sábado, 28 de maio de 2011

A pauta da AGE

Caros Colegas.

Antes de marcar a AGE a FAABB nos deve algumas explicações, já que sua Presidente não atendeu velados pedidos em mensagens particulares nesse sentido.

Por que o local escolhido foi a sede da AAFBB a título de favor? Se a Federação e as afiliadas não têm condições financeiras para pagar suas despesas que se faça uma AGE virtual como faculta o Estatuto:

Art. 11 – Parágrafo Único – Na impossibilidade do comparecimento pessoal dos representantes das afiliadas, as Assembléias Gerais se instalarão por meio de reuniões telefônicas (tele-reuniões).

Se já não basta aturarmos o dúbio comportamento da ANABB temos agora que dividir suspeição com a AAFBB?

Como podemos confiar na isenção de uma associação envolvida com a PREVI até o pescoço? Como esquecer que duvidamos dos seus propósitos e vamos nos enfiar em sua casa durante três dias dormindo em suas camas e comendo dos seus pratos?

Como poderemos questionar sua infiltração na PREVI onde, a exemplo da ANABB, mantém alguns dos seus dirigentes nos conselhos, deliberativo e fiscal e no conselho de participadas auferindo benefícios financeiros, se somos seus hospedes? Isto não terá o escopo da criação de situação de dependência com troca de favores?

Como um dirigente de Associação convocado para a assembléia poderá sentir-se seguro na casa de quem o agrediu com ofensas em reunião anterior?

Por que a pauta da AGE ainda não foi publicada como determina o Estatuto? Estamos a cinco dias da convocação informal e ainda nada é conhecido:

Art. 14 – As Assembléias Gerais serão convocadas com antecedência mínima de 15 (quinze) dias corridos, mediante expedição de documento circular às filiadas, do qual constará os assuntos a serem tratados.

Quem são os responsáveis pela elaboração dessa pauta? Será feita por um colegiado, uma comissão, uma enquete ou simplesmente pela Presidente Isa Musa de Noronha?

Por que convidar estranhos para comparecer ao evento? Acaso eles nos convidam para participar das suas reuniões?

É necessário cuidado para evitar uma situação constrangedora para os convidados se prevalecer a intenção de acomodá-los conjuntamente, sabatiná-los e, depois de satisfeitas as perguntas (obviamente com respostas evasivas), dizer-lhes: “agora vão embora que nós vamos falar mal de vocês”. E dar início à AGE à portas fechadas cuidando para que não haja espiões infiltrados, mas, como ter a certeza?

Historicamente sabemos que os diretores do Banco e da Previ têm restrita capacidade para responder as perguntas que lhes dirigimos. Então por que não se fazer um questionamento oficial assinado por todas as afiliadas, e capitaneadas pela FAABB, contendo as perguntas sobre os assuntos que nos afligem? Por que não pedir a abertura da caixa preta? Por que não exigir a relação com os destinatários e valores pagos a título de Renda Certa? Por que não esgotar de vez os assuntos obscuros que nos incomodam?

Também, esse evento não pode se prestar para a presidente Isa Musa exercitar o desejo de angariar novos sócios e, sob essa alegação, nos obrigar a conviver com estranhos ao grupo de filiados. Para engrossar seu quadro ela conta com o poder de convencimento aposto em correspondências diretas aos dirigentes visados.

A título de que declara que precisa de outros sócios se nem os existentes atendem aos chamamentos em sua totalidade, desconhecendo sua autoridade? Se depois de dezoito anos da fundação da FAABB os arredios não se dignaram filiar-se não será agora, precisamente nessa reunião, que irão aderir. Ou será que há outros interesses como no episódio da nomeação do presidente da AFABB-RS, que se filiou para participar de uma encenação política onde saiu beneficiada? Será que estaremos em breve à volta com a repetição do quadro? Não será uma justificativa para nos empurrar a ANABB para o nosso grupo? Note-se que essa desnecessária Entidade tem procurado mostrar nova postura ultimamente – sem convencer, é claro, aliado ao fato de que não se trata de uma Associação de Aposentados e Pensionistas, um dos requisitos para ser aceita como Filiada. Não estará em andamento uma reforma estatutária com esse fim, para aprovação às pressas nessa AGE nos moldes do que é feito na ANABB?

Todos esses questionamentos precisam ser esclarecidos anteriormente à convocação para evitar esvaziamento da AGE. É imperioso notar que os convocados precisam conhecer previamente o que irão debater – e com quem. Não podemos sair de casa com as mãos abanando para lá ficar como vacas de presépio diante de uma situação conhecida, dirigida e manipulada por poucos. Garanto que na obscuridade poucos se locomoverão até a “Casa da Dinda” da AAFBB.

Que a Federação convoque a AGE com empenho na sua execução se a pauta for cnvincente. Mas de modo esclarecido e seguro para os participantes, oferecendo garantias reais de isenção por interferências danosas por parte de eventuais anfitriões. Se não houver outro jeito, com ou sem patrocínio.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 28/05/2011.

112 comentários:

Anônimo disse...

Seguindo as orientações do colega do dia 27/05 às 12:58, baixei com toda a dificuldade que tenho os tais números da revista da Anabb. Conclui que embora ainda esteja vivo já não pertenço a este mundo.
Então o " sistema com alguns parâmetros técnicos" errou e não se fez nada, porque alguns colegas já contavam com o renda certa em suas contas?
Um parecer jurídico é pedido numa sexta-feira e aparece concluído numa segunda, mandando pagar?
O senhor Walmir Camilo viu o erro e deixou passar ?
Foram apresentados números e nenhum nome ? não se estava à procura de nomes?
Com tão flagrantes disparidades?
A meu favor só o fato de jamais ter sido da Anabb.
Mas sou um cidadão.
Ou serei apenas a assombração de um cidadão?
Mea culpa, mea culpa, mea maxima culpa.

Anônimo disse...

Francamente, até as reuniões aqui do condominio são mais específicas.
De uma vez por todas temos que nos posicionar firmemente. Não podemos mais nos reunir para nada.
Tenho certeza que dona Isa Musa concordará com tudo isso.
Vamos tentar nos redimir de anos e anos de improvisações.
Pra fazer, fazer bem feito.
Ou ir pra praia, se o tempo deixar.

Anônimo disse...

Anônimo de 28.05 das 4,08,

Poderia me explicar essa decisão do STJ?,
Li e confesso não entendi, aliás acho a linguagem jurídica muito complicada, nunca sei se está a meu favor ou contra.
Poderia resumir para mim?
Ou qualquer um que quiser fazer este favor.
Agradeco desde já.

Anônimo disse...

Caro Presidente.

É dificil de entender e tambem de explicar por que tanta gente e em tanto tempo nada viu, nada foi questionado, nada foi feito para evitar o pior. Hoje até já se pode, pelo menos tentar explicar. Haja vista as dificuldades de toda ordem que vem enfrentando o aguerrido e incansável colega que colocou em seus ombros esta grandiosa tarefa. Meu caro Marcos vou repetir, a sua missão é santa. Pelo que já conheço de seu perfil posso afirmar sem hesitar. "...Você é o Cara ...".

Anônimo disse...

Acho que dona Isa é inteligente o suficiente para saber que a única pauta de qualquer reunião de associações só pode ter uma pauta: PREVI. Então acho que fazemos tempestades em copos de água e pegamos demais no pé dessa senhora a toa. Quem faz uma Representação para a PREVIC naqueles termos corretos e complicados não se embaraça com uma simples reunião.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Mensagem de Isa Musa de Noronha - 28/05, 13:21:

Prezado Marcos,

Desde a sua fundação as reuniões da FAABB são sempre realizadas em Xerem, Sede Campestre da AAFBB, por cortezia de nossa co-irmã que ali dispõe de acomodações confortáveis e que sempre nos recebe a preços módicos. Muito excepcionalmente fazemos encontros fora do Rio. A FAABB mantém com a AAFBB relações de respeito mútuo e parceria e historicamente todos os presidentes das AFABB no país sempre foram recebidos pela AAFBB com gentileza e cortezia.

A pauta da reunião ainda não definimos, eis que dependemos da confirmação do encontro na Previc, quando ouviremos do Superintendente de Previdência Complementar o que aquela instância considera a propósito de nossos pleitos.

Ordinariamente nossa pauta todos sabem: PREVI e os últimos acontecimentos, o resto são complementos, detalhes que na Diretoria da Federação acertamos de acordo com o que desses encontros com a PREVIC e/ou com o Banco possam surgir.

Nunca, nas reuniões da FAABB, houve qualquer constrangimento a quem quer que seja, pois de hábito todos se se comportam com civilidade, muitas vezes divergindo de alguma posição. Há debates, mas as divergênias são tratadas a nível de idéias e não de pessoas. Espera-se sempre - e não poderia ser diferente, civilidade.

Os convidados vindos de Banco, Previ ou Cassi não vão embora sabendo que assim que sairem "falaremos mal deles". Não é essa a postura da FAABB. "Não falamos mal" de a ou de b, divergimos da gestão em aspectos pontuais e eles sabem disso. Terminada a partiipação que lhes couber em nosso encontro eles se despedem sabendo que a FAABB passará a trata das questões inerentes às nossas atividadse.

Finalmente, não se cogita e nem nunca foi cogitado, o ingresso da ANABB na Federação. Não é de nosso interesse e também a ANABB jamais manifestou qualquer interesse na Federação. As Associações de Aposetados e Pe nsionistas ainda não filiadas sempre convidamos mesmo porque o objetivo da FAABB é a união. Para conseguir a União alquem deve abrir as portas, convidar, receber e tratar com transparência, cordialidade e respeito.

A FAABB tão logo agende a reunião antecipará a pauta detalhadamente.

Isa Musa

Paulo Beno disse...

Caro Presidente Marcos,

Estamos vibrantes e confiantes na sua participação em Xerém, na sede campestre da AAFBB.
Com certeza a sua voz é (e sempre será) NOSSA VOZ DA AAPPREVI !

Estaremos contigo em Xerém. Se alguém (SEJA QUEM FOR!) te desrespeitar, desaforar ou te tratar mal, com certeza estarão mexendo com TODOS nós, associados da AAPPREVI !
Vá, imponha as nossas reclamações e se algo te acontecer, requeira a mudança do local, para o seguimento da AGE, tão aguardada e esperada !

Tenha a Isa Musa como aliada. Participe dos debates. Voce é a nossa VOZ!
Continue divulgado nossas aflições !

Anônimo disse...

Colega Anônimo 28 de maio (08:18)_acima-
Sua indignação e a nossa, dizem respeito ao Beneficio Especial "RENDA CERTA".
Sou o anônimo de 27 de maio (12:58)do post "ações judiciais honestas" e fico feliz que conseguiu ler o Jornal AÇÃO de 2008 que trata da vergonha que foi o Renda Certa !

Queres ler outros escândalos ? Acesse o blog do Dr. Medeiros (www.medeirosrs.blogspot.com) e veja quem são os Conselheiros das empresas participadas da PREVI (Plano1, é lógico!):foram aquinhoados -
14 sindicalistas;
9 diretores e conselheiros da ANABB
1 diretora da AAFBB
12 diretores e altos executivos do BB
(É mole ??? - Temos que acabar com tais favorecimentos...)

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

CANAEL informa

PREVI – Participadas
Lista completa dos Conselheiros e empresas em que ocupam cargos.

http://www.aapprevi.com.br/documentos/pdf/lista_canael_previ.pdf
ou
http://hili.in/UR

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
www.canael.com.br

26 de maio de 2011 20:55

Anônimo disse...

Prezado Presidente da AAPPREVI.

Colega Marcos Cordeiro de Andrade.

Faço minhas as palavras do Colega Paulo Beno, não só use da palavra com presidente da AAPPREVI,mas cobre uma posição das afiliadas com relação aos Débitos do Banco do Brasil(CDC)como também da Previ(ES)há que ter assinatura destas associações para cobrar do Patrocinador uma postura que devolva a todos nós Colegas Endividados uma melhor qualidade de vida.

