quarta-feira, 5 de maio de 2010

A Pensionista - Reedição

Caros Colegas.

O natural sentimento de proteção à família nos leva a causar-lhe um irreparável dano após nossa morte. Presos a certos conceitos machistas, ilusoriamente acobertados sob o mito protecionista, muitos de nós mantemos nossas companheiras atreladas ao fogão e à máquina de lavar com os filhos à sua volta - também sob o pretexto de que lugar de mulher é cuidando da casa e dos filhos, enquanto que nós temos que ir à luta encarar o batente para lhes proporcionar conforto e segurança.

Muito embora as cerquemos de carinho e mimos quando presentes, é na ausência que vamos minando o terreno fértil da capacidade feminina para enfrentar adversidades. Nós as impedimos de exercer o aprendizado da autoproteção para desafiar os perigos do estado da viuvez indesejada.

Em casos assim, quando um de nós falece deixa uma viúva despreparada para vencer o mundo que existe fora do lar. Um mundo desconhecido e hostil, que ela imaginava pronto para recebê-la com sorrisos em reconhecimento ao respeitado esposo que o habitava com altivez, enquanto aposentado do Banco do Brasil.

Já na condição de “pensionista” ela recebe o impacto da nova vida; o salário do falecido, que antes dava para tudo, é reduzido a 60% do valor, e para manobrar o orçamento não conhece o jogo de cintura que permite pagar as contas determinando prioridades - com as relações de todo dia 20 – fazendo a separação de contas a pagar e contas a pagar mesmo!

Com o dinheiro curto recorre ao gerente da agência, “amigo” do ex-titular da conta. Lá é recebida como ave de mau agouro, ninguém dela se aproxima. O próprio gerente a recebe com indiferença empurrando-a em direção ao “setor competente” onde, também, se sente repudiada, mesmo como cliente. Lembrando que tinha orgulho do marido nas poucas vezes em que o acompanhava, pelo tratamento “vip” que lhe era dispensado, fica sem entender o motivo da mudança de comportamento. Esquecem esses gerentes que têm em casa uma pensionista em potencial, que talvez um dia se coloque nessa posição.

Pela expectativa média de vida, a mulher brasileira é mais longeva que o homem. Normalmente ele se vai antes. Mas nós não nos damos conta do que isto representa e depois do acontecido já é tarde para qualquer conserto, que não nos cabe fazer, logicamente.

Em que pese tudo isto a viúva sai da agência com o problema “resolvido”. É-lhe destinada uma “excelente” linha de crédito previamente autorizada: CDC, cheque especial, cartão de crédito, adiantamentos, etc. Tudo muito simples, para sacar quando precisar. Mas o “ex” não a instruiu em vida acerca dessa armadilha. E ela passa a precisar todo mês para complementar o minguado líquido do contracheque. E assim vai se endividando paulatinamente até que se insere no submundo dos inadimplentes. E conhece o inferno dos endividados. O Banco é cruel e não dá bolas para suas súplicas, comendo sua pensão tão logo entra na conta. Os antigos amigos se afastam e suas esposas a ignoram, pois esposa é uma coisa e viúva é outra “coisa”, no exato sentido da palavra, para muitos.

Caros colegas pensem no assunto. Ainda é tempo de preparar o futuro de nossas “pensionistas” com orientação segura. Façam isto e contem com o auxílio da AAPPREVI. Há por aí cartilhas ensinando como cuidar das coisas boas que o morto deixou: seguros, aplicações, bens, etc. Mas nenhuma ensina a ser pensionista perante o Banco, nem como lidar com a Previ e a Cassi nessa condição. Nenhuma cartilha é tão importante que dispense a orientação do principal personagem, enquanto vivo.

Por sorte, ao formarmos nossa associação tivemos a felicidade de eleger uma pensionista para cuidar de suas colegas – atuais e futuras. A área sob o comando da dirigente está apta a ajudar esse segmento de nossos associados, ouvindo seus reclamos e orientando sobre um universo a que todos fazemos vista grossa, como se fôssemos eternos. O sigilo no atendimento é absoluto e a ajuda palpável, dentro do possível.

