terça-feira, 6 de abril de 2010

Luta renhida!

Caros Colegas.

“A vida é luta renhida, que aos fracos abate, e aos fortes, só faz exaltar.” Gonçalves Dias.

Nós fincamos os pilares de uma ponte em construção para atingir a moralidade. Por ela uma legião de aposentados e pensionistas confiantes e esperançosos caminhará sem tropeços. E deixará para trás os dias de amargura e seus algozes derrotados. Encontramos forças no conhecimento de atrocidades cometidas e na capacidade de transmissão de informações. E assim engrossamos o contingente de operários dispostos a sobrepujar os desconfortos e obstáculos que nos são impostos.

Contamos com a vantagem de que já sabemos quem nos persegue e nos foi mostrado o caminho a trilhar.

Sigamos em frente.

Nesta eleição CASSI 2010 os oponentes mostraram as poderosas armas disponíveis a serviço dos seus desígnios.

Os números preliminares apurados demonstram a desigualdade da luta renhida:

Votantes Votaram % Votos Não votaram Total
Ativos 57.668 63,04 33.809 91.477
Aposentados 5.090 7,87 59.584 64.674
Total 62.758 40,19 93.393 156.151
• Posição em: 05.04.2010 às 17h30.

Esse demonstrativo somente confirma a existência dos covardes pontos que determinam as normas estipuladas para o exercício do voto nesta esdrúxula eleição.

Uma dessas normas nos deixa desfalcados da legião de pensionistas e dependentes proibidos de votar, muito embora paguem os mesmos tributos cobrados dos demais participantes. Acontece que o Estatuto nega-lhes inconstitucionalmente o direito universal do voto.

“O voto é exercício da capacidade eleitoral e corresponde, nas democracias, à participação do indivíduo no consenso do grupo.”

Aos pensionistas a CASSI deixou apenas os deveres, porque os direitos ela enterrou junto com o instituidor da pensão.

Noutra regra discriminatória o canal posto à disposição limita o alcance do eleitor aposentado ao uso da linha telefônica de um único e suspeito número 0800-729-0808. Este, raramente disponível nas primeiras tentativas, remete a uma verdadeira prova de paciência e bom humor para que se chegue ao término da ligação com êxito, além de deixar dúvida sobre a honestidade de avaliação dos votos computados por esse meio. Ele não admite contestação.

Tem, ainda, a poderosa máquina publicitária que em poucos dias atingiu a casa de cada um dos eleitores capazes, levando-lhes farta propaganda material e virtual. São panfletos e programas eleitorais editados em caríssimo material gráfico impresso à custa dos participantes da CASSI, indiscriminadamente, e dos associados da ANABB, tudo enaltecendo a chapa da situação sem, no entanto, editar uma linha sequer contemplando a concorrente. Afora os e-mails vindos de várias frentes também no mesmo sentido.

Some-se a facilidade posta a serviço do voto do pessoal da ativa - numericamente superior - sabidamente oprimido pelo patrão com a obrigatoriedade de destinar seu voto sob imposição e fiscalização dos superiores diretos. Esse segmento de eleitores vota pelo canal eletrônico do Banco, o SisBB, sob monitoramento corporativo o que, logicamente, remete ao cego cumprimento das ordens recebidas, pelo medo de represálias conhecidas de outros eventos representados pelas sinistras siglas PAA, PDV, etc.

Todo esse aparato eleitoreiro destina-se à manutenção no poder do grupo instalado por mais de dez anos na direção da CASSI. Esse mesmo grupo que encontrou uma Instituição forte e acreditada e que conseguiu transformá-la no caos administrativo hoje instalado. Há evidências de que os principais nomes da Chapa 1 são conhecidos do noticiário negativo que envolve a outrora respeitável CASSI. E hoje envolta em processos judiciais contendo no seu bojo descalabros comportamentais como desvios de verbas e feitura de obscuros contratos.

Caro Aposentado e Pensionista tenhamos fé em Deus e confiança nos homens de boa vontade, para que possamos chegar ao outro lado da ponte que construirmos com o trabalho das nossas mãos e mentes.

Por enquanto pouco é possível fazer, mas com um mínimo de esforço teremos enorme retorno, bastando votar certo.

E essa responsabilidade recai sobre os aposentados participantes da CASSI, aliados aos também esclarecidos integrantes da ativa. O que significa dizer:

NÃO votar na Chapa 1, da ANABB.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 06/04/2010.

89 comentários:

Anônimo disse...

Marcos e Colegas,

É vida dura ter que lidar com insensíveis - banco do brasil e Previ, mais anabb, afabbs e determinados sindicalistas.
Realmente teremos um trabalho longo, de perseverança até mesmo de estóica resistência aos despudorados pedidos de votos.
Tenhamos fé em nossa nova Associação. Vamos fazê-la crescer com cautela, sem perder o Norte, a honestidade de propósitos, a lisura nas atitudes, a prudência nos comentários e aconselhamentos.
As pessoas que se acham inatingíveis, por estarem em cargos de direção, obtidos muitas vezes iludindo indivíduos de boa-fé, terão seus dias de calvário, de penitência aqui mesmo na nossa Terra.
Vida, muita vida, para todos.
Abç
Anônimo

Anônimo disse...

E isso colega,e aqui na Terra mesmo e nao como alguns pensam que somente apos a morte serao castigados.
Eles nao temem,ja comentei aqui varias vezes.
Muita PAZ e MANSIDAO a todos.
Sandra

Rubem Tiné disse...

Estes números provam: Estamos ferrados! Pouco mais de 5.000 aposentados votaram, de um universo de mais de 64.000, votos suficientes para mudar e tentar melhorar, nossa decadente caixa de assistência. Apesar do temor de manipulações eleitoreiras e dificuldades para votar, digo meu ponto de vista: A culpa maior é nossa, pela omissão. Como podemos melhorar as coisas, se não participamos! E tudo continuará como dantes. Colegas aposentados depois não venham com choradeiras! Ainda há tempo, votem!

RAVACCI disse...

Continuo achando que nossa Associação deve orientar a colocação de pelo menos um colega em cada agência do BB para incentivar os aposentados/pensionistas a votar. Cada um tentando obter uma lista dos colegas vinculados às agências e correr atrás para alertá-los de seu direito de votar.

PLANO 1 disse...

Colegas,
Não percamos a grande oportunidade de assistirmos "ao vivo" e direto de Brasilia, pela internet (www.previ.com.br) a apresentação dos malandros "CARA DE PAU" da nossa PREVI, na apresentação marcada para amanhã, dia 07 de abril, as 19 horas, do fabuloso relatório do ano 2009.
Aceitarão perguntas por e-mail.

Marcos Cordeiro (André) disse...

A PREVI não leva a sério o CANAEL (ainda).
Reinaldo Batista Ribeiro, um dos aprovados para síndico, é integrante do nosso Cadastro.
Ou será um caso de homonímia?

Anônimo disse...

Marcos,

SERÁ POR QUE O PLANO ODONTOLÓGICO CASSI NÃO ESTA EM FASE OPERACIONAL?

Há algum tempo liguei para uma unidade da CASSI e perguntei por que o plano odontológico da CASSI, ainda, não estava funcionando. A pessoa que me atendeu disse que já estava pronto, inclusive, com profissionais credenciados. Ela mesma me disse que não sabia e não entendia por que o plano odontológico não estava em execução.
Ela não sabia.
Pelo andar da carruagem podemos entender o por que disso. Hoje a ANABB não tem mais nada a nos favorecer. As únicas atividades da Anabb que deram certo foram as ações judiciais que jã estão em fase de finalização e que deixa a ANABB sem opções de oferecer um serviço sequer a seus associados. Hoje, o que pode nos prejudicar é o Banco, a Previ e a CASSI. Pois em outras questões somente os sindicatos tem representavidade, segundo o parecer da própria Anabb. Ações contra o Banco, a Previ e a CASSI não podem ocorrer por força estatutária.
Então, quais os seviços que a ANABB pode nos oferecer? Nenhum além do plano odontológico OdontoAnabb (Odontoprevi), um plano que não cobre quase nada. Quem quiser uma cobertura mais ampla terá que desembolsar os mesmos valores de acordo com o mercvado. Se o plano odontológico da CASSI entrasse em atividade a ANABB vai ter que fechar as portas. Por isso que o plano Odontológico da CASSI, ainda, não saiu do papel, apesar de estar pronto para entrar na fase operacional.
Quem são os responsáveis por isso. A quem não interessa o plano Odontológico Cassi.
E, ainda, tem gente que acredita nessa Chapa 1, que esta por trás disso tudo. É uma pena que somente esse grupo tem os e-mails de todos os associados e, que somos bombardeados por mensagens diárias dessa gente que não tem compromisso com os associados, somente com eles mesmos.