Todas as associações podem e devem cobrar melhorias nestes produtos e este deve ser um assunto levado para esse encontro, não da mais para ver tantos colegas com a corda no pescoço sem saber qual caminho tomar, e já passou da hora das Afiliadas da FAABB juntamente com sua Presidente Isa Musa de Noronha,tomar medidas concretas para esta cobrança.

Conto com sua disposição para levar adiante este pedido meu, feito como uma associada da AAPPREVI.

Atenciosamente

Rosalina de Souza

Pensionista

Anônimo disse...

Concordo plenamente rapaz Paulo Bueno.
E digo mais: com apenas um ano e meio a AAPREVI já faz tremer o império.
O império da incompetencia, do compadrio, dos atos mal feitos j0gados pra debaixo do tapete.
Confesso que tenho saudade da minha remington verde.
Era como o meu vale. Lembram se do filme: como era verde o meu vale?
Nela eu me sentia poderoso. Mas isso tudo é saudade de mim mesmo naquela época, em que eu ainda atuava.
Hoje em dia é a minha filha, que separada mora comigo, quem me guia aqui por estas páginas extranhas.
E que atire a primeira pedra o funcionário do BANCO do BRASIL, que não tenha um filho que tenha vindo lhe pedir guarida.Nós tinhamos isso de bom. Eramos um porto seguro.
Fui ler as páginas da Anabb tambem. A menina é boa nisso. Aumentou as tais fontes.Meu Deus, como deixamos passar isso! O walmir eu não justifico nem condeno. Ele é da Anabb que deve proteger o Banco. Mas os meninos eleitos por nós...
defensores dos aposentados...conselheiros para que nada nos atingisse...
colegas do Banco....
Acho que já é hora de tomar uma posição. Levá-los à justiça. Não fizeram o papel para o qual os elegemos e mais, uniram-se para nos prejudicar, pensando só em seus interesse4s imediatos.
Será que a nossa AAPREVI tão jovem não poderá levá-los à justiça, que é o que merecem?
Se há alguma coisa que eu gostaria de saber antes de morrer, não porque morreria felia, ninguèm morre feliz, a gente só morre, é se algum daqueles nomes estava entre os agraciados, contemplados com o renda certa.
De maneiras que este aposentado , que não recebu esta dádiva, mas que vive dignamente com o fruto do seu trabalho, possa dizer a todos que o Banco não mudou. Aquele Banco que me deu o grande orgulho da minha vida , não mudou. Mudaram as pessoas deste Banco. Mas nós vamos mudá-las. Por que elas não pertencem a este maravilhoso Banco ao qual demos nossas vidas.

Anônimo disse...

Alguem aqui já assistiu a um filme antigo, muito interessante, chamado "O Rato Que Ruge"? Procurem ver.

Anônimo disse...

COLEGA DA 10:09 VOSSA MERCÊ CONTINUOU O ESPETÁCULO DA DESIMFORMAÇÃO....
QUAL DECISÃO DO STJ? CARAMBA...SÃO MUITAS...

magyfilho disse...

Se estamos há 5 dias da AGE e ainda não nos reunimos com a PREVIC, e a pauta da AGE só será distribuída após essa reunião, como a pauta será entregue em tempo hábil para ser analisada e estudada para se levar ao debate? Como podemos cobrar, do Banco, que ele cumpra os estatutos se nós não estamos cumprindo os nossos próprios estatutos internos.(Art. 14 – As Assembléias Gerais serão convocadas com antecedência mínima de 15 (quinze) dias corridos, mediante expedição de documento circular às filiadas, do qual constará os assuntos a serem tratados.)Dr. Marcos, eu já havia perdido as esperanças de conseguir extirpar esse câncer que corrói a "nossa" PREVI, mas ao descobri-lo e acompanha-lo, tomei novo fôlego. Vá e nos defenda, no Sr. eu acredito.

Anônimo disse...

RENDA CERTA - MINHA OPINIÃO -
Eu inclusive entrei com a ação atraves da AAFBB, porem como todas as Associações (não sei se AAPREVI tem esse comportamento mas fica o alerta para o Marcos) não me deram conhecimento do teor do que eu estou peticionando junto ao Tribunal (se eu estiver mentido depois eu pago pelo erro do meu advogado - o que alias é praxe neste Brasil).
Portanto não sei dizer se minha petição acompanha minha opinião.
Vamos lá - Até onde eu sei o Renda Certa foi a devolução dos que estão na ativa e já pagaram mais de 360 contribuições.
Portanto, se o superavit é para todos, a ação deve buscar a isonomia entre os da ativa e os inativos - pois o mesmo motivo serve (a reserva matematica já está constituida ao completar as 360 contribuições).
A sentença do STJ foi desfavorável ao inativo parar de contribuir mas ela não fala da questão isonomica (acho que é isso), ou seja, que todos devem ser tratado iguais em suas igualdades (aqui no caso as contribuições que passam de 360 - porque só os da ativa receberam ???? qual o critério que os fez merecedor dessa benesse???, perante a PREVI ele é só mais um contribuinte, no caso, com o direito de usar o beneficio o qual porém ele não quis, o que não o torna merecedor de tratamento especial - não existe nem na lei nem nos estatutos tal aberração.
Mas como eu disse essa é minha opinião.
A minha opinião também, com base no acórdão do STJ deveriamos abrir uma investigação criminal e civil dos dirigentes que fizeram e sacramentaram tal ato, inclusive aos direitores do BB e da SPC envolvidos.
Eu lembro até hoje que solicitei a varios diretores, associações, etc que explicassem através de exemplos o que era a tal da Renda Certa e ninguém o fez - antes da votação.

Anônimo disse...

Prezado colega das 14:52, você vai saber agora, vivinho da silva, que o sr. Valmir Camilo e outros diretores da PREVI, ainda na ativa do Banco, receberam o indecente prêmio RENDA CERTA. E todos os funcionários da ativa que contavam com mais de 30 anos de "serviço". O valor está creditado em conta específica, para saque quando aposentarem.
É sempre bom repisar aqui "A AAPREVI VEM FAZENDO A DIFERENÇA". As coisas ficavam em baixo do tapete e os colegas ignoravam muitas das mazelas aqui tratadas. Avante AAPREVI!!!

Anônimo disse...

Ação contra os conselheiros.
Acção contra os diretores.
Rosas, Flores, tudo no lixo.
Pelo amor de Deus o que somos agora?
Um bando de boiolas?
Vamos lá AAPPREVI!
Sem brincadeira, falando, serio.
Já não temos o bastante para levar toda esta corja à justiça?
Acho que chegou a hora dos funcionários do Banco, ativos e inativos, trabalhadores, clamarem contra este Kit Aproveitadores de Benesses, o KABBB, serem postos para fora.

Anônimo disse...

OLHO VIVO EM ALGUNS QUE ELEGEMOS A PEDIDO DA AAFBB.
ONDE ESTÃO DONA CÉLIA, DONA LORENI, SEU ALDO, SEU ODALI.....!!
COINCIDÊNCIA OU NÃO TODOS DO RIO. QUE ME DESCULPEM OS DEMAIS COLEGAS QUE MORAM NAQUELA CIDADE.
ACHO QUE É A PROXIMIDADE COM A PREVI!
ESTÃO A FAVOR DE QUEM??

Antonio Augusto, Niteroi-RJ disse...

Sr Paulo, o senhor acha mesmo que na Casa da maior e mais antiga Associação de Aposentados do Banco, a AAFBB, que tem mais do que 50 anos de existência alguem vai ser grosseiro, indelicado e agredir quem quer que seja? Ora, ali é reduto de antigos funcionáriorios do BB, todos nobres, íntegros, velhos aposentados como todos nós e não têm o hábito da violência. Acho que vocês estão delirando. Tanto que se o dono do blog não publicar isso vou saner que é porque ele é quem quer briga e não a paz que reina e sempre reinou nos ambientes do BB. Não haverá briga, ali somos todos irmãos.

Anônimo disse...

Eu gostaria que em sã consciencia todos voces fossem extremamente gentis com Isa Musa de Noronha.
Voces homens, com toda a sua sapiencia e coragem, não conseguiram impedir que nenhuma dessas loucuras fossem feitas pelos eleitos da PREVI.
Então, pensem, o que poderia ser feito por Isa Musa, sozinha?
agora, voces estão todos aí, maravilhosos, prontos para a luta.
Mas esquecem que ela vem lutando sozinha, há anos.
Estar há frente de uma entidade não significa ter esta entidade consigo para sanar mal feitos.
Se querem união, unam-se, ao ivès de criticar aliados.
Mirem se no PT.
Estão todos juntos e ninguem sabe de nada.
Nos dividirmos é fazer o jogo do inimigo.
Eles fazem o fogo amigo.
Façamos O jogo do amigo.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

NOTA da AAPPREVI

Ajuizados no dia 25/05 os terceiros lotes das Ações Cesta Alimentação e Renda Certa, cujos processos já podem ser consultados no portal do TJRJ através do site da AAPPREVI (www.aaprevi.com.br), na página Assessoria Jurídica.

Todos os participantes já foram informados por e-mails individuais.

Renda Certa - lote 3: Processo n. 0155753-59.2011.8.19.0001 - Primeira Vara Cível

Cesta Alimentação - Lote 3: Processo n. 0155759-66.2011.8.19.0001 - Primeira Vara Cível

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
AAPPREVI

Anônimo disse...

Colegas,

Eu votei neles ! Vou comprar uns 5 kg de milho e me ajoelhar neles umas 6 horas por dia para me penitenciar.

Anônimo disse...

Então é isso?
Legislaram em causa própria e o esperto Walmir correu para sua revistinha, certo de que ninguem a leria, como a gente não lê realmente, para se defender?
E fica por isso mesmo?
O sehhor Walmir está defendido pelo fato de defender o banco. E os outros?
Acho que é hora de perdermos os pudores e aceitarmos o fato de que o Banco do Brasil está coalhado de malfeitores, ladrões, oportunistas e bandidos sem coração que roubam o leite das crianças.
Hora das pessoas de bem se unirem para colocar esta corja na cadeia.
AAPPREVI, se apreste. Tome tento. Não adianta vir de conversê. Essa gente, poderosa gente, só vai arreglar quando for levada a juízo.
Para se explicar, e pagar as contas.
São todos bandidos.
E ainda estou impressionado com a moça que era contra Sauipe. E que agora é conselheira de Sauipe.
Mas por que Deus não me deu uma consciencia dessa?
Onde estavam com a cabeça o meu pai e minha mãe que me diziam que era bonito ser honesto?
E onde coloco hoje essa imagem amarelecida de meu avô, cuja palavra era de lei?
AAPPREVI, tão jovem, tão cheia de vida.
Não morra sem jamais ter sido.

Profº Ari Zanella disse...

Colegas,

Vejam o que o ministro do STJ Luis Felipe Salomão (lembram dele?) sentenciou ao negar recurso de beneficiários da Previ para devolução de contribuições pagas. Interessante notar que em sua explanação diz claramente a quem pertence um Fundo de Pensão:
"Já a Lei Complementar 109/2001 deixa claro que as entidades de previdência privada apenas administram os planos, não sendo detentoras do patrimônio. “O acolhimento da tese dos recorrentes, que é contrária ao previsto quando aderiram ao plano, colocará em risco o custeio dos benefícios, resultando em prejuízo aos demais participantes e beneficiários, que são os verdadeiros detentores do patrimônio acumulado”, ponderou Salomão."

Profº Ari Zanella disse...

Quem quiser conhecer a sentença na íntegra acesse:
http://www.stj.jus.br/portal_stj/publicacao/engine.wsp?tmp.area=398&tmp.texto=101992

Anônimo disse...

Colega das 16:08

O Beneficio Especial de Renda Certa
está assim regulamentado:

Seção IV – Do Benefício Especial de Renda Certa calculada com base nas contribuições posteriores a 360meses

Art. 88 – Para todos os participantes aposentados ou que vierem a se aposentar por este Plano de Benefícios, será calculada renda certa com base no resultado do cálculo realizado sob o seguinte parâmetro: somatório das contribuições pessoais e patronais excedente à 360ª vertida até o momento da aposentadoria, ou até 31.12.2006, para participantes que se aposentaram ou venham a se aposentar após esta data.


