segunda-feira, 19 de abril de 2010

Insensíveis degenerados!

Caros Colegas.


A História é mais bem contada através de imagens. Pena que o cinema é relativamente novo e o vídeo mais recente ainda.

No entanto, para comparar o conteúdo do vídeo da apresentação dos resultados em Brasília não precisamos ter participado de acontecimentos remotos. Temos acreditados relatos de ocorrências históricas montadas em cenas gravadas para o cinema.

As imagens deste vídeo da PREVI lembram julgamentos sumários acontecidos, como réplicas antigas desta ocorrência recente.

Em um anfiteatro blásfemo nos chegam reconstituições grosseiras do que foi o julgamento de Jesus, no célebre filme “A Paixão de Cristo” da nossa infância. Nos salões do antigo Senado Romano foi encenado o julgamento de César. Na corte de Nuremberg foram julgados e condenados bodes expiatórios escolhidos para aplacar a ira norte-americana.

E em todos esses antigos acontecimentos há uma cena comum: a prepotência dos acusadores.

Tudo isto nos traz de volta a esta farsa recente numa comparação com as mesas formadas para abrigar os acusadores daquelas incongruências históricas.

A PREVI montou estrategicamente aparato sem igual para encobrir verdades, enganando platéias sob o argumento de que as orientava quando, na verdade, a intenção primeira era afugentar insatisfações e iludir bem intencionados participantes. E isto conseguia abarrotando-os de números verdadeiros, mas cansativos, depois do quê permitia leitura de perguntas previamente selecionadas, com respostas estudadas e dúbias. Ao final passava a tratar a todos abaixo da mesa como se fossem acusados de crimes hediondos.

Invertendo a ordem do anunciado, os componentes debatedores transformavam a platéia em oponentes inconvenientes e perigosos.

O malfadado intento era conseguido a começar pela disposição do conjunto, tendo ao centro o presidente da Instituição como a declarar solenemente sua condição de mando. Posição esta enfaticamente lembrada com seguidos atos falhos dirigindo-se a todos como se fora a própria PREVI e o Banco do Brasil, reconhecendo este como seu verdadeiro patrão. Nisto ignorando seu papel de representante máximo dos participantes e assistidos do nosso Fundo. Tudo se não bastasse a companhia de figuras previamente estudadas para assessorá-lo com esgares de nojo e sorrisos irônicos.

Sempre foi uma mesa formada por debochados e cínicos integrantes que, ao invés de informar respondendo perguntas de resultados óbvios, tergiversavam com palavras cruentas e desafiadoras, como se a platéia estivesse repleta de inimigos seus e que deveriam ser vencidos a qualquer custo – até mesmo com demonstrações explícitas de desconforto por aturar sua presença, como a dizer: vocês nada são se comparados a nós e como nada deverão permanecer - aqui na mesa tudo somos e tudo podemos; recolham-se à sua insignificância.

Portanto caros colegas assistam ao vídeo antes que o tirem do ar.

Ali há cenas somente comparadas ao cinismo explícito da CPI do Orçamento com os debochados caras de pau “Anões do Orçamento”, larápios incontestes.
Cenas repletas de Valérios, Estêvãos, Arrudas, e tantas outras inqualificáveis figuras.

Essa mesa itinerante montada pela PREVI abrigou o máximo em cinismo e prepotência. Esse quadro escabroso precisa ser substituído por qualquer coisa que seja diferente, pois nada do que ali está encontrará paralelo em matéria de desserviço. Assim como não pode ser superado em ruindade, incompetência, deboche e prepotência.
Positivamente merecemos coisa muito melhor.

Por isso votemos contra. Somente assim teremos chances de conhecer dias melhores, mudando essa gente.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 19/04/2010.

Tarde demais. O vídeo foi editado com exclusão dos debates. Somente deixaram os resultados numéricos do interesse deles.

70 comentários:

Anônimo disse...

Agora, sim! valeu.

Anônimo disse...

Colegas, antes das eleições de maio, a Previ irá tentar "adoçar" as nossas bocas com alguma medida como o alongamento do ES ou coisa parecida. Podem apostar !!!

Anônimo disse...

Caro Marcos,

Nos dois últimos posts, voce sabiamente retrata na íntegra o filme de horrores que vivemos com relação à PREVI, nossa íra é tão grande quanto a sua, queremos e devemos mudar o cenário que dirige a PREVI hoje, votaremos contra!...

Anônimo disse...

Marcos e blogueiros,

se depender da atual Diretoria e de algo que passe pelo tal Sasseron, quem quiser votar neles vai ter que ser por" amor " , pq dividir não é uma operação e um verbo que faça parte das vidas deles , eles 'só querem somar, e de preferencia que o resultado venha pros seus proprios bolsos.


sergioinocencio

Marcos Cordeiro (André) disse...

Ponderações sensatas de um Amigo aposentado:

AMIGO MARCOS, PEÇO OLHAR COM ATENÇÃO O QUE OPINO ABAIXO;

ESTAMOS BATALHANDO NO ASSUNTO DE SUPERAVIT E PELO ANDAR DA CARRUAGEM É ISTO MESMO QUE SERGIO ROSA QUER E O BANCO QUE LUTEMOS.
VEJA BEM; SE NÓS LUTASSEMOS APENAS PELA MELHORIA DE NOSSOS BENIFÍCIOS, APROVEITANDO O QUE A LEI 109 DETERMINA NÓS NÃO PRECISARÍAMOS DIVIDIR SUPERAVIT NENHUM, O SUPERAVIT SERIA DILUIDO NO NOSSO BENEFÍCIO PAULATINAMENTE, ISTO É , MES A MES, SEM A NECESSIDADE DE VENDER AÇÕES PARA FAZER NUMERÁRIO. A LEI NÃO DETERMINA ISSO? POR NOS QUERERMOS A ADIVISÃO DO SUPERAVIT A RESOLUÇÃO 26 FOI EMITIDA PARA DIVIDIR ESSE BOLO, MAS NÃO É ISSO QUE QUEREMOS E SIM A MELHORIA DE NOSSOS BENEFÍCIOS.
CAPTOU A INTERESSE DO SERGIO ROSA E O BANCO E AQUELE TAL DE PENA NA EMISSÃO DESSA RESOLUÇÃO?
ABAIXO A DIVISÃO DO SUPERAVIT VAMOS PARTIR PARA A MELHORIA DE NOSSOS BENEFÍCIOS, ASSIM A PREVI NÃO PRECISARIA DE VENDER 20 BILHOES E SIM PEQUENA PARTE DAS AÇÕES PARA NOS .DAR UM AUMENTO DE MAIS OU MENOS 20 OU TÉ 50% .
NA MELHORA DE NOSSOS BENEFÍCIOS O BANCO NÃO ENTRA . DEPOIS VOLTARMOS COM AS CONTRIBUIÇÕES MENSAIS PARA OS DA ATIVA E O BANCO PARTICIPAREM ELES NÃO PODEM FICAR DE FORA.
MINHA OPINIÃO NO FUNDO É - NADA DE DIVIDIR O SUPERAVIT. VAMOS MELHORAR OS NOSSOS BENEFÍCIOS.
ABRAÇOS
AIRTON

Anônimo disse...

Colegas,

Para quem ainda tem alguma dificuldade de entender o que significou o SASSERON e a CECÍLIA, na Diretoria da PREVI é só olhar para os Contra-cheques dos últimos anos. REAJUSTES INSIGNIFICANTES DAS APOSENTADORIAS, DISTRIBUIÇÃO DE SUPERÁVIT QUE BENEFICIOU UMA MINORIA, bem não vou ficar enumerando os descasos com os aposentados.

