, meu amigo. Faça caridade primeiro para quem te criou e depois, sim, para os demais, pois, seguramente todos os carentes merecem.

Anônimo disse...

Ao anônimo das 19:44 de 26.07
Eis abaixo,um exemplo de distensao:
"O presidente norte-americano Barack Obama e o presidente russo Dimitri Medvedev deverão assinar amanhã um novo tratado de limitação das armas nucleares, que tem sido enaltecido como passo importante para a distensão nas relações bilaterais."
Entendeu agora? Distensao,tambem significa relaxamento de tensoes,desarmamento de espiritos,deposição de armas, em favor de bem comum...

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Notícia sobre o Empréstimo Simples - I

Mensagem original
De: diseg@previ.com.br
Para: vhspassini@uol.com.br
Assunto: Empréstimo Simples
Enviada: 26/07/2012 18:33

"Senhora Rosalina,

Inicialmente, esclareço que a PREVI realiza revisões permanentes nos parâmetros do Empréstimo Simples, visando a atender os interesses do conjunto dos participantes e mantê-lo como produto mais barato do mercado. Dessa forma, como de praxe, a Diretoria da PREVI irá avaliar as propostas e deverá tomar decisão quanto a valores e prazos para concessão de novos contratos.

Sem entrar no mérito de algumas de suas afirmações, considero que a sua frase "Na espera de um milagre da vida financeira.", demonstra que não será a alteração nos critérios do Empréstimo Simples que trará a solução para os problemas dos participantes da PREVI.

Entretanto, sugiro que a senhora acompanhe as publicações a respeito de Educação Financeira e Previdenciária, disponível no nosso site (www.previ.com.br), na seção "Mais PREVI", podendo, inclusive, realizar o curso "Planejamento Financeiro Pessoal" desenvolvido pela Universidade Corporativa Banco do Brasil.

Por fim, agradeço sua mensagem, colocando-me à disposição para atender os participantes da PREVI. Dessa forma, para garantir maior agilidade, segurança e privacidade das informações, as consultas escritas devem ser solicitadas no site da PREVI, seção Fale Conosco, opção Participante.

Atenciosamente,

Marcel Barros"

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Notícia sobre o Empréstimo Simples - II

Mensagem original
De: atend@previ.com.br
Para: jrossineto1@uol.com.br
Assunto: ref. reclamação - Empréstimo Simples
Enviada: 26/07/2012 15:36

Senhor João,

Em resposta ao seu questionamento, quanto ao Empréstimo Simples, informamos que os parâmetros e condições serão revistos oportunamente.

Permanecemos à disposição.

Gerência de Atendimento
PREVI

Anônimo disse...

INCRIVEL COMO A PREVI TEM A MESMA RESPOSTA SEMPRE . REPOSTA PRONTA.ASSIM NÃO VALE PREVI RSRSSRSR

Anônimo disse...

Rosalina e Rossi, não pedem mais nada para esses
vagabundos da Previ.

A hora deles vai chegar.

Deus é pai.

Anônimo disse...

Gente, eu não falo o santo, mas aposto no milagre: o caso é o seguinte: não tenho dúvidas que o ES vai ser elevado em bases satisfatórias nos próximos 60 dias, mas o prazo não pode ser l80 meses. Quem acompanha este blog sabe porque ! É a logica! Divany Silveira- Sete Lagoas-Mg

Anônimo disse...

Que parâmetros Divany?

Poderia descascar essa para nós?

Obrigada.

Anônimo disse...

Senhor João....(16:53):

A Gerencia de Atendimento deve ter se reunido durante um dia todo para poder lhe dar uma resposta "tão aprofundada e precisa".

Quando me aposentei há alguns anos, reclamei dos cálculos do complemento e solicitei a revisão dos mesmos. Recebi a seguinte resposta: "os cálculos estão de acordo com os estatutos". Tenho plena certeza de que não efetuaram a conferência solicitada.
Sempre recebemos respostas evasivas e carimbadas.

Pensionista disse...

Marcos, você barbariza nos posts(no bom sentido) mas dessa vez eu confesso que não entendi muito bem.
Sou burrinha. Tomara que ELES um dia vão para a cadeia porque para o hospício ELES estão querendo nos levar. Não aguento mais ver tanta canalhice e desrespeito com os pobres "velhinhos trambiqueiros", que somos nós. Bando de vagabundos que não estão nem aí. Eu queria, que caísse um raio nessa gentalha e que virassem churrasquinho.

Aonde foi parar esse pessoal da chapa 6? Não dão as caras. Do que se escondem?


Abraço a você e a todos os colegas.

Anônimo disse...

Dr. Marcel, esperamos o anuncio do ES-180/180 em Camboriú.

Anônimo disse...

Colega Pensionista não precisa desejar tanto mal para eles. Deus está providenciando tudinho para nós.
Até os funcionarios da ATiva estão reclamando dessa Chapa 6, alias a maioria.
Acorda Chapa 6!!

Anônimo disse...

Cara Colega das 22,35 h de ontem , relativamente à sua indagação sobre o parametro que me baseio é o seguinte. Nós , filiados à Previ, estamos vivendo mais, graças a Deus. Então a elevação da faixa eatária gera incompatibilidade com o fundo garantidor , pondo em risco a liquidez da operação. Este cuidado não é observado somente pela Previ, mas por todo o Sistema Financeiro que, inclusive, estabelece o patamar de 80 anos para o mutuário de financiamento habitacional. Mas, para não dizer que sou pessimista aposto que sai com l50 meses. Tá bom pra você ? Um abraço , Divany Silveira-S. Lagoas-Mg.