CANAEL NELLES ? disse...

Os 2 novos síndicos para 2 imóveis da PREVI são:
O Diretor (dono) da "Adviser auditores independentes";(vide site)

O Vice-Presidente da AABB (Rio).Cuja Presidencia tá com o Odali e constam do CANAEL(vide sites).
Eta mundinho pequeno (sempre os mesmos...)

Anônimo disse...

Marcos e colegas,não vamos desistir de lutar, mas é muito triste e desanimador nossa situação. Me refiro à participação dos aposentados nas eleições da Cassi.
Mais adiante teremos as eleições na Previ, o que esperar então?
O que poderemos esperar da Previ, se atualmente aqueles que elegemos já nos desapontaram bastante?
Quanto ao plano odontológico, temos que impedir a promiscuidade do mesmo com a Anabb, que não tem nada a ver com o BB. O que precisamos hoje, ela nunca fez e nunca fará. Seus membros são reféns do BB, Previ e PT.

Anônimo disse...

A maioria dos nossos colegas aposentados estão agindo de acordo com as pessoas descritas nesse poema de um pastor luterano:

"Primeiro, os nazistas vieram buscar os comunistas, mas, como eu não era comunista, eu me calei. Depois, vieram buscar os judeus, mas, como eu não era judeu, eu não protestei. Então, vieram buscar os sindicalistas, mas, como eu não era sindicalista, eu me calei. Então, eles vieram buscar os católicos e, como eu era protestante, eu me calei. Então, quando vieram me buscar... Já não restava ninguém para protestar."
Martin Niemoller
Pelos números ainda somos maioria e poderíamos definir qualquer eleição a nosso favor, mas estamos alienados, acomodados,esperando que as coisas acontençam como num milagre.

ACORDEM COLEGAS. DEPOIS NÃO ADIANTA CHORAR. ESSA É A HORA. NÃO PERCARMOS ESSA CHANCE DE VIRAR O JOGO A NOSSO FAVOR.

mauro disse...

Conforme comentário 6 abril, 12:39, amanhã, 7/4, às 19 horas, haverá apresentação dos resultados da PREVI em Brasília, com transmissão pela Internet. Pretendo mandar duas perguntinhas por email, mas como tenho certeza que não serão selecionadas, deixo como sugestão a alguem que lá compareça e queira fazê-las se houver debate com os assistentes.
-é de conhecimento da Diretoria
se há outros fundos de pensão
cujo patrocinador esteja que-
rendo se apropriar de parte de
seu superavit e, se positivo,
quais seriam
-considerando que outros fundos
de pensão(VALIA e FUNCEF, por
exemplo), fizeram distribuição
de superavit em 2008, antes da
edição da Resolução 26, porque
a PREVI não quis fazer o mesmo.

Anônimo disse...

Colegas,nao sei se acontece com os outros aposentados mas no meu caso tenho uma amiga aposentada que toda vez que toco no assunto eleiçao,votaçao....ela muda de assunto dando como perdidos nossos direitos.E totalmente alienada e nao quer saber de nada,ja falei do Marcos,do nosso wwwpreviplano1,da nossa AAPPREVI, ela desconversa e ate da desculpa que tem que desligar o telefone.
E lamentavel.
Favor publicar.

Anônimo disse...

Prezado guerreiro MARCOS ANDRÉ.
Sem querer ser chato, mas, com todo respeito, a título de colaboração ......................

CANÇÃO DO TAMOIO
autor - GONÇALVES DIAS

Não chores, meu filho:
Não chores que a vida
É luta renhida :
Viver é lutar .
A vida é combate
Que os fracos abate,
Que os fortes, os bravos
Só podem exaltar.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Pensador.info
home > autores > José de Alencar
autores | biografias | tags | populares | recentes | temas
A vida é luta renhida,
que aos fracos abate,
e aos fortes,
só faz exaltar.

José de Alencar

A falta de tempo me leva a confiar em fontes inseguras. Eis um exemplo aí acima.

Por sorte meus colaboradores têm mais tempo para indicar meus erros.
A eles sou grato e prometo mais cautela ao fazer citações alheias. Por isso prefiro as minhas.

Anônimo disse...

Boleto com o valor referente a mensalidade de abril já está pago.
Maria do Carmo Campos Freitas
19.809.980-0
P.S.: documentação referente a ação da cesta alimentação já foi encaminhada segunda- feira, 5 de abril.

Resposta Óbvia disse...

Colega Mauro,
As respostas serão estas:

"Esta Diretoria não tem conhecimento, nem se preocupa com o que se passa com OUTROS FUNDOS DE PENSÕES..."(AÍ VEM A MÁXIMA: estamos imbuídos somente com a nossa PREVI e com seus participantes e....tralalá...tralalá.."
(Anônimo psicografado de Sérgio Rosa).
Lembrem-se: VOTEM EM NOSSA GENTE !

Marcos Cordeiro (André) disse...

Se confirmado, isso explica muita coisa:

07/04 - Sérgio Rosa cotado para ser o tesoureiro da campanha do PT:

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/diretora-da-tv-brasil-reforca-equipe-de-comunicacao-de-dilma/

Lázara Rabelo disse...

Caro Marcos,

Hoje enviei aos colegas de minha lista de contato, o texto postado em Notícias Relevantes-07/04-Eleições CASSI- Verdades Impressionantes. Espero que os destinatários fiquem sensibilizados e votem na chapa 3.
Participei de um evento recente onde estavam uns 40 colegas, na maioria aposentados.Lá estava também o Sr. Maia, presidente da AFAGO-Associação de Aposentados de Goiás, pedindo votos para a chapa 3, distribuindo caros folders com as fotos conhecidas neles estampadas.
Nas conversas paralelas, percebi que há um setimento entre os aposentados de serem privilegiados(como uma frase dita por um presidente da república cola no cérebro das pessoas), usando como referência os colegas pos-98, outra observação: querem viver como avestruzes, sem saber do que acontece a sua volta, talves isto explique um pouco a apatia reinante entre os aposentados.
Pelo quedro de votantes de hoje, no site da CASSI, tem muito aposentado que ainda não votou. Vamos votar pessoal!!!

Abraços,

Lázara Rabelo

Marcos Cordeiro (André) disse...

ELEIÇÕES CASSI - Números de hoje:

Votantes Votaram % Votos Não votaram Total
Ativos 67.178 73,43 24.299 91.477
Aposentados 8.314 12,85 56.360 64.674
Total 75.492 48,34 80.659 156.151


* Posição em: 07.04.2010 às 09h30.

Anônimo disse...

Colega Chico,gostei.Eu tambem prometo so olhar e nao sacar a minha parte do superavit conforme voce comentou no outro blog.
Como eu sei que ela nao vai publicar la.........
Favor publicar.

Anônimo disse...

Marcos,
Muito triste a passividade dos aposentados. Até parece que se aposentaram para a vida. Assim deixaremos, novamente, os inescrupulosos governarem.
Abç
Anônimo

Anônimo disse...

AMIGO MARCOS, HOJE EU TIVE UMA TRISTE NOTICIA. NO SITE DOS " veteranosdobb.com.br" AQUELES COLEGAS CONVIDA, SUGERE,INDICA ABERTAMENTE AOS COLEGAS VOTAREM NA CHAPA 1 DA CASSI. COMO DIZ AQUELE COMENTARISTA "É UMA VERGONHA"

Anônimo disse...

Muitos de nós - quando na ativa - erramos, pois assinávamos ou votávamos a pedido de "A" a mando de "B", ou com alegações que não tinhamos tempo de refletir sobre o que estava à nosso frente. Não raro, dizia-se que assunto de Previ era coisa de aposentado. Hoje, estamos bebendo oveneno que ajudamos a preparar. Vamos continuar errando agora aposentados? Acordemos agora enquanto há um pouquinho de tempo, pois depois do caso consumado, já era.
Mas, só uma pergunta: será que todos aqueles ativos que já votaram, foi na Chapa 1(um). Caso positivo, estamos realmente em desvantagem. Mas não vamos esmorecer! Avante colegas aposentados e pensionistas! Quando nascemos - AAPPREVI - imaginávamos as dificuldades e trairagens que iriamos encontrar, portanto, nada de adversidades nos surpreende.
Arriba, colegas, vamos à luta a qual nos propusemos.

