quinta-feira, 1 de abril de 2010

Chapa da Mentira!

Caros Colegas.

O que jovens com menos de dez anos de Banco entendem de CASSI?

Pessoas nascidas sob os cuidados de planos de saúde menores, para gerir nossa Caixa logicamente se espelharão nos Golden Cross da vida que os trouxeram à luz, ou na própria Cassi dos anos atuais como contemporâneos da degradação de uma História.

Jovens que não se utilizaram da CASSI dos bons tempos, símbolo do atendimento correto e ampla cobertura assistencial (referência que era perseguida pelos Planos de Saúde emergentes no Setor), não terão parâmetros para bem conduzir um passado que o presente deteriorou.

São esses jovens sem culpas que a ANABB quer impor como dirigentes da Caixa dos tempos saudosos e que podemos fazer renascer. Jovens que a chapa procura mesclar com gente de mais idade, mas corrompida por insistentes e preocupantes passagens que o CANAEL denuncia.

Como uma Fênix rediviva, a CASSI precisa sair das cinzas da pira da incúria e da insensatez desonrosa, do descaso e da incompetência em que gestões anteriores e, mais que tudo, a atual, a imolaram para servir ao sucateamento programado em direção ao caos já atingido, comportando o domínio fácil por um conglomerado mal intencionado.

Essa Chapa Um é o espelho da desordem definitiva e conjunta que a ANABB prepara para um futuro próximo, envolvendo a CASSI e a PREVI. Desordem que será propícia à implantação do seu plano odontológico com o aval do Banco do Brasil, e que será empurrado goela abaixo dos associados desavisados que atenderem à propaganda enganadora. E pelos demais, se formarmos no bloco da minoria.

Em depoimento ao seu estilo, ora invadindo nossos computadores, o Sr. Valmir Camilo declara com todas as letras que sua associação tem como propósito dominar os postos dirigentes destas nossas Entidades maiores. Num arrazoado ridículo, apresentando-se como “mulher de malandro” ao dar ênfase à afirmação de que gosta de apanhar, e declarando-se claramente serviçal do BB e do Governo, vaticina que o domínio das duas Caixas pela ANABB é meta a ser alcançada a qualquer custo. O que não lhe será difícil atingir se contar com o nosso descuido. Pois a máquina publicitária montada está disponível para esta finalidade, aliada ao suporte incondicional dos atuais dirigentes da CASSI, da PREVI e do Banco do Brasil.

Mas esse risco iminente pode começar a ser afastado a partir de hoje, 1° de abril de 2010. Data que bem poderia simbolizar a Chapa 1 Unidos pela CASSI – como a CHAPA DA MENTIRA.

Basta-nos fazer uso do bom senso que neste momento tem nome: o voto.

Não precisamos mais do que um honroso voto contrário à chapa apoiada por essa gigante a serviço do mal.

Se votarmos bem terá início o desbaratamento do nefasto domínio da ANABB dentro das nossas Instituições.

E é tudo muito simples, com o uso do telefone e o número 0800-729-0808 anotado, basta seguir as instruções e NÃO votar na Chapa 1.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 1°/04/2010.

29 comentários:

JOSE LUIZ disse...

Colega Marcos,

Eu já votei na "chapa da oposição".

José Luiz

Anônimo disse...

Colegas,

Vamos votar e desbancar a ANABB e o Valmir, que esta infiltrado dentro da CASSI, PREVI e outras boquinhas mais. Acabei de votar, basta ter a senha do auto-atendimento da PREVI e NÃO NÃO votar na chapa 1, apesar da "belíssima" defesa que o Valmir fez no site da ANABB desta chapa do mal.

Abraços!

Marcos Cordeiro (André) disse...

Cartas Marcadas?

Concurso para preenchimnto de 2 vagas na PREVI aberto a não funcionários do BB (inédito) foi divulgado faltando dois dias para o encerramento do prazo das inscrições. V. Site da Previ 1°/04/2010.

Anônimo disse...