§1° - Considera-se como tempo de filiação à PREVI, para os efeitos deste Regulamento, aquele relativamente ao qual o participante para ela contribuiu, até a véspera de início de percepção de benefício previsto neste Plano ou do óbito, se este se verificar antes da jubilação,
acrescido, quando for o caso, daquele em que, anteriormente a 15/4/1967, manteve vínculo empregatício com o Banco do Brasil S.A. ou com a própria PREVI.

O beneficio Especial foi instituido para devolver aos aposentados, as contribuições excedentes à 360ª vertidas, até o momento da aposentadoria. Entretanto, o § 1º do artigo 90 considerou o tempo anterior a 15/04/1967 ( periodo que não havia contribuiçao) para pagamento desse Beneficio. Ou seja, consideraram tempo de trabalho, como tempo de contribuição.
Assim,os recursos da Reserva Especial foram utilizados para pagamento do Beneficio de Renda Certa, e agora, esse mesmo Patrocinador, se recusa a responsabilizar-se pelo BET sobre a verba P220 daquele mesmo grupo. Utiliza dois pesos e duas medidas. Com os recursos da Previ pode, mas com a sua parte não.
Esse é o BB.

Anônimo disse...

FORA CHAPA 3 ! CHEGA DE ROUBAREM! VOCES MERECEM ESTAR NA CADEIA!!!!!!!!

Anônimo disse...

Colegas,

Já disse uma vez aqui e vou repetir:
A melhor forma de nos defender é ATACAR. Então, o que estamos esperando para ATACAR quem nunca nos defendeu? A toda poderosa ANABB nos
deve explicações. Portanto, vamos ATACAR. DESFILIAÇÃO JÁ!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caros Colegas,

Os artigos aqui publicados, seja qual for o autor, têm a intenção de informar e direcionar o participante à reflexão pela oportunidade da questão suscitada. Reconhecidamente por vezes as postagens desagradam certos segmentos do âmbito em que nos inserimos e do que cuidamos: o PB1, da PREVI. É bom notar que nada do que é levantado pelo Blog tem o intuito de prejudicar aposentados e pensionistas. Ao contrário, tudo se presta a ajudá-los. E se Entidades ou dirigentes são questionados, deve-se ao entendimento de que as suas posturas do momento não condizem com os parâmetros defendidos pelo Blog, mas seria bom que se identificassem ao apontar o autor do artigo como leviano e injusto, amparando seus argumentos.

Em se tratando de um espaço aberto ao público, todo aquele que se sinta ofendido por situações denunciadas tem total liberdade para apresentar suas explicações e/ou defesa dos pontos de vista supostamente atingidos.

O que não é recomendável, nem tolerável, é o uso de subterfúgios na tentativa de desviar o foco das discussões simplesmente por falta de argumentos de defesa, o que denota impropriedade de julgamento.

Assim é que rotineiramente são encaminhados comentários totalmente dissociados de irregularidades denunciadas, com o evidente propósito de levar ao esquecimento importantes matérias apropriadas para discussões esclarecedoras, e até mesmo carentes de interferências para correção de eventuais equívocos cometidos pelo articulista.

É lamentável que dentro desse entendimento postagens muitas vezes abalizadas, contendo excelentes colocações, se percam pela indevida inserção, deslocadas flagrantemente no espaço e no tempo. Estas, certamente, teriam melhor aproveitamento se dirigidas para publicação como comentário de artigos apropriados disponíveis com outras datas.

Todos os comentários bem postos são publicados no Blog, não importando a autoria. No entanto, não podemos acatar textos impróprios dentro da linha de conduta que respeitamos, pois não nos permitimos fugir à seriedade com que tratamos os freqüentadores e com que cuidamos dos assuntos abordados. Por isso, postagens contendo agressões verbais, piadas despropositadas e ocupadas com assuntos alheios ao que se comenta serão, sempre, descartadas. É bom lembrar que há Blogs com as mais variadas características: os que se dedicam a piadas, receitas de bolos, política, futebol e outras “amenidades”. Este aqui, positivamente, não é um deles.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Blog Previ Plano 1
www.previplano1.com.br

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Os posts do Blog em áudio. Cole na sua barra de favoritos, ouça e divulgue os links. Colaboração da Colega Leopoldina Corrêa (UNAP-BB):

Olá,

Acabo de atualizar meu site e achei que você gostaria de dar uma olhada. É só clicar nos links abaixou ou cortar e colar os URLs no seu navegador.

TVCORUJA http://web.me.com/tvcoruja

Ações Judiciais Honestas
Reunião de Xerém – II
A pauta da AGE

Anônimo disse...

Colegas,

Blog da Cecília Garcez: Por que ela ainda insiste em manter no ar?
Perdeu a credibilidade a tempo.
Não se pode enganar todo mundo por muito tempo. Só a ANABB consegue isto.

Anônimo disse...

Colega João Rossi Neto,


Senti a falta de seus comentários contundentes na matéria divulgada no "Direto da Redação".
São poucos que tem a síntese das palavras e se expressam com a clareza do senhor. Sem desmerecer os demais colegas que se pronunciaram naquele espaço.

Leopoldina Correa disse...

Caro Marcos, sou eu quem agradeço. Você não sabe com que prazer eu leio seus textos tão bem elaborados, embasados e lúcidos na Rádio Unap-BB. A rádio é nossa e está à serviço daquela tão sonhada união que você, eu e todas as Associações de Verdade gostaríamos que existisse.

Atenciosamente,

Leopoldina Corrêa

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Matéria gentilmente enviada pelo Colega Edegardo Rego.

"Como Vencer a Pobreza e a desigualdade"

REDAÇÃO DE ESTUDANTE CARIOCA VENCE CONCURSO DA UNESCO COM 50.000 PARTICIPANTES

Imperdível para amantes da língua portuguesa, e claro também para Professores. Isso é o que eu chamo de jeito mágico de juntar palavras simples para formar belas frases.
REDAÇÃO DE ESTUDANTE CARIOCA VENCE CONCURSO DA UNESCO COM 50.000 PARTICIPANTES
Tema: 'Como vencer a pobreza e a desigualdade'
Por Clarice Zeitel Vianna Silva
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - RJ

'PÁTRIA MADRASTA VIL'

Onde já se viu tanto excesso de falta? Abundância de inexistência. .. Exagero de escassez... Contraditórios? ? Então aí está! O novo nome do nosso país! Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL.
Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de responsabilidade.
O Brasil nada mais é do que uma combinação mal engendrada - e friamente sistematizada - de contradições.
Há quem diga que 'dos filhos deste solo és mãe gentil.', mas eu digo que não é gentil e, muito menos, mãe. Pela definição que eu conheço de MÃE, o Brasil está mais para madrasta vil.
A minha mãe não 'tapa o sol com a peneira'. Não me daria, por exemplo, um lugar na universidade sem ter-me dado uma bela formação básica.
E mesmo há 200 anos atrás não me aboliria da escravidão se soubesse que me restaria a liberdade apenas para morrer de fome. Porque a minha mãe não iria querer me enganar, iludir. Ela me daria um verdadeiro Pacote que fosse efetivo na resolução do problema, e que contivesse educação + liberdade + igualdade. Ela sabe que de nada me adianta ter educação pela metade, ou tê-la aprisionada pela falta de oportunidade, pela falta de escolha, acorrentada pela minha voz-nada-ativa. A minha mãe sabe que eu só vou crescer se a minha educação gerar liberdade e esta, por fim, igualdade. Uma segue a outra... Sem nenhuma contradição!
É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem esse sistema-esquema social montado; mudanças que não sejam hipócritas, mudanças que transformem!

Continua na Parte II

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Parte II - Final

A mudança que nada muda é só mais uma contradição. Os governantes (às vezes) dão uns peixinhos, mas não ensinam a pescar. E a educação libertadora entra aí. O povo está tão paralisado pela ignorância que não sabe a que tem direito. Não aprendeu o que é ser cidadão.
Porém, ainda nos falta um fator fundamental para o alcance da igualdade: nossa participação efetiva; as mudanças dentro do corpo burocrático do Estado não modificam a estrutura. As classes média e alta - tão confortavelmente situadas na pirâmide social - terão que fazer mais do que reclamar (o que só serve mesmo para aliviar nossa culpa)... Mas estão elas preparadas para isso?
Eu acredito profundamente que só uma revolução estrutural, feita de dentro pra fora e que não exclua nada nem ninguém de seus efeitos, possa acabar com a pobreza e desigualdade no Brasil.
Afinal, de que serve um governo que não administra? De que serve uma mãe que não afaga? E, finalmente, de que serve um Homem que não se posiciona?
Talvez o sentido de nossa própria existência esteja ligado, justamente, a um posicionamento perante o mundo como um todo. Sem egoísmo. Cada um por todos.
Algumas perguntas, quando auto-indagadas, se tornam elucidativas. Pergunte-se: quero ser pobre no Brasil? Filho de uma mãe gentil ou de uma madrasta vil? Ser tratado como cidadão ou excluído? Como gente... Ou como bicho?

Clarice Zeitel

Premiada pela UNESCO, Clarice Zeitel, de 26 anos, estudante que termina faculdade de direito da UFRJ em julho, concorreu com outros 50 mil estudantes universitários.
Ela acaba de voltar de Paris, onde recebeu um prêmio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) por uma redação sobre 'Como vencer a pobreza e a desigualdade'
A redação de Clarice intitulada `Pátria Madrasta Vil´ foi incluída num livro, com outros cem textos selecionados no concurso. A publicação está disponível no site da Biblioteca Virtual da UNESCO.
Quem sabe, aos poucos, iremos acordar este "BraSil".

Obs. do Blog
Esta matéria nos foi enviada pelo Colega Edegardo Rego, em 29/05/11.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Comentário publicado no site "Direto da Redação", de Eliakim Araújo - http://www.diretodaredacao.com/

Em 28/05/2011, Erasmo Correa de Moura escreveu:A TODOS OS COLEGAS DO BB (APOSENTADOS OU DA ATIVA): - Ao invés de ficarem se lamentando e chorando o leite derramado, INFORMEM-SE, DEFENDAM-SE, REAJAM, PARTICIPEM ATIVAMENTE. - Comecem participando dessa PETIÇAO: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N10163 - Acessem o site www.unap-bb.org.br - Acessem o site previplano1.com.br e leiam os post PREVI, O ANTRO e o post A MALDIÇAO DE SAUIPE, entre outras matérias de vital importância para todos nós e para nossas familias. Só unidos poderemos ter alguma chance de avançarmos nesta luta desigual.

Anônimo disse...

Como vencer a pobreza e a desigualdade? Para nossos políticos e presidentes/diretores de empresas estatais e de economia mista no Brasil, a reposta está na ponta da língua: roubando. O importante é estar no ápice da pirâmide social, não importa as custas de quem.

Anônimo disse...

Sinto no ar o cheiro de uma atitude. É isso mesmo.
Não podemos mais ficar reclamando somente. A PREVI é nossa e nós permitimos que outros a malversem a seu bel prazer.
Muito mais coisas devem estar sendo feitas por debaixo do pano. Temos comentado apenas o que nos deixam saber.O Renda Certa foi uma bincadeirinha dos meninos e tenho certeza que disseram: eles nem vão chiar. Daqui há pouco a gente joga uns trocados e eles se acalmam.
Verdadeiros reis, agindo como reis,
numa terra sem leis.
Os números que nos apresentam por exemplo. São corretos ? como podemos saber se nunca fizemos uma auditoria na PREVI ?
Quais os fabulosos lucros obtidos no mercado? são esses que nos apresentam? ou a gangue, que troca entre si os cargos entra ano e sai ano, não está desviando alguma coisa?
Afinal é uma prática do patrão a quem servem. E esse patrão senhores, não somos nós, os donos da PREVI. Os sindicalistas que estão a postos na PREVI não nos reconhecem como os donos da PREVI.
O patrão deles é outro.

Anônimo disse...

