domingo, 20 de fevereiro de 2011

Pedido de EXCLUSÃO de sócio

Caros Colegas.

Para pedir afastamento do quadro de sócios da AAPPREVI basta uma simples mensagem de e-mail manifestando esse interesse. E pronto. Em seguida será encaminhada a confirmação da total desvinculação dentro do enquadramento em que se inclua o associado.

No entanto, outras associações exigem o cumprimento de determinados procedimentos para conceder a exclusão. Foi pensando nisso, e visando atender aos constantes pedidos de orientação nesse sentido, que elaboramos a minuta abaixo, para contemplar essas expectativas:

Senhor Presidente,

Usando do direito que me confere o Estatuto dessa Associação, venho pedir minha exclusão do seu Corpo Social, de acordo com o regulamento em vigor.

Nesta oportunidade solicito informações detalhadas acerca do que se segue:

a) eventuais penalidades que me serão impostas pela consolidação do afastamento, como solicitado;
b) em quais ações judiciais patrocinadas por essa conceituada Associação estou incluído, com indicação das particularidades inerentes, tais como: número do processo e respectiva vara da Justiça com a posição atual no andamento jurídico, nome do advogado patrono da causa com endereço para contato e qual o vínculo contratual a que está atrelada a inclusão no processo;
c) caso esteja enquadrado no item b, acima, antecipo o desejo de transferir o patrocínio para outro advogado mediante uso do direito de substabelecimento, concomitantemente ao cancelamento de contrato firmado para acompanhamento do processo, se for o caso;
d) quais os atos que deverão ser praticados para total desvinculação do quadro social, e transferência de eventuais processos judiciais em que esteja incluído;
e) que despesas me serão imputadas pela confirmação do afastamento, nestes termos.

Contando com sua aquiescência ao atendimento deste pedido do cancelamento definitivo da minha filiação nessa Entidade, fico no aguardo de sua urgente confirmação.

Atenciosamente,

(assinatura)
Nome:
Matrícula:
RG:
CPF:
Endereço e telefone:
(Enviar por carta ou fax)


Observações do Blog:

No caso específico da ANABB, eis a orientação dada em resposta a um pedido de desfiliação:

Pergunta:

O que preciso fazer para me desfiliar da ANABB.

“Prezado Associado, informamos que para adotarmos os procedimentos de desfiliação, se faz necessário que o pedido seja realizado por meio de requerimento formal (assinado), visto que a ANABB tem que atender as exigências legais de desligamento do plano odontológico.

Dessa forma, eventual pedido de desfiliação deve ser encaminhado para o endereço: SCRS 507, Bloco "A", Loja 15, CEP: 70.351-510, Brasília - DF ou fax (61) 3442-9655. Pedimos a gentileza de identificar-se pela matrícula do BB e RG ou CPF, informando também os dados atualizados (endereço e telefone) para confirmação de seu pedido. ANABB agradece seu contato.”


Finalizando, cumprimos o dever de informar que o Blog Previ Plano 1 não incentiva o afastamento de sócios de quaisquer entidades. Tanto é que sobre o assunto manifestamos nossa posição no post “Filiação”, de 20/02/2010, cuja leitura recomendamos, e aproveitamos para lembrar o artigo “ANABB e Ação Judicial” aqui publicado no dia 01/09/2010.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Mantenedor do Blog Previ Plano 1

Marcos Cordeiro de Andrade - Curitiba (PR) - 20/02/2011.

41 comentários:

Anônimo disse...

BOM DIA ; AQUI ; JAMAIS ANÔNIMO; HELENO PINTO NOBRE; MATRICULA 3984740-3.RESIDENTE EM PELOTAS-RS; MAS NASCIDO EM RIO GRANDE-RS;SEDMPRE É BOM ESCLARECER; PARA AQUELES QUE NÃO GOSTAM DE SE IDENTIFICAR.

