sexta-feira, 15 de abril de 2011

Feito histórico

Caros Colegas.

Parabéns Isa Musa de Noronha, afinal a decisão foi sua - somente sua - como bem disse ao Colega José Chirivino Álvares:

“Prezado José Álvares, a iniciativa é minha”.

Isto comprova a incrível capacidade de discernimento e poder de avaliar as necessidades da Federação que dirige sem precisar ao menos dividir responsabilidades com sua Diretoria, como fazem associações menores. Ao resolver sozinha como agir, num momento crucial em que se viu carente de uma liderança forte para ajudá-la, mostrou porque ocupa tão alto cargo com apoio unânime, decidindo os destinos de suas 32 filiadas com pulso firme e rápidas decisões unilaterais.

Em menos de dez dias alcançou feito histórico em nosso seio ao ver eleito seu doravante fiel escudeiro. Foi um verdadeiro punhado de recordes batidos numa ínfima nesga de tempo. No dia 05 deste mês inventou a fórmula mágica para a escolha do seu acólito. Seis dias depois adiou o cômputo dos votos porque muitos dos eleitores capacitados não se tinham pronunciado talvez ainda inebriados a render culto à sua capacidade inventiva. E hoje, incompletos dez dias depois de por em prática a engenhosa trama viu sua nobilíssima intenção alcançar inédito êxito. Pena que o TSE não possa adotar esse modelo, as regras de lá são muito exigentes no respeito aos candidatos e eleitores.

Com o resultado ora divulgado, sabemos que a Presidente terá ao seu lado quem a ajude a decidir com acerto pelos representantes das 32 associações que lhe dão esse poder. E embora a escolha tenha recaído no presidente da mais nova afiliada à FAABB, com apenas quinze dias de adesão ao seu quadro social, devemos tomar esse detalhe como mais uma vitória a ser inscrita como particularmente sua, pois não é comum candidatos desconhecidos aflorarem do dia para a noite e cair no gosto dos eleitores. Somente um nome como o de Fernando Collor pode ser dado como exemplo dessa meteórica ascensão de prestígio nas urnas.

Nem por isso os derrotados na escolha devem considerar-se inferiorizados, pois o voto sempre fala mais alto ao indicar lideranças. E me penitencio por haver distanciado a unanimidade na escolha por falta de visão esclarecedora – votei em mim mesmo, talvez numa assaz prova de incompetência. No entanto, somente se pode avaliar que o eleito seja infinitamente mais capacitado que os demais quando da apresentação dos resultados da sua atuação para o que vem. E não podemos taxar os preteridos de incompetentes, afinal, muitos deles estão à frente do seu séquito há muito mais tempo que o desconhecido nome que ora desponta como salvador da pátria. E se lá estão é porque atuam com sabedoria e infinita capacidade de gestão. Mas, paciência, sempre haverá alguém melhor talhado para determinado posto – o tempo dirá.

Portanto, regozijemo-nos todos. Nossos problemas acabaram. Confiemos na certeza de que a partir de agora ninguém mais vai assinar doações do nosso patrimônio ao Banco do Brasil.

Viva o eleito e sua Musa. Longa vida à eficiente FAABB e a sua competente Presidente.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 15/04/2011.

79 comentários:

Anônimo disse...

Afinal as associações escolheram quem? Não foi justo? A pessoa não merece? Quais associações escolheram o que acabou sendo indicado? Essas associações são corruptas e não merecem confiança?

Herberto disse...

Confesso desconhecer os estatutos dessas associações, sobretudo o da federação.

O que não me impede de observar com estranheza a ausência de verticalidade na hierarquização das mesmas perante a federação.

Em política partidária, só para efeito de comparação, existem os diretórios municipais, os estaduais e o nacional, com a subordinação dos primeiros aos segundos e destes ao nacional.

É surpreendente, por exemplo, que o estado de Minas Gerais conte com seis entidades, totalizando seis votos, enquanto outros estados contem com apenas um voto.

Observe-se ainda o fato de que pelo menos duas delas parecem disputar a mesma base territorial ou a mesma região, casos de Uberaba e Triângulo.

O mais razoável seria que as associações municipais ou regionais se subordinassem a uma associação estadual, que teria o direito a um voto em nome de todas.

Essa aparente falta de um organograma provoca um evidente desequilíbrio de forças.

Não pretendo ser o dono da verdade, portanto me corrijam se estiver incorrendo em erro.

Anônimo disse...

Isto não está me cheirando bem,hum....

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Da Assessoria Juridica da AAPPREVI:

Prezado Sr. Marcos,

Hoje fomos procurados pela ANAPAR para viabilizarmos a ação da ADI, entraríamos como Amicus Curie pela AAPPREVI e pela FAABB, quanto mais o respaldo das Associações melhor.
Entro em contato com o senhor na proxima semana para viabilizarmos a ação.

Cordialmente,

Vania Alencar

Anônimo disse...

Muitos colegas, injustamente consideram que os pré-97, ganham muito bem, ora colegas tem muitos pré-97 que ganham muito mal, inclusive eu, assim como tem muitos colegas pós-97 que recebem muito bem. Praticamente todos os colegas que tiveram aposentadoria proporcional evitando os PDVs, ganham pior que as pensionistas, portanto é preciso muito cuidado na eleição da proposta à ser atendida nas negociações, para não se aumentar ainda mais, quem já sofre tanto com as injustiças da Previ e BB.

Anônimo disse...

Caro Marcos,

Antes era desconfiança, mas com esta escolha do Sr.Lahorgue para se sentar ao lada de Dona Isa Musa, durante as próximas negociações, me cheiram como cartas marcadas. Tudo muito suspeito, o esforço do Dr. Medeiros em competir com você, é como se ele ficasse o tempo todo procurando um modo de aparecer, muito forçado, até aquele protesto(peladaço) no Rio pode ter ssido encenação, levando-nos a acreditar que estava ali para nos defender. Vamos acompanhar os próximos capítulos. O tempo dirá se tenho razão em preocupar.

Elias disse...

MARCOS,

Parece-me que seu post é um "tapa de luvas". Certo?
Você tem minha solidariedade.
Vamos dar a volta por cima.

Mas... sincera e lamentavelmente tenho dúvidas de que escolhido irá ficar do lado dos Aposentados, isto é do Nosso lado, haja vista um dos cargos que detém: Vice-Presidente da ANABBPrev – Cons. Delib.Supl.

Que minha impressão seja totalmente errada.

elvira disse...

BINGO
Alguém nos avisou que
ganharia o indicado por
alguém e que era do sul.
Tivemos também uma observação
que o escolhido seria do sul,
pois do nordeste as bananas
são indigestas.
Não, não há cheiro de alfazema
no ar.

Anônimo disse...