Creio que “nunca na história deste país” uma PENSIONISTA ocupou um cargo na direção de associação de aposentados e pensionistas do BB. Mas agora o clube do bolinha teve a porta escancarada – “meninas” também entram.

Conte conosco. Associe-se: www.aapprevi.com.br

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 05/05/2010. (Edição original: 12/02/2010)

21 comentários:

LUIZ FERNANDO disse...

AMIGO MARCOS, essa HISTORIA e´verdadeira. DEIXO um recado para os nossos colegas da ativa QUE UM DIA ELES PASSARAO POR ISSO. quando o aposentado a uns 15 anos atras, aind tinha um certo livre transito nas agencias(um cafezinho para relembrar as coisas boas), falar com o encarregado do FUNCI, encaminhar seu filho para abrir uma conta no banco.HOJE eles nos chamam de saudosistas, sonhadores. OLHA...., revoltante, ultrajante,SO´PARA QUEM PASSOU E PASSA POR ISSO, sabe-se a DOR, a o DESPRESO. CHORO ,AO MESMO DE RAIVA E AO MESMO TEMPO DE PAVOR O QUE SE TORNOU ESSE BANCO DO BRASIL'altamente lucrativo". e novamente,pessoal da ativa, um dia vcs serao aposentados,PENSIONISTAS.

Marcos Cordeiro (André) disse...

PARA QUE SERVE A CASSI?


Prezado(a) MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE,


Em atenção ao seu registro sobre o procedimento OCT - Tomografia de coerência óptica
informamos que o referido evento não está incluso no Rol de Procedimentos obrigatórios da ANS – Agência nacional de saúde, por esse motivo não possui cobertura.


Atenciosamente,

Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil



Esta mensagem é automática e seu retorno não é monitorado. Para novo contato, acesse a página da CASSI na Internet, www.cassi.com.br, e clique em Fale com a CASSI.


Mensagem Inicial:

Minha dependente Sônia Maria Cantuária Muniz com diagnóstico de Glaucoma necessita do Exame "OCT 3D Glaucoma - OD e OE". Como devo proceder para a efetivação do exame por conta da CASSI? Estou de posse do receituário médico emitido por Clínica Credenciada (Oftalmologistas Associados do Paraná S/C Ltda. ) datado de 04/05/2010. Encareço prestar a orientação com a urgência que o caso requer.

Marcos Cordeiro de Andrade
6.808.340-8

Plinio disse...

É Marcos, essa é a ´nossa´ CASSI...
Tive que fazer um exame mais caro e a resposta foi a mesma.
Antigamente entraríamos com um pedido por escrito e a CASSI acabava autorizando...

PLANO 1-Quantos somos: disse...

Informações da PREVI à SPC, demonstradas no relatório DRAA, com posição em 31/12/2009, destacando o "Plano 1" :

a)TOTAL DE ASSISTIDOS..:82.414,
aposentados externos - 3.224
apos.TC"Tempo Contrib-43.804
apos.antecipada s/INSS-6.695
apos.antecipada c/INSS-7.332
aposentados por idade - 163
aposent. por invalidez-6.080
pensionistas.........-14.931
Benef.Diferidos/BPD - 185

PLANO 1-Quantos somos: disse...

Informações da PREVI à SPC, demonstradas no relatório DRAA, com posição em 31/12/2009, destacando o "Plano 1" :

a)TOTAL DE ASSISTIDOS..:82.414,
aposentados externos - 3.224
apos.TC"Tempo Contrib-43.804
apos.antecipada s/INSS-6.695
apos.antecipada c/INSS-7.332
aposentados por idade - 163
aposent. por invalidez-6.080
pensionistas.........-14.931
Benef.Diferidos/BPD - 185

Anônimo disse...