EU ANTES DE CONHECER A AAPPREVI JÁ HAVIA ENTENDIDO QUE A ANABB NÃO SATISFAZIA OS MEUS ANSEIOS DE UM TEMPO PARA CÁ. POR ISTO CUMPRI OS REQUISITOS E PAGAVA UMA MENSALIDADE QUE ACHEI CONVENIENTE FICAR COMIGO. E FIZ MEIO A CONTRAGOSTO. MAS JÁ HAVIA CONSEGUIDO ME LIBERTAR DELA. E INCENTIVO AQUELES QUE AINDA NÃO O FIZERAM A QUE O FAÇAM.

NÃO VAMOS ALIMENTAR QUEM NÃO NOS AJUDA AMENOS QUE SEJAMOS MASOQUISTAS; OU QUISERMOS BOTAR FORA OS NOSSOS PARCOS RECURSOS.

QUANTO A AAPPREVI PELO QUE TENHO VISTO DESDE 11/2010;QUANDO COMECEI A ME INTEIRAR DE TODA ESTA CELEUMA A QUE ESTAMOS ENVOLVIDOS VEM CUMPRINDO COM O SEU OBJETIVO E ACHO JUSTO E NÃO PRETENDO ME AFASTAR TÃO CEDO. E RECOMENDO;E TENHO FEIO CAMPANHA PARA QUE OS COLEGAS A QUEM TENHO ACESSO A ADERIREM POR TUDO O QUE ELA TEM FEITO EM NOSSO PROVEITO E AINDA PELA MANEIRA COMO SEUS MEMBROS SE COMPORTAM. OBRIGADO E BOM DOMINGO PARA TODOS.

Anônimo disse...

Marcos,ao pedir desfiliação da ANABB,não é conveniente dar seus telefones.A gente é massacrado com tantas ligações que eles fazem para gente.

Anônimo disse...

Marcos, bom dia
gostaria orientaçao de como acessar os posts de 20/02/2010 e 01/09/2010, referente ao tema "Filiação" e "anabb e ação judicial"

grato

antonio barreto

mesquitasantana disse...

Caros colegas.

Para tomarem conhecimento dos últimos cinquenta anos de história do BBxPREVI, acessem o link abaixo: São relatos reveladores de como todos nós funcionários fomos vítimas de vários tipos de crimes e ilícitos praticados e se após a leitura ainda alguem vier aqui defender o que fizeram conosco, talvez seja necessária "camisa-de-força". São dados colhidos de pessoa idônea - RUI BRITO, trabalho efetuado por um colega idôneo - CHICÃO da PB e publicado por instituição séria - UNAMIBB.

http://www.unamibb.com.br/Pequena%20hist%F3ria.htm

Anônimo disse...

Me desfiliei da Anabb atraves do Fale Conosco ha mais de tres anos.Precisei sim reiterar duas vezes mas consegui me livrar.
Sandra Alves

Anônimo disse...

Penso que melhor do que pregar desfiliação à ANABB é vencer uma eleição na ANABB. Já imaginaram nossa AAPPREVI mandando na ANABB com recursos oriundos de mais de cem mil associados? Vai derrubar o mundo!!! Saibam que neste ano há eleição para a ANABB... Vamos ganhar? Dominar recursos de mais de um milhão mês?

Anônimo disse...

Nada entendo de computador, estou pedindo a amigo aposentado que faça esta indagação para mim:
-sou um dos matusaléns que se aposentaram antes de abril/1967, nunca contribuí para a PREVI pois me aposentei antes de sua criação e meu benefício é totalmente pago pelo Banco do Brasil, conforme determinava o estatuto da época. Nada recebi relativamente aos 20%, e pergunto se o Banco não teria a obrigação de me pagar este valor, tendo em vista que estou recebendo todos os reajustes concedidos aos aposentados da PREVI e também pelo fato que os funcionários da ativa vão receber os 20%. Agradeceria se alguém pudesse me esclarecer, bem como se existe algum colega na mesma situação que eu.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Colega Antonio Barreto, e demais interessados:

Para visualizar os posts antigos siga esse roteiro:

- aqui ao lado, na coluna da direita (que inicia em SORTEIO DO NOTEBOOK);

- use a barra de rolamento e vá até o ARQUIVO DO BLOG (quase ao final);

- clique na seta que indica o ano;

- faça o mesmo para o mês e depois busque o título do post.