A Previ não pode prejudicar nossa MC com valores referentes a recolhimentos sobre o BET para a Cassi. O BET é provisório para aumentar a MC, ficamos com a MC zerada ou negativa, temos que achar um caminho para renovação do ES, que para grande número de colegas é a salvação.
Num país onde a economia está aquecida e a classe "C" bate recordes de consumo, como se explica a nossa classe de aposentados do BB assistidos pela Previ, que hoje a grande maioria não pertence nem da classe "D" e "E" , o revoltante é que pagamos a vida inteira uma previdencia complementar, agora estamos vivendo os piores anos das nossas vidas, enquanto deveríamos estar tranquilos vivendo nossas merecidas aposentadorias, mas não, estamos sempre angustiados com os empréstimos, mesmo tendo já reduzido tudo de conforto no nosso dia a dia, vivemos apenas para comer mal e tomar os remédios indispensáveis que a Cassi nunca ajuda.
Que na mesa de negociações nossos representantes, lembrem-se que são as nossas vozes, portanto não se calem, lutem à exaustam pelos nossos direitos que indiretamente alimentaram nossas vidas.

Lena. disse...

Querido Marcos,nada estranho em se tratando de Isa Musa.Fica com DEUS.

Caro colega Luiz Estáquio,nada ficou em mim. Eu também fazia muitas críticas e depois me batia um arrependimento! fica bem tá? um beijo no seu coração.

Senhora Carrara me desculpe, por favor. Sei que errei.

Abraços a todos.

Araci te aguardo, beijinhos.


mh.leal@ig.com.br

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Marcos, Boa Noite!

Repasso a você o email recebido do colega Antonio Americano, aposentado, daqui de Goiânia. Já o conheci pessoalmente e recentemente me enviou os emails de alguns colegas.

Abraços,

Lázara

---------- Mensagem encaminhada ---
De: Antônio Americano
Data: 15 de abril de 2011 11:12
Assunto: Petição Pública - Carta do Sr. João Rossi Neto ao STF
Para: Lazara Araujo


Prezada Lázara,

Enviei a mensagem a um colega aposentado que mora em Brasília, que inclusive tem 2 filhos advogados, sendo que um é concursado do Tribunal de Contas do DF.

Recebi a resposta que envio.
Acho que o assunto merece um estudo, pois podemos estar “malhando em ferro frio”. Quem sabe a AAPPREVI poderia encampar uma ação ao STJ?

Abraços
Americano

Enviada em: sexta-feira, 15 de abril de 2011 00:15
Para: Antônio Americano
Assunto: Re: Petição Pública - Carta do Sr. João Rossi Neto ao STF

Americano,

Duas questões: Não se trata de matéria constitucional. Portanto o Supremo só trata quando houver descumprimento de cláusula constitucional.
O assunto é de competência do STJ. A forma de questionar é uma ação judicial. Na justiça comum, iniciando-se pelo rito normal. Primeira instância.

Abraços
Gilton

Anônimo disse...

Se as associações escolheram temos de respeitar. Se escolhessem qualquer outro presidente também iria merecer critica. Se fosse o Marcos só aqui no blog teria aplauso. Democracia é assim mesmo, muitos são lembrados e poucos os escolhidos. Se a FAABB não merece confiança melhor nossa AAPPREVI sair dela já, agora.

Anônimo disse...

"19/02/2003 - NOTÍCIAS DO TST - PRESIDENTE DO TST DIZ NÃO ACREDITAR NA PREVIDÊNCIA PRIVADA NO BRASIL: O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Francisco Fausto, disse hoje (19) em entrevista, não confiar na previdência privada no Brasil. “Ela não tem dado resultados”, afirmou o ministro Francisco Fausto, ao responder pergunta do jornalista Walter Lima, da Rádio Nacional. O presidente do TST afirmou que a questão previdenciária no País somente será resolvida quando todo cidadão estiver disposto a abrir mão de algum direito.
“Temos de renunciar a algum direito e partirmos para uma solução solidária”,disse. Segundo o presidente do TST, é preciso, entretanto, preservar o direito à aposentadoria integral de algumas carreiras de Estado, entre elas a da magistratura. “SE O ESTADO TIRAR DO JUIZ O DIREITO À APOSENTADORIA INTEGRAL, ELE VAI CORRER PARA A PREVIDÊNCIA PRIVADA E EU NÃO ACREDITO NA PREVIDÊNCIA PRIVADA NO BRASIL”, salientou o ministro".

Anônimo disse...

Pelo visto este presidente do TST quer que todo cidadão abra mão da própria vida, que é o que ainda lhe resta. Toma tento seu desinformado ou mal intencionado.

Anônimo disse...

Marcos, onde e como podemos visualizar a quantidade de votos que cada Presidente de Associação recebeu, na eleição da Isa Musa.

ANTONIO FUZINELLI disse...

EU DISSE ANTES, É MALHAR EM FERRO FRIO. A ANABB É PODEROSA, ESTÁ INFILTRADA NAS AFAS, NA FAABB, SEU ORÇAMENTO É GRANDE (R$: 24 MILHÕES ANO SÓ DE MENSALIDADES), EU ACHO QUE ELA ESTA CERTA EM FAZER SEUS LOBBYS, O QUE ESTÁ ERRADO, SE É QUE ESTÁ, SÃO OS MAIS DE 100 MIL ASSOCIADOS QUE A SUSTENTA, BASTA UM ESTALAR DE DEDOS E O SEU EXÉRCITO PRONTAMENTE ATENDE. E NÓS, SONHADORES, SOMOS MEROS ESPECTADORES DO TÃO FALADO "CIRCO".

Anônimo disse...

Assim como o Camilo, Sasseron, a Isa Musa também terá assento perpétuo nas mesas de negociações, assim nos cargos da Anabb, Unamibb, Faabb, Previ...etc..e, quem sabe, no BB, na Vale...Ela sabe conduzir os assuntos, de acordo com a pretensão do patrocinador, escrevendo muito bem as suas intenções. Não conheço a sua oratória mas também deve ser de uma fluidez tal qual o ex presidente que dominou a classe trabalhadora com suas palavras eloquentes e emocionadas, depois o povo brasileiro e agora o mundo todo, com palestras de 200 mil reais.A Isa, que deveria comportar como musa dos aposentados e pensionistas, está no mesmo caminho.

Bruno Baumgarten disse...

