domingo, 14 de agosto de 2011

PREVI amordaçada


Caros Colegas,

Se não bastasse a triste certeza de que o nosso Fundo é manobrado pelo Patrocinador a serviço do governo, vem-nos agora mais uma paulada certeira para esfacelar o cofrinho de barro em que guardávamos nossas esperanças. A quebra do jugo secular está mais longe de ocorrer, talvez até afastada para sempre.

A ADIN (assim nominada no artigo 103, da Constituição Federal) foi embalada durante três anos como a fórmula mágica capaz de anular a malfadada resolução CGPC 26/2008 e agora, ultrapassado o prazo prometido para sua impetração, esmorecem as perspectivas de que prospere.

Parece até que os 120.000 participantes e assistidos do PB1 da PREVI sobrevivem sob a opressão de uma praga malfazeja, pois tudo que se quer e se procura em nosso benefício é obstado por malignas forças ocultas, que se interpõem – ou são colocadas – no nosso caminho.

E, em que pese a ANAPAR ter chamado a si a responsabilidade de assumir a paternidade da Ação, não se sabe por que cargas d’água ela buscou a parceria de uma entidade fortemente ligada ao partido de sustentação do Governo – a CONTRAF-CUT, quando é notório que os efeitos desse instrumento se voltariam contra o patrocinador, Banco do Brasil.

De se estranhar, e muito, o fato de que a ANAPAR se enquadra perfeitamente nos parâmetros exigidos para a incumbência, sem necessitar de muletas para percorrer o caminho até o Supremo. Acresce o fato de que ela representa o universo dos Fundos de Pensões atingidos mortalmente pela resolução 26. Enquanto que a atual mentora da ADIN não tem, em seu currículo, histórico com postura de defesa dos aposentados e pensionistas dependentes desses Fundos.

Essa mudança de mando foi o suficiente para que a nova força alijasse do processo a própria ANAPAR, assumindo o comando da operação de modo truculento, pelo que se deduz das notícias oficiosas, pois oficiais não existem.

Para o anúncio das novas regras a suportar a “nossa” ADIN, ocorreu reunião amplamente divulgada nos meios próprios onde, diferentemente do que se supunha, a CONTRAF assumiu as rédeas da situação determinando regras obscuras: ninguém teria acesso ao processo antes de ajuizado. Ou seja, de mandantes de uma Ação Judicial passamos a réus, parece, pois nos é negado pelo “advogado” constituído o acesso ao Processo que intentamos mover. Teme-se até que sejamos citados judicialmente por atitude temerária assumida contra o “Estado”, pelos rumos que a coisa tomou.

Enquanto isso permanece sem cumprimento a promessa de divulgação do que ocorreu na “proveitosa” Reunião do dia 09/08, determinante do que se comenta.

E dificilmente o desmentido virá, até porque as AFAs e outras Associações de Aposentados e Pensionistas que se dizem nossos Representantes não se manifestam. Também parece que somente mostram eficiência quando se trata de mover Moções de Profundo Repúdio zelando pelo bom nome da FAABB e de sua Musa, também caladas neste episódio sem dar a mínima para o sábio jargão popular:

Quem cala, consente.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 14/08/2011.

65 comentários:

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

FELIZ DIA DOS PAIS

Para os que puderam dar o sustento aos seus filhos...

Para os que ainda podem sustentá-los...

E para os que, com a Graça de Deus, têm a felicidade de ser amparados por eles na velhice.

carlosdomini disse...

Marcos,
Boa lembrança.

Só desejando a nós pais e avós, sofridos ou não , esquecidos, maltratados e surrupiados um grande dia e que 2011 caminhe com a eperança.

jeanne disse...

Marcos, desejo um Feliz Dia dos Pais a você e a todos os pais que frequentam este blog.Um abraço, Jeanne.

Anônimo disse...

Barbaridade, dona Rosalina...R$ 7.500,00 reais mensais abaixo da linha de pobreza???Nem na Suiça!!!

luiz fernando disse...

MARCOS, tuas palavras são de todo, verdadeiras e emocionantes . E pai, quem não tem mais , sabe a falta que faz. Feliz dia dos pais, e principalmente aos participantes do PB1, pobres-ricos, melhores dias de esperança, saúde e força.

Anônimo disse...

Feliz dia dos pais a todos.
claudia

Anônimo disse...

Sra. Rosalina, recebo 3.700,00 (Previ + Inss) e aind ajudo mais pais, cada um aposentado pelo slario minimo. Tenho carro, apartamento financiado e vivemos bem. Sugiro que diminua sus luxos, assim vai conseguir viver com essa baita pensao!!!

Lázara Rabelo disse...