Obs. Quem quiser qualquer post no formato para impressão basta pedir pelo e-mail:

marcosmca@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Conforme informado pelo BB na divulgação do resultado, a participação do Plano 1 da Previ está no resultado.
Na Demonstração de Resultado (DRE) (Outras Receitas Operacionais) existem dois totais:
Banco Multiplo - R$ 12.004.722 mil
BB Consolidado - R$ 14.092.757 mil
Nesses dois totais está incluida conforme Notas Explicativas 22e:
Outras Receitas operacionais
Previ - atualização de ativos R$ 4.299.199 mil
Atualizaçao dos Fundos de destinação do sup - R$ 280.994 mil.
Não é apenas contábil.

Anônimo disse...

Alo anônimo que é aposentado antes de existir a Previ. Segundo conta, o Banco vai sim pagar seus 20%. Olhe lá no seu extrato. Não vai sair no espelho, mas no extrato.

Anônimo disse...

Caros colegas,
Tenho acompanhado adiscusão entre os colegas José Dantas, de Manaus e Edgardo A.Rego, se não me engano, de Pelotas, sobre apropriação ou

não pelo BB do supervavit da Previ.Sugiro que marquem encontro-Brasília seria mais apropriado e quase equidistante- para que, munidos do balanço do BB,consigam chegar a um acordo e nos informar a posteriori.De minha parte, após consultar meu bolso e minha conta bancária, constatei que faltava 50%do que me seria devido.E agora José?
Abraços.

Ari Zanella disse...

Prezados colegas,
Lendo a “Pequena História da Previdência dos Func. Do BB” colocada pelo colega Mesquita Santana deparei-me com alguns diretores de uma tal de chapa 4 de então, isto é, 1996, que PROMETERAM se eleitos fossem, ficarem “de olho” numa alteração proposta pelo BB, (transcrevo parte do documento):
“Na época do anúncio desse projeto pelo Banco, em 1996, havia eleições para a Diretoria da Previ e a Chapa 4 – Construindo o Futuro alertou sobre tal pretensão do Banco, dizendo que se eleita estaria atenta à questão. Mas após ser eleita, sob alegação de que isso traria perspectivas futuras, tanto para o pessoal da ativa, quanto para os aposentados, e para o próprio Banco, passou a apoiar uma proposta de Acordo com o Banco, que será descrita adiante, neste documento. A chapa era composta por:
- Arlindo Magno de Oliveira;
- Vitor Paulo Camargo Gonçalves;
- Paulo Assunção de Souza;
- Fernando dos Santos Ferreira;
- Jose Ricardo Sasseron;
- Celene Carvalho de Jesus;
- Eugemar Taipinas;
- Paulo Ribeiro Cordeiro;
- Fernando Luiz Delgado de Miranda. ”
DOS NOME ACIMA ALGUÉM CONHECE VITOR PAULO, PAULO ASSUNÇÃO E O SASSERON??? As tramóias da diretoria da Previ com o BB já vem de longe e o MAIS TRISTE é que eles se REELEGEM!!!! Acorda PB1.!!!!!!

Anônimo disse...

Prezado anônimo das 05:41,

Como vamos concorrer à eleição de uma entidade cujo regimento tem por objetivo maior defender o BB? Como dizem as crianças: - Pirou na batatinha?

Paulo disse...

Joaquim, Airton, Anônimo das 12:30 e demais colegas que atenderam minha consulta:

Primeiramente,uma frase, para ficar dentro do espírito do post do Marcos: "Salve, AAPREVI, adeus ANABB". Também não estimulo a desfiliação. Apenas despeço-me...

Então meus cálculos estão corretos, pelo menos quanto ao número e o valor das parcelas, como também devem estar os de Joaquim. A base foi somente a verba P300, sem o INSS, e não tenho a P220.