Anônimo disse...

Colegas,

Havia comentado outro dia, que seria difícil derrubar esta corja. Dentro do Banco todo mundo vota e o seu Valmir tem as portas abertas para contar mentiras. Já a turma dos aposentados, infelizmente, é difícil mobilizar.

Anônimo disse...

Marcos,

é dureza ,acabei de ver a apesentação do Superavit pela internet, dureza , ter na diretoria uma cara tipo o tal alexandre, que uma hr é a favor e outra muito pelo contrario, vamos dividir, mais isso nào quer dizer muito, pq vai dar uma miséria pra cada um.
isso é dureza, bem por isso enviei hj pelo correio os meus doctos para entrar com a ação do renda certa.

sergioinocencio

Marcos Cordeiro (André) disse...

Eleições CASSI 2010:

Votantes Votaram % Votos Não votaram Total
Ativos 70.282 76,83 21.195 91.477
Aposentados 9.748 15,07 54.926 64.674
Total 80.030 51,25 76.121 156.151


* Posição em: 07.04.2010 às 18h00.

Anônimo disse...

Na apresentação dos resultados 2009, ontem, em Brasilia (DF), a pressão foi grande para a distribuição de (até) 50% do superavit (ALGO COMO r$ 10 BILHÕES DE REAIS !), deixando a outra parte de 50% para que a Resolução 26 (sob judice), julgue se pertence ao BB ou não!.
SUGIRO
a)-distribuir para as pensionistas e para assistidos que AINDA NÃO RECEBERAM NADA DE BENEFICIOS ESPECIAIS (afora a suspensão das contribuições).

b)-Renda Certa para todos que contribuiram além da 360º contribuição(+30 anos)pagando em 24 meses, incluido-se a cota-patronal

Anônimo disse...

Colega Sergio Inocencio,
Se o tal "Alexandre" considera que 50% da Reserva Especial ( R$ 12,5 bilhões) caso seja distribuida igualitariamente para os 121.220( situação em dezembro de 2009), perfazendo R$ 103.000,00 para cada um (aposentado, pensionista e ativo), é uma miséria, porque não distribuem logo?
Certamente, essa miséria resolveria a situação de muitos colegas, aos quais me incluo.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Quem quiser engolir sapos vote na chapa 1.

Anônimo disse...

Uma viagenzinha aqui, uma leitura de relatório ali, falta pouco tempo prá Cecília sair. Que bom!!!

Jane Torres de Melo disse...

A luta é renhida !!!!

Ontem, em Brasília, o Francisco Alexandre disse que não temos 3 anos de superávit. Frisou que em 2008 houve déficit.
Como ficamos na nossa reivindicação de cumprimento de melhorias nos nossos benefícios?
Comentários sobre a palestra de ontem:
Estou em dúvida se o Sérgio Rosa é Presidente da Previ ou do Banco do Brasil? Ou melhor, ele é o futuro Tesoureiro. Preocupante !!!
Ele cometeu vários atos falhos ao se dirigir aos nossos colegas. Várias vezes ele comentou da negociação que se ela não ocorrer não vai ser bom "nem PARA VOCES mas logo corrigiu nem PARA NÓS, nem para o BB". "Voces vão ter que buscar o dinheiro de volta". Presidente, o patrimônio é nosso e só está sendo administrado pelo senhor e sua comitiva até o senhor tomar posse no seu novo cargo de tesoureiro. Depois, no governo, quem sabe, uma Vale, não é mesmo?
Achei o tom um pouco agressivo do Sasseron quando disse para uma colega "CONVENÇA o Banco pois ele tem que aceitar". Diz que é contra a partilha mas não toma nenhuma atitude. Não sei o que estão esperando. Ah, sei sim, estão esperando a Justiça.
Então, vamos à ela pois só através da Justiça conseguiremos ter nossos direitos respeitados.
É hora de união !!!
Jane

Anônimo disse...

Colega Jane,
Nossa!!! é um absurdo! tudo isso...que está acontecendo, parece um filme de horrores, os aposentados e pensionistas estão sendo vergonhosamente lesados e ainda estão todos contra nós...infames!!! essa corja que aí está na direção da Previ... XÔ...SAIAM DE RETRO SATANÁS.

Anônimo disse...

ANABB X PT

Muitos colegas associam a ANABB ao PT o que é um equivoco. O Valmir é filiado ao PPS -forte oposição ao PT, onde concorreu a deputado. A ANABB também é contra a maioria da diretoria da PREVI e declaradamente contra o Sergio Rosa. Conclusão: estamos numa sinuca.
Roberto Varella

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros Colegas.

Hoje se desenrola mais um ato da farsa encenada pela companhia itinerante do Sérgio Rosa e seus atores burlescos. Desta feita será
aqui em Curitiba, no teatro da AABB com início às 17h.
Vamos todos. Convite á mão e pergunta na ponta da língua.
Minha mulher e filho temem que eu saia de lá direto para o xilindró.
Caso aconteça não me mandem cigarros, pois não fumo. Aceito palavras cruzadas.

Anônimo disse...

Marcos e colegas Curitibanos,


Ide com calma à reunião, pois as cobras são poderosas. com veneno acima do esperado.
Ontem , se bem me recordo, o Sr presidente da Previ, fez ameaça direta, dizendo que se os pagamentos e as reservas estão em dia, não temos que reclamar, nossos direitos tem fim nisto, e pronto.
Não tem segundo ele obrigações além disso. Portanto o superavit é relativo em sua distribuição aos participantes do plano1.
A verdade é uma só, precisarão do dinheiro para a belo monte, vale, obras do pac etc... Ou melhor para os lucros do bb e das obras desse governo, que se diz a favor do povo.
Mentira.
Abç
Anônimo

Anônimo disse...

Colegas,
O local caiu como uma "luva" para a apresentação: um Teatro.
Mais uma agora: esse "cara" vem dizer que em 2008 houve deficit. A caravana apresentou o que no ano passado? Se houve deficit de onde saiu a contabilização do BB, em 2009 ? Lembram-se do fato relevante comunicando à CVM a contabilização de quase R$ 6 bilhões? Se tivesse havido deficit a contabilização seria "perdas atuariais" e não "ganhos atuariais". Não haveria pagamento de PLRs, distribuição de dividendos, etc.
Esse Francisco Alexandre não entende de nada.
Sugiro que façam as perguntas acima a ele.
Não deixem as luzes da ribalta se apagarem. Perguntem antes, por favor.
Esss apresentações já estão parecendo comedias italianas, recheadas de polichinelos.

Anônimo disse...

Caro Marcos.

Essa de ir para o xilindró está mais para os dirigentes da Previ, pelo não cumprimento da legislação em vigor. A Justiça há de prevalecer. Abaixo a resolução 26. Distribuição do SUPERAVIT já. O resto é pura enrolação.

Anônimo disse...

Colega Marcos,
Não se preocupe. Voce não sairá direto para o "xilindró". Antes voce tem que passar pelo IML para fazer o exame de Corpo de delito.
Brincadeiras à parte, colega Marcos, fiz algumas considerações agora há pouco, houve uma queda de energia aqui na minha casa, e não sei se consegui postar. Vou aguardar para ver se o comentário foi registrado e, caso contrário, vou tornar a faze-lo. Refere-se às considerações do Francisco Alexandre.
Confiamos plenamente em você, colega. Boa sorte e que Deus o ilumine.

Anônimo disse...

Colegas de Curitiba (PR):
Ao participarem, hoje, no teatro da AABB, a partir das 17 horas, com a "Comitiva Itinerante de Sergio Rosa", da nossa PREVI, após ouvirem a longa explanação do bom relatório 2009, que ninguém contesta, pois é bom mesmo !, Por favor: alguém diga do alto e bom som a esta Diretoria, que o Plano 1 está orfão, que os aposentados e pensionistas estão minguando e pedintes de melhoria dos nossos benefícios e que, por favor, que esta Diretoria em final de mandato, NEGOCIE COM A PATROCINADORA (bb) PELOS MENOS 50% DO NOSSO SUPERAVIT (algo superior a DEZ BILHÕES DE REAIS !)E QUE COMECEM A DISTRIBUIR LOGO, INICIANDO-SE PELAS PENSIONISTAS E SEGUINDO PELOS ASSISTIDOS (aposentados) DO PLANO 1 QUE AINDA NÃO RECEBERAM NADA DO SUPERAVIT !
Por favor, alguem diga isso.