Marcos,

Tem momentos na vida da gente em que alguns fatos acontencem que a gente nunca esquece.
Quando passei no concurso do Banco em 1979, antes de tomar posse meu pai me perguntou: você vai mesmo entrar no Banco? Eu respondi que sim, que o Banco era bom. Ele imediatamente respondeu: até quando? Assim que tomei posse alguns colegas já comentavam: o Banco já foi bom. Hoje, o Banco que era uma ótima empresa para se trabalhar não se encontra entre as 100 melhores. E de se lamentar.

Quando já tinha alguns anos de Banco, eu sempre votava aprovando as contas dos orgãos ligados ao funcionalismo, como a CASSI e PREVI. Nessa época tinha um colega, com mais tempo de Banco, que sempre votava contra, não aprovava essas contas. Ele me perguntava porque eu aprovava essas contas e eu respondia porque eu acreditava que, sendo colegas nossos, eles deveriam estar agindo de acordo com que a gente esperava deles, já que eram nossos colegas estariam trabalhando para nós conforme manda os bons preceitos de administração e eu depositava confiança nesses colegas sem conhecê-los. Ele sempre respondia: ledo engano da sua parte, o pessoal ali, em quase sua totalidade, não presta. Um dia você vai perceber isso.

Realmente meu pai tinha razão. O colega, também, tinha razão.

No âmbito das instituições do funcionalismo, a situação não melhorou, muito pelo contrário, se agravou mais ainda. Naquela época as coisas ainda eram veladas, hoje não. Praticam falcatruas e agem com tanta desenvoltura nessa área que não temem a punição, pois, sabem que vivemos no país da impunidade. Votar em que chapa? Meu voto será anulado, pois, qualquer delas será o continuísmo. Nossas instituições estão contaminadas. Há de se fazer alguma coisa. Temos que descontaminá-las. Nossa vez chegará.

Anônimo disse...

Ao colega das 14;24, voce está com a razão. TEMOS QUE DESCONTAMINAR A PREVI E A CASSI, mas como? Não é anulando ou votando em branco. Precisamos votar contra para tirar de lá esse pessoal da ANABB e ranço da PREVI para depois, quando a nossa AAPPREVI tiver um número substancial de sócios nós teremos peso suficiente para elegermos colegas de nossa estirpe, honestos, honrados e de vergonha na cara, o que os outros não tem.

´Mais uma coisa. Um lembrete para os da ativa e os desonestos dirigentes das associações A HERANÇA DA JUVENTUDE É A VELHICE
não se esqueçam disto. Um dia voces chegarão lá.

Anônimo disse...

Tambem nao acredito em nenhuma das chapas mas vou contra a situaçao porque os que estao no poder ate agora eu ja tenho certeza de que nada fizeram e nem farao por nos.
Como tudo e um jogo,vou apostar
nos outros.
Publicar.

Anônimo disse...

Colegas o "SASSERON" não larga o osso mesmo a ANAPAR,tera agora como presidente Cláudia Muinhos Ricaldoni, assessora da Funcef, à presidência e José Ricardo Sasseron, (diretor de Seguridade eleito da Previ) ao posto de secretário-geral da entidade. Bancários de Brasília estão representados por Vanderley Batista Barbosa (conselheiro eleito da Regius e funcionário do BRB) como titular no Conselho Deliberativo Regional Centro-Oeste da Anapar.

Mais num curto espaço de tempo eles perderão seus postos,os aposentados e as pensionistas estão atentos aos desmandos praticados por falsos Dirigentes.

Lázara Rabelo disse...

Caro Marcos e demais blogueiros,


Muito oportuno você trazer para discussão o assunto relacionado a pensionistas. Considero o nascimento deste Blog e da AAPPREVI um marco em nossas vidas. Estamos tomando consciência de muita coisa que antes ficava adormecida. Lembrando que não sou pensionista e sim aposentada, vou lutar por melhorias porque devemos procurar corrigir as distorções, citando algumas, não serem votantes na CASSI e contribuirem do mesmo modo de seus cônjuges, redução de seus benefícios, falta de um canal de informações.
Pretendo sair procurando por algumas que eram clientes na última agência que trabalhei, e tentar convencê-las da importância de se associarem à AAPPREVI, depois contarei sobre os resultados.