Abraços!

Anônimo disse...

È isso mesmo Marcos, o que disse o Airton 19 de abril 2010 15:10.Vamos lutar pela melhoria de benefícios JÁ.
Junho está próximo e se tivermos apenas o INPC, o beneficio ficará como antes. Houve um ano que tivemos 2% de reajuste. A Previ tem condições de nos dar uma melhoria para todos de imediato. Precisamos deste fôlego agora. Vamos lutar em cima disso. Que fique a divisão do superávit para depois. Unamos todos, associações etc. não podemos esperar mais.

Jane Torres de Melo disse...

Caro Marcos,
O que é necessário ser feito para que a Lei 109, de 29.05.2001, seja cumprida, a saber:

Art. 20. O resultado superavitário dos planos de benefícios das entidades fechadas, ao final do exercício, satisfeitas as exigências regulamentares relativas aos mencionados planos, será destinado à constituição de reserva de contingência, para garantia de benefícios, até o limite de vinte e cinco por cento do valor das reservas matemáticas.

§ 1o Constituída a reserva de contingência, com os valores excedentes será constituída reserva especial para revisão do plano de benefícios.

Jane.

Plinio disse...

MARCOS, ninguem salvou esse video?

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Em razão das minhas convicções, fortalecidas por informações recém recebidas, chego à triste conclusão de que, não obstante o que determina a LC-109, relativamente à utilização obrigatória este ano da reserva especial para revisão do plano de benefícios, não acontecerá absolutamente nada no decorrer de 2010 em termos de melhoria para os aposentados e as pensionistas do “PB-1”. O nosso patrocinador só reconhece como entidades representativas dos associados a Contraf-Cut e a Contec. As demais, pelo menos até o momento, são totalmente ignoradas. Vale lembrar que qualquer correção em nossos benefícios, que não seja a estabelecida no regulamento do nosso fundo, caracteriza utilização de superávit e estará sujeita a percorrer os mesmos longos e tortuosos caminhos que são necessários para utilização da reserva especial para revisão do plano de benefícios. Ao final de 2010 só iremos contabilizar a quantidade de colegas que nos deixaram no ano em curso já que, infelizmente, passarão para o andar de cima. Ano após ano esse número vai ficando cada vez mais significativo tendo em vista que a grande maioria dos aposentados tem DNA(*). Agora, mais do que nunca, acredito que estaremos fadados a ficar eternamente emitindo nossas opiniões e desabafos aqui e nos demais espaços existentes, sem que nada de objetivo possa vir a acontecer em favor de dias melhores para os aposentados e as pensionistas do “PB-1”. Não é só a insensibilidade das pessoas, mas também a nossa paciência tem limites. Por favor não me rotulem de pessimista. Quem viver verá.
(*) – data de nascimento antiga

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro Jorge Teixeira.

Nós podemos resolver esta situação não votando nessa corja.
Vamos tirá-los do poleiro para que não emporcalhem mais as nossas cabeças.

Chega de chororô!

Chega de passividade!

Vamos votar, gente!

MUDANÇAS JÁ!

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Concordo plenamente quando Você diz que não podemos votar nesse grupo que representa o continuísmo na direção da Previ. Vale registrar que no meu caso específico os argumentos que coloquei, objeto do comentário de 20.04.10 às 04:14hs, estão muito longe de parecerem chororó. Muito pelo contrário, tentei ser o mais realista possível, à luz das minhas convicções, ao transmitir a minha opinião sincera. Solicitei ao final do texto, inclusive, que não me rotulassem de pessimista. Lembra? Chega de passividade, vamos votar gente e mudanças já. Também concordo com Você. Mas entendo que em hipótese alguma devemos esperar que todos os nossos problemas estarão encerrados e que a vitória da chapa oposicionista será a solução para tudo que hoje nos atormenta.

Anônimo disse...

A descrição da prestação de contas da Previ, feita em editorial pelo Marcos Cordeiro, foi exatamente o que aconteceu no Rio de Janeiro.
Também fui para lá imbuído das maiores intenções sobre esclarecimentos do assunto, mas fui colocado "pra corner" pela maneira prepotente como foram tratados aqueles que queriam demonstrar sua insatisfação com o andamento da pauta da reunião.
Parabens, Marcos, você sintetizou plenamente o que foi (foram) a(s)
prestações de conta da Previ pelo
Brasil afora.
Raul Avellar.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros Colegas.

Entendo que enquanto ficarmos aqui discutindo pontos de vista não vai mudar nada. A cúpula da PREVI está dominada por quem não aceita negociar com aposentados e pensionistas e não adianta citações de normas, regulamentos e resoluções. Eles são a Lei e a Ordem dominantes. Nosso comodismo e omissão os levaram a essa posição e o que temos a fazer é afastá-los do nosso caminho por meio do voto.
Isto vai resolver nossos problemas? Claro que vai, se fizermos disso uma plataforma para transposição de obstáculos menores e com empenho forçar a correção de rumos.
Partidos políticos são vencidos pelo voto. Se alguém conhece outros meios que os aponte. Precisamos de soluções concretas, não de dúvidas sobrepostas.
Vou continuar batendo nesta tecla: fora aproveitadores inconseqüentes que se sentem donos do nosso mundo. Vamos tirá-los votando contra.
As urnas somente aceitam aritmética simples. Equações mirabolantes passam ao largo delas. Havendo duas chapas numa disputa, ganha a que somar mais, é o óbvio ululante. Está para nascer a cabeça que mude isto.

Ari disse...

Se a chapa 3 for de fato a chapa que irá desempoleirar esta corja que aí está, então que assuma compromisso perante todos nós. Que nos mande as propostas a que se compromentem a fazer, caso eleitos forem. Nem é necessário enviá-las individualmente. Que o façam mandando para a AAPPrevi que o nosso Marcos se encarregará do resto. O que precisamos ter é a certeza de que brigarão com a faca nos dentes contra os outros três diretores, pois sabemos que nestes não podemos mexer com o voto, e também sabemos que estes três serão a continuação dos que aí estão, incluindo o desalmado Sérgio Rosa.
Esperemos as propostas da chapa de oposição, posto que da situação/Anabb seremos certamente bombardeados com propaganda.

Anônimo disse...

Caro Marcos Cordeiro, concordo com você plenamente, que sòmente pelo voto podemos mudar os dirigentes da Previ. Porém, para que isso aconteça, é necessário o engajamento da maioria dos aposentados, participando e votando numa chapa composta por membros comprometidos conosco; e aí temos dois obstáculos:
1)É preciso que todos aposentados tomem conhecimento da situação que nos aflige,inclusive os funcis que estão na ativa, e para esse fim, os mesmos teriam que ser contatados por alguma associação, através de MEIO IMPRESSO, já que a maioria não usa a internet. Afim de que tomem conciência e participem da votação. Como vimos o que aconteceu nas eleições da Cassi,os aposentados tiveram participação mínima.
2)Quem seria essa associação? Pois isso tem seu custo. Digamos que seria a AAPPREVI, mas como está em início de formação, com poucos sócios, teria que se unir a uma outra de credibilidade para atingir este objetivo, antes da eleição da Previ que já se aproxima.

Anônimo disse...