Sr. Marcos,

O processo eleitoral fajuto que a FAABB promoveu deixou bem claro o jogo de cartas marcadas. Observe bem: são 32 afiliadas e em sua maioria estão as AFABBBs. Dona Isa já sabia de antemão quem seria o escolhido. Tanto é que o escolhido foi o dirigente de uma AFA que se filiou recentemente e dirigido por um colega que sempre foi contrário à FAABB.
Não devemos nos iludir. Caso seja aprovada alguma proposta nessa reunião com o patrocinador, se houver, será em benefício de quem sempre saiu levando vantagem nos acordos anteriores. Pensionistas e o baixo clero serão mais uma vez penalizados.
A grande maioria dessas associações só servem para ludibriar a boa fé dos associados. Qual delas faz um trabalho voluntário? Qual delas patrocinam ações judiciais gratuitas em favor dos seus associados? Perceba que a maioria dos dirigentes estão listados no CANAEL. Usam os cargos que ocupam apenas para reforçarem a renda mensal.
Jamais o seu nome seria o escolhido. A AAPPREVI é uma pedra no sapato dessas velhas associações picaretas.
Após a reunião que vai acontecer receberemos a seguinte mensagem desses vendidos: "Negociamos o que foi possível para a ocasião". Tudo jogo de cena.
Na minha modesta opinião a AAPPREVI não deve se misturar com a banda podre dessas associações que até agora nada fizeram para pensionistas e o baixo clero. Só resta,infelizmente, o caminho da justiça. Muitos dirão que a justiça é lenta e corrompida, mas não existe outra alternativa no presente. Enquanto as associações pilantras estiverem do lado do patrocinador nada mudará.
Precisamos divulgar mais o trabalho da AAPPREVI. Entrem em contato com os seus colegas. Façam com que eles saiam do estado letárgico e se unam numa nova frente para combater esses desmandos. Não há mais tempo. Não existe saída viável com essa rede de corrupção montada pelas velhas associações e suas raposas igualmente velhas encasteladas nos comandos.

Anônimo disse...

Bruno,muito bem comentado!!!!Voce disse TUDO.Confiar na Isa e suas associaçoes?Para mim e assinar atestado de IDIOTA.

Anônimo disse...

Anonimo de 15:16,suas perguntas nem precisam ser respondidas mas ja que perguntou:Sim,sao corruptas e nao merecem confiança.E aquela antiga e nossa conhecida dança das cadeiras,aqueles favores...eu te dou isso e voce me da aquele cargo,ENTENDEU?Voce fica do meu lado(BB),que eu te pagarei bem.
Nao temos saida.Vai ver quanto ganha a Isa na Anabb.

Anônimo disse...

Sra Isa Musa,

Ao ler um comentário de um colega (não recordo seu nome, me perdoe), dias atrás sobre salada de frutas parecia sem sentido mas a mensagem estava ali, e o resultado aqui está. Parece que tinha uma bola de cristal.

Bacana Dona Isa, prá que tudo isso???? Já que a idéia foi sua e é voce quem decide, prá que a consulta?
Teríamos aceitado a sua escolha, e lógicamente cobraremos os resultados da mesma forma.

De qualquer maneira desejo sucesso na empreitada das negociações pois é nosso futuro que está em jogo. Lembrem-se que são 120.000, e não meia dúzia, a serem contemplados com melhorias nos seus beneficios. Não vamos aceitar um "FOI O QUE CONSEGUIMOS".

Marcos, Rossi, Juarez,Edegardo, Ari Zanella, Paulo e todos os que nos brindam com seus comentários neste blog conto com voces, para continuar esse movimento em defesa dos cofres da Previ e a saude financeira dos seus assistidos (livres do ES).
Elisabeth

Anônimo disse...

Pelo amor do Anônimos...

Devemos aceitar o resultado sim, mas o que não podemos aceitar é que queiram nos amordaçar, nos manietar ou nos colocar de joelhos.
Também não podemos e não vamos aceitar que, em nome da democracia, o "indicado", usando da prerrogativa, haja no sentido de dar um aspecto legal às falcatruas chamadas de negociação, que propiciaram à patrocinadora se apossar de Bilhões (eu disse bilhões)de reais.
Já sabemos que o excelentíssimo "indicado" pertence ao rol dos ferrenhos "defensores da patrocinadora". Mas também convive com um Grupo de HERÓIS Defensores dos Aposentados e Pensionistas, como é o caso do Dr. MEDEIROS.
Expressamos nossa confiança e rezamos para que o "indicado", o sr. LAHORGUE, tenha senso de justiça e hombridade suficientes para DEFENDER OS MAIS FRACOS.

Anônimo disse...

Ao anonimo de 15.4, 18,29 - você tem razão, mas o que você coloca são as excessões. Temos que ver pela regra, em que a própria Previ afirma que em média, os beneficios dos pré 97 são duas vezes e meia os valores médios dos beneficios do pós 97.

Pedro Paulo disse...

A FARSA DO B.E.T

Colegas, atentem para a seguinte simulação:

BET DE R$ 500,00

- DESCONTOS OBRIGATÓRIOS

I.R.=> R$ 137,50(Alíquota de 27,5%)

CASSI=>R$ 15,00(Alíquota de 3%)

- DESCONTOS INFLACIONÁRIOS

INPC JAN/11: 0,94%
FEV/11: 0,54%
MAR/11: 0.66%
JANEIRO: 500 X 0,94% = 4,70
MARÇO: 495,30 X 0,54% = 2,67
ABRIL: 492,63 X 0,66 = 3,25

TOTAL IMPOSTO INFLACIONÁRIO: 10,62

BET R$ 500,00
-IR R$ 137,50
-CASSI R$ 15,00
-INPC R$ 10,62

BET REAL = R$ 336,88

Se não houver uma atualização monetária ao longo do tempo, o BET ficará cada vez menor.
Vejam que belo acordo nossos representantes assinaram.

Ari Zanella disse...

Parabéns, Bruno Baumgarten! Você se expressou com muita fidelidade. Estou de pleno acordo com suas palavras. Disse tudo!!!
...................................
Das Afas do sul do Brasil que ontem se reuniram em Balneário Camboriú com a presença do asqueroso Sasseron e do falastrão Medeiros, todas elas votaram na Afabb-RS.
Como era uma "eleição" fajuta e de cujo escolhido já se sabia antes, só nos compete fiscalizar a conduta e as posições de mais um que deve(ria) estar de nosso lado.
Aguardo, também, uma declaração formal do assessor para assuntos aleatórios do escolhido. O assessor (José) ainda nada disse, nem tampouco manifestou alegria no seu blog pelo resultado porque já sabia da farsa.

Anônimo disse...

Sou ignorante em DIREITO. Mas, que uma RESOLUÇÃO se sobreponha a uma LEI, e LEI COMPLEMENTAR da CONSTITUIÇÃO, não é matéria constitucional e, portanto, não é assunto a ser julgado pelo STF? É isso mesmo? Estranho, muito estranho!...
Outro assunto.Nutro veneração pelos homens de saber, como os Ministros dos Tribunais de Justiça, os Desembargadores, etc. Mas, a respeito dessa manifestação de um membro do TST, permito-me chamar a atenção dos colegas para um aspecto que nos interessa: ELE ACHA QUE ALGUMAS CLASSES DE TRABALHADORES, COMO A DELE, MERECEM APOSENTADORIA INTEGRAL. Eu já acho que todos todos os trabalhadores DEVERIAM TER O DIREITO à aposentadoria integral, PREENCHIDAS AS CONDIÇÕES CONSTITUCIONAIS DE INVALIDEZ. Cabe à Constituição definir essas condições de invalidez. Mas, claro, quem entende de DIREITO é o Juiz, não sou eu, como disse.
Edgardo Amorim Rego

Ari Zanella disse...