É por demais engraçado quando uma associação diz que vai estudar as propostas da chapas que concorrem aS eleiçÕES na CASSI. Claro que as propostas devem ser analisadas, mas para mim o mais relevante é DE QUEM PARTE ESSAS PROPOSTAS. Nós temos que analisar que formulou essas propostas. A maioria parte de petista e sindicalista, membros da República dos Sindicalistas. No fundo as propostas são quase identicas, muda uma coisa ou outra, mas no seu bojo a promessa é a mesma. Quem acredita em promessa de quem nunca cumpriu o prometido, não realizou nada em favor dos associados, e que deixou muito a desejar.
Há pouco vi na chapa 1 um candidato que pertence ao conselho da AnabbPrevi. Mais um que quer participar de mais uma vantagem. Não se contentam com pouco, querem cada vez mais. Esta tudo contaminado.
Os participantes do Previ Futuro não tem compromisso nenhum com o Banco, pois, onde trabalhei pelo menos 70% diziam que o Banco era apenas bico. Estavam apenas aguardando a formatura para sair do Banco, quando que naquela época vários colegas pós-98 ja tinham se demitido ou em licença não remunerada para testar o mercado. Ao que parece a maioria não deve voltar. Dos funcionários pós-98 que ficarem no Banco serão somente elementos ligados ao PT e a sindicatos, pois, também querem entrar na mamata e não trabalhar e construir um patrimonio invejável.

Anônimo disse...

MARAVILHA, E ISTO, CHEGA DE FICAR EM CIMA DO MURO...

Anônimo disse...

Mensagem encaminhada ao blog da Cecilia Garcez. Temo que não seja publicada.

Fico imaginando o que se escreve neste blog. Penso: para que serve. Qual a sua utilidade e sua repercussão junto a diretoria da Previ e da Cecília, proprietária do blog.
Pode ter alguma utilidade para somente demonstrar nosso descontentamento nada mais, pois, repercussão não existe.
Tentar sensibilizar Petistas e Sindicalista. Pura perda de tempo. Eles são ditatoriais. Não aceitam sugestões, não toleram que sejam contrariados e não admitem oposição. Administram apenas em busca de interesses pessoais e estão em todos órgãos do funcionalismo do BB. Cassi, Previ, Anabb, Coopanabb, AnabbPrevi, associações de aposentados do BB, federações, etc, etc, etc.
Eles estão acima da lei.

Nós escrevemos neste blog e o que escrevemos aqui deve provocar gargalhadas nas reuniões da diretoria da Previ. Na parede, logo acima do lugar onde deve estar localizada a cadeira do Sergio Rosa, deve ter a fotografia do LULA e abaixo dessa fotografia a celebre frase criada por Duda Mendonça; Brasil um país de tolo. Por nós mais conhecida como: Brasil um país de todos.
Para reivindicarmos os mais elementares direito só temos um caminho: o judiciário. Fora disso não existe opção. É bater em ferro frio.

Anônimo disse...

Prezado Marcos,
Quero lhe parabenizar pela carta lida pela companheira de luta ISA MUSA DE NORONHA ,em Belo Horizonte,foi sem sombra de dúvidas uma explanação perfeita da nossa realidade.

Infelismente a nossa diretoria não ve dessa forma,e posterga nossos direitos usurpados.

Eu acredito que só há superavit por conta dos não pagamentos efetuados a todos nós,e porque todos os comandos são dados pelo mesmo modelo, ou seja PT.
O filme se repete,as caravana passa mais o povo, bem o povo continua o mesmo,acreditando nos mascarados do poder como Valmir Camilo.
Até quando seremos enganados,até quando ?

Anônimo disse...

Eu creio,quem resistir mais 4 anos,quem sabe um pouquinho mais,quem sabe vê a cor do dinheiro,não esquessam pessoal que quem manda agora é o PELUSO.

o Gilmar Mendes já é passado?

o Sérgio Rosa daqui a pouco ta de quarentena,a Cecília vai HAVER?


Temos chances ????.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros Colegas.

Apresso-me em informar que a carta lida na reunião de Belo Horizonte é de responsabilidade da Colega Isa Musa de Nronha, Presidente da FAABB.

Anônimo disse...

