quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Esclarecimento público

Caros Colegas.

- Bem intencionado, tive a infelicidade de fazer comentário sobre matéria no blog da AFABB-Tupã(SP), reproduzido a seguir:

"Caros Colegas.

- A ineficiência das autoridades no cumprimento de suas prerrogativas maiores em defesa do contribuinte se deve às cabeças responsáveis sobre as quais repousam essa responsabilidade. Sabedores de que nada lhes acontecerá em punição à incúria por suas ações, ou pela falta delas, agem descompromissados com o bom desempenho de suas funções dando seguimento às suas vidinhas de bolsos supridos. E isto se deve ao descaso com que são elevados aos seus postos por eleitores apáticos e pouco zelosos dos seus próprios destinos, ao permitir que despreparados se arvorem do direito de solucionar problemas muitas vezes causados por eles próprios e que, também, do lugar em que estão contribuem para seu agravamento.
- O mesmo acontece com nossas Entidades que deveriam proporcionar conforto e segurança aos aposentados e pensionistas do Banco do Brasil. Por isso estamos fomentando uma “marolinha” para criação de Associação totalmente divorciada dos vícios que emperram tudo que aí está. O que pretendemos é dispor de uma ferramenta específica para consertar nossas panes assistenciais, direcionada unicamente ao trato dos assuntos do Plano de Benefícios nº 1, da PREVI, partindo da criação do Blog http://www.previplano1.com.br, que peço conhecer, sem compromisso algum. E a criação dessa Associação em nada prejudicará o que existe, para destemor dos seus dirigentes.
Marcos Cordeiro de Andrade - Curitiba (PR) - 04/01/2010 - marcosmca@yahoo.com.br"

- Essa atitude provocou insatisfação por parte do responsável pelo espaço, acompanhado por seguidores que me questionam através de e-mail particular:

"Colega Cordeiro.

Recebi por via de outro colega, sua mensagem que reproduzo abaixo, à qual arrisco utilizar alguns minutos e queimar alguns miligramas de fosfato do meu cérebro que é parte do meu corpo que ainda funciona bem, para externar reclamadas conclusões.
Quando você diz que “o mesmo acontece com nossas Entidades”, liga-se inapelavelmente à idéia do parágrafo anterior, no qual você diz que dirigentes agem com incúria e sem compromisso com seus associados, além de ter suas vidinhas de bolsos cheios. É fundamental que você esclareça a que entidades você se refere. À Anabb? Às Associações dos Aposentados como as AFABBs, AAFBBs, etc, ou de um modo geral a todas elas?
A Associação que está nascendo dessa marolinha que você diz, afinal será divorciada dos vícios que emperram tudo o que ai está, e finalmente consertará o que há de errado, e que todas as demais associações, há décadas, com toda experiência adquirida não conseguiram resolver satisfatoriamente para você? O que te faz pensar que haja algum temor por parte das diretorias das demais associações?
Colega Cordeiro, desejo-te sucesso. Somar forças é importante. Mas, penso que você começou errado. Está desagregando.

Respeitosas saudações.

Roberto Abdian"

- Tentando esclarecer o motivo da “invasão” respondi ao primeiro indagador com mensagem enviada por E-mail, onde pedi autorização para publicá-la, no que não fui atendido.
- Partindo do pressuposto de que “quem cala consente” e pela necessidade imperiosa de prestar esclarecimentos públicos a respeito do ocorrido (do mesmo modo como tudo começou), notadamente aos que me questionam e, ainda, para descongestionar minha caixa de mensagens, achei por bem dar publicidade ao ocorrido. Portanto, em cumprimento à promessa de que não mais utilizaria o Blog daquela Entidade, valho-me deste recurso para encerrar o assunto:

“Prezado Roberto Abdian.

