sábado, 1 de janeiro de 2011

Organização de Mescla

Caros Colegas.

A PREVI hoje se constitui numa mistura de coisas diferentes para terror dos seus associados e legítimos donos. Fugindo totalmente à atividade fim, tornou-se uma empresa lucrativa a serviço do Governo – figura alheia ao seu quadro social, pois não detém cota de participação na sociedade.

Ocupada gradativamente por pessoas desvinculadas dos seus princípios, a PREVI transformou-se num ninho de predadores encastelados na sua cúpula diretiva. Sindicalistas e marqueteiros, políticos todos, assenhorearam-se do poder para dar as cartas e agir ao bel prazer impingindo a Mescla com o propósito de servir ao Banco do Brasil - como preposto do Poder Central. O Governo, sempre ávido em botar a mão no dinheiro alheio, dá continuidade a uma prática de meio milênio que teve origem na fase do Brasil Império, quando o ouro era roubado descaradamente pelos seguidores do rei.

Reza o Estatuto da PREVI que ela é uma Organização de fins não econômicos, formada para conceder complemento de aposentadoria, e pensões, aos seus associados – todos de uma mesma classe de ex-trabalhadores dos quadros do Banco do Brasil. Em nenhum lugar está dito coisa diferente. Nem mesmo as seguidas alterações estatutárias maliciosamente forjadas conseguiram modificar esse entendimento: a Caixa de Previdência pertence aos seus sócios e somente a eles lhe é dado servir.

Todavia, ao poder avassalador do patrocinador, avalizado pelo Governo, normativo nenhum é respeitado. Nem mesmo as leis são obedecidas, pois o centro da incompetência e do desrespeito aos princípios básicos da democracia dita e edita suas próprias normas, sobrepondo-se à Carta Magna do País para cercar-se da impunidade que lhe concede o arbítrio, e dá o direito espúrio de dilapidar o patrimônio do Fundo de Pensão dos aposentados e pensionistas que o criaram - o fizeram crescer e dele dependem para sua sobrevivência, agora ameaçada pela rapinagem instituída oficialmente.

Na atual conjuntura, o patrocinador pode tudo. Até mesmo praticar terrorismo branco em direção aos participantes do Fundo, ao deixá-los desorientados à falta de informações sobre o que grassa nos seus domínios. No corpo diretivo da PREVI subentende-se haver elementos eleitos pelos associados para defendê-los. Mera suposição afinal, porque até estes se submetem ao jugo. E a PREVI, subserviente apêndice do Banco do Brasil, além de acatar suas determinações sem questionamentos, ainda se dá ao desplante de sonegar informações aos seus associados naquilo que mais lhes interessa – o destino do dinheiro do seu lídimo sustento. Isto se explica com superficial análise de ocorrência recente. Depois de encenar uma concordância suspeita, o Banco separou para si metade do superávit destinado à melhoria de benefícios. Mesmo desenquadrado por não ser um dos beneficiários legalmente instituídos, determinou que o restante fosse distribuído de acordo com suas próprias regras. Mas nem essa parte do “acordo” está cumprindo, uma vez que os seus desígnios foram satisfeitos, pelo que se deduz.

Este Natal que passou, juntamente com as festividades do término do ano, nunca mais sairá da lembrança dos participantes do PB1. Independente da ala em que formou na votação do “plebiscito” ninguém saiu vencedor, pois além de enganados pela dubiedade do conhecimento dado, o aceno que foi feito remetia ao entendimento de que o ano não terminaria sem que se visse a cor do dinheiro. No entanto, além de nada ter sido pago nada foi dito relativamente à data em que o crédito será feito. E é justamente aí que reside o terrorismo bem ao gosto dos mandantes: para manter o domínio sobre os reféns é primordial deixá-los sob total escuridão. Pois o medo e a ignorância inibem as forças impedindo qualquer reação em direção à liberdade.

Por isso a PREVI nada informa.

Em que pese possuir um dos parques informáticos mais bem estruturados do país, o site da PREVI, que deveria se prestar à informação precisa de tudo que diz respeito aos associados, somente serve aos interesses do patrocinador – seu senhor absoluto. O noticiário é inócuo enquanto dirigido aos participantes, pois somente trata de assuntos do Fundo como empresa de fins lucrativos, para deleite do Banco do Brasil e do Governo, sempre em dia com o montante disponível para sacar.

Enquanto essa postura de servilismo não se modificar os participantes e assistidos permanecerão reféns do patrocinador que continuará sua saga dominadora. Por isso urge que mudanças sejam efetivadas para desinfetar a PREVI da sujeira de que está impregnada. Há que se insuflar a revolta entre os poucos que possam contribuir para o saneamento. Lideranças dos aposentados e pensionistas precisam vir a público denunciar irregularidades. Associações que os congregam devem abandonar o estado de letargia e sacudir os poderes. A Federação das Associações tem a obrigação de agir de conformidade com o poder que lhe conferem 32 afiliadas com o mesmo propósito: defender incondicionalmente os interesses dos aposentados e pensionistas que dependem da PREVI. Ou se faz algo agora, já no início do ano, ou cedo será tarde demais para estancar a sangria iniciada na jugular do nosso Fundo de Pensão.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 01/01/11.

165 comentários:

João disse...

Caro colega Marcos Cordeiro e demais Associados

Parabéns pelo texto. Como diria aqueles inspetores antigos: "é de uma clareza meridiana".

Há que se fazer alguma coisa; nem sei como fazer, mas há que se fazer. Já "correu" aqui pelo blog a idéia de se contratar uma banca de advogados isenta para se entregar a questão e para tanto aventou-se o pressuposto de uma contribuição extraordinária para se arcar com tal despesa, no que estou totalmente de acordo
"PRECISAMOS CHORAR AGORA ENQUANTO TEMOS LÁGRIMAS"

Um abração a todos
4.990.200-8 JOÃO SANTANA MOURA
Aposentado desde maio/94

mary disse...

Marcos, infelizmente a falta de amor está dominando os homens é cumprimento da palavra de Deus, está escrito que quanto mais a iniquiquidade se multiplicar o amor de muitos se esfriará. E o mundo está cheio de corrupcção, os homens por amor ao dinheiro foge a todos os principios da dignidade: matam, roubam, estorquem, destroem familias, vemos que até as Autoridades e o poder judiciário dos paises, estão julgando em causa própria, dando sentenças erroneas, criando leis e resoluções ilegais e por que não dizer abusivas, em tudo isso envolve grana e poderio. E as pessoas que mais sofrem são os menos afortunados, os enfermos, os famintos, necessitados e oprimidos. Sabemos porém que Nosso Grande e poderoso DEUS, nos deixa sempre uma porta aberta e que no meio de toda essa corrupcção, ainda existe homens Dignos e Honestos em todos segmentos de Democracia e poder. Apesar de tudo a nossa Fé e Esperança por dias melhores continua firme. Que todos Possamos pedir a Deus sabedoria, entendimento e confiança na vitória que certamente iremos alcançar. DEUS NOS CONCEDA UM ANO NOVO, repleto de paz, saúde e benções e vitórias. abraço a todos.

sergioinocencio disse...

Marcos,

concordo, e até ja expressei aqui o
mesmo sentimento, somos constante-
mente aterrorizados, e quand surge algo de nosso interesse somos afastados, não participamos direta-
mente, apenas ficamos olhando, sem
nada ver, por que tudo é encoberto
com um manto de mistério.
ao participante só interessa o resultado, se houver ( assim pensam
os que se dizem dono), nossas opiniões não contam, servimos apenas para referendar acordos espurios.
coo falei anteriormente, e agora tenho certeza plena, tudo ja estava resolvido, mesmo precisando das assinaturas dos diversos orgãos, tudo era pro-forma, mais mesmo assim nos fazemm de tolos, esperem, talvez dia 20.

UMA DESGRAÇA SER TRATADO ASSIM

Anônimo disse...

Marcos e demais colegas desse blog, como eu gostaria, e não somente eu, mas muitos de nós, também, de ver essa corja de bandidos miseráveis fora da Previ e do BB.Estes canalhas, vêm desde há muitos anos praticando atos lesivos a todos nós, que dela dependemos. Quando agora, não podemos nem mesmo começar nova vida profissional devido a nossa idade.Estes miseráveis estão a nos nivelar sempre para baixo, desculpe a expressão Marcos, mas esse é o sentimento que muitos de nós temos em relação a esta gangue.
A impressão que se tem é de que a Previ foi constituida para dar lucro ao governo, quando a mesma é apenas um fundo de pensão, daqueles que um dia deram seu suor durante toda uma vida para o seu patrocinador, o BB.Os incompetentes assinaram um acordo vil e mesquinho, depois de longa tortura imposta aos que deles esperavam algo muito melhor.
Urge, quem sabe, de fundarmos uma nova federação com outro nome, a exemplo da AAPPrevi, se quizermos realmente mudar esta situação.

ELIAS disse...

MARCOS e Blogueiros,
Vejam minha pergunta e a resposta do Romildo, Presidente do Conselho Fiscal da PREVI:
"1. ELIAS disse:
sábado, 25.12.2010 às 11:22
ROMILDO,
O que faz o Conselho Fiscal?
2. Romildo Gouveia Pinto disse:
domingo, 26.12.2010 às 7:49
Caro Elias, o estatuto da Previ, que pode ser consultado no endereçohttp://www.previ.com.br, define:
“Art. 42. O Conselho Fiscal é o órgão de controle interno da PREVI responsável pela fiscalização da gestão administrativa e econômico-financeira, e exercerá suas funções nos termos deste Estatuto e do Regimento Interno do Conselho Fiscal.”
Os artigos seguintes do estatuto normatizam a atuação do Conselho.

Já que a pergunta é boba, então aí vai outra: será que o Conselho Fiscal está realmente Fiscalizando e pode intervir e elucidar o nefasto "acordo"?

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Pelo menos uma notícia boa. Um detalhe que não está sendo observado e que pode ser motivo de grande alegria para nós:

O inimigo público nº 1 dos aposentados/pensionistas da Previ, o traidor-mór, não se encontra incluido entre os ministros da presidente eleita. Não há, portanto, perigo iminente de que ele, sorrateiramente, inclua, entre os papéis a serem assinados pela Dilma, uma resolução 27, doando 100% dos superavits da Previ para o BB. Ufa, que alívio! Obrigado, Senhor!

Anônimo disse...

Começou a dança das cadeiras e dos ministérios, agora com o governo em desordem sinceramente alguém acha que o os 240% de crédito saem até o dia 20/01/2011?Eu duvido muito!Vão enrolar e enrolar muito!

Anônimo disse...

A Dilma quer erradicar a pobreza, com o slário mínimo de 540 reais!É muita mentira, e muito mais mentira, ao meu ver ela já começou muito mal, com este aumento de 5,52% para os aposentados que recebem acima do piso.Este aumento de 61% para os parlamentares e 5,52% para os aposentados é uma afronta e um deboche da sociedade.Meu próximo voto é nulo com certeza!

Anônimo disse...

Colegas,

Quando aconteceu a invasão ao Iraque e ao Afeganistão pelos EUA, assisti a um debate na TV, um especialista dizer que para barrar aquela guerra só se houvesse uma revolta de hackers, coisa totalmente utópica naquele momento. Recentemente, assistimos, no episódio do Julian Assange e Wikileaks, a uma ação dos hackers na sua defesa. E se lá nos computadores da Previ tivesse pelo menos um hackerzinho como aqueles, que resolvesse apertar a tecla "enter", inconformado com o que seus chefes estão fazendo, e creditasse os 240% logo no início de janeiro?

Pensionista sem voz fora da AAPREVI disse...

Vejam se o limite do financiamento imobiliário da Previ aumentou pra vcs. Pra mim aumentou 7 mil reais. Será q tem alguma coisa a ver com o superavit ou há sempre um aumento no final do ano?

Anônimo disse...

De: msasousa(socorro aragão)
Caro Marcos, colegas do blog, aposentados e pensionistas, colegas da ativa(todos do PB1).

Caros, neste início de ano, convido todos a tomarem uma atitude positiva, a se associarem a AAPPREVI. Comecem lendo os posts desde 2009, os comentários e outros sobre a associação e descubram que é através dela que nos mantemos informados, é ela, através de sua diretoria, que luta incansavelmente por nossos interesses e que está sempre em busca de maneiras para impedir que o Patrocinador/Governo possa nos alijar de vez da Previ.Precisamos de UNIÃO, UNIÃO, UNIÃO, para darmos força a essa diretoria(colegas altamente abnegados, corajosos que estão em busca dos direitos de todos).
Vejam a dificuldade para de distribuir o superavit, previsto no estatuto. A Vergonha que é o valor pago as pensionistas(60%)!!!Os índices de reajustes anuais que vão depreciando nossos benefícios, nos fazendo viver com dificuldades, sendo associados do maior Fundo de Pensão da América Latina, no qual depositamos durante toda nossa vida laboral e até depois, parte de nossos proventos para que quando aposentados, pudéssemos ter uma velhice mais tranquila. E o que acontece? Vivemos intranquilos, sem informações nenhuma dos que tinham obrigação de nos informar, pois sabem da expecativa que estamos vivendo desde 2008. Portanto mais uma vez, conclamo a todos: Vamos nos associar.
Conto com ^Você" colega.
Obs.: o texto Organização de Mescla está primoroso. Que tal editar, para ser enviado as revistas e jornais?
Que 2011 seja um marco para todos nós, com muita PAZ, SAÚDE E PROSPERIDADE.
msasousa.

Anônimo disse...

Marcos, mais uma vez, você brilhantemente externou aquilo que muito de nós pensamos.
Precisamos colocar na PREVI uma diretoria, na próxima eleição, que seja realmente íntegra e que nos represente, para isso, é necessário começar a formar uma chapa para concorrer na próxima eleição.
Feliz futuro para nós!
Cláudio-Piracicaba-SP

Anônimo disse...

Há muitas mudanças que o novo governo precisa fazer, além de consertar o estrago que foi feito na PREVI. Precisa repassar mais verbas aos estados para que o salário dos policiais civis e militares sejam dobrados. Se alegarem que não há verba, que mandem as tropas do exército para fazerem plantão na delegacia do meu bairro, das 18:01 h. às 7:59 h. do dia seguinte e nos feriados e fins de semana.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Incansável colega Marcos Cordeiro de Andrade

Demorei a formular-lhe votos de feliz ano novo porque estava preparando novo texto sobre esse momentoso assunto. Estou pensando escrever alguns textos baseados na História da Previ patrocinada por ela própria. Aqui lhe envio o primeiro texto. Acho que é aconselhável ir como um primeiro texto porque se trata da idéia fundamental desse debate com o Bando do Brasil: a idéia de justiça que embasa a Previ.
Um abraço com votos do mais venturoso Ano Novo para você e sua família.
Edgardo

Obs. Do Blog:

O texto “A História do Superavit Contada pela Previ”, de Edgardo Amorim Rego está publicado em Notícias Relevantes, com data de hoje, 01/01/11.

Anônimo disse...