Colega dando uma passadinha pelo blog da Cecília o balancete de janeiro me chamou a atenção:

Fechamos o ano com 140.785 bi

janeiro de 2010 138.400 bi

DIFERENÇA A MENOR DE 2.385 BI

Será a bolsa de valores, ou a previ vendeu renda variável ou já é desvio de recursos para as campanhas do PT ?

Alguém que possa me esclarecer,se esperarmos pela Cecília só segunda após o meio dia e olhe lá.

Se não o ministério público deve ser acionado,ou o ministro do Superior Tribunal Eleitoral.

Ivan Rezende disse...

O Marcos já antecipou e sugeriu que o sistema de voto seja simplificado para os aposentados. Para se ter uma idéia, hoje estou em Rio Verde, em visita a familiares, e aproveitei para informar a minha irmã, também aposentada, sobre o periodo de votação e a sugestão de quem em não votar. Após umas três horas, e como ela não havia ainda se manifestado, liguei p/0800 729 0808 e lhe passei o celular. Em três tentativas ela não conseguiu votar, sendo necessário o meu auxílio na quarta e exitosa tentativa. Esta é a realidade, que precisa ser mudada.

Anônimo disse...

ISA MUSA, parabéns pela carta lida em Belo Horizonte na apresentação dos resultados da Previ.

Voce demonstra conhecimento de causa, apresenta soluções imediatas, basea-se nas leis e estatutos vigentes, tira as máscaras dos acham que nos enganam e manifesta que estamos atentos.

Obrigado, ilustre colega.

Anônimo disse...

Carlos colegas,
O caminho será mesmo a justiça.
Se o obstaculo é a resolução 26, e o Banco julga que tem direito aos 50% da Reserva Especial,e por isso vem fazendo as suas contbilizações, a saida é solicitar a TUTELA ANTECIPADA, já que a nossa parte é incontroversa, e o que se discute é a parte do Patrocinador. Dividir-se-ia o total da Reserva Especial(R$ 25,4 bi) em duas partes ( 50% Banco - 50% associados PB1), far-se-ia um calculo igualitário (R$ 12,7 bi : 121.220 = R$ 104.768,00 ) e faria o depósito judicial(tutela) quanto ao numero de associados da AAPPREVI.
Vamos à justiça. Não há mais tempo a perder.
Ou respeitam a Lei 109/2001, ou dizem porque não o fazem.
Não adianta culpar a Resolução 26, porque ela está suspensa.

Anônimo disse...

AAPPREVI, apoiamos a idéia do colega de 1.4.10 às 18:54, vamos pedir ao nosso advogado para estudar o assunto alí sugerido e vamos ingressar na justiça, se for o caso, para recebermos o que é nosso.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Colega anônimo (01:20).

O assunto de que trata (Tutela Antecipada) já é objeto de estudos por parte do Dr. Tadeu. O comentário de outro colega postado em 31/03 – 04:12 – A foto! - foi repassado integralmente para avaliação.
Quando da conclusão publicaremos o parecer.

Jane Torres de Melo disse...

Isa Musa é uma das forças nessa nossa luta. Parabéns a ela pela explanação na Reunião.
A Lei 109/2001, no seu Art. 20, Parágrafo 2, preve: " A não utilização da Reserva Especial por três exercícios consecutivos DETERMINARÁ a REVISÂO OBRIGATÒRIA DO PLANO DE BENEFÍCIOS DA ENTIDADE".
A minha pergunta: Qual o prazo legal que a Previ tem para cumprir a Lei?
Já se passaram os três exercicios consecutivos(2007, 2008 e 2009) e até agora não ocorreu a utilização da Reserva Especial para tal fim.
Marcos, a nossa Assessoria Jurídica poderia nos orientar nesse sentido?
Como deveremos proceder para que a Lei seja cumprida?
A Lei é soberana. Se argumentarem da Resoluçao, ela está sob liminar, portanto não é válida, conforme foi enfatizado pela Isa junto aos dirigentes da Previ.

Jane

Anônimo disse...