Meus amigos,

A resposta recebida pelo colega Antonio Americano de um filho de aposentado que é concursado do TC do DF, reproduzido pela Lázara (15/4 - 19:38) faz muito sentido.
"
Americano,

Duas questões: Não se trata de matéria constitucional. Portanto o Supremo só trata quando houver descumprimento de cláusula constitucional.
O assunto é de competência do STJ. A forma de questionar é uma ação judicial. Na justiça comum, iniciando-se pelo rito normal. Primeira instância.

Abraços
Gilton
.................................
Apenas para lembrar, na justiça comum já não existe uma Ação impetrada pela Faabb?

Anônimo disse...

Se houve uma eleição, há que acatar-se o resultado da mesma, ou contestá-la na justiça. No caso de optarem pela não contestação judicial, os derrotados devem reconhecer o fato com humildade (qualidade que falta para alguns), e refletir nas razões de terem obtido tão poucos votos. Parabéns ao vencedor!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Prezada Colega Daisy.

Repasso para seu conhecimento a mensagem da FAABB comunicando o encerramento prematuro e o resultado obtido na escolha do representante. Peço notar que a votação encerrou-se às 18 horas (faltando 06 horas para o término do dia) e restando o pronunciamento de 11 associações.

Também relevante o fato de que a Presidente Isa Musa centralizou o recebimento dos votos conhecendo, portanto, a "marcha da apuração". Deste modo lhe sendo fácil cooptar os presidentes para exercitar a escolha em favor da indicação da Federação, se escolhesse essa linha de conduta.

Para que tanta encenação?

Ao agir ditatorialmente, como o fez, mais simples e transparente seria emitir um ato em nome da FAABB, fazendo a nomeaçao do representante.

Isso ocorreria sem desgaste político e sem suscitar suspeitas inexplicáveis.

Mais intrigante ainda é saber-se que ambos, Presidente Isa e Representante escolhido, estão vinculados à ANABB, defensora do BB e inimiga declarada dos aposentados e pensionistas (Estatuto: art. 2° - São finalidades da ANABB - "defender os interesses do BB"). O que faz suopor ter havido ingerência da ANABB no processo da escolha.

Eis os cargos que ocupam:

Isa Musa de Noronha - ANABB e ANABBPrev - Conselho Deliberativo

Claudio Nunes Lahorgue - ANABBPrev - Conselho Deliberativo - Suplente

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade

--------------------------------------------




Até às 18:00 horas de hoje, dia 15 de abril, são essas as 21 Associações que já indicaram o representante:

AAPBB MS – AAPPREVI - AFA.BH - AFABB AM - AFABB BA – AFABB BARBACENA

AFABB DF - AFABB ES - AFABB JOINVILLE - AFABB MT - AFABB PA - AFABB PR

AFABB RN - AFABB RS - AFABB SC - AFABB T PONTAS - AFABB TRIANGULO

AFABB TUPÃ - AFABB UBERABA - AIABB Itabuna - UNAMIBB

Findo o prazo, o indicado é o colega, Presidente da AFABB RS, Cláudio Nunes Lahorgue, que recebeu 11 das 21 indicações.

Atenciosamente,

Isa Musa de Noronha

Anônimo disse...

Pessoal, devagar com a Dona Isa Musa; cuidado para não cometerem injustiças. Ela é a única dos negociadores que mantém diálogo constante conosco.
Confio em sua seriedade e ética.
Em todo processo de eleição ou escolha nunca se consegue agradar a todo o munto; sempre haverá um percentual de insatisfação.

Neste momento, não podemos nos dividir e deixar que a disconfiança e o pessimismo nos atinja; temos é que unir forças. Vamos municiar nossos negociadores de boas sugestões para que as apresentem na mesa de negociação, tal qual fez nosso colega Ari Zanela. Achei sua sugestão excelente.

Bom final de semana a todos !

Luis Eustáquio de Castro - Araxá

CLOWNS disse...

MARACUTAIAS EM ANDAMENTO!!!!

Mais uma vez ficaremos sem nenhum representante que defenda a classe de aposentados nas negociações a serem realizadas. Isa e Lahorgue são os representantes da ANABB e do BB. Contraf-cut representará os interesses dos funcionários da ativa.
Vejam o que acontece quando não há mobilização. Apesar de sermos maioria não temos nenhum representante. Seremos mais uma vez logrados.
"Alea jacta est". As propostas aprovadas serão as que beneficiarão os altos salários.
Da. Isa, sua máscara caiu faz tempo. Nunca acreditei na sra. A justiça divina se encarregará do seu julgamento juntamente com a sua trupe de malfeitores. Lembre-se que existe uma lei da qual ninguém escapa: a lei do retorno.

Anônimo disse...

QUE PAPELÃO EM DONA?? QUERO VER COMO NÓS PENSIONISTAS VAMOS FICAR. VAMOS TROCAR DE SALÁRIO?.

rosalina de souza disse...

Prezados Colegas do Blog.

Vamos continuar nosso trabalho,divulgando a AAPPREVI, esclarecendo a quem de direito seja aposentado,pensionista e pricipalmete os funcionários da ativa,que se encontram na escuridão enganados,muitos não sabe nada sobre a previ.

Temos que recomeçar e a melhor atitude é esclarendo,cobrando,manifestando apoio a quem esta trabalhando por todos nós.

Vamos a luta.

Respeitosamente

Rosalina de Souza

Pensionista

luiz fernando disse...

colega pedro paulo, pelo que ouvi nas explanações o BET será reajustado sempre q tiver aumento do nosso benefício, ou seja sempre 20% sobre a verba -beneficio da previ.Acho que é isso.

iraci berviria disse...

Sempre defendi a Isa, mas me parece que lhe falta "peito" para realmente defender a maioria.Espero que ao menos tenha a ombridade de EXIGIR a previ,o recalculo das aposentadorias,para que não haja tanta disparidade entre os aposentados..Que sejam melhoradas quer seja pensões ou aposentadorias a todos que ganhem abaixo da média.
Fé aos puros de coração e solidariedade no dos egoístas.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Comentpario d Colega Heleno Pinto Nobre:

MARCOS SEI QUE TALVEZ NÃO ESTÁS SATISFEITO PORQUE DESEJARIAS E TERIAS O MEU APOIO ; MAS A GENTE SABE DIGO MAIS ; TU SABES COMO FUNCIONAM AS COISAS.