PARABÉNS MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE; QUE ELOQUËNCCIA; QUE PALAVRAS BENDITAS. GOSTARIA EU DE PODER PRONUNCIÁ-LAS. APENAS FICO AQUI LHE APLAUDINDO. SEI QUE QUEM ESTÁ COM O PODER OU DELE TOMANDO CONTA NOS DIAS DE HOJE ESTÁ NESTE DIA FAZENDO A FESTA JUNTAMENTE COM QUEM SE ADONOU DOS NOSSOS DIREITOS,. NEM SEI QUEM PODERÁ NOS AJUDAR POIS O PODER JUDICIÁRIO NESTE PAIS; FAZ DE CONTA QUE EXERCE O SEU PODER. ESTÁ VAMOS QUE DIZER AMORTECIDO E EXTREMAMENTE LENTO EM RELAÇÃO AOS SEUS DIREITOS. DÁ ATÉ PARA DIZER QUE É CONIVENTE EM SUAS ATITUDES. NÃO EXERCE A MEU VER PLENAMENTE O QUE DEVERIA EXERCER. NEM SEI COM CERTEZA A QUEM RECORRER PARA TERMOS OS NOSSO DIREITOS RESTABELECIDOS.
APOIO PLENAMENTE A SUA MANIFESTAÇÃO; CONCORDO E SE PUDESSE ASSINARIA EM BAIXO.
VEJO QUE TODOS ESTÃO AMORTECIDOS POR UM SONO LETÁRGICO. E NÃO CONSIGO VER NENHUMA PERSPECTIVA QUE ALGO A CURTO PRAZO POSSA MUDAR ESTE QUADRO NEFASTO. ESPERO QUE O SR. TENHA MUITA ENERGIA E ACREDITO QUE POSSA ENCABEÇAR ALGUM MOVIMENTO EM NOSSO FAVOR; COMO DISSERAM PARA O SR. MEDEIROS; QUE NÓS SOMOS A "RALÉ". ISTO NOS FOI DIVULGADO POR JOSÉ BERNARDO MEDEIROS; SUPOSTAMENTE DITO POR ALGUM ALTO FUNCIONÁRIO DA ELITE. ESTA É A VISÃO QUE ELES TEM DE SEUS ANTIGOS FUNCIONÁRIOS. ACREDITO QUE ELES GOSTARIAM QUE TODOS NÓS MORRESSEMOS; ASSIM PODERIAM SE APODERAR DO QUE NOS É DE DIREITO. AGRADECIDO POR SUA MANIFESTAÇÃO. EU CONCORDO PLENAMENTE COM SUAS PALAVRAS; NEM SEI SE POR ACASO É DE ALGUMA AJUDA SABER ISTO ; MAS CONFORTA AO MENOS SABERMOS QUE EXISTE ALGUÉM QUE PENSA DA MESMA MANEIRA QUE NÓS; A RALÉ; SEGUNDO O PONTO DE VISTA DESTE CANALHAS. AQUI HELENO PINTO NOBRE; MATRICULA 3.984.740-3 ; JAMAIS ANÔNIMO. OBRIGADO NOVAMENTE POR SUAS IDÉIAS E PENSAMENTOS E LHE PARABENIZO; NOVAMENTE POR SUA FELIZ MANIFESTAÇÃO E ELOQUÊNCIA. COM CERTEZA LHE DESEJANDO MUITA SAÚDE PARA QUE POSSA CONTINUAR AQUI MANIFESTANDO SEUS PENSAMENTOS. FORTE ABRAÇO.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Primeiro dia de um ano que deverá ser de fundamental importância para nós, aposentados/pensionistas da Previ.
Na minha modesta opinião, neste ano, ou mudamos de atitude perante o nosso fundo de pensão ou caminharemos para a sua gradativa e inexorável extinção.
E qual seria essa mudança de atitude? Nós temos que abandonar aquela postura passiva de quando éramos funcionários da ativa e que assumíamos nas negociações salariais e nas eleições para os nossos representantes na Previ e Cassi. Naquela época, não existia essa fonte importante de informação e discussão chamada internet. Tudo era feito goela abaixo pelo Banco, com a conivência das nossas entidades representativas, as quais nos indicavam em quem “seria melhor” que depositássemos o nosso voto. E aí, deu no que deu. Através de nossos pseudo-representantes, nós vamos sendo, devagarinho, alijados do controle daquelas entidades.

A verdade é que nós não temos mais nada a ver com o Banco do Brasil, somos pessoas totalmente independentes. E se o BB nos dá alguma vantagem como, por exemplo, isenção de tarifas, é porque grande parte dos aposentados/pensionistas, por motivos sentimentais, são clientes fiéis e exclusivos do Banco. Nós damos muito lucro para o BB.

Nós temos que abandonar aquela postura envergonhada de brigar pelo o que é nosso. Como se estivéssemos tentando nos apropriar de alguma coisa que não nos pertence. A Previ e a Cassi são nossas. Elas não são do BB. O Banco aplicou recursos consideráveis nessas entidades, porém, já obteve enormes vantagens com isso. E porque? Porque, durante muitos anos, através de um plano de carreiras e, também, da expectativa de uma complementação salarial na aposentadoria e assistência médico-hospitalar para os seus funcionários, o Banco, certamente, oferecia vantagens para conseguir manter um corpo técnico competente e que, na falta desses incentivos, poderia migrar para outros empregos mais interessantes do ponto de vista salarial.
Também, através das citadas vantagens, o Banco conseguiu difundir por esse nosso Brasil esse corpo técnico competente em muitas regiões totalmente carentes de infra-estrutura adequada nas áreas de saúde, educação, comunicações, transportes, etc. Ou seja, muitos foram aqueles funcionários que sacrificaram a si e a suas famílias para atender às necessidades do Banco que, por décadas, foi o principal instrumento de desenvolvimento econômico do governo nos municípios brasileiros. Se não fossem essas vantagens oferecidas, Cassi e Previ e o plano de carreiras, o Banco, nesses locais, teria que compor o seu quadro de funcionários com pessoas de baixo nível de escolaridade ou, talvez, nem abrir agências em centenas de localidades.

No meu entender, esses recursos que o Banco aplicou na Previ são semelhantes aos milhões que são empregados na propaganda da empresa. O retorno do dinheiro não pode ser através da devolução dos honorários pagos à empresa de propaganda, mas, indiretamente, pelos efeitos obtidos pelo projeto por ela desenvolvido.

O povo brasileiro optou por viver dentro das normas do regime capitalista, onde ninguém, em sã consciência, pensa em dividir o seu patrimônio com terceiros, a não ser para auxílio a entidades filantrópicas. Portanto, este ano, temos que mudar a nossa postura e partir para a briga. Através da AAPPREVI, é claro.

WASHINGTON LOPES disse...

À pensionista das 10:11: o aumento do valor é reflexo da redução da taxa de juros atuarial do Plano 1 de 5,5% para 5% em 23/dez (ver nota no site da Previ).

Henrique Soares disse...

O Engasgo - Para o Sr. Wilson Luíz.
Porque o Sr não lança a idéia de que não seja mais permitido que nenhum funci trabalhe só 6 horas. Pra sua alegria, garanto-lhe que há muitos que trabalham muito mais que isso e que com certeza não chegarão a cargos elevados. Por falar nisso qual o conceito que o Sr tem daqueles que hoje dirigem nossas Instituições? - Por outro lado, que tal não fazer juz ao benefício temporário aqueles que recebem uma merreca da PREVI? - O Sr sabe quantos pensam igual ao Sr? - MUITOS - É por causa de pessoas assim que encontro justificativas para a banalização do sofrimento alheio. Se o Sr. acha que pouco merecemos, certamente estar descontente com o que vai receber. CALMA: NÃO INVEJE MEUS R$ 340,00 (trezentos e quarenta reais) será temporário. Os "SANGUESSUGAS" tem uma barriguinha pequenina, enche com pouca coisa. Em conpensação teem uma paciência de dar inveja, mas que certamente também tem seu limite.

Anônimo disse...

Até que a Previ resolva creditar os 20%, verifiquei no autoatendimento do BB e houve disponibilização de limite de crédito na antecipação do 13% salário. Fui lá ...e ó. Gastando por conta do Superávit.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Para receber os "posts" no formato para impressão basta pedir ao e-mail:

marcosmca@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Um ex-diretor eleito da Previ me confidenciou que ninguém, nenhum eleito, pode publicar uma linha de opinião pessoal no site da Previ ou na Revista Previ. Nesses informativos só sai o que o Presidente da Previ pensa. Alem disso, um ex-diretor eleito, apoiou com mensagens de e-mail uma chapa contrária a da situação em uma das eleições. Resultado. Terminadas as eleições a chapa da situação venceu e esse Diretor foi destituído do cargo (o estatuto hoje permite até isso: um diretor pode ser destituído em uma simples reunião)E vocês esperam que os eleitos façam o que? Se suicidem? Leiam o estatuto da previ com calma e verão que os eleitos não tem poder nenhum.

Anônimo disse...

Somente para descontrair um pouco, pois afinal ainda é Ano Novo, tivemos alguns desgostos em 2010, mas isto ja focou no passado, é hora de colocar a casa em ordem e seguir em frente, com força, garra e determinaçao.
Mas, eu e um outro colega, que esta despontado por conta de nao receber o tal credito em dezembro, entao resolvi brincar um pouco, peguei um garrafa de espumante, e disse esta é para nosso "carrasco" a Previ, enquanto eu ria tentei abrir a garrafa e voces acreditam que nao saia tampa de jeito nenhum, meu colega entao disse: nem tampa de garrafa sai quando se trata da Previ.
Acho ate que um dia vou usar esta frase na minha Lapide, ela é uma frase muito profunda e com um grande significado.. EH, EH, EH...

Feliz Ano Novo meus colegas, a Previ que se prepare porque vamos botar para quebrar em 2011, foi se o tempo de velhinhos ingenuos, eles que aguardem...

Abraço fraterno Moacir Junior

Vania Mattos disse...

Prezado Marcos Cordeiro

Primeiramente aproveito Para desejar muita saúde, paz e um Ano Novo iluminado para você e sua família e agradecendo sempre por ainda existir pessoas como você, de índole e caráter íntegros. Mas falando sobre esta frente de batalha que precisamos montar para salvar nossos interesses e direitos junto `a Previ, concordo com algum dos colegas que fez comentário anterior, que devemos montar uma equipe jurídica para tratar do assunto, até que tenhamos de fazer uma contribuição extra, pois através de negociação dificilmente conseguiremos impedir o avanço de tais atitudes desmedidas. Nem as promessas entrelinhas de que veríamos a cor da nossa "gorjeta" antes do final do ano foi cumprida. Imagine o resto...

Um abraço. Feliz Ano Novo
Vania Mattos

ELIAS disse...

Amigos,
Neste Blog aparecem críticas, opiniões e sugestões valiosíssimas que, se levadas a sério e colocadas em prática, poderão fazer a diferença.
De minha parte, isoladamente, escrevi para alguns de "nossos representantes", reclamei à Previ, manifestei minha insatisfação a alguns blogs e, até, escrevi ao Lula.
Também não mais contribuo com entidades que, a meu ver, não cumprem a função de nos representar (desfiliei-me).
E Vocês?
Que tal uma "avalanche" de msg para a Previ?
Idem para as Entidades Representativas?
Idem para o Senado, para a Câmara, para a OAB, para o Ministério Público?
Se cada um que votou NÃO mandar msg para os Colegas de seu relacionamento, logo atingiremos quase todos os "Assistidos".
Os "cabeças pensantes" deste Blog podem nos orientar a forma mais eficaz para esse objetivo.
Gente... não consigo parar de pensar que o banco está "levando" mais de 60% (50% + aprox. 25% de nosso 50% para o pessoal da Ativa) de nosso direito.
Não jogue a toalha. A luta continua!

Antonio Alberto Lucca disse...

Olá Amigos:

Precisamos fazer mais manifestações contra essa abusada e injusta apropriação de mais de 50% do superávit por parte do banco.
Sugestão: levantar o nome de todos os parlamentares federais que são ou formam funcionários do BB e enviar milhares correspondências a eles.
A AAPREVI poderia coordenar essa ação e cada um de nós enviar mensagens.
Façamos isso?

Antonio Alberto Lucca
Encantado RS

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Caro Anônimo das 12:27 horas,

Quer dizer que entre a decisão de defender os interesses daqueles que o elegeram, mesmo a custa da perda do cargo, ou a decisão de permanecer no cargo mesmo ao custo da sua dignidade, nós, aposentados/pensionistas, devemos entender e aceitar que o diretor eleito opte por essa segunda alternativa? Então, pra que eleição?
Para nós que o elegemos, e mesmo para ele próprio e sua família, não seria mais importante que ele se comportasse dignamente, defendendo os interesses daqueles que o elegeram e, caso demitido, botar a boca no trombone através dos meios de comunicação?
Seria interessante até a gente saber o nome desse ex-diretor que teve a coragem de se insurgir com aquela situação absurda, pois, quem sabe ele não poderia ser até um daqueles a compor a futura chapa a ser apoiada pela AAPPREVI?

Márcia Rocha disse...

Prezado Marcos Cordeiro,
Aproveito a oportunidade de desejar um Feliz Ano Novo a vc e a essa grande familia qua aos poucos vai se somando neste blog.Gostaria também de parabeniza-lo por tudo o que faz em prol de fortalecer essa união, necessária para podermos exigir critérios condizentes da PREVI naquilo que se refere aos direiots conquistados por todos. Devemos realmente tornar publico e conscientizar de todas as formas possíveis nossos colegas e pensionistas que não tem acesso a internet e que muitas vezes acabam votando sem saber os acontecimentos por trás dos bastidores. Cabe a cada um de nós mais esclarecidos alertar-los. Penso que já é hora de nos mobilizarmos juridicamente e através de manifestações para que se saiba somos aposentados, mas que não estamos mortos. Da minha parte conte comigo sempre! estou sempre divulgando para que todos se somem a esta entidade que realmente nos representa. Infelizamente, tentei de todas as formas falar com a Previ, pois apesar várias tentativas para votar de varios telefones todas sem sucesso, sugeri a colocação de voto em nossa pagina...sequer recebi resposta. Continuo pensando que para aquela entidade não existo, todas as vezes que me reporto a ela, as respostas, quando existem são evasivas...Por isso, caro amigo, e por outras, conte comigo e com todos nós que acreditamos que mobilizar é a melhor solução, a verdade precisa vir à tona!

Carlos Norberto Kasper disse...

Amigo Marcos e colegas
Você, eu e centenas de colegas aposentados do grupo conhecido como pré-67, certamente, temos as verbas dos benefícios de nossos contra-cheques, discriminados de forma absolutamente igual: Verba P-220=BB Complemento Adicional..X valor. Verba P-300 Previ Benefício..Y valor. A grande maioria destes colegas são aposentados por Tempo de Contribuição, e a quantificação do valor de seus benefícios está disciplinado nos Artigos 39 e 40 do Estatuto da Previ, onde não se faz qualquer referência a parcelas devidas pelo BB. No mesmo Estatuto, a partir do artigo 65 e seguintes, que tratam das fontes de receitas para atender ao pagamento dos benefícios, consta no parágrafo único do artigo 70, já no campo das contribuições do patrocinador, o seguinte: O BB, verterá, ainda contribuições especiais para integralização das reservas matemáticas do Grupo Pré-67, na forma prevista em instrumento específico.(Como se vê, sequer nos é dado conhecer o texto de tal instrumento) Mas até aqui tudo bem. Onde pretendo chegar?
Desde que ficou acordado como será participação de cada aposentado nesta distribuição do Superávit, em diversos comunicados, especialmente os oriundos da Previ, informam que os 20% incidirão tão somente sobre a verba P-300, o que a meu juízo está errado, pois a separação das duas verbas é mero artifício de programaçao que permite que, a qualquer momento, a Previ disponha do somatório de valores a serem honrados pelo BB a título de contribuições. A forma de exibição dos valores não poderá ser impedimento à incidência dos 20% devidos.