Há diferença ainda sobre os percentuais de retenção. Você, Airton, fala em 27,5%, mais 3% = 30,5%, o que me parece correto. A PREVI diz que é 1/3 (33,3%) e desconta 43,47%!
Agradeço e abuso da boa vontade dos amigos e registro somente para confirmar: 27,5%? é apenas um padrão para todos, a ser acertado na folha. Quem tem muitas deduções, como eu (faixa de isenção mais de 65 anos, pensão alimentícia e dependentes), deve receber a diferença posteriormente. Nunca fui de fazer essas contas sobre I.R. Olhem só o que dá confiar na PREVI! Não me lembro de ter lido nada claro sobre essas deduções. A PREVI ficar falando apenas em retenção, sem esclarecer nada sobre as deduções, deixa muita gente meio perdida.

Se não mais se obedecem às leis, não se observam os estatutos, não se respeitam direitos e apenas a deusa RESOLUÇÃO 026 é reverenciada pelos gigantes comedores de superavits , como podemos calcular o que vamos receber? Por favor, amigos, como é mesmo o nome deste país em que vivemos?

Muito obrigado.

Anônimo disse...

Gostaria de saber o que a nossa querida Dona Isa acha de tudo isso que esta acontecendo sobre o superavit.
Obrigado e um grande abraço!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caros Colegas.

A nossa combativa Colega Isa Musa de Noronha, de quem sou ferrenho cobrador de resultados, permanece guardando o leito e, teimosamente, preocuoa-se com os nossos assuntos. Tanto é que vez por outra epmunha o notebook para participar dos nossos debates (conforme publicado aqui no Blog), contrariando o bom senso e a recomendação médica.
Ela me pede sigilo sobre sua enfermidade mas, como se constata, continua batalhando por nós, ao seu modo.
Deixemo-la sossegada até que se restabeleça, o que, esperamos aconteça logo, com a Graça de Deus.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade.

Anônimo disse...

Bem Lembrado Colega Ary Zanella:
Fiquei encantada, ao ler a "Pequena Estória da Previdência dos funcis do BB", com a riqueza do material coletado pelos colegas.
As diversas situações que atravessamos no BB (me voltam a memória) com as respectivas matérias publicadas pelo BB em seus boletins e afins, e hoje a realidade que confirma a lavagem cerebral que nos impuseram, o medo e preocupação pelo do nosso futuro.
Recomendo a leitura, principalmente aos colegas que como eu passaram batido pelo BB. Não me antenava muito aos fatos.
Elisabeth Oste

Anônimo disse...

Com certeza depois da insatisfaçao de alguns colegas,ja,ja começarao as cobranças de aumento dos limites e prazos do ES.ALERTO aos colegas que como todos sabemos , o ES e usado nas promessas de campanha das eleiçoes para a Previ e em 2012 havera eleiçao, mais uma vez vao prometer e nao vao cumprir.Ja li alguma coisa por ai sobre aumento do limite para 150 e a outra do outro blog tambem ja "jogou" o assunto.
Depois do Carnaval,ou seja, no segundo semestre(Outubro/Novembro)ja vao aparecer os candidatos com as promessas.
OLHO VIVO pessoal.Nao podemos deixar passar mais uma eleiçao VOTANDO MAL!!!!!!E deixando os mesmos petralhas no poder.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

De João Rossi Neto:

Resposta da Previ sobre a minha reclamação.

----- Original Message -----
From:
To:
Sent: Friday, February 18, 2011 3:55 PM
Subject: ATENDIMENTO PREVI



Senhor João,

Recebemos sua manifestação e informamos que sua reclamação foi registrada.