Abraços a todos,

Lázara Rabelo

rosalina_de_souza disse...

Colegas do blog,tenho que fazer um pronunciamento em público para parabenizar a colega Lázara Rabelo,tem sido incansável na ajuda prestada a nossa AAPPREVI,muito obrigada por esta ajudando a construir rumos melhores para as nossas vidas.
Vida de pensionista não tem sido fácil não,com redução de 40% dos proventos pagos pela previ,13 salário pagos a CASSI,ainda não podemos votar,mais os nossos atuais dirigentes não lembram que a cada ano a previ se enche de novas pensionistas,e daqui a alguns anos quem vai votar para a CASSI,quem vai aprovar as contas da Cassi,ou será que daqui a alguns anos não haverá mais CASSI?
Esta é a pergunta que fica,será que iremos migrar para o sistema único de saúde ( SUS )?
Colega Lázara tem feito um trabalho bonito,buscando novos sócios,tem sido incansável na busca por pessoas que acreditam que podemos dar novo rumo ao nosso FUTURO,e o melhor colegas com apenas 10,00 reais mensais.
Eu acredito na força da AAPPREVI,e tenho certeza que juntos vamos alcançar o nosso objetivo.
Atenciosamente
Rosalina de souza

LUIZ FERNANDO disse...

amigo MARCOS, QUE SITUAÇAO ESTAMOS. CHAPA 3, CONTINUISMO, E CHAPA 1,QUER REABRIR A PREVI 1, COLOCAR TODOS NO MESMO BOLO, INCLUSIVE, BANESPA,BANESC,E NAO SEI SEI MAIS O QUE. A PREVI1 NAO ESTA FECHADO? ISTO VAI DAR MUITA DIVISÃO, ALIAS, AUMENTAR A DIVISAO DO FUNCIONALISMO, QUE ACHAS?

Juarez Barbosa disse...

Prezado Marcos e seguidores do Blog

Com relação aos pensionistas da PREVI, devemos enfatizar que há muito tempo eles não recebem migalha alguma de melhoria em suas pensões. Nem mesmo a suspensão das contribuições para a PREVI, pois já não eram descontadas anteriormente. Tremendamente injusto também é o fato de suas pensões serem reduzidas a 60% do que percebia o seu familiar funcionário do Banco do Brasil. A situação destes é muito pior do que a dos aposentados e razão suficiente para envidarmos esforços para a sua prioritária melhoria, s.m.j.

Outra questão que considero absurda é a suspensão das contribuições dos funcionários da ativa, à PREVI. Eles terão os mesmos benefícios dos que sempre contribuiram, inclusive após aposentados, para a PREVI?

Anônimo disse...

Quanto a uniao dos dois planos, e balela.Mais uma vez digo que o assunto esta sendo usado para forçar a permanencia dos que ai estao.As duas chapas sao UNIDAS e nao estao deixando saida para nos.Eles sabem que a maioria nao quer a uniao dos planos( 1 e Futuro),e um absurdo!!!!!Entao..........
Sandra

Anônimo disse...

