quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Incoerência

Ou, o gato escondido com o rabo de fora.

Caros Colegas.

No exato momento em que necessitamos de união, há quem abuse do poder de exercitar a incoerência e se aproveite para vir a público mostrar o que pretende. Escondidos sob a máscara da honestidade de propósitos, falsos líderes saem da toca e atacam com veemência a legalidade das instituições defensoras dos aposentados e pensionistas dependentes da PREVI.

Com um discurso eivado de dubiedades, insinuam concordar com a representatividade das Associações juridicamente constituídas para, no mesmo texto, mostrar o verdadeiro propósito da investida e tentar desqualificar os acreditados dirigentes, aceitos sem questionamentos pelas partes envolvidas na discussão distributiva do superávit da PREVI.

Com deslavado cinismo, assinam cartas e manifestos disseminados aleatoriamente como panfletos de espetáculos circenses jogados ao vento na direção de um incauto público, provável platéia ainda influenciável pelas apresentações de ilusionistas engolidores de facas, e palhaços extremamente maquiados para esconder suas verdadeira faces – principais atrações divulgadas para o espetáculo que assim pretendem patrocinar.

Sem poder de divulgação para suas falácias, invadem espaços dignos de credibilidade para atingir a publicidade negada em seus próprios domínios. E, servindo-se do poder de fogo da sua retaguarda supridora de propaganda oficial, usam essa bateria de grosso calibre em benefício próprio para, como o ridículo homem bala do canhão de festim, alçar-se aos ares e cair na vazia rede de proteção, sob o olhar de estupefação e os aplausos de espectadores inocentemente crédulos.

Calma, senhores. Devagar com o andor que o santo é de barro. Preocupem-se com a manutenção do seu circo mambembe e, como ouvintes, procurem aprender com autênticos apresentadores como se dirige um espetáculo digno de uma seleta platéia. Ocupem seus lugares na sala de aula e aprendam como bons alunos: quietinhos, quietinhos. E não perturbem.

Como ainda estamos em época de eleição e aqui não há segredos, posso fazer uma declaração pública.

Voto em Isa Musa de Noronha para representar os aposentados e pensionistas de quem cuida este Blog.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 07/10/2010.

48 comentários:

Ivan Rezende disse...

Isa Musa de Noronha é, hoje, a legítima representante dos aposentados e pensionistas e a pessoa ideal para participar da reunião do dia 18.
Coisa feia esta de ciúme e inveja.

recca disse...

Meu apôio a Isa, tenho certeza ela nos representará muito bem.

Anônimo disse...

Havia um bobinho aqui no inerior de Minas que costumava cantar o dia inteiro......................
a fruita eh poca
macacada eh muinta
a fruita chera
macacada ajunta

No caso da PREVI a fruita eh imensa mas a macacada, que nao eh pouca, ajunta que nem arubu na carniça.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Reunião do dia 17/10/2010 – da FAABB

À FAABB

Prezados Senhores,

Em aditamento à nossa mensagem do dia 05 deste, informamos que a AAPPREVI se fará representar pelo seu Presidente e Vice Presidente Administrativos, na reunião do próximo dia 17, em Brasília, a ser promovida por essa Federação.

Por oportuno, encarecemos uma resposta oficial acerca das indagações contidas naquele expediente, como abaixo:

“Os nossos representantes terão assento, também, na reunião do dia seguinte (18/10), a exemplo de outras associações que se fizeram representar no encontro do dia 27/09?

Pressupondo positiva a sua resposta pedimos credenciamento para sentar à mesa em igualdade de condições e com direito à participação efetiva no encontro com o Banco e a PREVI, na segunda-feira, 18/10/2010.

A FAABB pode nos dar essa garantia em tempo hábil?”.

Essa informação é relevante para amparar nossas providências relativamente ao agendamento de datas e horários dos vôos (ida e volta).

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

E-mail de Isa Musa de Noronha (divulgação autorizada):

isamusa@uol.com.br

Anônimo disse...

-Sou a ISA MUSA DE NORONHA e não abro nem para um trem carregado de dinamites com um maquinista bêbado dirigindo.

Anônimo disse...