ROBERTO PEREIRA GONCALVES
Gerência de Atendimento
PREVI

----------------------------------------------------------------------------------------------

Data: 16/02/2011 13:29:50
Assunto: Outros Assuntos - Reportagens sobre superávits.
Tipo: Reclamação

Mensagem:
Essa Caixa sabe muito bem que as reportagens veiculadas na Folha.com e
no jornal o Estadão, estão distanciadas da verdade.
Neste momento em que há briga acirrada para estabelecer o valor do
salário-mínimo, cuja discussão gira em torno da diferença de R$15,00 reais
reivindicados pelos Sindicalistas, uma vez que o Govêrno oferece R$545,00 e
eles querem R$560,00, aparece uma noticia de que o BB está distribuindo R$
15 bilhões para os assistidos do Fundo de Pensão, o que, sem dúvida alguma,
é uma grande inverdade, vez que o banco foi agraciado com R$ 7.5 bilhões.
Este tipo de notícia infundada, certamente vai jogar a opinião pública
contra nós, porque mal informada, vai pensar que estamos ficando
milionários, pela robustez das cifras divulgadas.
Ocorre que temos colegas que vão receber menos de R$500,00 de reajuste
e isto é do pleno conhecimento dessa Caixa.
Isto posto, à vista dos acontecimentos, caberia essa PREVI, de forma
imediata, tomar a dianteira dos fatos e esclarecer a imprensa, colocando-a a
par da realidade, principalmente explicando que desse montante, cabe a
metade ao BB ( R$ 7.5 bilhões), isto em decorrência da Resolução 26/2008,
porque se não ninguém iria entender nada, porque não é legal e rotineiro
patrocinador receber lucros do Fundo de Pensão que patrocina, como se este
fosse uma subsidiária sua. O que, aliás, foi isso mesmo que a Resolução
26/2008, em última análise, acabou fazendo: Transformando essa PREVI em
subsidiária do BB.
Dentro da obrigação de fazer a nossa defesa, contamos com suas urgentes
providências, divulgando no site o que for feito para nosso conhecimento.

Matrícula: 4986560
Nome: JOAO ROSSI NETO
E-mail: jrossineto1@uol.com.br

mesquitasantana disse...

À colega Elisabeth Oste.

Em seu comentário de 07:45 pude observar o seguinte:

Lavagem cerebral;
Medo;
Preocupação com o futuro.

veja que efetivamente se trata de "terrorismo" explorar a sensibilidade humana através do medo.

Todos os colegas que passaram batidos como você cita, é bom lembrar que atualmente já temos condições de acessar tais informações e ainda assim mais 40% teimosamente votam no "SIM". Acho que já é hora de revermos nossos procedimentos.

Anônimo disse...

Ao contrário do que alguns colegas defendem, as contabilizações do Patrocinador, antes da Deliberação CVM 600, de 078/10/2009, não estavem total,mente revestidzs de legalidade.
A Deliberação CVM 371/2000, normativo que disciplinava a contabilização de beneficios a empregados, até 06/10/2009 assegurava que:

Ativos do plano
16-São os ativos mantidos pelo fundo de pensão que satisfaçam às seguintes condições:

a.O fundo de pensão é legalmente separado da Entidade patrocinadora;

b.Os ativos do fundo devem ser usados exclusivamente para reduzir as obrigações de benefícios aos empregados, não são disponíveis aos credores da patrocinadora e não podem ser devolvidos à patrocinadora, exceto os ativos remanescentes no fundo no caso de sua liquidação; e

c.Na extensão que haja ativos suficientes no fundo, a Entidade não terá obrigação legal ou constituída a pagar diretamente os benefícios aos empregados.

Como esse normativo conflitava com a Resolução 26, após 1(um) ano de vigencia da Resolução 26, a CVM "resolveu", aprovar a Deliberação 600, e revogar a de nº 371/2000.
Entretanto, o Balanço de 2008, que contabilizou mais de R$ 5bilhões, impactando positivamente o resultado, utilizou-se da Deliberação 371/2000.
Como pôde??????

Anônimo disse...

Verdade anonimo não podemos deixar nos enganar com promessas mentirosas.Nem as pensionistas acreditam mais nessa safadeza dessa Chapa 3.,nunca mais!!!!
Caiam fora, Chapa3!

Anônimo disse...

Todos da Chapa 3 estão com o nariz do Pinochio!

Anônimo disse...