Carlos Mariano disse...

Alguem já estudou a possibilidade de tirar o BB de patrocinador do PB1????

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Dilma começa governo com piora na economia.

FERNANDO CANZIAN
DE SÃO PAULO (A FOLHA, de 02/01/11))


Dilma Rousseff ganhou a Presidência e assumiu ontem embalada no maior crescimento econômico em um quarto de década. Chegou sua hora de pagar a conta.
Neste início de 2011, parte importante dos indicadores macroeconômicos do país estão em deterioração.
A inflação sobe, o dólar retomou trajetória de queda, as contas externas pioraram e a economia para pagar a dívida pública diminuiu.
Ainda em janeiro, no dia 19, o Banco Central poderá se ver obrigado a aumentar os juros para conter a inflação.
Isso pode ter novos impactos negativos sobre a dívida pública e sobre o dólar (que se desvaloriza quando mais moeda entra no país atrás do juro pago pelo BC, hoje em 10,75% ao ano). Mas a prioridade do Banco Central é com a inflação.
Em 2010, até novembro, o IPCA (índice oficial de preços) subiu 5,25%. Ele deve fechar o ano passado perto do teto da meta do BC (6,5%).
Já o IGP-M, que reajusta a maioria dos contratos de financiamentos imobiliários e de bens, assim como de aluguéis, subiu 10,56%.
Na virada do ano, Lula assinou medida provisória fixando o salário mínimo em R$ 540 a partir de ontem.
O reajuste foi de 5,88%. Pela primeira vez desde 2003, o mínimo corre o risco de ficar sem aumento real.
No início de dezembro, o BC também retirou R$ 61 bilhões da economia elevando os depósitos compulsórios que impõe aos bancos.
Isso já fez subir os juros para os consumidores e reduziu prazos de financiamentos para bens e veículos.
As duas medidas foram as primeiras na transição Lula-Dilma para tentar conter a aceleração da inflação e o aumento dos gastos públicos.
O descontrole nas despesas do governo (o gasto da União cresceu quase 25% entre janeiro e novembro em relação a 2009) está na raiz de muitos dos atuais indicadores negativos.
A deterioração se deu para que a economia pudesse ter o forte desempenho no ano eleitoral de 2010, com o PIB (Produto Interno Bruto) crescendo cerca de 7,5%.
Na média, segundo o boletim Focus do BC, o mercado espera um PIB bem menor em 2011, ao redor de 4,5%. Mas várias consultorias já revisam projeções para baixo.
A expectativa é de uma economia mais fria por conta de gastos públicos crescendo menos e do BC subindo o juro básico para conter a inflação.
A tarefa de Dilma de conter o ritmo do crescimento da despesa estatal, porém, é um desafio considerável.
Em 2010, a economia efetiva (sem malabarismos contábeis) que o governo fez para pagar a dívida pública foi a menor dos anos Lula.
Dilma promete economizar bem mais para reverter a deterioração dos vários indicadores. Mas o espaço de manobra ficou pequeno por conta dos gastos crescentes.
Só cerca 8% do gasto não financeiro da União (excluindo juros da dívida pública) são passíveis de corte caso o governo não queira reduzir ainda mais os investimentos em infraestrutura (que hoje somam menos de 1% do PIB).
Com a atividade econômica bastante mais fraca 2011, o governo também terá receitas em impostos menores para pagar suas despesas correntes e obrigatórias.
Se a conta de juros também tiver de subir, 2011 trará um novo começo bastante difícil ao país e para Dilma.
Fonte: A FOLHA DE S.PAULO, de 02/01/11.

Anônimo disse...

Olha pessoal, sobre o credito inicial, que nao saiu em dezembro, a noticia que corre aqui por alguns bem informados colegas do BB é a seguinte:
Ja esta tudo assinado e a PreVic realmente tambem deu sinal verde, porem o BB sinalizou para a Previ que segurasse este pagamento.
Dizem que tem haver com balanço e imposto de renda e que a folha suplementar esta pronta, basta rodar, mas esperam o sinal verde do BB. (alias ultimamente o BB é completamente dono absoluto da Previ, as vezes chego a pensar que ate para morremos temos que pedir o consentimento do BB)
Bem, eu so informarei isto, pois nao sou vidente para arriscar dizer que o credito vem antes de 20/01, mas basta o BB acenar.
Mas a situaçao é esta, somos todos refens da politica do BB e do governo.

Roberto Campos - Florianopolis

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Desde aquela vez que ELLES diziam que o real valia mais que o dólar e, depois, foi ver que era tudo mentira, que eu fiquei vacinado contra certas notícias.
Agora, dizem que o Brasil está desenvolvendo mais que os Estados Unidos. Aí, sai todo mundo enfiando dinheiro nas bolsas e outros ativos de risco, inclusive a nossa Previ, com mais de 60% de exposição.
Diante do quadro traçado pela notícia divulgada pelo Marcos Cordeiro, às 03:31 horas, o horizonte não está tão assim maravilhoso como pintam. Se a China der um beliscadinha no freio, então muitos castelos de cartas deverão desabar.
Diante disso, parece não tão certo o pagamento dos 20% durante os próximos 5 anos. Agora, os 7,5 bilhões para o BB, o mais novo colega aposentado, esses eles vão dar um jeitinho de garantir, através das mudanças no estatuto e no plano de benefícios. Quem viver, verá.

Jose Francisco disse...

Uma possibilidade.
Lembro no tempo que trabalhava no CEDOC que o Banco se utilizava da prerrogativa de fechar o balancete do mês, até a primeira dezena do mês seguinte.
Nesta circunstância, se faziam lançamentos valorizados com datas do mês anterior, para acertos e lançamentos contábeis que se fizessem necessários.
Quem sabe se o esperado crédito do Superavit não se enquadra neste caso, inclusive para que o IR incida sobre 2010?
Repito, esta é apenas uma especulação.
José F. Rovere

Jane Torres de Melo disse...

Caros Colegas e Queridas Pensionistas,


"É DENTRO DE VOCE QUE O ANO NOVO COCHILA E ESPERA DESDE SEMPRE."
(Carlos Drummond de Andrade)

Que desperte, em cada um de nós do PB1, o sentimento de união para alcançarmos nossos objetivos.

A unidade na nossa luta é que nos conduzirá a um posicionamento mais firme e determinante.

O momento é decisivo e precisamos estar unidos.

Muita união em 2011 !!!!

Paz e Harmonia !!!

Abraços,
Jane.

Anônimo disse...

Colega Carlos Mariano,

Depois que o bb retirar o suficiente (metade do patrimônio) ele até vai querer abandonar rapidamente o PB1.

Anônimo disse...

O que são 20% (R$ 180,00 no meu caso) e TEMPORÁRIOS????!!!!!!!!!!!!!

wilson luiz disse...

Considerando a baixíssima valorização do índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo, cerca de 1% no ano passado, o balanço/2010 da PREVI pode fechar ou com superávit, ou com déficit.
Ocorrendo déficit, será interrompido o ciclo de exercícios superavitários( 5, se não me engano). Como a conta Reserva Especial para Revisão de Benefícios foi zerada com a concessão dos 20%, somente poderá haver nova distribuição após ocorrer, novamente, 3 exercícios consecutivos superavitários.
Talvez seja bom que isto ocorra, pois aí o Patrocinador ficará impedido de efetuar novas contabilizações ilegais, pelo menos por 3 anos. Poderemos, também, aproveitar este período para tentar conseguir, na Justiça, uma solução final para a "novela" da Resolução 26.
Quanto a nós, como sobrevivemos 3 anos(2008, 2009 e 2010) sem a distribuição de um centavo sequer, acredito que poderemos "nos virar" com os 20%, até que tenhamos uma solução definitiva deste problema.

Anônimo disse...

E isso ai colega de 10:45.Novo programa da Previ - Se vire nos 20.
Sandra

Anônimo disse...

Marcos e Colegas,

Da coluna do jornalista Elio Gaspari, publicada no Jornal O Popular, de Goiânia, em 02/01/2011:

DETONARAM PLANO DE SAÚDE DOS FERROVIÁRIOS

Se ninguém fizer nada, virarão poeira os planos de saúde de 13 mil ex-funcionários da falecida Rede Ferrovíaria Federal. Esse plantel é composto por um grupo especial de desafortunados. Nos anos 90 a privataria tomou os empregos de boa parte deles. A partir daí, passaram a depender do Serviço Social das Estradas de Ferro, o Sesef, capturado pelo comissariado petista. O espólio da Rede Ferróviaria era administrado por um só liquidante. Passou a ser gerido por cinco, cada um ao preço de R$ 20 mil mensais. No Sesef, entre 2003 e 2008, uma diretoria de cinco companheiros torrou R$ 100 milhões. Um ferroviário filiado ao PT denunciou as malfeitorias, foi aberto inquérito, e o Ministério Público cuida do caso.
Em 1989 foi criado pelo Sesef um plano de saúde para os trabalhadores, o Plansfer. Drenado por falta de repasses e pelo desequilíbrio de suas contas, ele está emborcado. Pelo andar da carruagem, caminha para a liquidação extrajudicial pela ANS. Dos 13 mil associados que levarão a pancada, 4,5 mil são pessoas idosas que ficarão ao desamparo.
Continua - parte II

Anônimo disse...

Continuação - parte II

Perderão o plano para o qual contribuíram durante décadas, sem ter para onde ir, pois não há plano privado que aceite uma carteira de sexagenários.
O tucanato vendeu a Rede Ferroviária. O comissariado petista devorou a malha de amparo social dos seus trabalhadores. Ao final das contas, o transporte público de passageiros do Rio foi passado de mão em mão e continuou na mesma, noves fora o episódio em que os seguranças da Super Via chicotearam a patuleia, e seu diretor de marketing justificou a empresa dizendo o seguinte: "Todos os passageiros que cumprem as regras são excelentemente tratados. Aqueles que são marginais, prendem a porta e fazem baderna não podem ter o mesmo tratamento". (Os vídeos mostravam gente sendo chicoteada enquanto estava atrás da janela do vagão).

Obs. E ainda tem colega acreditando que nada de pior pode acontecer com A CASSI e a PREVI.

Anônimo disse...

Caros Colegas,

As bolsas fecharam com rentabilidade muito baixa, no ano, com pouco mais de um por cento, de modo que o superávit da Previ poderá ser apenas razoável, isto levando em consideração os rendimentos dos
investimentos de renda fixa e outros ativos (imóveis, dividendos, etc).
As perspectivas da Bovespa são muito boas para 2011, podendo haver recuperação já no primeiro trimestre. Além disso, ninguém sabe quanto foi utilizado do superávit, mas zerado ele não foi, de modo que a esperanças quanto a nova distribuição neste ano, sem olvidar que existem dois tipos de distribuição: a voluntária e a obrigatória, está após três anos de superávits consecutivos.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Pelo que se viu aí no post do colega Anônimo das 13:43 horas, a minha sugestão, que coloquei aqui em 10/11, e reproduzida abaixo, talvez fosse uma boa alternativa:

"Tenho a impressão de que a GUERRA DOS CABEÇAS BRANCAS e a importância dos aspectos envolvidos para o BB, PREVI, governo Dilma, etc. devem servir de um material muito interessante para muitos jornalistas investigativos e corajosos. Por exemplo, só para citar os da Folha de S. Paulo: Josias de Souza, Jânio de Freitas, ELIO GASPARI. Talvez estejamos aqui com uma excelente matéria para reportagem e não estamos sabendo dar-lhe o devido valor. Não seria interessante a AAPPREVI contactar esses jornalistas? Acredito que seria até uma maneira eficaz de divulgar a AAPPREVI e sua luta pelo Brasil afora."

E agora, pergunto, será que devemos esperar acontecer alguma desgraça semelhante a dos ferroviários pra gente começar a botar a boca no trombone pra esses jornalistas? Aí, não vai adiantar, o dinheiro e os cumpanheiros já estarão na Suiça e, como dizem aqui em Minas, estarão fazendo piadas e "rasgando a boca de tanto rir da gente". Vamos ver. Quem viver, verá.

Anônimo disse...

Colega Wilson Luiz,
Devemos nos lembrar que a Resolução 26 - artigo 12, embora de maneira autoritaria, incluiu a Revisão Voluntária do Plano, antes de transcorridos os três exercicios sauperavitários. Ou seja, poderão haver várias revisões voluntárias, substituindo as obrigatórias, se forem efetuadas anualmente.(quando houver Reserva Especial).

João Rossi Neto disse...

Caros Colegas,


Voto de Minerva x Resolução 26/2008.


Qual é pior para os nossos interesses? Sem dúvida alguma o primeiro, porque dá poderes ao patrocinador para fazer o que bem entender dentro do nosso Fundo de Pensão, vilipendiar os nossos direitos, dispensar tratamento humilhante aos assistidos, ao ponto de apropriar para si os recursos da forma que lhe convém, decidir a hora de negociar e determinar os tópicos reivindicados para melhoria de benefícios que serão atendidos com o dinheiro que nos pertence. Enfim, somos reféns de um predador impiedoso.
Tudo isso, em função da prerrogativa que lhe foi concedida através de Lei Complementar 108/2001 Entendo que a derruba do Voto de Qualidade é um obstáculo intransponível, de um lado porque não há a mínima vontade do patrocinador para isso e, de outro lado, o Governo também não iria concordar com um Projeto-de-Lei ou Emenda à referida Lei para efetivar a medida, de modo que teremos que conviver com essa grave ameaça.
Dizem que o Voto de Minerva foi utilizado uma vez no Governo FHC, para pagamento de impostos no valor de R$ 2 bilhões. Neste caso, os eleitos foram contrários e os indicados favoráveis, então o Presidente do Conselho Deliberativo usou o voto de qualidade. Na segunda vez foi em julho de 2007, no Governo Lula, quando os eleitos também foram derrotados na proposta de antecipação da aposentadoria para as mulheres aos 45 anos. Acho que esse voto é utilizado como instrumento de pressão até nas decisões de menor impacto, quando os eleitos se mostram resistentes.
Sugiro que façamos um estudo, de imediato, técnico-jurídico, para agirmos de forma proativa, com vistas a coibir que o patrocinador invista com sucesso sobre a metade do Ativo, seja através de um Mandato de Segurança Preventivo, com planilhas de cálculos provando que havendo meação o patrimônio não será suficiente para cobertura dos benefícios de aposentadoria. Grassa um comentário de que o BB estaria gestionando junto ao Governo para isso e não seria surpresa, de uma hora para outra, emergir um documento jurídico com essa finalidade no âmbito governamental, ainda mais que, Presidente novo no início de mandato, não teme tomar medidas impopulares, sobretudo quanto tem maioria no Congresso Nacional.
Vejo que temos dois caminhos para trilhar: a) - Foco na derrubada da Resolução CGPC 26/2008, via ADIN e; b) – Forçar as negociações para nova distribuição de superávits, pois quanto mais tirarmos do Fundo para melhoria dos nossos benefícios, menos recursos vão sobrar para o patrocinador, ao encerramento do plano, uma vez que os Estatutos estabelecem que o saldo remanescente seja repassado ao patrocinador. Exatamente, por isso, o BB protela, ao máximo, propostas de melhorias nos benefícios.
Apesar de ter fechado o ano com mais de 69 mil pontos, o ágio nas bolsas de valores foi pífio, pouco mais de um por cento, entretanto, a PREVI poderá ter um superávit razoável levando-se em conta as aplicações em renda fixa e outros ativos (imóveis, dividendo, etc), o que nos anima a ter esperanças de outra negociação. O cenário vislumbrado pela Bovespa para este ano é alvissareiro, podendo haver recuperação no balanço da PREVI no primeiro trimestre. Ademais, não acredito que o superávit acumulado foi zerado na negociação de dezembro/10, quando fomos contemplados com os 20% de reajuste.
De resto, precisamos ficar vigilantes e unidos em prol da defesa intransigente dos nossos interesses.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

NOTA DA AAPPREVI

Contra a campanha de doação financeira.