SRA. ISA MUSA.....
NÃO LIGUE PARA ESSA CANTILENA... .
VOSSA MERCÊ TEM "stampa".......................

O "BARBUDO DISSIMULADO" não mais vingará.., taqualmente seus muleques traquinos: QUAIS SEJAM:
VACA, PIMENTEL,GENOINO, VALÉRIO,PALOCE, DELÚBIO, JUCÁ....AAAHHHA...
cansei...hahh.uuuff... .
NOTA: o teclado do meu velho computador, por ser ético, negou-se explcitar o nome completo dos traficantes.

VIDA LONGA PARA TEM VERGONHA NA CARA...(só Isa...)

Anônimo disse...

O Eliakim Araujo acaba de postar comentário no Direto da Redação.
Agora é conosco.
Alo Rossi, Edgardo, Marcos Cordeiro, Gilvan, Juarez, Paulo Motta,Lazara, Luis Dalton. Medeiros e todos os valorosos rapazes e moças da PREVI.
SENTIDO !
MARCHEM!

Anônimo disse...

QUEM DEFENDE A PREVI?
Está lá gente, no Direto da Redação.
Conseguimos um ponto.
Vamos lá todos.
Essa é a hora !

Anônimo disse...

Colegas,

Estamos no caminho certo leiam no "Direto da Redação de Eliakim" nova matéria intitulada: QUEM DEFENDE A PREVI?

Parabéns Dona Isa, a pouca vergonha começa a vir à tona.

elvira disse...

Marcos,

Pátria Madrasta Vil

Nem deixei para amanhã, já
brindei meus amigos com este lindo texto.
Abraços

Anônimo disse...

alguém sabe se a PREVI teve algum ressarcimento pela última festança que o bb patrocinou aos magistrado nos hotéis de Sauipe?

Anônimo disse...

Tem outro comentário sobre a Previ
no Direto da redação- de 29.05.
Quem defende a Previ?
Leiam

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Extraído de “Direto da Redação”, de Eliakim Araújo - http://www.diretodaredacao.com/noticia/quem-defende-a-previ

ou http://hili.in/UW

Publicado em 29/05/2011

Quem defende a PREVI?

Na última quarta-feira, publicamos no nosso Espaço Livre o artigo da leitora Isa Musa de Noronha intitulado “Privilégios no Banco do Brasil”. Isa, uma aposentada do banco, manifestou toda a sua decepção com os privilégios remuneratórios concedidos aos dirigentes do banco oficial que, ao aposentarem-se, gozarão de benefícios pagos pela PREVI, o fundo de aposentadoria dos funcionários do banco.
Em resumidas palavras, para colocar o leitor não iniciado dentro do assunto, devo colocar a questão da seguinte forma: quem fixa o salário de presidente, vices e diretores do BB é o Conselho de Administração, ou seja, o governo. Ao elevar o salário desses executivos de 27 mil para 81 mil reais, o teto de contribuição dessa gente sobe vertiginosamente e quem vai arcar com a aposentadoria sobre esse valor é a PREVI, uma entidade construída com o trabalho e as contribuições de todos os funcionários do BB, do mais humilde servidor do interior do Brasil ao chefe de gabinete de um diretor nos refrigerados gabinetes de Brasilia.
Na verdade, segundo se depreende do artigo de Isa Musa de Noronha, ao adotar essa postura o Conselho de Administração criou uma casta privilegiada, que tem aumentos salariais diferenciados da massa trabalhadora do Banco,que, ao final, terá que arcar com aposentadorias milionárias pagas por um fundo de previdência que pretence a todos, e que, por esse motivo, não pode privilegiar a poucos.
Trocando em miúdos: se o banco quer pagar melhores salários a seus executivos de primeira linha, que banque do próprio bolso, ou do próprio cofre, a aposentadoria complementar desses privilegiados.
Se fosse uma sentença, dir-se-ia que “este é o relatório”.
Bem, não é preciso destacar que o artigo da Isa provocou uma quantidade imensa de visitas à página. Até o momento em que digito essas linhas, são quase 1.500 acessos. O que prova que o assunto é polêmico e mexe com o sentimento, mais do que os direitos, de milhares de funcionários do banco, entre os aposentados e os da ativa.

Continua na Parte II

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Parte II - Final

Entretanto, ao observar os comentários postados no artigo da Isa, a gente nota que houve uma tendência em partidarizar a questão, com a maioria dos comentaristas atribuindo esta e outras possíveis mazelas cometidas na PREVI aos governos petistas. Leiamos alguns deles:
“...quanta indecência produzida por esse grupo que assumiu o poder da nação brasileira.. até onde vai a ambição desmedida desse cumpanheiros...”
“...a PREVI sempre foi um modelo de fundo de pensão, agora a cumpanheirada quer botar as mãos nele...”
“...o BB , nas mãos impuras do petismo e servo do governo, quer corroer nossa PREVI...”
“...o mais triste é perceber que são companheiros, gente do BB que agora se junta a essa turma de desclassificados do PT para destruir a PREVI, a jóia dos fundos de pensão...”
Dois dos comentaristas, chegam ao extremo de reivindicar a volta dos militares:
“...será que os militares precisam retornar ao Planalto ...”
“...chego a ter saudade da desonestidade dos milicos, porque era muito mais tímida...”
E por aí vai.
Nunca tive, não tenho e nunca terei procuração para defender este ou aquele partido politico. Mas estou convencido de que a revolta que tomou conta dos comentaristas acima reproduzidos ainda é reflexo de alguma recente frustração política. No caso do fundo de previdência dos funcionários do BB, é preciso separar bem as coisas, devendo ficar claro que a cobiça dos governantes e politicos pelo robusto cofre da PREVI é muito anterior ao ano de 2003, quando Lula tomou posse.
Quem não se lembra da interferência do governo tucano na PREVI, para que esta participasse do Consórcio Brasil, vencedor do leilão de privatização da Vale do Rio Doce, em 1997? Ou dos suspeitos processos de privatização das companhias elétricas e da Companhia Siderúrgica Nacional? Tudo isso e muito mais aconteceu no governo FHC, sempre com o nome da PREVI envolvido.
Mas não vem ao caso agora investigar se as apontadas irregularidades na PREVI começaram neste ou naquele governo. O importante, a meu ver, é canalizar toda essa revolta para enfrentar as forças que, suspostamente, querem dilapidar o patrimônio construído pelos funcionários do BB desde 1904.
Acima das diferenças politico-partidárias, os 120 mil associados do Fundo devem se unir e buscar os meios legais para impedir que governos, politicos ou eventuais dirigentes da entidade se locupletem ilicitamente às custas do patrimônio alheio.
É hora de transformar essa indignação em força propulsora de uma virada histórica.

Fonte: "Direto da Redação", de Eliakim Araújo.

Anônimo disse...

RELENDO O Estatuto...

Art. 2° São finalidades da ANABB:

I - zelar pela integridade do Banco do Brasil...

Senhores Dirigentes da ANABB, será que apoiar a apropriação de mais de 50% do Superávit é "zelar pela integridade do Banco do Brasil"???

Dona Isa e Dirigentes da FAABB e demais Entidades que assinaram o "acordo" dando legalidade ao exposto acima: "será assim a próxima negociação"???

Não importa palavras bonitas, justificativas quase convincentes.
O RESULTADO, SIM, É O CONTA. O QUE INTERESSA.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Olá Marcos Cordeiro de Andrade,

Seu comentário:

"Damos graças aos céus pela coragem da Colega Isa Musa de Noronha ter chegado ao seu conhecimento. E a coragem de Eliakim Arújo em denunciar as impropriedades administrativas que ocorrem na PREVI, tem o peso de um possante grito de alerta à sociedade brasileira. Não esmoreça, pois você está mirando a ponta do iceberg e pode ser alvo de represálias. Como aposentado e participante do Fundo, há mais de ano sofro ameaças e castigos por ter enveredado por esse caminho acusatório no Blog Previ Plano 1 (www.previplanio1.com.br), onde assino artigos alertando para os desmandos praticados na PREVI pelo Banco do Brasil a serviço do Governo de plantão, seja ele qual for. Imploro que roube um pouco do seu tempo e leia os artigos "PREVI, o Antro" e um outro ”A maldição de Sauipe” onde denuncio o comportamento promíscuo que o BB tenta impor ao seu relacionamento com os magistrados da alta corte de Justiça. "

Referente a nossa publicação: Quem defende a PREVI?

Foi aprovada com sucesso em nosso sistema e já
consta como visível no bloco de comentários da página em questão.

Atenciosamente,

Direto da Redação

diretodaredacao.com - http://www.diretodaredacao.com/

Anônimo disse...

ESTA NOTÍCIA, TAMBÉM INTERESSA AOS APOSENTADOS DA PREVI.

FONTE:http://conselhopetros.blogspot.com/2011/05/tst-mantem-prescricao-parcial.html

quarta-feira, 25 de maio de 2011TST mantém prescrição parcial quinquenal
Caros participantes da PETROS
Muitos são os que confiam na estratégia e táticas de ação que adotamos na luta contínua na defesa dos direitos adquiridos dos participantes da Petros.
Felizmente muito poucos são os que não acreditam.
O que esperávamos aconteceu!
Retransmito abaixo a excelente notícia que é uma vitória de todos nós.
Mas devemos creditar esta grande vitória ao trabalho competente dos advogados César Vergara Martins Costa, Marcelo da Silva, Luiz Salvador e seus aliados que em conjunto operam em Brasília junto aos tribunais superiores.

A NOTÍCIA

Prezados

Com satisfação, comunico que o TST, na data de hoje aprovou a nova redação da Súmula 327, mantendo, no entanto, o critério da prescrição parcial quando se discutem meras diferenças de suplementação/complementação de aposentadoria.

A nova Súmula apenas incorporou o texto da OJ 156 da SDI-I, que reconhece a prescrição quando a pretensão envolve diferenças pela integração de verbas não recebidas no curso da relação de emprego.

O importante é que foi mantida a prescrição parcial qüiqüenal, como desejávamos.

Ficamos, assim, com a certeza do dever cumprido em mais este capítulo da luta pela dignidade dos aposentados e pensionistas.

Atenciosamente,

CÉSAR VERGARA MARTINS COSTA.
Segue a notícia:
TST altera Súmula 327, que trata de prescrição de aposentadoria


O Tribunal Pleno do Tribunal Superior do Trabalho aprovou hoje (24) alteração na Súmula 327, que trata de prescrição de complementação de aposentadoria e que fica agora com a seguinte redação:

COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA. DIFERENÇAS. PRESCRIÇÃO PARCIAL.

A pretensão a diferenças de complementação de aposentadoria sujeita-se à prescrição parcial e quinquenal, salvo se o pretenso direito decorrer de verbas não recebidas no curso da relação de emprego e já alcançadas pela prescrição, à época da propositura da ação”.


24/05/2011
TST altera Súmula 327, que trata de prescrição de aposentadoria


O Tribunal Pleno do Tribunal Superior do Trabalho aprovou hoje (24) alteração na Súmula 327, que trata de prescrição de complementação de aposentadoria e que fica agora com a seguinte redação:

COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA. DIFERENÇAS. PRESCRIÇÃO PARCIAL.

A pretensão a diferenças de complementação de aposentadoria sujeita-se à prescrição parcial e quinquenal, salvo se o pretenso direito decorrer de verbas não recebidas no curso da relação de emprego e já alcançadas pela prescrição, à época da propositura da ação”.


"O Tribunal Pleno do Tribunal Superior do Trabalho aprovou hoje (24) alteração na Súmula 327, que trata de prescrição de complementação de aposentadoria e que fica agora com a seguinte redação:

COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA. DIFERENÇAS. PRESCRIÇÃO PARCIAL.

A pretensão a diferenças de complementação de aposentadoria sujeita-se à prescrição parcial e quinquenal, salvo se o pretenso direito decorrer de verbas não recebidas no curso da relação de emprego e já alcançadas pela prescrição, à época da propositura da ação”.
Postado por Conselheiros Eleitos da PETROS às Quarta-feira, Maio 25, 2011

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Para não esquecer os Eleitos da Previ que nos traem:

CANAEL informa

PREVI – Participadas
Lista completa dos Conselheiros e empresas em que ocupam cargos.

http://www.aapprevi.com.br/documentos/pdf/lista_canael_previ.pdf
ou
http://hili.in/UR

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
www.canael.com.br

elvira disse...