Marcos, para que se coloque na pauta das reinvidicações no estatuto da PREVI, senão vejamos:
Sugiro o seguinte - todos os meses apos o crédito de nossos benefícios, a PREVI publicasse em nota destinada a todos assistidos inclusive pensionisstas -
valor total creditado ..bruto
superavit 20%..........
valor das deduções ..... x
valor líquido..........
Estes valores serão o total de todo o BRASIL, para que tenhamos um controle + ou - de quanto custa a folha de pagamento mensal (nada de mandar ver no balanço) para os leigos é mais facil assim.
TRANSPARENCIA, TRANSPARENCIA, TRANSPARÊNCIA OBRIGATÓRIA EM TODOS OS MOVIMENTOS DA PREVI, NADA PÓR DEBAIXO DOS PANOS (COMO VEM ACONTECENDO) SOB PENA DE PERDA DE MANDATO SEM DIREITO A DEFESA.

abraços.

Anônimo disse...

CONCORDO PLENAMENTE com o colega
Ari Zanella em seu post de 20 de fevereiro de 2011 06:35.
Parabéns pela lembrança! Realmente este "povo" citado está nos enganando há muito tempo. Pode-se enquadrar como uma "quadrilha?".
O que revolta mais são os "cabeças-brancas" que ainda os reelegem, pleito a pleito. QUE ABSURDO ! Será que ainda insistiram em votar SIM num futuro "Acordo Arapuca?". QUE TRISTEZA !!

Anônimo disse...

Pessoal.

A Petição Pública "www.petiçaopublica.com.br"elaborado pelo colega Luiz Dalton(RS) já conta com 3.300 assinaturas. Vamos subscreve-la, para ver se atingimos um número expressivo. É o nosso futuro que está em jogo. VAMOS ASSINAR, PORQUE A JUSTIÇA HÁ DE PREVALECER. Temos que acreditar no poder judiciário.

Paulo disse...

Amigos,

Somente para completar: é de minha autoria o comentário das
06,42, assinado apenas PAULO, talvez por um lapso meu.

Paulo Motta
blog:
superavitsprevi.wordpress.com

Anônimo disse...

Caros colegas,

Entramos muitos anos atrás numa empresa onde o grau de exigência no concurso era muito grande. Fomos e somos capazes de grandes feitos! Somos imagem e semelhança do Criador.
Gostaria de desafiar a todos que têm um coração sedento de justiça a apresentarem sugestões visando ampliar o número de associados da AAPPREVI.
Se em mais uma eleição permitirmos que pessoas venais sejam empossadas na Previ o caldo vai desandar ainda mais.
Minha primeira proposta é que seja marcado um panelaço das pensionistas na porta da Previ para alterar o percentual. Todas vestidas de camisetas pretas. Chega de promessas mentirosas na véspera de eleição. Na oportunidade aproveitarâo para divulgar a nossa querida associação.
Abraço em todos

Anônimo disse...

Estão faltando mais de 3.400,00 em minha conta. Telefonei para a PREVI e o funcionário (não revelarei o nome porque ele foi muito educado e solícito) falou que o crédito do dia 18 foi apenas um adiantamento e que o restante virá até 20/03.

Vou aguardar.

Anônimo disse...

Depois de um Memorando nebulosíssimo como esse, quem confia naqueles que se sentarão à mesa para fazerem alteração no estatuto? Eu hein! Se forem os mesmos, não confio em ninguém. Eu acredito em objetividade, em preto no branco e muito bem detalhado. O que passar disso e o que for menos do que isso, é "hoax".

Pacheco - Brasilia DF disse...

Lendo essas colunas do lado com essa turma da antiga ai Rui Brito e outros que falam a mesma coisa há 40 nanos dá vontaqde de rir. Os caras nunca se elegeram a nada e ficam sempre na oposição jogando lama nas diretorias. Espero que esse blog não caia nessa. Essa turma do contra jamais vai ganhar uma eleição na Previ. São os profetas que anunciam que o mundo vai acabar na semana passada. Um saco.

Anônimo disse...

Estamos todos decepcionados e como voce Marcos falou, todos perdemos.

