terça-feira, 5 de outubro de 2010

Inveja e Medo

Caros Colegas,

Tomamos conhecimento de que há um movimento em curso tentando abalar conceitos formados. Comenta-se que tentam questionar a representatividade da Isa Musa de Noronha como nossa porta voz nas discussões com o Banco e a PREVI. Dirigentes de associações contrários à idéia de cedermos algo para o BB, em troca do seu “de acordo”, querem afastar a Isa da liderança, mesmo reconhecendo sua condição de presidente da Federação a que estão filiados.

Esse lamentável imprevisto me faz lembrar dois vídeos distintos, diametralmente opostos. Um, refere-se à reunião promovida pela ANABB, transmitida em tempo real para todo o Brasil quando se tratou da distribuição do superávit em 2008, onde a Isa se pronunciou com denúncias e defesa contundente do que pretendia. O outro contempla um discurso da Cidinha Campos na tribuna da Câmara. Quem teve o privilégio de assistir aos dois alcança a comparação. Tanto Cidinha Campos quanto Isa Musa de Noronha são imbatíveis na defesa dos seus princípios. Sendo uma eminentemente política, empenhada em sanear a Câmara eticamente, enquanto que a outra é extremamente dedicada aos desamparados aposentados e pensionistas que recebem pela PREVI. E as duas têm em comum o apurado poder de convencimento através da palavra.

Por isso, faço um alerta aos convidados para a reunião do dia 17 próximo: tirar-nos a Isa Musa agora será um desacerto. Um golpe tão duro como se permitisse cassar a palavra da Deputada Cidinha Campos na Câmara Federal.

Soube que a própria Isa pretende promover um plebiscito entre os presentes à reunião convocada pela FAABB. Espero que ela desista da idéia de por à prova seu poder de representar-nos, por desnecessário. Mas devemos ter em mente que os poucos a questionar sua liderança são retrógradas figuras incomodadas com o seu brilho, que por certo se disporão a impor a vontade no grito e na marra. Elementos que se sentem diminuídos em sua presença não aceitam olhar para a própria sombra refletida ao encontro da luz que ela emana – ao reconhecer nessa sombra a pequenez da imagem criada. Essas hediondas figuras precisam entender que não se pode fazer da inveja um veículo para impor lideranças. A capacidade de liderança não é um objeto à venda em qualquer bodega. Uma líder não se conhece através de atos mesquinhos, mas na confiança que sua presença inspira. E é da confiança que temos na Isa Musa de Noronha que precisamos para convencer o Banco e a PREVI de que nossos direitos devem ser respeitados. Sua voz não pode ser cerceada por um grupelho qualquer.

Apelo a todos que estejam de acordo com a continuidade da Isa Musa de Noronha à frente das negociações que se manifestem. Emitam sua opinião nos blogs disponíveis e encaminhem mensagens às suas associações fazendo confissão de fé. Dirijam-se à FAABB e à própria Presidente Isa Musa declarando seu apoio e desejo de continuidade.

Por tudo isto seremos recompensados com os resultados que ela nos proporcionará – benéficos todos, tenho absoluta certeza.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 05/10/2010.

64 comentários:

Anônimo disse...

Colegas,

Estava reservado em meu cantinho, somente lendo, uma escrita que outra.
Mas depois do que li nesta mensagem, pergunto porque fui em outros "posts" taxado de íntimo da Sra. Isa, por tecer-lhe elogios, incentivá-la a defender-nos?
Sequer conheço a Sra. Isa Musa, nem por foto, mas por seus escritos, neste Blog, entendi que ela era Nobre, entretanto fui motivo de chacota, desfeita, comparando-me a outrem, que também não conheço.
Em fevereiro de 2010 fiz minha inscrição na AAPPREVI, porque acreditei e acredito no Sr. Marcos, agora muito mais. Meu dinheiro das mensalidades está aplicado de forma justa e perfeita.
Parabéns Sr Marcos Cordeiro e
Cordiais Saudações

Ravacci. disse...

Não é de hoje que alimento admiração pela Isa Musa. Só sinto não estar próximo o bastante para poder apoiá-la nas suas ações em nossa defesa, mas, aqui de meu longínquo cantinho reservo a ela especiais orações pedindo a Deus que lhe conserve esse espírito de luta admirável. Força Isa. E força Marcos.

sergioinocencio disse...

blogueiros,0

temos poucos a nos defender, em quue possamos confiar menos ainda, e agora resolvem nos aleijar de vez.
acho que D.Isa deve ficar na dela, afinal creio e tenho toda certeza que entre ela e a pessoas que a estão atacando existe uma diferença de nivel muito grande.
minha vó tinha um ditado para quanddo estavamos em sua casa nos domingos, a gurizadda se reunia e era aquela algazarra, ninguem mandava em ninguem , e a D. Ambrosina ( meu tio sempre dizia D. imbrosina) falava:
QUEM MEXE (brinca) MUITO COM CRIANÇA , ACORDA MIJADO.

Oscar disse...

Quem fica feliz com essas desavenças, essas rupturas é o Banco do Brasil. Ou alguém sabe de negociação que o Banco sentou-se à mesa com seus representantes não falando a mesma língua? Por outro lado, ou melhor, do nosso lado, parece que nunca se aprende. Eta fogueira de vaidades. . .E olha que são pessoas que já rodaram um bom trecho de suas vidas.
Cordialmente,
Oscar A. Feldmann
Blumenau SC

Anônimo disse...

E realmente pura inveja.
Da Isa, do Marcos,da AAPPREVI.Que Deus ilumine os dois para que sigam protegendo os aposentados e pensionistas do plano 1 da Previ.
Favor publicar.

paulorb disse...

Concordo e confio no Marcos e na D. Isa para nos defender. Não concordo de última hora tumultuar as negociações a fim de nos prejudicar.
Paulo Roberto Bernardes.
Santa Cruz do Rio Pardo - SP

Anônimo disse...

Parabéns Marcos pelos seus escritos e sutileza no trato com as coisas sérias;
Agora fica uma interrogação: quem está se manifestando contrariamente à Sra. Isa? Será que não é algum "financiado" do patrocinador (BB/PREVI) para desarticular os nossos objetivos representados por por ela? Em guerras e guerrilhas há muitas táticas para desnortear a outra parte. E o BB/PREVI deseja comer sozinho o bolo que construimos, ou ajudamos a construir. Fiquemos em alerta e imploremos aos Céus que toda ferramenta forjada contra nós caia por terra.
Seja forte, Marcos (mais ainda); e você, Isa, tenha sabedoria Divina para lidar com esses malfeitores, pois você é a Musa em defesa dos nossos direitos.