Caro Marcos e d+ pais colegas,

Que todos vocês, bravos e incansáveis pais e alguns avôs também, tenham um FELIZ DIA DOS PAIS!!!
Que a MADRASTA PREVI lhes conceda um presentinho, o ES l50/150!

Anônimo disse...

ROSALINA,

Pense antes de escrever. Você deu o TIRO NO NOSSO PÉ. Se a PREVI já julgava alto o nível de endividamento, agora, vai pensar que somos irresponsáveis para administrar o orçamento doméstico,
Assim fica difícil que saia melhores condições no emprestimo simples. Ao invés de ajudar, você ATRAPALHOU. Pessoas estranhas que tomarem conhecimento do valor da sua pensão, vão pensar que nós choramos de BARRIGA CHEIA.

Anônimo disse...

É lastimavel, que muitos colegas critiquem a sra. Rosalina somente por que ela abriu seu coracao neste blog e falou francamente sobre sua vida e o que pensa.
E dai que ela receba R$7500,00 cada um ganha por aquilo que fez, pelo o que com muito suor trabalhou, cada historia é uma licao de vida.
Meu pai trabalhou DURAMENTE no Banco, nem ferias tirava, no maximo aproveitava algum feriado prolongado, mesmo depois de aposentado, continuou trabalhando pelo Banco, e o provento que hoje recebemos é uma desonra completa a memoria de meu saudoso pai.
Lamento os que tambem trabalharam arduamente pelo Banco e hoje amargam este salario vergonhoso, que leva a mendigar emprestimos, quando deveriam estar economicamente em condicoes mais favorecidas, assim somente usariam o ES para quem sabe tirar umas ferias anualmente com a familia ou comprar aquele bem de consumo que sempre sonharam, ao inves de pegar o ES para ter que pagar mais emprestimos e contas.
Pois, nao devem cobrar isto dos seus colegas, mas sim do proprio Banco e da Previ, foram ESTES que ja ha algum tempo estao sendo nossos CARRASCOS ceifando o nosso direito a uma vida mais digna e que condiza a realidade economica do Pais.
Querem criticar, é um direito de voces, mas virem suas ARMAR E CANHOES, para os que realmente merecem.

Lena. disse...

DE ONDE O PAI TIRA TANTA CERTEZA?

Minha principal pergunta atualmente é de onde o pai tira tanta certeza de que o filho vencerá? Que o filho alcançará os objetivos por mais árduo que seja o caminho a ser trilhado? Que sujeito é esse que acredita tanto num filho? Quem é esse que dá a vida e torce tanto pelo rebento?
As perguntas são tantas e as respostas estão na convivência que, muitas vezes, pode chegar a espantar quem não valoriza e se sente grato pelo maior bem que um ser humano possa proporcionar ao outro.
Pois, no dia-a-dia é que um pai pode mostrar, orientar e ensinar princípios, valores e outras lições que somente ele está apto a passar para o filho. Assim, como somente o carinho, a integridade a honestidade e hombridade são as rotas que podem ser seguidas pelo filho ao caminhar lado a lado com o pai.
Firme ao exigir atitudes e reações sérias do filho para as mais variadas situações da vida, o mesmo sujeito exigente é o que está ali apoiando o filho. A primeira vez que li uma frase associada a Charles Chapplin acreditei que ela personalizava exatamente a figura de um pai:

“Que sua presença não seja totalmente notada, mas sua ausência extremamente sentida”.

Assim, é o pai!
Assim como o Sol, o pai, todos os dias ao acordar, ilumina a vida de seu filho. O pai está presente e certo de que amanhã será melhor. Quando os amigos estão longe ou oferecem as costas, o pai está presente.
Atento a tudo, ele sabe o momento certo de intervir nas mais variadas situações que podem equilibrar e trazer segurança ao seu rebento. Assim, como sabe ser o maior incentivador de seu filho. Ele é pior do que torcedor fanático do Botafogo (acredita o tempo todo!). Pai é pai, não existe definição! Existe somente muito carinho e respeito!
E o filho, muitas vezes, precisa se imaginar tão forte quanto um cavalo bem tratado e treinado para saltar obstáculos e chegar aos seus objetivos. Ao filho cabe somente acreditar, executar suas tarefas e viver bem diante de tanta certeza. Na maioria das vezes, Marcos, ao filho, é somente a certeza, que o pai tira, não se sabe de onde, que o impulsiona a vencer.


Para você, querido Marcos, com muito carinho e a todos os papais deste blog.

Anônimo disse...

Queridos Colegas do Blog e os Papais.

O homem de bom proceder, amável no trato, tende a ser um excelente marido, um pai exemplar. Será, por conseguinte, um cidadão reverenciado, respeitado por todos, estimado como um irmão.