Caros colegas blogueiros,

Não seria uma boa idéia convidar o colega Dr. Medeiros para participar da reunião do dia 17?

Anônimo disse...

Nós aposentados e pensionistas apoiamos a Isa Musa e o Marcos Cordeiro, para nos representarem na reunião do proximo dia 18.10.
Fora Valmir Camilo e outros que queiram perturbar.

ADEMAR disse...

Apoio incondicionalmente ISA MUSA.
Fora Valmir Camilo e outros oportunistas que só querem usar os aposentados e pensionistas.

Anônimo disse...

Colegas, Marcos,

No Blog do doutor Medeiros está escrito que haverá uma reunião dia 8 10 2010 na Previc.

A AAPPREVI foi avisada?
Quem serão os convidados ou "convidados"?
Qual a pauta?
É estranho que as associações não tenham comentado, nem a Previ ou o bb.

Anônimo disse...

Apoio TOTAL a ISA,ao Marcos e ao vice da AAPPREVI para nos representar nas reunioes de 17 e 18.10.2010.
Fora anabb,fora camilo!!!!!!!!!(com minuscula mesmo).
Publicar.

Anônimo disse...

Depois de tomar conhecimento da pressão sofrida pelo BB na Bolsa de Nova York, ficou claro a ida do Camilo ao gabinete do ministro Bernardo. Aí tem...

Anônimo disse...

Caros colegas do blog.A nossa luta pela distribuição do superávit, já vem se estendendo por longo tempo.Não fosse a iniciativa da AAPPrevi, tendo à frente o Nosso colega Marcos Cordeiro, talvez estaríamos ainda a dar voltas em círculo sem rumo, como calhorro perdido no mato.Agora quando estamos com esta perspectiva de termos algum acordo com o banco e dessa forma aliviar as angústias de todos nós, surge, quem possa querer tumultuar e atrapalhar.Pois movidos pela inveja dos louros que possam advir,pensando em suas vaidades pessoais, aparecem estes tais pseudos defensores dos aposentados e pensionistas do PB1.Portando, nao vamos cair nessa armadilha.Durante todo este tempo, ficaram quietos,nada fizeram. Algumas associaçôes,convenhamos, cobraram do banco, mas efetivamente,quem abraçou esta causa mesmo, foi o Marcos Cordeiro atravéz da AAPPrevi.A sra. Isa Musa, num gesto de grande discernimento nos apoiou e aderiu,juntando forças com a AAPPREVI.Por isso apóio e devemos todos apoiar a sra. Isa musa e o Marcos Cordeiro a nos defenderem nas negociações com o Banco do Brasil.E vamos torcer para que sáia alguma coisa antes do 2º turno das eleições.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Olá marcosmca@yahoo.com.br,
Esta notícia foi enviada por Eduardo Köhler (eduardo.kohler@ig.com.br)




Revisão garantida no INSS

Beneficiados são segurados com invalidez que entre 2000 e 2009 sofreram perdas



LINK:
http://odia.terra.com.br/portal/economia/html/2010/10/revisao_garantida_no_inss_115297.html

Anônimo disse...

Desejo me juntar aos colegas no apoio incondicional à Isa Musa, nossa digna representante.

Um abraço a todos

José Carlos

Anônimo disse...

Durante dois anos, nós, aposentados e pensionistas, pedimos a reabertura das negociações. A resposta era sempre a mesma: Resolução 26.
De repente a Resolução não se tornou um empecilho, e o Patrocinador, sorrateiramente, convida para retomada das negociações.
Felizmente, as regras dos mercados internacionais são mais austeras e não permitem ganhos "fantasmas". O que é o BB vai dizer se não conseguir o seu intento? Tem contabilizados R$ 14 bilhões de ganhos atuariais liquidos e acredita que levará tudo?
É hora de exigir o máximo,fazer com que a menor parte possivel fique com ele, já que, tenho certeza, que se houver justiça, mais cedo ou mais tarde, o destino da Resolução 26 será a lata do lixo.
É bom lembrarmos que no caso da negociação ser pela Resolução 26, o Voto de Minerva está suspenso. Terá que ser por maioria absoluta.
Fé em Deus e pé na tábua, que chegaremos lá!