Anônimo disse...

É estranho esse comportamento relatado. O que essa corrente contrária pretende? Se tambem participarão das negociações que levem suas idéias à pré-reunião, ou à Reunião.
Escolhemos a D. Isa e iremos até o fim com ela. Foi ela que interagiu conosco, discordando, concordando, trocando idéias durante o tempo todo.
Porque esse movimento agora?
A quem interessa?
Ainda nem sabemos o que o Patrocinador nos oferecerá. Tampouco o Patrocinador sabe até onde vamos aceitar.
Vá em frente D. Isa.
Aguardamos dias melhores para nossos familiares.
Se Deus é por nós, quem será contra nós?

Anônimo disse...

Pessoal,

Por cifras muito menores guerras já aconteceram. Por cifras muito menores famílias se desfizeram, irmão contra irmão, filho contra pai. O volume de dinheiro envolvido fez com que uma figura desprezível e oportunista chamada pimentel, traísse todos seus colegas criando a Resolução 26. É tanto dinheiro que dá motivação a comprar pessoas, associações, sindicatos, centrais sindicais, etc. Ultimamente tenho percebido neste blog comentários de pessoas que antes não aconteciam. Repentinamente resolveram criticar nossa querida colega Rosalina e outros colegas fugindo totalmente do nível que sempre existiu aqui. Mesmo lembrando de algumas diferenças de opiniões com a Exma. Sra. Isa Musa jamais questionaram sua honestidade, representatividade e combatividade. No momento que vislumbramos uma solução para o superávit, aparecem os oportunistas saídos dos esgotos e ávidos para disseminar a discórdia. São contra as pensionistas, os aposentados por invalidez querendo comer todo o bolo sozinhos. Acho que são órfãos do blog da ex-diretora e querem implantar por aqui a mesma distruição. FORA AVES DE RAPINA!

Anônimo disse...

nao podemos chegar na reunião, remoídos de inveja, poder, e gula.Temos que ser um só .UNIAO agora ou nunca mais.

Rubem Tiné disse...

Sou a favor da representividade da Isa, e, caso o banco proponha dividir o superávit, visando um acordo, sou também favorável. Com esta "justica" que temos, se partimos para o confronto não receberemos nada. Voto pelo acordo, o principal eu já recebo, o complemento da minha aposentadoria, religiosamente em dia, foi para isto que paguei por 28 anos, uma parte e o banco outra. O superávit (não sei se por obra do destino, ocorrido na gestão do PT), é algo excepcional, bom, inesperado, casual e dou graças a Deus se receber a metade, ou será melhor brigar na justiça, morrer e não receber? Termino com um dito popular: É melhor uma andorinha na mão do que duas voando. Se tiver votação, já abro meu voto: PELO ACORDO, meio a meio.

rosalina_de_souza disse...

Prezada Isa Musa de Noronha.
Eu Rosalina de Souza,pensionista externo o meu puro e sincero apelo para que leia estas poucas linhas escritas com o coração e Como o Bambu que enverga mais não quebra continue essa grande caminhada ao nosso lado,podendo melhorar nossas vidas,mais principalmente fazendo justiça a todos nós que confiam na sua pessoa,sempre imparcial e muito dedicada.
A líder.
A líder age inspirado-se em valores como justiça e gera confiança; relacionamento mobilizador – ao relacionar-se, tem a capacidade de mobilizar o coração e a alma das pessoas. Para obter isso um dos principais requisitos é a comunicação competente; Comportamento “agridoce” – gera sofrimento, mas ajuda a cuidar dele (atenção: não é o bate-sopra típico das culturas paternalistas); alto grau de autoconhecimento – ouve sua voz interior, conhece e reconhece seus pontos fracos. Além dessas características, foram identificadas como importantes a ambição e o sucesso. Afinal, ninguém gosta de seguir gente malsucedida. Bom lembrar que nem todos são líderes o tempo inteiro e em todos os lugares, pois isso depende dos valores, do contexto em que o indivíduo está e da dinâmica dos grupos. Listadas as principais diferenças entre o “DIRIGENTE” puro e simples e o “líder”, você Querida Isa Musa de Noronha tem alguns elementos para refletir sobre sua posição, seus planos, suas expectativas. Para ajudá-lo um pouco mais nessa reflexão, falemos sobre como é o diálogo entre esses dois papéis. Como vemos você como líder opera mais na mobilização das pessoas, já a Dirigente Presidente da FAABB cuida essencialmente da eficiência operacional da FEDERAÇÃO talvez isso explique o fato do tamanho da “INVEJA”. Mas a integração dessas duas dimensões – a emocional e a racional – é fundamental para o crescimento da organização. Ela precisa de um dirigente, ou seja, de um gestor que consiga somar, no seu perfil e em sua ação, as suas capacidades com as do líder. O conceito de dirigente não está relacionado ao topo da hierarquia. Pessoas de qualquer nível hierárquico podem ser dirigentes na sua esfera de atuação, basta trabalhar integrando as tarefas com as relações e ter coragem de mudar o fluxo natural das coisas. O dirigente não opera apenas na manutenção, na melhoria contínua. Nem mesmo na mudança radical seu foco é apenas estratégia, processos e estrutura. Tampouco está focado fundamentalmente na dimensão das pessoas, da liderança e da cultura. Ele vai muito além: reconhece o fluxo natural e o altera, com coragem, com garra, como exige o mundo dos aposentados e pensionistas do PB-1 PREVI de hoje que atinge o alto provento ao menor provento, que gera conflitos de interesse, Tem um propósito claro, uma visão de futuro que ilumina suas decisões e ações o de dar a garantia a todos sem “distinção de classes” dentro do plano que todos serão beneficiados. Você esta assumindo os riscos.
Atenciosamente
Rosalina de Souza
Matrícula Previ 18.161.320-4

Anônimo disse...

Ao colega anônimo de 6 de outubro de 2010 das 04:10.

Voce se expressou muito bem nessa frase que a baixo reproduzo.

"Ultimamente tenho percebido neste blog comentários de pessoas que antes não aconteciam".

Anônimo, acontece que as vezes as pessoas se cansam das que costumeiramente escrevem neste blog como se fossem os donos da verdade absoluta, que seus comentários tem fundamentos e, talvez, por isso mereceram críticas sobre suas opiniões e ao que parecem não toleram críticas.
Este blog é totalmente democrático.
Quem escreve sabe que provocará reações que podem ser de concordância ou não.

