terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

A calçada da fama

Caros Colegas.
Pequeno e valoroso grupo de aposentados e pensionistas foi recebido hoje no palácio de cristal da PREVI, local guardado por um aparato de segurança digno de dar proteção ao Pentágono. Suas portas foram abertas para 23 cabeças brancas que altivamente adentraram nos corredores normalmente fechados a desconhecidos.

Sem identificação alguma, mesmo que fosse um simples crachá pendurado ao pescoço e sem apresentar documentos, foram recebidos à porta principal por funcionários graduados e convidados a entrar, como se fora ilustres visitantes ansiosamente aguardados com anúncio de dias de antecedência.

Para serem recebidos não invocaram poderes sensoriais, nem fizeram uso da força. Não provocaram estardalhaço na chegada e nem ao menos precisaram tocar a campainha. A simples presença de suas figuras observadas através dos caríssimos cristais das portas foi suficiente para se operar o milagre da passagem, como se palavras mágicas tivessem sido pronunciadas. Sem comparações pejorativas, tudo ocorreu como se um abre-te sésamo houvesse sido pronunciado à frente da caverna recheada de ouro, dando passagem ao pequeno grupo que ficará famoso a partir de agora. Não como os quarenta ladrões do Ali Babá, mas como os 23 heróis que penetraram na casa do tesouro para defender seu ouro ali guardado, e cobiçado e surripiado às escondidas dos seus olhos.

Numa lembrança que entristece aquilo é o maior Fundo de Pensão da América Latina, pertencente a mais de 120.000 associados, seus legítimos donos, que hoje estiveram representados pelos nossos consagrados heróis. Mas donos simbólicos porque direitos mesmo são poucos a usufruir. Tudo que ali se contém vem sendo corroído por normas e resoluções a serviço de terceiros sem que os associados nada possam fazer. Ao longo desses tempos de vorazes predadores, tudo tentaram para defender o patrimônio que formaram, mas sem sucesso. Criaram associações para unir forças e até uma federação para agregar essas associações em busca de voz para se fazer ouvir pela Previ, também com pouco progresso. Foi preciso que lucros fabulosos sobrepostos causassem óbice às investidas do patrocinador para que pessoas escolhidas a dedo se permitissem, contadas vezes, freqüentar aqueles corredores. Mesmo assim sem voz para se fazer ouvir, pois compareciam para concordar com o que lhes fosse posto a frente – nunca para exigir, sempre para aceitar migalhas.

Hoje foi diferente. Sem credenciais maiores do que simples associados do Fundo, esse pequeno séquito foi recebido e ouvido. E tiveram suas reivindicações anotadas com promessas em que devemos acreditar. Diferentemente de todos que tentaram antes, estes não possuem títulos a lhes abrir caminhos, se muniram apenas da coragem, da perseverança e da vontade de seguir as vozes dos 120.000 parceiros ecoando através das ondas da internet. Pois foi daí que surgiu a credencial que lhes abriu os portões da PREVI, e lá dentro passaram a nos respeitar por isso.

Na enorme avenida que hoje se abre, devemos ladeá-la com uma calçada da fama para inscrever os nomes desses 23 expoentes da defesa dos participantes e assistidos da PB1. E que essa singela homenagem sirva de exemplo a ser seguido por quantos se sintam injustiçados, enganados e roubados nas garantias dos seus benefícios previdenciários. Eles nos mostraram o caminho e seguirão em frente. Vamos juntos.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 08/02/2011.

115 comentários:

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

----- Original Message -----
From:
To:
Sent: Tuesday, February 08, 2011 9:04 PM
Subject: Sua mensagem foi recebida com sucesso.


Senhor(a) JOAO ROSSI NETO

A PREVI confirma o recebimento da mensagem abaixo.
Aguarde nosso retorno em breve.

Gerência de Atendimento
PREVI

Data: 8/2/2011
Tipo: Reclamação

Mensagem: Desde o dia 28/01/11 nós sabemos que o processo encontra-se
na PREVIC, para análise e, obviamente, temos ciência de que aquela é a
última instância de decisão.
Dar notícias requentadas, no seu site, não nos interessa. Vocês não tem
nada de novo para trazer, então fiquem quietos na sua insignificância, que
não vai além de acompanhar o trâmite processual, porque as suas influências
e força de decisão são nulas perante os órgãos reguladores.
Agora, para manter em segredo partes relativas aos ajustes exigidos
pela Secretaria Executiva da Fazenda, nos Estatutos, essa Caixa é um
verdadeiro cadeado. Fecham-se em copas, a Diretoria Executiva, o Conselho
Deliberativo e o BB, num pacto vergonhoso onde os participantes e
assistidos, verdadeiros donos do Fundo de Pensão ficam à margem de tudo,
numa obediência cega ao patrocinador. Até os incompetentes que elegemos e
que nunca mais serão reeleitos, ajoelham-se e obedecem as ordens como se
fossem cães de guarda.
Isso tudo é muito triste e essa PREVI, por ser uma entidade fechada de
previdência complementar, estatutariamente, tem a obrigação de defender os
interesses dos dois lados -- assistidos e patrocinador --, mas
indubitavelmente, penitencia ao seu ditador e senhor, cumprindo sem resistir
as suas ordens, em completo menosprezo aos nossos direitos. Essa Caixa atua
de forma parcial, subserviente e que envergonha a todos nós. Isto ainda vai
acabar na boca da imprensa. Francamente, por dinheiro nenhum, eu me
submeteria a ser Conselheiro da PREVI, com a coleira na mão do
patrocinador. Conhecendo os seis Conselheiros Deliberativos da nossa Caixa,
eu passo a admirar mais os meus cachorros.

Matrícula: 4986560
Nome: JOAO ROSSI NETO
E-mail: jrossineto1@uol.com.br

Paulo disse...

Sim, Marcos. Você disse tudo. Penetramos o templo de ouro. Se houvéssemos nos reunido e organizado minuciosamente não teria sido melhor. Na verdade, não foi uma manifestação, um estardalhaço talvez até inconveniente. Uma comitiva anunciou claramente que já possuimos nítida consciência de que o tesouro é nosso e que nosso exército ergueu suas valorosas cabeças brancas e está a caminho para dele tomar posse. Foi isso. Uma missão diplomática, antecedendo à guerra, para evitá-la. Nossos embaixadores mostraram também que sabem dialogar civilizadamente, se dessa forma são igualmente recebidos. Vimos assim que os assuntos de nosso interesse podem ser resolvidos em gabinetes, desde que nossos representantes sejam elementos competentes e de nossa absoluta confiança, livremente saídos de nosso meio sem interferências de terceiros. Provavelmente, pode ter faltado uma pauta, um roteiro, para melhor orientá-los e não deixar esquecidos alguns itens importantes. Mas, considerando ainda que a maioria dos participantes se conhecia apenas virtualmente, podemos sim falar em sucesso e até em heroísmo. Certamente, esse dia ficará como um marco na história de nossa luta. Pela primeira vez encaramos a onça de frente... e vimos que ela não é tão brava assim... Falta a fera maior...

Paulo Motta
Blog superavitsprevi.wordpress.com

Anônimo disse...

Ao senhor João Rossi,

Calma, João. Não ofenda seus cães. Você pode ser processado por alguma sociedade protetora da espécie.

Ari Zanella disse...

Esta afirmação final da reclamação enviada à Previ por João Rossi Neto, como se diz popularmente aqui em Joinville, "é prá acabar"
Parabéns! meu caro João!

Anônimo disse...

Algumas vezes palavras doem mais do que pancadas. Colega João Rossi, você deu uma surra nessa corja e devem estar com os lombos e a consiência ardendo.
Jorge Castro,

Anônimo disse...

Agora que a Previ divulgou alguma coisa, os "conselheiros" começam a sair do silêncio. Célia Larichia já deu de novo o ar da sua graça. Seria engraçado se não fosse patético.
Com estes representantes que temos, não fica dificil entender porque estamos nesta sutuação.

ARY TAUNAY FILHO disse...

MARCOS,

Se fossem os PEDEVISTAS com certeza tinham mandado os seguranças descer o cacete.

Rogério Luiz Carvalho disse...

Parabens coléga João Rossi Neto, vo
cê escreveu o que eu tenho engasgado na garganta há alguns anos, vamos continuar e aumentar a nossa luta, juntamente com nossa
AAPPREVI, e todos aqueles que estão
nessa luta sem interesses pessoais,
pensando no coletivo, em todos aposentados e pensionistas do pb1.

Abraços, e que Deus te dê bastante
saude e paz, Rogério Luiz Carvalho.Pelotas .RS.

prcirne disse...

Dr Joao Rossi,

aprendi a admira-lo neste blog do fabuloso Marcos Cordeiro.A cada dia aprendo com sua pessoa,com seus belíssimos posts,sempre diretos,como enquadramentos de uns e ensinamentos das leis.Mas hoje,particularmente,o Sr excedeu! Primeiramente, chamando à atençao da ex-conselheira Cecilia que mantém um blog para nada!Não escreve nada de objetivo e depois se referindo aos seis conselheiros da Previ,comparando aos seus cachorros.Com todo respeito ao Sr,afirmo: quanto mais conheço alguns seres humanos,mais gosto dos animais!
Abs.

Anônimo disse...

Gente olha o que disse a
Celia Larichia - Conselheira Deliberativa da PREVI em seu blog:





Prezados colegas do Plano 1,

Conforme divulgado a todos os associados, o Regulamento do Plano de Benefícios 1, visando à utilização do Superavit, encontra-se em análise na Superintendência Nacional de Previdência Complementar, aguardando aprovação, para que a PREVI possa implementar os benefícios previstos no acordo assinado entre as Entidades Representativas, PREVI e BB.

Cabe registrar que existem diversos procedimentos regulamentares a ser cumpridos pelo órgão governamental, e o prazo para sua manifestação é de até 30 dias úteis, de acordo com instrução expedida pela SPC.

A PREVIC é um órgão de fiscalização, com responsabilidade de supervisionar centenas de Fundos de Pensão, cada um com suas especificidades e problemas, e uma mudança de regulamento, como o que foi encaminhado em 28/01/11 pela PREVI, exige exame acurado pelas áreas técnicas daquele Órgão.

Tendo em vista, entretanto, a relevância do tema para todos os participantes e assistidos, bem como, o interesse manifestado por todas as entidades representativas, o assunto está recebendo tratamento prioritário, conforme informação recebida de integrante da equipe, com quem tenho mantido contatos permanentes.

Tenho recebido diversos e-mail e telefonemas de colegas preocupados com a demora do processo, e, quero ratificar meu compromisso de trabalhar pela aprovação do Memorando de Entendimentos, o qual foi aprovado pela maioria dos associados votantes, até a homologação do documento e a implantação dos benefícios pela PREVI.

Celia Larichia - Conselheira Deliberativa da PREVI
http://www.aafbb.org.br/materias.asp?idPublish=11578&sectionID=41

João Rossi Neto disse...

Caros Colegas,

Quem tiver, por favor, publique no blog a entrevista concedida, salvo o engano, hoje, no Estadão, onde o Presidente da Previ, Sr. Flores, fala sobre a distribuição dos superávits ao BB e aos assistidos.
Precisamos analisar meticulosamente a sua fala, porque parece que contém impropriedades e é facciosa com a verdade.Talvez tenhámos que contatar a jornalista para explicar a realidade dos fatos.

Anônimo disse...

ONTEM DIA 08/02/2011, FOI UM MARCO EM NOSSA HISTÓRIA.
Abrimos uma picada no mato, agora é só fazer a estrada de terra e depois deitar-lhe asfalto.
O caminho foi aberto pelo nobre Dr. Medeiros. Estamos começando a aprender lutar por nossos direitos.
Muito devemos a Marcos Cordeiro, Medeiros e outros mais. Lembro que já perdemos quase 45 dias de 2011, para recomeçarmos a luta com os pontos que ficaram para trás. Sugiro uma novidade: RECEBERMOS NOSSO PECÚLIO EM VIDA.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caros Colegas.

Não nos deixemos enganar.
E patético. É nojento. É asqueroso. Os papagaios de piratas saem dos poleiros sujos para pousar em ombros angelicalmente limpos.
Fora urubus fantasiados!
Trabalhem, trabalhem para consagrar-se o direito de pleitear um lugar entre nós.
Façam-nos um favor, permaneçam entocados contando e tentando conservar suas fétidas riquezas - enquanto duram.

Anônimo disse...

BOM DIA ; PREZADO E QUERIDO IRMÃO MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE

EU NÃO TENHO CORAGEM DE PERGUNTAR; MAS EU GOSTARIA DE SABER; PARA QUEM SE DIRIGE O POST; DAS 00:45.

AGORA QUE ESTES ENERGUMENOS ; QUE PALAVRA ANTIGA ; MERECEM ; HÁ MERECEM ; E TOMARA QUE ELES CAIAM NA REALIDADE E FIQUEM NOS SEUS "POLEIROS SUJOS".!

PARECE QUE A PARTIR DESTE PRIMEIRO ATAQUE; REALIZADO ONTEM; AS COISAS COMECEM A SE RESOLVER.
ESTAMOS JÁ BASTANTE DESGASTADOS POR TODA ESTA ENROLAÇÃO. E ESPERAMOS QUE FINALMENTE ESTE PROCESSO DOLOROSO TENHA UM ENCAMINHAMENTO.
TEMOS MUITO AINDA HÁ PELEAR; E NÃO PODEMOS BAIXAR A GUARDA; POIS O INIMIGO É SAGAZ E COVARDE. CONTINUEMOS ALERTAS; A LUTA RECÉM ESTÁ COMEÇANDO.!

SAÚDE E MUITA ENERGIA PARA VOCÊS QUE ESTÃO NA LINHA DE FRENTE.! PRECISAMOS E CONTAMOS COM VOCÊS QUE SÃO NOSSOS CABEÇAS DE "PONTE"; SEM OS QUAIS ESTARIAMOS PRATICAMENTE SEM AÇÃO.
DE MINHA PARTE;SOMENTE TEMOS A AGRADECER TODO ESTE ESFORÇO DE VOCÊS; E TEREMOS ENQUANTO VIVERMOS UMA DIVIDA DE GRATIDÃO ETERNA E IMPAGÁVEL; MATERIALMENTE.

COMO PROCURO SEMPRE LEMBRAR; QUE O CRIADOR LHES DÊ; MUITA ENERGIA ;SAÚDE; SABEDORIA E CONHECIMENTO QUE VOCÊS JÁ TEM PARA LIDAR COM TODA ESTA SITUAÇÃO QUE ESTAMOS VIVENDO.!