Colegas,

Petiçao Publica contra res 26
813 assinaturas
Privilégios no bb
23 comentários
Quem defende a PREVI
11 comentários

Bom dia

Anônimo disse...

Os associados da Anabb deveriam iniciar um grande movimento para tirar, extirpar, banir do estuto daquela associação o Art. 2º que diz que "São finalidades da ANABB: I-Zelar pela integridade do Banco do Brasil..."

Pois é baseado nesse Art. 2º "I", que a Anabb sempre nos prejudica e favorece os interesses do Banco. E todos já sabemos que o Banco nada mais faz pelos aposentados, aliás, só quer ver todos sumidos e longe de seu alcance. Para nós, um BB forte já não faz diferença, enquanto ele nos quer ver enfraquecidos. Outrossim, inclusões, exclusões e modificações em Estatudos sempre são possíveis. Só depende do ânimo dos associados.

Anônimo disse...

Vejam abaixo do postdo Eliakim, uma carta dos conselheiros eleitos da Previ.
ELES FALAM !

Anônimo disse...

Marcos,

Cópia da mensagem enviada a Anabb, com relação a carta aberta publicada pela Anabb encaminhada ao BB.

Sua resposta foi postada para o seu tema de interesse no Sistema de duvidas do site ANABB.

Pergunta:
Em qual jornal de grande circulação nacional essa carta aberta foi publicada. O Estado de São Paulo? Folha de São Paulo? Aguardo manifestação a respeito.

Resposta:
Em atenção ao seu contato, informamos que esta carta foi divulgada nos informativos da ANABB e encaminhada ao setor de comunicação do Banco do Brasil. Agradecemos seu contato.


Para visualizar as questões no site visite o seguinte endereço:
http://www.anabb.org.br/.

Anônimo disse...

Aos diversos colegas anônimos, ou não, que estão dando "foco" na retirada de item do Estatuto da Anabb que fala em defender o BB.
Pelo amor de Deus !! Não é por isso que a ANABB defende o patrocinador. Os dirigentes da Anabb é que são VENDIDOS. RECEBEM PROPINAS, REGALIAS, FAZEM FALCATRUAS, assim como os da PREVI, sejam eles eleitos por nós ou indicados pelo BB.
Podia constar o que constasse no Estatuto, mas se nossos colegas FOSSEM HONESTOS E CUMPRISSEM AQUILO PARA O QUE FORAM ELEITOS, não se preocupassem EM SI PRÓPRIOS E NA GANÂNCIA DE ENRIQUECER COM OS RECURSOS DOS APOSENTADOS.
UMA CORJA !! Falta honestidade!!
Roberto - RJ

Anônimo disse...

Como pode??? Nao acredito no que estou lendo!!!!!Os bancos desta vez estao indo bem lonje..... fora de alcance de qualquer pensamento racional.....o pais vai bem?????!!!!
Juro do cheque especial sobe em abril para 178,1% ao ano
economia.uol.com.br
BRASÍLIA - A taxa de juro do cheque especial saiu de 174,6% em março para 178,1% anuais em abril, com acréscimo de 3,5 pontos percent..

Anônimo disse...

Marcos,

A Quarta Turma do STJ, capitaneada
pelo ministro Luis Felipe Salomão,
decidiu, de forma contrária, rei -
vindicação dos aposentados, que pleiteavam isenção das contribui -
ções em favor da Previ.Aquele mi-
nistro,verdadeiro "ponta de aterro"
sistemáticamente se insurge contra
nossas pretensões, parece persegui-
ção contra nós. Quem sabe, quando
estudante, tenha sido preterido,re-
provado mesmo nas provas aplicadas
pelo BB, para ingresso em seus qua-
dros? Baixa escolaridade, talvez?
Deve ser frustrante...
Mas, como perguntar não ofende,por-
que nossas ações endereçadas ao STJ
caem, "involuntariamente", em suas
mãos?
Abraços, renato.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

LEIA AGORA MESMO E PASSE PARA TODO MUNDO QUE VOCÊ CONHECE
>
>
>
> Alguém está mandando por aí um e-mail com uns sapatinhos vermelhos
> dançando: é uma música bem alegre.
> No e-mail são oferecidas mais de mil músicas.
> Não baixe nada. É o vírus Kleneu66!!!
> Se você abrir o Arquivo em DUAS HORAS seu HD estará limpo e
> completamente destruído. MUITO CUIDADO !!! Não dê download deste
> arquivo em nenhuma circunstância.
> Este vírus entrou em circulação ontem e segundo a UOL , NÃO há
> anti-vírus disponível ainda contra Kleneu66.
> Por favor , passe essa mensagem para todas as pessoas de sua lista de-mails...

Colaboração do Colega José Sérgio Silva de Figueiredo.

Anônimo disse...

Recebi email da PREVI- Conte a sua Histório- A Previ quer saber.
Conto ou não conto?
Aproveito ou não?
Desço o porrete?
Ai que vontade....
Que vcs acham?????
Acho que estão querendo brincar
com a gente.
Estão se arriscannnndo...
Ai que óóóódio...

Anônimo disse...

Será que o juiz Salomão esteve em Sauípe ?

Será dificil ter a lista de todos que la estiveram?

Será que a Cecilia Garcez, agora conselheira de Sauípe. não poderia nos dar essa lista?

Será que de acordo com a lista não podemos arguir suspeição dos juizes em relação a Previ?

Será, será??????????????

Anônimo disse...

ATENÇAO: Leiam no Blog do Romildo:
EM DEFESA DO TETO DE BENEFÍCIOS PARA TODOS ASSOCIADOS DA PREVI.
Assunto divulgado pelos dirigentes eleitos da PREVI.

Anônimo disse...

Seráaaaaa???? Logico que tem colega anonimo com esses juizes que estiveram na Costa do Sauipe ainda tu duvidas??????

crises:Renda Certa + Super-Beneficios de R$ 81 MIL ! disse...

BENEFICIOS ESPECIAIS (p/conta do superavit do Plano1 ):

Agora que estamos "fazendo uma autópsia" do que foi a aberração da Verba P-371, pago a 13.495 apaniguados, notamos que o Regulamento deste Benefício Especial, em seu Art.88(...somatório das contribuições pessoais E PATRONAIS (!), excedentes à 360ª vertidas até a aposentadoria (tem gente ainda aguardando para receber sua "renda certa") ou até 31/12/2006 (fim das contribuições...);
§ 1ºArt.90:( vejam que somaram o tempo anterior a data do início das contribuições, pois começaram em 15/4/1967. Tempo de serviço anterior a 1967 virou tempo de contribuição...(como apuraram estes valores?)

COMENTO:

Assim o BB "dormiu nas palhas" e deixou 13.495 levarem A SUA CONTRIBUIÇÃO PATRONAL, criando mais uma casta de beneficiarios do Plano 1: AQUELES QUE SACARAM A CONTA-PATRONAL...

Agora, vem o mesmo patrocinador BB, querer criar outra casta de apaniguados, para que o Plano 1 da PREVI pague os "SUPER-BENEFICIOS, DE R$ 81 mil,muito acima do teto previsto em Regulamento, para alguns Diretores e Altos Executivos!

Ora, ora, como bem disse Maílson da Nóbrega na VEJA 2.219 desta semana, encerrando o artigo:
"EM VEZ DE FAZERMOS A AUTÓPSIA DA CRISE, PODEREMOS PREVENIR A SUA OCORRÊNCIA"

Anônimo disse...

Prezado Marcos,
A matéria "Quem Defende a Previ?", de Eliakim Araujo me parece muito oportuna e adequada para ser indicada como leitura, principalmente aos colegas acomodados e/ou alienados. Pela sua profissão de jornalista, experiente e consagrado, tem autoridade moral para nos indicar o melhor caminho, na defesa de nossos interesses.
Outra: uma de nossas dificuldades, até aqui, segundo avalio, é não termos conseguido sensibilizar e envolver a grande mídia na questão. Não teria ele como nos ajudar nesse mister? Um grande abraço.

Anônimo disse...

José Sérgio,
obrigado pelo alerta, entretanto o vírus Kleneu66 não existe. Esta é mais uma artimanha de "espertinhos" que, ao mandar você divulgar a mensagem, captura os emails para depois encherem as nossas caixas de mensagens com propagandas inúteis.


Obs: se ainda assim você quiser repassar o alerta,faça-o com cópia oculta e apague os emails anteriores.

Muita Paz !

Francisco

Anônimo disse...

Prezado Marcos, Dna. Isa e demais dirigentes que participarão no encontro em Xerem. Se dirigentes do BB ou da PREVI, estiverem presentes, tomem cuidado com suas carteiras.

LUIZ FERNANDO disse...

MARCOS E COLEGAS, já fico pensando no absurdo de alguns executivos QUE irão se aposentar com R$ 27.000,00 já é um absurdo, um disparate , imagina multiplicado por 3 como o Banco quer. O BANCO que pague um Brasilprev pra eles. Deixem nossa PREVI. Respeitem OS 90% DOS APOSENTADOS QUE GANHAM MIGALHAS(DE R$ 2.000 A r$ 4.000)

Marco Antonio (BH) disse...

Caro Marcos,
A notícia abaixo, tem muito a ver com a tentativa de elevar para R$ 81.000,00 o valor do teto da PREVI.
É um afronta!
30/05/2011
BB aumenta remuneração de diretores e reduz distância do setor privado

Valor Econômico


As estatais federais Banco do Brasil e Petrobras melhoraram a remuneração de diretores executivos, o que contribuiu para reduzir a distância drástica que existe entre os valores pagos por essas empresas e seus concorrentes do setor privado.

No caso do BB, que tem 37 diretores estatutários, a remuneração média total prevista por executivo deve ficar em R$ 1,03 milhão nos 12 meses entre abril deste ano e março de 2012, com aumento de 17% em relação ao que foi pago no período igual imediatamente anterior.

Apesar da alta, o montante ainda é bastante inferior ao valor de R$ 7,6 milhões pago em média a diretores do Itaú, de R$ 4,3 milhões do Santander e R$ 3,4 milhões no caso do Bradesco.

Na estatal de petróleo, o valor médio a ser pago aos sete diretores pode chegar a R$ 1,4 milhão em 2011, montante 21% maior que a remuneração desembolsada no ano passado.

Na OGX, empresa do segmento de óleo e gás controlada pelo empresário Eike Batista, a remuneração média dos diretores foi de R$ 9,9 milhões - ainda que a maior parte tenha sido em um plano de opções de ações, que não representa dinheiro vivo para os executivos. Dois dos diretores da empresa trabalharam durante anos na Petrobras.

Nos dois casos, a diferença se explica basicamente por uma parcela maior de remuneração variável, sendo que o salário fixo praticamente acompanhou a inflação, com reajuste de 6% a 7%.

Segundo o Banco do Brasil, o aumento da remuneração variável destinada à diretoria como um todo, de R$ 10,6 milhões para R$ 15,0 milhões, se explica principalmente pela fixação de um valor de R$ 6,5 milhões para pagamento na forma de bônus, que se somará a uma participação nos lucros e resultados calculada em R$ 8,5 milhões. Em 2010, o bônus foi de R$ 1,3 milhão, para uma participação em lucros e resultados de R$ 7,6 milhões.

Esse aumento teria ligação com a regulamentação do Banco Central para remuneração em instituições financeiras, que entra em vigor apenas em 2012, e que estabelece regras para pagamento de remuneração variável.

O investidor que olhar apenas a proposta de remuneração que a diretoria do BB levou à assembleia de acionistas, disponível no site da Comissão de Valores Mobiliários, encontrará números diferentes. Lá, o banco informa que a diretoria recebeu R$ 26,18 milhões em 2010 e que a proposta para o período de abril deste ano a março de 2012 é de elevar o valor para R$ 41,904 milhões.