Por isso a colega perdeu a compostura o que seria inaceitável para uma pessoa tão bem informada como ela.

Ninguém é contra o aumento do percentual para pensionistas, e os que foram enquadrados por invalidez. Muito pelo contrário, acredito seriamente que todos são a favor. Agora é preciso saber se o momento é oportuno, porque se formos utilizar o superavit todas as vezes que ele for distribuído com um percentual de 20% da forma como sugerida e ainda receber a distribuição normal do superavit estaremos criando outra casta e vão criar uma nova polêmica em cima disso.

Essa correção é necessária e deve ser custeada totalmente pelo plano de benefícios de forma definitiva que traga tranquilidade aos que se encontram nessa situação.

Temos que agir com cautela e não apenas por impulso ou decisões emocionais, deixando de lado a racionalidade nas questões que aqui são discutidas. As discussões aqui, independente do assunto, envolvem mais de 120.000 pessoas.

Anônimo disse...

A "explicação" que recebi da PREVI, via telefone, por ter recebido ZERO quando da "distribuição"..rs..do supervait anterior foi que me aposentei com 136 % do VP + AN. Jamais responderam meus e-mails, em que eu dizia que, não importando minha aposentadoria, minhas reservas também tinham contribuido para o superavit. Acho que não tinham (nem têm) explicação para isto.

Eu me aposentei por invalidez, em 1999, por cardiopatia grave, tendo ingressado no Banco em 1975, como Menor-Estagiário (sem contribuição para a PREVI), depois Auxiliar de Portaria, em 1977, Nivel Básico, Medio e Superior. Quando da aposentadoria, estava prestes a ser promovido a E-10.

Nunca alegaram que minha exclusão do superavit foi pelo motivo de minha aposentadoria. Sinceramente,eu preferiria estar trabalhando no inferno que se tornou o BB do que tomar todos os remédios que tomo (mais de 12 diários) e ficar preocupado com qualquer mal-estar que me acomete.

Os comentários de alguns colegas estão me assustando. Como se o recebimento de minha parte fosse
uma "concessão", quase aquela coisa de dizer que a gente(aposentados por invalidez) é "café com leite", da velha brincadeira de criança.

Contribui por 22 anos, quase 23, desde o tempo em que o Banco dobrava minha contribuição, e acho QUE TENHO DIREITO,sim, ao superavit. Ainda que fosse 22/30.

Por via da dúvidas, vou hoje mesmo procurar meu advogado, para saber que medida urgente tomar, caso eu não venha (mais uma vez) ser contemplado. Chega de palhaçada. Onde moro, quase ninguém foi contemplado, navez anterior. Mas vi um colegacom cerca de 6 ou 8 anos mais que eu receber R$ 22.000 + 24 ou 36 parcelas de R$ 1.800. E eu, ZERO.

Quero minha parte, enquanto my heart está funcionando.

Grande abraço a todos. Estou me filiando à AAPREVI. Graças a Deus, há uns 12 anos não pago a ANABB.

mariano disse...

Estamos com total apoio para, Isa Musa e Marcos da AAPPREVI, representarem os aposentados e pensionistas.

Mariano Branquinho

Anônimo disse...

É isso ai Rosalina. Gostei da sua mensagem, escrita com racionalidade sem traços marcados pelas questões meramente emocionais.

" Ele vai muito além: reconhece o fluxo natural e o altera, com coragem, com garra, como exige o mundo dos aposentados e pensionistas do PB-1 PREVI de hoje que atinge o alto provento ao menor provento, que gera conflitos de interesse, Tem um propósito claro, uma visão de futuro que ilumina suas decisões e ações o de dar a garantia a todos sem “distinção de classes” dentro do plano que todos serão beneficiados".

Anônimo disse...

Qual Judas está querendo tumultuar?

Anônimo disse...

Marcos,

Que Deus ilumine você e a Isa nesta árdua tarefa de se fazer justiça na distribuição do superávit, e mesmo sem conhecê-lo pessoalmente, tenho total confiança nos seus propósitos de melhorar a vida de todos os colegas do Plano 1.

Boa sorte a vocês!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Jair Paulo Schussler, associado da AAPPREVI, encaminhou mensagem à PREVI sobre o superávit:


Data: 02/10/2010 16:26:24
Assunto: Outros Assuntos
Tipo: Reclamação

Mensagem:
Porque a Previ nao divulga notícias sobre a distribuicao do superavit? Será má fé? Será que por ser interesse de todos os associados, nao há divulgacao de noticia tao relevante? Os dirigentes da Previ tem que entender se é que ainda nao sabem, que a Previ existe por causa das mensalidades pagas pelos seu participantes. Quando precisamos de noticias temos que ir ao site da ANABB para ter informacoes sobre o superavit. Temos um grupo que se reune todas as quintas e a discussao rpincipal é sobre a honestidade dos dirigentes da Previ que pensam apenas em suas mordomias e salários, relegando a segundo plano os principais interessados e razao da existencia da instituicao: os associados. Os dirigentes da Previ tem que entender tambem que seus salrios sao pagos com os investimentos e principalmente com as contribuicoes dos associados, que eles representam tao mal.

Matrícula: 4597305
Nome: JAIR PAULO SCHUSSLER



Senhor Jair Paulo,

Sua reclamação foi registrada.

Quanto à destinação do superávit do Plano 1, informamos que a PREVI aguarda o resultado das negociações entre o patrocinador Banco do Brasil e os representantes dos participantes, retomadas no dia 27.9.2010, em Brasília, com a participação dos dirigentes eleitos.

Lembramos que, como nos processos anteriores de destinação do superávit, após a negociação as propostas serão submetidas à apreciação do Conselho Deliberativo da PREVI, ao Banco do Brasil, ao Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais e, finalmente, à Superintendência Nacional da Previdência Complementar (PREVIC), conforme determina a legislação.

Tão logo haja alguma nova informação sobre o assunto daremos ampla divulgação aos nossos associados em nossos meios de comunicação.

GUSTAVO ROCHA LISBOA
Gerência de Atendimento
PREVI

Paulo Beno disse...

Apoio que a ISA MUSA e sua FAABB nos represente nesta distribuição do superavit !