Queromeu, disse...

Vamos unidos prá reunião:
Confio na Isa Musa e no Marcos Cordeiro que nos representarão.

FORA ANABB/ CAMILO / CONTRAF-CUT!
Superavit para todos os participantes do Plano 1, na forma de abonos-salariais iguais e manutenção da suspensão das contribuições.(O BB que se exploda!)
Estas Duas propostas serão as MAIS JUSTAS, até acabar esta fortuna !
(que Dure além de 36 meses...)

Rubem Tiné disse...

Estou com ISA e não abro. Negociação já! Brigar com a "justiça" que temos e com o sistema capitalista que vivemos, seja presidente, ele ou ela, é um equívoco. Mas vale um passáro na mão do que dois voando.

Anônimo disse...

Prezados colegas aposentados e pensionistas,

Não sei a opinião de vocês, mas no meu modesto entendimento, estamos pela primeira vez em condições de fazer um acordo muito bom para todos. Não tenho o grande conhecimento de muitos de vocês. Sou uma pessoa simples. Me desculpem se estiver enganado. Felicidades a todos.

Sérgio Figueiredo disse...

Concordo com os colegas que defendem uma posição mais enérgica diante do BB na mesa de negociação. O Banco está com a corda no pescoço e tem que conseguir, de maneira urgente, alguma forma de regularizar a contabilização dos 14 bilhões em seu balanço. Não existe momento mais oportuno a nosso favor do que o que se apresenta agora. Temos que nos impor. Concordo, também, com a indicação da Isa Musa de Noronha para nos representar na mesa de negociação. É importante, também, que possamos contar com representante da AAPPREVI nessa mesa. Defendo uma divisão igualitária para todos do superávit, com aumento linear com piso mínimo e abonos. Não podemos cometer o mesmo erro do Renda Certa e criar mais distorções ainda dentro do plano 1. Agradeço sempre pelo espaço democrático deste blog. Portanto, façamos bom uso dele, deixando as "picuinhas" distantes daqui. Afinal, nunca tivemos nada parecido a nosso favor! Um grande abraço a todos os colegas...

Anônimo disse...

Quando a Previ contratou o Morgan Stanley para avaliar ativos no setor de energia, não poderia ser para dar um bilionário "cala a boca" sobre as falcatruas do BB? Estamos falando de bilhões... Essa conversa de que nos EUA tudo é sério é pura balela. Recentemente a economia entrou num colapso provocando uma enorme crise...

Henrique Soares disse...

Por contar com a enorme possibilidade de estar errado, prefiro ficar no anonimato. Porém estive revendo nos meus arquivos afim de conferir se alguns comentário que havia enviado e não foram publicados continham tão irrelevantes assuntos ou algo que agredisse alguém. Lamento dizer que não os encontrei. Portanto, entendi que nem sempre todos podem ser atendidos, a começar por "comentários". Em sendo assim, pergunto: Quem não estaria incluído no "Todos" que seriam beneficiados pelas conquistas em relação ao Superávit? - Será mesma que a grande minoria dos aposentados por invalidez terão uma voz, serão lembrados? - Abraços

Anônimo disse...

Olá AMIGOS DO BLOG.

Muita força ISA MUSA na reunião de 18/10/2010......Não se envergue para esses medalhões de farrapos.

Segure nossa bandeira e defenda a proposta das pensionistas com unhas e dentes.

Reajuste de 30% para todos ou abono de valor único para todos e reajuste das pensões.

MARCOS - Brasília(DF)

Anônimo disse...

cavalcante disse:
Manifesto meu apoio, incondicional, aos colegas Presidente e Vice da AAPPREVI, bem como à D.Isa Musa , para nos representar na reunião do próximo dia 18/10. Vamos continuar enviando e-mails de apoio à D.Isa para fortalecê-la na luta contra os invejosos que tentarão tumultuar as negociações.
Boa Sorte aos colegas da AAPPREVI
e à D.Isa , ficaremos orando e torcendo para que seja conseguido um acordo que beneficie a todos.
Grande Abraço
Cavalcante

Anônimo disse...