Ao colega anonimo de 30.03.10 15:02hs.
Ref. ao resultado de janeiro/10
Não vamos gastar energia debalde. É caracteristico da renda variável estas oscilações, senão vejamos:
O IBOV fechou o ano com 68.588 pts e janeiro/10 com 65.402, mas console-se ontem fechou com 71.136.
Roberto Varella

Leomax disse...

Colegas:
Após o relato da Isa Musa e a resposta padrão de "suas excelências" os diretores, cheguei à conclusão (tardia) de que há um processo em curso chancelado pelo governo do partido dito dos TRABALHADORES em apropriar-se do patrimônio de nossa Previ, num processo inexorável em execução há bastante tempo. Dessa forma, as reservas Cassi sumiram, assim como farão mágica para o PB-1 entrar em "equilíbrio".
Visto que todas as tentativas de conter o rolo compressor em curso até agora não surtiram efeito, junto-me aos que acham ser o judiciário - nada obstante a sua decantada lentidão - o único caminho que resta para conter o assalto ao nosso patrimônio.

Anônimo disse...

Colegas,voltando ao assunto do superávit, lembro me muito bem que o sr. Valmir Camilo sugeriu uma vez, que chegaria um momento em que o BB iria querer a sua parte.
Só que nós não contávamos que isso fosse acontecer, e PIOR,que o banco pegaria a sua parte(que o sr. sugeriu por sua conta, sem o nosso consentimento) e quanto à outra metade, nós ficaríamos a ver navios, como estamos vendo.
Essa idéia do Valmir Camilo caiu como uma luva para o banco.
E agora sr. Camilo? Eu te pergunto: Por que sumiu? Por que não se manifesta? Ah! já sei! O sr. quiz foi mais e mais. Que se danem os aposentados.
Criou foi um fundo de previdência , Anabbprevi, usando o mesmo nome do nosso fundo ( Com aprovação da SPC,do então ministro da Previdência, co-autor da resolução 26).
Agora só não ver quem não quer, até onde vai suas ambições.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros Colegas.

Como uma nau dos insensatos, acaba de aportar no nosso blog mensagem impublicável, eivada de maus votos num emaranhado de pragas, desgraças e tragédias direcionadas a uma única pessoa e extensivas aos seus filhos, netos e todos os demais familiares. Aqui ficará fundeada com seguras amarras para que não flutue no mar de tranqüilidade que banha nosso porto e que queremos continuar singrando.
O anônimo que a postou sem dúvida tomará a si a recusa na publicação e, refletindo, por certo nos dará razão.
Hoje não é dia para esse tipo de coisa. Nem qualquer outro do calendário da sensatez humana.

Feliz Páscoa a Todos.

Anônimo disse...

A Cecília colocou um texto em seu blog explicando o que é a páscoa. Vocês não acham que ela faria melhor explicando o que está fazendo a nosso favor com relação ao superávit?

Anônimo disse...

Colegas,
Autoritarismo é isso. Vejam o Decreto que regulamentou a Previ.
Decreto 7123 de 03 de março de 2010



Art. 23. É vedado aos membros do CNPC e da CRPC afastar a aplicação, por inconstitucionalidade ou ilegalidade, de tratado ou acordo internacional, lei, decreto ou resolução, ressalvados os casos em que:

I - houver súmula vinculante publicada a respeito;

II - já tenha sido declarada a inconstitucionalidade da norma pelo Supremo Tribunal Federal, em controle concentrado, após a publicação da decisão, ou pela via incidental, após a publicação da resolução do Senado Federal que suspender a execução do ato normativo; ou

III - houver parecer do Advogado-Geral da União aprovado pelo Presidente da República, na forma do art. 40 da Lei Complementar no 73, de 10 de fevereiro de 1993.

Isto significa que, só apos o julgamento pelo Supremo Tribunal Federal é que saberemos se a Resolução 26 é valida ou não. A meu ver, teremos que abrir mão dos 50% se quisermos algo,em vida. O processo ainda encontra-se no TRF (2ª instancia), em seguida irá para Superior Tribunal de Justiça ( mais alguns anos), e finalmente no Supremo ( mais alguns anos).
Ou o PDC do Deputado Gustavo Fruet tramite rapidamente. Do contrário...