Sou bastante esclarecido nas questões que envolve BB e PREVI, mas fico "boiando" e emburrecido por não saber quem são estas pessoas invejosas, retrógradas, hediondas, "dirigentes" aves de rapina que o nosso Marcos Cordeiros refere-se...

Também acho muito vago e inconsistente ler "tomamos conhecimento de que HA um movimento em curso TENTANDO abalar conceitos formados..."
Vamos às falas..Digam os nomes dos bois, destas pessoas ou entidades que estão contra o nosso propósito de distribuir o superavit do Plano 1 da PREVI para todos os participantes !
Quem são ?? (seria Contraf-CUT? Senador eleito Pimentel ??? Lula, Zé Dirceu, quem raios são "essas pessoas" para que possamos ajudar a extirpá-las do nosso meio !

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Marcos Cordeiro,
Dia desses escrevi aqui no blog, plagiando os mais jovens, que estava “rolando um clima” entre a Federação e a sua mais nova afiliada. Clima esse de cooperação, de entendimento naquilo que for possível e de divergências salutares que só servem para engrandecer cada vez mais o processo democrático que vivemos. Pois é, acho que esse relacionamento, em princípio amigável, começou a incomodar aqueles que, até então, se sentiam como senhores absolutos e responsáveis por “cuidar” dos interesses dos associados do “PB-1”. O espaço que felizmente ficou vago com a saída do cenário das negociações sobre a utilização da reserva especial para revisão do plano de benefícios daquela associação poderosa e chapa branca, que diz congregar mais de cem mil associados, tinha que ser preenchido de imediato e por alguém que também se julgue que “é o cara”. Paralelamente a relação “Federação & Aapprevi” esquentou e começou a preocupar mais ainda. Penso que o crescimento meteórico da Aapprevi enquanto entidade representativa, fruto de trabalho sério e competente de toda diretoria, aliado a ocupação pelo Previ-Plano “1” de um hiato que passou a existir após o esvaziamento do blog da colega Cecília, se transformaram em fatos determinantes e “preocupantes” para todos aqueles que se autoproclamavam como sendo os defensores com mais prestígio no cenário das associações representativas ligadas ao “PB-1”. Tendo em vista a blindagem natural existente em torno da direção da Aapprevi as baterias dessa gente foram apontadas para o lado que julgam ser o mais fraco nessa relação. Retirando a Federação desse processo de negociação estaria aberto o caminho para que surgisse um novo “salvador da pátria”. Outro Valmir Camilo, agora em versão 2010. Trocando em miúdos entendo que esse “golpe” que está sendo perpetrado tem por objetivo esvaziar ou anular completamente a posição da Federação e, por consequência, atingir a nossa Aapprevi que é o motivo de preocupação maior desses senhores que se julgam poderosos e acima do bem e do mal.

Ari disse...

Gostaria de contatar via email, o colega blumenauense Oscar Feldmann. Por favor, Oscar, se não for pedir muito, mande-me um contato. Eis meu email particular: parolot@globomail.com
Fico no aguardo.
Saudações.

Anônimo disse...

A ATT de Dona Rosalina.

Gostaria que a senhora explicasse melhor o último parágrafo da sua mensagem de 06 de outubro de 2010 das 05:48:

"Ele vai muito além: reconhece o fluxo natural e o altera, com coragem, com garra, como exige o mundo dos aposentados e pensionistas do PB-1 PREVI de hoje que atinge o alto provento ao menor provento, que gera conflitos de interesse, Tem um propósito claro, uma visão de futuro que ilumina suas decisões e ações o de dar a garantia a todos sem “distinção de classes” dentro do plano que todos serão beneficiados. Você esta assumindo os riscos".

Acredito que a Dona Isa não esta dando garantia de nada, ela esta lutando por uma distribuição que atenda da melhor forma possível os anseios dos assitidos.

Será que você quer dizer que o risco que ela esta assumindo é o de defender uma distribuição "sem distinção de classe".

Por favor desfaça em mim essa dúvida. Você acha que para haver distribuição do superavit não deveremos ter isonomia. Que alguns devem receber mais e outros menos.

Mesmo sendo erro de interpretação de minha parte gostaria que você explicitasse melhor o seu raciocínio.

Obrigado.

Anônimo disse...

Cara colega ROSALINA, por favor diz quais os riscos que a dona Isa esta assumindo e qual a forma que a gente pode ajudá-la.

Anônimo disse...

É fácil iniciar uma jornada usando como muleta aquilo que julgo deslize de outrem. A mediocridade não permite que as propostas sejam criadas tendo como princípio o pensamento próprio. Necessitam se escorar no que consideram erro alheio, pois de si mesmos é impossível criarem como ponto de partida algo novo. Por isso o prolongado silêncio. Não se trata de cansaço dos que costumeiramente escrevem aqui. Na minha região temos outra designação para isso. Uns chamam omissão, outros... A democracia nos induz a pensar que ninguém é o dono da verdade, portanto, quem pode dizer que a colega perdeu a compostura? Tenho certeza que os mesmos não são favoráveis à correção das injustiças cometidas com pensionistas e aposentados por invalidez. Isso fica claro quando num momento superavitário não entendem ser oportuno. Quando será? Seria a Resolução 26 criada num impulso, decisão emocional ou num ato de racionalidade? Nesse mesmo raciocínio muitos entendem que deveriam utilizar os recursos da Previ para solucionar os problemas do Brasil e quando tudo estiver na “tranqüilidade”, aí sim, faríamos a revisão dos benefícios. Estou com a colega e não abro. Aproveitou-se de algo dentro de um contexto para uma crítica desnecessária. Tudo isso coincidentemente acontecendo quando parece que o BB está obrigado a tomar uma atitude. Coincidência!

Anônimo disse...

Anônimo de de 6 de outubro de 2010 das 09:00.

Você tem uma capacidade impar de distorcer o que as pessoas dizem.

Jane Torres de Melo disse...

Caros colegas,

Temos lideranças e elas devem ser respeitadas !!
O momento pede unidade.
Quem não puder ajudar, favor não atrapalhar.
É simples: vamos levar as propostas para serem discutidas e na reunião, a Isa Musa, com certeza saberá como conduzir. Ela tem um histórico de lutas e que nesse momento está focado nessa negociação.
Apoio a indicação da Isa como nossa Representante !!!
Unidos somos fortes !!! Acreditemos !!!
Abraços,
Jane

rosalina_de_souza disse...