Que neste primeiro momento,"esqueçam-se" dos 13.495 colegas que já receberam o Beneficio Renda Certa (verba P-371); que "olvidem-se" dos 22.511 colegas que estão recebendo seus beneficios especiais de"Remuneração", na verba P-???); e também daqueles 21.605 colegas que estão recebendo sua Verba P-390, como Beneficio Especial de Proporcionalidade, e POR FAVOR, PREOCUPEM-SE EM PAGAR LOGO ALGUM BENEFICIO ESPECIAL PARA AS 18.911 PENSIONISTAS E PARA OS MAIS DE DEZ MIL APOSENTADOS QUE NADA (nadinha)DE BENEFICIOS ESPECIAIS GANHARAM, por conta de 50% do superavit.
Obrigado Colegas.Sob pressão ganharemos algo.
(ainda anônimo)

Anônimo disse...

Mensagem de 08/04/2010 das 08:54.


O Valmir escreve críticas mas não toma nenhuma atitude e nem uma providência. É totalmente omisso, serm ação, e se comporta como político. Finge que é contra, mas nos bastidores nós sabemos como as coisas são. Tudo jogo de cena.
Quem quiser acreditar em Papai Noel que acredite.

Lázara Rabelo disse...

Colega Marcos,

Vá com calma e serenidade a esta apresentação. Mesmo sabendo que eles não são dignos dos cargos que ocupam, acredito que ainda veremos eles serem julgados por todos os males que nos têm infligido, de uma forma ou de outra. Tudo tem limite, e eles estão debochando de nós.
Para refrescar a memória do Sr. Francisco Alexandre, copio aqui parte do texto que recebi no início de 2009, sobre o Fato Relevante que deu apoio ao Banco, para contabilizar os 50%, em 31.12.08:> Desde 2005, o Banco reconhece ganhos e juros atuariais do Plano 1 ao
> valor das contribuições futuras sob sua responsabilidade. Segundo a CVM
> 371 e segundo os cálculos atuariais feitos por consultoria contratada,
> em 31.12.08 o Banco poderia ter reconhecido um ativo de R$ 14.084.340
> mil (valores de 2005 a 2008).
> >
> > Em relação às ações judiciais, sua alegação é que as decisões são de
> primeira instância e nenhuma delas entra no mérito da questão e sim
> suspende os efeitos até que o julgamento da ação seja finalizado. O
> Banco defende que é legal a devolução ao patrocinador dos recursos
> provenientes do superávit e que a LC 109 aborda a revisão do plano e
> não revisão do benefício.
> >
> > Os atuários externos calcularam que os valores a serem reconhecidos
> pelo Banco totalizariam R$ 14.334.596 mil, onde o Banco teria 6 anos
> para reconhecer este valor. Desses recursos, o Banco calculou os 50%,
> chegando ao valor de R$ 7.793.671 mil deduzindo os valores do ativo
> atuarial que já tinha sido registrado anteriormente ( - R$ 2.381.303
> mil) totalizando R$ 5.412.368 mil, valor já contabilizado e que
> impactará positivamente o resultado do Banco.

Neste texto não consta os valores contabilizados em 2009.

Abraços e Boa Sorte!!!

Lázara Rabelo

Anônimo disse...

Marcos,
sugiro levar um gravador, gravar tudo o que eles falarem.
Sabe aquela estória " tudo que você falar, poderá ser usado contra você. "
Boa sorte !
Cláudio-Piracicaba-SP

José Aristophanes disse...

Prezados bloguistas.
Duas notícias, aparentemente sem conexão, servem para ilustrar, com um mínimo de avaliação crítica, a distância astronômica em que nós, participantes da Previ-Plano1, nos encontramos da realidade.
Na primeira, o site da Cassi, na apuração até 7 do corrente, informa que, de um total de 64.674 aposentados, potenciais votantes, somente votaram 9.748, ou 15,07%. Em contra partida, dos 91.744 potenciais votantes da ativa, já votaram 70.282, ou 76,83%! A outra noticia, na bem informada Folha de São Paulo, de hoje, diz no seu título que o GOVERNO TENTA SALVAR DISPUTA EM BELO MONTE. (Só para esclarecer, Belo Monte é o projeto, no rio Xingú, da terceira maior hidrelétrica do mundo, com investimento da ordem de R$19 bilhões!) Pois bem, com a desistência, para concorrer no leilão, do poderoso consórcio Odebrecht-Camargo Corrêa, remanesce o consórcio Andrade Gutierrez-Neoenergia(Iberdrola/Previ/Banco do Brasil).
Moral da história: Enquanto, de um lado, constatamos o acachapante desinteresse participativo de milhares de aposentados, nos destinos de uma importante entidade, que cuida de nossa saúde, do outro, o GOVERNO mostra sua força, na arregimentação de recursos e parceiros para seus projetos bilionários, nos quais a Preví pode ser investidor decisivo, mas sobre eles, sequer, dá a mínima noticia aos seus alienados participantes, verdadeiros donos(legais) do fundo de pensão!!!
É para refletir e compreender a arrogância e premiação dos sergiorosas da vida.
Atenciosamente, José Aristophanes Pereira.

Anônimo disse...

Colegas,

Parabéns José Aristophanes Pereira.
Abç
Anônimo

Anônimo disse...

Colegas,

Não adianta tentar enquadrar o Valmir a favor ou contra A ou B. O Valmir é a favor dele. Se tiver que se aliar com o diabo para se manter no poder, não perderá tempo em selar a aliança.

Abraços!

Marcos Cordeiro (André) disse...

INFORMAÇÕES OPORTUNAS

A PREVI não reconhece oficialmente nenhuma associação, segundo informações da FAABB (Federação das Associações de Aposentados do Banco do Brasil) e da própria PREVI. A AAPPREVI tem personalidade jurídica oficiialmente reconhecida (toda a documentação pertinente está disponibilizada no site www.aaprevi.com.br em formato PDF passível de impressão - Estatuto, CNPJ, etc.).
As ações judiciais contarão com espaço próprio no Site, onde os participantes acessarão seus dados mediante o uso de senha, para acompanhamento do andamento dos seus processos, inclusive com publicação da Petição Inicial. Ainda não temos nenhuma Ação ajuizada.
Vale salientar que a AAPPREVI está completando dois meses de fundação no próximo dia 10/04 e seus fundamentos vem sofrendo aprimoramentos constantes. Oportuno também informar que as duas primeiras mensalidades estão sendo cobradas agora, em abril.
Todas as informações de interesse dos associados são divulgadas diariamente no Site da AAPPREVI (www.aapprevi.com.br) e no Blog www.previplano1.com.br. Este último comportando comentários e respostas, quando pertinentes. Há, ainda, o espaço Opinião do Associado com igual característica, montado no Site.
Além do mais, o associado conta com toda a Diretoria para atendê-lo através dos e-mails:
presidencia@aapprevi.com.br
tesouraria@aapprevi.com.br
jurídico@aapprevi.com.br
vicepresidencia@aapprevi.com.br
previdencia@aapprevi.com.br
ivan.confi@aapprevi.com.br
E outros também constantes no Site da Asssociação.
Por último, encarecemos aos visitantes ainda não inteiramente informados a respeito da AAPPREVI buscar as informações desejadas diretamente nos setores competentes.

Saudações
Marcos Cordeiro de Andrade
AAPPREVI

Anônimo disse...

Caros colegas frequentadores deste blog,pelo que se viu ontem em Brásilia, não sei o que será de nós!
Agora deu para entender como funciona a gestão compartilhada.Significa que os eleitos da Previ, apenas seguem o bonde e quem guia o bonde é o BB com seu testa de ferro, Sérgio Rosa.Os eleitos se comportam como vaca de presépio, estão ali para enfeitar.Só pensam no seu soldo ao final do mês.
Nenhum tem coragem de enfrentar o Posudo Chefão.
Imaginem srs. que ainda foram aplaudidos?
Disseram que o objetivo principal do plano está sendo cumprido, que é o pagamento em dia dos benefícios para nossa subsistência.Que nós não temos nada que reclamar, pois é melhor ter superávit do que déficit.
O sr. Francisco Alexandre ainda disse que se quizermos receber superávit, temos que dividi-lo com o banco.Que não houve superávit consecutivo por tres anos e que está saindo com a cabeça tranquila.
É muita maldade!!!