Em virtude da recorrência de manifestações de Associados, com ofertas de doações em dinheiro para subsidiar campanhas publicitárias a serem encampadas pela AAPPREVI, cumprimos o dever de esclarecer nossa opinião a respeito, uma vez que essas louváveis atitudes têm por base a necessidade de denunciar as interferências nefastas que comprometem a integridade do patrimônio da PREVI, nossa preocupação constante.
Estudos realizados dão conta de que a abordagem do assunto na mídia, de modo contundente e eficaz, demandaria considerável aporte de recursos dificilmente alcançados por esse meio, no momento. Em que pese a boa vontade demonstrada, a aceitação dessas doações provavelmente não alcançaria o montante necessário, onerando o sócio contribuinte e redundando em justa cobrança das providências almejadas por parte desses doadores, levando-os até mesmo a suspeitar da aplicação correta do valor doado, à falta de sua imediata aplicação. Por isso desencorajamos o prosseguimento da campanha, agradecendo penhoradamente a boa vontade demonstrada por quantos se dispuseram a colaborar.
Todavia, não fugimos à responsabilidade de arcar com as despesas para deflagrar ampla campanha publicitária para divulgar as denúncias pertinentes. Isto será iniciado tão logo dispusermos de recursos próprios suficientes.
Se no momento contássemos com a arrecadação plena das mensalidades, certamente estaríamos em condições de assumir esse compromisso. No entanto, a migração do sistema de arrecadação da Poupança Programada, encerrada no dia 20/12/10, para o Débito Automático está longe de ser completada, reduzindo sobremaneira os nossos recursos. Para sanar esse impasse redobramos nossos esforços com insistentes contatos portadores de pedidos e orientação para a aceitação do novo sistema. Paralelamente cuidamos para que o número de sócios continue crescendo com a ajuda dos Colegas que já pertencem ao quadro, e por meio de campanha que estamos implementando.

Atenciosamente,

Marcos Cordeiro de Andrade
Presidente Administrativo

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colega Marcos Cordeiro,

Acredito que o Elio Gaspari não deve ter cobrado nada referente à matéria sobre os ferroviários acima. Então, não seria o caso de enviarmos também um estudo bem elaborado para aquele colunista, sobre o drama por que estamos passando. Uma crítica dessas, publicada na Folha de São Paulo, deve ter muita repercussão, pois, trata-se de um jornal de grande circulação no estado mais rico do país e, também, bastante divulgado em outras regiões, como o Sul de Minas, onde me encontro.

Caso tenhamos sucesso na publicação, haveria também a vantagem de poder despertar, inclusive, os colegas da ativa sobre o risco que correm as suas expectativas futuras de aposentadoria. Além de, como eu disse acima, ajudar a divulgar a nossa AAPPREVI.

Anônimo disse...

msasousa (Socorro Aragão) disse...

Sobre o Massacre a Poupança dos Ferroviários:
Acredito que para o Sr. Jornalista Elio Gaspari, seria a continuidade da denúncia sobre os ferroviários.Exatamente igual, o que está acontecendo na Previ. Uma trama sórdida, onde seremos os futuros desafortunados. Vamos fundamenar bem tudo que ja temos para denúncia ( diretoria da AAPPREVI, Rossi, Edgardo Rego, área Jurídica e outros-Sem esquecer o doc. do Aluisio Mercadante) e vamos a luta. Estamos com a lei a nosso favor. E então. Temos que aproveitar esta denúncia dos ferroviários e dar largada a nossa.
Sorte a todos nós.
msasousa.

bigsaranha disse...

ALÔ POVO PB1:

CAMPANHA PUBLICITÁRIA:

Tendo em vista o contido no texto acima, de autoria do Marcos, tenho uma sugestão que encaixaria como luva para contornar as dificuldades: Os associados da AAPPREVI autorizariam o débito de todo um ano(2011 ou 2012), em parcela única e imediata, referente à mensalidade.

Russel Furtado dos Santos

Belo Horizonte

João Rossi Neto disse...

Marcos,

Agradeço por ter me informado sobre à Ação Cautelar da AMEST. Acredito que vai surtir o efeito esperado, ou seja,neutralizar e cancelar os efeitos da Resolução 26/2008.
Sempre tive a convicção de que o maior erro cometido nas sete ações anteriores, que não lograram êxito, foi devido a intempestividade, ou seja, impetradas no auge da crise financeira de 2008, no olho do furacão, quando ficou fácil a defesa pela PREVIC/BB, ao provar que os Fundos de Pensão estavam tendo um prejuizo de R$ 26 bilhões e que isso era uma séria ameaça ao futuro dos pagamentos dos benefícios e, os magistrados, foram iludidos na falsa explicação de que a Resolução 26 era um instrumento de prudência para proteger os interesses dos aposentados.
Agora, que a situação é completamente diferente, a realidade é outra, acho que a coisa vai ser analisada com serenidade, com imparcialidade e vai prevalecer a justiça, porque um exame superficial da LC 109/2001 é suficiente para comprovar que a Resolução 26 é completamente ilegal e inconstitucional.
Vamos acompanhar o desenrolar dos acontecimentos e torcer para que prevaleça a honestidade e a justiça nesse julgamento. Achei que a inicial foi muito bem fundamentada, inclusive engloba os termos do acordo da negociação de dez/10 que também pode ser ser anulado.

Anônimo disse...

Pessoal, a ultima do blog do Medeiros, sobre o credito nao sair em dezembro, ele diz:

"A diretoria da PREVI deve ser cobrada para dar explicações. Só atirar a culpa para a PREVIC não os isenta".

Olha Sr.Medeiros e demais aqui do blog, querem cobrar pessoakmente explicaçoes sobre este fato com alguns diretores, pois venham para Florianopolis e sigam para a praia Jurere Internacional e tambem para o Resort do Santinho. Fica aqui a dica e ja FALEI DEMAIS...
(falar nisto tem algum diretor trabalhando na Previ nesta semana?)

Roberto Campos - Florianopolis

Anônimo disse...

Será que o BB irá nos pagar até o carnaval???Como diz um amigo ai, pelo menos para poder rasgar a fantasia!

Anônimo disse...

Prezado Marcos,

Seu comentário expressa muito bem a situação em que os eleitos da Previ deixaram ou pretendem deixar o nosso Plano de Previdência. O risco de abandono ao PB1 é muito grande, por parte da Previ. Todos os dirigentes da Plano e do Patrocinador tem interesses outros e o de MENOR importância são os aposentados. Nossa fôrça e nossa grande esperança está na AAPPREVI, que foi criada num momento muito importante e oportuno, pois nosso dinheiro está à perigo. Graças à você e demais idealizadores. teremos coragem e meios de combater o dragão. Vamos à luta.

Lembro-me que a chapa vencedora
(3), não qual NÃO votei, tinha como promessa iniciar imediatamente as negociações do superávit. Porém não comentava que beneficiaria o patrocinador com 50%dessa fortuna.

Agora temos que correr atrás do prejuízo, e tentar colocar homens de bem não próxima votação.

Anônimo disse...

Colega 5.8,

Veja que eles nem prestigiam o tal Costa do Sauipe.
Vão para o "santinho" Santa Catarina, onde podem gastar, a lo largo, seus polpudos salários.

Anônimo disse...

Colegas,

JURERÊ INTERNACIONAL é praia para gente que tem muito, muito, muito dinheiro.
É para salários acima de 50.000,00,com despesas cobertas por grandes empresas,é de executivos e para empresários de elite, grandes fortunas.
Nossos 20% não alcaçariam o lanche dos afortunados.
Riam por favor!

Anônimo disse...

Anonimo das 5:37

Gastar seus polpudos salarios nas praias mais caras de Santa Catarina?
Voce quer dizer gastar ja por conta do superavit + alguma bonificaçao (presentinho) que alguns com toda certeza receberam...
Cada dia nao pago para nós deve render um fortuna nos cofres por ai...
Para quem sera que vao estes juros? ou alguem duvida disto?
Depois do acordo que fizeram minha gente, eu nao duvido de mais nada mesmo.
Tenho certeza que estao curtindo mesmo o tal Jurere Internacional, desculpem-me a franqueza.
Camaräo, ostras, salmao, choppinho gelado e etc..
Aposentados e pensionistas vao mesmo de uma sardinha em lata.
Vamos apoiar a AAPPREVI para um dia podermos ter uma aposentadoria mais digna nem que seja para os nossos filhos e netos.

Dirceu Alcantara

Anônimo disse...

Enquanto isso, o site da Previ, da ANABB, demais associações, e Blogs um silêncio de dar medo!Parece que as coisas só voltam a funcionar depois do carnaval agora.Pq ninguém se pronuncia, sobre os trâmites, dizendo de fato onde estamos e em que pé estamos.A Previc também não é santa como alguns interlocutores colocam, se quisesse soltava nota de que o prosesso da PREVi estaria disponível, o senhor Ricardo Pena e o Flores são dois fanfarrões!

luiz carlos disse...

luiz carlos disse...

Além desse pequeno ganho da bolsa, a PREVI teve outros grandes prejuizos com as capitalizaçoes do bb e da petrobrás (que depois da PTtização só faz água). Acredito que o reesultado "operacional" da empresa PREVI será negativo. Porém, mais uma vez, teremos uma supervalorização dos ativos da Vale, Neoenergia, CPFL, as mesmas... entao teremos um novo "lucro" para o "socio majoritario" BB contabilizar e produzir dividendos para ajudar ao governo a maquiar as contas do superavit primário do pais. De 3 a 5 bilhões é o meu palpite (é só palpite, não em nada de bola de cristal não)

1 de janeiro de 2011 06:13

Anônimo disse...

É revoltante a situação dos aposentados dos PB1, passamos apertado o natal e ano novo, férias nem pensar, contas sem pagar, o acordo está aprovado sacramentado e os réles 20% não são creditados.
Aonde irá parar os juros desses 20% a cada dia que não é pago? terá que ser creditado à nosso favor, acorda Previ, acorda BB, ESTAMOS DE OLHO!
Mesmo

Anônimo disse...

Olha anonimo das 07h45,
O tramite do credito é bem simples, com aquela velha transparencia e respeito da Previ (que nem foi o acordo)dizem, DIZEM...que esta no momento no ministerio da fazenda, como os NOVOS Manda Chuvas tao ainda curtindo festa por conta do PT, a coisa deve ficar mofando uns dias por lá ate se encontrarem...
Depois ainda vem o "charminho" da PREVIC, somente depois de toda esta valorizaçao é que caira o credito na nossa conta corrente, nao se preocupe, resumidamente dia 20/01.
E ainda teremos que ouvir deles que fizeram o maximo para agilizar todo este processo.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colega Anônimo das 07:45,

Pelo menos na Previc, o "silêncio de dar medo" finalmente foi rompido. A primeira notícia do ano:

"Da Redação (Brasília) – A Taxa de Fiscalização e Controle da Previdência Complementar (Tafic), referente ao primeiro quadrimestre de recolhimento do exercício de 2011, deverá ser paga pelas entidades fechadas de previdencia complementar (EFPC), até o dia 10 de janeiro de 2011."

Minha conclusão: se eles tem que receber da nossa Previ até o dia 10 deste mes, e vão receber, antecipadamente, o quadrimestre, então, acho que, também, por dever moral, eles tem que "liberar" o nosso din-din até o dia 10 também. Será que estou certo?

Anônimo disse...

Como eu sei que a Sra. Isa Musa, acessa este blog com frequência, gostaria de fazer a seguinte consideração:
- tomei conhecimento que a Sra. é diretora da ANABB e é tambem presidenta da FAABB, entidades com interesses antagônicos, pois a ANABB, por força do estatuto defende os interesses do BB e a FAABB, defende os interesses dos aposentados do BB, como vimos no episódio da distribuição do superávit.
Penso que seria o caso da Sra. pedir demissão de uma delas, até por questões de cobrança e de consciência.
Desta forma a Sra. ficaria livre para defender apenas um seguimento.
Não dá para defender gregos e troianos ao mesmo tempo.
Fica a sugestão para sua apreciação.
Cláudio - Piracicaba -SP

Edson disse...

Pessoal referente ao crédito do superavit total decepção.

Outra decepção é o aumento para os aposentados de 5,52%, digo com certeza o povo vai continuar abandonado.

Me engana que eu gosto.

Edson Gomes RJ

luiz carlos disse...

VALOR DE MERCADO DA VALE - Acaba de ser publicado pela Consultoria Economatica, o valor de mercado das empresas brasileiras listadas na bolsa. A vale saltou de R$ 257,81 bi em 2009 para R$ 275,9 bi em 2010.
A participação da PREVI na Litel que tem participaçao na Valepar, que, por sua vez, controla a Vale em 2009 era de 31,0 bilhoes (previ relatorio anual), com esse acréscimo de 18 bi para 2010 qto será o aumento patrimonial na reavaliação dos ativos? Em um exercicio de cálculo bisonho (uma regra-de- três) daria cerca de 33,26 bi - 31,0 = 2,26 bi. de toda forma vai ter superavit.(lembrando que a PREVi utiliza o valor economico, que á mais conservador)

Anônimo disse...

Ministérios acertam reajustes do INSS em 6,41%, para os benefícios acima do mínimo. Taí uma explicação plausível para o não pagamento em Dez/10. Na manha, reduziram nosso superávit em igual percentual. Impressionante como se pensa em tudo para nos prejudicar.

Anônimo disse...

Ao Marco Aurelio Damiano,

Prezado colega, sua logica de pensamento faz sentido, MAS...
falar que eles tem dever moral!!!
Francamente respeito e moral nunca tiveram conosco,seja Previ ou o proprio governo, vejam o aumento que deram aos aposentados e compare com o aumento la "deles, os graudos do Congresso", chega ser um ultraje, uma afronta a moralidade do Pais, passaram de Trator, Colheitadeira nos nossos bolsos e na nossa dignidade...
Pior colegas, que eles nao dizem nada, vao seguindo os mesmos passos de 2010, nada muda no ano novo, passam os anos e continua o CIRCO, e nós continuamos literalmente com a "bolinha vermelha" no nariz.
E ainda tem gente dizendo que estamos revoltados e bla, bla, bla,
Näo me venham Blog do Romildo ou blog do Medeiros dar liçao de moral para mim, väo pregar "moral de cueca" para os puxa sacos do BB e da Previ, trabalhamos uma vida inteira para o Banco e pelo Banco para depois sermos tratados realmente como "RALÉ", näo somos lembrados nem no Ano Novo, mas quando estavamos na ativa trabalhavamos ate o ultimo dia do ano para dar ao banco toda esta estabilidade que se encontram agora.
Votei um grande NÄO, mas quero o meu, e quero agora, esperei muitos anos para ganhar o "farelo" que sobrou deste BOLO, tratem de pagar, chega deste "draminha" que sempre fazem, tomem vergonha na cara, sejam verdadeiros lideres ou homens que nunca foram...