Embora esses tenham sido os dados divulgados, a assessoria do BB disse que o primeiro número se refere ao ano fechado e por isso não pode ser comparado ao segundo, que será pago em 12 meses a partir de abril, e que teve o valor modificado. Vale então a verba de R$ 32,4 milhões aprovada para pagamento de diretores e conselheiros na assembleia de 2010 - e que se aproxima do valor executado em 12 meses até março deste ano - e o montante de R$ 38,5 milhões votado no encontro de acionistas deste ano.

O valor global aprovado ficou abaixo do previsto na proposta da administração porque foi vetado um reajuste de 25% na parcela fixa dos diretores.

A Petrobras não deu detalhes sobre quando começou a pagar bônus a seus executivos, além da participação nos lucros. Depois de não pagar nenhuma remuneração desse tipo em 2009 - primeiro ano em que as informações foram publicadas -, a estatal distribuiu R$ 600 mil para a diretoria no ano passado. Neste ano, o montante distribuído pode chegar a R$ 1,4 milhão.

Em nota, a empresa disse que "a composição da remuneração dos administradores da Petrobras é definida considerando os resultados econômico-financeiros da companhia, bem como buscando promover o reconhecimento de seus administradores, e um alinhamento às praticas de remuneração aplicadas pelo mercado para empresas de porte semelhante".

Anônimo disse...

Se estamos "apertados financeiramente", com dificuldades para pagar Cooperforte, Empr.Simples, CDC, cartões,cheque-ouro e outras coisas mais, lemos que o Palocci tem alguma mágica para sobreviver e pagar suas contas, visto que sua assessoria informou a revista VEJA (pág.80), desta semana, que Palocci mora perto do Parque Ibirapuera, num apto. de 640 m2. com condomínio de R$ 4.600 e o IPTU de R$ 2.300 mensais, mais o aluguel mensal de R$ 15.000, totalizando (SO PARA MORAR!)=R$ 21.900 mensais, o equivalente a 83% do seu salário de ministro da Casa Civil...
E.T.: Acho que não parou de vender "consultorias"!!!

Anônimo disse...

Tentar derrubar o muro a cabeçadas, não vai adiantar, melhor contorná-lo.

Melhor seria talvez descobrir e atacar os pontos vulneráveis do adversário.

Quem sabe levando a responder na justiça o presidente e o diretor de seguridade, individualmente.

Obrigá-los a esclarecer por que razão deixaram de cumprir a lei hierarquicamente mais importante, sem questionamentos.

Tem que existir um elo mais fraco nessa corrente.

Na luta do mais fraco contra o mais forte a astúcia talvez seja a arma mais eficaz.

Pensionista disse...

Nossa 81.000,00 deixarão uma pensão de 48.600,00 enqto estamos ganhando essa miseria de 4000,00 ? Onde estamos?
Acorda ANABB!
Acorda PREVI!

Anônimo disse...

Eu odeio esse cinismo do PT. Pra mim Palocci é apenas a ponta do iceberg.
Quanto ao projeto dos supersalários de 81.000,00,penso que deve caber uma denúncia aos órgãos competentes. Isso é uma afronta a nós que contribuimos por 25, 30, 35 anos para a a PREVI e recebemos míseros R$ 4.000,00 mensais, brutos. êta país sem jeito.

Anônimo disse...

Fico perplexo diante da insistência de alguns em invocar o nome da anabb, como se ela, alguma vez, tivesse feito algo em nosso benefício, apesar de termos pago por isso e fomos falseados, solenemente, desde o episódio do IGP-DI-30%. Por favor, ingenuidade tem limites, ou estamos em lados opostos?

Anônimo disse...

Atenção:Saiu no BLOG DO ROMILDO:
Os dirigentes eleitos da PREVI, estão em defesa do teto de benefícios(27000,00) para todos os associados da PREVI.Leiam por favor e façam comentários.

Anônimo disse...

Caro, caríssimo das 14:16

Concordo em genero, número e grau.
Ainda mais por que vejo que o contra ataque já começou.
Daqui há pouco estaremos sendo chamados de marajás no direto da fonte.
Vejam o " companheiro" que pergunta quanto o banco coloca e fala em dinheiro público.
Não podemos permitir.
Será que não podemos ter uma estratégia e que não passe por aqui ?
Será que eles que fazem tudo entre si, na calada, não estarão sempre mais fortes, do que nós que colocamos tudo aqui, em aberto?
Acho que já é hora de pararmos para pensar.
Amigo, escreva para a AAPPREVI o que voce acha o elo mais fraco.
Que a AAPREVI discuta e depois apenas nos comunique o que vamos empreender.
Tenho certeza de que voce está certo. `
Precisamos aprender a lutar.
Nunca pensamos nisso, por que não sabiamos que iam se voltar contra nós. Se aproveitar de nós.
Confiamos.
Acabou.
Mas voce está certo.

Anônimo disse...

meu querido das 14:54

Eu nunca ri tanto na minha vida!
Eu tinha lido o Romildo pela manhã.
É inacreditável, como o mesmo texto pode parecer tão diferente para duas pesssoas distintas.
Quisera Deus, querido, que este fosse o teto de todos.

Anônimo disse...

Colegas,
Vejam como a Justiça é condescendente com os dirigentes de Fundos de Pensão:

TRF nega recurso e mantém anulação de multa no caso RioPrevidência

30/05/2011 19:33

SÃO PAULO - O Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região negou o recurso apresentado pelo governo do Estado do Rio e pelo fundo de pensão dos funcionários do Estado, o RioPrevidência, contra a decisão da 16ª Vara Federal do Rio, divulgada hoje pelo Valor.
Desta forma, fica mantida a decisão de 1ª instância, que anulou o julgamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que havia imposto multa de R$ 500 milhões a um grupo de gestoras, distribuidoras e executivos do mercado por prejuízos que teriam sido causados ao fundo de pensão.
A Presidente do TRF da 2ª Região, Desembargadora Federal Maria Helena, considerou que não há “provas cabais, concretas e contundentes, de grave lesão que tivesse ocasionado reflexos diretos ao interesse público”.

Fonte: Valor online

Anônimo disse...

SITE DA ANAPAR - hoje

Senador defende autonomia da PREVIC

lEIAM

Anônimo disse...

Anônimo das 14:54,

É óbvio que os eleitos da Previ defenderão o teto de 27.000,00. Eles próprios serão beneficiados pelo teto máximo. Eles e ... alguns mais.
Na verdade, a grande maioria dos aposentados continuará recebendo de 2 a 4 mil p/mês.

Anônimo disse...

Continuo vendo voces falando entre voces o tempo todo.
O debate já está lá fora.
Não vejo os grandes nomes lá.
Não importa que nome voces se darão, importam as ideias.
Onde estão voces?
Tudo é muito rápido hoje em dia.
Voces acham uma besteira essa abertura do Eliakim para nós ?
Queriam o que ?
Capa da Veja ?
Então peguem uma bereta e matem alguem , meu Deus.
Vão estar em todas as capas.
Será que serei obrigado a pensar que voces merecem a encruzilhada em que estão?
Vão à luta !

Anônimo disse...

INCorporativa (30/05/2011)
Benefícios de aposentados serão recalculados

Decisão é válida para todo o Brasil e deve ser cumprida pelo INSS em até 90 dias
Em 1998 e em 2003 foram editadas emendas constitucionais que modificaram os tetos do Regime Geral de Previdência Social, mas os valores não foram incorporados às aposentadorias e pensões de quem já as recebia.

A Justiça determinou que o INSS faça o recálculo dos benefícios recebidos pelas pessoas que se aposentaram ou passaram a receber benefícios do INSS antes da edição de tais emendas constitucionais.

A decisão é válida para todo o Brasil e deve ser cumprida pelo INSS em até 90 dias, sob pena de multa díária no valor de R$ 500 mil.

carlosdomini disse...

Sinceramente não vemos a união tão propalada.Vejo as críticas as nossas associações porém não é possível com tantas afabb, Faabb não se conseguir adesão da mídia basta entupir o fale conosco da redação da globo, folha, etc. Sinceramente só vi o Eliakim mesmo assim uns pingados comentários aqui e alhure. Vi pedido de esclarecimento da Anabb para Previc e BB, vi todos os eleitos assinarem e porq1ue não se divulga todo este comentário é em razão do absurdo aumento do teto para os grandes executivos do BB que irá se refletir em nosso superavit e consequentemente no futuro da Previ.Marcos o que interessa agora é que todos podem o trombone na rua

Anônimo disse...

Informação é poder.

Não sem motivo ela nos tem sido sistematicamente sonegada, principalmente nos momentos decisivos.

Sonegada em 1997 e em 2010, quando muitos preferiram morder a isca.

Curioso, não me lembro de ter sido submetida à nossa votação a proposta para o renda certa.
O que sei, pelo menos, é que não dei meu voto a favor.

Tivesse havido a tal transparência em 1997, quem sabe não se encontraria outra solução para o passivo atuarial do Banco.

Por exemplo, a Previ e os seus associados - era esse o nosso status até então - capitalizariam o Banco, não de graça como foi feito, mas em troca de ações num possível aumento de capital.

Não tínhamos essa informação naquela época e assim, sufocados pela falta de reajustes nos benefícios, elegemos a raposa como guardiã do galinheiro e entregamos ao bandido a chave do cofre.

Desinformados e enganados, aprovamos a reforma dos estatutos, perdemos nossa condição de associados, nos transformamos em meros "participantes e assistidos", e perdemos também nossas prerrogativas de corpo social.

Claro que não tem retorno, eles não vão largar o osso.
Mas a lição tem que ter alguma serventia.

Não sei se minha sugestão é possível tecnicamente, estatutária e legalmente.

Mas quem sabe mais adiante, na ocorrência de um possível impasse, poderíamos apresentar essa proposta de permuta por ações, que certamente deixou de ser lembrada em 1997.

Anônimo disse...

Tem colega escrevendo que não se lembra de ter votado pela aprovação do Renda Certa. Votou sim. Foi feito plebiscito e como de hábito os colegas aprovam tudo o que significa um tostão no bolso. Retirei do site da Previ a notícia que mostra quantos disseram SIM ao Renda Certa.

Depois a turma vem chorando dizendo isso e aquilo, mas na hora de dizer NÃO para as intenções do Banco e da Previ basta adoçar a boca com uns docinhos que a turma vota. Veja a matéria do site da PREVI.

“Aprovado o acordo pelos associados do Plano 1, serão dados os passos para que as mudanças sejam implantadas pela PREVI o mais rapidamente possível. As alterações dependem da aprovação de diferentes instâncias decisórias.

Com o voto favorável de 92,41% dos associados do Plano 1 que participaram da votação, foi aprovado em plebiscito promovido por sindicatos e associações o uso parcial do superávit para melhoria de benefícios, suspensão de contribuições e implantação da tábua da mortalidade AT83”

Anônimo disse...

Claro que disseram sim, foram ENGANADOS como sempre.
Cambada de safados....
Caiam fora ANABB!

Anônimo disse...

Os 9 dirigentes eleitos da PREVI publicam um documento (Vide Blog do Romildo), manifestando suas determinações em
"estabelecer o teto de contribuição para a PREVI, equivalente ao NRF Especial (R$ 27 MIL)". Tirando o 'bode dos R$ 81 mil' das propostas...

Para isso terão que modificar/alterar nosso regulamento do Plano 1, que ainda prevê 2 tetos máximos (90% das contribuições ou 136% do VP+anuênios), Tetos estes onde se aposentaram e são assistidos atualmente com médias mensais de R$ 4 a 5 mil UNS 90 MIL DONOS DO PLANO 1 !!!!!

Pois bem ! Agora que as contribuições dos 30 mil na ativa estão suspensas para eles e são pagas pelo nosso superavit, através do Fundo de Contribuições, TODOS QUEREM passar um mes ou mais ganhando o NRF Especial (Teto salarial) de R$ 27 mil, requerendo que o tal Fundo de Contribuições arque com os pagamentos de suas contribuições PELO TETO, até se aposentarem REGIAMENTE pelo Plano 1 da PREVI! (não com 90% das contribuições e sim pelo NOVO TETO QUE CRIARÃO...)