Já que o Banco vem "brincando" de dar resultados, acho que a Previ poderia ( ou deveria) fazer o seguinte:
1-Fazer a divisão igualitária da parte que seria destinada à Revisão do Plano, conforme numero de participantes do PB1;
2-Com a parte que cabe a cada participante liquidar( ou amortizar) suas obrigações junto à Previ;
3-Com essas providencias, não haveria movimentação financeira, apenas contábil, e os ativos continuariam aplicados;
4-Abriria a possibilidade de contratação de novos empréstimos, pelos participantes;
5-Liquidadas as obrigações, se houver remanescente individual, negociar o pagamento em parcelas;
6-Quem não tem compromissos junto à Previ, receberia o seu "quinhão" (também) parceladamente;
7-Consequentemente, haveria um "aumento" indireto nos beneficios, pela liquidação dos empréstimos.

É apenas uma sugestão, para se somar a outras milhares que poderão aparecer, caso a nova Diretoria se abra ao dialogo.
Sonhar faz bem.

Paulo Beno disse...

Ari,
a chapa 3 é a delles(anabb= "continuismo");
Em maio a chapa de oposição é a nº1.
"Nova Previ".
Nestas eleições a Chapa 1 na PREVI vai ter que ganhar, com os votos das pensionistas, aposentados e da ativa (sejam do Plano 1 ou do Plano Futuro!).
(Não há chapa 2- esta anulará teu voto-).
CHAPA 1 - CHAPA 1 - CHAPA 1 :
MELHORIAS NOS BENEFICIOS - MAIS BENEFICIOS ESPECIAIS.

Anônimo disse...

Concordo plenamente que, antes de mais nada, deveremos lutar para uma boa melhoria em nossos benefícios a partir de junho. É o mínimo que essa atual diretoria poderá nos prometer a curto prazo. Chega de maldades e enrolação. Os aumentos concedidos ultimamente, não dá nem para repor a inflação.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros Colegas.

Seria interessante se os anônimos contrubuissem mais efetivamente além de dar palpites distanciados e aleatórios. Sempre se diz que a AAPPREVI é nova, não tem condições financeiras nem materiais, etc. Gostaria que entendessem que os trabalhos de suporte são feitos por três pessoas diretamnente ligadas: o Gilvan Rebouças, que mora em São José dos Pinhais (PR), meu filho (tomando conta do Departamento de Comunicação) trabalhando de graça madrugadas a dentro e o seu escravo aqui, com prazer. Contamos ainda com a ajuda de Diretores, porém sem um concurso direto devido a distância que nos separa. Para quem está em casa é muito cômodo aparecer - como anônimo, sempre - com idéias mirabolantes, mas sem trazer algo material, palpável. Idéias nós temos aos montes. Nos faltam tempo, dinheiro e condições de trabalho.
As Notícias Relevantes procuram identificar nosso trabalho com aproveitamento de comentários identificados e proveitosos.
Por último, peço ao anônimo das 09:57 procurar manter-se atualizado com tudo que aqui acontece antes de vir com cobranças sobre assuntos já abordados, com o respeito que merece.
Nas Notícias Relevantes de hoje dispobibilizamos material de comunicação, cujo teor foi remetido a cerca de 4.000 agências, por e-mail, direcionado ao pessoal da ativa e aos cuidados dos gerentes respectivos, como poderão deduzir das informações ali contidas.
Ademais, além de dar atenção e atender aos anônimos colaboradores, com suas insistentes cobranças, quero salientar que cuidamos, também, de "pequenos" outros assuntos, como sejam: viabiizar as ações judiciais gratuitas (toda a documentação vem para meu endereço para triagem, exame e confirmação); recepção de e-mails do blog para publicação: acompanhamento das novas inscrições e solicitação de acertos; cobrança e tratamento das mensalidades; digitação de posts; comunicação com outros Órgãos, etc.
Depois de tudo, quando nos sobra tempo, procuramos dormir um pouco para afastar a preguiça de que somos possuidos.

Paulo Beno disse...

O atual presidente Bendini do BB,(apoiado por Guido Mantega,Min.da Fazenda) tem a prerrogativa e quer nomear para Presidente da PREVI,posse em 31 de maio de 2010, o seu Vice,(do BB e da ABECIP),PAULO ROGÉRIO CAFFARELLI, 43 anos de idade (28 de BB), advogado e cursos em comercio exterior.Foi menor-aprendiz no BB e não consta no "CANAEL".

Já o Sérgio Rosa, Gushinkem & Berzoini (PT)querem alçar o Joilson Rodrigues Ferreira, atual Diretor de Participações da PREVI à Presidência da PREVI, que estava no CANAEL pela Neoenergia e outras "elétricas".

Não sei quem prefiro. E vocês ?
(É briga de cachorro-grande!Afinal são R$ 142 bilhões de reais para gerir um fundo que precisa só de R$ 64,5 bilhões para pagar seus beneficiários...)

Anônimo disse...

Graças a Deus acabou a novela da Usina Belo Monte ( por enquanto).
O consórcio formado pela CHESF e QUEIROZ GALVÃO venceu a disputa.
Que façam bom proveito.

Gilvan Rebouças - São José dos Pinhais(PR) disse...

Colegas, tomar conta de uma associação como a nossa sem nenhum funcionário não é uma tarefa fácil. Eu, o Marcos e o filho dele não temos horário determinado para tocarmos os serviços. Muitas vezes entramos pela madrugada assoberbados. Sinceramente eu admiro a capacidade laborativa do Marcos. Oxalá Deus me conceda chegar na idade dele com esse vigor.
Apesar do excesso de serviço não estamos nos queixando, pois sabíamos que no começo seria assim mesmo. Estamos trabalhando no sentido de fortalecermos nossa associação. Uma vez que os colegas que estão distantes não podem nos ajudar nas tarefas, poderiam pelo menos buscar entre os seus amigos, mais um associado. Tem um colega, que eu não quero citar o nome, que já nos trouxe mais de 40 associados. Se você não pode trazer 40 associados, traga pelo menos um. Essa é a contribuição que estamos esperando. Pegue o material de divulgação no blog e mostre aos demais companheiros.
As ideias serão bem vindas, desde que viáveis.

Ari disse...

Meu caro Paulo Beno,
Obrigado pela lembrança. É a chapa 1, Nova Previ, que deve ser a nossa aliada. Mas ratifico a necessidade desta chapa nos demonstrar as propostas com os compromissos assumidos. Não devemos dar apoio gratuito, apenas por não ser o continuismo. É preciso ter as propostas para cobranças posteriores.

Rubem Tiné disse...

Concordo que só pelo voto poderemos mudar alguma coisa, pelo menos, pressão em cima dos indicados pelo banco, porém, rememorando a votação inexpressiva dos aposentados na eleição da CASSI, acho que continuará tudo como antes. Infelizmente. Quanto a proposta de aumento das aposentadorias e pensões acima do INPC, só alterando o regulamento, e o banco tem o famigerado voto de minerva, portanto: nada X nada= nada. Termino com uma sugestão, talvez anti-democrática: não publicar opiniões de anônimos.

Anônimo disse...

Ari, de que adiantam as propostas,se eles nao cumprem com as promessas.
Depois que estao no poder,tudo e esquecido e o que fala mais alto e o dindin no bolso(deles).
Sandra

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro Colega Rubem Tiné.