Caros Marcos, Rosalina, Ivan demais membros da Diretoria,

Ao tempo em que aplaudo ,efusivamente, o magnífico trabalho de vocês com relação à condução de nossa AAPPREVI , especialmente no oferecimento de ações judiciais sem custo para o associado bem como implementando a agilidade necessária no ajuizamento dos pleitos, sem falar na gama de informações importantes divulgadas não só pela associação bem como por essse importante meio de comunicação que é o blog criado pelo competente colega Marcos, quero lembrar o seguinte:
- em que pese a agilidade dos ajuizamentos das ações sabemos que, mesmo com a certeza de que seremos vitoriosos,
a Justiça é bastante lenta e em consequencia esses processos deverão tramitar por, no minimo, quatro anos. Isto posto, considerando qua a situação financeira da grande maioria dos aposentados e pensionistas é bastante crítica , carecendo de soluções urgentes, ainda que paliativas, para que possamos sobreviver aguardando desfechos de ações , distribuição de superavi's, etc. etc.,ouso conclamar a todos, com urgência, - embora sem saber se nossa associação também poderia participar - um movimento reivindicatório no sentido de , MAIS UMA VEZ - pressionarmos a PREVI por um aumento no Empréstimo Simples tanto de valores quanto do prazo de modo que ,mesmo com aumento no limite máximo , o valor das prestações possa continuar o mesmo.É fundamental.
Não temos outra saída a não ser nos submetermos, novamente, a essa humilhação perante a PREVI. É QUESTÃO DE SOBREVIVENCIA, POR QUE NÃO DIZER , DE VIDA OU MORTE.Infelizmente um mal necessário tendo em vista que a PREVI não distribui nosso superavit, discrimina-nos no pagamento do "Renda Certa", recorre até o fim, com recursos absolutamente protelatórios, nos processos em que figura como ré, mesmo sabendo que temos o direito, reconhecido pela Justiça, fazendo com que muitos associados se endividam cada vez mais e outros morram antes de chegar ao final das causas.
Peço desculpas ao Marcos, especialmente, por fugir um pouco do tema desse post para levantar esse assunto.
Graande abraço a todos e em especial à guerreira D. Rosalina que tem enfrentado tantas tribulações após se ver na condição de pensionista.
Anônimo

Anônimo disse...

LULA DEVE INDICAR VICE DO BB PARA A PREVI-------------------

nome da fera --Ricardo Flores -
(Vice-presidente de Crédito do BB).

Entonce, fica assim, dois pontos:

sai Rosa
Entra Fores

Ficamos na expectativa que aconteça um "bouquet" de bondades
para os aposentados da Previ.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Importante interferência do Colega Ivan Rezende, Conselheiro da AAPPREVI:

PARTE I

Senhor Ivan,

Agradecemos sua manifestação e informamos que sua sugestão foi encaminhada à Comissão Eleitoral.

GUSTAVO ROCHA LISBOA
Gerência de Atendimento
PREVI

----------------------------------------------------------------------------------------------

Data: 15/04/2010 12:37:01
Assunto: Outros Assuntos - Eleições na Previ
Tipo: Sugestão

Mensagem:
Para que haja maior participação dos aposentados, seria interessante , já para este pleito de 17 a 27 de maio, viabilizar a votação através dos terminais de autoatendimento do BB, canal de constante e fácil acesso.

Matrícula: 4497710
Nome: IVAN REZENDE DA SILVA
DDD-TEL: 62 Telefone: 32248325
E-mail: ivanrezende@click21.com.br

Marcos Cordeiro (André) disse...

Importante interferência do Colega Ivan Rezende, Conselheiro da AAPPREVI:

PARTE II

Senhor Ivan,

A Receita Federal faculta aos contribuintes a opção pela apuração do IRRF com base no somatório do benefício do INSS e benefício da PREVI, como sendo uma única fonte, desde que haja concordância por escrito.

Para fazer a sua opção/alteração da sistemática de cálculo do Imposto de Renda na fonte, preencha o formulário "Autorização para Cálculo de IR na Fonte", disponível no site da PREVI na seção Planos e Produtos > Plano 1 > Formulários.

ADRIANO DE OLIVEIRA SIMAO DA SILVA
Gerência de Atendimento
PREVI

----------------------------------------------------------------------------------------------

Data: 04/05/2010 15:31:18
Assunto: Folha de Pagamentos
Tipo: Solicitação

Mensagem:
Os colegas que recebem o benefício PREVI e o Benefício INSS em sua FOPAG e tem apenas o desconto do Imposto de Renda sobre a parcela Previ, encontram dificuldades quando da Declaração anual do Imposto de Renda, pois o acumulado do INSS, no ano, gera um imposto a pagar, de valor elevado.
Para uma orientação geral, qual o caminho para autorizar essa Previ que se proceda o desconto mensal?