Marcos Cordeiro (André) disse...

Eleições CASSI, resultados de hoje:

Votantes Votaram % Votos Não votaram Total
Ativos 72.878 79,66 18.599 91.477
Aposentados 11.701 18,09 52.973 64.674
Total 84.579 54,16 71.572 156.151


* Posição em: 08.04.2010 às 17h30.

Anônimo disse...

Colegas,

NÃO CONSIGO VOTAR PARA AS ELEIÇÕES DA CASSI, DESDE DE 4ª FEIRA,TENTO LIGAR PARA A CASSI NO 08007290808 E DEPOIS DA GRAVAÇÃO É SEMPRE "TENTE MAIS TARDE",ALGUÉM SABE COMO POSSO FAZER PARA VOTAR ?

Mario Jorge disse...

Ness quinta-feira 08.04, às 15.21 hs, o senador Mario Couto chamou o NOSSO colega e ex-ministro Pimentel de MENTIROSO DESCARADO.
E por falar no Pimentel será que algum bancário ou parente aposentado ou não vai ter coragem de dar um voto a ele para senador?

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colegas APOSENTADOS.

Hoje é o ÚLTIMO DIA da eleição CASSI.

VOTE pelo 0800-729-0808.

Nossa saúde agradece.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colega anônimo 07:06.

Se o seu aparelho fixo tem a tecla "redial" fique insistindo seguidamente logo após o recado "tente mais tarde" (assim que der linha). Desse modo antes da quarta tentativa você conseguirá.
É um exercício de paciência e faz parte do jogo (deles).

Anônimo disse...

Nao quero ser do contra, mas vi o telefone aqui no blog, peguei meu aparelho disquei e votei. Nao tive nenhuna dificuldade. Aposentados vamos correr atrás...

Anônimo disse...

Marcos,
Como foi a reunião em Curitiba?
Abç
Anônimo

Ravacci disse...

Como o Marcos não dá notícia estou achando que ele foi mesmo para o tal do xilindró. Se alguém souber o endereço, por favor me diga para mandar as palavras cruzadas.

Anônimo disse...

PARTE I

Hoje ainda vejo críticas a era FHC e o Banco do Brasil. Sou apolítico e voto em candidato que julgo merecer meu voto, coisa difícil. Não esta fácil escolher candidato, pois, os partidos só apresentam pessoas que hoje são rotulados de "ficha suja", por merecimento e por índole.
Faço um exercício de comparação simplista e fria entre a era FHC e a era LULA em relação ao Banco do Brasil.
Na era FHC a intenção era privatizar o Banco do Brasil, fato que nunca aprovei. Mas vamos em frente. Todos nós sabíamos dessa intenção e por isso praticaram atitudes e ações que nos desagradaram e nos prejudicaram em muito, como exemplo a falta de reajuste salarial por muito tempo, redução do VP para os novos integrantes do BB e outras coisas mais. Tentaram alteração na Previ para retardar nossa aposentadoria, e não conseguiram. Foi um governo péssimo para nós, todos sabemos, mas para quem tinha um objetivo de privatizar o Banco as ações, tomadas na visão deles, eram corretas para conseguir privatizar o Banco. Tudo foi realizado,penso eu, dentro de uma mínima observância das leis, pois, aquelas que estavam ilegais nós derrubamos todas na justiça, e as determinações da justiça foram respeitadas, e por causa disso não aconteceu a privatização, graças a Deus. O que nós não conseguimos revertar na justiça esta ai e ninguém mais tentou mudá-las. Mas temos que observar que a tentativa de privatizar o Banco era algo difícil e eles buscaram isso, até certo ponto, tentando tirar de nós aquilo qua a legislação permitia. Pode ter sido imoral, mas aparentemente foi legal. Tanto é que as medidas que estão ai não foram alteradas. Fica a pergunta: se alguém quizer privatizar o Banco qual a política e as atitudes que teriam que ser tomadas para alcançar esse objetivo. Será que essas atitudes você tomaria para privatizar o Banco, indo inclusive contra a sociedade, ou tomaria atitudes diferentes para conseguir atingir o objetivo da privatização.
E agora com relação ao governo LULA.
Tudo que foi conseguido pelo governo FHC esse atual governo não alterou nada, e, pior ainda, nunca teve interesse em modificar nada e com respaldo dos sindicatos. Ganhou as eleições em cima do mote que em seu governo o Banco não seria privatizado. O Banco não foi privatizado, mas foi bastante usado.

Anônimo disse...

PARTE II


O FHC nunca colocou o Banco em situação de risco e agora além do Banco "massacrar" seus funcionários, esta usando o Banco para finalidades escusas. Como a denúncia apresentado pelo conselheiro fiscal da Previ. Fraude em balanço, mão-de-obra contratada, de preferencia de membros ligados a sindicatos e ao PT. A compra do Banco Votorantim, sem participar da administração. Os Ermírios de Moarais detém 51% do capital votante. Valor pelo qual o Bradesco recusou a oferta da família Ermírio de Morais, além de não ter ingerência nos destinos da instituição. Lucro fictício com a incorporação de ativos da Previ. Atitude talvez para cobrir o prejuízo que o Banco deveria apresentar ou lucro irrisório, não acompanhando a perfomance dos bancos particulares e dizer que o Banco não sofreu com o tsunami (crise) mudial. O governo LULA joga sujo, não respeita lei e, ainda, por cima, conta com a servilidade dos sindicalistas que hoje tomaram conta da Previ, Cassi, Anabb, associações de funcionários aposentados, etc. Vejam o direcionamento da Renda Certa. Além de devolver o valor da contribuição do associado incluiu o valor do que foi recolhido pelo patrocinador, como diz a Previ, o que foi vertido para o Plano. Adivinhem quem foram os que mais levaram vantagem? LULA e seus asseclas se julgam acima da Lei, como temos visto em várias declarações do próprio e dos seus servidores dentro da Previ. A intransigência dessa turma é irritante e, principalmente, o descaso que demosntram para com o aposentado e pensionista.
Cada governante usa uma metodologia e segue os princípios cultivados ao longo da vida. Voce tem idéia de quais os princípios que norteam os projetos do LULA. Para quem cultiva amizade com Fidel Castrto, Hugo Chavez, Evo Morales, o presidente do Irã, etc, não fica difícil deduzir.
Faço uma pergunta: se o LULA tentasse privatizar o Banco será que ele conseguiria ou não? Será que ele usaria de qualquer meio para conseguir seu objetivo. Será que o LULA seria capaz de usar qualquer meio para conseguir realizar esse projeto, atropelando tudo e todos. Saimos do espeto e caimos na brasa. Infelizmente.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros Colegas.

Guardem as palavras cruzadas. Ainda não chegou a hora de precisar delas fora de minha casa.
Cientificado à última hora de que a mesa estaria composta somente pela "arraia miúda", achei por bem poupar minha família da agonia da espera e a mim de jogar palavras ao vento.
Também, encarar um frio de 12 graus para ouvir as baboseiras de sempre sem encontrar incentivo para buscar respostas, fiquei.
Não fui! E pelo que sei foi uma atitude sensata. Nada perdi. Nada perdemos.
Porque nada mudou, infelizmente.

Anônimo disse...

O Colega Aristophanes está coberto de razão.
A Cecilia já veiculou em seu blog a noticia sobre a construção da Usina Belo Monte. É o Governo dos PeTralhas fazendo cortesia com o chapeu dos outros. Já não basta Mensalão, sanguessugas, dossies fajutos, Bancoop. Agora mais essa!

Anônimo disse...

Lamento muito o resultado da votaçao para a Cassi.A nossa DESUNIAO e o trunfo, a carta na manga deles.E pensar fazer um panelaço na porta da Previ.Que ilusao a minha.
Bem, eu fiz a minha parte e os colegas que nao votaram nao reclamem
quando nao mais tiverem a Cassi,pois e para isso que estamos caminhando.
Favor publicar.

Ivan Rezende disse...

Sempre participei destas reuniões demonstrativas da Previ. Acabei de receber, via email, o convite para participar da reunião, aqui em Goiânia, às 08:30 hs do dia 14.04, na sala de reunião da Super-GO. Contudo, o filme está repetitivo e o elenco principal só vai ao Rio, SP, Floripa e outras poucas. Daí em diante, somente os figurantes, já com o roteiro pronto. Marcos, voce fez muito bem em não ir. Também não vou, ainda mais que tem este Francisco Alexandre (Diretor de Administração da Previ, bancário desde 1978) dizendo que não existe superávit a distribuir, pois 2008 houve prejuízo só que ele não sabe responder o que se vai fazer com estes 45 bilhões. Não vou! Estou com medo deste ALEXANDRE. Vai que ele quer matar os velhinhos...de raiva e de decepção!

airton disse...