SAUDAÇÕES A TODOS OS ENVOLVIDOS E AOS CORAJOSOS QUE TIVERAM A CORAGEM DE COMPARECER ONTEM NA PREVI.
AQUI O GRITÃO HELENO PINTO NOBRE ; JAMAIS ANÔNIMO; MATRIC. 3984740-3 . VAMOS EM FRENTE

Anônimo disse...

Certamente que a coisa mais importante em qualquer ramo de atividade é a IMAGEM. Por essa razão o BB gasta zilhões com propaganda e por isso gastou uma cifra considerável para inserção de matéria numa revista onde ele aparecia como uma das melhores empresas para se trabalhar (cruz credo). Acho que aí está o calcanhar de Aquiles.
Se as ações dos aposentados forem direcionadas nesse sentido a probabilidade de êxito será bem maior.
Vídeos denunciando, filmagens de protestos na porta das agências e esparramar isso na internet será um grande golpe que fará a máscara cair e aí sim todos conhecerão a monstruosa IMAGEM.

Anônimo disse...

AlO aposentados e pensionistas, vamos telefonar para a PREVIC, pedindo agilidade no despacho, para que o nosso crédito saia o mais rapido possivel.

Anônimo disse...

Colegas,
Temos que lutar para o ingresso da Ação Direta de Inconstitucionalidade, pois o Projeto de Decreto Legislativo do Dr. Gustavo Fruet (2348/2009), como era de se esperar, pois a "base aliada" jamais deixaria passar, foi arquivado.

12/3/2010 Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF)
Designado Relator, Dep. Chico D'Angelo (PT-RJ)
31/1/2011 Mesa Diretora da Câmara dos Deputados (MESA)
Arquivado nos termos do Artigo 105 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados.

Anônimo disse...

Lamentávelmente, o PLP 140/2007, de autoria do Deputado Eudes Xavier, que propôs a extinção do Voto de Minerva, teve o mesmo destino.

13/5/2010 Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)
Parecer do Relator, Dep. Gerson Peres (PP-PA), pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa.(íntegra)
31/1/2011 Mesa Diretora da Câmara dos Deputados (MESA)
Arquivado nos termos do Artigo 105 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados.

Estamos na "estaca Zero".

Anônimo disse...

ROSSI, não sei se é a matéria que lhe interessa.

BB vence queda de braço e fica com 50% do superávit da Previ

Proposta aprovada por mais de 80% dos beneficiários da fundação transfere ao banco gestão de [br]R$ 7,5 bilhões, o equivalente a quase o lucro líquido da instituição até o terceiro trimestre de 2010
16 de dezembro de 2010 | 0h 00
Leia a notícia
Email ImprimirA+ A- Compartilhar

Mônica Ciarelli - O Estado de S.Paulo

Pouco mais de seis meses após a troca no comando da Previ, o Banco do Brasil venceu a queda de braço em torno do uso do superávit acumulado pela fundação, cifra calculada em R$ 15 bilhões. A proposta aprovada por mais de 80% dos beneficiários da Previ determina que o BB embolse 50% dos recursos extras acumulados pelo maior fundo de pensão do País.


A quantia de R$ 7,5 bilhões representa quase o lucro líquido acumulado pelo banco em 2010 até o terceiro trimestre (R$ 7,75 bilhões). O BB já dava a questão como certa e vinha até contabilizando os recursos do superávit sob a forma de lucro não recorrente desde 2008. Ao todo, essa estratégia já melhorou o patrimônio da instituição em R$ 7,6 bilhões, o que permitiu ampliar sua capacidade de empréstimos.

Os outros R$ 7,5 bilhões do superávit serão usados para melhorar os benefícios dos participantes do plano 1 da entidade, o mais antigo. A proposta determinou ainda a suspensão em definitivo das contribuições, que já estavam suspensas desde 2007.

"Com gestão responsável e ousada, a Previ conquistou a solidez do Plano 1, acumulando recursos suficientes para garantir a sua perenidade e a ampliação dos benefícios aos participantes", ressalta o presidente da Previ, Ricardo Flores em nota. "Estamos vivendo um momento histórico. O acordo de destinação, construído com profissionalismo e capacidade de articulação, foi referendado pela ampla maioria dos participantes, que confirmaram a assertividade da proposta e o entendimento de que todos saem ganhando."

A disputa em torno do superávit vem desde 2008, quando o Conselho de Gestão de Previdência Complementar (CGPC) permitiu a distribuição do superávit também às patrocinadoras dos fundos. Mas, uma parcela de beneficiários da Previ alegava que a resolução não poderia alterar o que foi definido pela lei complementar 108, que regula o setor. A regra determina que em casos de superávit, 25% dos recursos sejam destinados a um fundo de reserva de contingência, uma maneira de se segurar o patrimônio do fundo contra futuras oscilações. Já o restante do dinheiro deve ser usado para melhorar o benefício dos participantes ou na redução do valor das contribuições pagas.

As duas medidas já haviam sido tomadas pela administração da fundação e, mesmo assim, a sobra de caixa da Previ continua elevada, da ordem de R$ 15 bilhões. A resolução da CGPC vem sendo questionada na Justiça pela Associação de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil (FAABB) e a Associação dos Antigos Funcionários do Banco do Brasil (AAFBB). Elas alegam que a deliberação 371/2000 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) deveria ser respeitada, pois condiciona o uso dos ativos remanescentes do fundo pela patrocinadora a casos de liquidação, o que não está em jogo no momento.

Carlos Mariano disse...

O QUE É ENGRAÇADO OU TRÁGICO NESTA HISTÓRIA - Pagamos régios salarios a nossos dirigentes e funcionários e, no entanto, nosso regulamento não preve como agir em situações previsiveis na lei (SUPERAVIT OU DEFICIT). Por não prever - acredito que atendendo interesses outros (ocultos aos nossos olhos simplórios) - passamos por essas tragicas/comicas novelas e permite-se (aqui exemplo dos interesses ocultos) acontecimentos como o fatidico RENDA CERTA. Mesmo neste momento percebo que as alterações regulamentares estão sendo feitas com vistas a criar uma situação particular e não uma situação constante tipo:
Existe superavit - faça isso.
Existe déficit - faça aquilo.
Então, a cada ano, repetiremos novelas, falta de transparencia e atendimento a interesses espúrios.
Nossas associações que dizem nos representar são locais de, como se diz, macacos velhos, que sabem muito bem o que deve ser feito para cumprir a lei mas só fazem o que atende seus interesses.
Precisamos oxigenar nossas representações urgentemente, de preferencia com uma transfusão completa.
Vamos ver se as novas associações não trilham por esta mesma cartilha.

Flavio Castro disse...

Trecho do post da Célia / AAFBB:
============================
"Cabe registrar que existem diversos procedimentos regulamentares a ser cumpridos pelo órgão governamental, e o prazo para sua manifestação é de até 30 dias úteis, de acordo com instrução expedida pela SPC."
============================

Já foi dito, mas nunca é demais lembrar:
Quando nos foi acenado com provável crédito ainda em dezembro, tudo isso que agora se invoca para justificar o tremendo atrado, não era de conhecimento dos gestores da PREVI?
Qualquer pessoa medianamente dotada de raciocínio é forçada e pensar em duas hipóteses para aquelas promessas feitas em clima natalino:
a) Administração amadorista da PREVI;
b) Má-fé no aceno de rapidez do crédito.
Qualquer das hipótes é preocupante.

Se tiverem uma opção C, ou D...

Anônimo disse...

Ao colega anonimo de 9 de fevereiro de 2011 das 02:53.

Cobrar da PREVIC agilização da aprovação do processo não é a questão prioritária, visto que o órgão não é político mas técnico.

Então, nós devemos sim é cobrar desse orgão a observação de que a Resolução 26 é inconstitucional e deverá ser mencionado no parecer técnico do órgão.

A Resolução foi elaborada por políticos e não por técnicos que dominam a matéria sobre previdência complementar.

Se os analistas derem um parecer favorável sem a observância da legislação num todo podem estar cometendo um crime de prevaricação e pr estar sujeitos ao rigores da lei.

Entretanto, o entendimento "acordado" não menciona a distribuição de 50% para o Banco. Quem sabe por isso não foi mencionado. E se mencionado, esse superavit só poderia ser utilizado pelo Banco em qustões previdenciárias.

Vamos aguardar ou intervir? Depende só de nós.

Anônimo disse...

Colegas,

Minha conclusão sobre o Panelaço do Dr. Medeiros, é que muitos ou quase a totalidade daqueles que estavam ao par do evento, não acreditavam que o mesmo seria praticado.
Penso agora que qualquer outra convocação bem organizada, para protestarmos em frente às agências mais frequentadas do Banco do Brasil terá efeito multiplicador.
Não se restringirá a uma manifestação, mas várias e várias até que o fato seja noticiado INTERNACIONALMENTE.
Perseverança será nossa palavra chave.
Cordiais Saudações

Ivan Rezende disse...

Marcos este seu post sobre os 23 heróis que representaram tão bem os 120 000 aposentados/pensionistas foi emocionante e, ao contrário do CANAEL (onde constam os nomes de pessoas ávidas ao poder e que jogam em vários times e consequentemente não sabem ou não podem representar os seus pares, tanto o comprometimento), faço a sugestão de que os 23 nomes sejam registrados numa lista, cuja sigla poderá ser criada através de coleta de sugestões.

Flavio Castro disse...

Trinta dias úteis para a PREVIC analisar o processo! 40 dias corridos!
Gente, é muiiiiiito tempo!
Na verdade, qual o volume de informações envolvidas nessa análise? Qual o tamanho desse misterioso calhamaço? Alguém tem alguma idéia sobre isso?

Anônimo disse...

O PROTESTO SURTIU EFEITO?

So se for para o teu EGO pessoal sr. Medeiros, pois o que a Previ fez contigo e com teus colegas ontem, foi colocar uma coleira em voces e puxa-los para dentro da casinha e dau um ossinho para voces ir roendo.
O protesto foi uma vitoria dos aposentados SIM, mas dai a dizer que surtiu efeito é muito cedo para tal afirmaçao.
Para vermos como a coisa esta mesmo caotica para os aposentados, FORAM APENAS 30 participantes ao protesto é todos acham isto fantastico, imaginem 30 diante dos 120.000 mil,
chega ser deprimente tal comparaçao, ate tenho que concordar que foram corajosos herois estes que foram.
A diretoria deve ter dito, olha, vai la e chama eles para ganhar um docinho para nao queimar nosso filme.
Vamos ver se vai ter credito ao menos na fopag de fevereiro, porque eu tinha certeza que o credito so sairia em março, mas quem sabe agora possa mesmo acontecer um milagre.
Enquanto isto as reunioes que começariam em janeiro...

Carlos Prates

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caros Colegas.

Elogios são voluntários e não obrigatoriamente necessários.
Mas ataques são absolutamente dispensáveis partindo do princípio de que desestimula quem trabalha e não aceita ser incluído em conceitos individuais e distribuídos genericamente.
Dizer-se esperar que “novas associações” devam ter essa ou aquela postura é o mesmo que dizer AAPPREVI, pois se desconhece outra nova associação fundada num raio de anos.
No que toca à Associação que dirijo, repudio com todas as letras essas insinuações de que nos igualamos ao que há de pior em função do modo de agir de Entidades que não cumprem o seu papel.
A AAPPREVI nasceu para ser diferenciada e está conseguindo seu intento, no bom sentido. A partir do momento em que se note qualquer indício de desvio de conduta isto será sanado no nascedouro. Nossos dez Dirigentes são os próprios censores e mantenedores dos rumos traçados para a Associação. E vêm cumprindo brilhantemente suas funções, embora gratuitamente.

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo da AAPPREVI

Anônimo disse...

Boa Rossi! Na mosca !
O atendimento da PREVI nos responde com babaquices, sempre foi assim...
Temos que ser DIRETOS NA VEIA, com estes quadrúpedes que ganham 44 mil por mes e não sabem MANDAR um assessor responder uma simples questão:
1)Qual artigo e quais os termos modificados no nosso regulamento, a mando do Ministério da Fazenda?


Se perguntarmos quando a Previc vai aprovar e devolver o processo, É CLARO QUE OS TOUPEIRAS DA PREVI NÃO SABERÃO, POIS SÃO CAPACHOS E SUBALTERNOS DE UMA SIMPLES AUTARQUIA (a previc).
Justifiquem seus 44 mil/mes (TENHA AÇÕES PRO-ATIVAS).
Dê-lhe Rossi ! relho nesta cambada!

Anônimo disse...

Eu confio muito mais na AAPPREVI e na distinta pessoa do Sr. Rossi para tentar destravar a coisa la na Previc, do que a tal agilidade que dircursam na Previ.
Ora, vejam bem, se eles sao diretores, alguns inclusive colegas dos que ocupam cargos na propria Previc e, dao esclarecimentos que dependem da boa vontade daquele orgao, mas entao, sendo assim, vamos nós mesmos fazer pressao diante da Previc, levando em conta sobretudo o estatuto do idoso.
Eu continuo nao concordando com tamanha demora na Previc para resolver um acordo que foi feito antecipadamente e com a presença de todos os envolvidos, inclusive a propria Previc, para mim é MÁ FÉ, nao vejo outra explicaçao.

Rui Carlos Dutra

Anônimo disse...

Sr. Carlos Mariano,


Caso o colega não esteja satisfeito com a AAPPREVI peça sua desfiliação.
Comparar a AAPPREVI com as demais é dose para elefante. Qual é a outra associação em que os dirigentes trabalham voluntariamente?
Procure uma coisa para se ocupar e deixe os nossos colegas da AAPPREVI trabalharem em paz colega.

Anônimo disse...

as explicações da dona cecilia.


quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011
Notícias Superávit

Caros Colegas,
Gostaria de retificar a última frase da minha mensagem anterior, pois seu sentido está totalmente errado. Na verdade o que eu queria dizer é que, caso a PREVIC resolva impor que a PREVI inclua no Regulamento do Plano 1 as medidas contidas na Resolução CGPC 26, eu acredito que o acordo vai por água a baixo, pois foge totalmente do que foi combinado. Essa é a minha opinião. Desculpem minha falha...