Você bem o disse: é antidemocrático não permitir opiniões de anônimos. Porém entendo o sentido da sua negação. Não tem boa acolhida a posição assumida por um comentarista identificado diante da necessidade de rebater ou concordar com matéria defendida por anônimo. É como deslocar-se em um quarto escuro tateando em busca de algo, sabendo que a qualquer momento poderá tropeçar em obstáculo posto à frente com o propósito de magoá-lo, sem direito à defesa pela ocultação do agente provocador. Talvez se os anônimos enxergarem a coisa por esse prisma mude essa postura.
Também de nada adiantaria essa proibição, pois existe o artifício do uso de pseudônimo ou de um falso nome, o que dá no mesmo. O que causa estranheza é a capa do anonimato para proteger comentários sérios, limpos e oportunos que em nada prejudiquem seu autor, qualquer que seja sua atuação no seio da sociedade.

Anônimo disse...

Caro colega Marcos,

Você tem razão. Anônimo ou pseudônimo. Qualquer um pode usar um nome qualquer e nem por isso deixar de ser anônimo. Quando um comentário extrapola o respeito e fere a dignidade de terceiros e o(a) autor(a) do comentário se refugia no anonimato é pura pusilanimidade, atitude de quem não merece respeito e nem ser ouvido.
Mas como você disse, existem bons comentários sérios emitidos por anônimos que não desejam serem identificados, para, talvez, preservar-se de futuros aborrecimentos, pois, é possível que algum desses comentaristas esteja ligado de alguma forma aos que são criticados, e por defenderem idéias diferentes em seu meio, possam vir a ser identificado pela maneira de escrever. Muitos escrevem como falam.
Em outros momentos, como tenho percebido nos blogs que frequento ligados aos aposentados, tanto da Previ quanto do INSS, tem alguns elementos que se identificam com um nome, falso ou verdadeiro,não sei, entretanto tais comentaristas se julgam dono da verdade, não toleram quando são contestados em seus pontos vistas ou batem de frente com sua ideologia, pincipalmente de esquerda, que não toleram constestações.
Se uma mensagem boa, séria, com argumentos consistentes, idéias que deveriam ser adotadas, acho que não importa se partiu de um anônimo, o importante foi a mensagem, a idéia que agradou e repercutiu. Uma das maiores virtudes do ser humano é a tolerância. Hábito que todos nós deveríamos praticar. Infelizmente, não parece que acontece.

Anônimo disse...

Marcos, no site da Previ está dizendo que vai ser aberta a votação do relatório anual da Cassi de 26 a 30/04. Como não tenho grande conhecimento na área de análise de balanço, e creio que alguns colegas têm a mesma dificuldade, gostaria de sugerir que a AAPPREVI nos desse um posicionamento acerca de como votar, seria possível? Afinal, a famigerada ANABB fez isso por tanto tempo, e só nos demos mal. Que tal agora votarmos orientados por uma associação séria?

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro anônimo (17:22) e demais Colegas.

Em Notícias Relevantes do dia 15/04, sob o título “Isa Musa de Noronha nos atende com importantes esclarecimentos” há um link que leva a uma análise do Relatório Anual de 2009, da CASSI, criteriosamente elaborada por José Anchieta Dantas e que merece ser conhecida para tomada de posição.
Creio que a partir dali não será difícil a escolha do voto a ser dado para aprovação ou rejeição do Relatório.

Anônimo disse...

Não concordo. Entendo como tergiversação. Qual a posição clara e epecífica da AAPPREVI sobre a votação da Cassi? Favor responder de forma explícita e específica, sem subterfúgios. De atitudes assim já estamos acostumados. Vamos fazer de modo diferente do cumum?

Marcos Cordeiro (André) disse...

Ao anônimo das 00:19.

A AAPPREVI tem sua opinião formada a respeito do Relatório Anual da CASSI. De igual modo sabe como votar.
A intenção em indicar a leitura de análise abalizada, construída por um especialista no assunto, foi direcionar o eleitor/associado a um melhor entendimento das particularidades envolvidas na matéria a ser votada, pois sabemos do alto grau de discernimento do nosso público. Assim como é recomendável a leitura do Relatório a ser avaliado, disponível no site da CASSI.
Por desconhecimento e omissão é que enfrentamos dificuldades em modificar conceitos irreais arraigados em muitos dos nossos colegas. O comodismo e a preguiça mental devem ser superados, pois somente conhecendo em que ou em quem votar é possível imprimir o voto útil.
Esta avaliação da CASSI é diferente de uma eleição de nomes para ocupar cargos onde procuramos antever feitos. Aqui analisamos atos consumados, sobre os quais repousarão o futuro da Caixa.
Querer ajudar o eleitor no aumento de seus conhecimentos não significa fazer uso de subterfúgios na resposta dada.
No devido tempo diremos no que vamos votar. Até lá esperamos que nossos associados alcancem suas próprias conclusões, com conhecimento de causa.

Anônimo disse...

USINA DE BELO MONTE, PREVI, BANCO DO BRASIL E LULA.

A PREVI é acionista da empresa NEOENERGIA, de capital fechado, por isso não tem suas ações negociadas na bolsa de valores, onde possui 49% das ações (cotas). Dita empresa fazia parte do consórcio que perdeu a concorrência para a construção da Usina de Belo Monte. Apesar de ser o maior acionista não tem ingerência na administração da empresa. Vale ressaltar que, por normativos, a Previ só poderia participar com apenas 25% do capital dessa empresa.
Além da PREVI, o BANCO DO BRASIL também é socio da empresa, detendo 12% do capital. Tem outro grupo que faz parte com 32%. Esses são os principais acionistas.
Por que o LULA que construir essa Usina? O projeto prevê uma capacidade de produção de energia em torno de 12.000 megawatts, entretanto, especialistas da área, dizem que a produção média será menor que 5.000 megawatts, devido as caracterísiticas locais, de construção e a vazão do Rio Xingu, suas peculariedades ao longo do ano, não mantendo uma vazão de volume de água uniforme para um alto grau de aproveitamento da capacidade instalada.
A PREVI pode vir, ainda, a participar do concórcio vencedor, através da NEOENERGIA, em susbstituição das que desistiram de pemanecer no consórcio vencedor. Motivos relevantes devem existir para essa retirada. Para suportar o investimento, pode ser que a NEOENERGIA venha ter a necessidade de aporte de capital por parte dos seus acionistas, sendo que o controle da empresa pode vir a acontecer, pois, a soma das participações do Banco e da Previ, resulta em maioria de 50% das ações da empresa em foco.
Para aporte de recursos, caso venha a acontecer, de onde a PREVI terá esses recursos disponíveis, ou o próprio Banco já contando com a parte que julga lhe caber na distribuição do superávit PREVI, para provimento de suas necessidades junto ao aumento do capital da NEOENERGIA.
Essa história ainda vai dar muito pano para manga. Vão acontecer muitos desdobramentos, mesmo que não seja o acima excercitado, para que o LULA tenha em sua biografia como o presidente que construiu uma das maiores hidreléticas desse país. Um legado para a posteridade. E o contribuinte continua pagando a conta.

rosalina_de_souza disse...