EU JÁ VI COLEGAS QUE TE INCENTIVARAM A NÃO TE METERES NESTE ANTRO DE VESPAS; É UM PEPINO A MAIS QUE IRIAS ARRUMAR. SEI QUE NÃO SERVIRÁ DE CONSOLO.

DE REPENTE TUDO ISTO VAI TE POUPAR DE UM GRANDE STRESS E INCOMODAÇÃO. E PODERÁS RECUPERAR TUAS ENERGIAS PARA NOS AJUDARES DE OUTRA MANEIRA.
ACHO QUE NÃO DEVES NEM ESQUENTAR A TUA CABEÇA COM TODA ESTA ENCENAÇÃO. ESTA É MINHA HUMILDE OPINIÃO.

FIZESTE A TUA PARTE ; PROPUSESTE O TEU NOME;O CIRCO FOI MONTADO ; NÃO CONSEGUISTE E NÃO FOI POR TUA VONTADE.
A NOSSA VONTADE SERIA QUE FOSTE NOS REPRESENTAR; NÃO ESQUENTA COMO DIZ A MAGRINHAGEM
AINDA TEM MUITA ÁGUA PARA PASSAR POR DEBAIXO DA PONTE.

Anônimo disse...

REALINHAMENTO.

O QUE PODE SER NEGOCIADO.

1) Alteração na metodologia do reajuste anual do nosso benefício (aumento real);

2) Alteração do percentual das pensões para 80%, mesmo que escalonado em 03 anos;

3) Inclusão da cesta alimentação.



O RESTANTE NÃO TEM NADA A VER COM REALINHAMRENTO OU REVISÃO DO PLANO.

Acho que os nossos dirigentes deveriam verificar melhor o que realmente pode ser negociado na acepção da palavra e não ficar naquela "nós temos que corrigir isso", "corrigir aquilo".

O que esta em questão é o que poder ser e o que não pode ser negociado na matéria em pauta.


A questão em pauta não tem nada a ver com superavit e sim o que pode ser melhorado no plano.

O que pode ser alterado e que atinge todos os participantes e assistidos?

Para mim o mais importante é a alteração do nosso reajuste e o aumento das pensões para 80%. O que vier depois é lucro.

Não criemos expectativas.

Todos os que vão participar das negociações são farinha do mesmo saco, sem exceção, são parceiros de longa data. Então não estou esperando nada de melhoria no plano, entretanto pode haver melhoria apenas para os amigos do REI.

Anônimo disse...

Colegas,


Só existem dois negociadores "nos representando??" CONTRAF-CUT e ANABB.

O resto é só para inglês ver.

Anônimo disse...

Fico a pensar que se fosse o Marcos o escolhido se não haveria milhares de vozes discordantes. é assim mesmo, democracia, como já disse alguém é algo dificil de conquistar a todos

Anônimo disse...

TRINCA.

Camilo, Sassaron,Isa Musa.

Agora com mai um, virou quadrilha. Estamos muito bem representados. VIVA NÓS!!!!

Anônimo disse...

Não fiz o Protesto Judicial do Medeiros e não assinei a petição do Rossi porque, apesar de não ser mais da ativa, eu ainda recebo meus soldos do banco e não quero confusão com ele. Vai saber quais seriam os desdobramentos...

Anônimo disse...

É no mínimo muito estranho, uma associação que se filia à FAABB na última hora, ter o seu presidente escolhido pelo voto dos demais presidentes das filiadas.
Estranho também é esse eleito pertencer aos quadros da Anabb.
Também penso que com o que a Dona Isa recebe de salários pelos cargos que ocupa, fica suspeita a sua atuação em defesa dos mais fracos.

Paulo Motta disse...

Marcos,
Por um lapso, seu e-mail passou-me despercebido. Ficou fora do tempo; mas se quiser pode publicar o texto abaixo agora. Hoje, está claro que, para nossa causa, a confiança em Isa acabou.
Paulo Motta.

“ASSENTO À MESA DE NEGOCIAÇÕES –
Isa, veja só a reação que sua estratégia está desencadeando. Era sobre isso que procurei alertá-la. Você quis fazer tudo corretamente. Tudo bem. No entanto, o blog previplano1 já é o termômetro da oposição. Cento e poucos pode ser a média dos comentários, por artigo, na home page. Porém, são milhares de visitas em cada texto do Marcos. E a figura dele já projeta uma imagem fortíssima! Se não lhe fosse possível você própria escolhê-lo, talvez nem valesse a pena levar mais um representante à mesa. O problema é que ainda não ficou bem claro se você poderia decidir isso sem consulta às AFAs. É de se acreditar que existam sim bons nomes entre elas. Mas o Marcos já é um ícone. E fica sempre a impressão de que quem preside pode escolher seu companheiro de confiança. Sua imagem também é positiva. Agora, no entanto, parece que prevalecerá a sensação que você se dobrou a pressões inconfessáveis. Não afirmo. Digo que parece. Não sou eu somente que estou dizendo isso. A impressão vai se generalizando. Os que hoje a defendem, à vista do que irá surgindo, e há muita coisa ainda oculta, acabarão entendendo o porquê da controvérsia. Se o escolhido não se sair bem e as decisões permanecerem frustrando as reivindicações dos participantes dos planos, você pode se espatifar lá embaixo. Torceremos para que dê tudo certo, é claro. Mas, se isso não acontecer, seu prestígio corre o risco de disparar ladeira abaixo, o que absolutamente não interessa a nossa causa.”
Paulo Motta

Anônimo disse...

Muito bem colocado Marcos !
Tem cabelo nesta sopa.

Anônimo disse...

CLOWNS, suas palavras soam como trovão.

Anônimo disse...

Colegas, entrem no site da FAABB.
Conforme a audiência ocorrida em 12 de abril, do qual participou o notável colega Rui Brito, nós estamos correndo risco com o nosso Fundo de Pensão Previ. Precisamos nos mobilizar antes que seja tarde demais.

José Roberto Eiras Henriques disse...

Colegas,

ESTÁ FEITO !

Agora só nos resta torcer para que nossos representantes defendam nossos direitos e que suas consciencias estejam centradas em defesa de nossas reivindicações.

Que lutem com todas as suas forças e provem que nossos temores, por essa indicação, são infundados.

Que nossos respresentantes mostrem por atos e ações que merecem ser dignos de nossa confiança.

A Bola está com voces, não façam gol contra!

Anônimo disse...

Gostaria que a atenção das pessoas ditas importantes concentrasse apenas nas questões inerentes aos interesses dos beneficiários do PB1.

Seus cargos, seus conhecimentos, suas armações, suas pompas para nós não passam de trapo de imundície

Hipolito disse...

Quero parabenizar os colegas ANTONIO FUZINELLI,às 03:37hs e BRUNO BAUMGARTEN, às 03:51hs, por seus comentarios de pura verdade e, gostaria de acrescentar que dentro da FAABB, a Srª ISA é a propria ANABB e, no circo onde nós somos os gatos que servimos de alimentos para os LEÕES, ela é a dona da armadilha que captura os pequenos e indefesos felinos.
Hipolito M Costa

Anônimo disse...