Nossa luta continua,vamos em frente para ainda em 2011,termos dias melhores ao nossos entes queridos.

Papais um abraço da colega de luta.

Rosalina de Souza

Pensionista

Matrícula 18.161.320-4

Anônimo disse...

Queridos Colegas do Blog.

Agora tenho que falar o que estou sentindo e até mesmo como um direito de resposta aos que me atacam por eu receber uma pensão que somados PREVI+INSS+BET chega a cifra de 7.500,00 reais mensais.

Talvez por despreparo ou como muitos gostam de chamar de vaidade,gastos desnecessários etc... e tal cheguei a uma situação de insolvência.

Agora o que temos que nos perguntar é como sair dele. e mais uma vez vou exemplificar com números.

ES-PREVI********1.065,44
COOPERFORTE*****1.159,74
CREDISCOOP****** 446,09
FHE-EMPRESTIMO** 262,52
CDC BB TODOS 2.052,00
INSS CONSIGNADO 658,00
CASSI********* 227,28
IMPOSTO DE RENDA 450,00

Total aprovisionado 6.321,07

Sobra 1.178,93 para pagamento de todas as demais despesas do mês,agua,luz,comida,remédios etc.


Como posso viver de luxos senhoras e senhores,quando existe algum empréstimo é para cobrir outros compromissos que já estão atrasados.

De verdade e de coração se alguém souber uma maneira de me ajudar a sair desta situação ajude,receberei os conselhos com o maior gosto mais se for apenas para criticar,então se calem, porque é como estou dizendo só eu e minha família sabemos como vivemos.

Atenciosamente

Rosalina de Souza

Pensionista

Matrícula 18.161.320-4

vhspassini@uol.com.br

Anônimo disse...

Rosalina, vou te dar uma sugestão:algumas doenças crônicas(li que você é cardíaca)isentam a pessoa do IR.Quanto ao resto, eu entendi bem a sua situação.Quem sou eu para falar alguma coisa...

Anônimo disse...

Marcos,

Eu acredito que engavetaram a prometida Adin, por haver desconfiança de que o advogado responsável pela sua elaboração, pudesse discretamente favorecer o patrocinador. Será que não existiu realmente algo que os deixou com a "pulga atrás da orelha"? Por que não se manifestam a Anapar, Contraf-Cut e Faabb?

Anônimo disse...

Rosalina,
Yo não sei tua idad. Espero, guria, que uest tenha fuerças para passar pelo corredor polonês. Se tu piensas que te voy a perseguir, estais enganada. Así soy yo. Cuidado, as pessoas quando escrevem na sombra, do anonimato ficam corajosas, e tascam a madeira. Prepare o lombo porque a pau vai comer sem dó.

Anônimo disse...

Porque pegou tanto empréstimo? Claro que agora está ruím. E a senhora ainda vai renovar? E como pagara esse outro?
É BOLA DE NEVE!!

fuzinelli disse...

Roalina.. porque v não cala a boca.
Antonio Fuzinelli
a.fuzinelli@gmail.com
Arapongas Pr

Anônimo disse...

Paranbéns dona Lena e obrigado por tão lindo texto dirigida ao Marcão e aos papais como eu. Muito lindo!!

Adoro-a!!

Anônimo disse...

Amigos e a ADI (N) quando vai ser ajuizada. ANAPAR, ISA MUSA, CONTRACAF, vocês estão zonando com nós velhinhos. A palavra é essa mesmo ZONANDO. Também acho que é melhor nem ajuizar. A petição foi elaborada contra nós aposentados e e pensionistas.E viva os larapios da PREVI.
Parabens Anapar, Anabb, Previ, Contracaf-Cut, Faabb emuitos outros subservientes.
Só temos nossa AAPPREVI por nós.

Julita disse...

Para homenagear os Pais desse blog envio esse video!
Parabéns a todos e um abração para o senhor Marcos!!!!Não me esquecendo das pensionistas que são verdadeiras heroinas!!!!
http://www.youtube.com/watch?v=z1rjSSn5kOA&feature=related

Pensionista disse...

NOSSA PORQUE FALAR DESSA MANEIRA COM UMA PENSIONISTA? MANDAR CALAR A BOCA?
COVARDE. QUE TIPO DE HOMEM TU ES?

Anônimo disse...