...noticia de última hora, hoje 9/04/10 consegui mais 5 votos para chapa 3, por outro lado a noticia triste é que os colegas da ativa estão todos votando na chapa 1.; Seja o que DEUS quizer.

Anônimo disse...

SENSACIONAL E OPORTUNAS AS DENUNCIAS DO "CHICÃO" - Conselho Fiscal da Previ- ao TCU e ao Michel Temer.
Leiam neste site, em "noticias relevantes" como esta Diretoria do BB está agindo....(uma vergonha...)

Anônimo disse...

e está escrito no post...."fundo de pensão do Banco do Brasil" é Marcos parece que ninguem acredita que a Previ é nossa, ninguem diz fundo de pensão dos
ex-funcionários e pensionistas do Banco do Brasil.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Resposta da PREVI, de hoje (09/04 - 16:23):

Senhor Marcos,

Informamos que sua sugestão foi registrada na presente data.

Permanecemos à disposição para outros esclarecimentos.

MARCELLO MOURA BERNARDO GONCALVES
Gerência de Atendimento
PREVI

----------------------------------------------------------------------------------------------

Data: 29/03/2010 19:38:26
Assunto: Outros Assuntos - Voto pela Internet
Tipo: Sugestão

Mensagem:
Prezados Senhores.

Há muito se fala que aposentado não vota, que é alienado, que não se interessa em promover mudanças, etc. Porém as dificuldades interpostas ao exercício do seu voto não são lembradas. Ao pessoal da ativa é disponibilizado o canal de comunicação interna do Banco (SisBB) para esse fim. Por que não se permitir aos inativos a opção através da Internet, também? Hoje quase todo mundo tem um PC em casa e o uso do 0800 por vezes irrita pelo congestionamento da linha. Quando não se consegue completar a ligação na primeira tentativa dificilmente há paciência para insistir em incursões seguidas, o que leva à desistência. E aí, adeus voto do aposentado. Já o pessoal da ativa é quase que obrigado a votar, por isso seus votos são sempre bem aproveitados. De se estranhar o fato de que o número do 0800 é disponibilizado através do Site da Previ. E quem não tem computador como toma conhecimento desse número? Além do mais é uma seqüência longa, que precisa ser anotada, enquanto que a senha do auto-atendimento está gravada na memória de todos, por conter apenas seis dígitos e pela constância do uso.
Que tal a PREVI promover essa mudança?



Matrícula: 6808340
Nome: MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE
DDD-TEL: 41 Telefone: 32353340
E-mail: marcosmca@yahoo.com.br

Ivan Rezende disse...

Renda Certa- Consulta à Previ-08.04
Quando do pagamento da Renda Certa, em 2007, ocorreram alguns valores superiores a R$500 mil reais e outros acima de um milhão de reais. Como a alteração do regimento da Previ previa a devolução das contribuições que excedessem as 360 e considerando que o plano1 iniciou em 14.04.1967, com contribuições até 31.12.2006, há um questionamento de como se chegou a valores tão expressivos, pois se considerarmos que o plano tem 40 anos (480 contribuições) acrescidos de 40 parcelas do 13° salário, teriamos 520 contribuições e as devoluções seriam equivalantes a 160 contribuições, impossíveis de atingir aqueles valores expressivos.
Gostaria de receber esclarecimentos a respeito.

RESPOSTA DA PREVI-09.04.2010

Esclarecemos que o participante quer tenha efetuado mais de 360 contribuições na ativa tem direito ao Beneficio Especial de Renda Certa, que será pago em até 24 parcelas mensais. Para cálculo do Benefício, serão consideradas as contribuições pessoais e patronais excedentes às 360ª, entre 4.3.1980 e a data da aposentadoria ou 31.12.2006, se a aposentadoria for posterior.
Marcello Moura Bernardo Gonçalves
Gerência de Atendimento.

-Infelizmente a nossa dúvida permanece: como se chegou a valor superior a um milhão de reais?

Marcos Cordeiro (André) disse...

Até parece que o comentário acima foi feito hoje, e não antes do início da votação.
Por que a PREVI deixou para respondê-lo ao apagar das luzes da Eleição CASSI 2010?

Marcos Cordeiro (André) disse...

ELEIÇÕES CASSI 2010 - boletim das 15:30

Votantes Votaram % Votos Não votaram Total
Ativos 74.849 81,82 16.628 91.477
Aposentados 15.056 23,27 49.618 64.674
Total 89.905 57,57 66.246 156.151


* Posição em: 09.04.2010 às 15h30.

Rubem Tiné disse...

Anônimo parte I e parte II, foi tendencioso quanto as comparações dos governos FHC e Lula na gestão da Previ. Esqueceu de relatar o fatídico diretor Mário Sérgio, famoso pela frase: "Chegamos ao limite da irresponsabilidade", comentando as privatizações das Teles. Até hoje a Previ briga na justiça com o honestissímo Daniel Dantas. Sem falar na gestão do BB: PDVs, contratação irregular de terceirizados, fechamento de agências, contenção do crédito, prejuízos fictícios registrado em balanço e arrocho salarial, tudo para desacreditar o banco e privatiza-lo. Neste governo de Lula, pelo menos, pela primeira vez, a Previ registrou superávits e os pós-97 os mais prejudicados pela reforma da PREVI (isto também o anônimo não relatou), tiveram alguns benefícios adicionais, como a redução da famigerada parcela previ. Portanto, Lula continua ganhando, gostem ou não dele, é só fazer uma comparação isenta. Porém, não há como deixar de destacar, que bem que ele podia modificar o regulamento, sobretudo quanto ao voto de minerva e a não edição da imoral resolução 26. Quanto ao investimento em hidroelétricas, suponho ser muito melhor que especular na bolsa, retorno garantido.

Ivan Rezende disse...

Marcos, de qualquer maneira o resultado do boletim das 15:30 apresenta, com 23,27%, uma significativa evolução com relação a pleitos anteriores, que não atingia 15%. Temos que continuar empenhados para que os votos possam ser feitos, além da internet, conforme sua sugestão -e resposta evasiva da Previ- também pelo auto atendimento, canal que todos têm acesso fácil.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Resultado da votação para eleição CASSI 2010.
Sujeito a confirmação.

Chapa 1 - 39.706
Chapa 3 - 33.569
Brancos e nulos – 18.136
Total de votos – 91.411

Fonte: Site ANABB.

Anônimo disse...

Colega Ivan,
Acho que o artigo 90 do Regulamento, responde à sua pergunta.
Só que aqui a Previ considerou o tempo de vinculo com o BB, anterior a 1967, como filiação e tempo de contribuição, porisso os pagamentos milionários.
Se isso aconteceu foi um erro crasso. O tempo anterior a 1967 não houve recolhimento de contribuições ( tanto dos associados como do Patrocinador)


Art. 90 - Para todos os efeitos previstos neste Regulamento, o tempo de filiação à PREVI será apurado por dias corridos, considerando-se mês completo a parte inteira do número, não arredondado, dado pela seguinte fórmula:

M = TF . 12
365

onde:
M = número de meses completos;
TF = tempo de filiação à PREVI em dias corridos.

§1° - Considera-se como tempo de filiação à PREVI, para os efeitos deste Regulamento, aquele relativamente ao qual o participante para ela contribuiu, até a véspera de início de percepção de benefício previsto neste Plano ou do óbito, se este se verificar antes da jubilação,
acrescido, quando for o caso, daquele em que, anteriormente a 15/4/1967, manteve vínculo empregatício com o Banco do Brasil S.A. ou com a própria PREVI.

Anônimo disse...

Assistir a reunião em Brasilia via internet foi mais uma grande decepção, exceto aos comentários feitos por alguns colegas que falaram enfaticamente sobre o não cumprimento da legislação vigente, no que se refere a distribuição do Superavit. Quanto ao sr.Sergio Rosa, ele disse que estamos chorando de barriga cheia, pois, a PREVI está cumprindo integralmente suas responsabilidades, nos pagando em dia as aposentadorias por nós adquiridas. Portanto, devemos nos contentar com os "pseudos reajustes" anuais. Portanto, parece cômico se não fosse trágico. Demonstraram claramente que a PREVI pertence ao Banco do Brasil e ao Governo. Nós somos apenas figurantes.