Aos Colegas das 08:30 e 08:24

Eu não sou dona da verdade, mais procuro decidir minha posição sempre na visão de uma pessoa que faz parte de um grupo de mais de 120 mil famílias. Muitos que já tem mais de 60 anos de idade e que não dispõe de muito tempo de vida.
Note colegas que se não houve-se as disputas internas que muitas vezes são salutares e ajudam até compor a democracia.
A Colega Isa Musa de Noronha além de Presidente da Federação ela também é dos quadros da Anabb,pensando por esse raciocínio,ela teria um apoio da federação e também da associação que tem mais de 100 mil sócios,mais isso não acontece porque estão de lados opostos,mesmo fazendo parte da mesma associação.
Obs: na entrega da carta a previ, das 32 associações somente 16 assinaram o documento.
Eu não tenho nenhuma dúvida que forças muito maior irão agir neste momento.
Colegas é fácil o entendimento do que esta acontecendo, desde o surgimento da AAPPREVI, as outras associações acostumadas a usar os recursos dos seus sócios como bem entenderam e derrepente surge uma associação mudando conceitos antigos,eu digo isso meus colegas porque sinceramente não alimento 100% de esperança que a proposta que beneficie as pensionistas irá passar até mesmo na convenção do dia 17.
Ai depois disso a Isa Musa de Noronha terá assumido ou a alegria ou a tristeza de muitos colegas.
Não temos consenso nem nas opiniões dadas aqui no blog,onde há disputas só no campo da especulação?
Mais se ainda assim não esclareci o ponto de vista dos senhores sobre o que penso,podem me repelir,ou mesmo discordar da minha opinião mandando o questionamento para o vhspassini@uol.com.br.
Muito obrigada por sempre estarem atentos ao que falo, pois assim posso corrigir erros cometidos, me desculpando quando necessário, ou admitindo erros de posicionamento, pois agora também sou uma Dirigente e tenho sido cobrado por possíveis falhas.
Podemos sim ajudala incentivando ela a não sair da mesa de negociação,se é sócio de outra associação que não a AAPPREVI,cobre dos seus Dirigentes uma posição firme,coerente sobre a questão do superávit.
Neste Momento o apoio pessoal de cada um de voces é fundamental para a tomada de posição definitiva sobre o nosso futuro.
Atenciosamente
Rosalina de Souza
Matricula Previ 18.161.320-4

Anônimo disse...

Imagino que pode ser o novo Valmir, Gilberto Santiago, "morrendo de inveja".

Anônimo disse...

Pelo o que eu estou percendo o Sr. Valmir Camilo está tentando escamotear e rou8bar os louros da nossa colega Isa Musa.Parece que mesmo estando longe da presidência da ANABB ele já pratica e articula um RENDA CERTA PARTE 2.Devemos lutar pela ISA e dizer não a ANABB e aos interesses escusos do VAlmir Camilo, que sempre, digo SEMPRE esteve contra os aposentados e desvalidos do plano 1!

Anônimo disse...

Anônimos X Anônimos

A coisa agora partiu para o vale tudo. È anônimo rechaçando a ideia do aponente sem identificar a data e horário do comentário. Parece briga de foice no escuro.
São textos sem pé e sem cabeça, confusos, sem qualquer resultado prático, isto sem olvidar que não dão a mínima para pontuação, concordância verbal, nominal e etc.
Por favor, vamos reservar essas energias para os inimigos.
Ninguém sabe o dia de amanhã, e tem gente com mais de 60 anos fazendo-se de coitadinho (a), antevendo a morte próxima, por que? Pode muito bem acontecer que venha a ser chamado, pelo criador, somente após os 90 ou 100 anos. Pensamento positivo e bola pra frente. Viva cada momento.

Anônimo disse...

anônimo disse:
Sugiro a publicação dos e-mails da FAABB e de D.ISA para que todos possam enviar mensagens demonstrando seu apoio.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

O primeiro e-mail pertence à FAABB, os demais às suas afiliadas.

Lamento não poder fornecer o endereço particular da Presidente Isa Musa. Espero que ao ler este comentário ela disponibilize um que possa ser publicado para receber as mensagens de apoio.

faabb@hotmail.com
alceumonteiro@terra.com.br, salvadorjusten@oi.com.br, vera.pedrosa@uol.com.br, afabbpa@superig.com.br, afa.bh@bol.com.br, afabb-df@afabbdf.com.br, aapbbms@hotmail.com, afabbmt@terra.com.br, afabbpr@afabbpr.com.br, afabbsc@csmtelecom.com, galvao@francanet.com.br, afapgo@uol.com.br, afabios@hotmail.com, ivannkmontenegro@zipmail.com.br, neitsch@terra.com.br, afapbbjf@interfire.com.br, maceio@aabb.com.br, atendimento@afabbam.com.br, afabbrn@supercabo.com.br, afabb_rs@terra.com.br, afabbrp@uol.com.br,

Anônimo disse...

Na mediação, esperamos que a Previc faça valer a autonomia administrativa conferida pelo artigo 1º da Lei 12.154, e seja realmente o "fiel da balança".
Se for aplicada a Resolução 26, que seja dentro do teor de sua criação. A Resolução entrou em vigor em 1º de outubro de 2008.
A Previc terá que definir quais são os direitos do Patrocinador mediante a vigencia da Resolução.

Anônimo disse...

Caro Marcos,

atentendo ao seu apelo informo que sou totalmente favorável à indicação de D.Isa como nossa representante nas negociações. Porque não ? Porque criar mais um problema quando os outros começam a serem resolvidos ? Só pode ser para tumultuar. Voto na D. Isa.

Ricardo Annoni Neto

Anônimo disse...

Vamos contratar o anônimo das 11:28 para nos dar aulas de português depois que ele aprender a acentuar corretamente. Segundo ele português é facíssimo e agarante o resultado.

Anônimo disse...

Caros Colegas,

A nossa colega Isa Musa precisa colocar o Estatuto debaixo do braço, dar uma tapa em cima de mesa e dizer que ali é ela que canta de galo.
Afinal de contas, o seu mandato termina somente em 05/2012 e as normas de respeito e obediência ao Estatuto são muito claras para as filiadas.
Participar das negociações, antes de tudo, é uma obrigação do seu cargo e o lugar à mesa é seu de pleno direito.
Acho que o momento não é para sutileza e humildade. È preciso bom senso, paciência e tolerância, mas também falar grosso e defender seus pontos de vista com vigor, vai ser imperioso no decorrer das tratativas.
Força e coragem é tudo que ela precisa. Chute o pau-da-barraca se for necessário, porque nós estamos do seu lado.