Prezados colegas,
Pelo que eu tenho lido em todos os blogs sobre o Sasseron - somente uma pessoa ingênua iria acreditar que ele iria endossar uma ADIN contra a res. 026.Ele não está na Anapar, Previ e talvez na Anabb?Então como ele incentivaria uma ação contra -em ultima análise- o governo? A ingenuidade que grassa entre os colegas é de arrepiar.Essa ação já devia ter sido impetrada há quase 3 anos, quando os colegas entendidos leram o seu teor e viram que se tratava de uma aberração. Mas, infelizmente, nao temos ninguem do nosso lado. Eu me lembro que a Anabb, há alguns anos informava a reação do Valmir Camilo contra a res. 026 e ele até pediu a um escritorio de advocacia que desse um parecer sobre a citada resolução.A conclusao a que os advogados chegaram foi a de que a resolução era inconstitucional e que a Anabb deveria entrar com uma ADIN.Eu não soube por ouvir dizer,não. Eu li o parecer dos advogados -Petrarca se não me engano - em sua integridade e eles citam frases de eminentes juristas, inclusive do Gilmar Mendes. Mas ,ao que eu saiba, nenhuma ação foi ajuizada pela Anabb, pois num de seus comentarios, o Valmir disse que o problema era eminentemente politico .Eu acho que é um problema legal,
Por isso eu volto a bater numa tecla surrada:NOS NAO TEMOS REPRESENTANTES JUNTO AO PATROCINADOR. ESTAMOS ENTREGUES ÁS TRAÇAS E NOSSA ATUAÇÃO É APENAS PASSIVA, DE VER AS COISAS ACONTECEREM.PRECISAMOS REIVINDICAR O DIREITO DE SER OUVIDOS SOBRE OS DESTINOS DE NOSSO FUNDO. 120000 PESSOAS NAO PODEM FICAR NESSE SILENCIO ENSURDECEDOR, APENAS IMPLORANDO UMA MELHORIA AQUI OUTRA ALI. NAO TEMOS QUALQUER EXPLICAÇAO DA ISA MUSA, DA RICALDONI NEM DE ALGUEM DA CONTRAF-CUT.
Como diria o genial Millor Fernandes :"É preciso que aconteça alguma coisa para que alguma coisa não aconteça'. Desculpem a extensao do texto.

Anônimo disse...

Dona Rosalina por que a senhora pegou todos estes emprestimos?
A senhora fez sucessivas operações?
A senhora tem um negócio ? A senhora comprou carros e apartamentos?
Por que pelas cifras pode se ver que a senhora pegou emprestimos altos, que só se justificariam numa emergência dessas que acontecem uma ou duas vezes em nossas vidas.
Mas parece que não é assim.
A senhora se lembra de como tudo isso começou?
Eu pergunto: valeu a pena?
Pelo jeito não uma vez que a senhora sempre precisa voltar aos empréstimos.
O que quero dizer é que nenhum desses emprestimos alavancou a sua vida econômica.
Talvez fosse hora de dizer NÃO.

Anônimo disse...

Toda araruta nesse blog tem seu dia de minguau dona Rosalina.
Ninguém escapa do nosso chefe.

Sinto muito.
Gostei anônimo das 12:12>

M. Lurdes.

Anônimo disse...

Alo dona Isa!
mostra a cara. Não fala,não explica,não ajuda!!Eu pago a senhora para quê?
ESSA ADIN SAI OU NÃO? E O ES 150,150?

ESTÁ DEMORANDO MUITO DONA ISA, E TUDO PARADO...

ACORDA!!

Anônimo disse...

O problema é que alguns acham que são banqueiros e não bancários aposentados. O que se recebe hoje é o resultado daquilo que contribuíram na na ativa. Se não houver um equilíbrio entre o que se ganha e se gasta, nem que recebessem R$ 1 milhão por mês seria suficiente. Sempre se endividando e chorando as pitangas depois, culpando a PREVI por suas "penúrias", mesmo assim somos privilegiados.

Anônimo disse...

Senhora Rosalina,
Tenha fé em Deus, que iremos conseguir sim o aumento do ES e do prazo.
Tenha certeza q não é só a senhora q está nesta situação.Tem gente q só entra no blog para criticar,não querem nem saber, até parece que são os donos da verdade.
Acho que a senhora é uma lutadora e tenho certeza que esta crise vai passar.Cuide bem da sua saúde e da sua família.Viver é uma arte e conviver com certos tipos de pessoa, mesmo q seja no blog não é fácil.Só a senhora e sua família devem saber porque precisou de pegar tais empréstimos.E deixa os "riquinhos" de plantão dar lição de moral.

Anônimo disse...