Pessoal, não dah pra entender:

1. nós do PB-1, somos em maioria praticamente donos do patrimônio da PREVI, e no entanto não temos nenhum representante na mesa de negociação, porque pelo que venho lendo, a isamusa e ooutro que foi escolhido são oriundos da anabb;
o que esperar deles, pois a dita anabb so defende o que o bb quer?

nao se iludam!!!!

antonio barreto
alagoinhas-ba

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Texto recebido em mensagem do Colega Fernando Arthur Tollendal Pacheco:

A PREVI vem sendo sangrada ano após ano

Enviada pelo Senador Paulo Paim:

Participantes de audiência lançam dúvidas sobre futuro de fundos de
pensãoOutros fundos de pensão podem ter o mesmo destino do Aerus, da
Varig, que não paga os benefícios a seus contribuintes. O alerta foi
feito em audiência pública que durou quase cinco horas na Subcomissão
Permanente em Defesa do Emprego e da Previdência Social.
A presidente da Associação Nacional dos Participantes de Fundos de
Pensão (Anapar), Cláudia Muinhos Ricaldoni, atribuiu os problemas ao
sistema que exclui os participantes da gestão dos fundos. Segundo ela,
dos 358 fundos existentes, apenas 74 têm paridade entre participantes e
patrocinadores em suas instâncias administrativas, como conselhos
deliberativo e fiscal e diretoria executiva.
Derrocada

A secretária de assuntos previdenciários do Sindicato Nacional dos
Aeronautas (SNA), Graziella Baggio, alertou para o risco de derrocada de
todo o sistema, e não apenas da Aerus. O advogado Luís Antonio Castagna
Maia, que atua no processo da Aerus, disse que o fundo de pensão do
Banco da Amazônia só está pagando os benefícios dos participantes por
força de liminar da Justiça.

Cláudia Ricaldoni afirmou que o Portus - fundo de pensão criado em 1979
pela Portobrás, extinta em 1990 - enfrenta problemas. Segundo ela,
algumas das atuais patrocinadoras, empresas estatais que atuam na
administração de vários portos brasileiros, não estão pagando a
contribuição mensal, a que são obrigadas como contrapartida ao
recolhimento feito pelos empregados.

Mudanças

Excluídos da gestão dos fundos, os participantes enfrentam outro
problema, apontado pela presidente da Anapar: mudanças unilaterais nos
planos, com rebaixamento de direitos, ou simplesmente sua extinção.
Cláudia Ricaldoni disse que, nos últimos oito anos, mais de 300 planos
foram extintos com aval da Superintendência Nacional de Previdência
Complementar (Previc).

O problema acontece, de acordo com a presidente da Anapar, quando o
patrocinador resolve se retirar do fundo. Ela informou que pessoas em
idade avançada simplesmente perdem a renda vitalícia e recebem um valor
pecuniário, correspondente ao que sobrou do cálculo atuarial, que leva
em conta a expectativa de vida.

Continua na Parte II

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Parte II - final

- Quando o trabalhador aposentado já ultrapassou a expectativa de vida
que embasou o cálculo atuarial, constata que não tem mais nada a
receber; está é devendo.

Distorção

Essa distorção, conforme a dirigente da Anapar, decorre de uma visão em
que a pujança financeira dos fundos se sobrepõe a sua real finalidade,
que é oferecer uma complementação à aposentadoria. sCláudia Ricaldoni
disse que, como a administração não é compartilhada com os
participantes, estes acabam pagando por problemas que não causaram.

Para ela, a ausência de paridade na gestão dos fundos não faz sentido,
porque a Emenda Constitucional 20/98 determinou que o valor das
contribuições dos patrocinadores aos fundos de pensão não pode ser
superior às contribuições dos participantes. Segundo ela, se há paridade
na contribuição, a mesma situação deveria ocorrer na administração.

Projeto

A presidente da Anapar informou que a entidade elaborou um projeto
focado na governança dessas entidades, de forma a assegurar a paridade e
a afastar as interferências políticas. O presidente da Subcomissão
Permanente em Defesa do Emprego e da Previdência Social, senador Paulo
Paim (PT-RS), pediu a Cláudia Ricaldoni que encaminhe o projeto à
Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa.

A Senadora Ana Amelia (PP-RS), que participou da audiência, declarou-se
preocupada com as projeções da presidente da Anapar. Conforme a
parlamentar, é inquietante constatar que os fundos de pensão -
instituições sólidas em outros países - estejam expostos a ingerências
políticas.

Paulo Paim também disse que o alerta feito pelos participantes da
audiência deve ser levado às autoridades do governo federal. Ele se
disse preocupado também com a denúncia feita por Ruy Brito Pedroza, da
União Nacional dos Acionistas Minoritários do Banco do Brasil, de que a
Previ teria repassado ao BB a quantia de R$ 7,5 bilhões de sua reserva
especial.
Segundo Pedroza, a transferência baseou-se em interpretação equivocada
de uma resolução da Previc e pode prejudicar os participantes da Previ.

Anônimo disse...

PESSOAL DE CURITIBA

Preparem as faixas, os cartazes,a bolinha vermelha e, claro, AS PERGUNTAS, pois a trupe previ estará se apresentando aí nessa maravilhosa Capital.
De acordo com o convite, o espetáculo acontecerá assim:
DATA: 20/04/2011
LOCAL: Hotel Deville Rayon - Sala
Forum
Rua Visc. de Nacar 1424
Agenda:
9h - Café de Boas-vindas
9h30 - Palestra Ed. Financeira
10h - Apresentação do Resultado
PREVI 2010
11 - Debate (?)

ENTÃO NÃO ESQUEÇAM, COMPAREÇAM EM MASSA.

Anônimo disse...

Ainda sobre o assunto posto pelo colega do PARÁ
A LC 109 manda distribuir todo o superávit na forma de benefício previdenciário, isto é, entre os assistidos, porque ela mesma diz que assistido é o participante que recebe benefício previdenciário.
A Resolução 26 OBRIGA dar metade do superávit ao PATROCINADOR.
Essa Resolução 26 não está ferindo o Art 5º-II da Constituição: ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude lei?
Essa matéria não é um assunto constitucional? Expliquem-me os colegas juristas.
Edgardo Amorim Rego

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Ação Cesta Alimentação - TUTELA ANRECIPADA – Parecer da Assessoria Jurídica da AAPPREVI

De: dr.tadeu.adv
Data: 16/04/2011 19:44:43
Para: ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PREVI-AAPPREVI
Assunto: Re: CESTA ALIMENTAÇÃO

Prezado Sr. Gilvan,

A antecipação da tutela não é uma decisão definitiva, com risco de ser cassada e de ter que devolver os valores recebidos, aliado ao fato de que é discutível um dos requisitos para a obtenção desse provimento, qual seja o " fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação".