Ora, tão querendo criar mais uma casta de marajás no Plano 1 ("os NRF Especial"), pois já criaram recentemente os "Renda Certa", que obtiveram seu beneficio especial por conta do superavit anterior (Verba P371), ACRESCIDO DA COTA-PATRONAL PAGA PELA BB....

Voce caro leitor, concordará com mais esta vergonha, saqueando o nosso Plano 1 de aposentadorias ???

Anônimo disse...

Oi Cecilia, agora estás boazinha, do nosso lado, será visando a eleição do proximo ano?Tire o cavalinho da chuva.Já passou tua epoca e por nós aposentados, fizeste O. Já conseguiste outro emprego na Previ ( O Antro) então fica na tua.

Anônimo disse...

Caro Anônimo 30.05.2011 das 16.06.
O texto está claro que os dirigentes eleitos da PREVI estão em defesa do teto máximo de 27000,00 somente para os salários da cúpula ou seja os altos cargos q passaram de CLT para estatutários beneficiados pela NRF e o bb quer multiplicar por três.Agora eu apenas copiei o título do texto. Obrigada pela atenção, mas realmente eu entendi igual a você,pois se fosse para todos seria injustiça do mesmo jeito, pois a aposentadoria tem que ser de acordo com o que fizemos na ativa, aliás deveria.
Mediante tudo q está acontecendo, já acho que só de ter saído este texto, os eleitos da Previ já estão pelo menos falando alguma coisa.
Anônimo das 14:54

Anônimo disse...

Anônimo de 31/05,das 08:48 hs,

De acordo com estas informações, 92,41% dos que votaram aprovaram o Renda Certa???, Pergunto: quantos votaram? e diz ainda SINDICATOS E ASSOCIAÇÕES promoveram o plebiscito, então não foi a PREVI que se encarregou do plebiscito? Isto não estaria sujeito a uma investigação/auditoria?
Confesso a vocês que tento puxar a minha memória e não consigo me lembrar de ter votado ou recebido qualquer material sobre aquela votação. Lembro de ter me espantado, quando soube que alguns privilegiados da Previ, haviam se tornado marajás, com o nosso dinheiro.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

De:
Data: 31 de maio de 2011
Assunto: RESOLUÇÃO N.26 - Uma doença que ainda não tem cura -
Para: AMEST , colaboradores BB unapbb <>, REDE SOS SOS <>, veteranos BB
Cc: aposentados-bb@yahoogrupos.com.br


COLEGAS,
ESTAMOS QUASE ATINGINDO MIL ASSINATURAS NA PETIÇÃO PÚBLICA CONTRA A RESOLUÇÃO N.26 -- QUE SE ENCONTRA A DISPOSIÇÃO PARA LEITURA E ADESÃO NAQUELE SITE.
PEÇO A GENTILEZA DOS COLEGAS REPASSAREM AOS DEMAIS COLEGAS, AMIGOS E FAMILIARES, AFINAL UM ACONTECIMENTO DA IMPORTÂNCIA DESTE, CAPAZ DE PREJUDICAR MAIS DE 150 MIL FAMÍLIAS, INTERESSA A TODA A SOCIEDADE. NÃO NECESSITA SER FUNCIONÁRIO OU PENSIONISTA PARA ASSINAR, BASTA SIMPATIZAR COM A CAUSA.
PARA ASSINAR É FÁCIL COPIE E COLE O ENDEREÇAMENTO ABAIXO; APÓS, CLICAR EM " ASSINAR O ABAIXO ASSINADO" - BASTA E-MAIL E NOME COMPLETO - DEPOIS SERÁ ENCAMINHADO AO SEU E-MAIL UM PEDIDO DE CONFIRMAÇÃO. CONFIRME. AÍ SIM O REGISTRO ESTARÁ OK.

www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N10163

Anônimo disse...

RENDA CERTA X CRENÇA NOS FUNCIONARIOS DO BB - Tem colega metendo o pau nos que não se lembram de ter votado no Renda Certa. Pois e, eu gostaria de que algum colega me informasse se sabia realmente no que estava votando quando daquele plebiscito.
Eu votei sim porque ainda acreditava que colegas do Banco agiam com o fim de dar o melhor para os colegas e para o Banco.
E lembro que na época solicitei explicações a varias entidades, representantes e a própria previ e não obtive esclarecimentos sobre como seria a repartição - se voces pesquisarem vão ver que os exemplos só apareceram em data posterior ao plebiscito.
Hoje essa fé em nossos colegas representantes esvaiu-se, ou seja, não confio naqueles que eram, nos que ai estão e dificilmente vou confiar nos que virão, pois fomos castrados no nosso direito de escolher representantes que achamos merecedores de nossa confiança.
E para aqueles que não gostam do PT, eu só acho que os petistas aproveitaram os que os tucanos fizeram de ruim (em vez de endireitar eles entortaram mais ainda).
E para aqueles que pensam na volta dos militares eu os considero culpados pela minha castração política.
Moral da história, hoje eu tento convencer meus filhos a entrarem em partidos politicos e serem politicos, pois se os bons não agirem vamos continuar tendo o governo que merecemos.

XERÉM deu xabú (nada pro dia 3) disse...

Prá quando remarcarão a AGE da FAABB ?
Nada aparece no calendário de eventos da AAFBB "xerém", senão Festas juninas e mais festas !

Anônimo disse...

Foi dito aí em cima que alguns colegas - quantos? - responderam afirmativamente à questão formulada nesse tal "plebiscito", visando à melhoria dos benefícios.

Tudo bem.

Mas ainda assim, esse voto poderia não significar necessariamente concordância com a instituição desse monstrengo do renda certa, em lugar de se melhorarem os benefícios, como foi dito.

Ninguém tem elementos para afirmar que eu tenha votado, a não ser talvez quem conduziu o processo desse referendo.

Repito. Jamais teria dado minha aprovação a uma proposta que visasse conceder benefícios ilegítimos para uns poucos eleitos, e sabendo que ia ficar de fora seria alienação total.

Teria que estar numa camisa-de-força, e acredito que nem mesmo assim.

Anônimo disse...

Pois saibam que o tal Renda Certa foi aprovado sim em plebiscito igualzinho ao que foi feito em 2010. E aqui está o resultado oficial (retirado do site da Previ). Verão que nós, aposentados, botamos a boca no trombone para esculhambar, mas na hora de votar aprovamos tudo o que eles querem. Nós é que não temos vergonha! Votamos muito, aprovamos com louvor e aplausos.
Funcis da ativa: 35.576 aprovaram, 270 não aprovaram, 1.245 votaram em branco ou nulo
Funcis. Aposentados: 65.459 aprovaram, 2.314, não aprovaram e 1.980 votaram branco ou nulo;
Total: 101,97 votantes, sendo que 92,41 aprovaram.

Anônimo disse...

TEM MUITA GENTE QUERENDO SER ENGRAÇADA !!
Vimos acima vários depoimentos de colegas que não se lembram de ter votado pela aprovação do Renda Certa. Tão de "brincadeira"!
Da mesma forma, já aparecem alguns coleguinhas dizendo que também não votaram para Aprovação do Acordo Arapuca. Turma de "esquecidos"! Vários deles tão votando SIM há muito tempo. Aprovam tudo o que redunda em benefício pessoal individual. Agora, aparecem chorando querendo colocar a culpa no próximo. Deixaram passar a oportunidade de dizer NÃO para as más intenções do Banco e da Previ.
Cambada de 171, com todo o respeito!!
Roberto - RJ

Anônimo disse...

Colegas,


Fico impressionado com a nova postura da Dona CECÍLIA GARCEZ, quando estava nos representando, só enrolava e fazia de conta, agora está cheia de atitude. Tenha paciência, ela conta com a esclerose dos velhinhos para se candidatar novamente....

Juarez Barbosa disse...

Prezado Marcos,

Veja se é interessante publicar em seu Blog comentários recebidos no meu em minha última postagem, com as devidas réplicas.
Anônimo 1 disse:
Senhor dono do blog. Achei esse blog no Google, como se acha qualquer coisa no mundo. Procurava pela palavra Banco do Brasil para encontrar algum canal de reclamação contra esse tamborete que o Governo nos impõe goela abaixo forçando que funcionário público só possa receber seus proventos nele. E confesso que fiquei surpreso ao ver a elite nacional reclamando de benefícios de aposentadoria e pensão. Todos os trabalhadores do país viveram a vida toda somente tendo os benefícios do INSS no fim da vida e vocês sempre tiveram a PREVI, o que os coloca em um patamar muito acima dos pobres mortais. Acho mesmo que choram de barriga cheia, que não conhecem as auguras da vida, não sabem o que é viver uma vida inteira trabalhando e até ganhando o suficiente e vendo, depois, no cálculo de aposentadoria, ter de se curvar ao teto do INSS (quando muito). Não pensem que gozam da simpatia popular. Todo trabalhador brasileiro os vê como Marajás da Nação frutos de um bancão, um elefante branco que já deveria ter sido privatizado, vendido na bacia das almas a tempos, para parar de oferecer privilégios a simples bancários. Saibam que serviço de bancário, qualquer macaco ensinado é capaz de fazer.
31 de maio de 2011 16:27
Minha réplica:
Realmente é muito triste ver um cidadão que ganhava até bem quando estava na ativa, ter de se curvar ao teto da previdência oficial. Talvez não tenha percebido a importância de participar de uma Entidade que administra Planos de Previdência Complementar Privada. Não foi da teta do Estado que obtivemos nossa complementação da aposentadoria paga pela previdência oficial. Nós depositamos, mes a mes, durante toda nossa vida laborativa, valores para formação de uma reserva para nos propiciar tal “mordomia”. Porque o senhor não fez o mesmo?
Nós não somos marajás e tampouco “macacos” treinados. Em seu comentário você ficou admirado de nós estarmos reclamando de nossas aposentadorias e pensões. Mas estamos reclamando o que é nosso de direito de nossa Entidade “Privada” de Previdência Complementar. Não estamos reclamando ao Governo, pois sabemos muito bem aonde foi parar os recursos da previdência oficial. Você sabe? No nosso bolso é que, com certeza, não foi.
Já que o trabalho de bancário qualquer macaco treinado sabe fazer, porque você não entrou para o Banco do Brasil? Serviço mole e excelentes salários não é mesmo? Preferiu ficar trabalhando duro para ganhar pouco? Não entendo esta sua sapiência. Duvido até que você fosse capaz de passar no “concurso público” de acesso aos quadros do Banco.
Ao invés de ficar perdendo seu tempo aqui neste espaço, que é particular, porque você não dedica seu tempo a lutar por melhorias em seu benefício, participando com seus ex-companheiros de trabalho, de movimentos tais quais os nossos.
Pegue sua trouxa de desilusões é vá parar noutro lugar, porque aqui é uma arena de guerreiros, dispostos sempre a conseguir melhorias em seus benefícios, sempre que isto for possível.

Juarez Barbosa disse...

Continuação...
Anônimo 2 disse:
Acho que o anônimo que vive bem tem razão. Não sou do BB e tenho raiva de vocês, vaidosos e metidos a besta. Pois sempre se acharam melhor do que os outros bancários comuns. Até parece que aposentados do BB são mortos de fome... Acho que todos queriam se aposentar mesmo é como banqueiros. Aqui e em outros blogs só se ve gente chorando de barriga cheia. Deveriam olhar o povão, que se aposenta com um salário mínimo. Eu, ganho menos do que aquele anônimo. Recebo de aposentadoria pelo serviço público municipal 3.200,00. E vivo com conforto e qualidade, pois vivo modestamente. Vocês estão querendo que a sociedade acredite que aposentado do BB vive na miséria. Não conhecem miséria. Venham aqui pro sertão da Paraiba que eu lhes apresento o que é viver na miséria. Vocês não querem justiça não. Querem as benesses que os outros tem. Morrem é de inveja.
30 de maio de 2011 07:48
Minha réplica:
Interessante a sua presença aqui em meu Blog, tendo em vista você não pertencer a categoria de aposentados e pensionistas do Banco do Brasil.