Ontem aconteceu na Previ o anunciado PELADAÇO, que contou com a participação de vários aposentados, incluindo o colega Medeiros. Eu gostaria de parabenizar os colegas pela iniciativa, pois nesse momento qualquer tipo de pressão é muito significativa para que o pessoal se mobilize mais, dê mais informações e apresse o crédito. Se estava tudo combinado, não teria motivos para demorar tanto, não é mesmo? A não ser que tenha gente que não está querendo cumprir o combinado...

Anônimo disse...

Podem pensar que é mais especulaçao, mas dizem na Previ. que o velha raposa de nome SASSERON, pediu para convidar os participantes para entrar na Previ afim de servir um "cha com bolo" e tudo ficar na paz.
Dá uma enroladinha e os manda de volta para casa.

Haroldo Sampaio

Anônimo disse...

Para mim, quando a previ chamou os aposentados ontem diante do protesto para conversar, parece aquela musica:

Docinho, docinho, ai, ai, ai !!

Deram um docinho para adoçar nossas bocas, por isso, chumbo neles Marcos e Rossi!!!

Alvaro Torres

antonio americano disse...

Caros Colegas,
A respeito do que disse o Sr. Carlos Prates, de que epans 30 em 120.000 mil, gostaria de convidá-lo para assistir a uma "Cavalhada"em Pirenópolis (GO), onde se conta a luta dos cristão contra os mouros. Primeiramente um exercíto envia um mensageiro, com dois acompanhantes e faz a declaraç!ao de guerra e pede rendição Assim também começou nossa história, ontem foram 30, que apresentaram nosso ultimato, amanha seremos 1000, 2000, em breve poderemos ser 120000.
Antonio Americano

Anônimo disse...

Prezada Lena,

Desta vez concordo plenamente com você.De um total de 120.000 aposentados uma manifestação com 22 pessoas foi um fiasco. Claro que a maioria, como eu, não tinha condições de comparecer pela distância e custo da viagem.A minha sugestão é que combinem manifestações em várias cidades no mesmo dia e hora para que um número maior possa participar.Caso contrário, concordando com você, será sempre um fiasco.Parabéns pela sua sinceridade.

Anônimo disse...

Tenho pensado que o Ministerio Fazenda e a Previc incluiram nos documentos aprovados pela maioria dos associados a resolução 26, por isso nao querem divulgar. porque saindo o dinheiro a maioria nao vai chiar. sera que é isso mesmo?
Regina

Anônimo disse...

E, em breve serao mesmo 120.000, sr. Americano, pois parece que somente voces ainda nao sabem que o credito vai demorar muito tempo para sair.
No entanto, muitos gerentes do Banco ja sabiam disto desde dezembro, entao, expliquem como a gerencia do banco sabia e nós faziamos apenas previsoes da data do credito que ate o momento nunca se realizaram.
Se isto nao é armaçao, me digam o que é??

Godoy

Anônimo disse...

Vaos ficar atentos a essa "parada técnica" do processo na Previc. Lembremo-nos que os autores da Resolução 26, lá estão.
O artigo 102 do Regulamento traz todas as definições que nos interessam.
Estão preparando algo incomum (mais uma vez).

Anônimo disse...

O QUE É A SUBSERVIÊNCIA. O CAMILO SEMPRE BRIGOU COM OS SINDICATOS DA CUT, MAS COMO A ASSOCIAÇÃO QUE ELE É DONO TEM NO ESTATUTO DEFENDER O BB AS COISAS MUDARAM. DEVE SER BEM RUIM O GOSTO DA SOLA DA BOTA DOS CUMPANHEIRU, HEIN? OU VOCÊ GOSTA?

Anônimo disse...

Afinal, porque a Previ e o Banco continuam mentindo descaradamente para nós, desde o fim de dezembro meu gerente diz que credito mesmo somente em março.
Ate o presente momento tudo nos leva a crer que isto vai mesmo acontecer.
Meu gerente disse dia 23/12/2010:
Nao vem credito em dezembro
Nao vem credito em Janeiro
Possivelmente nao tera tempo suficiente para credito ainda em fevereiro.
Credito somente em março.

Ele foi direto, seco, disse tudo isto antes do Natal, ate o momento é verdade.
Somente quero achar uma explicaçao para isto.
Talvez ele nao tenha bola de cristal, mas seja paranormal, é isto??

Norma Francoso da Rocha

Anônimo disse...

Podem rir do que vou contar, mas devido a situaçao estar critica financeiramente falando, estou tirando umas copias das minha contas ja vencidas, cartao, crediarios, mais os compromissos de ipva, iptu e etc, estou encaminhando via correios para a Previ, nada mais justo, pois eles estao com meu dinheiro e eu estou pagando juros altissimos pela demora da situaçao do credito, que vejam a minha real situaçao, que é inclusive muito parecida com demais colegas.
Pode nao dar em nada, servir ate de deboche, mas seria interessante se muitos procedessem assim, porque eles na Previ acham que é puro exagero nosso quando reclamamos da nossa situaçao financeira complicada.

Volney Moura

Anônimo disse...

GOSTARIA DE NESTE MOMENTO; DEIXAR UMA MENSAGEM PARA A COLEGA QUE SE DENOMINA "LENA"; E QUE JÁ MENCIONOU TER O NOME DE "HELENA"!
ENTENDI SUA MANIFESTAÇÃO; POIS VOCÊ REALMENTE ACREDITOU QUE HAVERIA UM "PELADAÇO"; QUE INICIOU COM UM "PANELAÇO".
SEI QUE VOCÊ DEVE ESTAR TOTALMENTE FRUSTRADA EM RAZÃO DE SUA EXPECTATIVA DO QUE REALMENTE IRIA ACONTECER.

O COLEGA MEDEIROS; QUE INICIOU PROPONDO ESTES OBJETIVOS; DEU EM SEU BLOG DE ONTEM; EXPLICAÇÕES A RESPEITO DE AMEAÇAS QUE TERIA SOFRIDO ; AQUI NA SAÍDA EM PORTO ALEGRE-RS.
VOCÊ LENA RESIDE PELO QUE ENTENDO NO RJ ; LOCAL EM QUE SERIA EFETUADO O PROTESTO.
NÃO QUERO JULGAR; NEM DEFENDER NINGUÉM POIS TODOS SOMOS ADULTOS E ACREDITO QUE SOMOS RESPONSÁVEIS PELOS NOSSOS ATOS.
EU NEM SEI COMO ELE TEVE A CORAGEM DE PROPOR TAIS EVENTOS E PELO QUE DEU PARA ENTENDER A TUA FRUSTRAÇÃO; POIS REALMENTE ACREDITASTE QUE ELE E OUTROS IRIAM DISPOSTOS A PERPETRAR O QUE ELE HAVIA PROPOSTO.
NÃO SEI; E SOMENTE ELE DEVE SABER E ACREDITO ATÉ QUE PODERÁ TE RESPONDER; PORQUE NÃO COLOCOU EM PRÁTICA O QUE PROPÒS.

ACHO ATÉ QUE HOUVE UM DESENCONTRO NOS HORÁRIOS; POIS TERIAS QUE ENTRAR JUNTO COM ELES QUE CONSEGUIRAM UMA "AUDIÊNCIA" COM OS ATENDENTES DA PREVI.

EU SEMPRE FIQUEI ASSUSTADO COMO O QUE VINHA SENDO PROPOSTO; SE ELE TERIA CORAGEM DE LEVAR ADIANTE SUA PROMESSA DE DESFILAR COM POUCA ROUPA; LÁ NA FRENTE DO PRÉDIO DA PREVI; E TE DIGO EU NÃO TERIA CORAGEM.

NÃO TENHO PROCURAÇÃO DADA POR ELE PARA TE PEDIR DESCULPAS;POIS FOSTE MUITO SINCERA E QUEM SABE COMPARECESTE COM O FIRME PROPÓSITO DE EFETUAR O MOVIMENTO PROPOSTO; O QUE SERIA O TAL DO "PELADAÇO".

AS COISAS NA VIDA AS VEZES NEM SEMPRE SE REALIZAM DE ACORDO; COM AQUILO QUE PROPUSEMOS OU ALMEJAMOS;EU EMBORA LÁ; SE FOSSE NÃO TERIA TIDO A CORAGEM
DE FAZER O QUE PROPUSERAM.
ENTENDO A TUA FRUSTRAÇÃO; NEM SEI SE VAIS ACEITAR O MEU PEDIDO DE DESCULPAS.

TODOS ESTAMOS ENVOLVIDOS NA MESMA SITUAÇÃO; TEMOS UM GRANDE OBJETIVO O QUAL SEJA O DE RECEBERMOS O QUE NOS É DE DIREITO.
NÃO PODEMOS PERDER A NOSSA VISÃO DO ALVO E OBJETIVO MAIOR A SER ATINGIDO. EU DE MINHA PARTE ESTOU TOMANDO ESTA INICIATIVA; POIS ME COLOQUEI NO TEU LUGAR; E QUE SE EU ESTIVESSE LÁ E ACONTECESSE O QUE ACONTECEU CONTIGO; VOLTARIA PARA CASA; COMO SE DIZ AQUI NO SUL; "CUSPINDO MARINBONDO"; E MANDANDO TODO MUNDO LONGE .!

FICO REALMENTE MUITO SENTIDO;POR TERES TENTADO E ESTAVAS DISPOSTA A ENCARAR O "PELADAÇO"; A TUA MANEIRA; E COM CERTEZA VOLTASTE PARA CASA COM UMA (COMO SE DIZ POR AQUI); "CARA DE TACHO".!

ME COLOCO EM TEU LUGAR E EM TUA SITUAÇÃO; E SOFRO JUNTO CONTIGO; SEI QUE ESTÁS FRUSTRADA; MAS TENS QUE TENTAR RELEVAR; FOI UMA SITUAÇÃO QUE NÃO DEU CERTO NESTA "GUERRA".!

ESPERO QUE RELEVES TODO ESTE INCONVENIENTE QUE TE FRUSTROU E POR FAVOR DESCONSIDERES ESTA FRUSTRAÇÃO.
NÃO SEI SE CONTINUARÁS APOIANDO ; EU SOLICITARIA QUE RECONSIDERASSES A SITUAÇÃO E VAMOS ADIANTE POIS NOSSO OBJETIVO É CHEGAR LÁ ADIANTE COM O ALVO ATINGIDO.

ACHO QUE DO MEU JEITO; ME FIZ ENTENDER. E EXPÕE OS TEUS SENTIMENTOS; NA REALIDADE NÃO PODEMOS NOS DESUNIR ;DE MANEIRA ALGUMA;CERTO ?
SAÚDE PARA TI; JÁ SABES QUEM ESTÁ MANDANDO ESTA MENSAGEM; O "GRITÃO". JAMAIS ANÔNIMO; HELENO PINTO NOBRE ; MATRIC. 3984.740-3; ATÉ A MORTE. EU LÁ NÃO TERIA FEITO MELHOR.
ACHO QUE DEVEMOS AO MENOS DAR LOUVOR AOS QUE TIVERAM A CORAGEM DE COMPARECER.

OBRIGADO POR TUA ATENÇÃO; E PENSA A FRENTE ;CERTO ? UM FORTE ABRAÇÃO PARA TI ; NÃO NOS QUEIRAS MAL ." MINHAS DESCULPAS MESMO"

Anônimo disse...

Tem gente precisando de explicações no blog BRONCA do Claudio Humberto. O cara pensa que é dinheiro do governo, precisa ler um pouco de história da PREVI, conto com a ajuda de um Rossi, Marcos ou dos feras que publicam seus comentários muito pertinentes neste blog, para rebater.
Elisabeth

" 09/02/2011 | 11:33
Fundos de Pensões: quem os banca?
Senhores bronqueiros. Ontem saíram comentários neste blog sobre o Fundo Previ, que estaria dando calote nos aposentados do BB. Confesso que gostaria muito de saber como é formado o capital de um fundo de estatal, porque, segundo se sabe, o Previ, o Petrus e o Funcef estão tão abarrotados de dinheiro que já são sócios das estatais que os criaram, e investem pesado em outras obras, como na usina Belo Monte, por exemplo. A julgar pelo fundo Valia que a CVRD criou, mesmo deficitária, quando o TN cobria os seus rombos, pode-se imaginar que esses milonários fundos de estatais são formados por mais de 90% do dinheiro delas próprias, onde os funcionários contribuem com uma merreca.
Paulo Corrêa de Araujo
Vila Velha - ES

Carlos Norberto Kasper disse...

Caro Marcos,

Tem algumas questões legais que no passado não eram motivo de preocupações do pessoal do PB1. Por exemplo: qualquer alteração no Estatuto da Previ que traga prejuízos ao Fundo, terá que ser referendado pelos associados? Caso a norma legal for esta, ajustes determinados pelo MF, não implicam na anulação do referendum de 15/12/2010 ?

2º- o silêncio relativamente aos termos do ajuste não terá a maquíavélica idéia de: primeiro adoçarem nosso bolso com o crédito do Superávit, talvez inclusão do INSS, no cálculo, para depois submeterem as alterações a nova votação ?

3º - Veja que um açúcar a mais, como o da inclusão do INSS, não altera absolutamente nada em relação aos 7,5 bilhões, eis que o Memorando de Entendimento, é claro: pagamento enquanto houverem recursos.

4º - Estejamos muito atentos, neste momento o mais intrigante não é a data do crédito, é a ¨caixa preta¨ do que estão alterando.
Carlos Norberto Kasper

Anônimo disse...

Colegas,


Ouço dizer em conversas de funcionários aposentados do Banco do Brasil, que os próximos protestos serão nas agência do BB.

Atenção imprensa nacional os protestos serão frequentes e duradouros até que o Banco do Brasil e o Governo devolvam os valores retirados da Caixa de Previdência dos Funcionários/PREVI em toda a sua História inclusive no famigerado governo fhc.

É sério, a repercussão será
sentida no Exterior onde o BB se prepara para comprar bancos com o dinheiro dos aposentados.

José Roberto Eiras Henriques disse...

Sr. João Rossi Neto:

A reporter, obviamente orientada pelo Sr. Flores, distorce o resultado do plebiscito ao informar que 80% dos participantes aprovaram o repasse de 50% do superavit para o Banco do Brasil.