Caros Colegas e Amigo Marcos Cordeiro,estive ausente do blog,por assuntos viagem ao Estado do Mato Grosso para tratar de um inventario que se arrasta por 10 anos consumindo o resto da minha saúde e o pouco dinheiro do sustento,a justiça brasileira é talvez a maior responsavel pela lentidão de tudo,com maldades de juizes incapazes de frutificar a dignidade que quem procura.
Estou feliz ao voltar e verificar as opiniões dos colegas atentos e atenados aos diversos assuntos aqui colocado em pauta para discusão.
Parabéns a todos e mais que nunca pronta para a luta ja que ganhei de presente mais uma participação na nossa AAPPREVI,a diretoria de pensionistas.
Como bem disso o Gilvan Rebouças,trabalho não tem faltado.
Feliz por ter meu nome incluso na PRIMEIRA AÇÃO TOTALMENTE GRATUITA QUE A AAPPREVI NOS PROPORCIONA de muitas que virão.
Atensiosamente Rosalina de Souza

Jorge Teixeira disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Como muito bem destacado em notícias relevantes de hoje, 21.04.2010, o projeto nº 2348/2009, de autoria do deputado Gustavo Fruet, já tem relator designado que é o deputado Chico D'Ângelo. Só para lembrar o projeto nº 2348/2009 susta dispositivo da Resolução 26 do CGPC, mais especificamente aquele que autoriza a participação da patrocinadora em 50 por cento dos recursos quando da utilização da reserva especial para revisão do plano de benefícios. É importante que todos se manifestem diretamente ao relator, solicitando-lhe que se pronuncie favoravelmente à aprovação do projeto. Os respectivos e-mails, do relator e do autor, bem como minuta já pronta - sendo necessária apenas a assinatura do interessado – foram disponibilizados no comunicado para utilização imediata.
E.T. – já enviei minha manifestação diretamente para o relator, com cópia para o respectivo autor do projeto. Vale lembrar também que paguei ontem, 20.04.2010, as mensalidades de março e abril da nossa Associação.

mauro disse...

Está muito interessante a disputa pela sucessão do presidente da PREVI. De um lado, temos Sérgio Rosa mais Ricardo Berzoini, que querem emplacar Joilson Ferreira, atual diretor de participações. e do outro, o presidente do Banco do Brasil mais o ministro da fazenda, que querem indicar Paulo Caffarelli, vice-presidente do BB.
Desta briga de cachorros grandes sairá o retrato de quem detem o verdadeiro poder nesta república sindicalista.

Anônimo disse...

A que ponto nos chegamos. Pelos diplomas legais somos os legitimos donos do Fundo de Pensão.
Entretanto quem escolherá seu novo Presidente não tem nada a ver com a instituição. E, ainda, disputam quem terá maior prestigio para emplacar seu afilhado.
É como diz a musica: "the winner takes it all". (O vencedor leva tudo - Abba).
Isso é democracia?

Anônimo disse...

Colegas,
Prá não dizer que não falei das flores: quem sabe faz a hora, não espera acontecer.
Não seria a hora de, usando das prerrogativas do Estatuto, solicitarmos a Revisão do Plano, já que os recursos estão disponíveis?

Estatuto da Previ:

Art. 13. Aos participantes e assistidos é assegurado, na forma deste Estatuto, o direito de:

VI - apresentar ao Conselho Deliberativo proposta de alteração do Regulamento do Plano de Benefícios de que participem, desde que a proposta seja subscrita por não menos do que 1% (um por cento) do total de participantes e assistidos vinculados ao mesmo plano;

REGULAMENTO DA PREVI:
Capítulo XIV – Das Alterações do Regulamento

Art. 81 - Este Regulamento somente poderá ser alterado por deliberação do Conselho Deliberativo da PREVI.

Parágrafo único – As alterações neste Regulamento deverão ser aprovadas pelo patrocinador Banco do Brasil S.A..

LUIZ FERNANDO disse...

AMIGO MARCOS, DESCULPE, NAO ENTENDER O CONTEUDO DO FATO RELEVANTE DO SITE AAPREVI, ONDE FALA SOBRE A DATA DE 16.06, SOBRE A CESTA ALIMENTACAO.CONCLUO QUE QUEM ENTRAR A PARTIR DE AGORA, O MEU CASO, ESPERAREI A PROXIMA .SERIA ISSO?

Ivan Rezende disse...

Rosalina, que bom que você retorna ao nosso convívio.Pena que você não tenha resolvido, de vez, a situação jurídica particular. Só que quando a (in)Justiça quer ela é rápida até demais. Veja o caso da Usina Belo Monte. Em poucos dias ocorreram liminares contrárias e a favor da realização do leilão.
Por que esta mesma justiça não concede, imediatamente, liminar para a distribuição do superávit?

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro Colega Luiz Fernando.

Ao ser anunciada a recepção de documentos o Site da AAPPREVI publicou aviso contendo a data do encerramento. O texto, abaixo reproduzido, ainda se encontra disponível na coluna “Notícias Relevantes” do site WWW.aapprevi.com.br, ao lado das instruções pertinentes ao ingresso:

“31/03 - Ação Cesta Alimentação

Todos os documentos recebidos até o dia 15/04 serão incluídos no ajuizamento do primeiro lote da ação, previsto para o dia 16/04/10, no Rio de Janeiro (TJRJ).
Clique aqui para saber como ingressar.”

Deste modo, documentos recebidos após 16/04/10 serão inseridos no 2° lote da ação judicial gratuita “Cesta Alimentação”, cujas datas serão anunciadas oportunamente, no mesmo espaço.

Informações adicionais poderão ser obtidas através dos e-mails:

aapprevi@aapprevi.com.br
presidencia@aapprevi.com.br
marcosmca@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Os aposentados não tem por costume ler estatutos - caso contrario saberiam que se as contas da Cassi não forem aprovadas cai toda a diretoria da nossa Caixa de Assistencia _Quantos sabem disso? Poucos pois não gastam tempo lendo Estatutos

Jader disse...

Do blog de Josias de Souza, acerca da escolha do novo presidente da Previ. Leitura recomendada para que ainda tem ilusões sobre como nosso fundo de pensão é gerido.

http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2010-04-01_2010-04-30.html#2010_04-21_21_30_57-10045644-0

Sugiro aos colegas que não se limitem ao texto e leiam também os comentários, que são bem esclarecedores. Basta clicar na palavra "comentários" logo após o texto.

Anônimo disse...

Infelimente não temos uma chapa de Oposição seria pra Previ,pois a chapa que se diz Oposição esta prometendo o que não tem como cumprir, como por exemplo, distribuir o superavit pra todos.... Ora. Não depende dos eleitos pois o BB tem Voto de Qualidade e pode barrar o que não lhe agrada. Quando se promete o que não tem como cumprei a chapa de oposição mostra que quer enganar eleitores apenas para ganhar as eleições.

Anônimo disse...

Oi. Anônimo de 22.04 às 05,31h, então nós vamos aprovar o relatório, se tiver maracutais, para você e seus, não cairem.Engraçado..hehehehehe

Anônimo disse...

Tambem li as propostas da chapa de oposição para a Previ e fiquei preocupado com as falsas promessas. Prometem, por exemplo, acabar com o Voto de Minerva - coisa que infelizmente esta na Lei. O pior e que muitos podem ser levados a votar neles pois não sabem que estao prometendo o que não tem como cumprir. Isso cheira a falsidade ideologica. Se e essa a Oposição que temos estamos sem saida.

Anônimo disse...

Colega anonimo 22 abril 2010 09:06,


E o que fizeram os atuais diretores eleitos, senão enganar os eleitores durante todo o mandato. Se achas melhor não arriscar e votar na situação, desculpe mas é uma posição um tanto acomodada.

Abraços!

JOSE LUIZ disse...

Colega Marcos,

Excelente a ideia de fazer propaganda
da AAPPREVI, em um veículo. Se a moda
pega !

José Luiz

Anônimo disse...