Espero que os colégas blogueiros não continuem a fazer o jogo do patrocinador, que quer ver a nossa divisão, com brigas e discussões so
bre endividamento, ES, outras bobagens, e estamos perdendo o foco
que é a Res. 26 e a ADI. Outra coisa é torrar o saco do Sasseron, como se fosse responsável pelo aumento do ES. Acho que os colégas esqueceram a novela do ES em 2010, que só saiu o realinhamento depois que o BB permitiu. É lamentável mas, vamos ter que entender que a Previ não é nossa e sim do BB, e que o Sasseron e a camarilha dos eleitos são uns pau mandados, que
são bem remunerados e que só fazem alguma coisa nas viagens de apresentação de resultados. E porque ? São outras conveniências que existe no meio delles.

Anônimo disse...

Caro anônimo das 15:09,

Me parece que o sr. Sasseron acumula, sim, cargos na ANAPAR e ANABB, além da PREVI. Na FAABB e AFABB não sei, não tenho certeza. é homem de muitos patrões. Se ele é "manda-chuva na Previ, e a Previ é contrária à ADIN, com certeza terá que defender a mesma idéia em todas as instituições. Isso significa: NÃO impetrar a ADI.

E nós, aqui, somos os trouxas esperançosos. CANAEL neles nas próximas eleições.

Anônimo disse...

Então por esse motivo ele não precisa do ES, não é mesmo Sr Sasserom?Quanto o senhor recebe mensalmente?

Anônimo disse...

Da Rosalina.

Não sou advogado mas aconselho a sra. a procurar um que entenda da parte financeira. Parece que por lei empréstimos com base em proventos?pensão não podem ultrapassar 30% da renda, a não ser que seja para pagar moradia onde a margem é 70%. Portanto, todos os emprestimos podem ser negociados para ficarem dentro deste patamar.
Por outro lado que emprestou e não considerou sua renda e consignações agiu errado.
Com um advogado (pode até ser defensoria publica) a senhora poderia propor algo para solucionar seu problema de insolvencia e assim ter recursos suficientes para sua manutenção e de seus familiares.
Uma solução drastica que eu tomei uma vez na minha vida foi de simplesmente não pagar os credores (diga-se BB), tive meu nome no serasa, spc, mas como tudo na vida passa (hoje eu até tenho crédito no BB de novo). E para aqueles que acharem que agi errado, considero que o BB deixou de me pagar mais de 10 vezes o que eu não paguei para ele (infelizmente no nosso país o Poder Judiciário é só para ingles ver - ou seja parece que funciona, mas não funciona - e até o ingles já descobriu isso e por isso pagamos a maior taxa de juros do mundo para poder atrair investimentos).
Infelizmente por outros interesses eu ainda tenho de me manter anonimo.

Anônimo disse...

Vai lá Sasseron, demonstra boa vontade e atende os inúmeros apelos, aumenta o ES 150 e o prazo 150 meses.

Anônimo disse...

Sr Anonimo das 4:11, como o senhor fez para não pagar o BB se o saldo fica aprovisionado? Eles tiram até a restituição do IR . Não entendi como o senhor fez, pois conheço uma pessoa que esta na mesma situação.

Anônimo disse...

Tem gente que gasta por ser compulsivo e não não é fácil superar isso. E dai advém as dívidas inexplicáveis e a maioria se enquadra nessa situação.

Outros realmente é porque tiveram problemas e foram obrigados a se endividarem por desespero e aparentemente não encontraram um saída, pois, aqueles que nunca souberam poupar quando chegam numa situação crítica se perdem em dívidas em cima de dívidas.

Antes de fazer uma dívida verifique o quanto é capaz de poupar por mes, isso entra a redução de despesa, e se não fores capaz então se prepare pois sua situação vai piorar cada vez mais e se fizeres um empréstimo vai ser muito difícil honrá-lo.

Anônimo disse...

Sr Anônimo das 4:11 também gostaria de saber como o senhor fez para não pagar os ses débitos junto ao Banco do Brasil,pois quando nossos proventos não são capazes de quitar os débitos eles tiram primeiro o deles,se outros débitos for feito por débito automatico,fica tudo sem ser quitado,eles aprovisiona tudo,pode ser 13 salário o que for caiu na conta é tudo recolhido para a quitação dos débitos que for ventura tenha aprovisionado na conta corrente.

Como a Previ não deposita em outra conta fica difícil haver uma solução.

fernando disse...

COLEGAS, defendo e entendo a nossa colega ROSALINA . Só quem já passou nas mãos de agiotas(Bancos,financeiras,etc)sabe disso. Ficamos oito anos sem aumento, e O BB ali forte, nos enchendo de limite especial cdc. Só para exemplificar, quem ganhava em 97 2.500 líquido, poderia ter um cheque especial de R$ 10;000,00,cdc de R$ 22.500,00? Podia sim, o tal de ANC do BB FAZIA OS CÁLCULOS E lá ia nós aos poucos, a míngua , completando nossos congelados salários, para o sustento da familia(colegio,transporte,comida,roupa). e NÃO SÃO POUCOS colegas, que entraram nessa, e quando viram... Perdi minha casa, tirei os filhos do colégio particular, estaca zero e só aí me livrei dos AGIOTAS(bancos, financeiras)Nao sei o caso da Rosalina, mas aposto que um emprétimo foi tirado para pagar o outro e assim por diante. Quando vê. Portanto, não julguem sem saber o que houve com a colega.Minha frase da vida - " O amigo verdadeiro é aquele que te socorre, e não aquele que tem pena de ti."