Veja, abaixo, a analise que a AFABB de Tupã - SP fez sobre o resultado do referendo em post publicado em seu blog no dia 18/12/2010:




UM OLHAR SOBRE O PLEBISCITO 2010
SISBB URA Total
Sim
71,73% 85,98% 80,14%

Não
26,81% 12,38% 17,89%

Brancos
1,47% 0,57% 0,94%

Nulos
0,99% 1,06% 1,03%

Votaram
80,86% 43,50% 53,67%

Não votaram
19,14% 56,50% 46.33%

Total de Votantes

(SISBB) = 32.173

(URA) = 86.119

Total 118.292



Em relação ao total dos aptos a votar, o “sim” obteve 43%,

enquanto as abstenções, nulos, brancos e “não” somam 57%.

O destaque dado ao porcentual de aprovação (80,14%), é um desvio de qualidade de informação, e vê-lo como vontade absoluta dentro do universo maior dos participantes e “assistidos” do PB 1, é uma conclusão falsa e sensibiliza apenas se olhado com superficialidade, o que não é próprio de uma categoria.de funcionários da ativa e aposentados do BB, que, tendo sido aprovados em difícil concurso, mostram ter uma boa reserva cultural acumulada e.conseqüentemente, melhor discernimento.



Observa-se que o porcentual dos votos “não” foi maior entre os funcionários da ativa (26,81%) em relação aos dos aposentados.(12,38%), o que pode indicar melhor grau de conscientização, ou, talvez, forma de repúdio ao patrão, ou ambas as coisas.



As abstenções dos da ativa (19,14%) foi bem menor do que as dos aposentados (56,50%). Ouvimos muitas queixas quanto ao 0800 729 0808 sempre ocupado, impedindo o exercício do voto, mas certamente, não foi esse o motivo do baixo comparecimento.

São José do Rio Preto - SP

Anônimo disse...

O peladaço(ou vestidaço?) foi o primeiro passo, que servirá de guia para outras manifestações.O movimento poderia ter esperado pelo menos 30 minutos, com faixas maiores e facilmente legiveis,antes de entrar na toca dos leões. Da maneira como aconteceu,a impressao é que os envolvidos precisavam apenas de um afago em suas cabeças e o assunto estaria resolvido. Me entendam bem: o fato de eles terem iso já representou muita coisa,se considerarmos que a imensa maioria está apática e muitos alheios às ameaças que pairam sobre o nosso fundo.

Anônimo disse...

SUGESTÃO DE UM MODELO DE PANFLETO:


VAMOS PASSAR A “PREVI” A LIMPO, NUMA GRANDE AUDITORIA
ANTES QUE ELA SEJA LIQUIDADA
A única associação capaz de executar essa empreitada:
w w w . a a p p r e v i . c o m . b r
Dentro do site, acesse o seu blog, e acompanhe seus editoriais, os comen-
tários do público, participe e o mais importante divulgue.

----------------------------------------------------------------------


Assuntos que temos que pensar para
chegarmos a um consenso:

1- As várias formas de protestarmos
-a grande arma: INTERNET
-nas agências, entrando em fila
do caixa para sacar 1,00 e re-
tornando para a fila etc.....
-junto ao BB em Brasília
-junto ao Congresso
-junto à órgãos internacionais
-mega evento, bem organizado,
com faixas grandes, para que
saia nos principais jornais

2- Distribuição de Superávit, qual
forma é mais justa??
-partes iguais entre todos,isso
nos uniria mais!?!?
-um percentual igual para todos?
-uma parcela fixa e um percentu-
al igual para todos?
-pessoal da ativa, como seria?
-etc

3- Podemos confiar em governos e
dirigentes da Previ? o que fa-
zer? Será que vale a pena man-
ter esses dirigentes com altos
salários, palácios mourisco e
sempre querendo nos confiscar?
-sugiro quando o último funci
da ativa do PB1 aposentar-se,
dividir o patrimônio da Previ
em partes proporcionais aos
benefícios, antes que o gover-
nos confisque tudo! ! ! !


Nas próximas manifestações, sugiro
criarmos um crachá, pode ser ape-
nas um "oitavado" escrito ""PB1"",
para ser uma identificação inicial
mas todos deverão estar portando
o cartão PREVI ou espelho. Sugiro
também, logo ao inciar, fazermos
uma lista de presença.

ELES NOS FILMARAM, MAS NÓS TAMBÉM
OS FILMAMOS E APRENDEMOS! ! ! ! !


""PB1 UNIDOS, JAMAIS SERÃO VENCI-
DOS! ! ! ! ""

FORA ANABB!!!!!!

ASSINEM A PETIÇÃO CONTRA A RES 26, ACESSEM UNAP-BB!

Alan rj/rj

João Rossi Neto disse...

Caros Colegas,

Quantas vezes nós fizemos críticas ácidas contra a PREVIC, por conta da sua irresponsabilidade em forjar a Resolução 26/2008.
Acho que ela está dando uma demonstração de força, mercê dessa retaliação em postergar a definição do assunto, não só para nós, participantes e assistidos, mas também para os outros órgãos governamentais, de que é ela, PREVIC, que tem a palavra final, podendo inclusive indeferir o acordo, nas bases em que foi firmado.
Só não fará isso porque além de desmoralizar o BB, retira do seu fluxo de caixa, os R$ 7.5 bilhões, que já devem estar reservados para fazer face a outros compromissos, possivelmente já fechados. Realmente isso parece mais uma queda-de-braço, na qual a Superintendência espera vencer. Isto posto, acho que a decisão vai sair muito próxima do vencimento do prazo -- 30 dias úteis -- do protocolo, e deve ter o objetivo de servir de lição para que, no futuro, tenhámos mais respeito com o seu nome. Dentro deste contexto, acho que o crédito deve ocorrer em 20 de março/2011.Não estou fazendo juizo de valor, são minhas suspeitas.

Anônimo disse...

PROTESTO SURTIU EFEITO??

VAMOS AGUARDAR, ATE AGORA NAO CAIU NADA NA MINHA CONTA, NEM VI MARCAREM AS TAIS REUNIOES PARA NOVAS NEGOCIAÇOES.
DEPOIS POR GENTILEZA DIGAM-ME QUE EFEITO QUE SURTIU VERDADEIRAMENTE.
ENTRE NÓS EU SEI QUE SURTIU GRANDE EFEITO MORAL, LEVANTOU O ASTRAL E FOI UM MARCO INICIAL, MAS DE RESTO ESTOU NO AGUARDO.
QUANDO VER A COISA ANDAR DE VERDADE, VOLTO AQUI E DIGO: AGORA SIM VI O EFEITO.

PLINIO ARRUDA

Anônimo disse...

Senhor Rossi, se suas suspeitas concretizarem-se e o credito vir somente em 20 de março, conforme eu disse antes, meu gerente deve ser PARANORMAL, ja que desde o dia 23/12/2011 ele afirmou claramente que o credito so sairia em março.
Alguem pode me explicar como ele sabia disto com meses de antecedencia e nós aqui tendo outra visao disto tudo?
Nao acredito em coincidencia ou que ele apenas falou por falar.
Nem sei o que dizer, se for verdade estamos desde dezembro com nariz de palhaço.
Sera que caimos numa cilada da Previ, do Banco e do proprio governo, com esta demora forçada sa Previc eu nao duvido disto.

Norma Francoso da Rocha

Anônimo disse...

Colegas,

Bastante relevante o que postou o João Rossi.
Esta confusão entre nós e a PREVI pode estar respingando no órgão que, venhamos e convenhamos não tem nada a ver com o crédito do superávit, mas sim com a análise técnica do acordo de distribuição. Quem libera o crédito é a PREVI, após a homolgação do acordo.
A questão é que a PREVI fez lambança conosco e não quer admitir que criou a expectativa de crédito rápido, mas criou sim. E como a PREVIC é a última instância do acordo, indiretamente acaba sendo atingida por este impasse que estamos vivendo com a PREVI.
Ainda mais que muitos colegas foram lá pressionar a PREVIC com telefonemas diários, e outros mais exaltados pregam até um protesto diante do órgão. A própria Previ sabendo da "eca" que fez conosco quer tentar consertar e também fica pressionando a PREVIC.
Precisamos ter muita cautela e centrar nossos esforços junto aà PREVi, que é o nosso alvo.
Esqueçam a PREVIC, pois enquanto eles se sentirem pressionados por nós, mais vão retardar a homologação.
Abraços a todos.
Claudio

Anônimo disse...

Como vcs sao tolos. Qualquer um entra no prédio da Previ e essa manifestação "monstro" de meia duzia de gatos pingados vai fazer a grana sair mais rapido? O Medeiros peca pela vaidade e os que acreditam que ir lá na Previ adianta o credito estão muito enganados...

Anônimo disse...

Colega ROSSI,

você não se manifestou a respeito da mensagem de 9 de fevereiro de 2011 das 03:49, em atenção a sua menagem de 8 de fevereiro de 2011 das 18:23.

Como disse, espero ter contribuído de alguma forma.

ricardo o.c.de albuquerque disse...

Em adendo ao anonônimo das 9,27 quero informar que só podendo chegar por volta das 13 horas, circundei o palacio PREVI com meu carro para achar uma vaga, não vi ninguém, parece-me, agora, que já tinham entrado. Nem parei e voltei para casa, achando que a manifestação tinha gorado, ficando alegre hoje, ao saber do seu êxito. Parabéns a todos os que compareceram. Podem somar mais um ao total dos participantes. abraços. Ricardo

Anônimo disse...

Marcos, taí uma coisa pela qual devemos lutar nas próximas negociações. Isso é uma excrecência.

Vou continuar esperando, e lutando do meu modo, para ver se um dia acabem com a tal “PP”

On Qui 23/12/10 23:00 , José Luiz Tavares Rosin



Amigos,





No começo de dezembro fiz o questionamento abaixo a Presidencia da ANABB, após o recebimento da Mensagem daquela Associação a respeito das negociações sobre o Superavit da Previ. Hoje recebi a resposta que faço questão de repassar a voces.



Vou continuar esperando, e lutando do meu modo, para ver se um dia acabem com a tal “PP” – Parcela Previ



Abraços



José Luiz





———- Mensagem encaminhada ———-
De: ANABB
Data: 23 de dezembro de 2010 14:44
Assunto: Resposta da pergunta enviada para o site da ANABB
Para: José Luiz Tavares Rosin

Sua resposta foi postada para o seu tema de interesse no Sistema de duvidas do site ANABB.

Pergunta:
Senhor Presidente, Recebi hoje, uma mensagem dessa ANABB dando ciência da efetivação de negociação com o fechamento de um acordo visando a distribuição do Superavit relativo ao Plano 1 da Previ. É uma grande notícia visto que trará melhoria substancial aos valores de aposentadoria pago por aquela Previ. No entanto, o que mais me incomoda é que apesar de alguns percalços ocorridos no ano passado (crise financeira mundial) a Previ vem tendo constantes superavits, o que COMPROVA aquilo que sempre combati - a famigerada Parcela Previ - que com sua criação diferenciou uma parcela enorme dos funcionários pertencentes ao Plano 1. A luta mais correta no meu entendimento seria a de por um fim na Parcela Previ, com os devidos acertos àquilo que nos deixou de ser pago e aí sim, estudar o que se faria com o resto. Infelismente isso não ocorreu ou quem efetuou as negociações não se preocupou com esse grupo de funcionários que continuarão a ser prejudicados.

Um abraço

José Luiz Tavares Rosin



Resposta:
Prezado José, informamos que a Diretoria da ANABB considera que o atual acordo, fechado entre o Banco do Brasil e as entidades do funcionalismo sobre o superávit da Previ, é um avanço e demonstra o compromisso assumido pelo governo e pelo Banco do Brasil em buscar solução para o realinhamento do Plano de Benefícios 1. Como é de conhecimento de todos, a ANABB, em conjunto com os associados e as demais entidades do funcionalismo, defende várias propostas de mudança das regras do plano. No acordo atual, elas ainda não foram plenamente contempladas, uma vez que se buscou, prioritariamente, a maneira mais rápida para se distribuírem os recursos superavitários, para que os colegas do BB não precisassem adiar ainda mais a agoniada espera indefinida.. No entanto, a partir de jan/2011, será possível retomar a discussão do assunto, uma vez que se abriu a possibilidade de alteração no regulamento do Plano de Benefícios 1, permitindo a c orreção de outras injustiças. Mais um importante ciclo se iniciará. E, no que depender da ANABB, mais uma oportunidade para beneficiar todos os segmentos que compõem o Plano de Benefícios 1. Agradecemos seu contato.

Anônimo disse...

Não entendo muito das coisas, mas faço uma pergunta:umk acordo não pressupõe a presença de duas partes? Pois bem, se o BB já usou ainda que contabilmente, os seus 50% e nós, os assistidos ainda aguardamos uma resposta da PREVIC, não haveria aí uma incoerência? Ou seja o BB já está satisfeito com a utilização de sua parte do acordo e nós temos que passar por tantos dissabores? Poe que o cumprimento unilateral de um acordo que foi firmado por DUAS partes...? Alguem sabe responder...?

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

O processo em que sindicatos pedem o impedimento da distrbuição do superávit em favor do Banco tem audiência marcada para o dia 1°/03/2011.

Acaso não será isso que retarda a definição da PREVIC?



http://www.trt10.jus.br/?mod=servicos/consultasap/resultado_consulta.php&numproc=01761&anoproc=2010&varaproc=008#

Ação Civil Coletiva
Numeração Antiga: 01761-2010-008-10-00-5 - 8ª Vara do Trabalho de BRASÍLIA-DF
Numeração Única: 0001761-92.2010.5.10.0008
Distribuição 15/12/2010

28/01/2011 - 10/01/2011
Designo o dia 1º/3/2011 às 8h25min para realização da audiência relativa à presente Reclamação Trabalhista, a ser realizada na sala de audiências da Eg. 8ª Vara do Trabalho de Brasília-DF, situada na avenida W/3 Norte, Quadra 513, Bloco B, lotes 2/3, 1º Andar, Sala 114, nesta Capital. Intime-se o(a) Reclamante, através de seu procurador devidamente constituído, para comparecimento pessoal, sob pena de extinção do processo sem julgamento de mérito, nos termos do art. 844, da CLT. O advogado do Reclamante deverá cientificar seu cliente da assentada designada.Por ocasião da audiência, deverão as partes apresentar os seguintes elementos: a) RECLAMANTE(S): número e série da CTPS, RG, CPF, PIS, PASEP e NIT (Número de Inscrição do Trabalhador), dados que propiciarão a alimentação do sistema informatizado da Vara e a regular tramitação do feito. Considerando, todavia, a diversidade/complexidade da matéria e pedidos em debate, haverá o fracionamento, conforme permissivos legais (art. 852-H, §§ 1º e 7º), com designação específica de audiência de instrução e julgamento. Na impossibilidade do comparecimento espontâneo de testemunhas, o respectivo rol deverá ser apresentado na audiência supra designada, sob pena de preclusão. Por fim, determino que os autos venham conclusos com antecedência mínima de 24(vinte e quatro horas) da data designada para audiência. Juiz do Trabalho LARISSA LIZITA LOBO SILVEIRA

Anônimo disse...