Mais um desafio para a Previc.
O artigo 20 da Resolução 26, assegura que:
Art. 20. Cabe ao Conselho Deliberativo ou a outra instância competente para a decisão, como estabelecido no estatuto da EFPC, deliberar, por maioria absoluta de seus membros, acerca das medidas, prazos, valores e condições para a utilização da reserva especial, admitindo-se, em relação aos participantes e assistidos e ao patrocinador, observados os arts. 15 e 16, as seguintes formas, a serem sucessivamente adotadas:

III - melhoria dos benefícios e/ou reversão de valores de forma parcelada aos participantes, aos assistidos e/ou ao patrocinador.

O Patrocinador não pode receber, de uma so vez, a parte que lhe couber (se é que terá direito).
A retirada deverá ser mensal, ou igual ao prazo concedido aos participantes e assistidos.
Essa conversa vai longe!!!!

Carlão/Joinville disse...

Prezado Marcos, concordando com o colega das 5:45, acho que os conhecimentos demontrados em comentario anterior do Dr.Medeiros, principalmente no que diz respeito à necessidade do BB de resolver o problema que ele proprio criou, o credenciam a nos ajudar em muito nas negociações com o BB e com a Previc.
Entendo tambem, que o colega Ari de Joinville deveria participar da reunião da proxima semana.

Finalizando, entendo ainda, que melhor do simples abonos, seria muito mais interessante que tivessemos aumentos nas pensões/aposentadorias, em razão do efeito cascata que isso oportunizaria sobre os futuros aumentos regulares.

wilson luiz disse...

Caro Marcos,
O Banco do Brasil efetuou contabilizações ilegais de R$ 14 bilhões, por conta de apropriações sobre o superávit do Plano 1. Até onde é de meu conhecimento, o BB teria, efetivamente, gasto aproximadamente R$ 3 bilhões, com pagamento de dividendos e participação nos lucros aos funcionários da ativa. Se assim for, acredito que o grande problema do Patrocinador seria esta importância, pois deve haver, em sua contabilidade, uma conta com saldo devedor de R$ 3 bilhões; os restantes 11 bilhões seriam, por enquanto, "contabilização de fumaça".
Uma boa proposta a apresentar seria a seguinte: OS ASSOCIADOS AUTORIZARIAM O BB A SE APROPRIAR DO VALOR ESTRITAMENTE NECESSÁRIO PARA ACERTO DE SUA CONTABILIDADE(NO CASO, R$ 3 BILHÕES), E O PATROCINADOR SE COMPROMETERIA A DESISTIR, DE FORMA DEFINITIVA, DE QUALQUER TENTATIVA DE NOVA APROPRIAÇÃO ILEGAL SOBRE O SUPERÁVIT. O SALDO REMANESCENTE DA CONTA PARA REVISÃO DE BENEFÍCIOS, APROXIMADAMENTE 14 BILHÕES DE REAIS, SERIA INTEGRALMENTE UTILIZADO EM BENEFÍCIO DOS ASSOCIADOS.

Anônimo disse...

Ganharíamos muito se houvesse uma assessoria jurídica especializada nos dando suporte nessas reuniões. Muitos acreditam que no alto de seus cargos são capazes de serem mais espertos que diretores de BB, Previ e demais órgãos governamentais. A experiência tem demonstrado que mesmo havendo condições, dificilmente atenderão todas as nossas reivindicações. Entendem que o dinheiro pertence a eles e o mesmo deve ser usado em outras "prioridades". É de suma importância a presença do Marcos e da Isa Musa em todas as reuniões.

Anônimo disse...

Marcos,

Favor informar se é possível, pela AAPPREVI, atitude tomada pelo Sr. Medeiros com Protesto Judicial contra a CASSI.
Está na última mensagem postada no Blog do dr Medeiros.
Antecipadamente agradeço.

Anônimo disse...

Colegas do blog,

Ficaria muito feliz se o Marcos e o Gilvan também e a Dna. Isa nos representassem. Benefícios iguais para todos, da ativa, aposentados por tempo ou invalidez e para as pensionistas também.
Abraços.