Anônimo disse...

Não estou entendendo mais nada. O BB e a PREVI querem negociar ou não?????????????????
Força, Dona Isa a senhora vai vencer!

Anônimo disse...

Colegas, Marcos,

Reunião com a Previc dia 8 10 2010? A Sra. Isa Musa estará presente?
Que pré-acertos estarão sendo tratados?
Qual o motivo para não sabermos da pauta?

Anônimo disse...

Tomamos conhecimento de que há um movimento em curso tentando abalar conceitos formados. Comenta-se que tentam questionar a representatividade da Isa Musa (...)

Marcos, com todo respeito que você merece não entendo por que você publica algo assim. Se não dá para dar "nomes aos bois" penso que melhor seria não comentar. Como o associado pode se manifestar se não sabe quem está fazendo está armação.

abraços

Anônimo disse...

Colegas,
Lembrem-se o BB está enfraquecido (precisa dar legitimidade ao dinheiro apropriado contabilmente oriundo da PREVI). Tem que dar satisfações à Bolsa de Nova York (que não permite empresas envolvidas em escandalos contábeis).
PORTANTO a nossa HORA é agora ou NUNCA. Ou arrancamos alguma coisa do BB ou podemos esquecer. TEMOS QUE ENDURECER NAS NEGOCIAÇOES.

Ass. FUNCI NA ATIVA (COMPLETAMENTE DESMOTIVADO).

Anônimo disse...

Anônimo 6/10 - 12:37,

Essa frase: "Segundo ele português é facílimo e agarante(sic)o resultado", é da sua lavra e não foi alinhada no meu texto.
Isto mostra o seu nível de cultura e de escolaridade. É a sua ortografia.
Passa uma péssima impressão e um atestado de dificuldade de vencer na vida.
Com conhecimentos tão rudimentares, foi Deus que o iluminou durante o concurso, se é que foi você mesmo que participou do certame.
À guisa de plágio,rima e imiscuindo-me no âmago do seu linguajar, digo-lhe: tome prumo seu "aganorante".
A próposito do inserido fora do contexto, estou no blog atrás do superávit, apenas, e não quero alimentar polêmicas prosaicas.

Anônimo disse...

Colega Marcos

Se o VALMIR CAMILO sentar à mesa de negociação ao lado do SASSERON, nunca se sabe quem vai participar, abra bem os olhos porque dali não sairá nada de bom nem justo.

Abraço e boa sorte!

Anônimo disse...

Colegas,

Se o VALMIR CAMILO aparecer na reunião e quiser fazer transmissão do evento pela INTERNET, quiser retornar ao ano de 1808 para recompor as perdas salariais dos aposentados do BB, não esqueçam que isto é pura artimanha para enrolar os seus 100 mil sócios, sem nunca esquecer de sortear um carrinho de brinde.

Anônimo disse...

Ao anônimo de 12:37!!!Ninguém pediu para ser corrigido por vc!Vc para mim não passa de um esnobe,de um arrogante e egoísta.Imbuído de sutilidades, na verdade é um grande lobo!Além de tudo é um mercenário, pois diz estar somente interessado no superávit por aqui, enquanto nós que estamos aqui, estamos preocupados com os particpantes do plano 1 e com nossos colegas.Me poupe de sua academia de letras, cada um tem áreas afins.Ah, e use a sua régua somente para medir a si mesmo.Não julgue para não ser julgado!Não pense que com seu latim vai obstar alguém de comentar aqui!Passe bem, se vc sabe o que é bem!

Anônimo disse...

Aonde está escrito que a ISA MUSA, não mais fará parte da mesa de negociações, quanto à distribuição do superávit?

Anônimo disse...

Se o próprio BANCO do BRASIL, quer e precisa negociar o superávi, que movimento é esse contrário à essa questão?

Anônimo disse...

Colegas,

De repente saímos da tônica que nos uni no blog do nosso caro Marcos, agora com o 2º turno para presidente, podemos até levar vantagem na negociação do superávit da previ, afinal D.Dilma não pode mais se dar o luxo de disperdiçar os nossos 1 milhão de votos que podem se estender até 2 ou mais e para nós funcionários do BB ou aposentados da Previ é difícil dizer qual dos 2 (PT OU TUCANOS)será pior, portanto uma justa negociação do superávit pode garantir nossos votos contra ou à favor.

Anônimo disse...

A T E N Ç Ã O

Este é o momentO de CONFRONTAR E NÃo FAZER O JOGO DO BANCO.
O Banco precisa urgentemente de resolver a questão do superavit e forçosamente vai tentar impor de alguma maneira, fingindo-se de bonzinho, para que a gente homologue a contabilização virtual para que lhe darmos um revestimento de legalidade em uma ilegalidade sem precedente neste país.

Temos que jogar duro.

Represálias podem acontecer com os membros que participarão dessa reunião, mas considerando que os aposentados não podem ser penalizados por isso nos tornamos uma verdadeira ameaça aos planos do BB.

A queda de braço estará entre os que podem ser ameçados de demissão e os que não podem ser demitidos.

Por issos, penso eu, que a ISA precisa de um reforço da AAPPREVI e contar com todas as associações de aposentados.

As vezes eu penso porque não bancamos a publicação numa página de jornal de grande circulação sobre a denúncia existente no TCU sobre essas maracutaias do BB, em seus pontos mais contundentes.

Em época de eleição pode ser uma
arma por demais fulminante.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,
Se, como disse o anônimo de 06/10, das 15:43, o "BB está enfraquecido (precisa dar legitimidade ao dinheiro apropriado contabilmente oriundo da PREVI). Tem que dar satisfações à Bolsa de Nova York (que não permite empresas envolvidas em escandalos contábeis)" então, a nossa condição nessa reunião do dia 18 é muito boa. Não precisamos entrar ali já "oferecendo" 50% do superavit para o Banco. De início, temos mais é que escutar as propostas do Banco, analisá-las e decidir por aquela que seja a mais interessante para o conjunto dos assistidos da Previ. Ou não concordar com nenhuma delas e apresentar a "nossa" proposta.
Nós estamos precisando de uma solução para o problema, mas, pode ser que eles estejam mais necessitados do que nós, diante das urgentes satisfações que terão que dar à Bolsa de Nova York e, também, à necessidade de atender à melhoria dos benefícios após 3 anos consecutivos de superávit.
Então, tudo vai depender da firmeza com que os nossos representantes adotarão na referida reunião e, para isso, parece já haver um consenso de que a sra. Isa Musa de Noronha, juntamente com o colega Marcos Cordeiro, são as pessoas ideais para defender os nossos interesses ali.
Que o Grande Arquiteto do Universo ilumine os dois nessa difícil empreitada.