Anônimo disse...

Entendo que as instituições financeiras são muito irresponsáveis, na ânsia de cumprirem metas, isso mesmo tem metas de emprestar também, não observam essas limitações que podem tornar a situação do cliente insolvente. Entregam talões de cheques e só tem o trabalho de devolvê-los por alinea 12, e o comerciante se dana com o cheque na mão, então nada mais justo que nessas situações renegociem a dívida do cliente dentro de parâmetros estabelecidos, 30% da renda já é bastante coisa, mas a pobre da Rosalina está com 84% de sua renda tomada, a pessoa que está numa situação difícil na hora de tomar empréstimo não raciocina, quer pagar o que está lhe atormentado. Acabam cavando buracos cada vez maiores, quem tem muita dívida deve pedir a ajuda de um advogado perito em finanças e botar um basta na ciranda. É um bom começo.

Anônimo disse...

-Cumpadi ANÔNIMO 15 de agosto de 2011 04:11

-VAMBORA CUMPADI, DIZ COMO TU FEZ PRÁ CALOTEAR O BB, POIS NO MEU CASO TODOS OS DÉBITOS EM CONTA SÃO APROVISIONADOS ANTES 1 OU 2 DIAS DO CRÉDITO DA FOPAG. DIZ LOGO CARA.

Anônimo disse...

Decerto este anônimo desvinculou o INSS, recebendo-o por cartão., não pagou seus cartões de crédito e o que recebia não dava para pagar o CDC. Jã deveria ter todos os limites cancelados mesmo, então não tinha alternativa.São só suposições...

Anônimo disse...

Eu tenho cá comigo, que vai ser muito dificil a quem já esteja bastante endividado, fazer outro empréstimo, quaisquer que sejam as cifras.
Existe a margem que propicia a tomada do empréstimo.
Como alguem verdadeiramente endividado vai conseguir camuflá-la?

anônimo ex-endividado disse...

Da. Rosalina,
Desde que consegui livrar-me do endividamento crônico, tenho me interessado pelo assunto, lendo na internet e comparecendo a palestras que ocorrem sobre o assunto, quando possível. Parece-me que você vive em Goiás; em Goiânia deve haver associações que dão assistência a casos como o seu.
A sugestão do colega anônimo das 04:11 hs. é muito boa, cheguei a fazer coisa semelhante, só que naquele tempo os empréstimos do BB não eram descontados da conta-corrente, tínhamos que pagá-los no caixa. Como hoje os empréstimos são debitados diretamente na conta-corrente, não é mais possível deixar de pagá-los. Em uma das palestras que assisti, alguém mencionou que, quando estes débitos causam ao devedor problemas de natureza alimentar, há juizes que dão liminar para a suspensão dos débitos, isto força os credores a negociar uma solução viável, financeiramente, para o mutuário.
Se você resolver não seguir este caminho, acho que deveria, mesmo com sacrifício, procurar livrar-se das prestações que totalizam R$ 2.052,00, no Banco do Brasil. Com mais de R$ 3.000,00 de "sobra" em seu benefício, poderia levar uma vida menos apertada; talvez você tenha que fazer isto de forma compulsória, pois há agências do BB que não renovam operações de crédito com mutuários com restrição cadastral.
Outra coisa que aprendi é que ser um "ex-endividado" é como ser um ex-alcoólatra, á fácil ter uma recaída.

Anônimo disse...

A questão da colega que recebe R$ 7.500,00 mensais e reclama de dificuldades financeiras é um alerta para todos nós. Para quem não tem controle de gastos, mesmo se ganhar R$ 20.000,00 mensais serão insuficientes.

Tenho dois colegas, marido e mulher, ambos aposentados pelo BB, com renda de aproximadamente R$ 12.000,00 mensais e que devem na praça mais de R$ 300.000,00. Além de dívidas com vários bancos, cairam nas mãos de agiotas.

O empréstimo simples é para casos emergenciais. Se não tivermos cuidado vai virando uma bola de neve e se torna impagável.
O importante é administrar bem nosso dinheiro, viver com austeridade e simplicidade. Aquela velha máxima ainda está valendo:
"O POUCO COM DEUS É MUITO E O MUITO SEM DEUS É NADA".