Alguns otimistas, de vez em quando, relembram o compromisso de iniciar negociações para realinhamento do plano de benefícios. Uma negociação neste momento seria dar milho para bode, fazer o que a PREVI e o BB querem. No balanço da PREVI, a conta Reserva para Revisão do Plano de Benefícios, com os 20%, foi zerada, e este ano, o balanço de janeiro deve apresentar déficit, devido às fortes quedas da Bolsa de Valores.
Se houver negociação, o Banco vai alegar que nada pode conceder, pois não há dinheiro. Na minha opinião, o memorando de entendimentos deveria ser renegociado, estabelecendo-se o início impreterível das negociações para quando a PREVI apresentar, daqui para a frente, o primeiro superávit.

Anônimo disse...

Washington Lopes, li sua resposta no Blog Claudiohumberto/BRONCA, Fundos de Pensão quem os banca.
VALEU.
Elisabeth

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Minha opinião. Se o regulamento de benefícios da Previ estiver sendo adaptado para incluir as normas da resolução 26 e também para que o BB possa utilizar os seus 50% para "quaisquer finalidades", então aí, vai ser o começo do fim da nossa Previ. Porque isso? Primeiro, porque haverá, a partir daí, uma grande pressão para a mudança da LC 109, porque nenhum governo, seja tucano ou petista, vai arriscar-se a perder na justiça importâncias tão vultosas, como os 7,5 bilhões do atual superavit.

Em segundo lugar, tendo em vista que os nossos representantes representam mais o interesse do governo do que os nossos, quem garante que não haverá manipulação contábil para gerar falsos superávits, baseados em falsas avaliações, para "engordar" a parte do BB e, por consequência, do Governo.
Lembrem-se, nós estamos num país onde o grau de corrupção é um dos maiores do planeta e os "300 picaretas" se encontram ávidos para trocar cargos em troca de votos no Congresso Federal.

No momento, a nossa situação guarda uma semelhança com a do empresário Silvio Santos. Ele confiou demais nos seus representantes e, como consequência, ficou sem o seu Banco e, talvez, tenha que pagar uma quantia milionária ao Imposto de Renda.
Se não ficarmos alertas e mobilizados, talvez a nossa Previ siga o mesmo caminho. E talvez a gente ainda fique devendo alguma coisa para o Leão. Quem viver, verá.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Mensagem recebida do Colega Antonio Americano.

Prezado Marcos,



No final do mês acessei o site do Ministério da Previdencia , chegando até a página da Previdencia Complementar , OUVIDORIA, onde se abriu uma página para que eu pudesse fazer minha solicitação.

Pedi informação sobre o processo do acordo e recebi a seguinte informação que reproduzo abaixo:



Prezado Senhor Antonio,

Em atenção a sua manifestação cadastrada nesta Ouvidoria sob código CCCF47806, sugerimos que Vossa Senhoria procure a Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil-PREVI, para informações a respeito do assunto mencionado em sua reclamação.

Novas reclamações, sugestões, elogios e denúncias poderão ser cadastrados por meio do sítio www.previdencia.gov.br no link Ouvidoria-Geral ou da Central 135, cujo atendimento é realizado de segunda a sábado.

Atenciosamente

Hoje, novamente efetuei novo pedido, dizendo que a PREVI havia informado apenas que o processo se encontrava da PREVIC, ETC.



Que tal repassar para nossos colegas esta informação e pedir que TODOS façam uso do site da Previdencia e solicitem informações precisas sobre o processo, coisa que a PREVI não fez até agora.



Atenciosamente

ANTONIO AMERICANO

Anônimo disse...

ATENÇÃO!!! EM MARÇO/2011......
FUNCIS(ATIVA E APOSENTADOS) COMPRAM BANCO NOS EUA.....
NÃO, QUEM COMPRA É A PREVI....
NÃO, QUEM COMPRA É O BB...

ME ENROLEI!.... AGORA NÃO SEI MAIS QUEM VAI COMPRAR. SÓ SEI DE ONDE ESTA VINDO A GRANA......

ME ESQUECI! SÓ FALTA A PREVIC AUTORIZAR.....

Obs: 7,5 bi dá para comprar um bom banco nos EUA.

Anônimo disse...

Pessoal, não sei porque tanta choradeira !!!
Uns reclamam a demora pelo crédito, outros choram porque estão sacaneando.

ORA BOLAS !!! AO APROVARMOS O
ACORDO ASSINAMOS UM CHEQUE EM BRANCO PARA OS NOSSOS ALGOZES, O GOVERNO E O BB E É IDIOTICE ESPERARMOS QUE ELES NOS TRATEM COM DECÊNCIA. PASSARAM-NOS A PERNA E NÃO ADIANTA FICARMOS ESPERNEANDO. AGORA É TARDE, A INÊS É MORTA.

Em tempo: VOTEI "NÃO".

Marcondes Marinho

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Manifestação na PREVI. Relato de quem esteve presente:

Prezado Marcos Cordeiro de Andrade (http://www.previplano1.com.br),

Eu sou um dos 23 participantes da reunião feita dia 08/02,
na PREVi-RJ.

Confesso que fico triste quando vejo os fatos serem deturpados
por alguns participantes do evento. Vamos aos fatos:

- Cheguei por volta de 11:50, estava tudo calmo no Hall do centro empresarial
onde a PREVI tem sua sede, havia cerca de 8 aposentados do Banco (vi isso
depois, pois não conhecia ninguém). Sentei para tomar café e esperar os
demais colegas. Logo formávamos uma mesa com 7 pessoas, a Jane Torres
de Melo, diretora da AAPPREVI, era uma delas. Em momento algum houve,
alvoroço, cantoria, discurso ou qualquer manifestação do gênero.

- Por volta de 12:30, os colegas que estavam na entrada do prédio começaram
a tirar fotos com cartazes sobre a distribuição do Superavit. Juntamo-nos ao
grupo para as fotos.

- Logo após, um dos aposentados, que não conheço e não sei o nome, apareceu
com o funcionário André da PREVI, e fomos informados que seríamos recebidos
por representantes da PREVI. A diretoria estava em reunião, e quem prestaria
os esclarecimentos necessários seriam 3 funcionários, sendo um deles o Chefe de Gabinete da Presidência.

- O grupo entrou no prédio, e as moças que fazem a identificação dos visitantes
para a entrega de crachá, ficaram surpresas com a quantidade de pessoas (20
mais ou menos) que elas teriam que registrar. Acho que por iniciativa do André,
e para agilizar nossa entrada, fomos liberados sem a devida identificação.

- No 3º andar do prédio, a PREVI disponibilizou uma sala para ouvir nossas
revindicações. Posso garantir, e você deve certificar-se disso com a Jane,
que fomos recebidos COM MUITO RESPEITO E EDUCAÇÃO, de todos
os funcionários da PREVI envolvidos no processo. NÃO HOUVE "o ambiente
hostil e pouco educado", como divulgado no Blog do Medeiros. Se alguém
não primou pela educação, fomos eu e um ou outro colega quando nos
manifestamos, sugerimos ou perguntamos alguma coisa.

- O principal motivo da nossa manifestação (que transformou-se numa amigável
reunião com representantes da PREVI), era saber a situação da distribuição
do Superavit. Os representantes da PREVI informaram (veja bem, em momento
algum eles se desculparam de alguma coisa) que só depende da aprovação da PREVIC, e que os diretores e técnicos da PREVI estavam em contato constante
com aquela entidade, no intuito de agilizar o processo. Mais tarde, no mesmo
dia, recebi um e-mail de colega, informando que para este tipo de alteração no
estatuto ou regulamento dos planos de benefícios, a PREVIC tem um prazo de
30 dias úteis para dar seu parecer.

- Finalmente, pedimos que esta informação fosse passada a todos os associados,
através do site da PREVI, com maior constância, pois a falta de informações a
respeito do processo, esta causando intranquilidade aos associados. No mesmo
dia (08/02) a PREVI divulgou nota a respeito, inclusive com o cronograma do
processo.

Se necessitar de mais alguma informação, pode me contactar através de:
waldyrtorres@gmail.com
(21)
(21)

Abraços,

Waldyr Vianna Torres

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

A CALÇADA DA FAMA

O Blog Previ Plano 1 e a AAPPREVI estão colecionando os depoimentos dos 23 heróis do Mourisco.
Pedimos utilizar o e-mail da AAPPREVI para o registro:

aapprevi@aapprevi.com.br

João Rossi Neto disse...

Vulgo prcine, de 08/02- 17:54 ,

Em primeiro lugar, quero saber para onde devo mandar a conta, porque eu vou cobrar os meus direitos autorais, uma vez que você está me plagiando?
Em segundo, saiba que a própria Cecília reconheceu que o seu texto estava completamente equivocado, fez outro, e pediu desculpas pela falha.
Terceiro, se você ficou ofendido pela mensagem que enviei aos Conselheiros da Previ, quando eu mandar a ração deles, enviarei cota extra para vocês fazerem a refeição juntos.Eu tinha certeza que esse pessoal da Previ iria colocar farejadores no meu encalço.
Alerte-os que eu não retirar nada do que disse, tenho as costas largas, respondo pelo que faço. Faço críticas e elogios, mas estes as pessoas tem que mostrar talento e qualidades para merecê-los.

Anônimo disse...

A Bolsa está "derretendo" e nossos recursos, mal aplicados em renda variável tão SUMINDO. Corremos o sério risco de ainda termos que pagar pela IRRESPONSABILIDADE dos "dirigentes" da Previ. E pensar que alguns colegas ainda votaram SIM no Acordo só pensando em si próprios. Já os ditos "representantes", estes se venderam e já devem ter colhido seus frutos da doação. Que país é esse?

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

SUPERAVIT - Ação Judicial - Dúvidas.

João Rossi Neto consultou o BB:

----- Original Message -----
From:
To: "João Rossi Neto"
Sent: Wednesday, February 09, 2011 7:48 PM
Subject: Re: Ação Civil Coletiva


Caro João Rossi,

Preciso fazer uma consulta sobre essa ação. Por isso necessito de mais
tempo. Assim que tiver algo de concreto volto a manter contato!

Atenciosamente

Carlos Alberto Carvalho





Para:

João Rossi Neto cc:


09/02/2011 18:43
ZW2







Caro Carlos Alberto,


Informe-me, por gentileza, com toda sinceridade, se essa Ação Coletiva
ajuizada pelos: Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários do
Estado do Espírito Santo -SEEB/ES, Sindicato dos Empregados em
Estabelecimentos Bancários do Rio Grande do Norte-SEEB/RN, Sindicato dos
Empregados em Estabelecimentos Bancários e Financiários de Santos e
Região-SEEB/SANTOS e CSP CONLUTAS- Central Sindical e Popular, em desfavor
da Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil-PREVI e do
Banco do Brasil S.A, processo tramitando no Tribunal Regional do Trabalho
do Distrito Federal, 8ª Vara, nº 00011761-92.2010.5.10.0008, com audiência
marcada para 01/03/2011, às 08:25 hs, estaria travando a distribuição dos
superávits da nossa Caixa e protelando a decisão da PREVIC. Aguardo as
suas notícias com urgência, visto que o assunto é de interesse mútuo. Nós
estamos interessados em receber a nossa parte dos superávits e até então,
desconheciámos a existência dessa ação.

Anônimo disse...

Caros colegas.

Fungindo um pouco do nosso tema principal denominado Superavi, há partir do hoje, com certeza estaremos mais fortalecidos pela indicação do ilustre Ministro do STJ Dr.LUIZ FUX para o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. Dotado de uma grande capacidade jurídica e de um enorme senso de humanidade, nós só teremos a ganhar com essa indicação. Aqueles que não cumprirem as Leis, principalmente contra os menos favorecidos, a partir de hoje, estarão muito preocupados. Mais um tento a favor da Presidenta DILMA ROUSSEFF.

anonimo sem vez disse...

Marcos,

Com relação a idéia de manifestação dos aposentados nas agências do Banco acho que não vai pegar bem.

1) No site do Claudio Humberto já apareceram broncas e questionam que foi o Banco que criou esse enorme patrimonio de R$ 140 bilhões e esse pessoal ja se voltam contra nós;
2) Os clientes do Banco estão mais preocupados com seus problemas, suas dívidas, inadimplemento, mau atendimento por parte das agências, funcionários carrancudos, estressados e outras milongas mais;
3) Então é um risco muito grande porque na memória do povo nós somos marajas e ponto final. Não podemos e nem devemos tentar utilizar o cliente pois ele não faz parte do processo.

Nós podemos fazer uma ou várias manifestações bem organizadas em frente a sede do Banco em Brasília. Quem sabe o presidente do Banco nos receba, pois, quem bate sempre a porta de alguém corre o risco de ser recebido.

Boa sorte a todos.

Julio disse...

Ao anônimo 15:12,

Mas na grande imprensa o Sr. Fux tomou um chá de cadeira de 4 horas na granja do Torto esperando sua excelência, a PresidentE, que secamente disse-lhe: "estou encaminhando a sua nomeação para o STF". Que bom começo!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Mensagem recebida ontem, do Colega José Domingos Moreira Filho, dando conta do repasse do post “A calçada da fama” aos seus amigos:

Repasso, em CCo, a mensagem constante do anexo de autoria do colega Marcos Cordeiro, Presidente da AAPREVI.

O texto trata do ato de manifestação perante à PREVI, de iniciativa de outro valoroso colega - MEDEIROS, de Porto Alegre(RS) - em defesa dos interesses dos 120.000 aposentados e pensionistas.

Até agora, temos sido enganados, ludibriados e "passados para trás" pelos auto-proclamados nossos representantes, falsos líderes, verdadeiros vendilhões do templo.

Foi assim em 1997, quando do famigerado acordo BB x PREVI, em que o BB nos lesou em cerca de R$ 11 bilhões, assim como em 1996, no acordo BB x CASSI, através do qual o Banco do Brasil se livrou do "entulho" formado pelo contingente de associados (funcionários, dependentes e pensionistas), sob a falaciosa afirmação de que estava concedendo autonomia à CASSI.