Julita disse...

Concordo novamente com o Sr Marco Aurelio de Guaxupé.
Que Deus os ilumine colega Marcos Cordeiro e Sra Isa e não se esqueçam de nós pensionistas e aposentados por invalidez, pois ninguém ficaria viuva e nem doente por vontade própria!!!!
Abraços!!!!

Julita disse...

O TEMOR DO BANCO DO BRASIL QUANTO AO SUPERAVIT

Perguntam-me, com insistência, sobre qual o temor do BB nessa questão do superavit e sobre a relevância da observação feita pela Morgan Stanley a respeito das apropriações.

Acho que o BB agora está pressionado para dar uma solução ao caso por várias razões e deve resolver o impasse até o final do ano, com certeza, pois está a descoberto, tendo em vista que se apropriou indevidamente do superavit da PREVI, existindo uma liminar, e , principalmente, porque se excedeu nos valores, pegando 14 bilhões em vez de oito bilhões, segundo consta.

O temor do BB não é só com o Morgan Stanley, que analisa as demonstrações financeiras com vista ao mercado de capitais e influi nas cotações das ações, mas principalmente com a SEC, organismo importantíssimo a serviço da Bolsa de Nova York, que fiscaliza as empresas que operam lá, como é o caso da VALE e do Banco do Brasil. A certificação da SEC é essencial para a credibilidade contábil e suas observações obrigam muitas vezes as empresas sob seu controle a revisar balanços e efetuar correções e estornar valores. O balanço anual do BB está próximo. Faltam apenas NOVENTA DIAS, que passam rápido. E´ vital para o BB que tudo esteja em ordem, que não pairem dúvidas sobre seus critérios contábeis. E é dessa circunstância que nós temos que nos aproveitar agora por ocasião das negociações do superavit, exigindo não só sua distribuição justa e equânime, como também a solução para a renda certa e para o aumento do percentual das pensionistas, no mínimo. E no caso da distribuição não se pode esquecer da retroação.

O desespero do BB pode ser aquilatado pela nota ontem distribuida pela PREVI que dá conta da contratação justamente da Morgan Stanley, que contestou as demonstrações do banco, para avaliar os ativos da Neo Energia e da CPFL. Porque ela ?

Fonte: Blog do Medeiros
Recebi por email essa noticia! Será verdade, Sr Marcos?

Anônimo disse...

Nós aposentados e pensionistas, apoiamos Isa Musa e Marcos Cordeiro, para nos representarem na reunião do dia 18.10.
Fora Valmir Camilo

Anônimo disse...

Anônimo de 6/10 das 18:21,

Caro colega, eu fiz comentário no atacado, no latu senso, sem dirigir-me específicamente a ninguém, porque a forma de expressar é livre como a liberdade de pensamento.
Não tenho a pretensão e tampouco interesse em corrigir o meu semelhante.
Só lembrei que as redações poderiam ser mais claras e concisas, nada mais do que isso.
Esse raciocínio de que sou mercenário, é mais uma paranóia sua, uma vez que o superávit que vier a me beneficiar, obviamente vai contemplar a todos, indistintamente. Fica patente, então, que não tem verossimilhança na sua verborragia.
Portanto, paladino nefasto, você distorce o real sentido das coisas e mistura as estações. Tome cuidado para não começar a rasgar dinheiro e jogar pedra em avião. Não volte a me importunar com as suas bravatas sem nexo causal. Pelo seu destempero mental, acho que você é mais perigoso do que revólver na mão de macaco. Dou por encerrado o assunto.

Anônimo disse...

AO ANÔNIMO DE 07:13!!!
Verborragia,eu?Olhe seus textos!!!Vc escreve como se cada um aqui fosse Jornalista de editorial, ou então faz Verborragia mesmo pelo fato de ser esnobe e debochado.Destempero mental tem vc que para se expressar sempre faz questão de palavras pomposas e de redundância.Aliás é fato que psssoas mesquinhas, peçonhentas e arrogantes exibem bem sua delinquência por rebuscadas palavras!Se alguém aqui é psocopata é vc!Não vamos polemizar!Revólver na mão de macaco é precisar usar o cunho vernáculo do vocábulo pra dizer o óbvio, aliás como vc sempre faz para atacar!Passe mal!

Anônimo disse...

Alô 07:13 ; Alô alô 07:53 "Por que não se calam !"

Anônimo disse...

Colegas,

Ficarmos brigando, discutindo para saber quem escreve melhor ou pior, não ajudará em nada na discussão sobre a distribuição do superávit.

Colegas temos que nos unir, apoiar o Marcos e a Isa e rezarmos para que algumas figuras perversas da ANABB, não queiram monopolizar a reunião e novamente defender interesses de meia dúzia de gatos pingados (ANABB, BB, VALMIR, SASSERON....)

Abraços e discussão sobre a qualidade dos textos, deixem para a Academia de Letras.

Anônimo disse...

Olá Pessoal.

Vamos aproveitar este ambiente democrático que foi criado pelo colega Marcos para debatermos as propostas que beneficiem a todos nos indistintamente.

Pelo que li em alguns comentários conclui que as pessoas estão partindo para ataques pessoais. Desavenças que não nos levará a lugar algum.

Falaram até revólver em mão de macaco?????

Dou maior força para que a ISA MUSA nos represente na reunião de 18/10......

Parabéns grande ROSALINA por suas sábias palavras em defesa absoluta pelos direitos das pensionistas.

GENTE: As pensionistas é que seguram o barco na hora que nos aposentados vamos para o buraco.

Sendo assim é justo que ela pelo menos receba mensalmente um salário digno para suportar os trindentes de fogo da vida.

São elas que suportaram essas aberrações do BB e da PREVI na ânsia selvagem do enriquecimento ilícito e hediondo.

ESTE ENORME SUPERÁVIT QUE AÍ EXISTE É FRUTO(TAMBÉM) DA CEIFADA QUE O BB DEU NAS PENSÕES HÁ DEZENAS DE ANOS.

O salário do aposentado já é pequeno e dar uma garfada de 40% é o mesmo que espetar uma barra de fogo em nossas cabeças.

Marco - Brasília(DF)

Anônimo disse...