Aposentado pelo INSS disse...

Rídicula essa pensionista do BB que mete o pé na jaca contrai dívidas e depois fica choramingando mais empréstimos. Vá viver com 7 mil, senhora. Tem gente neste país que vive com salário mínimo, só que não tem cartão de crédito e nem conta em banco para se afundar em empréstimos. Crie vergonha e vá viver com o que tem. Que vergonha!!!!!

Anônimo disse...

Gente, aumentando o prazo do ES, nossa colega vai conseguir renovar, diminuir a prestação e certamente tirar mais algum.Esta é a lógica.Se conseguir não tirar mais nenhum outro, decerto diminuirá as prestações existentes.Quantos não estão no mesmo caso? Ela foi uma corajosa de se expor. Parabéns Rosalina. Se a Previ pode socorrer a Bolsa, nada mais justo que socorra seus beneficiários.

Anônimo disse...

Sr Sasseron, olhe por nós, pois se ganhassemos bem não estariamos nesta situação. E as coitadas das pensionistas então que recebem 60%? Tenha piedade, vamos resolver isso o mais depressa possivel.

Profº Ari Zanella disse...

Amigo Marcos,

A Previ além de amordaçada agora está também em conluio com a ADI.
Dizem por aí que amanhã terá reunião da diretoria da Previ para tratar de dois assuntos: ES e...(pasmem!) ADI.
Com que finalidade estaria nossa mãe (ou seria madastra?) interessada na ADI? Com 3 diretores do BB e com o voto de minerva, boa coisa para nós é que não será.

Anônimo disse...

Não podemos mais acreditar nas promessas do SUPERÁVIT.
Primeiro, porque assinaram um documento, ou melhor, um ACORDO, que nada valeu.
Segundo, porque fizeram uma grande reunião ( gastaram com viagens, hospedagem, táxi, etc.), onde decidiram que até 10 de agosto a ADIN seria protocolada.

Mas até agora nada aconteceu.

Nem no universo infinito existe tanto mistério. Ninguém fala nada.

Profº Ari Zanella disse...

No meu comentário das 8:57 saiu grafado erroneamente "madastra" em vez do correto MADRASTA. Queiram gentilmente desculpar-me.
Ainda sobre aquele assunto (ADI discutida na reunião da Previ), se for verdade, meu maior temor é com uma possível moeda de troca com o ES. A diretoria da Previ nos "concede" o ES almejado (150/150) porém não se fala mais em ADI.
Espero que eu esteja equivocado.

Anônimo disse...

Rosalina,
voce abriu o seu coração minha amiga.
Um dia esses que estão falando mal de vc sentirão na pele pois tudo se paga nesse mumdo.
Os humildes serão exaltados e eles com certeza serão humilhados.

Anônimo disse...

A Dona Isa, não diz mais nada aqui no blog?
Traga uma noticia boa para nós , Dona Isa. Estamos esperando.

Anônimo disse...

Quem tem perguntad como dei calote no BB, a questão é que a conta-corrente é um bem pessoal e o BB só pode mexer nela perante sua autorização.
Para aqueles que quiserem assim agir, aconselho a abrir uma conta tipo conta salário definida só para crédito dos beneficios e não assinar nada que permita o BB debitar qualquer coisa nela (o BB como agente público é obrigado a abrir esta conta e aceitar o termo de que não pode haver débitos a não ser retiradas de dinheiro). Esta nova conta não é abrangida pela autorização dada anteriormente - e voce deve especificar isso na abertura da conta.
Depois entra no site da PREVI e muda a sua conta de crédito do beneficio.
Como eu falei antes, com um advogado as coisas ficam mais simples, pq os funcionários zelosos em defender o BB mesmo agindo contra a lei (eu fui um deles - hoje me arrependo muito) tudo farão para impedir o ja previsto calote.
Como o BB tem sido extremamente desonesto comigo (inclusive mentindo descaradamente nos processos que tenho contra ele) considero que cada um tem que saber até onde pode agir para se manter na tênue linha que separa o honesto do desonesto. E quem não tiver culpa atire a primeira pedra (alias vejos vários colegas no caso da sra. Rosalina que se acham os mais santos de todos os homens pelo que falam para ela).
Bom, acima eu dei o motivo pq eu ainda me mantenho anonimo.

Anônimo disse...

Rosalina, você está com muito mais do que 30% do seu salário comprometido com empréstimos; procure um advogado que poderá requerer uma liminar judicial para que esses empréstimos não sejam debitados em sua folha de pagamento uma vez que estão interferindo negativamente no seu próprio sustento e o de sua família.Dessa forma você poderá negociar livremente com cada um dos credores e em condições bem favoráveis.Não desanime, vá em frente.