Moacir Junior

Anônimo disse...

Prezado colega de floripa. Faça um grande favor a todos do pb1. Dicretamente filme ou fotografe os magnatas da previ. Se v. não puder peça a um amigo, em seguida mande para o nosso mundinho virtual, especialmente para os votantes do sim.

Anônimo disse...

ONDE VOCE LEU COLEGA DE 09:44?

Anônimo disse...

Ao colega das 09:44,

Realmente para quem aposentou antes da Parcela Previ qualquer reajuste do INSS reduz imediatamente o complemento da Previ.

A famigerada Parcela Previ, infelizmente só teve uma vantagem que foi o desvinculamento com o INSS. Qualquer reajuste ou recálculo do INSS não altera o complemento Previ.

Anônimo disse...

AI, AI e durma-se com um barulho destes.

Manchete de hoje 03/01 do site da Previ:
"Simulador de aposentadoria mostra benefícios incorporados"

E a "cozinheira baiana"(Previ) vai cozinhando em banho maria seu "vatapa" (nós é claro)
Qual sera a manchete de amanha?
"Computador pega virus e beneficios temporarios sao depositados em conta de hacker na Suiça"
So fazendo piada mesmo!!

Viana

Anônimo disse...

Com essa demora em pagar o superavit, acho que vou passar minhas férias em Saci Pererê Internacional.

Anônimo disse...

Esse blog é uma choradeira só. Prefiro o blog do Medeiros, onde o dono não posta agressões e os comentários são educados. Aqui só se lê lamúrias. Se você ainda não conhece, visite o Blog do Medeiros. Blog sério, feito por um homem sábio, educado e com profundo conhecimento de BB e de Previ. Eu não volto mais a esta página, parece o Muro das Lamentações e eu nem sou judeu. Seja mais comedido e educado senhor bloguista.
Juarez de Almeida - Jaú - SP

Anônimo disse...

Colega de 10:59:

http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Economia&newsID=a3163486.xml

Anônimo disse...

Engraçado o INSS que dizem que está quebrado, e falido dará aumento de 6,41% aos aposentados, mas a Previ que é superavitária deu 5,4%, tem alguma coisa muito, mas muito esquisita!

Paulo Segundo Viçosa/MG

Anônimo disse...

Colega de 12:56, pelo menos voce me fez dar otimas risadas.
Adorei a piada.Ri muuuuuuito!
Sandra

Anônimo disse...

Esta distribuição do Superavit mais parece promoção do Magazine Luiza: " ... enquanto durar o estoque." Só são atendidas as pessoas que formaram fila na madrugada. E O pior é que o BB perfilou à primeira hora !

Anônimo disse...

Prezado Juarez de Almeida,

Aqui é uma espécie de filial do SACI PERERÊ INTERNATIONAL RESORT e temos como menu principal a lata de sardinha. Entretanto, se não gostas das lamúrias desse povo, ou se, como os mencionados, vives como um nababo, não leia mais esse blog.
SIMPLES ASSIM.

Anônimo disse...

Prezado das 13:05, não vi nenhuma agressão ou falta de educação por parte do dono desse blog, como você insinuou e também não é verdade que aqui só se lê lamúrias. Quanto ao resto do seu comentário, ao contrário do que vc. deu a entender, aqui também há pessoas muito bem informadas e de alto nível intelectual, a começar pelo dono do blog.

Anônimo disse...

Ô Juarez Jaú!
Vá polir a bola de cristal do Dr. Medeiros pois estamos ansiosos por boas notícias.

Anônimo disse...

Sr. Juarez Almeida,

O Sr. não entende nada de JUDEUS, portanto contenha sua ignorância sobre povos.
Quanto às lamentações, cuidado para não tropeçar na própria vida.
Lamento pela sua frieza.
Bom Ano Novo!

Anônimo disse...

Anonimo de 13:05,ate ja achei o blog do Medeiros serio mas diante da enrolaçao depois que nao se cumpriram as profecias ou seja o bingo bingo....
Agora ele vem dar liçao de moral,falando de Uniao e bla bla bla para desviar a atençao das noticias que ele deu e nao se confirmaram.
Que decepçao!
Sandra

ADEMAR disse...

Retirado do site da Previdencia Social

CONTRIBUIÇÃO: Portaria estabelece novas alíquotas para pagamento do INSS

Documento também reajusta piso previdenciário e benefícios acima do mínimo
03/01/2011 - 13:00:00



Da Redação (Brasília) – Os ministérios da Previdência Social e da Fazenda estabeleceram, em portaria publicada nesta segunda-feira (3), no Diário Oficial da União (DOU), o valor do novo piso previdenciário, de R$ 540,00, e o índice de reajuste de 6,41% para os benefícios com valor acima do piso.

O aumento beneficiará a 8,7 milhões de pessoas que ganham acima do piso previdenciário e representará despesa adicional estimada em R$ 7,987 bilhões nos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em 2011. O reajuste dos benefícios de até um salário mínimo atingirá 15,5 milhões de beneficiários e representará um acréscimo de R$ 5,148 bilhões nos benefícios do INSS.

A portaria também estabelece as novas as alíquotas de contribuição do INSS dos trabalhadores empregados, domésticos e trabalhadores avulsos (veja tabela abaixo). As alíquotas são de 8% para aqueles que ganham até R$ 1.106,90; de 9% para quem ganha entre R$ 1.106,91 e R$ 1.844,83; e de 11% para os que ganham entre R$ 1.844,84 e R$ 3.689,66. Essas alíquotas – relativas aos salários pagos em janeiro - deverão ser recolhidas apenas em fevereiro.

Os recolhimentos a serem efetuados em janeiro – relativos aos salários de dezembro – ainda seguem a tabela anterior. Nesse caso as alíquotas são de 8% para aqueles que ganham até R$ 1.040,22; de 9% para quem ganha entre R$ 1.040,23 e R$ 1.733,70 e de 11% para os que ganham entre R$ 1.733,71 e R$ 3.467,40.

A portaria também estabelece que o valor mínimo dos benefícios pagos pelo INSS – aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte -, as aposentadorias dos aeronautas e as pensões especiais pagas às vítimas da síndrome da talidomida, será de R$ 540,00.

O mesmo piso vale também para os benefícios da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) para idosos e portadores de deficiência, para a renda mensal vitalícia e para as pensões especiais pagas aos dependentes das vítimas de hemodiálise da cidade de Caruaru (PE). Já o benefício pago aos seringueiros e seus dependentes, com base na Lei nº 7.986/89, terá valor de R$ 1.080,00.

A cota do salário-família passa a ser de R$ R$ 29,41 para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 573,58, e, de R$ R$ 20,73, para o segurado com remuneração mensal superior a R$ 573,58 e igual ou inferior a R$ 862,11.

Já o auxílio-reclusão será devido aos dependentes do segurado cujo salário-de-contribuição seja igual ou inferior a R$ 862,11. O teto do salário-de-contribuição e do salário-de-benefício passa de R$ 3.416,543 para R$ 3.689,66.

Informações para a Imprensa
Simone Telles
(61) 2021-5113
ACS/MPS

João Rossi Neto disse...

Caros Colegas
Para conhecimento.

Senhor(a) JOAO ROSSI NETO

A PREVI confirma o recebimento da mensagem abaixo.
Aguarde nosso retorno em breve.

Gerência de Atendimento
PREVI

Data: 1/1/2011
Tipo: Reclamação

Mensagem:


Rebusque nos Regulamentos do Plano um (vigente a partir de 07/12/2010), no capítulo II - Da inscrição no Plano de benefícios, Seção I - Dos participantes e Seção II - Dos beneficiários, atual e anteriores e nos Estatutos (vigente a partir de 16/03/2006), Seção II - Dos participantes, dos beneficiários e dos assistidos, atual e anteriores, que não irá encontrar o Banco do Brasil S.A como beneficiário do plano.
Considerando que são esses documentos definitivos que traçam as regras para nortear as ações e gestões dessa Caixa de Previdência, no cumprimento da sua missão de administrar os recursos, defender os interesses dos assistidos e pagar os benefícios, ao vê-los agredidos pela Resolução CGPC 26/2008, caberia, por direito de ofício, o dever dessa Caixa, não só recusar-se a obedecer às orientações traçadas na Resolução, mas de buscar na justiça, todos os meios de recursos para neutralizar os seus efeitos.
A propósito, temos conhecimento da entrevista concedida ao jornal "Valor Econômico", edição de 02/06/10, pelo Presidente, Sr. Ricardo José da Costa Flores, onde colocava que o uso do superávit da PREVI pelo BB consta da Resolução 26/2008, mas é polêmica e vai ser analisada pela Diretoria para compreender melhor a legislação que versa sobre isto e internamente decidir o que tiver sentido para a Previ e para os associados.
Obviamente, que nada foi feito por essa Caixa de Previdência e tampouco pelo seu Presidente, inobstante tenham conhecimento de que a Resolução 26/2008 atropelou irregularmente a Lei Complementar 109/2001, artigo 20, bem como os Regulamentos e Estatutos desse Fundo de Pensão.
Tendo em vista que essa PREVI sempre primou pelo cumprimento rigoroso das normas, não fazendo concessões em espécie alguma, notadamente para os assistidos, invocando invariavelmente as regras em vigor, perguntamos como vai fazer para repassar os 50% dos superávits ao BB, auferidos na última negociação ocorrida em dez/10, e com base na discutida Resolução?
Os Regulamentos e Estatutos não dão guarida ao patrocinador, como beneficiário, e não podem ser desobedecidos e a Resolução na faz menção a eles. Como resolver esse impasse?
Aguardamos a urgente manifestação dessa Caixa, nos termos do artigo 24, parágrafo único da LC 109/2001.


Matrícula: 4986560
Nome: JOAO ROSSI NETO
E-mail: jrossineto1@uol.com.br

Henrique Soares disse...

Sr Juarez, és uma piada. Não deixe de vir aqui por favor. O sr vindo aqui, me poupará de ir rir no blog do medeiros, o mago.

Anônimo disse...

Marcos, esse "time" (AAPPREVI) não pode jogar sem o "atleta" João Rossi Neto, pois é um "atacante" perigoso e fura toda a zaga adversária.

Com muito respeito pelos demais "atletas", principalmente pelo defensor Marcos Cordeiro.

Anônimo disse...

Este blog está, como sempre, efervescene e vibrante. Nada desta "demacracia das bananas" de só publicar o que lhe convém. Tem outro aí, que está dando sinais de prepotência, ameaçando tirar do ar o tema superavit. Duvido que faça isto, pois se o fizer, seu espaço foi pras cucuias. Mas, se assim agir, só confirma atitude própria de quem não é capaz de suportar a mínima pressão. Por isso, NEGOCIAM NAL, ameaçam e viram tiranos. "Quem sai na chuva é prá se queimar", dizia o saudoso Vicente Mateus.

Anônimo disse...

Superávit do Plano 1
Simulador de aposentadoria mostra benefícios incorporados
Participantes da ativa podem consultar no simulador de aposentadoria como fica o Complemento PREVI já com a incorporação de benefícios.

Com essa providencia, os funcionários da ativa serão beneficiados três vezes:
1 - recebimento de PLR às custas das contabilizações:
2 - pela incorporação dos Beneficios Especiais, que passou a fazer parte(perene)do Regulamento, e
3 - 20% sobre a complementação projetada.

Sorte deles! Azar nosso.

Anônimo disse...

Prezados colegas, estou saindo de ferias, como cansei de esperar pelo maravilhosa grana do superavit, que ja daria para pagar minha passagem de onibus urbano ate a rodoviaria eh,eh,eh... tive é claro de fazer o jogo deles, e pela primeira vez em anos partir para o ES.
Somente nao engoli a demora na liberacao do credito, ja que la em Brasilia estes orgaos sao todos vizinhos de PORTA, basta caminhar metros para aprovarem no mesmo dia se tivessem realmente a agilidade que dizem.
Tambem resolvi enviar uma mensagem a Previ "elogiando" a agilidade deles...

Abraço a todos, o Resort "Saci Perere Interncional" e a praia da "Cuca vem pegar" me esperam eh,eh,eh...

Guilherme

Anônimo disse...

Olá Guilherme (04:35)

Se queres viajar para o ES (Espírito Santo) antes de receber a grana prometida, poderás apelar para o ES (Empréstimo Simples). rs,rs,rs

Mas acredito que a demora para a liberação do crédito deve ser devido a interferência da ação cautelar promovida pela Amest. Eles já devem estar sabendo que praticaram um ato errado. Será que estou certo? Tomara!

Boa férias...

Anônimo disse...

Não esperem notícias da Previ antes do dia 17 ou 18.Até pq os "donos da previ" estão de férias, e os cumpanheiro estão em ofurô, jacuzzis e tomando seus chopps geladinhos e comendo saborosas lagostas.O Medeiros tb está assim, por isso nem liga para as críticas, afinal com seu salário, mais de 30.000, não precisa de superávit para fazer extravagãncias, e tb já deu de ombros para os colegas, tanto é que não comenta um fato novo a dias.A Cecilia Garcez, pode até ser venal e uma salafrária das piores, mas já disse até dia 18/01 vai tomar seu chopp na praia, em algum resort.Eu tb acho que din din mesmo só sai depois do dia 20/01, pq até lá ainda não tem nada pronto, todo mundo está de férias.Este superávit foi feito para ser pago assim, à longo prazo.ou vcs acham que as negociações arrastaram em 2010 sem nenhum propósito?Tivemos uma votação que ocorreu duas semanas depois da última reunião.Tudo para fazer com que as coisas demorassem, mas pregavam tentando enganar que iriam pagar até o doa 31/12/2010.Foi só encenação e jogo de cartas para ludibriar mais uma vez os incautos!

Anônimo disse...

Pessoal, é o seguinte, tenho limitado-me em somente ler os comentarios do blog e näo quero fazer o papel de provocar mais ainda a IRA de muitos, por conta da frustaçäo do credito que näo se concretizou, mas concordo quando dizem que a maioria dos dirigentes da Previ estäo de ferias no minimo ate dia 15.
Näo sei quanto a estarem nas praias de Florianopolis, mas voces conhecem Balneario Camboriu e ali perto o verdadeiro paraiso da praia de Bombinhas, pois, infelizmente, näo é para jogar mais porcaria no ventilador, mas tem "GENTE" bem conhecida nossa passando um tempinho por lá.
Se o credito do superavit depender das ferias "deles" estamos mesmos lascados.
Poderiam tirar umas ferias em Brasilia, para aproveitarem para agilizar estas aprovaçöes do nosso credito, mas quem se importa ou se lembra dos cabeças brancas?

Miguel Ortiz

Anônimo disse...

Essa Previ esta uma vergonha mesmo. Essa chapa 3 jamais. Guardem bem os nomes dos salafrarios. Boas férias para todos Kakakakakaak

sergioinocencio disse...

Marcos e blogueiros,

aqui ao lado de minha casa em Garopaba, tem uma pousada que cobra 70 reais e 60 reais por dia na hospedagem, cama de casal e mais uma cama de solteiro, com tv, frigobar e ventilador de teto, com um modesto cafe da manhã, nada demais.
a cidade possui 3 otimos supermercados, e estamos a menos de 100m da praia.
a pousada não trabalha com reservas, mais sempre tem vagas.
aqui pertinho na Praça 21 de Abril, tem a lanchonete Lucas, pastel de camarão 11 reais, suficiente para um almoço, ou um cardapio simples, frango grelhado ou peixe, arroz e salada 12,00 , ou um outro prato com feijão e fritas por 15,00 e um strogonoff de camarão por 18 reais.
bom, acho que isto cabe nos orçamentos de muitos.