Anônimo disse...

Onde se lê: regulamentou a Previ, Leia se PREVIC.

A SPC e o CGPC foram extintos para dar lugar a esse outro "ALien".

Anônimo disse...

Ao colega Marcos Cordeiro em referencia a sua mensagem de 02 de abril de 2010 08:23

Colega,

Como dizia minha avó - "praga de urubu não pega em beija-flor".

Anônimo disse...

Marcos, lendo o RELATO da Isa Musa, feita em 30 de março de 2010 em Belo Horizonte, na apresentação de resultados, fiquei emocionado com a Grande Coragem e Determinação desta
nossa colega exemplar, ao expor tão claramente o pensamento que atualmente não sai das nossas mentes.
Quizera que tivéssemos muitos(as) colegas como a Isa em nossa causa.Pois demonstrou quanto Ela é Lutadora, de Grande Personalidade e caráter.Destemida.Algo que não é qualquer um que possui e que falta a muitos que se dizem nos representar. Obrigado Isa Musa, pela sua Grande Atuação.

Anônimo disse...

Concordo com voce colega.O que e a Pascoa todos sabem e o que estao fazendo com as sobras(superavit de tres anos)das nossas contribuiçoes,tambem sabemos.
Ella pensa que ainda nos comove.
E ridicula.
Favor publicar.

Marcos Cordeiro (André) disse...

Caros Colegas.

Este importante comunicado está sendo publicado em vários posts, de modo a chegar ao conhecimento de todos:

A primeira mensalidade da AAPPREVI (março/2010) ainda não foi debitada. Problemas operacionais envolvendo a abertura da conta e implantação da Autorização de Débito Programado, do convênio firmado com o Banco do Brasil, (Ag. 3849-0, conta n° 19.319-4, da AAPPREVI) causaram o atraso verificado.
Visando sanar o problema e para não perdermos a receita do mês, achamos por bem unificar a cobrança de março e abril/2010 num único vencimento, para pagamento por meio de boleto bancário.
Assim sendo, disponibilizamos através do e-mail individual um boleto no valor de R$ 20,00, com vencimento para 20/04/10, correspondente às mensalidades dos dois primeiros meses (março e abril) para quem associou-se até o dia 20 de março, e de R$ 10,00 para os que se inscreveram após essa data, equivalente ao mês corrente (abril).
O boleto, em formato PDF, pode ser impresso em qualquer copiadora para pagamento na rede bancária ou através do Internet Banking. Após o vencimento somente nas Agências do Banco do Brasil.
Posteriormente, se optarmos pelo débito em conta, isto ocorrerá a partir da mensalidade do mês de maio/2010.
Por oportuno, esclarecemos que o Banco do Brasil nos cobra tarifa de R$ 2,50 por cada mensalidade debitada e de R$ 1,60 por boleto bancário. De se notar que a arrecadação da AAPPREVI sofre redução correspondente a estas tarifas, individualmente. Ou seja, a mensalidade de R$ 10,00 reduz-se a R$ 7,50 no primeiro caso e a R$ 8,40, no segundo. Mesmo assim nossos projetos não sofrerão solução de continuidade.
Contando com a valiosa compreensão dos Colegas, firmamo-nos, atenciosamente,

AAPPREVI
Marcos Cordeiro de Andrade – Presidente
José Gilvan P. Rebouças - Vice Presidente de Finanças

Marcos Cordeiro (André) disse...

Para conhecer a Chapa 3:

http://www.umanovacassi.com.br/

Anônimo disse...

Vi um colega postando aqui que todos os funcionários pós 98 não têm engajamento algum com o banco e tampouco se preocupam com cassi e previ. Caro colega, qualquer forma de radicalismo é burro! Não se pode generalizar assim! Eu sou pós 98, trilho uma carreira e almejo ficar no banco até me aposentar (e até lá dar o melhor de mim). Concordo que tem muita gente usando o banco de trampolim, mas a culpa é do próprio banco. Se você estiver trabalhando numa empresa espetacular, que te valoriza, te dá condição de trabalho e principalmente uma boa remuneração, por que sair?
Abraços a todos!