Talvez por desconhecimento de nossa causa você nos agride dizendo que queremos viver como banqueiros e que temos inveja dos que ganham bem em nosso País.

Não estamos pedindo nada além do que contribuimos durante nossa vida laborativa para o nosso Fundo particular de previdência complementar, para ter uma aposentadoria boa é bem verdade, acima dos valores irrisórios pagos pela previdência oficial.

Todos devem lutar por aposentadorias mais dignas neste nosso País. Mas, infelizmente, ao invés de lutar por elas, pessoas como você ficam é torcendo para que os que estão com padrões de vida superiores ao seu, honestamente alcançados, tenham seus benefícios piorados até se igualarem aos piores pagos. Aí sim, vão ficar contentes, ao perceberem que tais injustiças estão sendo cometidas.

Outrossim, você, como diz acima, é servidor público municipal. Quando você se aposenta, recebe o seu salário integral da ativa de aposentadoria, sem ter constituído reservas para o pagamento de tal benefício, às custas do dinheiro de nossos impostos. Deixam 100% de suas aposentadorias para suas pensionistas, e ainda vem aqui dizer que nós é que somos privilegiados?

Não desconhecemos o estado de miséria que muitos brasileiros se encontram, mas que são vítimas de governos oligárquicos e políticas de exclusão social. Não somos os culpados por tal situação. Pelo contrário, trabalhamos durante muitos anos em um estabelecimento que tinha como fundamental objetivo promover o desenvolvimento do País e de seu povo, nos mais distantes dos seus rincões, levando o crédito necessário para o alcance de tal objetivo.

Solidariedade é uma nobre virtude e a inveja é um nefasto defeito. Pense bem.

Anônimo disse...

Colega de 10:41,eu tambem ja ia fazer comentario no tema do seu.
Ella ja esta se chegando com o velho bla bla bla de outrora.Falando mal do banco/governo.
NAO SE ESQUEÇAM!E loba em pele de ovelha.E mama na Anabb.2012(eleiçoes)esta chegando,alias, muito rapido.Começarao as promessas,falas mansas,"enrolation"....
Duda

Anônimo disse...

Elementar.

Por que razão vem esse colega privilegiado agredindo aqueles que não se lembram de ter votado no Renda Certa?

Como deve ser pessoa com alguma capacidade de entendimento, claro está que ele foi um dos contemplados naquela distribuição ilegal e ilícita.

Qualquer pessoa de inteligência mediana pode deduzir que só um idiota aprovaria qualquer coisa que o deixasse de fora.

Essa lógica elucida a questão.

Câmbio e desligo.

elvira disse...

Pessoal do votou não votou: eu
não sei se não votei ou se votei.
Sinceramente na minha opinião, não fez a mínima diferença. Não creio nos resultados dos plebiscitos. Ganhou o sim ou o não de acordo com interesses
dos nossos senhores.
Abraços

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

MENSAGEM DA FAABB

Às
Associações de Aposentados e Pensionistas

Sr. Presidente.

Conforme a hipótese já aventada no e-mail abaixo, estamos adiando nossa Reunião FAABB em Xerém.

Consideramos que um evento dessa natureza que implica em custos e desconfortos de deslocamentos, somente se justifica caso tenhamos novidades no que se refere à nossa pauta permanente, PREVI.

Estamos empenhados em conseguir audiência com o Sr. José Maria Rabelo, Secretário de Previdência Complementar, e nessa audiência é poderemos ter alguns esclarecimentos que se fazem necessários a propósito do impasse nas discussões com os representantes do Banco do brasil.

A FAABB comunicará a todas as Associações a nova data em tempo hábil.
Atenciosamente

Isa Musa de Noronha
Presidente






Subject: A FAABB INFORMA
Date: Thu, 26 May 2011 20:28:02 -0300



Às

Associações de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil

Sr. Presidente,




A AAFBB gentilmente cedeu as instalações de sua Sede Campestre em Xerém para a realização de nossa Assembléia Geral Extraordinária e Reunião Extraordinária, para a qual serão convocadas todas as filiadas e convidadas as associações não filiadas. No entanto, a data de início marcada – 3 de junho – está, a princípio, prejudicada. A FAABB deseja poder contar, nesse evento, com a presença de um dos Diretores do Banco e da Diretoria da Previ. Consideramos, também, que seria ideal ANTES dessa nossa reunião, já termos ido à PREVIC – Secretaria de Previdência Complementar, ouvir do Superintendente como aquele órgão vê nossas propostas de rever o Regulamento do Plano de Benefícios nº 1, sem considerar eventuais reservas da conta “Reserva Para Revisão do Plano”. Sem isso, a presença desses convidados e as informações que possamos coletar da PREVIC, não teríamos muito a acrescentar às inúmeras discussões que temos feito.

O agendamento da reunião na PREVIC ficou a cargo do Banco do Brasil, de sorte que à Diretoria do BB temos cobrado urgência para isso. Avalio que se até a próxima segunda feira, dia 30, não tivermos qualquer notícia desse encontro na PREVIC deveremos adiar em, no mínimo, uma semana nossa Reunião em Xerém.

Do que mais se oferecer sobre o assunto, informaremos a todas nossas co-irmãs. Por enquanto, temos conhecimento de que a denúncia da FAABB sobre as super aposentadorias que o BB quer para seus altos executivos está repercutindo pela mídia, pelos grupos na internet, dentre as Associações e despertando a atenção da sociedade para mais esse abuso por parte do Patrocinador.

Atenciosamente,

Isa Musa de Noronha

Presidente

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Marcos, Boa Noite! Tudo bem?

Recebi este email e quis fazer alguns comentários para você. Desde o começo de nossa labuta, apesar de confiar em Dona Isa apenas com um dos olhos fechado, e acredito que você também é assim, esperava por parte dela, explicações mais convincentes. Estas respostas ao colega Chirivino estão muito certinhas, ensaiadas, me levando a pensar que ela realmente faz jogo duplo. Outra coisa, que pode dizer muito e pode não dizer nada, segundo comentários no Blog do Medeiros há alguns dias, ela é tia do magistrado do STJ, João Otávio de Noronha, que era o Diretor Jurídico do BB, e dava respaldo às outras diretorias, nos casos de PDV e demais arbitrariedades cometidas, durante o período negro do Governo de FHC. Vamos continuar atentos.
=====================
Prezada Colega, boa noite.

A resposta ao José Chirivino Álvares, mesmo me tendo chegado diretamente dele, em outra mensagem, não me cabe comentar porque não me pertence. Ainda aguardo a MINHA RESPOSTA.

Boa noite,
Marcos Cordeiro.
================

A propósito, eis o que recebi e o que disse a respeito:

----- Original Message -----
From: Edevaldo
To: marcosmca@yahoo.com.br
Sent: Tuesday, May 31, 2011 10:59 AM
Subject: FW: FAABB - AGE em Xerém - Resposta da Sra. Isa Musa a José Chirivino Álvares

Marcos, não sei se você recebeu isto. Na dúvida, estou repassando.
Um grande abraço,
Edevaldo.
=====================

Caro Edevaldo,

Recebi, sim. De várias fontes, menos da que efetivamente importa - de Isa Musa de Noronha. A mim ela nada respondeu, ainda. Continuo aguardando, mas que seja uma resposta com conteúdo, não desse tipo que tergiversa sem nada dizer. Todas as minhas perguntas contidas neste post permanecem sem respostas. TODAS.

Abraços,

Marcos Cordeiro.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

De José Chirivino Álvares para Isa Musa de Noronha (e retorno que nada diz - tergiversa):

http://www.aapprevi.com.br/documentos/pdf/resposta_isa.pdf

ou

http://hili.in/UZ

Anônimo disse...

Bom Dia Colegas,

Aqui estamos no dia 01 de junho, alcançamos a metade do ano e nada de negociações de melhorias em nossos benefícios. E dona Isa Musa (apesar de todo seu empenho) nos envia comunicado de mais um adiamento de reuniões para discutir propostas que deverão ser apresentadas nas negociações, penso que vai dar Natal e ainda estaremos adiando reuniões.
Paciência é pouco nessas horas. Está claro que o BB é só na embromação, HAJA......
DESSA VEZ NÃO DAREMOS MOLE, VAMOS INSISTIR, NÃO VAMOS ESQUECER DOS COMPROMISSOS ASSUMIDOS.
Elisabeth

Anônimo disse...

O.K. chegamos a 1 de junho e nada.
Mas não quero começar a procurar culpados não. Dona Isa não pode estar sozinha nessa. Não tenho procuração para defender ninguem e como não sou advogado, todos são suspeitos até prova em contrário para mim.
O que quero dizer é que ELEGEMOS uma turma para defender nossos direitos perante o Banco. Onde estão eles?
Sairam rapidinho para melhorar a propria foto no direto da redação.
Agora que façam jus ao salario que recebem ou entreguem os cargos.
Que eu saiba, são eles que devem estar na linha de frente de nossa defesa.
Que interpelem o banco e façam andar as negociações.
Ou como já disse e repito: ENTREGUEM OS CARGOS!

Anônimo disse...

Colegas,


Elegemos os ratos (azar nosso) e nem o Blog Eleitos da PREVI eles colocaram no ar. Vocês acham que este tipo de gente entrega cargo. Não abriram nenhum canal de comunicação para aqueles que representam. QUE CAMBADA DE MERCENÁRIOS.

Anônimo disse...

Ô MALA Anônima de 31 de maio de 2011 19:22,
Estás se referindo a quem ??
Pra falar besteira era melhor não entrar aqui no blog.
Tá precisando ajuda médica??

Anônimo disse...

Elisabeth, fomos enganados mais uma vez!

wilson luiz disse...

Caro Juarez Barbosa, 31 maio 18:16 hs.
Parabéns pela oportuna e contundente resposta ao frustrado anônimo que postou ofensas contra nós.
Aposentado como funcionário público municipal, deve ele ter sido nomeado por algum parente que trabalhava na prefeitura, e como você disse, não deve ter conseguido algo melhor na vida, e vem descarregar suas frustrações sobre os que procuraram uma situação melhor na vida profissional.

Anônimo disse...

Cavalcante disse:
Caro colega Juarez, parabenizo-lhe pelas inteligentes, contundentes e precisas respostas dadas aos imbecís que indevidamente acessaram seu espaço sem pedir licença para proferir tanta asneira. Como eles, conheço muitos por aqui. Por isso é que não me animo muito com a possibilidade de buscarmos a imprensa ,como um todo , para demonstrar o objetivo de nossa luta. A grande maioria das pessoas nos vêm ainda como privilegiados. Aqui no interior da Bahia tem colega que ganha menos de $2mil de beneficio Previ mas é considerado "gente de posse. As pessoas enchem o peito para se referir a nós : ele é FUNCIONÁRIO APOSENTADO DO BANCO DO BRASIL ! Quando algum jovem passa no concurso do BB, que está pagando salário incial irrisório de R$ 1.280,00,pouco mais de 2 salários minimos) as pessoas vão parabenizar os orgulhosos pais do novo funcionário do BB. Chegam a dizer: pronto esse está com a vida feita ! Percebeu a imagem que ainda têm da gente, quando na verdade a grande maiorira vive com suas contas atrasadas, tomando empréstimos onde ainda for possivel para continuar sobrevivendo. Por tudo isso , penso que não teremos muito respaldo da sociedade , principalmente dessa parte de invejosos , frustrados e imbecís que não enxergam o ´próprio nariz. E não são só esses vermes de pouca instrução não. Caso nossa luta chegue ao conhecimento de alguém mais instruido como o ex-ministro Mailson da Nóbrega (nosso inimigo MOR) acontecerão comentários semelhantes. Penso que devemos contar mesmo é com nossas próprias forças, com nossa união, determinação ,insistindo na capacidade de mobilização para tentar buscar soluções através da Justiça, apesar dos pesares.
Permita-me sugerir-lhe que não aceite o acesso de qualquer imbecil em seu blog, pois seus comentários nada acrescentam, pelo contrário.
Grande Abraço. E mais uma vez, parabéns!
Cavalcante