- Recebi com certa apreensão sua mensagem particular abaixo. Também estranhei o fato de que tomou conhecimento “por via de outro colega”, do comentário que fiz, às claras e sem subterfúgios, no blog da AFABB – Tupã (SP), sob sua supervisão direta, salvo engano.
- A intenção estampada no comentário foi remeter à reflexão sobre o desleixo com que as entidades representativas de aposentados e pensionistas da Previ, especificamente aquelas a que pertenço, tratam dos assuntos inerentes. Lamento seu desconhecimento do meu trabalho à frente do Site www.previplano1.com.br. Caso contrário saberia a quais Entidades e autoridades quis me referir. Ali trabalho sempre procurando não atacar pessoas sem o respaldo comprobatório devido (ver Valmir Camilo, por exemplo, http://veja.abril.com.br/231298/p_045.html ). Até porque incorreria em infração grave na condução do Blog sob minha responsabilidade.
- Quando me referi aos dirigentes “de bolsos cheios” não foi, necessariamente, com o intuito de denunciá-los, genericamente, como desonestos. Mas simplesmente porque não conheço nenhum que tenham os bolsos tão vazios quanto os meus que, também, nunca se abasteceram à custa de nenhum cargo. Aqui reconheço que, para não deixar dúvidas, deveria enumerar nomes. Neste ponto, prometo que não me darei ao desplante de novamente invadir seu espaço com comentários que melindrem suscetibilidades. Isto porque reconheço minha atitude invasiva, tratando de assuntos que, talvez, não interessem aos seus frequentadores.
- Nos três meses à frente do PreviPlano1, nunca tive problemas com acusações pelo exercício de atos indevidos, nem nunca sofri tamanho rebate por ferir egos ou posturas.
- Portanto, se isto o satisfaz, peço-lhe desculpas, prometendo não mais voltar ao blog da AFABB - Tupã (SP) que conheci, veja que ironia, por indicação para que lesse um artigo seu - que passei a admirar.
- De qualquer maneira, convido-o a visitar nosso Blog imprimindo esta reprimenda que me faz, bastando que me autorize a divulgar a mensagem que me dirigiu. Ato contínuo, publicarei esta resposta para encerrarmos o assunto.
- Por último, agradeço pelos votos de sucesso. Mas lamento informar que não concordo quando diz que comecei errado, porque já estou terminando meu trabalho. Tão logo ponha em funcionamento nossa sonhada Associação, sairei de cena com nosso Blog, para gáudio de muitos.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 06/01/2010.”

Marcos Cordeiro de Andrade - Curitiba (PR) - 07/01/2010.

10 comentários:

Anônimo disse...

Marcos, bons fluídos para a AAPPREVI, pois os incomodados já estão - de fato - começando a se incomodar. É bom que se retirea, enquanto há tempo. Esses presidentes/diretores de associações (diversas) ficam a vida toda dizendo "amém" ao patrocinador e ainda acham que a coisa é normal? Também pudera! Uma pessoa é funci de uma empresa, diretor de uma associação, presidente de outra (todas dentro do mesmo conglomerado) E sabe-se que uma representa a parte patronal, outra representa o lado funcional. Pergunto na hora de decidir questinoamentos que beneficiem ao empregado? e aí, de que lado ficam? Essa pergunta vai para Valmir Camilo e Cecília Garcez. Sei dizer que, quem serve a dois ou mais senhores a um vai contrariar. É biblico.
É exatamente o que não deve acontecer com diretores da AAPPREVI; se for de Deus venha para cá, se satanás fiquem onde estar.Sirva a apenas um, de preferência a Deus.

Anônimo disse...

É isso aí!!!
Parabéns a AAPPREVI. A verdade é uma só: Se ninguém fiscalizar, se importar com o que está acontecendo, é natural que os dirigentes vão se entregar ao patrão, ao patrocinador, vão até fazer "corpo mole" (ou não fazer nada!), pois se os verdadeiros donos do negócio pouco se importam, a coisa "corre frouxa" e os desvio acontecem...
é da natureza do homem "levar vantagem..cerrrto?)-Lei de Gerson-
Por isso: ACORDAI APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PREVI! é o teu dinheiro que está em jogo...deixe de ser trouxa...tão botando a mão no teu bolso, deixe de ser idiota...

Anônimo disse...

Li no site da PREVI que:
O Conselho Consultivo do Plano 1 é aquele orgão para formular e propor as políticas do Plano 1 e acompanhar a sua gestão.

-Que bonita frase, não ?
Nossos eleitos foram: A.Gonçalves, João Maia e Emilio Santiago (os outros 3 foram só nomeados pelo BB e devem só fazer o que o BB mandar eles fazerem (ou seja: NADA!)
Agora nossos eleitos....
Publicaram algum relatorio?

João disse...

Se a predisposição para criação da futura associação começa a incomodar, é porque, com certeza, estamos no caminho certo.
É certo que não se atira pedra em árvore que não dá fruto. "Simbora" gente, estamos no rumo certo!!!!

abraços JSMOURA

Sérgio Figueiredo disse...