Sendo assim, no meu entender, o pedido de antecipação da tutela provoca uma maior duração para o processo (pois ocorre muitos atos processuais para a antecipação) e maior custo para o processo.

Por isso, optamos por não requerer a tutela antecipada.

Atenciosamente,

JOSÉ TADEU DE ALMEIDA BRITO
Advogado

ANTONIO FUZINELLI disse...

SEREMOS REPRESENTADOS NAS NAS PROXIMAS REUNIÕES POR:
EMILIO RODRIGUES - PRESIDENTE DA ANABB
WILLIAM BENTO - VICE PRES AD E FINANC DA ANABB
VITOR PAULO DA PREVI QUE TAMBEM É DO CONS. DELIBERATIVO DA ANABB
CLUDIO NUNES LAHORQUE - AFA RS E SUPLENTE DELIBERATIVO DA ANABB E
ISA NORONHA (NÃO É MAIS musa) - CONS DELIBERATIVO DA ANABB E ANABBPREV.


ISTO POSTO, GOSTARIA DE SUGERIR FAZER UM ABAIXO ASSINADO PARA ENCAMINHAR A PREVI, EXIGINDO A PRESENÇA DE UM REPRESENTANTE INDICADO PELA AAPPREVI.

Anônimo disse...

Rossi, faz o abaixo-assinado que estamos aí.

Anônimo disse...

Eta gente maldosa, pertencer a ANABB é por eleição, quem reclama é porque lançou o nome e não se elegeu. Lá não é por chapa, os sócios da ANABB votam nas pessoas, uma a uma. A propósito, este ano tem eleição na ANABB, aconselho todo mundo que não gosta dos atuais dirigentes que se candidatem, vamos ver quantos votos cada um dos críticos consegue. Lembre-se, não há chapa, os sócios da anabb votam em vinte e uma pessoas. Quero ver prestígio é em um processo como esse onde cada um só tem o próprio nome como carro chefe de campanha. Na última eleição da anabb teve coleguinha que só teve um voto, ou seja, o dele.

Anônimo disse...

SO para lembrar: O acordo e discutir REALINHAMENTO DO PLANO 1 e nao superavit.

Aposentado sem Representante disse...

Hoje vou esconder a cara no anonimato, mas não é para jogar pedras em ninguém, pelo contrário.

Não acredito sempre em teorias conspiratórias mas o caso presente é de deixar qualquer um com as barbas de molho.

Parece um daqueles filmes de suspense em que o protagonista busca o apoio do chefe, e descobre que ele está envolvido no esquema.
Procura então sucessivamente o superintendente, o chefe de polícia, o chefe político, estão todos comprometidos.
Por último, pede proteção ao melhor amigo e, para sua decepção, nem este escapa, também está atolado no lamaçal.

Esse companheiro ungido, qual a representatividade dele? Quantos aposentados e assistidos estão inscritos em sua nova associação? Quem votou nele? De onde veio tanta força em tão pouco tempo?

Tema de muitas reivindicações, a transparência precisa ser colocada também aqui, neste caso nebuloso, que está exigindo a devida elucidação por parte de quem presidiu essa escolha.

As fontes do Marcos não o desapontaram e não é justo esperar que ele as revele.

Com vários dias de antecedência, ele cravou o resultado provável, levantando suspeição quanto à nova associação e seu ingresso quase intempestivo na disputa.

Não é favor, esses representantes têm o dever de proteger nossos interesses.

Vamos ficar de olho neles e também nas próximas eleições.

Mas não seria o caso de buscarmos a justiça para solicitar um mandado de segurança ou de garantia, não sei qual o instrumento legal, e entrarmos nessas negociações para furar o esquema, ainda que na marra?

Nós somos legítimos interessados, estão tomando decisões em nosso nome, sem nosso consentimento.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

“Anônimo” das 07:14,

Você não disse que o “rígido” esquema de votação da ANABB é destinado à ocupação de vagas de emprego, com polpudo salário e vantagens como auxílio moradia e pagamento de passagens e hospedagem para toda a família (está no Estatuto). Também somente são eleitos os que rezam na cartilha do conglomerado, contando com sua excepcionalmente rica estrutura de propaganda e marketing, suportada por arrecadação mensal superior a dois milhões de reais. Aliás, tudo é compreensível, pois qual o patrão dá emprego aos seus opositores? E você, “anônimo”, quanto ganha para defender seu patrão Valmir Camilo? O seu linguajar é sintomático e denunciante. O pejorativo termo “coleguinha” bem diz em qual lama você chafurda.
E se o recado me é dirigido, perca o medo da concorrência. Jamais serei candidato a qualquer cargo que envolva dinheiro e, por isso mesmo, não me igualo aos serviçais da ANABB.

antonio fuzinelli disse...

ANONIMO DAS 7:14
COMO QUE SE DÁ A VOTAÇÃO NAS ELEIÇÕES DA ANABB? POR ENVELOPE, DEPOSITADOS NO CORREIO. ELEIÇÃO FISCALIZADA POR UMA COMISSÃO, ESCOLHIDA POR QUEM? NEM SEI PORQUE ESTOU DIZENDO ISSO A VOCÊ, POIS NEM SEI QUE V É. ANOMIMO PARA MIM É COMO A VOTAÇÃO DA ANABB, DA FAABB, E DE OUTRAS. SÃO COVARDES QUE SE OCULTAM POIS TEM MEDO DE DIZER A VERDADE, OU DE OUVIR A VERDADE etc...etc...etc...

Anônimo disse...

Ao anônimo das 7:14,

suas afirmações são despropositadas. Saiba o "colega" que uma eleição da ANABB fica em centenas de milhares de reais. São panfletos de propaganda, mensagens via internet, telefonemas para os associados (e só a Associação dispõem dos nºs de telefone) e gente, muita gente, para batalhar em várias frentes para angariar votos. É toda uma máquina a serviço de uns poucos que vem comandando nossas associações. Há toda uma rede de interesses de uns poucos. E tudo isso é sustentado pelas mensalidades dos associados, infelizmente. Portanto, sua manifestação é muito pueril quando diz que qualquer um pode se candidatar nas eleições. Só se for milionário, tamanho o gasto com a campanha. Veja se algum coleguinha candidato -- e você deve conhecer muitos deles -- coloca um centavo sequer na campanha.

Ari Zanella disse...

Sou fã de carteirinha do Edgardo Amorim Rego. Em sua intervenção hoje (04:10) "Essa Resolução 26 não está ferindo o Art 5º-II da Constituição: ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude lei?"
É isso aí mesmo, Edgardo. Portanto, ADIN neles! Via STF.
..................................
Alô, alô, Antonio Americano! Acho que o filho do aposentado do DF, de nome Gílson, concursado do TC de Brasília, não foi feliz ao dizer que não era matéria constitucional.