Caro colega Marcos,

No site da Cecilia, um cidadão de nome Aparecido, acredito que não seja colega nosso, pois apresentou uma sugestão para quitar o saldo devedor do emprestimo simples para todos os devedores, com o superavit, pois, não precisaria de vender ativos para quitar esse dito emprestimo. Fica a pergunta? E quem não tem emprestimo simples? Esse cidadão esta sugerindo o mesmo critério da vez passada. Quem não enquadrou nos critérios adotados não receberam nada do superavit 2007, apesar de terem contribuido da mesma forma. Esse elemento deveria fazer parte dessa atual diretoria, pois, raciocina da mesma forma. O cidadão resolve o seu problema e os outros... ora, os outros são os outros.

wilson luiz disse...

Não bastando os 8 anos de mandato onde nada fez pelos associados, o sr. Sérgio Rosa ainda deseja continuar infernizando nossas vidas através de seu preposto, Joilson Ferreira?????????????
Esta nefasta figura deveria retirar-se ao fim de seu mandato, e ocupar o lugar que lhe é devido, a lata de lixo da História da PREVI.

Mauro Lobo disse...

Na eleição da Previ eu não voto na chapa da situação que anda só sacaneando conosco. Não voto também nessa turma de oposição que está prometendo coisas que não tem como cumprir em uma evidente atitude meramente eleitoreira. Voto nulo e se todos votassem nulo haveria outra eleição, com abertura de prazos de inscrição de novas chapas. Quem sabe? Talvez depois desse susto e com uma chapa menos fisiologista possamos escolher. Não confio na turma da situação capitaneada Por ANABB, CUT e AAFBB, mas não confio nessa turma sindicalista do PSTU que promete até acabar com a interferência do Banco na Previ, como se isso fosse possível. Está na Lei que o Patrocinador indique membros aos conselhos e nomeie o Presidente, então como podem ter a cara de pau de prometer "acabar com a interferência do Banco na Previ"?

Anônimo disse...

Caro colega Marcos,

A gente lê as mensagens nesse blog e nota-se que não há "nada de novo no front".
Discutimos coisas inexequíveis, sem embasamento nos normativos vigentes, nas leis que regulamentam a previdência complementar e as resoluções casuísticas. Nós estamos totalmente maneteados. Não vislumbro nenhuma saída para a situação em que nos encontramos. Tudo depende da aquiescência do patrocinador. Vejo outras previdências complememtares de estatais atuando de forma diferente da nossa. Por que? Será que o nosso problema, em parte, reside em nosso estatuto? Alguém conhece os estatutos da FUNCEF, da PETRUS, REAL GRANDEZA (FURNAS), etc ? São fundos que remuneram melhor seus associados do que a PREVI. A metodologia empregada resulta num benefício superior ao da Previ. Por que? Será por que eles não tem uma instituição financeira como patrocinadora? Será que os estatutos desses fundo foram adequados diferentemente do nosso quando houve a mudança de planos em que obrigatoriamente surgiu o PREVI FUTURO. Precisamos fazer uma comparação entre os estatutos desses planos e o nosso. Quem se adequou melhor. Quem partiu para a premissa de que o associado é o motivo principal da existência do fundo, ou é um mero participante, em que o fundo é o principal motivo. Previ, o maior fundo de pensão. Mas, infelizmente, não é o melhor fundo de pensão. Alguma coisa esta errada. Temos que verificar se o nosso estatuto absorveu também as vantagens ou se ficamos só nas desvantagens. Será que estamos aproveitando as benesses da Lei ou apenas os rigores da Lei? Alguma coisa tem que se fazer a respeito disso, pois, tudo o que podemos fazer precisa do aval do Banco. Será que isso só acontece com a Previ?
Um consultoria jurídica especializada é bem vinda e necessária, se for o caso. Se o principal motivo dessa dessa mensagem já aconteceu, que é a análise dos estatutos, e não deu em nada, infelizmente, Marcos, a situação é bem mais complexa do parece. O nosso estatuto tem que ser alterado de alguma forma para implementação de melhorias, caso contrário, nada mais há para se fazer. A não ser que alguém tenha alguma idéia brilhante e ainda não apresentou, senão "nada de novo no front".

Anônimo disse...

"O pessimista vê a dificuldade em cada oportunidade; o otimista vê a oportunidade em cada dificuldade."

Ari disse...

Atendimento 0800 Previ -
Hoje quis saber de um DÉBITO AUT lançado no dia 20. Fui à Agência e lá me disseram que era originário da Previ. Então, liguei para o 0800, e depois de digitar minha matrícula, a senha, o dígito zero para falar com um dos atendentes, veio a resposta eletrônica: "Todos os nossos ramais estão ocupados. A lista de espera está completa. Tente mais tarde."
Este é o atendimento primordial que a Previ nos oferece.Feriado prolongado na quinta e na sexta. É a festa antecipada de despedida dos sindicalistas do PT. Pouco se lixando para com os associados.

Alencar de Castro Contraf SP disse...

Sou o Alencar da Contraf Cut e minha base sindical o Sind de Bancarios de OSASCO. Tomei conhecimento desse blog por um aposentado sindicalizado. Acho que voces perdem tempo choramingando em um blog que n�o atinge nem 100 aposentados. Procurem os sindicatos de sua cidade e se filiem pois aposentado n�o paga mensalidade sindical . Caso contrario vao ficar aqui nesse muro de lamentacoes feito aquela turma de grupos internet que tentou inscrever uma chapa pra a Previ a que chamaram de Semente e n�o conseguiram nem juntar as 800 assinaturas necessarias. Se querem algo da Previ saibam que sera somente atraves dos sindicatos pois o Banco desconhecem essas associa�o de aposentados e somente conversa e negocia conosco o resto sera sempre choradeira infrutifera. Por mais que lhes doa ler isso saibam que eu quero ser sincero pra alerta-los de que essas Assoc de Aposentados n�o servem pra nada de util. Procurem seus sindicatos e se filiem. La esta o forum que o Banco escuta. Ah e nas eleicoes Previ a oposicao n�o tem chance nenhuma pois n�o tem proposta e nem folego para atingir todos os 120mil associados. Os sindicatos temos todos os cadastros e venceremos como sempre vencemos. Nunca a oposicao venceu na cassi ou previ e n�o sera agora. Se querem ser ouvidos facam como a AAFBB e venham se juntar a Contraf Cut.

Anônimo disse...

Ao anonimo de 23/04/2010 das 10:31

Slogans, frases feitas, ditados, ou outra coisa do gênero já é por demais desnecessarios. Precisamos é de idéias, sugestões, coisas exequíveis, como bem disse o anônimo de 23/04/2010 das 10:25. Precisamos saber, descobrir o gargalho, partir para uma ofensiva, verificar nossos pontos fracos e fortes, mas dentro de um objetivo oriundo de análises e estudos da nossa situação, para não ficarmos batendo em ferro frio, desperdiçando nossas energias e tempo em atitudes infrutíferas. Precisamos de ampliar nosso leque de colegas que dominem a área em que nós estamos patinando. Precisamos de aderência calcada em conhecimento para encontrarmos uma saída, uma luz no fim do túnel. Colegas, acredito que, ainda, vamos encontrar uma saída muito em breve. Se Deus quiser. E uma das premissas é, votar em uma dessas chapas agora, que nas próximas eleições acredito que AAPPREVI estará suficientemente forte para mudar a situação que há muito enfrentamos e alijar esse pessoal nefasto que toma conta da PREVI, com uma chapa pura e confiável. Abraços.

Ivan Rezende disse...