Anônimo de 7/10- das 07:53,

Meu caro, escrever: "psocopata" (sic ), "psssoas" ( sic ). Não é digno de nota. Você não tem condições físicas, mentais e psicológicas. Depreende que você estava bêbado quando fez esta resposta, ou de fato, e semi-analfabeto mesmo.
Sem ter certeza do que faz, pergunta: Verborragia, eu?
Isso, jovem ancião, é decrepitude, esclerose, etc.
Você não tem condições físicas, mentais e psicológicas. Pare de fazer asneiras, seu desocupado.
Por favor, vá encostar a sua ociosidade, em outra freguesia.

NÓS SOMOS O PLANO 1 disse...

Estamos num momento propício e muito favorável ao Plano 1 da PREVI, contra o BB, pois este terá que se explicar como apropriou-se de R$ 8+ 6 bilhões de reais do seu fundo de pensão, por conta de futuros créditos, incertos e não-contabilizados ! Tudo isso até o Balanço do final de 2010.

Precisamos nos unir, nós do Plano 1 que somamos 120 mil pessoas (familias), para evitarmos a má-distribuição do nosso dinheiro.

O BB que se preocupe com suas contabilizações fraudulentas !

Quanto a nós (120 mil pessoas), devemos nos preocupar com o que está aí, em nossos cofres, a nossa disposição uma bela fortuna a ser distribuída SÓ PARA NÓS !
Estamos maduros, na época de colheitas daquilo que nós plantamos, com Lei Complementar e Estatutos qué favorecem a nós, legítimos detentores do Plano 1 !

CHEGA DE TUTELA. SOMOS LIVRES PARA CAMINHARMOS RUMO AO FUTURO QUE NÓS TRAÇAMOS. SOMOS MADUROS E CAPAZES!

Felicidades nas reuniões dias 17 e 18 de outubro.
Lembrem-se: quem não for do Plano 1 não deve emitir opinião sobre o nosso patrimônio !
A PREVI que se preocupe com o seu "Plano Futuro" que cresce em associados e não decola em patrimônio !

Anônimo disse...

Colegas,

Serenidade e sabedoria na hora das discussões.
O debate deverá ser profundo, intenso em defesa dos participantes.
Sugestões, motivos para distribuição do superavit não faltam, mas todos terão que respeitar a Lei, pelo menos uma vez na vida.
Repito, a Lei.

JVasconcellos disse...

Meus estimados colega....

LOUVEMOS A DEUS,por COLOCAREM SERES HUMANOS DE GRANDE LEALDADE<HONESTIDADE<HONRADES E GRANDIOSO ESPIRITO DE COLEGUISMO,...FUNDAREM UM BLOG< QUE PERMITEM A DEMOCRACIA PLENA.
DÂO O DIREITO DESTES INDIVIDUOS,MAL AMADOS,CHEIOS DE TRAUMAS ,POIS CARREGAM DENTRO DE SI, OS TRAUMAS DE SABER QUE NUNCA CHEGARAM AOS LUCIDOS e LEAIS COMPANHEIROS...PERDOE PAI ELES NÃO SABEM O QUE DIZEM E FAZEM POIS, LHES FALTAM O MAIOR DOS TRIBUDOS O BEM ESTAR DOS QUE ESTÃO A SUA VOLTA e A HONRA DE SER HOMEM.
ESTE É O ESPAÇO ONDE OS MEDIOCRES, SÃO REVELADOS.
AVANTE....PRESIDENTE MARCOS..
UNIÃO ...COLEGAS
EM TÃO POUCO TEMPO....SOMOS IMBATÍVEL

PELA GRANDEZA DE NOSSO BLOG.
E PELA GRANDEZA DOS COLEGAS QUE ,AQUI DEIXAM SUA CONTRIBUIÇÃO
MEUS RESPEITO A TODOS

Jaym Eduardo Vasconcellos

Anônimo disse...

Anônimo de 9:44!

Vc é ESNOBE, DEBOCHADO E PEDANTE!Não bebo, e vigoro de plenas faculdades mentais e físicas.Lamento se vc perde seu tempo bebendo e tendo tais práticas.Escrevi errado mesmo pq não quero perder meu tempo com vc.Ao contrário de vc não julgo meu próximo, e nem lhe imputo nada que possa denegrir sua imagem.Vc como disse e repito é arrogante, e mais uma vez dá mostras disso.Só convém terminar o assunto quando fala por útimo e também presta insultos por último.Pessoas como vc neste blog faço questão de combater.Não vamos polemizar, suas opiniões sobre isso ou aquilo sobre o que vc pensa sobre mim não importam, ao contrário de vc eu tenho caráter!Lamento pela sua ociosidade, pq eu estou aqui justamente para defender um colega que vc postou:"Segundo ele português é facílimo e agarante(sic)o resultado", é da sua lavra e não foi alinhada no meu texto.
Isto mostra o seu nível de cultura e de escolaridade. É a sua ortografia.
Passa uma péssima impressão e um atestado de dificuldade de vencer na vida.
Com conhecimentos tão rudimentares, foi Deus que o iluminou durante o concurso, se é que foi você mesmo que participou do certame.
À guisa de plágio,rima e imiscuindo-me no âmago do seu linguajar, digo-lhe: tome prumo seu "aganorante".
A próposito do inserido fora do contexto, estou no blog atrás do superávit, apenas, e não quero alimentar polêmicas prosaicas."(sic)

Então vc escreveu ou não isso?Chamou ou não seu semelhante de ignorante?Realmente não quer polêmicas?É democrático?Ou simplesmente fala e não sabe ouvir o que outros tem a lhe dizer neste espaço?Ah, entendi, só vale quando vc fala por último e exibe sua tirania, não é acostumado á ser contrariado tenho pena de sua família!

Zeca Arruda disse...

Gostaria de saber do Sr. Marcos qual é a posição da Associação acerca da defesa de interesses de pedevistas e demissionários do BB que suspenderam contribuições ou efetuaram resgate da Reserva de Poupança da Previ.

Com excessão da ABRAPREV e da ANDEBB, não vejo nenhum movimento nesse sentido de outras entidades do funcionalismo, a não ser beneficiar-se dos superávits do Fundo de Pensão que, sem dúvida, são também resultado do roubo a que fomos submetidos desde 1995 com a famigerada Súmula 290 do STJ.

Abraços,

José Carlos Arruda de Sousa
Ex-BB 5.347.010-9
Lages SC