Anônimo disse...

Colegas, ontem estive na minha agencia e pude perceber que a maioria dos funcionarios do BB estão descontentes. Precisam emprestar na hora H e´NEGADO
As pessoas recebem por lá e nada de Renovação sendo que continua o msmo valor das parcelas>
Eu mesmo vou passar uma outra aposentadoria que recebo para a CEF lá tenho limites.....e que não tem nada a haver com a PREVI

Anônimo disse...

Em complemento ao anônimo das 11:01:
Realmente, o BB trata com completa indiferença o fato de sermos aposentados do Banco e, principalmente, RECEBERMOS através do Banco (risco ZERO de inadimplência).
Recentemente, tive mais uma comprovação deste fato: Eu tinha uma dívida antiga na Nossa Caixa/Nosso Banco, de aproximadamente 15 mil reais, e um CDC no Banco do Brasil, com prazo de 60 meses e 30 prestações pagas, e saldo devedor também de aprox. 15 mil.
Como a dívida com a NCNB, incorporada pelo BB, passou a me deixar com restrição ABSOLUTA no BB, resolvi fazer uma renegociação global, APENAS PARA INCLUIR a dívida da NCNB, e assim, "limpar" o meu cadastro da tal restrição "ABSOLUTA". Ressalto que as operações com o BB(eram 2) estavam ABSOLUTAMENTE em dia, até por serem créditos consignados. Com o mesmo valor de prestação, aumentei minha dívida de 30 para 96 meses, para regularização total de meus débitos com a NCNB - valor cheio, sem descontos.
Acontece que, ignorando a motivação do novo empréstimo, o Banco considerou a operação uma "renegociação", e assim cancelou todo e qualquer limite de crédito que pudesse existir além desta última operação.
Inconformado, fiz uma carta ao Banco reclamando da situação e argumentando, além de tudo, que minha renda atual é 140% maior do que a que existia no meu cadastro quando da contratação da operação pioneira e que, portanto, deveria existir margem de crédito para que eu levantasse outros R$ 15 mil, que preciso com urgência para alguns problemas familiares. Ciente de que os funcionários dos tempos atuais sómente "abrem a tela" do computador e não se afastam um milímetro sequer daquilo, recorri a alguns últimos colegas dos tempos de ativa e solicitei que meu pleito, por escrito, fosse submetido á apreciação da Superintendência, que, por sinal, funciona no MESMO PRÉDIO da agência.
Basicamente, solicito apenas que seja considerado meu salário atual para estabelecimentos de limites de crédito e que a "renegociação" não seja considerada "trava", uma vez que foi feita apenas para incluir débitos antigos da NCNB, e ainda que fosse considerado o fato de que recebo pelo Banco, sendo qualquer novo crédito considerado como consignado, com débito todo dia 20 - risco ZERO para o BB.
POIS BEM: minha carta foi protocolada em 20/06/2012, e até hoje, 27/07/2012, não obtive qualquer resposta. E ainda tenho que perguntar "pisando em ovos", pois a atual GERAD - que "assumiu" meu caso, é reconhecidamente uma "sargentona". Parece estar esperando ansiosamente para me dizer "NÃO".
Uma pena. Será que algum dia vamos conseguir receber pela CEF, onde não noto essa rejeição?
Nascimento.

Anônimo disse...

O que a maioria dos colegas ainda nao percebeu e que NAO TEM QUE PEGAR EMPRESTIMO DO BB.Apertem os cintos mas nao caiam na armadilha do bb.Se for o caso va para outro banco qualquer.Eles jogam limites para emprestimo que antes era de 96 meses e agora somente de 60 porque sabem que estamos TODOS Ferrados.O tal do BOMPRATODOS(menospramim) e um fiasco,voce tem que assinar um contrato para aderir ao plano???????Parece que nao deu muito certo como o banco pretendia e o ES da Previ esta atrelado a vontade do banco.Por isso nao criem expectativa pois primeiro tem que vender os produtos do bb(CDC/CHEQUE OURO/CARTAO OURO....).Como alguns ja falaram que se sair o ES 180/180 vao quitar os emprestimos do banco,entregaram o ouro ao bandido(os).

Pensionista disse...

Colegas, esse Bom Pratodos foi bom para eles não para nós.Vamos espalhar para nossos amigos que isso não passa de mais uma BALELA contra o POVO
PRECISO DO ES 180/180 para já! Isso pelo motivo de ganharmos essa MERRECA de 60%.

Anônimo disse...

Temos que lutar por um indice DECENTE e nao o tal INPC fabricado pelo governo justamente no mes que a Previ
reajusta as aposentadorias e pensoes.
Que seja pago em Janeiro juntamente com o INSS que igualmente nos rouba mas ainda assim e maior que o indice da Previ(150 BILHOES)!!!!
Espero que nossos salarios, aposentadorias e pensoes, tambem sejam divulgados para mostrar aqueles que nos chamam de Marajas a verdadeira situaçao que vivemos.Divulgam a media de R$5.000,00.....Quantos alcançam tal valor??????
Cambada de ladroes!