Alencar de Castro, você está agindo exatamente como um petista/ sindicalista: de maneira grotesca e deselegante, querendo diminuir a capacidade dos outros para enaltecer as suas. Já dei uma lida no último informativo do Sindicato de Osasco e acaba sendo uma cópia fiel das manchetes do informativo do jornal do Sindicato aqui de Goiás, do qual sou sócio já há uns 35 anos e, realmente, desde a minha aposentadoria sou isento do pagamento de mensalidade.Entretanto, não se vê qualquer interesse dos Sindicatos com relação aos aposentados.E não é por falta de tempo, pois o Presidente do Sindicato daqui de Goiás está há mais de 25 anos no cargo.

Ari disse...

Sr. Alencar Castro,

Pelo visto nem vocês da Contraf-Cut são ouvidos. Se o fossem não estaríamos neste impasse do superávit provocado pelo BB. Vocês sindicalistas querem defender todo mundo (Bradesco, Santander, BB, CEF, Itaú, etc.) e até os aposentados. Vão plantar em outra seara! Aposentados não possuem mais vínculos trabalhistas. É uma aberração ser sindicalizados. Ademais, foi de sindicatos paulistas que nasceram os que hoje comandam este país. Inclusive o presidente "eu não sabia". O melhor exemplo é Sérgio Rosa. E é precisamente este nome o maior empecilho para que o nosso superávit não seja distribuído.
O senhor verá, ainda, nossa Associação de Aposentados crescer muito. Temos apenas pouco mais de 3 meses de vida. Não temos 30 anos como o seu Sindicato. Vamos continuar lutando, agora mais fortalecido. O Plano 1 da Previ é nosso, portanto, estamos lutando pelo que é nosso, sem alienígenas dentro dele. Isto ninguém nos impedirá de fazer. E não esqueça: O PT de Lula tem ainda apenas e tão somente 8 meses para nos infernizar.

BRUNO BAUMGARTEN disse...

Sr. Alencar de Castro da Contraf São Paulo esse seu comentário é típico dos pelegos. Ou o sr. é mal informado ou mal intencionado. Acredito na última hipótese. Como diz o seu guru "nunca antes neste país" um sindicato fez qualquer coisa para aposentados. Não me venha agora com essa "estória da carochinha" para cima dos aposentados. O único motivo pelo qual você se dispôs a postar esse comentário foi medo. Medo de perder a boquinha. Todos nós sabemos que sua turma (sindicalistas) nunca foram chegados a pegar no batente. No próprio Banco tivemos e temos vários casos de colegas vinculados a sindicatos que nunca trabalharam. Só vivem às custas dos que produzem e só pensam nas suas carreiras políticas.Eu posso dar-lhe o exemplo de dois colegas que começaram no movimento sindical e depois migraram para a política (Nelson Martins e Pimentel). Conheci esses dois colegas no Ceará. Veja o caso do Pimentel. Quando foi nomeado ministro da previdência baixou a resolução 26, totalmente danosa aos aposentados do BB. Quer ver como se transforma um marxista em capitalista? Dê-lhes cargo e dinheiro.
Sua percepção de mundo é muito limitada. Vá pensando que a AAPPREVI só tem 100 associados. Vocês podem ser grandes mas não vão conseguir enganar todo mundo com esse discurso de porta de fábrica. Os tempos mudaram. Está passando da hora do sr. rever os seus velhos bordões leninistas/marxistas. O muro de Berlim já caiu. Só falta cair a sua ignorância (muito difícil). Quem nasce para cangalha não chega a sela.
Na oportunidade peço ao Marcos que disponibilize as estatísticas de acesso ao blog para que esse Sr. Alencar fique ainda com mais medo.

Lázara Rabelo disse...

Sr. Alencar de Castro,

Acredito que o MEDO é único motivo que o levou a escrever este comentário tão deselegante, para uma comunidade como a nossa, formada por pessoas que trabalharam muiiito, ajudando não só o Banco do Brasil, mas no crescimento e transformação deste país, em regiões remotas, sem infraestrutura, abrindo mão de tudo em favor do Banco, passando também por períodos de terrorismo, com ameaças e concretizadas demissões, transferências, descomissionamentos, PDVs etc,. Que em nenhum desses momentos foram ajudados por "Sindicalistas", não será agora que precisaremos de vocês. Temos muita consciência do que queremos e podemos e vamos conseguir, queiram vocês ou não. Em números reconheço que nosso grupo ainda é pequeno, mas a tendência é de crescimento, formado por pessoas sérias e honestas, que não brincam com as carências das pessoas, lutando por todo o grupo de 121.000 participantes da PREVI- Plano 1, independente de ser associado à AAPPREVI, ou não, ao contrário de outras que estão perdendo associados, e quem ainda acredita em sindicatos? Sou aposentada e continuo filiada ao Sindicato dos Bancários aqui de Goiás desde 1987, onde tem um presidente vitalício, Manoel do Bonfim, que não faz nada pela categoria, nem dos ativos, é só dar uma olhada nos salários e nas condições de trabalho dentro de qualquer Banco. Com o abnegado colega Marcos Cordeiro à frente, vamos continuar nossa luta. Aqueles que detém o poder abusaram e debocharam de nós pobres aposentados. Mas o mundo dá volta, se depender de mim, BELO MONTE e etc. não receberão um vintém da PREVI.

Lázara Rabelo

Anônimo disse...

Caros colegas,voçês conhecem a COBAP?
A Confederação Brasileira dos Aposentados? Pois então visitem o site da Cobap: www.cobap.com.br.
Foi numa dessas visitas, que fiquei sabendo que o Lula não gosta de aposentado. É por isso que estamos nessa situação.

Rogério Luiz Carvalho disse...

Marcos e colégas do blog. eu me admiro do peito que tem este cidadão Alencar de Castro da contraf-cut, acho que é até corcunda pra frente, entrar no blog para dizer estas besteiras, eu toda minha vida fui sindicalizado, e nunca vi um sindicato fazer alguma coisa para um aposentado. Mas, Alencar esta palhaçada vai terminar em breve, o esquema que voces sindicalistas mantem com o BB é nogento e safado, e se DEUS quizer eu não morro sem ver isto acabar. Nós colégas do BB ajudamos em muito a colocar o Lula lá, e vamos ter que corrigir o nosso êrro, tirando-o de
lá junto com os Petralhas e os sindicalistas de plantão. Quem viver verá a nossa AAPPREVI crescer
e atingir o objetivo para o qual foi criada. Abraços Rogério.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Resposta da COOPERFORTE em 23/04 à consulta de 24 de FEVEREIRO:


Boa tarde, Sr. Marcos

Pedimos desculpas pela demora em responder à sua mensagem, mas nesse período estivemos tratando do planejamento estratégico para a Cooperativa, incluindo as normas de uso de nossos canais de comunicação.

Mantemos com as associações do funcionalismo do BB uma relação de parceria e apoio, cientes do bom trabalho que realizam congregando e orientando seus membros, a exemplo da recém-criada AAPPREVI. Até o momento não dispusemos espaço em nossa página na internet e em nosso jornal para divulgação desse trabalho, limitando nossos canais de comunicação aos assuntos referentes à Cooperforte.

E a decisão foi mantermos esta posição, apoiando as associações do funcionalismo, porém sem divulgação delas ou de qualquer outra entidade / instituição do conglomerado Banco do Brasil e dos demais bancos públicos federais através dos nossos meios de comunicação.

Atenciosamente,

Sheila Maurer

Analista de Comunicação e Marketing

Cooperforte - Coordenadoria de Marketing

(61) 3314-7236

marketing@cooperforte.org.br
www.cooperforte.org.br
-----Mensagem original-----
De: AAPPREVI [mailto:aapprevi@aapprevi.com.br]
Enviada em: quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 20:53
Para: COMAR
Assunto: AAPPREVI - publicidade



Prezado Luiz Fernando.