Matrícula: 4497710
Nome: IVAN REZENDE DA SILVA
DDD-TEL: 62 Telefone: 32248325
E-mail: ivanrezende@click21.com.b

Anônimo disse...

Na terça-feira passada alguns aposentados foram à Câmara dos Deputados pressionar os congressistas pela aprovação do reajuste dos beneficios. Funcionou.
Já que temos um Deputado Federal ( Dr. Gustavo Fruet ) que se propôs a nos ajudar, porque não tomarmos identicas atitudes, "visitando" o Congresso Nacional, com a concordancia do mesmo, previamente agendada.
No caso dos aposentados, o defensor é o senador Paulo Paim.
Em ano de eleições, prevalece o toma lá, dá cá.
É preciso comover, pressionar, pedir algo mais aos nossos representantes legislativos, e não esperar que o PB1 chegue ao "ultimo dos moicanos", que com certeza não será o Patrocinador que já completou 200 anos.

rosalina_de_souza disse...

Caro colega anônimo das 10:46
Acho muito justa a sua reinvidicação,sempre me senti humilhada a cada vez que precisava recorrer a todo tipo de empréstimo para sobreviver,sabemos o tamanho do superavit que temos hoje dentro da previ,hoje mesmo no sati na Anapar o Banesta disponibilizou ( 3 milhoes de reais ) para empréstimos aos seus participantes.
A PREVI nos humilha e ninguém,mais niguém faz nada para pelo menos através do realinamento do E.S nos dar condições de quitar as nossas dívidas mais urgentes.
É um mau necessário,eu estou na mesma situação que o senhor ou a senhora,a beira de um colapso total,a espera de um milagre mesmo em minhas finanças.
Mais continuo firme,conclamo todos para abraçar esta causa ( ISA MUSA DE NORONHA, MARCOS CORDEIRO,CÉCILIA GARCEZ,integrantes da FEDERAÇÃO,CONSELHEIROS DA PREVI,o momento é agora vamos buscar encontrar uma solução imediata para a nossa situação.
Não temos que ter vergonha desta situação entramos nela e vamos buscar força para sair dela agora.
Na qualidade Pensionista,não ganhei nada desde a distribuição do superavit de 2006. só promessas, que a minha pensão chegaria 80% do que meu falecido marido ganhava.
Vamos UNIR EM FAVOR DE MELHORIAS DE VIDA PARA A NOSSA CLASSE,VAMOS DEIXAR A VERGONHA DE LADO E ARREGAÇAR A MANGA E COLOCAR A CARA MESMO PARA BATER,MAIS TEMOS QUE SAIR DESSA DIFÍCIL SITUAÇÃO.

REVISÃO DO EMPRESTIMO SIMPLES JÁ ?

Meu companheiro de luta MARCOS CORDEIRO pode até me Censurar,mais não posso aceitar esta situação,ver um colega nosso implorando,um direito dele,falta apenas 5 meses para que tenhamos um 12 meses da última revisão do E.S.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Feliz dia das mães para...

Ana, Ana Maria, Ângela, Áurea, Beatriz, Carmen, Célia, Célida, Corila, Denise, Edinalva, Elaine, Eliete, Elizabete, Geny, Geralda, Helenice, Ina, Jane, Janussa, Jeanne, Joana, Laninha, Laura, Lázara, Lízia, Lorena, Lourdinha, Margarete, Margareth, Maria Claudete, Maria de Lourdes, Maria do Carmo, Maria do Socorro, Maria Eleonora, Maria Elizabeth, Maria Francisca, Maria Helena, Maria Inês, Maria Joana, Maria José, Maria Lúcia, Maria Regina, Maria Rosa, Maria Sílvia, Mariete, Marivalda, Mirian, Neiza, Neuza, Nilda, Rita de Cássia, Rosa Maria, Rosalina, Sandra, Sônia, Tereza Cristina, Terezinha, Vera Lúcia...

E para todas as mães que ainda não pertencem à família AAPPREVI.