Os atores de hoje e de ontem são os mesmos. São os mesmos pseudo-sindicalistas, arautos do poder central, e os mesmos falsos-líderes, que tudo que não é deles entregam para alcançarem um espaço junto à corte e ter uma "boquinha" com direito a usarem ternos ou vestidos bem cortados, lap-top, celulares institucionais e canetas Mont Blanc.

São os mesmos, alguns deles, que já passaram pela PREVI e pelo GAREF com medíocres atuações, sempre com resultados negativos para os seus representados.

São os mesmos, alguns deles, que jamais souberam fazer qualquer trabalho no Banco do Brasil, como a simples elaboração de uma partida contábil, pois, tão logo ingressaram no BB, iniciaram militância sindical da qual nunca mais saíram.

São os mesmos, na maioria deles, que buscam, tão-somente, o conforto da auto-promoção para se aproveitarem das migalhas caídas dos fartos banquetes da corte palaciana, com direito a fotos em "mesas de negociação", onde são entregues à degola as cabeças de todos nós, aposentados e pensionistas.

Por onde andam os defensores do "acordo" BB x PREVI de dezembro passado e os que, veementemente, defendiam o SIM, sob o irresponsável e malicioso argumento de que seria melhor ter a metade do superávit do que nada ter ? O que receberam eles e por que silenciaram diante da arrogância/abuso de poder do BB, Governo e PREVI ?

Votei NÃO, por entender que o superávit pertence, única e exclusivamente, aos associados da PREVI (participantes e assistido - linguagem pejorativa que nos foi dada pelas Leis Complementares 108 e 109) e, jamais, em qualquer percentual, ao patrocinador Banco do Brasil, assim como por ter a certeza de que uma resolução (7ª na hierarquia das leis) não tem poder para alterar uma Lei Complementar (2ª na mesma hierarquia das leis).

A manifestação de hoje, junto à PREVI, mesmo tendo sido realizada por, apenas, 23 colegas (aposentados e pensionistas), tem significativa importância e nos remete para o texto de Marcos Cordeiro, sob o tema "Tomem tento", num alerta ao BB e à PREVI, com os seguintes termos (parte do texto):

Continua na II parte

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

II parte

"Compartilhem esse recado ao Banco do Brasil e à PREVI: Cuidem-se, fiquem alerta.
Estão brincando com fogo e não são mais crianças para mexer com o perigo sem
medo das conseqüências. São dois adultos secularmente experientes.

Estão cutucando a onça com vara curta sem atentar para o fato de que não podem continuar
agindo impunemente contra uma frágil classe que não sabia se defender. Os tempos mudaram
e o progresso, com a globalização, chegou de um salto atingindo fortes e fracos, fragilizando uns
e fortalecendo outros em direção à igualdade de forças e poderes. A internet foi posta a serviço
dos aposentados e pensionistas dependentes do PB1. E eles estão se organizando.

Recomendamos aos dirigentes do Banco e da Previ, esses dois siameses de uma só cabeça,
botar as barbas de molho, pois há em perspectiva um movimento de união nunca
imaginado antes, graças ao poder da Grande Rede nas mãos de um punhado de idealistas abnegados.

Por essa via, os participantes e assistidos da Previ acordaram para usar sua potencialidade
e transformar insignificantes gravetos em potentes e pesados feixes."

Colega aposentado, ou pensionista, não importa a idade que tenha, mas, se ainda consegue ir ao BB no dia 20 de cada mês para sacar os míseros benefícios, ponha na cabeça que dispõe, ainda, de muita força pra mudar essa situação que vem nos castigando desde 1997.

Vamos nos unir, recolher os pijamas, vestir as calças ou as bermudas, calçar os sapatos ou os chinelos, sair sozinho ou acompanhado de alguém que nos dê apoio físico, para o enfrentamento em defesa dos nossos direitos e interesses.

Por último, concito a todos para que ingressem nos quadros da AAPREVI e da AMEST, atualmente as duas entidades que lutam por nossos interesses/direitos sem remunerarem seus dirigentes. Elas não dispõem de maiores recursos financeiros, mas de toda a garra, probidade e espírito de luta dos seus dirigentes, por isso devemos a elas nos associarmos para, com nossas contribuições, oferecermos o mínimo em prol do nosso máximo bem.

Deixemos as más companhias (associações que nada fazem em benefício dos seus associados, mas que dão notoriedade aos seus diretores ou, como uma em particular, apenas enriquece seus dirigentes (ou principal dirigente...) e fortaleçamos a AAPREVI e a AMEST.

Boa noite e um abraço a todos; não deixem de abrir o anexo que acompanha esta mensagem.

José Domingos Moreira Filho

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Outra mensagem recebida.

PREZADO MARCOS,

Eu acompanhei o Blog Previ Plano 1 desde o início.

Já escreví nele, já me manifestei dezenas de vezes e nesse nosso período de convivência aprendi a conhecê-lo.

Desde o início ví seu espírito e embora pedevista, me mantive sempre por perto.

Acompanhei suas inúmeras tentativas de acreditar, de confiar, de esperar e de ter esperança que os dirigentes de hoje poderiam finalmente mudar e ver que o Plano 1, ou qualquer outro fundo de pensão, pertence aos participantes. Eles são meros administradores do patrimônio alheio.

Pelo tempo que os pedevistas lutam contra os gigantes da vilania, BB/Previ, eu sabia que você sairia frustrado e incrédulo naquilo que eles são capazes.
Por outro lado fico satisfeito com minha capacidade de análise do caráter das pessoas e me auto felicito por ter acertado com você.
Parabens pela postura de hoje e sempre. Sua família tem muito do que se orgulhar !

Ary Taunay Filho - Guaíba(RS)


BB 1.416.100-1


Faça uma visita à ANDEBB/RS

Faça uma visita à ANDEBB/SE

Visite a Associação ADBB –

Anônimo disse...

Essa Ação, que tramita na 8ª Vara do Trabalho de Brasilia teve o pedido de tutela antecipada negada em 17/12/2010. Por se tratar de Sindicatos que ingressaram com a ação, essa é de interesse dos funcionários da ativa, entretanto pode se estender a nós. Nosso foro é a justiça comum. Não existe relação de trabalho entre aposentados e fundo de pensão. Às vezes acontecem conflitos de competencia, mas o STF intervem e decide.
Mesmo assim, recordemo-nos do Decreto 7123 ( ultra poderoso ).

Art.23. É vedado aos membros do CNPC e da CRPC afastar a aplicação, por inconstitucionalidade ou ilegalidade, de tratado ou acordo internacional, lei, decreto ou resolução, ressalvados os casos em que:

I - houver súmula vinculante publicada a respeito;

II - já tenha sido declarada a inconstitucionalidade da norma pelo Supremo Tribunal Federal, em controle concentrado, após a publicação da decisão, ou pela via incidental, após a publicação da resolução do Senado Federal que suspender a execução do ato normativo; ou

III - houver parecer do Advogado-Geral da União aprovado pelo Presidente da República, na forma do art. 40 da Lei Complementar no 73, de 10 de fevereiro de 1993.

Certamente uma decisão judicial não vai impedir a aplicaçao da toda poderosa Resolução 26.
"Que venga los toros."

Anônimo disse...

Esta é para alguém pensar e nos responder: O BB diz que vai aumentar 500,00 no seu contracheque mensal por 5 anos, mas, voçê e mais 119.999 colegas terão que lhe doar 7,5 bilhões de reais do seu fundo de pensão.
È pegar ou largar.
Aí fica a pergunta:
voçê aceita?
A excessão fica para aqueles que receberam em média 300.000 reais do renda Certa.
Francamente é muito pouco! É um roubo declarado.Inaceitável, embora a situação financeira de muitos esteja arrochada.
É isto que está acontecendo,colocaram a corda no nosso pescoço e estão a apertar a vários anos. Os aposentados estão, por assim dizer, famintos como porcos. Agora,vão comer lavagem.
Vão aceitar qualquer coisa. Chegamos ao desespero total.
E as negociaçãoe que iriam começar em janeiro Heim? Já estamos em Fevereiro de 2011 e nada.
Gente! Tem hora que sinto medo disso tudo. Quem está por tráz disso? Já estou colocando meu patrimônio, conseguido a duras penas por anos a fio, à venda.
E peço a Deus tenha pena mim, tenha pena de nós.

João Rossi Neto disse...

Anônimo 09/02 - 16/11,

Parabéns, a sua interpretação está corretíssima, porque o Decreto do Lula, nº 7.123, de 03/03/2010, foi feito especificamente para garantir à aplicação da Resolução 26/2008, porquanto inexistem, no momento, as hipóteses previstas nos três incisos do artigo 23, de modo que, entendo, que nem mesmo uma sentença judicial favorável aos impetrantes iria obstaculizar a distribuição dos superávits para as duas partes -- patrocinador e assistidos --.
Obviamente que, em futuro próximo, tudo faremos para derrubar essa Resolução da Previc e exigir a devolução dos recursos que o BB está levando, devidamente corrigidos.
Este colega que manifestou-se é digno de elogios pela sua clarividência, tino hermenêutico excelente, pouco visto neste blog. Tenho alegria em tê-lo conosco.

Anônimo disse...

Caro Marcos e colegas,

Os nobres diretores da PREVI deixaram isto acontecer? Está no site do jornal Valor:

Controladores vendem mais caro que fundos
Fernando Torres | De São Paulo
27/01/2011


Pelos termos da transação, AG e La Fonte, mesmo sem vender o controle, receberam um prêmio muito maior que Previ, Petros, Funcef e a BNDESPar por sua fatia na Telemar Participações, holding que controla o grupo Oi.

Anônimo disse...

Marcos e D+ colegas,

Notícia no site do Paulo Henrique Amorim, sobre Dantas, Brasil Telecom(Fundos Previ, Petros e Funcef):

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2011/02/09/dantas-tentou-esconder-ilegalidade-do-safra-e-do-ubs/

Anônimo disse...

Caro Marcos,

Um dos comentários sobre a PREVI, no site do Claudio Humberto, por Julio Moreyra - Macaé - RJ

09/02/2011 | 21:04

Previ

A Previ foi criada por funcionários do Banco do Brasil em 1904 (há mais de 100 anos), na época não havia previdência oficial no país; a finalidade era garantir a aposentadoria dos participantes, sendo-lhes descontado 8% dos seus proventos brutos e o Banco contribuiria em dobro, era assim até o governo fhc, atualmente há paridade. Mas o patrimônio do fundo cresceu principalmente em razão dos investimentos em ações, a PREVI hoje é a maior investidora do país, possui um portfólio astronômico e a partir dos governos neoliberais tem-se acirrado uma cobiça tal que as leis são pisoteadas, ou seja, recentemente o governo petralha editou uma resolução na SPC (secretaria de previdência complementar - Min. Previdência) que ignorou a Lei-Complementar 109/2001, desviando metade do superávit contábil do fundo para engordar o balanço do Banco do Brasil. Leia mais nos sites pertinentes, você certamente sabe muito sobre isso, portanto, para mim, sua colocação é tendenciosa.

Lázara Rabelo disse...

Caro Marcos,

Passada a ansiedade, a apreensão e euforia, considero o "Panelaço do Medeiros" muito positivo, um ato simbólico, representativo de nossos anseios, sendo de menor importância a quantidade de aposentados e pensionistas que lá estiveram.
Notei, nesses dias, maior participação de colegas nos Blogs e até no site do Cláudio Humberto. Estamos mais atentos.
Quanto a fazermos manifestações nas portas das agências, não considero boa idéia, seria cansativo e poderia provocar revolta nos clientes, que vão ali,querendo resolver seus problemas e não se envolver nos dos outros. Mas acho muito interessante, se nada mudar relativo ao crédito e caso venham com alterações inaceitáveis no regulamento da Previ, organizarmos manifestação em Brasília, em frente ao BB. Lá, terei como ir.

Anônimo disse...

Prezado anônimo das 15:12 hs - Tomara que o sr Ministro Fux, nao seja mais um subserviente. Nao gosto de sistema de escolha. Pois o escolhido ficam sempre devendo favores a quem o escolheu. E aí ...

Anônimo disse...

Respeito a opinião de outros, mas acredito que manifestações nas agEncias do BB tem um poder de persuasão inigualável. Logo acho que a idéia deve ser cultivada.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Extraído da Coluna do Cláudio Humberto

08/02/2011 | 19:19

O panelaço na Previ

Quem é que não foi enganado por esse pessoal mensaleiro do PT, que após estar no poder, rasgou suas bandeiras e lambuzou no mel da corrupção? O movimento do panelaço é nobre, pacífico e contra as mazelas que o BB vem fazendo com os aposentados. Em conluio com a Previc, arquitetaram a Resolução CGPC 26/2008, de forma ilegal, modificou irregularmente a LC 109/2001 e já embolsou mais de R$23 bilhões da Previ. O STF deveria tomar a iniciativa de derrubar essa excrescência chamada Resolução 26/2008.Isto é um assalto à luz do dia na poupança dos aposentados do BB, em desrespeito a Lei 10.741/2003, artigo 102 (Estatuto do Idoso). Realmente o FHC nos prejudicou com a LC 108/2001, criando o voto de minerva para o BB, na Previ e reduzindo a sua contribuição para a paridade.Vamos continuar a luta e vencer.Este foi o primeiro passo.

João Rossi Neto – Goiânia (GO)

iraci berviria disse...

Aos poucos até o povo brasileiro, vai entender que este governo não é do bem.Todo movimento começa assim!
Obrigada a todos

ricardo o.c. de albuquerque disse...

PERGUNTAS QUE NÃO QUEREM CALAR:
a primeira já postei aqui e vou repetir. a previ tinha que saber que a previc teria 30 dias UTEIS para se manifestar. então porque, por ocasisão da votação acenou com a possibilidade do pagamento em dez/10?
se a previ era competente e de posse do memorando de entendimentos por que não preparou um ante projeto (rascunho) e enviou ao minifaz, bb, previc para um adiantamento nos exames? depois era só PASS
AR A LIMPO o conhecimento já seria geral.
por não inicia, extra oficialamente os entendimentos, marcados para janeiro e já atrasados? quando eles se tornarem oficiais meio caminho já estaria percorrido D.Isa exija isto.Medeiros exija isto. Marcos exija isto.Imagine a demora dos demais itens muito mais complexos. levariam anos e anos. a meu ver, não haveria nada que impedisse , pois TUDO, TUDO TERIA QUE PASSAR PELAS ALTAS AUTORIDADES QUE SE ACHAM AGORA DONAS DO BRASIL. ESSES GESTOS DE BOA VONTADE, duvido, duvido que partissem dos que agora se apossaram do nosso saudoso BB. abraços

othon f freitas disse...