Anônimo disse...

Rubem Tiné
9 de abril de 2010 15:07

Sr. Rubem, não foi tedencioso o meu comentário. Fiz uma análise fria da administração em relação ao Banco do Brasil.
Foi muito interessante incluir outros dados sobre o FHC em relaçao ao Banco. Entretanto eu disse, que é muito importante, é que a intenção do FHC era privatizar o Banco. E para privatizar um banco desse porte em que a sociedade era contra, lógico, sem contar os funcionários, o processo não seria fácil, então ele usou de todos os recursos disponíveis e não conseguiu. Mudou muita coisa em relação ao Banco que nos trouxe prejuízos irrecuperáveis, tanto para os antigos e novos funcionários. Como era o objetivo privatizar o Banco a gente podia esperar qualquer coisa. A sociedade, em parte reagiu assim como os sindicatos dos bancários, em sua maioria ligado ao PT. A privatização não ocorreu.
Agora vamos ao outro lado da moeda.
Esse pessoal que nos defendeu parece que nudou de lado. Não alteraram nada do que o FHC fez conosco, não recuparamos nada, pelo contrário, continuamos a perder, e muito. Um dos casos foi a CASSI, que nos impuseram um novo estatuto que nós não aprovamos. E por isso a CASSI chegou muito próximo da extinção e o governo deixou de negociar, ficamos sem alternativa. Entretanto depois de muita insistência conseguimos. mesmo que de forma irregular, pois, o estatuto não poderia ser votado novamente. Então, mudou-se umas vírgulas no estatuto derrotado, para que fosse apresentado como um estatuto novo e foi feito uma nova campanha para que todos votassem para aprovar, para não perdermos a CASSI.
Esse pessoal de hoje não admite negociar, os sindicatos não movem um palha para nos defender. Hoje, apesar de sermos milhares, estamos sozinhos. Eles tomaram posse de tudo e fazem o jogo desse governo que não admite contestação. Vejam o exemplo que o LULA nos deu ontem, em dizer que as leis devem mudar, pois, estavam atrapalhando seus projetos em relação a campnha política. Parece que a lei não foi feita para ele, como já demonstrou muitas vezes. Cadê esse pessoal que ontem nos defendia, que não recuperou nada do que perdemos e hoje se voltaram contra nós. As atitudes do FHC não eram aceitáveis porque ele não gostava da gente. Agora como compreender as atitudes do LULA em relação a nós. A PREVI nunca deu prejuízo, sempre foi superavitária. O Banco como não foi privatizado obrigou ao governo do FHC mudar seu comportamento em relação ao BB, que passou a dar lucro. Introduziu o Banco no Novo Mercado da Bovespa. A entrada de uma empresa no Novo Mercado significa a adesão a um conjunto de regras societárias, genericamente chamadas de "boas práticas de governança corporativa", mais rígidas do que as presentes na legislação brasileira. Essas regras, consolidadas no Regulamento de Listagem, ampliam os direitos dos acionistas, melhoram a qualidade das informações usualmente prestadas pelas companhias. Passa-se a ter obrigatoriamente uma administração mais transparente e responsável.
Por outro aspecto, a política econômica do FHC foi elogiada até pelo Palocci quando era Ministro da Fazenda. Ainda fez a mea culpa quando disse que na qualidade de Deputado Federal votou contra Lei da Responsabilidade Fiscal. O governo do LULA seguiu a cartilha econômica do FHC.

Anônimo disse...

Rubem Tiné
9 de abril de 2010 15:07

Parte II

No início da sua gestão, colocou no Banco Central um cidadão de oposição ao governo, que era do PSDB, Henrique Meirelles, para dar credibilidade ao seu governo e o está mantendo até o fim do mandato. Durante a maior parte do seu governo não enfrentou turbulencia ou crise mundial quanto enfrentou o governo FHC. Pegou um período de calmaria e crescimento econômico mundial sem precedentes. Foi bom para o Brasil, para as empresas e para a PREVI, como voce citou em comentário. Todos ganharam com isso. Com essa crise detonada em 2008, nós tivemos um baque em nossos investimentos como todos tiveram. Ai sim tivemos prejuízo, como a Sadia, Votorantim, Aracruz, etc. Felizmente recuperado em 2009. Mas a crise não passou totalmente, já se avizinha a alta da inflação, que foi motivo do comentário recente do Ministro Mantega, de que ele usaria de importados para evitar a alta da inflação. Cartilha do FHC, que utilizou esssa estratagema, que foi a âncora para baixar a inflação galopante que vivia o país à época. Ao brasileiro não interessa se a empresa é estatal ou privada, o que realmente interessa são produtos e serviços de boa qualidade e preços razoáveis. Agora para os políticos o interesse é que a empresa seja estatal, para ser usada como cabide de emprego, corrupção e não se importam com os resultados da empresa, tanto faz dar lucro como prejuízo. Se der prejuízo o tesouro nacional cobre. Em outras palavras "o povo cobre", pois é dinheiro do contribuinte. Hoje, a Vale é uma das maiores mineradoras do mundo, antes só dava prejuízo. Um telefone custava quase o valor de um carro, porque as empresas que eram estatais não tinham capacidade de investimento, sempre dependiam de recursos públicos para uma área que nem tinha concorrência, como explicar o prejuízo? Na historia econômica do Japão ocorreu um fato interessante, as empresas estatais foram privatizadas através de doação. O governo doava as empresas para as famílias que se apresentavam com maior capacidade administrativa. Hoje o Japão é uma das maiores economias do mundo. Em 2009 tivemos crescimento negativo, enquanto as economias emergentes como a nossa tiveram crescimento positivo como a China e a India.
Agora quanto a Usina de Belo Monte há várias questões em jogo além da licença ambiental ainda não aprovada e porque essa pressa do LULA para licitar essa obra em fim de governo. Existe outro aspecto quanto a construção dessa usina. As usinas na planicie amazônica são construídas utilizando metodologia diferente das outras regiões do país, onde uma represa chega a ter até 120 ou mais metros de altura, utilizando turbinas tipo Francis. Enquanto, na Amozonia, devido ao relevo, essas usinas são construídas com pouca altura, guardando as devidas proporções, elas não retem tanta água quanto as outras. Aquela região também sente os efeitos do período da seca e com isso pode comprometer o funcionamento dessa usina, principalmente nas épocas mais críticas. Bom de qualquer maneira vamos esperar os resultados e vamos torcer para que tudo dê certo, afinal parece que a PREVI vai ter de injetar bilhões nesse investimento, que poderá vir a ser de alto risco. A bolsa é um investimento realmente de risco, tanto é que a Previ tem que se adequar aos percentuais de aplicação na bolsa de valores (papéis), mas esse risco normalmente é atenuado para aplicações de longo prazo que é o caso da PREVI. Boa sorte.

Anônimo disse...

Calma gente,isso tudo e porque a coisa nao esta tao boa para o lado deles.Estao perdendo o equilibrio.
Teremos boas noticias em breve, a banda nao toca conforme eles estao querendo nos mostrar.
Publique-se.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros colegas.

Tenho procurado imprimir celeridade na publicação dos comentários destinados a este espaço, o que faço na medida do possível não importando o horário em que aqui cheguem. No entanto, gostaria que colaboradores mais detalhistas entendessem que suas extensas participações (algumas em duas partes, para fugir à limitação dos caracteres imposta pelo provedor) não podem ser publicadas tempestivamente, em detrimento de outras mais sucintas e de conteúdo isento da geração de polêmicas. Tudo isto demanda tempo empregado na geração de consultas para confirmação de detalhes comprometedores. Além do mais, quando em duas partes, estes precisam ser liberados concomitantemente para não descaracterizar o sentido se entre eles publicar outro, muito embora não cheguem nessa ordem pela dinâmica da recepção de e-mails - numa média diária de 40 pelos diversos canais que monitoro.
Todo comentário que aqui aporta é examinado antes de autorizada a sua publicação, pois não posso agir levianamente divulgando assuntos aleatoriamente com desconhecimento do seu conteúdo. Por isto, peço que atentem para o fato de que tenho outras atribuições à frente da AAPPREVI e que, obviamente, se sobrepõem ao trabalho de monitoramento do Blog, que não admito delegação.
Nada obstante, todos os comentários passíveis de divulgação são publicados, a despeito do atraso imposto pela leitura e exame do que contenham.
Grato.
Marcos Cordeiro.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o colega de 09/04 20:16 e 20:19.
Se estava ruim para nós no periodo FHC, hoje está pior. O partido que se dizia o dono da ética sucumbiu. De olho nos recursos dos fundos de Pensão(hoje já dizem: Petros, da Petrobras - Funcef, da Caixa; e Previ do BB, - nunca de seus funcionários) esqueceram-se dos seus legitimos donos.
E agora querem fazer politica com recursos dos Fundos? E dizem que é investimento ? Assim é facil.