Sensibilizados com a acolhida dispensada ao pleito da colega Rosalina de Souza, relativamente à inserção de matéria publicitária nos domínios gráficos e plataforma on-line da COOPERFORTE, beneficiando a recém criada AAPPREVI (Associação dos Aposentados e Pensionistas da Previ), encarecemos a gentileza de informar-nos o que se segue:

- que espaço poderia ser disponibilizado;

- qual o ônus a nosso cargo (neste particular pedimos atentar para o fato de que ainda não contamos com renda própria e os gastos iniciais repousam em doações dos dirigentes);

- quais são as especificações para o envio da arte (será on-line e impresso?).

Para seu conhecimento e avaliação dos nossos propósitos, seria de bom alvitre examinar nosso Blog www.previplano1.com.br , principal (e única) ferramenta de divulgação a serviço da Associação.

Certos de que seremos merecedores de sua preciosa atenção, apresentamos-lhe nossos agradecimentos por essa contribuição que se constituirá de suma importância como suporte às aspirações de crescimento, direcionadas aos nossos colegas associados - notadamente às pensionistas que contam pioneiramente com representante em nosso corpo diretivo.

Atenciosamente,

p/AAPPREVI.

Marcos Cordeiro de Andrade
aapprevi@aapprevi.com.br
marcosmca@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Vejo com muita pena toda essa hostilidade contra o movimento sindical. Talvez voces não saibam que nosso Banco teve grandes lideres sindicais como o Viegas da AAFBB e Palhano. Ambos perseguidos pela Ditadura sendo que o Aluizo Palhano foi assassinado pelos militares. Pois entao que fiquem com suas Assoc de mentirinha, virtuais. Vcs desaparecerao na historia. Pensei que como são veteranos conheciam a historia do mov sindical bancario e a luta desses sindicatos que tantas onquistas trouxeram aos funcis do BB as greves historicas que resultaram em grandes vitorias. Mas se agora preferem chorar em blogs em vez de ir as Assembleias de seus sindicatos para exigir seus direitos,paciencia. Fui mal recebido neste blog e assim nao voltarei aqui.

Alencar disse...

Vejo com muita pena toda essa hostilidade contra o movimento sindical. Talvez voces não saibam que nosso Banco teve grandes lideres sindicais como o Viegas da AAFBB e Palhano. Ambos perseguidos pela Ditadura sendo que o Aluizo Palhano foi assassinado pelos militares. Pois entao que fiquem com suas Assoc de mentirinha, virtuais. Vcs desaparecerao na historia. Pensei que como são veteranos conheciam a historia do mov sindical bancario e a luta desses sindicatos que tantas onquistas trouxeram aos funcis do BB as greves historicas que resultaram em grandes vitorias. Mas se agora preferem chorar em blogs em vez de ir as Assembleias de seus sindicatos para exigir seus direitos,paciencia. Fui mal recebido neste blog e assim nao voltarei aqui.Boa noite e boa sorte. Alencar

Anônimo disse...

Alencar, nos vamos tirar vocês sindicalistas do poder, não pela armas, mas pelo voto.

Primeiro vamos tirar o PT.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caro sindicalista Alencar.

Desculpe contestar sua afirmação. O Blog não costuma receber mal seus participantes, até porque seria mais fácil e cômodo não publicar seus textos insultuosos. Reflita sobre sua infeliz incursão por este espaço e convirá que seu comportamento fosse desastrado, inconveniente e desrespeitoso para com todos que aqui convivem em invejável harmonia.
Assim sendo, houve uma reação natural, pois não é costume a aparição de corpos indesejáveis em nosso meio. Sempre que ocorrem raros casos da natureza o repúdio é imediato, talvez para conservar o bom relacionamento existente entre os freqüentadores. Que Deus os conserve assim.
Todos são bem vindos, se imbuídos de bons propósitos e portadores do mínimo exigível em educação no trato com os semelhantes.

ARY TAUNAY FILHO disse...

Marcos,

Os pedevistas compareceram em várias reuniões da Previ em vários estados. Discutimos abertamente não só com o Sérgio Rosa, mas tambem com outros representantes.
A reunião pegou "fogo" em Natal-RN, Salvador-BA, Curitiba-PR e Goiânia-GO, mas em Brasília sequer foi permitida nossa entrada. Estranho não?

ARY TAUNAY FILHO disse...

Prezado Marcos,
Eu não sou associado da AAPPREVI porque não posso. Sou apenas um pedevista, mas visito seu honroso espaço regularmente e procuro colaborar da melhor forma possível.
Manifesto aqui minha indignação com os comentários do Sr. Alencar, que pelo jeito pouco sabe de correção de caráter.
Sei que você não considerou realmente a provocação quanto ao número ainda tímido de associados, mas posso lhe garantir que eu preferiria participar de uma pequena associação de honestos do que de um imenso sindicato repleto de aproveitadores e oportunistas.
Ninguém melhor do que os pedevistas para saberem muito bem do que o movimento sindical é capaz. Nós somos aquela turma que embalou a Sindicato dos Metalúrgicos do ABC junto com vocês, hoje aposentados, e espalhamos aquela ilusória bandeira vermelha estrelada pelo Brasil. Não conseguimos nos manter empregados, pois fomos tolhidos pela vilania e pela covardia de FHC e seus asseclas.
Restou apenas a esperança no movimento sindical, que ainda viamos como nossa casa, mas nosviraram as costas como se fossemos leprosos e riram na nossa cara. Disseram que se tinhamos algo a reclamar de BB/Previ que procurássemos o judiciário e cá estamos, passados 15 anos e do mesmo jeito.
Portanto a única coisa que posso dizer para você é que siga sua luta com a cabeça erguida como tem feito. A vergonha na cara é seu tesouro e ninguém lhe tira e, se você me permitir, digo ao Sr. Alencar, que pelo que ví neste espaço até agora, este é um lugar de gente honesta que conquistou tudo que tem com trabalho e dedicação, portanto não é aqui que prolifera o sindicalismo obscuro. Não é entre gente honesta que prolifera a máfia da distribuição dos cargos públicos entre sindicalistas semi-analfabetos e não é aqui que um falso marxista travestido de capitalista se cria.
Desculpe Marcos, sei que este também não é meu espaço, mas não me contive lendo tanta asneira de um sindicalista barato.

Anônimo disse...

As grandes vitórias dos sindicalistas foram aquelas negociadas com o empresariado, debaixo do pano, para que ditos empresários conseguissem obter do governo aquilo que necessitavam. Pura negociata. Quem ganhavam eram os empresários.
As grandes conquistas dos trabalhadores vieram naturalmente, com a evolução dos tempos, a modernização da sociedade, a quebra de paradigmas por parte do empresariado, uma nova visão da relaçao entre trabalho/capital e os novos conceitos adotados. Antigamente tinhamos greves dos mais diversos setores da economia quase todos os dias, greves infrutíferas, greves essas calcadas em conceitos obsoletos, e quem lucravam com elas eram os diretores dos sindicatos e não os trabalhadores. Hoje as greves quase não existem, com exceção das greves dirigidas em épocas de eleições, em governos de oposição ao PT. Essas atitudes não são mais bem vindas, esses sistemas de radicalismo exacerbados são coisas do passado. O sindicalizado de hoje tem nova visão, tem mais conhecimento, fato que preocupa os dirigentes dos sindicatos, por isso estão preocupados de como se manter nessa mamata e continuar a iludir esse contigente de trabalhadores mais bem informado. Tudo tem limite.