Venho sugerir que não mais seja aceita mensagem no anonimato, pois não há motivo para tal uma vez que somos maiores de idade e responsáveis por nossos atos e palavras, por outro lado abre-se um espaço para que colegas que não estão afinados com a seriedade do assunto fiquem provocando os demais.
Othon freitas

ricardo o.c. de albuquerque disse...

Prezado Marcos. Aí vai uma sugestão. porque v. não acrescenta uma pequena quantia a mensalidade da AAPPrevi, que o associado pagaria voluntariamente para organizar, com alguém de sua cidade, cobra em informatica, uma rede. esse cobra, além de organizar ensinaria a outros colegas, pouco familiarizados, como proceder. Quando o medeiros oranizou a manifestação em frente a previ, eu, até, meio discrente, enviei uma menssagem, sugerindo que se acionasse mais a WEB. Lembro como era difícil se montar uma grave. o bb não é uma fabrica onde todos estão juntos no mesmo ambiente, os funcis estão dispersos por muitas agências em todo o país, imagine agora para congregar os aposentados cada um em sua casapor esse imenso território. Temos que arranjar uma fórmula agregar o máximo em torno de algo. a meu ver seria a internet com seu enorme poder. Para aqueles que pudessem o valor da contribuição passaria de dez, para doze ou quinze. voces poderiam calcular quanto um projeto desses necessitaria. cordialmente ricardo

Anônimo disse...

Caro Marcos, demais colegas aposentados e pensionistas,

Não sei de que maneira, mas nós precisamos trazer o pessoal da ativa para nosso lado. Digo isso porque quando estava trabalhando não tinha tempo para inteirar-me das coisas que diziam respeito a Previ. Trabalhava fora do horário e ainda no final de semana levava instruções para ler em casa. A aposentadoria chegou sem que fosse percebida e por isso não me preparei para ela. Das poucas vezes que pensei sobre o assunto a sensação era que tudo estaria tranqüilo pelos números monstruosos da Previ. Quebrei minha cara! Creio que a maioria dos da ativa estejam na mesma situação.
Isto posto, sugiro que seja redigido um panfleto a ser copiado por todos nós alertando os funci da ativa, que caso não se unam a nossa luta eles correm o sério risco de não terem seus complementos de aposentadoria pagos pela Previ. O título poderia ser:

VOCÊ SABIA QUE A PREVI NÃO TERÁ RECURSOS PARA HONRAR SUA APOSENTADORIA?

Aí, num texto bem enxuto seria explicado o risco que ele estão correndo e convidando-os para engrossarem as fileiras da AAPPREVI.

Saúde e paz a todos

Anônimo disse...

Marcos, você perdeu a noção... Calçada da Fama? Chama de nossos heróis os gatos pingados que lá estiveram? Ora, Marcos, qualquer um que chegue a Previ entra. Ninguem impede ninguem de entrar. Entra e é recebido com atenção e cafezinho pelos gerentes, pelos diretores e se ele estiver livre, qualquer um fala até com o Presidente. Você quer criar a imagem de quem "invadimos Previ", a "tomada da Bastilha", "a vitória do Monte Castelo". Deixe de ser criança Marcos. E chamar de heróis os poucos que lá foram... Que ato heróico praticaram? Sairam de lá com o superavit na mão? Se bem que o Pedro Bial chama de "nossos heróis" os que vivem na casa do Big Brother Brasil. Olhe, a tal manifestação foi um fiasco... Também estive nela. Ninguem brigou nada, todos ficaram quietinhos ouvindo os gerentes que nos receberam. Somos heróis de porcaria nenhuma e qualquer um entra na Previ na hora que bem entender, mas resolver alguma coisa da.

Anônimo disse...

Para descontrair um pouco...

Fim do Mundo em 2012: A Arca de Noé Brasileira

10.02.2011 - Um dia, o Senhor chamou Noé que morava no Brasil e ordenou-lhe:

- ANTES DE 21.12.2012 , 6 meses antes ,( NOVO FIM DO MUNDO ) farei chover ininterruptamente durante 40 dias e 40 noites, até que o Brasil seja coberto pelas águas.

Os maus serão destruídos, mas quero salvar os justos e um casal de cada espécie animal.
Vai e constrói uma arca de madeira.
No tempo certo, os trovões deram o aviso e os relâmpagos cruzaram o céu.

Noé chorava, ajoelhado no quintal de sua casa, quando ouviu a voz do Senhor soar furiosa, entre as nuvens:

- Onde está a arca, Noé?
- Perdoe-me, Senhor suplicou o homem.
Fiz o que pude, mas encontrei dificuldades imensas:

Primeiro tentei obter uma licença da Prefeitura, mas para isto, além das altas taxas para obter o alvará, me pediram ainda uma contribuição para a campanha para eleição do prefeito.

Precisando de dinheiro, fui aos bancos e não consegui empréstimo, mesmo aceitando aquelas taxas de juros ...
O Corpo de Bombeiros exigiu um sistema de prevenção de incêndio, mas consegui contornar, subornando um funcionário.

Começaram então os problemas com o IBAMA e a FEPAM para a extração da madeira.
Eu disse que eram ordens SUAS, mas eles só queriam saber se eu tinha um "Projeto de Reflorestamento " e um tal de "Plano de Manejo ".

Neste meio tempo ELES descobriram também uns casais de animais guardados em meu quintal..

Além da pesada multa, o fiscal falou em "Prisão Inafiançável " e eu acabei tendo que silenciar o fiscal, porque, para este crime, a lei é mais branda.

Quando resolvi começar a obra, na raça,apareceu o CREA e me multou porque eu não tinha um Engenheiro Naval responsável pela construção.

Depois apareceu o Sindicato exigindo que eu contratasse seus marceneiros com garantia de emprego por um ano.
Veio em seguida a Receita Federal, falando em " sinais exteriores de riqueza " e também me multou.
Finalmente, quando a Secretaria Municipal do Meio Ambiente pediu o " Relatório de Impacto Ambiental " sobre a zona a ser inundada, mostrei o mapa do Brasil.

Aí, quiseram me internar num Hospital Psiquiátrico!
Sorte que o INSS estava de greve...

Noé terminou o relato chorando, mas notando que o céu clareava perguntou:

- Senhor, então não irás mais destruir o Brasil?
- Não! - respondeu a Voz entre as nuvens
- Pelo que ouvi de ti, Noé,
cheguei tarde!

O governo já se encarregou de fazer isso!

Dilson A.
www.rainhamaria.com.br

Anônimo disse...

Taí uma sugestão muito boa, do anônimo (prá uma sugestão tão boa assim vc tem que ter nome), os da ativa nem imaginam do tamanho do monstro (decepção) que irão encontrar quando se aposentarem.
Gostei do slogan, é isso mesmo, tem que causar impacto porque hoje a lavagem cerebral é tão intensa, que os funcis da ativa parecem zumbis da ativa.
Muito boa essa anônimo das 04:05.
Jorge Castro,

anonimo sem vez disse...

Ao colega ROSSI,

Com relação essa mensagem sobre a coluna do Claudio Humberto.

Transcrição da mensagem:

Anônimo disse...
Ao colega ROSSI,

Encaminhei uma mensagem ao jornalista Claudio Humberto sugerindo ao mesmo que fizesse um leitura na petição do colega Luiz Dalton(www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N6352) encaminhada ao Procurador Geral da República, cuja matéria poderia resultar num excelente comentário.

Vamos aguardar. Espero que ele não seja um Luiz Nassif ou Franklin Martins da vida.

8 de fevereiro de 2011 17:36

Com sua forma clara de expor os fatos, o que deve ter acontecido com sua mensagem para o jornalista Claudio Humberto e respaldado pela petição pública do Luiz Dalton, caso o jornalista tenha lido ou um de seus assessores, considerando em que uma petição contendo DENÚNCIA tem que ser bem fundamentada, pode ter levado as considerações emitidas pelo jornalista nesta mensagem de coluna divulgada por você.

Com relação a petição do colega Luiz Dalton encaminhei também ao jornal Estadão sugerindo a leitura dessa petição para o site dos editores
falecom.estado@grupoestado.com.br,
em virtude da matéria publicada em 16/12/2010, BB VENCE QUEDA DE BRAÇO E FICA COM 50% DO SUPERAVIT DA PREVI, de Mônica Ciarelli.

Espero que por questão de ética eles também leem essa petição.

Boa sorte a todos.

Anônimo disse...

Bom dia colegas.
Me perdoem, mas acho que estamos tentando achar o olho da minhoca na ponta errada.
Para mim, toda esta enrolação deve-se apenas as medidas de contenção da inflação da Presidente Dilma.
A Previc, por se tratar de um órgão governamental, não tem autonomia para passar por cima das instruções oriundas da presidente.
E todos sabemos que ela mandou parar tudo.
Pensem nisto.
Jose F. Rovere

divany silveira disse...

Marcos, parabens pela sua atuaçao.Voltarei com mais sugestoes.

Julio disse...

Ao anônimo das 21:04,

Assim respondi a uma pergunta capciosa de um leitor daquele site que perguntava como é que a PREVI tinha conseguido aumentar tanto o seu patrimônio?
Não sou de Macaé-RJ, mas do interior do Piauí. Claro que Julio Moreyra é pseudônimo, tenho pessoas na ativa do BB que poderão se prejudicar com as minhas colocações, os petralhas são vingativos.

anonimo sem vez disse...

LAZARA RABELO, referente sua mensagem de 09/02/2011 das 20:09.

Obrigado pelo apoio e comunhão de pensamentos, relativo a minha mensagem de 9 de fevereiro de 2011 das 15:25

Anônimo disse...

É isso ai, vamos recomendar a leitura dessa petição para todos os incautos que escrevem de forma equivocada sobre o superavit da Previ e sua distribuição, onde engloba todas as informações da ilegalidade dessa famigerada Resolução 26.

Anônimo disse...

Sr. Marcos,

Os sindicatos não devem se meter nessa questão. Não confio em sindicato. Ele faz é atrapalhar.

Um abraço

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caros Colegas,

Guardamos todas as sugestões que nos chegam. O nosso Departamento de Comunicação trabalha para que sejam aproveitadas dentro de um programa passível de execução com os recursos de que dispomos. A AAPPREVI não cogita aumentar a mensalidade ou mesmo fazer campanha de arrecadação de fundos.
Somos muito ciosos no trato do dinheiro do associado, ainda mais porque tudo que fazemos tem amparo no fluxo de caixa de receitas atuais. Cada idéia ou sugestão que nos remetem merece toda atenção necessária de modo a se enquadrar no nosso sistema de trabalho. Pedimos que continuem colaborando para o aumento do número de sócios.
Temos novas ações em perspectiva e no devido tempo daremos início a uma campanha publicitária, apoiada em melhoramentos no site da Associação. Ali serão incluídos nichos especialmente a serviço do sócio, com acesso através de senha individual para tratar dos seus assuntos particularíssimos (dados cadastrais, números de processos para acompanhamento, contatos pessoais, relacionamento direto associado/associação, votações, reclamações, solicitações, etc.).

Saudações,

Marcos Cordeiro de Andrade
p/AAPPREVI

Anônimo disse...

Prezado Jorge Castro,

Sou o anônimo de 04:05 e agradeço seu elogio à sugestão apresentada. Não domino o português e já fui criticado por isso, assim, prefiro continuar anônimo. Sou sócio da AAPPREVI e procuro divulgar o máximo possível a honradez existente nos seus objetivos. Essa é a minha modesta contribuição para essa nossa luta ingrata. Fique certo que se tivesse a capacidade de comunicação e expressão do Marcos eu teria um blog.
Muita saúde e paz pra você e obrigado.

Anônimo disse...

CONCORDO EM GÊNERO;NUMERO E GRAU; QUER DIZER PLENAMENTE PARA RATIFICAR O QUE VOU DIZER :
COM O QUE OTHON F. DE FREITAS DIZ.!
QUEM NÃO SE INDENTIFICAR; NÃO DEVE NEM FALAR; PODE SER ATÉ RADICAL; TEM GENTE QUE ESTÁ INVENTANDO NOME ( FALSO )!

DESDE A PRIMEIRA VEZ QUE PARTICIPEI; SEMPRE; NENHUMA VEZ DEIXEI DE COLOCAR O MEU NOME; E MINHA MATRICULA;COM O A QUAL SERVI O BANCO; QUE FOI A QUE ME DERAM QUANTO NELE ENTREI EM 06.06.1977; E PRETENDO COMO TENHO DITO LEVÁ-LA ATÉ O "TÚMULO"; OU COMO DIGO ATÉ A MORTE. E ACREDITO QUE ELA ESTÁ BEM MAIS PERTO DO QUE QUANDO NASCI; QUE AGORA EM ABRIL FARÁ 60 ANOS. NÃO ACREDITO E NEM TENHO A AMBIÇÃO DE VIVER O DOBRO POIS NEM EU ME AGUENTARIA; E VI COMO MEUS PAIS MORRERAM COM 86 ANOS; NÃO ERAM 1% DO QUE FORAM EM SUAS VIDAS ATIVAS. ENTÃO 120 É PARA LOUCO; SOMENTE POR CASTIGO.

MAS TENHO OUTRO ASSUNTO QUE QUERO FALAR.;TENTEI ONTEM MAS ACHO QUE REALMENTE TEM COISAS MAIS IMPORTANTES A SEREM TRATADAS E ACHO QUE ESQUECEREM DE MIM; MAS COMO SOU INSISTENTE E QUANDO ENTRO AQUI FAÇO QUESTÃO DE VER SE AQUILO QUE ESCREVI ESTÁ REDIGIDO.

NÃO É ALGO MUITO IMPORTANTE; TALVEZ PARA A GRANDE MAIORIA.
EU VI A MANIFESTAÇÃO DA COLEGA "LENA"; OU "HELENA";CFE. ELA MESMA MENCIONOU. EU LI O QUE ELA REFERIU E A TRISTEZA QUE FICOU POR TER COMPARECIDO NO "PELADAÇO"; QUE ERA PARA SER EM PRINCIPIO UM "PANELAÇO." PANELAÇO".