O valor dos 20% tão aguardado, não foi diminuido só pelo IR, mais também pelos empréstimos que fizemos com tanta demora e os juros destes empréstimos diluiram mais ainda nosso parco dinheirinho.

Espero que não haja tanta demora nos ajustes prometidos para os próximos 6 meses dos quais 2 praticamente já se passaram.

Certamente as alterações dos 360/360, e as pensionistas que não podem mais continuar com 60% apenas das pensões, devem ser alterações executadas com toda prioridade.

Vamos começar nossa luta já, porque eles só vão começar alguma coisa após o carnaval.

Herberto disse...

Nem mesmo o patrocinador, com seu batalhão de advogados, ao qual se juntaram auditores independentes, ninguém, nem a justiça considera líquida e certa a pretensão do primeiro, de se apoderar de parte do superávit.

E aí aparecem alguns coleguinhas, quem sabe algum gerente mais afoito, mais realista do que o rei, que acaba por marcar gol contra, alegando esse direito.

Eles não perdem por esperar sua recompensa, quando estiverem em situação semelhante à nossa.

Tenho evitado chamar de Banco do Brasil a esse patrocinador.

Banco do Brasil foi aquele que nos acolheu há muito tempo, com festas e trotes bem humorados por parte de colegas, chefes e administradores, aquele BB que tanto cobrava nossos deveres como respeitava nossos direitos, sem que precisássemos reclamá-los.

A chegada de um novo gerente à cidade, principalmente no interior, era um acontecimento que movimentava as conversas e os noticiários.

O gerente, assim como o bispo ou o vigário, o prefeito, o juiz, o delegado, era uma das autoridades reconhecidas e celebradas nessas comunidades.

Os funcionários, também atuantes e solidários com a população, eram admirados e respeitados.

Tínhamos muita confiança no futuro e verdadeiro orgulho em nos identificarmos como funcionários do Banco do Brasil.

Não saberia dizer como é hoje.

Atualmente existem aposentados que sequer conhecem ou sabem o nome do gerente.

Anônimo disse...

Colegas do Pb1, como tem colega aposentado que continua ingênuo?
Pois é, no blog da outra, já postaram até elogios, por ter a mesma já estar ocupando cargo de conselheira na Coopanabb.
Temos que abrir o olho desses nossos colegas que parecem gostar do canto da sereia.
Evidente, que não se pode acreditar nesta senhora.
A mesma afirmou que o superávit só pode ser distribuido depois de três anos. Se for assim,vai se repetir a dose, isto é, defazagem nos nossos vencimentos e mais arrocho.Estão vendo! Sem cargo nesta associação que defende nosso opressor, ela não fica! Então como pode alguém crer que a mesma vai defender direitos nossos?
Temos que mudar nossos representantes na Previ. Vai ver que a mesma já está querendo voltar. Justo ela que não fez nada a nosso favor. Vamos dar-lhe o que ela merece:FOORAAA!

Julio disse...

Ao Anônimo
20 de fevereiro de 2011 03:18,

Quando solicitei a exclusão da ANABB recebi vários telefonemas solicitando o motivo da minha saída, eu já estava de "saco cheio", aí comecei a responder com gozação, dizia: porque o meu dinheiro não é capim que nascem em terreno baldio.
Pessoal, nada de querer ganhar eleição da ANABB, a melhor opção é todo mundo debandar mesmo.

Anônimo disse...

Aos que pensam que a chapa 3 é culpada de tudo, quero lembrar que jamais conseguiremos derrotar o consórcio CUT - ANABB - AAFBB à frente da Previ. Alguem aqui tem mais de um milhão de reais para gastar em uma campanha eleitoral? Eles tem de sobra e na última eleição dizem que gastaram mais de um milhão cada uma, ou seja: 3 milhões com impressão de 4 jornais de propaganda para enviar para a casa de mais de 120 mil associados, postagem de correio disso tudo e call center. Sabem quando derrotaremos eles? Nunca! Sabem porque eles tanto lutam por uma eleição Previ? Um Diretor eleito ganha mais de 60 mil reais por mês entre salários, ajudas de custo, auxilio moradia, e benesses e 4 anos de mandato arruma a vida de qualquer um. Acham mesmo que sobraria para nós? Esqueçam.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Mensagem a todos os participantes do PB1, dirigida pela Presidente da FAABB, Colega Isa Musa de Noronha:

Prezado Marcos,

Amigos me repassaram a cobrança em seu blog sobre o que penso dos créditos da Previ. Pouco para alguns, normal para outros, foi o que fora prometido. Diferentemente de 2007 quando a Previ criou o tal “renda certa” quando beneficiou uma minoria, sendo que dentre essa minoria alguns privilegiados receberam mais de um milhão de reais, pelo menos agora os 20% atingem a todos. Lógico que quem recebe Benefício normal da Previ de 20.000,00, 20% somam R$ 4.00,00. Quem recebe 5.000,00 os 20% dão R$ 1.000,00 e quem recebe R$ 2.500,00 os 20% significam 500,00. Sei que há algumas incongruências nos créditos, alguns reclamam terem recebido menos do esperado. Acredito que se deve à retenção pró Imposto de Renda na Fonte e consignação à Cassi, mas certamente isso será acertado e esclarecido na folha de março. Alguns dizem que não houvesse o acordo o benefício seria maior. Não creio. O Banco do Brasil ao lado do Governo, escudados pela Resolução, não abriram mão de somente negociar tomando por base a tal resolução 26. Haveria o impasse. Pior. A Previ no balanço teria de apartar a metade do saldo da conta Reserva Para Revisão do Plano em dois fundos previdenciários, sendo um a favor do Patrocinador e sem acordo, o Banco dele lançaria mão enquanto que participantes e assistidos teriam de aguardar a negociação da forma de receber benefícios adicionais, pois todos sabem que se o os indicados pelo Banco não concordarem, nada sai . A FAABB publicou breve análise do Balanço do BB onde o Patrocinador registra com cuidado seu suposto direito. Há parecer dos auditores com ressalvas, então, acreditamos que esse tema está longe de ser definitivo. As ações judiciais continuam, estamos buscando viabilizar a ação de inconstitucionalidade da resolução e estamos cobrando do Banco e da Previ a abertura das conversações sobre os ajustes no plano. O certo, caro presidente, que ainda temos longo e árduo caminho pela frente. Esse acordo, se não foi o ideal, pelo menos conseguiu colocar na conta de todos um pouco do que é legítimo. Vamos em frente buscar tudo o que nos é de direito.

Atenciosamente

Isa Musa de Noronha

Lena. disse...

Todas as vezes que entro nesse blog a minha pressão cai.Cai de
tanta raiva,angústia.Fico lendo,relendo... Sinto-me impotente diante de tanta frieza,falcatruas.

Aumentão esse p300 Pô!!! mais é AUMENTO!não essa titica que deram,e ainda por cima provisório. ALO ROSSI,só vc amigo.
EU VOU FAZER MACUMBA AGORA,NUNCA VI TANTO DESPACHO. Abraços. mh.leal@ig.com.br

Anônimo disse...

Então os diretores recebem 60.000,oo e nós essa merreca de pensão? Será que eles não tem vergonha na cara? Não é o dinheiro deles que vai faze los ganhar uma nova eleição é a nossa honestidade. Todos os aposentados e pensionistas precisam ir repassando essa vergonha>. Eu aqui na minha cidade já estou metendo a boca no trambone, e olha estão ficando de boca aberta.
Fora Chapa3!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

olhem o ultimo balanço da ANABB. conselheiros absorveram R$ 4.000.000,00 em 2009. E tem SUPERAVIT...... vamos distribuir , ANABB....

Anônimo disse...

Como tem gente do PB1 que "eudeusa" ex-diretores (Cecilia, Vitor Paulo, Sasseron "et catervA").NÃO NOS DEVEM NADA...Nada fizeram por nós...

elles já eram...Foram... Adeus Chapa 3...

Temos gente boa e honesta aqui neste Blog.
Pensem nisso, nas próximas eleições