Anônimo disse...

D. Rosalina parece que a Sra. tem cardiopatia grave? Caso positivo procure ag. da Receita Federal e faça um processo para isenção de Imposto de Renda, não tem necessidade de advogado voce mesmo pode fazer, não é dificil. Eu fiz o meu processo.

ANGELA-RJ disse...

Boa Tarde a todos, aos anonimos de
11.08 e 11.41 hrs, sintam-se abraça
dos por mim como irmãos, isto é ser
¨HUMANO¨, FRATERNO, não julgar é lei DIVINA, ¨se todos fossem iguais
a vocês, que maravilha viver¨, seríamos tão mais felizes. D. Rosa-
lina, a sua HUMILDADE, me ensina. Obrigada.

Anônimo disse...

PBAgora - A Paraíba o tempo todo
Dilma sanciona LDO, mas veta aumento real a aposentado.
Que vergonha!

Anônimo disse...

Para resolver o problema dos endividados, alguns anônimos aconselham: "gastar menos" e "não contrair o ES".

Em visita a um enfermo, será que esses mesmos anônimos imbecis, sabendo que não foi dada ainda a medicação adequada, aconselhariam ao moribundo a manter distância do mal que lhe causou a doença?

Jander disse...

D. Rosalina se a senhora faz uso de remedios de uso continuo entre em contato com a Cassi, pois a mesma disponibiliza alguns e subsidia outros medicamentos. Eu mesmo desco bri a pouco tempo, gastava na faixa de R$ 80,00 por mes, hoje gasto R$ 4,00, detalhe medicamneto genêrico mas do mesmo fabricante do de marca.
Já pode ser uma ajuda no orçamento.
Espero ter ajudado. Abraços.
Jander

Anônimo disse...

CADE O SEU PAULO MOTTA E A DONA LENA NESSA HORA?

ENTRAM! VÃO FICAR SÓ LENDO?

Anônimo disse...

Amiga Rosalina voce recebeu muitas críticas te criticando, não sabem quanto a sra. se sacrificou para cuidar de sua familia. Mass veja bem, outros colegas entenderam a sua situação e imediatamente expuseram soluções que talvez possa amenizar a sua vida.
Mas veja bem até o ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA já ia dar CALOTE ao mundo todo, mas veio a previ deles (senado)e abriu o Emprestimo Simples (deles) e salvaram o Obana. PORQUE A NOSSA PREVI NÃO FAZ O MESMO?
TEM MUITOS COLEGAS NA SITUAÇÃO DE NOSSA ROSALINA.
SE NÃO MELHORAREM O E.S. VAMOS DA CALOTE NO BB, PREVI. CASSI ETC. ETC.
ÓTIMA IDÉIA DO ANONIMO DAS 10;21

Lena. disse...

Querida colega Rosalina,
entendo perfeitamente o seu problema e muito me entristeceu certos comentários. Mas acredito que é por impulsos,POR ISSO PERDOA. Se cuida por favor, pois PREVI e BB não estão nem aí para as nossas aflições.

Achei as sugestão do colega dás 04:11 boa,e acho que deveria tentar.

Tenta ficar bem, e tenha fé que dias melhores com certeza virão para todos nós.

Beijo no seu coração.


Beijo Marcos.

wilson luiz disse...

Caro anônimo 15 agosto 11:41 hs.
Atualmente, não é mais necessário ir à Receita Federal para se requerer isenção de imposto de renda por moléstia grave.Basta um laudo do médico que assiste o interessado, mais a perícia do INSS, encaminhando-se a documentação à Unidade Cassi mais próxima, que faz todos os procedimentos.

IRACI BERVIRIA disse...

Wilson Luiz, meu marido é diabético(14 anos).Não tem vínculo empregatício. Será que consigo me livrar do imposto de renda,sendo ele meu dependente?
DONA ISA, CADÊ A ADIM?

Anônimo disse...

Para consultar os processos de ADI no STF:

http://www.stf.jus.br/portal/peticaoInicial/pesquisarPeticaoInicial.asp

Base: selecione "ADI";
Termo de busca: digite AÇÃO (todas contém esta palavra);
Clique em PESQUISAR.

Última ADI que consta: 4637, de 12/08/2011 (não é a nossa).

wilson luiz disse...

Cara Iraci, 15 agosto, 18:58 hs.
Infelizmente, não há como conseguir isenção do imposto de renda por doença de dependente. Outro ponto que muitos não atentam é que, quando falece um beneficiário que é isento, esta isenção não se estende à pensionista, que passará a pagar I.R. normalmente, exceto se ela, também, for portadora de moléstia grave.