PAULO ROBERTO disse...

Como associado da AAPPREVI voto em ISA MUSA DE NORONHA para nos representar junto à mesa de negociaçao de distribuiçao do SUPERAVIT, juntamente com os nossos indicados aaprevianos MARCOS CORDEIRO e ARI ZANELLA.

Um grande abraço e Boa Sorte!


Paulo Roberto

Anônimo disse...

anônimo disse:
Caro colega Carlão,
O ideal seria realmente um reajuste geral em todos os benefícios entretanto, me parece, que nesse caso não poderia ocorrer em caráter definitivo que pudesse ensejar base para futuros reajustes uma vez que os benefícios obtidos com a DISTRIBUIÇÃO de superavit's tem caráter temporário, ou seja, dura sómente enquanto houver saldo do fundo para esse fim. Para essa medida que você sugere e que seria a melhor para todos, só seria possível com a REVISÃO DO PLANO.
Smj Em aberto , para disccussão aqui no blog.
SMJ

PAULO ROBERTO disse...

Colegas,


Estou convencido de que, apos questionamento do Banco Morgan Stanley criticando o procedimento contabil do Banco do Brasil em inflar o seu lucro com a apropriaçao do Superavit da PREVI, teremos uma negociaçao tranquila e vantajosa a nosso favor, tendo em vista que o próprio Banco Central deve ter pedido explicaçoes para saber o porque dessa contabilizaçao em seu balanço.

Paulo Roberto

JVasconcellos disse...

CAROS AMIGOS E COLEGAS APOSENTADOS

MEU VOTO .MARCOS Andrade,
Isa Musa

Jaym Vasconcellos

Anônimo disse...

Colega anonimo de 7 de outubro 2010 12:57,

Tens razão de que um reajuste geral para todos só valeria enquanto durar o saldo de reserva do superávit. Acredito porém que que este reajuste teria um caráter definitivo , tendo em vista que o plano 1, só tende a diminuir o número de participantes e as reservas muito provavelmente seriam suficientes para bancar este reajuste em definitivo.

É claro que teria que haver um estudo do percentual a ser aplicado nos beneficíos para que os tornassem viáveis até a saída do último participante.

Se estiver dizendo alguma besteira por favor me corrijam.

Anônimo disse...

Manifesto aqui meu grande contentamento pela decisão do Sr.MARCOS em nos representar juntamente com o Sr.GILVAN, na reunião do dia 17. Declaro também que ninguém melhor que a SRA.ISA MUSA para manter-se à frente das negociações da distribuição do superávit.
Tenho plena certeza que a Sra.Isa, o Sr. Marcos e Sr.Gilvan chegaram na melhor proposta possível de ser realizada.
Joana

Anônimo disse...

O meu medo é a sempre demora em negociar o Superávit!E todos sabem como as bolsas são, em 30 segundos o dinheiro vai embora e ai?E ai que adeus negociação!Vamos pedir que agilizem estas negociações e que tenhamos um natal em 2010 mais feliz!

Anônimo disse...

Caros colegas,

Sabemos que a presença da AAPPREVI nos garantirá informações exatas sem nenhum rodeio. É essa transparência e seriedade que fará de nossa associação a maior representante dos aposentados do BB.

Anônimo disse...

Vocês estão exagerando. Parece até que essa tal de Dona Isa é a salvadora da pátria. Gente, Isa não é a Dona Dilma, a toda poderosa. É apenas uma aposentada que está na presidência de uma associação de aposentados. Aposentados, gente, mesmo tendo uma dona Isa inteligente e batalhadora na frente, nunca vai apitar coisa nenhuma. Não vamos atribuir à dona Isa mais peso do que ela pode agüentar pois na mesa, além dela, vão estar toda a turma da previ, da contraf cut, do banco e da Anabb., ou seja: todos mais fortes e representativos do que ela. Coitada da dona Isa. Se alguma coisa sair errada ainda vão dizer que a culpa é dela.

Anônimo disse...

Famizerada Parcela Previ e os efeitos danosos da politica salarial do período FHC, merecia por uma questão de justiça revisão dos benefícios dos associados.
Grande abraço.