Anônimo disse...

Por pouco, não explodi no Natal nem no Ano Novo, mas se este "conto do vigário" chamado Superavit PREVI NÃO SAIR EM 20.01.11, a minha explosão está garantida.
Portanto, para que minha explosão sirva para alguma coisa, caso a AAPREVI precise de um HOMEM-BOMBA para explodir lá na PREVI no Rio-RJ, conte comigo.

Julita disse...

Pensionistas, vejam essa noticia:
Rio - Decisão judicial anunciada em Pernambuco, na 15ª Vara da Justiça Federal, obrigou o INSS a suspender os descontos mensais no valor de R$ 798,31 que vinha fazendo no benefício de uma viúva desde abril e a devolver o dinheiro em até 90 dias. A sentença abre caminho para todas as pensionistas que herdaram benefícios acima do teto garantidos pela Justiça pelos titulares anteriores da aposentadoria.

Até março, a pensionista de 83 anos ganhava R$ 3.112 mensais, quando o benefício foi reduzido pelo INSS para R$ 2.661, logo após receber uma carta comunicando que ela tinha uma dívida de R$ 30.192. Esse débito “deveria” ser pago em cinco anos. A idosa não teve opção, porque a redução no valor da pensão foi feita de forma arbitrária.
Embora a decisão que elevou o benefício do titular da aposentadoria anterior à pensão tivesse sido feita pela Justiça, o INSS teve que seguir determinação do Tribunal de Contas da União (TCU), que não considerou a decisão válida para as pensões. Isso originou as cartas ameaçadoras.
Então, recebi uma carta da Previ que a minha pensão do INSS foi diminuida.Liguei para lá e me informaram que nada podem fazer, pois foi uma ordem do inss!Mas eu nunca recebi nem o teto. Recebo bem menos!! Mais essa! Que horror!!E agora vi essa noticia na internet!

GANDOLA DA BAHIA disse...

OK anônimo de 04 de janeiro de 2011 07;39, quer ter a bondade de me relacionar os fidumaégua da chapa 3

Anônimo disse...

Escutem, sei que muitos diretores da Previ devem ter saido de ferias e, tenho certeza que estao curtindo lindas praias, com boa comida, bebida e etc... com seus salarios e suas ferias pagos por NÓS MESMOS (Previ)
Mas vamos voltar a nossa dura realidade, temos que focarmos näo nas ferias deles, mas sim na melhoria dos nossos beneficios para termos quam sabe um breve condiçoes de tambem usufluirmos da algo parecido.
Vamos voltar a pauta, melhorias no plano 1 e cobranças das reuniöes que prometeram, näo haviam dito que ja em Janeiro começariam estas reuniöes?
Com esta historinha de quando vem o credito, ficam nos distraindo para coisas mais importantes. Eles vao ter que pagar e em janeiro, senao a "casa cai", se já näo caiu com a cautelar, mas agora é hora de possibilidades, vamos agir e cobrar.

Moacir Junior (que ainda nao pode sair de ferias, por enquanto)

Anônimo disse...

Dilma vai ser tão importante, respeitada e lembrada pela base do novo governo igual àqueles cavalos de índios que morrem nos thrillers dos filmes. Agora sim ela vai chorar e a mãe não vai ver. Como o dito popular: tá literalmente nas mãos dos calangos brasilienses!
A briga já começou por conta do salario minimo.Será que lembrarão de nós velhinhos de cabelos brancos?

Anônimo disse...

Olha não quero ser pessimista, mas acredito que esse valor não irá sair. Para sair algo vai ter que haver muita luta ainda. Bom eu acredito que se estivessem afim de pagar esse valor já teriam pago, essa enrolação esta clara do que se trata. Já tomaram calote de alguém ? oque o caloteiro faz não é igual a previ está fazendo, amanhã eu pago, tenho que receber de não sei quem dai eu pegando o dinheiro te dou... é isso , quando a previc aprovar te te pago.É assim ,estamos no dia 4 de janeiro ,todos de férias curtindo, depois vem carnaval, e quando a gente ver já ano novo de novo. E se ninguém fizer nada , nada desse dinheiro pingar. Nem 50% muito menos 100%.

Anônimo disse...

Quero ver o Medeiros soltar um bingo de novo!KKKKKKKKK!Quanta humilhação estamos passando!Mas pelo menos temos nossa dignidade e nossos brios intactos!

Anônimo disse...

Colega de 09:47, se for para o banco tambem nao levar o dele(60 ou 70%),esta otimo!Ainda tenho esperança que algo vai acontecer para anular a votaçao/doaçao.
Sandra

Anônimo disse...

Sérgio Inocêncio, é perto de sua casa? nos fundos de sua casa não tem um quartinho? Tendo o mar, vou me enganando com sardinha (de lata).

Anônimo disse...

Liguei na Previ hoje as 16:34 minutos uma atendente por nome de Paulo disse que a matéria sobre superávit esta no Ministério da Fazenda e que ainda não foi apreciado pela Previc.

Perguntei sobre a possibilidade de imprementar os 20% já na folha de pagamento de janeiro e a informação é negativa,não há nada que garante esse pagamento já na folha de janeiro de 2010.

Perguntei se a nova verba que será implementada vai somar para a melhoria da margen consignavel ela também não soube responder e por último perguntei se ela sabe quando os nossos dirigentes vão voltar de férias, ai ela deu uma pausa e me disse que não esta autorizada a repassar este tipo de informação !!!

Colegas o melhor mesmo é não criar mais ilusões contando com esse dinheiro para dia 20 de janeiro tudo é muito vago e as respostas mais parecem um filme de terror !!!

Certamente a NOVELA SUPERÁVIT não terminara a tempo para ser pago neste dia 20 de janeiro de 2011.

Anônimo disse...

Sou um anônimo de inteligência mediana e gostaria que alguém me explicasse alguma coisa como funciona um regulamento.

Um dia para alterar o índice de reajuste do benefício Previ, passando do IGP-M (corrijam se estiver errado) para o INPC, pois, o IGP-M estava com um índice maior que o INPC o que provocaria um reajuste maior no benefício dos assistidos o que "podia colocar em risco o plano".

Essa alteração não precisou de consulta ou aval do corpo social, autorização da SPC (hoje PREVIC), apenas uma decisão do Conselho deliberativo da Previ.

Nesse "acordo" do superavit para incorporar os beneficios especiais de remuneração e proporcionalidade não precisou de autoriação de ninguém muito menos da Previ, bastou apenas a aprovação do Conselho Deliberativo.

Isso é muito estranho. Se o próprio estatuto preve a distribuição do superavit e existiu um "acordo" que foi aprovado pelo Conselho Deliberativo, por que esse "acordo" não foi também em sua totalidade incluso no regulamento.

Acredito que tem muita mutreta em tudo isso.

Espero que alguém possa esclarecer esses fatos e tirar essa dúvida de que dentro do mesmo tema exista tratamentos diferentes.

Vejam. O superavit é sempre distribuído ao longo dos anos para não comprometer a plano, apesar de que o Renada Certa não foi extamente assim, e agora a incorporação do superavit passado no benefício regulamentar, deixando de ser temporário. E isso só com a decisão do Conselho Deliberativo.

Precisamos rever esse regulamento conforme prometido nesse "acordo".

Anônimo disse...

Colega de 11:35, eu também liguei na Previ e a funcionária me disse que provavelmente no meio de janeiro haverá definições. Uniformidade de informações é uma característica que passa longe da PREVI. Quando a gente liga lá, a voz digital diz: "a partir de agora, sua ligação poderá ser gravada". Que tal colocar um gravador em nossos telefones e configurar uma gravação digital, dizendo a mesma coisa? Assim que o funcionário atender, ouvirá: "a partir de agora, essa ligação poderá ser gravada"? Depois, juntamos todas as gravações e mostramos ao juiz como prova de que nos fazem de palhaços? É claro que a culpa não é do funcionário da PREVI.

ELIAS disse...

RESPONSABILIDADE JÁ

Concordo com diversos Colegas Blogueiros que nas próximas eleições não votemos no "pessoal da chapa 3".
Mas só isso é suficiente?
Afinal, esses experts têm ou têm obrigação legal e moral de Nos representar com altivez, responsabilidade e eficiência?
Se Sua atuação foi um tanto obscura e - por ingenuidade, deslize ou traição - Nos prejudicou é justo e honesto que exponham com toda clareza porquê assim agiram. Prestem conta.
Cobrança justa, mas rigorosa e constante, até jurídica se necessário, fará com que Nossos representantes, "pessoas ou entidades", pensem mil vezes antes de Nos causarem desilusão ou prejuízo futuro.
A futura eleição será importante sim, mas não se pode por uma pedra sobre o presente.

Anônimo disse...

Colega anonimo das 11:35, com certeza a informaçao que o atendente da Previ passou-lhe é real, pois la no blog do Medeiros, ele jogou a toalha e levantou literalmente bandeira branca no seu ultimo post,
foi dando o prefixo e saindo do ar.
Este SIM que muitos no desespero deram, achando ser a soluçao imediata para suas crises financeiras, parece que o tiro saiu pela culatra.
Agora nem creditos, nem reunioes, nem satisfacao e nem nada...
Sera uma SORTE e das grandes o credito dia 20.
Lamento por muitos, mas nós avisamos para näo ficarem iludidos com täo pouco, agora todos nós fomos sequestrados...
Quero ver sair as reunioes!!!

Mauro Silva Bueno

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Senhor Ivan,

Não há data prevista para o pagamento. A inclusão no Regulamento dos benefícios temporários derivados da utilização do superávit, referendados pelos participantes do Plano na consulta encerrada em 15 de dezembro, foi aprovada no Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST) do Ministério do Planejamento, no dia 27 de dezembro, e seguiu para o Ministério da Fazenda. A última instância de aprovação é a Superintendência Nacional de Previdência Complementar ¿ PREVIC. Só depois de aprovados pela PREVIC, os benefícios temporários poderão ser implementados.

Permanecemos à disposição.

ROBERTO PEREIRA GONCALVES
Gerência de Atendimento
PREVI

> Data: 03/01/2011 11:29:05
> Assunto: Outros Assuntos - Superávit -implementação
> Tipo: Solicitação
>
> Mensagem:
> Óbvio que a votação de 09 a 15.l2 sobre a distribuição do superávit, gerou expectativas de que o crédito poderia ter sido efetivado no dia 20.12 ou, no mais tardar, até o dia 30.12.
> Como nada disto ocorreu, e na certeza de que o processo já transitou por todas as instâncias, inclusive a Previc, necessitamos de informações precisas da data em que efetivamente o crédito ocorrerá.
>
> Matrícula: 4497710
> Nome: IVAN REZENDE DA SILVA
> DDD-TEL: 62 Telefone:
> E-mail:

Anônimo disse...

Para que os Colegas saibam como a tramoia foi bem desenhada,eles os eleitos as Associações e a Contraf Cut e a Anabb,fizeram o teatro andar o Brasil.

Promessas de um natal lindo cheio de sonhos, encantado, os enforcados passaram as madrugadas votando, acreditando no Sonho,não veio no Natal mas Ano Novo tudo novo,nossos 20% sai? e hoje dia 04 de janeiro nada temos mais 06 dias pela frente se não tiver essas aprovações da Fazenda e Previc até dia 10, podem perder a esperança de Dias melhores já em janeiro de 2011.

Alguém sabe dizer quando vai ter a primeira reunião do TERMO DE COMPROMISSO?

Anônimo disse...

Buenas, dizem que a coisa vai empacar dias no tal Ministerio da Fazenda, ja começou pela falta do anuncio do segundo escaläo do governo.
Alguem que tenha algum parente na Fazenda e Previc peça urgentemente uma MÄO, pois a coisa vai longe.
Quero so ver gurizada, dei uns voadores la pras bandas do dia 21 e 22/01 agora pode dar estouro de boiada, nem limite de ES me salva tche.
Este tal de credito ta deixando nós como cuscos em faroeste italiano, tamos correndo de um lado a outro.
E eles la tudo "lagarteando" em beira de praia.
Ainda falam de reuniao pra janeiro, mas bah tche, so se for mateada da Previ...

Osvaldo Silva - Santana do Livramento RS
(livrai-nos mesmo é do retorno da chapa 3)

WASHINGTON LOPES disse...

Diretamente àqueles que dizem ter votado não e estão sempre postando críticas aos que votaram sim, sobretudo em razão da “demora” na liberação do crédito.
- Ninguém dentre nós pode ser tão infantil a ponto de achar que o trâmite se daria tão rápido, ainda mais nas semanas de preparativos e festejos de fim de ano, combinadas com a posse do novo governo.
- Quem votou sim, pelo menos o mesmo sim que eu dei, votou pela distribuição para todos da parte que, pelo menos por enquanto, nos cabe. Não foi por desespero não. A resolução existe. Não é mera resolução. Não é singela resolução. É a que dita as regras e ponto. Disputas na justiça haverão, eu creio nisso, e reverterão ou não a apropriação de 50% por parte do Banco.
- E o que os senhores fizeram no verão passado? Ou melhor, na eleição passada. EU VOTEI NA CHAPA 1. Não seguiria nunca um voto recomendado pela ANABB, da qual me desfiliei em 1997.
-Votei por desespero não, votei para desenrolar metade do superávit, que com algum dinheiro no bolso poderemos melhor arcar com as despesas para buscarmos a outra parte.
-O que tenho visto aqui é muito xororô daqueles que dizem ter votado não, parece até desespero! Se votaram não , porque se incomodam tanto se o crédito é para janeiro ou para depois do carnaval????
- E mais: aqueles que votaram não votariam sim se a proposta 360/360 fosse contemplada. Mas como ficou de fora e sobressaiu uma favorecendo o benefício mínimo, mudaram de "opinião". Se alguém duvida eu provo. Duvide.

Anônimo disse...

Colegas,
Mediante a jurisprudencia do TST,não será possivel a manutenção do IGP-DI para correção dos nossos beneficios? Eis que, para os que se aposentaram a partir de 12/1997 o IGP-DI era o indexador, e, aparentemente, é o mais favorável.


TST Enunciado nº 288 - Res. 21/1988, DJ 18.03.1988 - Mantida - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003

Complementação dos Proventos da Aposentadoria

A complementação dos proventos da aposentadoria é regida pelas normas em vigor na data da admissão do empregado, observando-se as alterações posteriores desde que mais favoráveis ao beneficiário do direito.

Se for o caso, justiça nela.

sergioinocencio disse...

Ao colega da sradinha em lata, 10,39, cara com 10 reais tu com pra 1kg de de file de peixe feito na hr na praia, normalmente eu como peixe com peixe, grelhado.
perder temo com arroz e outros pra que?
filé novinho, do dia, só sal e limão.
vai dar fome.
acredito que antes do dia 20.01 teremos uma vela pra nos iluminar, podem aguardar, sairemos ainda vivos desta bandalheira.
infelizmente meu apto só tem 2 quartos, mais esta semana botei um ar condicionado que tava na area de serviço em Criciúma, jogado fazia uns 3 anos, ta gelando bem, pelo menos nas noites quentes não passo calor, quero ver pagar a cta.
rsrsrsrrs

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

From: Raul Avellar
To: undisclosed-recipients
Sent: Tuesday, January 04, 2011 7:12 PM
Subject: pagamento dos atrasados do superavit


A todos os colegas do Banco do Brasil

Fui informado pela funcionária da AAFBB que é localizada na Agência
Colombo-Copacabana que os atrasados do superávit deverão ser
creditados no próximo dia 15 - que é sábado. Ela não soube precisar
o porque da data, nem o motivo da demora.
Repasso à guisa de informação, apenas.