BEM ELA SE MANIFESTOU TOTALMENTE FRUSTRADA; POIS IMAGINAVA PARTICIPAR TAMBÉM EM ALGO MARCANTE E ELA COMPARECEU; MAS ACREDITO; POR TUDO EXPLICADO PELO COLEGA MEDEIROS;QUE HOUVE UM DESENCONTRO E ELA RETORNOU PARA SUA RESIDÊNCIA TOTALMENTE FRUSTRADA;PELAS MANIFESTAÇÕES QUE EXPRESSOU.

EU ENTÃO ME COLOCANDO NO LUGAR DELA; PEDI-LHE DESCULPAS DE MINHA PARTE. NÃO ESTOU AUTORIZADO ;NEM ME AUTORIZARIA A FAZÊ-LO EM NOME DE NINGUÉM.
FOI APENAS UM SENTIMENTO E DISSE PARA ELA QUE SE EU TIVESSE COMPARECIDO COM A MAIOR DAS BOAS INTENÇÕES EM PROL DA CAUSA;EU FICARIA COMO DISSE A ELA; E SE DIZ AQUI NO SUL; PRÓXIMO AO FIM DO MUNDO ;QUE É PELOTAS-RS; EU VOLTARIA;"CUSPINDO MARINBONDO "; COMO A GENTE COSTUMA DIZER QUANDO HÁ ALGO QUE PLANEJAMOS E NÃO SAIU COMO IMAGINÁVAMOS.

FALEI OUTRAS COISAS QUE ATÉ NEM LEMBRO; MAS NÃO ESQUECI DE RATIFICAR O MEU PEDIDO DE DESCULPAS PARA ELA ;PELA TENTATIVA E AGRADECI ELA TER COMPARECIDO; POIS SERIA TAMBÉM MINHA RESPONSABILIDADE COMPARECER; O INTERESSE ERA DE TODOS NÓS E NÃO APENAS DOS COLEGAS QUE RESIDEM NA CIDADE MARAVILHOSA. COMO SERIA PRATICAMENTE IMPOSSÍVEL E DIGO NEM TERIA CORAGEM; E AINDA OUTROS FATORES QUE NÃO REPITIREI. A MINHA FINALIDADE É QUE ELA NÃO SE ENTRISTEÇA E QUE CONTINUE UNIDA NOS APOIANDO;POIS ELA TAMBÉM É UM ELO IMPORTANTE; E NÓS NÃO PODEMOS PERDER NENHUM ELO DESTA CORRENTE.

ACHO QUE JÁ ME FIZ ENTENDER;AQUI;TODOS JÁ SABEM QUEM ESTÁ FALANDO;SOU EU MESMO; O GRITÃO; REVOLTADO; HELENO PINTO NOBRE;,MATRICULA 3.984.740-3; ATÉ A MORTE ; CONTANDO E ESPERANDO QUE HOJE 10.02.2011 ; 5a. FEIRA ; ÁS 12:32 MINUTOS; E VOU CONFERIR SE O QUE DISSE AGORA POSSA SER ENVIADO E CONHECIDO PELA QUERIDA COLEGA LENA. É NELA QUE ESTOU PENSANDO E DESEJO QUE ELA RECEBA ESTA INFORMAÇÃO.

PEÇO DESCULPAS SE ME EXPICHEI DEMAIS. CERTO COLEGAS;CONTINUAMOS E DEVEMOS ESTAR SEMPRE UNIDOS HÁ ESQUECI ; JAMAIS ANÔNIMO.

Anônimo disse...

Mesmo com atraso, leiam o post abaixo, publicado por um colega que esteve presente no peladaço. Vale para reflexão de todos nós.

Abraço, Tom Ramos

"Nada mudou

Oito anos após o meu desligamento definitivo do Banco do Brasil onde trabalhei por três décadas, revivi hoje alguns dos bons momentos que tive por lá.

Cobrando, e de alguma forma, contribuindo para a solução de uma pendência entre a PREVI e seus associados, um grupo de abnegados “cabeças brancas” esteve reunido aqui no Rio de Janeiro com representantes do nosso fundo de previdência.

Na verdade, o problema mais grave vai além da PREVI e seus associados. Está em nosso colo por conta e obra do Banco do Brasil que, via resolução sem força de lei, apoderou-se de 50% do nosso superávit (R$ 7.5 bilhões!), já devidamente registrados em seu balanço. O Banco, pressionado por agências e organismos internacionais sobre tal aberração, cuidou rapidamente de acionar a PREVI - cujo presidente é por ele indicado - para submeter ao corpo social uma consulta que acabou aprovando a danosa ação. Falha nossa. Perdemos uma grande oportunidade.

Se por um lado foi muito bom reviver esses momentos, por outro, lamentavelmente, constatamos que ainda são as mesmas pessoas de sempre que se dispõem a brigar por aquilo que julgam ser seus direitos.

Muitos dos nossos, certamente, aproveitando um ensolarado dia de verão, optaram pela praia. Dentro de poucas horas farão contato com os que lá estiveram, à procura de notícias novas.

É assim que a banda toca.

Nos idos tempos dos movimentos grevistas sempre tinha um infeliz pra nos dizer: eu vou trabalhar, pois tudo o que vocês conseguirem com a paralisação será concedido também aos que não aderirem.

Nada mudou!"

Texto retirado do Blog http://oblognossodetododia/blogspot.com = Publicado por Anderson Tenca

Anônimo disse...

Pessoal, agora sim, sei que o colega Medeiros esta realizando um grande trabalho em prol da nossa causa, mas infelizmente com a sua ultima declaraçao penso que a Previc vai extrapolar o tempo que tem para examinar o processo.
Adeus definitivamente para o credito ainda neste mes.

O Medeiros disse o seguinte:
"E lá na Previc vou destrancar o processo e de lá só vou sair com o superavit liberado."

Espero estar totalmente enganado.

Jair Gouveia

Anônimo disse...

Diante da falta de fé e perspectiva de vitória demonstrada pelo colega Jair Gouveia é muitas vezes a derrota chega antes. Não dá prá guardar o pessimismo só para si e não externá-lo a todos.
Eu particularmente confio que neste mês ainda teremos o superavit. Gente, façam uso da fé, Deus colocou um pouco de fé em cada um de nós, é só acreditar.
Jorge Castro,

Anônimo disse...

O Jorge Castro, tudo bem, entendo que voce tem razao no seu comentario, mas no meu caso a minha Fé no tal credito esta um tanto abalada, desde dezembro que sou otimista, mas confesso que tudo tem um limite, este esgotou-se.
Nao é pessimismo gratuito, mas sempre que anunciam algo positivo sobre o superavit ou credito, a coisa nao vinga, nao sei ate se nao é alguma maldiçao...

Estou errado? Talvez, vamos aguardar.

Jair Gouveia

ARY TAUNAY FILHO disse...

Prezado Marcos e demais leitores,

Sei das resistências de muitos aposentados, pensionistas e até funcionários da ativa quanto a luta dos PEDEVISTAS por seu merecido quinhão do patrimônio da PREVI.
Diversas vezes aqui me manifestei e diversas vezes fui "apedrejado".

Agora, no momento em que aposentados e pensionistas assistem incrédulos a barbárie da PREVI contra seus associados, seus legítimos donos, eu apresento um exemplo concreto SOBRE A VERDADE DAQUILO QUE SÃO CAPAZES, PORTANTO NÃO SE ASSUSTEM, PORQUE ELES SÃO MUITO PIORES DO MQUE VOCÊS IMAGINAM!

Transcrevo um e-mail recebido de um PEDEVISTA.

"Amigo Ary,
Boa Noite,
Preciso urgentemente de uma orientação tua,em virtude da PREVI ter solicitado bloqueio de salario de minha espôsa que é no valor de aproximadamente quinhentos poucos reais + 13 salario que estava sendo aplicado.É com este salario amigo-companheiro que estamos sobrevivendo + Luz +telefone etc.
Perdi o apartamento através de EXECUÇÃO,o saldo devedor apresentado era de quase 3 vezes o valor do imóvel e o imóvel ainda saiu no leilão abaixo da avaliação.Somos 5 bocas para sustentar e apenas minha espôsa esta trabalhando.Não aguento mais esta PREVI e BB.
Desde já muito obrigado.

derli roque disse...

Muito obrigado aos colegas que nos representaram junto a Previ.

Derli Fernandes Roque
Santa Maria(RS)

Anônimo disse...

Srs. Doutores do Blog,

O Banco do Brasil, quando for exigido pela justiça, no que se refere aos 7,5 bilhões, contabilizados a seu favor nas contas da Previ, provará que está preservando o pagamento dos pré-67de sua exclusiva responsabilidade, esvaziando assim toda e qualquer ação para retirá-lo da participação no superavit.
De futuro quando os pré-67 MORREREM TODOS, ficará com saldo remanescente, já contabilizados na conta BB e mais adiante com todo o patrimônio.
Saudações

Anônimo disse...

OLHA COMO INTERNET FUNCIONA

Cansados de terem suas reclamações não atendidas ou somente solucionadas depois de se dirigirem a um órgão de Defesa do Consumidor, os consumidores insatisfeitos com os serviços de algumas empresas tomaram a decisão de tornar público aquilo que antes era reservado apenas a um protocolo de ligação. Com o sucesso de algumas redes sociais, como o Orkut, o Twitter e o Facebook, a informação disponibilizada pode ser lida por milhões de usuários. E até mesmo o e-mail é usado para reclamações.



No Brasil, segundo a pesquisa TG.Net, do Ibope Mídias, cerca de 70% das pessoas que acessam a internet costumam entrar em redes sociais. O gestor de mídia no Uniceub, Walisson de Oliveira, 23 anos, é exemplo disso. Ele passa grande parte do dia conectado à internet e, uma vez insatisfeito com atendimento, trata de dividir com colegas de rede. “Há dois anos tenho Twitter. E me lembro de ter feito três reclamações”, conta. “Meu celular Motorola deu defeito e inúmeras vezes tive que levar na assistência técnica. Quando cansei, resolvi dividir minha raiva, mas a empresa nem respondeu”, descreve. Walisson disse que houve até um movimento chamado ‘Motofail’, onde várias pessoas se identificaram com as reclamações.



A Motorola informou que não oferece suporte aos clientes por meio das redes sociais, somente divulga ações, produtos e dicas. “Para os clientes em busca de ajuda, temos atendimento direcionado por meio do SAC”, comentou por assessoria.



Monitoramento


O consumidor relembra outro caso. “Também reclamei de um presente que comprei no site do Walmart que veio com defeito. A empresa respondeu em menos de duas horas e me contatou por telefone.”.







Leia mais na edição desta quinta-feira (10) do Jornal de Brasília

Anônimo disse...

" VINTE e TRÊS QUIXOTES " - representantes do bom senso, não estavam loucos,...chegaram ao " MOINHO " e o senhor feudal representado por seus vassalos...baixou a guarda...a realidade tende a mudar...e doravante será outra...a bandeira da " verdade, ética, responsabilidade, competência, honestidade e inteligência " erguida pelos nossos " VINTE e TRÊS VELHINHOS " é o prenúncio de uma nova era...os verdadeiros " DONOS " da " PREVI " deram um aviso...implantamos com nossa visita uma " UPP " ( Unidade de Prevenção a Predadores ) na " PREVI "... " A PREVI É NOSSA "...Abenção aos " VINTE E TRÊS GUERREIROS "...parabéns pela atitude... " ESTAMOS INCOMODANDO E VAMOS INCOMODAR MUITO MAIS "...

Manoel - Ribeirão Preto(SP) disse...

Ratifico a mensagem do colega Heleno Pinto Nobre destinada à colega Lena. E acrescento: Lena sua participação está fazendo falta no blog, com suas intervenções sempre oportunas e carregadas de entusiasmo. Se a manifestação (panelaço/peladaço) na PREVI não reuniu um expressivo número de colegas, pelo menos foi um fato marcante no início dessa nossa luta. Foi dado, pelos que lá compareceram, o primeiro grande passo em nossa longa caminhada.
De outra parte, gostaria de dizer que o blog do Marcos Cordeiro é algo novo e muito importante para o despertar e, pricipalmente, a união dos aposentados do BB do nosso imenso Brasil. Vejam que já temos participações de colegas que residem em mais de 350 cidades.
Em nossas associações não existe, até agora, nada que se compare com a AAPPREVI.
Chegaria a dizer que este blog é o nosso WiliLeaks (este criado por Julian Assange, e que vem repercutindo no mundo todo, dando vazão ao grito de liberdade nos países ditatoriais, com a divulgação de documentos vazados do governo norte-americano).
Agora, aquilo de que precisamos é que se vazem os termos do acordo e outras coisas existentes na caixa preta da PREVI. E o blog do Marcos, tenho certeza, estará pronto para divulgar. E assim teremos também o nosso "WikiLeaks".
Lembro aqui uma pequena história que ouvi há algum tempo: "um sujeito entregou a outro um palito de fósforo e disse: quebre-o. E o palito foi quebrado. Depois, juntou dez palitos e disse: quebre-os. E aí não foi possível quebrá-los.
E isso se aplica ao nosso grupo de aposentados. Enquanto formos poucos na luta contra o gigante, seremos "quebrados". Mas no momento em que formos muitos nessa peleja, estejam certos, seremos vencedores. E termino dizendo; NÃO VAMOS NOS DISPERSAR. VAMOS VENCER ESSE BOM COMBATE.
ÀQUELES QUE AINDA NÃO SE ASSOCIARAM À AAPPREVI, SE ASSOCIEM. MAS NÃO SÓ ISSO. PARTICIPEM, POIS A LUTA É DE TODOS NÓS, APOSENTADOS E PENSIONISTAS.

ricardo o.c. de albuquerque disse...

Anonimo das 7,47.
sua menssagem é contraditória. o bb tem responsabilidade para com os pre-67 com seus recursos. os 7,5 bilhões não são da previ, nem do banc., SÃO NOSSOS. cordialmente ricardo

Anônimo disse...

Caro Marcos, pq? não publicou meu comentario a respeito do BB comprar um Banco nos EUA com os recursos da PREVI (NOSSOS RECURSOS). Não posso me identifiquei pq ainda estou na ATIVA.
Não quis ofender ninguem. Apenas acho que esta é a realidade. Basta ver as noticias (BB deve comprar Banco nos EUA em março/2011). Acho que a PREVIC está querendo dar destino especifico para os 50% do Banco, por isso o impasse.
Mesmo que não queira publicar, pense no assunto.
Um grande abraço.