Anônimo disse...

Essa aplicação de recursos da Previ nessa tal hidroelétrica Belo Monte será mais um saque sem retorno do nosso patrimônio. Primeiramente, deveriam cumprir os ditames da LC 109, melhorando nossos benefícios. Por isso, temos que nos unirmos e lutarmos por todos os meis possíveis para barrar essa pretensão do PT e sua corja.

Anônimo disse...

por falta de opção estou contra e voto na chapa l nas eleições de maio.

Anônimo disse...

Anonimos de 09/04/2010 das 20:19 e de 10/04/2010 das 12:27.

Relamente, olhando umas fotografias que saiu n'O Globo, Noticias On Line, vide http://oglobo.globo.com/, tem uma matéria intitulada Belo Monte: medo às margens do Xingu, que tras uma serie de fotos do Rio Xingu, nas cercanias onde será construida a barragem. Nota-se que o terreno é plano e com muita mata, o que deverá depois da inundação provocar gases nocivos ao meio ambiente e de efeito estufa. Olhe que o complexo de Belo Monte (03 represas) reduzirá em muito a vazão do Rio Xingu. Por que? Os técnicos garantem que a vazão nunca será inferior ao período de seca. A gente daqui do sudeste pensa que na região amazônica não tem seca, ledo engano. E a hora que essas águas baixarem por causa da seca. Eles chamam de época crítica para produção de energia, por que se tiverem que reter mais água na usina, os ribeirinhos rio abaixo terão problemas com as pesca, atividade de subsistência. Adeus rio caudaloso. É o progresso. O que fazer?

Anônimo disse...

É ISSO AI COLEGA DAS 15;40 10/04/10 VAMOS VIRAR A MESA NAS ELEIÇÕES DA PREVI VOTANDO TODOS NA CHAPA 1. SINTO QUE TEMOS CONDIÇÕES HAJA VISTO OS RESULTADOS DA CASSI.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Sempre que o Romildo declarar:

"Eu apóio", leia-se NÃO PRESTA.

Rubem Tiné disse...

Esta história de que tudo que é estatal não presta e tudo que é privado é bom, não cola. Vejam a crise mundial de 2008, começou com empresas privadas dos States, ou terá sido uma estatal brasileira? E quem pagou a conta? O estado, ou seja, o cidadão, o mesmo que paga quando uma empresa estatal quebra. Portanto é a mesma coisa. Ninguém elogia a Petrobrás que paga dividentos milionários aos cofres nacionais, ainda servindo aos interesses governamentais (com a crise os combustiveis subiram de preço na europa e nos E.U.A, aqui não, se fosse uma empresa privada segurava?). Quanto a Vale, sempre deu lucros, com sua privatização, nós brasileiros, fomos roubados. Continuo com a minha opinião, respeitando os que divergem, ninguém espere dos governos, seja PT, PMDB ou PQP conseguir as coisas fáceis, o regime capitalista, o poder, o dinheiro, não deixa. Por isto Lula mudou, ou muda ou o sistema engole, não consegue nem se eleger, tem que fazer o que eles querem (Vide a carta aos brasileiros). Porém, fazendo uma análise isenta, Lula foi melhor para nós do que FHC, tanto para os da ativa quanto para os aposentados.

Anônimo disse...

A Petrobras tem um lucro exorbitante. Veja os preços da gasolina praticado aqui e no paises vizinhos. Vendendo a gasolina nesse preço se não tivesse lucro quem mais iria ter lucro. As empresas que o governo americano adquiriu ações para salvá-las estão se recuperando e o governo já esta vendendo ações do Citybank, com previsão de lucro em torno de 7 bilhões de dolares, que retorna ao tesouro daquele país. A empresa estatal, que normalmente só da prejuizo, quando quebra, quem paga é o povo. Uma empresa privada quando quebra o prejuízo é dos seus acionistas. E normalmente ela é adquirido por outro grupo empresarial. No capitalismo pode ser que quem sobrevive são as pessoas altamente capacitados, que trabalham, enquanto no regime com o qual você simpatiza só sobrevive os espertalhões que assumem o poder e fazem de tudo, qualquer coisa, para se manter nele, e que o povo, ora o povo, que o povo vá as favas. Se lançar mão de superavit da Previ, contrariando os princípios que norteam a observância da Lei, atropelando tudo e a todos, considerando-se acima de tudo e da própria lei, criando resoluções casuísticas para apropriar daquilo não lhe pertence, e, ainda, achar que não tem nada de mais, que isso é avanço, uma melhoria, para onde estamos caminhando. Esse é o caminho que "foi melhor para nós".

Anônimo disse...

Sr. Marcos Cordeiro,
Com todo o respeito, o senhor deveria desistir de escrever nesse espaço. Seu texto é muito ruim e você não entende nada de Fundo de Pensão.
Nós estamos muito mal mesmo de pretensos dirigentes...

Marcos Cordeiro (André) disse...

Ao anônimo (08:47)

Ao menos tenho a coragem de assinar o que escrevo. E você, esconde-se de quê?
Bom ou ruim se dá ao trabalho de ler, é o que importa. Procure escrever algo de útil, melhor que eu e mande – publicarei sob palmas e elogios.
Ademais, por que perde seu tempo com seguidas incursões maldosas se nada aqui lhe agrada?
Cultive uma personalidade própria e procure crescer. Se o "Senhor Marcos" nada tem a ensinar-lhe fique com seus manipuladores, afinal, eles sobrevivem à custa de marionetes.

Ivan Rezende disse...

RENDA CERTA- sobre a consulta e resposta da Previ, de 09.04.10 e as esclarecedoras manifestações do anônimo data 09.04, 16:14), mas ainda não conformado, fiz outra à Previ, em 11.04.10:

Sr. Marcello, Em sua resposta não consta que também foram devolvidas contribuições anteriores a 14.04.67 -antes, portanto da criação do Plano1- o que resultou nas aberrações das devoluções indevidas e milionárias.
O que essa Prfevi está fazendo para identificar os responsáveis por essa anormalidade que assustou até mesmoo Sr. Sérgio Rosa, quando tomou conhecimento?

Resposta da Previ em 13.04:
Senhor Ivan,
Até 1980, vigorou o regime financeiro de repartição de capitais de cobertura, pelo qual, cada ano, eram fixadas as contribuições visando à constituição da receita equivalente aos fundos garantidores dos benefícios iniciados no mesmo exercício. Cobrávamos um valor que, aplicado em um fundo comum, rendia o bastante para que pudéssemos arcar com o custo dos benefícios iniciados naquele ano, sem formação individual de poupança.
Com a edição do Decreto 81.240/78, a partir de 4.3.80 passou a vigorar o regime de capitalização e, consequentemente, iniciou-se a formação das reservas individuais de poupança.
Assim, para o período contributivo anterior a março/80, não há registro no extrato das contribuições.
Rodrigo Ribeiro
Gerência Atendimento-Previ

-Por que eu não fiquei quieto? Agora é que eu não entendi nada!
Socorro, anônimo 16:14, de 09.04.

Anônimo disse...

Colega Ivan,
Não se preocupe. Estão dissimulando e esquivando-se das verdades. As injustiças foram cometidas e, para eles, não houve culpados. É bem provável que esses pagamentos são calculados através de softwares criados por analistas de sistemas. A "falha" pode ter ocorrido, por falta de acompanhamento e analise,antes da efetivação do pagamento.
Realmente, a consideração estampada no artigo 90 do Regulamento, de que o tempo anterior a 1967, desde que o participante manteve vinculo empregaticio com o BB ou Previ, fosse considerado tempo de filiação é, no mínimo, destinada a um seleto grupo. ( sem demérito aos colegas )
Só nos resta apelar para a Justiça corrigir os erros e contemplar os prejudicados, com esse Beneficio.
Finalmente, eles fingem que respondem, nós fingimos que acreditamos.