Raul Avellar

JVasconcellos disse...

Caro amigo SERGIOINOCENCIO
Com sua descrição de Garopava,aproveito a deixa. tenho meu filho em Florip, pertinho, e ele é professor na Academia do AMIM, é conhecido por DUDA, ele costuma ,junto da esposa minha nora,TINA, programar ,maratonas ,onde aglutinam várias pessoas de ,variaveis idades. Coloque tbm que a academia não tem mensalidade cara, e é um programa legal, e esta dentro do nosso orçamento

Visite-o e diga que é colega de BB, abraços
JAYM VASCONCELLOS

Anônimo disse...

Escutei de uma ex-colega do BB que possui uma conhecida lotada no MF, que o processo que contempla a distribuição do superavit está aguardando o retorno (de férias? recesso? folga? licença médica? diarréia?) de um tal Dr. Machado para dar prosseguimento ao embuste. Portanto, é melhor encomendarmos uma colomba pascal do que rasgar a fantasia.

luiz carlos disse...

Só prá refrescar a memória, o superavit de 2007 só foi pago em 2008, na era LULA, vejam abaixo a novela. Se o credito do atual for dia 15, 20 ou 30.01 ainda estamos no lucro..

Histórico da implantação das
medidas do superávit...

Abril de 2007

Banco do Brasil, sindicatos e representantes dos aposentados fecham acordo para a utilização do superávit.

Junho de 2007

Associados do Plano 1 aprovam acordo, com mais de 90% de votos “sim”.

Julho de 2007

PREVI devolve contribuições de 2007 e suspende novas contribuições.

Agosto de 2007

Conselho Diretor do Banco do Brasil aprova utilização do superávit.

Setembro de 2007

Aprovação do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST).

Outubro de 2007

Ministério da Fazenda manifesta-se favoravelmente.

Dezembro de 2007

SPC dá aprovação final para as alterações no regulamento do
Plano 1.

Quais eram os beneficios?

Benefício Especial de Proporcionalidade
Suspensão das Contribuições
Benefício Especial de Remuneração
Benefício Especial de Renda Certa

Anônimo disse...

Gente, para mim deu de assunto do encantado credito do superavit, cada um diz uma coisa, ate para o carnaval ja tem gente prevendo o tal credito.
Agora dizem dia 15 que cai num sabado, SOCORRO!!! Sera que tem mais videntes e bingos perdidos...
Realmente virou um "hospicio" a maioria ta louca, desesperada, acho que vao de barraca e tudo para porta da Previ.
Gente, mudem um pouco o assunto para variar, vamos ver se dá para salvar alguma coisa daquele infeliz acordo, vamos melhorar nossos espelhos, aumento real dos proventos, näo apenas estas migalhas que nos jogaram goela abaixo e ainda ficam de brincadeira conosco, fazendo roleta de datas para o credito, é demais.

Sandra Dias

João Rossi Neto disse...

Caros Colegas,

Votação no sim ou não, ficou no passado com a eleição encerrada. Cada um exerceu o seu direito de voto de acordo com os principios sadios da democracia e dentro das suas convicções
Também não é momento para ficar fazendo apologia da Resolução 26/2008, de que é um produto feito, pronto e acabado. Essa Resolução, por enquanto, é provisória,
É bom lembrar que a sua legitimidade esta subjudice, devendo o assunto ser alçado a Instâncias Superiores.Enquanto não houver uma decisão defintiva, transitada em julgado, ela vai ficar à deriva.
De qualquer forma, é uma pedra que temos no sapato para resolver, que solapa os nossos superávits, lesa os nossos direitos e é fruto da ambição do patrocinador e da trama desonesta e ardilosa montada pela PREVIC.
Nós precisamos economizar forças para um novo embate, neste primeiro semestre, que é enfrentar outra negociação, permitindo-nos antever que vai ser uma batalha duríssima. Sorte a todos.

Anônimo disse...

Marcos, o site da AMEST não informa nada. Muito estranho.

Apenas repasso uma mensagem que consta no dito site que não informa nada em relação a ação sobre a Resolução 26.

Vide mensagem abaixo que é parte do estatuto.

O ESTATUTO DA AMEST POR DECISÃO DE ASSEMBLEIA GERAL DE 13 DE MARÇO DE 2009, PERMITE QUE A ASSOCIAÇÃO DOS ACIONISTAS MINORITÁRIOS DE EMPRESAS ESTATAIS DEFENDA:



XIV - Os interesses dos acionistas minoritários das empresas estatais, onde quer que se encontrem, propondo, sugerindo, denunciando, requerendo, exigindo, dando publicidade, divulgando e representando em quaisquer órgãos., estabelecimentos, entidades, instituições e foros, públicos e privados, incluindo-se aí todos os funcionários, pensionistas, aposentados do Banco do Brasil, e associados a PREVI, CARIM e CASSI, valendo isso também para os funcionários e associados de todas as empresas estatais.aposentados e pensionistas dos Fundos de Pensão, incluindo-se ai a FUNCEF E ASSOCIADOS DAS CAIXAS DE PREVIDENCIAS E COOPERATIVAS.

Precisamos obter mais informações sobre essa associação.

Anônimo disse...

Em minha modesta opinião, é necessário surgir um novo movimento sindical ligado a outro partido político para pulverizar todos os sindicatos patronais. Creio que será pela base que tudo pode começar a mudar. Será um trabalho de formiguinha.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

From: João Rossi Neto
To: previc.gab@previdencia.gov.br
Sent: Tuesday, January 04, 2011 9:08 PM
Subject: Fw: Reajuste de 20% - Acordo fechado.


Arrimados no artigo 71 da Lei nº. 10.741, de 01/10/2003 ( ESTATUTO DO IDOSO), verbis:" É assegurada prioridade na tramitação dos processos e procedimentos e na execução dos atos e diligências judiciais em que figure como parte ou interveniente pessoa com idade igual ou superior a 60(sessenta) anos em qualquer instância."
Como insistimos pacificamente em obter esclarecimentos, sem lograr êxito, apelamos para que cumpram também o dispositivo alinhado no Capitulo I, artigo 5º, inciso II, da Constituição Federal, eis que ninguém está acima da lei, sendo obrigado a cumpri-lá. Caso a situação sofra solução de continuidade, vou remeter cópia ao STF, fazendo denúncia de que essa PREVIC é contumaz em menosprezar os nossos direitos, sobretudo porque deixa de cumprir a sua função reguladora e fiscalizadora ao omitir-se com relação ao artigo 24 da Lei 109/2001 em relação a PREVI, que não vem cumprindo a lei ao deixar de prestar esclarecimentos, feitos por escrito, por assistidos que estão ávidos por informação sobre o trâmite do processo de distribuição dos superávits, cuja procrastinação decorre de incúria dessa Superintendência. Portanto, aguardamos suas urgentes noticias para evitar maiores dissabores.

João Rossi Neto

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

From: João Rossi Neto
To: previc.gab@previdencia.gov.br
Sent: Tuesday, January 04, 2011 10:48 PM
Subject: Fw: Reajuste de 20% - Acordo fechado.


Neste Natal e Ano Novo nós comemos o pão que o diabo amassou, tudo porque parece que não foram nomeados para os seus cargos pela meritocracia, mas sim por influência política. Não estão preparados para a função pública, falha-lhes vontade para atender bem o seu público alvo, satisfazendo as suas necessidades. Pautam-se pela burocracia, excesso de zelo e marasmo. O poder dos cargos sobe às suas cabeças, a soberba, a vaidade falam mais alto. Inclusive o próprio Presidente da PREVI jogou sobre as costas dessa Superintendência, a responsabilidade pelo não pagamento do reajuste, dizendo que enquanto não houver o seu de "acordo" nada será efetivado. Então pela atuação nefasta desse órgão passamos o fim de Ano na penúria, quando tudo poderia ser diferente, uma vez que o acerto já havia sido adredemente alinhavado, pois foi o primeiro órgão a ser consultado pelas ditas entidades representativas dos aposentados. Faltou sensibilidade, bom-senso e responsabilidade cívica. Quando será que poderemos ser ufanistas e ter orgulho de viver neste País? Muita coisa precisa ser mudada, a começar pela profissionalização de pára-quedistas que ocupam cargos públicos proeminentes!

João Rossi Neto

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

From: João Rossi Neto
To: se.df@fazenda.gov.br
Sent: Tuesday, January 04, 2011 6:37 PM
Subject: Fw: DISTRIBUIÇÃO DE SUPERÁVITS DA PREVI.


Encarecemos a informação se o processo para distribuição dos Superávits da PREVI já passou por esse órgão regulador e se já está na PREVIC-CGPC. Lembramos que o Dr. Nelson Machado participou das negociações com o BB/PREVI/Representantes dos assistidos e já havia dado sinal positivo para sua aprovação. Por gentileza, informem-nos ainda hoje.

João Rossi Neto

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

From: João Rossi Neto
To: se.df@fazenda.gov.br
Sent: Tuesday, January 04, 2011 8:46 PM
Subject: Fw: DISTRIBUIÇÃO DE SUPERÁVITS DA PREVI.


De conformidade com o artigo 71 da Lei nº 10.741, de 01/10/2003 ( Estatuto do Idoso), verbis: É assegurada prioridade na tramitação dos processos e procedimentos e na execução dos atos e diligências judiciais em que figure como parte ou interveniente pessoa com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, em qualquer instanência. Isto posto, como estão resistentes em nos municiar com esclarecimentos a respeito do nosso pleito, solicitamos-lhe cumprir o que determina a Lei. Aguardamos suas urgentes providências, porque ninguém está acima da lei, sendo obrigado a cumpri-lá (Capitulo 1, artigo 5º, inciso II da Constituição Federal).

João Rossi Neto

Anônimo disse...

Bom dia, meus colegas. Faço uma pergunta: Esse dinheiro do superavit esta correndo juros e correção monetaria etc... como nos é cobrado quando devemos para o BB?Pelo contrario quando recebermos não valerá mais nada.Pensaram nisso?

Anônimo disse...

Colegas,

O dr. Machado é o próprio Nelson Machado (secretário-adjunto) do MF.
Seu tel. 61-3412-2407/10, o mesmo que assinou o termo de compromisso no acordo.

Anônimo disse...

Alguém me informa onde se encontra o Sr Flores?
Será que esta juntinho com as Rosas?
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

Colega de 00:52, a ideia e justamente essa.Primeiro estao vendo todos os interesses do banco/governo,deixaram para 2011 porque tem haver com o balanço,IR e bla bla bla.....Quando estiver tudo OK PARA ELLLLES, ai pode creditar para a rale.Se fosse ao contrario, com certeza pagariamos JUROS!
Sandra

Anônimo disse...

Com exceção das inteligentes cobranças do colega João Rossi Neto, excepcionalmente fundamentadas nas leis, pessoalmente, acho bobagem pressionarmos as autoridades. Além de ficarem irritadas com as cobranças, podem deixar os processos no final da fila.

Anônimo disse...

É lamentável...(apesar do JUAREZ de JAÚ - não gostar)...o escancarado ESPÚRIO à luz do dia...irresponsabilidade calculada ao arrepio da LEI...como declarou o cuidadoso executivo de colarinho branco -( frase famosa ) -..."TRABALHAMOS NO LIMITE DA IRRESPONSABILIDADE"...Algo "URGENTE"...temos que fazer...pois..."ÊLES"...continuam no calar da noite...tramar novas medidas irresponsáveis..."ÊLES" ardilosos na arte do " embuste "...É importante ressaltar, que, com nosso movimento de " REPÚDIO " às medidas...conseguimos o "SILÊNCIO" de todos " PRETENSOS ENGANADORES "..."FICARAM TODOS...TODOS... MUDOS....PORTANTO...a HORA chegou...temos que AGIR...enquanto há tempo ( e pouco tempo )...como bem disse o poeta...." QUEM SABE FAZ A HORA , NÃO ESPERA ACONTECER..."

Anônimo disse...

Como pode uma Associação de Acionistas Minoritários de Empresas Estatais defender o pobre dinheirinho de aposentados e pensionistas? Como representante de Minoritários, essa AMEST deve visar mesmo é o maior lucro do BB e por isso, quanto mais dinheiro da Previ o Banco levar melhor para os acionistas do BB. A AMEST defende é o acionista, não defende a nós, pois o que o Banco quer é levar o dinheiro da Previ para pagar dividendos a seus acionistas. Abram o olho com essas associações que aparecem do nada dizendo que nos representam e esqueçam essa AMEST e venham para a AAPPREVI.

Anônimo disse...

Colegas,

Ver Anapar, 3 1 2011, Gerdau Previdência - Saldamento prejudica participantes.
Imaginem a Patrocinadora pagando os salários dos empregados da Previc, no que pode dar!
ABSURDO!
CRIME!
Acobertado pelos iluminados ($) do novo cabide de emprego do governo de plantão.
É o fim..............

Anônimo disse...

NOTA:

Sindicatos patronais >>> Contraf-CUT >>> PT >>> presidente da república.

** sindicatos patronais = sindicatos pelegos

WASHINGTON LOPES disse...

Ao anônimo das 03:57: podemos enviar infinitos e-mails às autoridades, que nunca ficarão estressados e nem ao menos chateados com quem quer que seja.

Eles simplesmente nunca lêem absolutamente nada disso, somente seus acessores, que filtram e não repassam quase nada aos chefes, conforme orientados.

Talvez uma ameaça de bomba muito bem fundamentada (ie, convincente) desperte alguma atenção deles.

Isso de ficar citando essa ou aquela Lei de nada adianta, pois são descumpridas conscientemente sem nenhum pudor. Somente por vias processuais podem ser coibidos.

O resto é tudo verborragia.

Anônimo disse...

Colegas,

Ligar para a Previ é sofrer:
Com ironias, discriminação, afronta, desdém, arrogância, desprezo, isto para com os idosos aposentados.
Nos tratam como escória, importunos, insuportáveis, lixos, ignorantes, senis, decréptos, etc, etc...
É o sentimento que deixam passar, sem medo sequer da própria sorte.

Anônimo disse...

Caros colegas, tenho lido seus comentarios neste valoroso blog, ao qual felicito o seu administrador.
Tenho somente a informaçao de um grande amigo meu lá de Brasilia, que afirma que ate o momento nenhum documento da Previ, no que diz respeito a Superavit, esta para ser aprovado (ou seja, se encontra como prioridade)Salienta ainda, que esta informaçao tem haver com o periodo ate 07/01 (ou seja novamente, ate o fim da semana la na Fazenda näo sai nada)
Quem sabe na semana que vem älguem diga por LÁ:
Ah, lembrei-me tem o tal superavit para assinarmos.

Sem mais para o momento.

Bernardo Costa Paiva

Anônimo disse...