Eliana Maria disse...

Colegas do blog,
Boa noite!
Paz e bem!

Apoio incondicionalmente a Isa Musa de Noronha, mulher de fibra e nossa grande defensora nessa luta, assim como também nossos colegas Marcos e Ivan da AAPPREVI, que também nos defendem com unhas e dentes.
Obrigada por vocês nos defederam com tanta garra, com tanto empenho.
Eliana Maria

"O termómetro do sucesso é apenas a inveja dos descontentes."
Salvador Dalí

Anônimo disse...

Anonimo das 16:56,

Você esta com toda razão, a ANABB e a CONTRAF-CUT, costumam defender aquelas propostas que só beneficiam a elite do Banco. Esqueceram dos colegas que carregam ou carregaram as Agências nas costas. Olham para o superávit, pensando em suas aposentadorias e não nos participantes como um todo. A Sra. Isa e o colega Marcos podem sim serem engolidos por esta turma sem escrupulos.

Um abraço e boa a sorte a Isa e ao Marcos.

Anônimo disse...

Marcos,

A Diretoria Executiva do BB é formada pelo Presidente, 9 Vice-Presidentes e 27 Diretores.
Segundo a Sra. Isa, em mensagem de 05/10/10, a mesa das negociações será formada, por um Diretor do BB, eleitos da Previ, Contraf Cut, ANABB e representantes dos aposentados.
Hoje, a função de Diretor do banco foi banalizada. Daqui a pouco vai ter até Diretor de garagens, no sub-solo.
Por isso mesmo, preocupa o fato do BB ter mandado um Diretor para resolver um assunto polêmico. Será que nós estamos enganados, e que o BB não tem pressa para equacionar essa pendência.
Se tivesse com a corda no pescoço, acho que viria, pelo menos, um dos Vice-Presidentes. Também acho que agendas de Diretores não são tão sacrificadas, a ponto de ficar distanciando bastante uma reunião da outra.
Na primeira rodada, os negociadores vão poder constatar se o Diretor está ali para ganhar tempo, empurrar com a barriga e servir apenas como menino de recado. Toda atenção é pouca neste momento.

Anônimo disse...

Nova revisão do INSS dá atrasado de até R$ 16 mil

Ana Magalhães e Carolina Rangel
do Agora

Os segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que tiveram pensão por morte, aposentadoria por invalidez ou auxílio-doença concedidos entre 8 de outubro de 2000 e 17 de agosto de 2009 podem conseguir, no posto, um aumento médio mensal de até R$ 240. Os atrasados --diferenças referentes aos últimos cinco anos-- podem chegar a R$ 16.116,74.

O aumento é garantido apenas para quem pagou, a partir de julho de 1994, menos de 144 meses (12 anos) de contribuição à Previdência Social. Entre 2000 e 2009, o INSS deveria ter descartado as 20% menores contribuições desses segurados. Como não o fez, o valor do benefício ficou menor que o devido.

Os cálculos consideram um reajuste médio de 8%, segundo o consultor previdenciário Marco Anflor, do site Assessor Previdenciário. De acordo com Anflor, os valores podem variar para cima ou para baixo, dependendo das contribuições de cada segurado.

langoni disse...

Prezados Marcos e colegas do blog,

Diante do recomeço das negociações do superávit, importante relembrar:

04/1967 – Um complemento que era dado pelo Banco/Governo, foi trocado por um oneroso, mesmo que com 2/3 pago pelo Banco;

07/1995 – PDV é apenas o começo do processo das demissões, sob as mais diversas denominações – “contribuições”, da Lei, foram classificadas como “contribuições pessoais”, no Estatuto. O Código de Defesa do Consumidor que deveria ter sido aplicado nas relações dos funcionários com a Previ, não o foi. ( tem muito mais a ser dito sobre o ocorrido neste período)

12/1997 – Superávit de R$ 11 Bilhões – Acordo BBxPrevi – utilização unilateral do superávit, com conseqüente liquidação do passivo do Banco junto à Previ.

2000 – Paridade das contribuições – que só valeria para os funcionários admitidos após essa data, é utilizada de forma ampla para todo o funcionalismo.