Anônimo disse...

Acredito sinceramente que essa polemica toda em volta da ANABB é proposital para desviar atenções. Se dona Isa e sr Lahorgue são representantes da FAABB vamos dar toda força a eles, para que coloquem somente o que nos interessa. A ANABB sem o Valmir na presidência é só um rato que ruge. Acho que tem muita gente que não sabe que o Valmir não mais preside a ANABB. É carta fora do baralho e o atual presidente (Emilio)é mais manso e cordado.. Abram o olho. Tem gente entre nós que é paga pra desviar o assunto que nos interessa

Anônimo disse...

PARABÉNS PAULO Motta!! 07: 57.

Paulo Motta disse...

Fuzinelli,

Passei correndo por aqui hoje. Não tenho tempo de ajudar nesse abaixo-assinado, atualmente. Mas tô dentro. Assino.

Paulo Motta.

Anônimo disse...

Anônimo de 7:14,

Você tá na praia errada.

Tenho certeza que não consegue entender a motivação dos seguidores deste blog e sócios da AAPPREVI.

Tudo o que você acha bom daquele covil, nós daqui pensamos diferente.


São coisas antagônicas, entendeu seu zé roela?

Hamilton Floripes disse...

O clima de animosidade, as críticas virulentas aos colegas dão a falsa noção de que os colegas do banco ao se aposentarem perderam a linha. Deplorável criticar chamando de zé roela quem apenas coloca suas posições. Parecem querer somente aplausos. Pessoas comuns dizem o que pensam e podemos discordar, jamais desrespeitar. Lamentavel que o Marcos permita isso.

Anônimo disse...

A "Consulta"da Sra. Isa Musa é o mesmo que a votação "Sim" ou "Não"do supervite. Que coisa !!!

Anônimo disse...

Anônimo das 18:29,

Você está com total razão. Tem muitos aposentados pós-97 recebendo bem mais que aposentados pré-97, que exerciam o mesmo cargo no banco.
Vejam que os pós-97 estão sempre recebendo alguns benefícios a mais para reparar a distorção. E o que resultou? Estão agora recebendo mais que os pré-97, mas continuam chorando.
A PREVI deve corrigir as injustiças impostas pelos PDVs, que forçaram milhares de aposentadorias antecipadas, e que achataram salários devido a proporcionalidade imposta na marra.

É necessário que se faça o recálculo baseado no histórico da contribuição de cada um, durante todo o tempo de servíço efetivo.

Anônimo disse...

Anônimo de 17 de abril 16:24. É um erro querer que a PREVI corrija injustiças praticadas pelos PDV do Banco. Não acha que o BB é que deva ser responsabilizado? Então o Banco faz o que quer e a bomba fica para a Previ? Ora bolas, lugar de reclamar do Banco é na justiça e não jogar o abacaxi pra previ resolver e deixar o banco livre e solto.

Anônimo disse...

Fico mais admirado de se deixar publicar posições em defesa da anabb que representa os interesses do bb do que qualquer outra coisa. Democracia é assim... O camarada vem aqui a mando de outro, destila seu veneno e ainda consegue encontrar defensores. Perder a linha pode ser lamentável, mas a noção de quem nos prejudica é inadimissível. Por isso o pessoal da AAPPREVI é mesmo admirável. Conseguir equilíbrio para administrar pontos de vista que são verdadeiros tiros no próprio pé é dureza. Como diz o ditado: Pior cego é aquele que não quer ver

Anônimo disse...

Estranho, muito estranho. As letras dos anônimos são todas iguais. Só mudam na caixa alta. Essa é a estreita (minha) as dos anônimos é a normal, todas!!!

ANÔNIMO MUITO ATENTO.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Tem condições de uma pessoa pertencer ao PT e ao PSDB ao mesmo tempo? Claro que não. Mas, pelo que estou entendendo é o que está acontecendo com os nossos ditos representantes.
Pergunto: como é que determinados colegas que fazem parte da direção de uma entidade como a ANABB, defensora incondicional dos interesses do Banco, podem, ao mesmo tempo, pretender defender os interesses dos assistidos do Plano 1, tendo em vista que, no presente momento, se tratam, de interesses claramente antagônicos?
Será que, no universo de 120.000 colegas, não existam pessoas melhor qualificadas para nos representar?
Talvez seja o caso até da gente entrar na justiça para impedir que esses "suspeitos" possam nos representar.

Anônimo disse...

Caro Marcos e demais colegas,

Os tentáculos da ANABB vão muito além do que podemos imaginar. Ela se tornou um forte conglomerado empresarial e financeiro. Sua estrutura está montada, e seu foco é ajudar o BB e nos prejudicar. Nesta altura, já nem sei se o nosso desfiliamento vai diminuir seu poderio. Um de seus braços, a CoopANABB, recebeu recursos para financiamento do BB, e está a todo vapor procurando áreas para a construção de prédios de apartamentos, e os apartamentos que já estão a venda, o preço é praticamente o de mercado.
Como devemos agir? aumentando nossa fiscalização, se possível Marcos, consiga uma liminar, um mandato judicial ou similar e vá a esta mesa de negociações???.
Vamos começar uma campanha para aumentar a filiação à AAPPREVI.
Colegas, vamos falar para todo mundo sobre o Blog e o que anda acontecendo. Vamos nos manter unidos!

Anônimo disse...

Acho que o colega Damiano, às 20:27hs do dia 17.04.1, focalizou o CERNE da questão. Está na hora de se adotar uma atitude contundente. Se o Estatuto da ANABB diz que é função dela a defesa do BB, logo não pode, em nenhuma hipótese, pretender "representar" a parte antagônica. Onde já se viu, num processo qualquer DEFESA e ACUSAÇÃO serem exercidas por um único ente?
Atençao: Isso pode dar samba. Está na hora de questionar isso na JUSTIÇA.

Anônimo disse...

Os tentáculos da ANABB são os mesmos do POLVO.Pobre de nós.
E pensar que quem ajudou nisso tudo foi o pessoal da Ativa, de tanto medo do BB ser privatizado.Deu no que tá dando.Um CABIDÃO.Tudo:BB,PREVI,PREVIC,VALE,E OUTRAS COSITAS MAIS.
Na outra encarnação quero ser "guerrilheiro", eheheheheh

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o Marco Aurélio Damiano e com o anônimo de 18 de abril de 2011 03:50. Não podemos aceitar essa aberração que consiste em membros da Anabb, que defendem o patrocinador declaradamente em seu estatuto, estar fingindo nos defender nas mesas de negociações.
VAMOS ACORDAR GENTE, ENQUANTO É TEMPO!
Chega de Farsa.
É por isso que não saimos do mesmo lugar.
Enquanto essa cambada continua mamando na Previ.