SR. Washington Lopes,

Os culpados somos nós que votamos nessas pessoas.
Na hora do voto se pensa sempre em levar alguma vantagem, achando que este fará isto ou aquilo que me beneficiará.
Das próximas eleições em todos os níveis, devemos fazer um exame de consciência e votar em comprometidos com a causa humana, sem discriminação, o bem estar de todos e não de meia dúzia de apaniguados.
É difícil encontrá-los mas não impossível.
É certo que vamos SOFRER mais alguns anos nas mãos desses oligofrênicos insensíveis.
É o que penso.

Anônimo disse...

Pois é, isto, de empacar na Fazenda, e quem sabe tambem na Previc, ja era previsto.
Francamente penso que "alguem" por lá vai ter que dar uma "forcinha" ou como disse o outro colega, lembrar que precisa ser assinado, pois os velhinhos "gagas e ingenuos" como alguns costumam dizer, näo podem ficar aguardando o dia que eles resolvam pegar suas canetinhas e dar uma simples rubrica.
Gostei do colega Rossi foi direto ao ponto na mensagem enviada,
e melhor mostrar que estamos VIVOS e de OLHOS abertos do que ficarmos inertes a aguardar...

Vitor Hugo

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Se o colega Bernardo Costa Paiva, das 06:15 horas, permitir, gostaria de emendar a sua informação com um questionamento que acabei de colocar no blog do Medeiros:

"Um detalhe importante e que, até o momento, não foi devidamente esclarecido é porque, no Termo de Compromisso, assinado em 24/11/2010, não constam a assinatura do Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e nem do Secretário Executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado, apesar de lá constarem os seus nomes. E aí, vem aquela pergunta: será que eles realmente estavam sabendo dessas negociações? E não será por esse motivo que a coisa tá empacada no Ministério da Fazenda?
A reprodução do documento pode ser vista na notícia do site da Contraf-cut, conforme abaixo:

"24/11/2010
Entidades e eleitos fecham acordo com BB sobre superávit do Plano 1 da Previ"

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Gostaria de saber se o Vitor Hugo, que assina o comentário das 07:17, é o mesmo Vitor Hugo Lopes que tive a honra de substituir quando da sua aposentadoria na agência Copacabana-RJ.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro Marco Aurélio Damiano.

No post "O Fio do Bigode", de 05/12/10, denunciei aqui no Blog a ausência dessas assinaturas.
Até hoje ninguém se dispôs a justificar essa irregularidade.

Anônimo disse...

Colegas,

Lendo - notícias relevantes -, escrito de Edgardo Amorin Rego, pergunto:

Quem terá enriquecimento ilícito?
Os aposentados que recebem pela Previ ou os diretores da Previ/bb?

Comparem a média salarial dos diretores do bb/Previ com a média dos aposentados pela Previ.

Em Qual das médias está a possibilidade de enriquecimento?

Bravo Caro Colega Edgardo, cada vez mais BRILHANTE.
Me sinto honrado em ter trabalhado sob sua orientação.
Bons tempos Sr. Edgardo.
Hoje com 66 anos sou FELIZ.
O que me preocupa?
O amanhã nas mãos dos insensatos.
Grande Abraço

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caros Colegas.

CANAEL (www.canael.com.br).

Nunca um site foi tão necessariamente atual como esse.
Os nomes que ali se vê são imprestáveis para novas investiduras, inclusive o meu, que lá está registrado. Ninguém pode servir a dois senhores ao mesmo tempo. Assim como não é dado a ninguém se valer de cargos para galgar outros.

Anônimo disse...

Marcos Cordeiro,


Seria bom que o SASSERON, o VALMIR, a CECÍLIA, etc... , também pensassem assim.

Só que na visão deles os cargos e salários são as únicas coisas que interessam, o resto é só um detalhe.

Anônimo disse...

A previ está em silêncio sepulcral.Os ares fedem a odor indigesto e pútrido.Muitos dos velhinhos ficaram sem um tostão furado!Eu entrei no cheque especial para fazer minhas despesas de natal e ano novo.Não porque contava com o superávit, aliás da PREVI não espero nada, mas para proporcionar uma ceia digna para os meus familiares.Nada nababesco ou por demais suntuoso, mas uma boa ceia, com amor, com união e com muito, mas muito carinho e amor!Desejo à todos um Feliz 2011!

Paulo Segundo

Anônimo disse...

Pessoal, voces podem ate fazer poada com o que vou comentar, mas o assunto ;e serio. Por causa destas historias por conta do credito do superavit, que ia sair no ?Natal, deopois Ano Novo, agora dia 15. Esta afetando a saude de muitos colegas, voces sabem, que queiram ou nao, tem muita gente numa situaçao tipo "Titanic" ja nos botes salva vidas esperando o resgate para poder dar uma equilibrada minima no financeiro, isto no atual momento ja näo tem nada haver com quam votou SIM e NÄO.
Tem esposa por ai ja proibindo seus maridos de ficar lendo blogs e etc...
Parece piada, mas parem e reflitam, vejam se realmente este assunto do encantado credito do superavit ja näo virou algo muito "stressante", a grande maioria achava que ia conseguir um extra para seu Ano Novo, pagar contas de inicio de ano, mas agora ninguem sabe de mais nada..
Talvez, quando infartar um colega, eles fiquem receosos e RESOLVAM PAGAR!!!

Bruno Oliveira

João Rossi Neto disse...

Para conhecimento. Isto significa que a Secretaria Executiva da Fazenda ainda não liberou o processo.

From: PREVIC - DIRETORIA DE ANALISE TECNICA
To: jrossineto1@uol.com.br
Cc: PREVIC - GABINETE
Sent: Wednesday, January 05, 2011 4:49 PM
Subject: RES: Reajuste de 20% - Acordo fechado.




Prezado Senhor,



Em atenção à solicitação abaixo, informamos que até o presente momento esta Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC não recebeu solicitação formal da Entidade de previdência complementar PREVI-BB – Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil acerca do assunto citado abaixo.



Sem mais para o momento, colocamo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos.



Cordialmente,



Diretoria de Análise Técnica – DITEC

Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC

Tel.: 61-2021-2043

João Rossi Neto disse...

Caros Colegas,

Tomei conhecimento que o Sr. Nelson Machado vai deixar a equipe econômica, indo para o seu lugar, como Secretário Executivo do Ministério da Fazenda, o Sr. Nelson Barbosa. Isto não me parece um bom sinal para as nossas pretensões, visto que o novo titular vai demorar mais tempo para resolver o assunto. Vamos torcer para que isso não aconteça.

Anônimo disse...

A resposta enviada pela Previc ao Colega João Rossi Neto, desmente publicamente o Presidente da Previ.

Que creditou o não pagamento dos 240% ainda em 2010 por falta da anuência desta Superintendencia.

E deixa claro que as associações metiram quando afirma que houve a presença destas autoridades na Reunião do Memorando de Entendimentos.

Parece que o ministro do Planejamento realmente esteve na Reunião por a aprovação naquele ministério de deu de forma bem rápida.

Desta forma a previsão feita pelo colega Raul Avellar para previsão de crédito no dia 15 de janeiro,será apenas mais uma frustação para nós aposentados e pensionistas da Previ PB-1.

Já é certo que não teremos o crédito na folha de Janeiro de 2011,não há mais tempo habil para essa aprovação.

Anônimo disse...

A Secretaria Executiva da Fazenda, com esta posse do novo governo, festas e todos de olho no anuncio do segundo escalao, somando com o descaso atual dos atuais dirigentes da Previ que discursam agilidade, mas na verdade deixam a coisa andar na velha e demorada burocracia, o tal processo vai ficar por lá por algum tempo.
Parabenizo o distinto colega Rossi, por nos trazer noticias sobre este assunto.
Tem "Gente" em outros blogs que dizia que a Previc ja tinha dado seu OK.
É como disse um outro colega, vamos ter que tentar algum contato de colegas la com a Fazenda para ver se a coisa FLUI, de pois anida tem a Previc, imaginem ja estamos no dia 05, e diziam para enganar os "ïngenuos" em plena camapanha do SIM que o credito tinha grandes chances de sair em dezembro. Agora aquele silencio de praxe...
Se o credito segue a mesma burocracia de costume, reuniöes para melhorias do plano e proventos, entao nem se fala!!!

Alvaro Martins

Anônimo disse...

Olha, se vier credito na folha de janeiro e tambem silenciarem quanto a futuras reunioes para melhorar e discutir outros pontos do plano, vai haver um 11 de setembro tambem aqui no Brasil e este vai ser no Predio da Previ, sem falar de, desculpe a franqueza, velhinhos infartando e com a pressao la em cima.
Parece um exagero? Esperem para ver, eu torço para todo este episodio do credito ficar ainda este mes no passado e focarmos na melhoria dos nossos proventos.
Confesso que estou tambem ficando stressado com tudo isto.
Precisamos de contatos la por Brasilia, porque se depender de informaçoes da Previ...
Felicito ao colega Marcos e ao Rossi por nos dar algumas informaçoes.

Ernesto Vieira

Anônimo disse...

Meus amigos aqui é o país do carnaval lembram?Nada começa antes disso!Todos os podereosos ficam de folga até essa data, portanto crédito mesmo só em março!Ninguém vai mover um simples tendão antes disso.Esse país é uma piada e um caos!Ah esqueci de dizer o Blog do Medeiros morreu, amnhã é a missa de 7ºDIA!UM BLOG NASCIMORTO, QUE SÓ SERVIA PARA ELE SER BADALADO E FESTEJADO!QUERO VER OS SEUS BINGOS FURADOS!A BOLA DE CRISTAL DELE DEVE ESTAR VELHA E EMBAÇADA!BLOG SÉRIO É ESTE AQUI, COM VÁRIOS COLEGAS BALIZADOS E SÉRIOS QUE NÃO FICAM DANDO TIRO NO ESCURO!

Anônimo disse...

Colegas,

Alguém já viu político falando a verdade?
Seja ele Vereador ou Presidente da República, me digam um nome e me desculparei, mas tem que provar!

Ary disse...

Entendo que,smj.nao seria por acaso que a Previ nao efetuou ocrédito ref. ao superavit no mes de dez/10, pois cfe. ficou acordado, o pagto de 20% será sobre o complemento da Previ.Como o reajuste de 6,41% concedido aos aposentados a partir de jan/11,o complemento da Previ será reduzido desse valor.Assim sendo,entendo que a Previ irá economizar uns bons trocados às n/custas.Açguem seria capaz de calcular, mesmo por cima, o tamanho de novo calote.

Anônimo disse...

COLEGA,NAO SERA UM 11 DE SETEMBRO E SIM UM 20 DE JANEIRO.
AGUARDEM!!!

elias disse...

INDO À FONTE

Colegas Blogueiros, Neste Blog há de tudo, inclusive preciosidades diversas.
Entretanto reafirmo sugestões postadas num passado recente: quando se tratar RECLAMAÇÃO de Pessoa ou Entidade específica, como a previ, deveríamos ESCREVER DIRETAMENTE A ELA.
Além de inundar sua caixas postais teremos milhares de comprovantes de nossa manifestação.
É muito fácil, basta acessar o sítio e localizar o ícone FALE CONOSCO. Preencher os dados, escrever a msg e confirmar.
Se não derem a devida atenção, voltaremos à carga.
Vale a máxima: água mole em pedra dura...

Anônimo disse...

A "bola do Medeiros"quebrou depois que ela viu o que nao tinha e a mascara dele caiu.Ai vem falar de Paz,Vida,Pessoas......
Agora ja sebemos que ele nao sabe tanto como dizia.
Sandra

Anônimo disse...

Colegas,

Participo da indignação dos Colegas, quanto ao descaso da Previ com seus Participantes.

Mas, chegar ao ponto de cometer ato tresloucado, me preocupa.
Sei que pela idade e o fato de os participantes terem sido violentamente prejudicados, teriam um atenuante para não serem severamente punidos.
Penso que devemos tomar atitudes de levar os dirigentes à justiça, e não prejudicá-los fisicamente.
Entendo que a dor de ter sido logrado é lancinante, atroz.
Peço que criem um inferno para os dirigentes, na Justiça e não na mutilação.
Minha idade me "permitiria" atos de extrema gravidade, em defesa minha e de minha querida Família.
Entretanto, tenho convicção de que esses dirigentes da Previ/bb/governo/anabb, terão em futuro próximo a espada da Justiça e de Deus cingindo-os a pagar pelos danos causados a Idosos Aposentados.
Não pensem os maus que estarão sempre driblando seus destinos.
A vida é cheia de surpresas, e para estas os maus estarão sempre desacautelados.
Aos bons que a vida lhes sorria constantemente.
Abraços

Anônimo disse...

Gente !!! Quanta inveja do Doutor Medeiros, ilustre Ex-Presidente do Conselho Fiscal da Previ e cheio que contatos estratégicos no Governo, Banco e Previ. Esse homem, senhores, fala direto até com o Ministro da Fazenda. Calma, o que segura a distribuição é tão somente a burocracia de Brasília. Essa turma do não é muito contraditória: Primeiro não queria receber. Agora berra porque não recebeu. Ufa!

Anônimo disse...

Senhores. Deixem de choro. Ninguem na Previ é malvado, sem coração. Apenas cumprem a Lei. A Previdencia Complementar, ou seja, os Fundos de Pensão são regulados pelas normas:
a) Constituição
b) Emenda Constitucional 20
c) Lei Complementar 108
d) Lei Complementar 109
e) Resolução 26
Assim é que tudo que envolve Fundo de Pensão de Estatais, como é a PREVI depende:
- Da Presidência da Republica
- Do Ministério da Fazenda
- Do Ministério do Planejamento
- Do Departamento de Controle das Empresas Estatais
- Da Secretaria de Prev. Complementar (PREVI)
Então, tudo é mesmo lento, demorado e não depende de a ou de b.

Anônimo disse...

Sr. 5,41 6 1 2010,

O SR. É INGENUO OU APROVEITADOR DA SITUAÇÃO. ESTÁ NO MEIO DELES?

Anônimo disse...

Depende anonimo de 05:41,e tudo lento quando o favorecido somos nos,se for o bb/governo e tudo para ontem,e rapidinho e tambem se for para nos cobrar, idem.
Sandra

Anônimo disse...

anonimo 05:41,
Dos itens "a" a "e" que voce citou, se fosse cumprido apenas o item "a" não existiria Resolução 26, e já estaria tudo resolvido. Entretanto como foi "rasgada" a Constituição, e ninguem se dispoe a desmascarar o abuso perpretado pelo Conselho de Gestão da Previdencia Complementar, que resolveu fazer o papel de Legislador, substituindo o Parlamento, ficamos aqui à mercê de qualquer decisão.

Anônimo disse...

Caro Aristophanes.,O cálculo aproximado que voce fez se refere sòmente às primeiras 12 parcelas.Contudo, se levarmos em conta os reajustes posteriores,eles deixarao de incidir s/ essa diferença,o que nos ocasionaria um prejuizo bem maior, ou os 20% seria pagos seempre sobre o valor do complemento da Previ vigente hoje?.Caso a Previ nos pague (se pagar)os 20% sobre o complemento de jan/11,deveriamos brigar para fazer valer o compl. de dez/10,haja vista que o superavit deveria ter sido distribuido até 31.12.10. Estou certo? abraços.

Anônimo disse...

PREVI, PREVI!!! ATÉ QUANDO ABUSARÁS DE NOSSA PACIÊNCIA!!! LEMBREM-SE DOS "IDOS DE MARÇO". DESSA VEZ VAI SER OS "IDOS DE JANEIRO"