2010 – Parece que agora o Banco tem pressa em negociar. Importante que os negociadores tenham extrema habilidade em identificar as reais necessidades do Banco, para que não ocorra o mesmo de 12/1997, onde funcionários da ativa e assistidos da Previ, acabaram por dar legalidade ao acôrdo realizado, sem que soubessem efetivamente o que estavam referendando.

- As ações propostas na Justiça, visando cobrança das diferenças da complementação da Previ, em razão das alterações havidas ao longo dos anos, prejudiciais aos funcionários, tinham como marco, prescrição de cinco anos. Ao se confirmar a repetição de alguns julgados, através de uma Ação de Prestação de Contas, é possível cobrar direitos de
até 20 (vinte) anos. Por ser ação de direito pessoal, tem prescrição vintenária. Seria este, o verdadeiro motivo da reabertura das negociações?

Abraços/Langoni

Anônimo disse...

Colegas,

Sabem o que me preocupa é quando vejo a CONTRAF CUT aliada a ANABB em algumas propostas indefensáveis como a do aumento do teto para 100%. Fico pensando que motivos teriam "nossos representantes" para apoiarem uma medida, tão maléfica a grande maioria dos colegas cujos AP variam entre 7 e
13, ou seja aqueles que realmente trabalham no Banco. Se puderem (Marco/Isa) perguntar ao SASSERON OU AO VALMIR O PORQUÊ DESSA SAFADEZA, POR FAVOR PERGUNTEM.

Anônimo disse...

A ISA MUSA tem razão em se reunir antecipadamente com as associações de aposentados. Infelizmente nessas associações tem elementos ligados ao Valmir, Sergio Rosa, etc. Posso oferecer como exemplo a AFAGO, em Goiás. E as outras que a gente não conhece.
A missão da ISA não vai ser fácil.
Pelas notícias veiculadas a FAABB tem um liminar ajuizada contra a Resolição 26 que impede a transgerência do superavit para o Banco.
Vocês imaginam a pressão que ela não vai sofrer para retirar essa liminar.
O Banco vai usar todo o seu poder de fogo além do apoio que ele tem a Anabb, Contraf-Cut e outras associações pelegas.

O que vai acontecer nessa reuniaõ eu não sei sei, mas negociação eu acho muito difícil. Nós vamos ter imposição, ameaças e todos os tipo de agressões.
Vale lembrar o que esta em jogo são 14 bilhões de reais, a credibilidade do BB e as pressões do Morgan Stanley.

Não vasi ser fácil. Uma coisa é certa: o ponto não vamos entregar.
Se preciso temos que denunicar qualquer tipo de pressão anormal na mídia.

Vamos aguardar essa batalha a ser trava entre Davi e Golias. Davi já venceu uma e pode vencer outra.

Vamos lá e boa sorte a todos.

Anônimo disse...

Colega 08/10 as 07:53
Não se preocupe. A D. Isa não vai sobrer pressão nenhuma para a retirada da ação. O Poder Judiciario, ao que parece, está em baixa.
O Poder Executivo proibe a Previc a afastar a aplicabilidade da Resolução, com rarissimas exceções:

Decreto 7123 de 03 de março de 2010

Art. 23. É vedado aos membros do CNPC e da CRPC afastar a aplicação, por inconstitucionalidade ou ilegalidade, de tratado ou acordo internacional, lei, decreto ou resolução, ressalvados os casos em que:

I - houver súmula vinculante publicada a respeito;

II - já tenha sido declarada a inconstitucionalidade da norma pelo Supremo Tribunal Federal, em controle concentrado, após a publicação da decisão, ou pela via incidental, após a publicação da resolução do Senado Federal que suspender a execução do ato normativo; ou

III - houver parecer do Advogado-Geral da União aprovado pelo Presidente da República, na forma do art. 40 da Lei Complementar no 73, de 10 de fevereiro de 1993.

Sómente nestes casos dever afastada a aplicação da Resolução 26. A negociação terá que ser aprovada pela Previc.
Nossa Constituição está sendo desrespeitada. Não há mais independencia e harmonia entre os Poderes da República.É lamentável.