Já estamos vendo que teremos que "alargar" a carapuça. Como o clipe Thriller, de Michael Jackson, múmias saem das covas... Mudando de assunto, matéria do blog da Cecília Gracez, mostra que a Previ pagará a maior parte do bolo para o funcionamento da PREVIC. Claro que já sabíamos disso! Como sempre, nenhuma entidade sem mobilizou contra essa aberração. Aliás, mais uma desse Governo. E um recado para o Sr. Roberto Abdian: não adianta querer defender essas associações, pois sabemos que não se mobilizam para defender os beneficiários. Não sei, para o senhor, o que quer dizer "desagragando"! Acho que uma busca rápida ao dicionário seria de grande valia! Desagregar, segundo o Aurélio, significa desunir, separar! E isso é o contrário do que acontece aqui nesse blog. Estamos,sim, querendo separar o joio do trigo. E, podes ter certeza que estamos conseguindo. Um grande abraço a todos... Continuemos firmes na luta. A julgar pelo email do Sr. Roberto, estamos no caminho certo...

Anônimo disse...

Teve uma grande chance de permanecer calado. Devia permanecer em silencio, julgando-se não atingido. Mas quando o perigo de atingir o bolso de alguem é iminente, a preocupação faz com que o Tico e o Teco comecem a funcionar. Telhado de vidro é assim mesmo. Qualquer pedrinha atirada....
O mercado de carapuças está em alta.
Pode faltar no mercado.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Da Diretoria Estadual ANABB, em 07/01:

Prezado Marcos,

Estamos divulgando o site a todos os colegas representantes da ANABB nas agências do
Estado de Minas, bem como, a grupos de relacionamento de colegas aposentados
conhecidos.

Saudações,

ANABB - MINAS GERAIS
Wagner Cardoso Mesquita
DIRETOR

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colega Marcos Cordeiro e demais colegas,
Peço desculpas se estou insistindo demais na necessidade de encontrarmos uma nova fórmula de consenso na distribuição do superávit. Mas, acho que esse último é o cerne de todos os problemas que estamos enfrentando de momento.

Lendo, na internet, a respeito do regime de aposentadoria sueco (regime de 3 níveis), me ocorreu sugerir um sistema semelhante, também composto de 3 níveis, logicamente adaptado às nossas condições. E como seria esse sistema?
Primeiramente, se estabeleceria um piso básico de complemento de aposentadoria suficiente para que o funci, com, no mínimo, 15 anos de Banco e 50 anos de idade pudesse usufruir de uma renda digna. Por exemplo, 6 salários mínimos, ou seja, em torno de R$3.000,00 mensais. A proposta é de que TODOS os aposentados da Previ, sem exceção, teriam direito a esse piso básico.

O segundo nível, constituído por uma aposentadoria complementar ao piso acima, seria baseado na média das contribuições do funcionário à Previ durante a sua vida laboral e estaria compreendido entre esse piso mínimo e um determinado teto que, em termos de Brasil, daria para o colega usufruir de uma vida bastante confortável.
Suponhamos que esse segundo nível fosse limitado a 40 salários mínimos mensais. Então, quem se aposentasse pelo teto teria um rendimento em torno de R$23.000,00 (6 salários do 1º nível + 40 salários mínimos do 2º). Quem já tivesse superado esse teto, e que eu acho que deve ser muito pouca gente, teria seu complemento de aposentadoria, temporariamente, congelado até que o referido teto o viesse superar.

Estabelecidos esses dois níveis, havendo superávit no plano 1, ele seria distribuído proporcionalmente ao valor dos complementos de aposentadoria de cada um, os quais, então, já se encontrariam enquadrados dentro de um sistema mais justo.

Obs.: os valores que coloquei acima são apenas para melhor esclarecer o assunto. Não sei se seriam os mais adequados.

Anônimo disse...

Disseram que só 15% dos aposentados e pensionistas do Plano 1 exercem seu direito de voto nas eleições da PREVI (somos 67.492 INATIVOS e 18.911 pensionistas) e damos chance de 34.993 ATIVOS escolherem nossos líderes na PREVI -Plano 1).
BOTA "inativo" neste Plano em extinção!!! Oh gente mesquinha, irresponsável e alienada!!!!

Ari Zanella disse...

Já para estas eleições deste ano, tanto na Previ como na Cassi, faz-se necessário que a nossa AAPPREVI já comece a mostrar seu rosto. Como? Bem, começar esclarecendo e analisando todas as chapas inscritas e seus postulantes, sob a ótica ou código de barras do CANAEL. Identificada uma ou mais chapas que possam nos representar da melhor maneira possível, partir para o chamado "corpo-a-corpo" ou "boca-de-urna" localizada. Ou seja, cada qual em sua cidade deverá dedicar-se ao convencimento dos demais colegas aposentados, pelas vias possíveis disponíveis, a fim de elevar a todo custo a participação dos 15% atuais para algo em torno dos 100%. Temos que partir para uma radical mudança de atitudes. Lembrem-se do famoso slogan de Obama: "WE CAN CHANGE IT." Nós realmente podemos mudar as coisas.