domingo, 23 de janeiro de 2011

Venerandos

Caros Colegas.

Mais uma vez estamos à volta com o mal resolvido assunto da distribuição do superavit. E novamente concluímos que cabe a culpa aos que colocamos no lugar determinante da defesa dos nossos interesses.

Contasse a Previ com pessoas experientes em seus Conselhos e esse fiasco deprimente não teria se consumado. Conclui-se então que as reuniões são convocadas para aprovar pacotes embrulhados e amarrados pelo patrocinador - nunca para debater posicionamentos destinados aos benefícios dos participantes, tudo levando a crer que as vaquinhas de presépio são chamadas às pressas para obedecer às ordens do patrão. E nessas ocasiões agem sem questionamentos ou exame do que deliberam. Para simplesmente assinar papéis basta ser primariamente alfabetizado, por isso não é demais dizer que o nobre Tiririca teria assento na cúpula da Previ e não faria feio – ele assina o nome.

Enquanto não se colocar nas posições certas as pessoas certas os assuntos da Previ continuarão sendo resolvidos à sombra da subserviência. Determinações vitais seguirão sendo acatadas sem questionamentos à falta de conhecimentos para comportar debate e por falta de isenção para dizer não. A função de um conselheiro está implícita na denominação do cargo. E somente aconselha quem tem bagagem para tanto. Nenhum elemento de conhecimentos primários, ou sem conhecimento algum, pode ser chamado a dar conselhos. Ninguém procura um jovem recém saído dos cueiros para pedir orientação. Essa prerrogativa é reservada aos mais vividos, comprovadamente experientes e estudiosos dos assuntos de que tratam.

Neste contexto eu, do alto dos meus 71 anos, quando preciso de conselhos para mexer com a história da Previ procuro um Tollendal, um Faraco, um Ruy Brito, um Adrião, um Valentim. Ou o Rossi, Edgardo... Não vou incomodar quem perturba os espaços do Canael, por pura perda de tempo, pois seus conhecimentos se restringem ao exercício da ocupação de cargos interesseiros, por passarem o tempo dependurados nos cabides de empregos que abarrotam os armários em que se transformaram as Entidades que “cuidam” dos aposentados e pensionistas.

Enquanto esses “conselheiros” não vierem a público dar satisfações dos seus atos, e justificar os altos salários percebidos, me sinto no direito de classificá-los como parasitas no nosso meio, sanguessugas das finanças do Fundo – seja por atitudes ou por omissão. Muitos aposentados e pensionistas não ganham num ano o que esses “eleitos” recebem num mês para “trabalhar por nós”, na Previ.

E o que fazem eles ali além de assinar o que o Patrocinador determina? Alguém sabe dizer quais são suas tarefas? Eles marcam ponto? Têm escrivaninha para ocupar durante seis ou oito horas diárias desenvolvendo tarefas como fazíamos na ativa, por míseros salários?

É deprimente reconhecer que contribuímos para colocar esses inservíveis elementos no topo da pirâmide. E agora somente nos cabe chorar o leite derramado porque o prejuízo que nos causaram não tem reparo.

Lamentavelmente os cargos que comandam os destinos do nosso fundo são preenchidos politicamente – em todos os escalões. Em que pese a exigência de pertencerem aos quadros do Banco ou da própria Entidade, em determinados casos, os elementos colocados nesses postos são escolhidos através do voto manipulado por diversos interesses. No entanto, no rol dos interesses não se inclui a defesa do Fundo e muito menos dos seus dependentes. O que se vê é a eterna busca do poder por parte das grandes Associações dominadas pelos mesmos elementos, que se deslocam como nômades na ocupação de suas Diretorias, indicando e elegendo “representantes”. Indivíduos que se elegem e somem do noticiário, somente reaparecendo ao vislumbrar oportunidade de chamar atenção, com o olho em eleições próximas. Em momentos críticos em que se espera atuação firme e determinante no estudo de acordos polêmicos, simplesmente apelam para que “seus eleitores” trabalhem por eles cobrando providências das autoridades a quem servem canhestramente.

Não estamos fazendo denúncias aleatoriamente. Temos fortes motivos para tecer censura comportamental à Direção da Previ: O Conselho Fiscal não se pronuncia, não reage, não denuncia; os Conselhos, Administrativo e Deliberativo, administram e deliberam mal; as reuniões não têm ata, e se as têm não são divulgadas; nada transparece do que se trata e se aprova nas reuniões periódicas, pois somente dão satisfações ao patrão mor – o Banco; o Estatuto da Previ é solenemente ignorado pelos dirigentes, mesmo para cumprir elementares recomendações, com peso de lei interna.

As Diretorias sob a alçada desses “eleitos” não respeitam nem cumprem entre outras obrigações o Código de Ética, que ampara o relacionamento entre os associados:

8.2 - Dos Relacionamentos Externos

8.2.1 - Com os Participantes, seus Beneficiários, Assistidos e Ex-Participantes

Nas relações com Participantes, Beneficiários, Assistidos e Ex-Participantes, a PREVI, seus funcionários e demais colaboradores pautam-se pela transparência, prestam informações de maneira cortês, exata e tempestiva, com base nos normativos da PREVI e asseguram a efetividade no atendimento.

No entanto não é o que acontece mesmo em subordinação ao que diz:

11. DO CUMPRIMENTO DO CÓDIGO

11.1. A PREVI, seus funcionários e demais colaboradores conhecem e zelam pelo cumprimento do Código de Ética.

11.2. A não observância dos valores e princípios contidos neste código enseja avaliação do comportamento à luz do que regulamenta o Código de Normas de Conduta e Ocorrências e Sanções.

Enquanto isso os altos salários continuam sendo pagos religiosamente aos ilustres membros da Diretoria da PREVI, com dinheiro do Fundo. Dinheiro este de onde deveria sair o pagamento dos benefícios prometidos por conta do superávit, em acordo assinado e não cumprido por culpa do despreparo e falta de justeza no cumprimento do dever, responsabilidade equivocadamente dada a pessoas sem qualificação para o desempenho.

Pensemos assim nas próximas eleições para preencher cargos na PREVI. Esta página está repleta de veneráveis nomes para consulta nesse sentido. E experiência não se acha em prateleiras de supermercados, nem nos tronos das Associações de Aposentados e Pensionistas.

Marcos Cordeiro de Andrade – Curitiba (PR) – 23/01/2011.

171 comentários:

Carlos Mariano disse...

Caro Marcos.
Muito bem colocada sua posição. Precisamos de representantes e não de funcionários subordinados ao Patrocinador.
Já coloquei no seu blog que os atuais conselheiros e diretores eleitos pelos previdentes não tem condições politicas para nos representar eis que são amarrados, por questão de sobrevivência, aos desejos do patrocinador.
Na minha análise - embora eu não seja um entendido como o Rossi e demais colegas citados por você - a PREVI foi estatizada em 1997, por incrivel que pareça, sob a égide do PSDB.
Agora com a proposta de fazerem alterações no PB1 é a hora de exigirmos de volta o que é nosso.
O meio para fazer isso é acabar com o voto de minerva e exigir que para ocupar cargos de diretores não seja necessário conhecimento técnico da área (Diretor é cargo politico de representação e não cargo técnico - a PREVI que contrate técnicos para agirem de acordo com os preceitos da lei no que couber a ele - a nossa representação cabe a nós indicar quem achamos competente para tal.
Fica aqui minha opinião para, se possível, ajudar aos colegas que como voce estão levando nossa bandeira.
Assim que sair o superavit terei minha situação financeira praticamente arrumada e pretendo filiar-me a AAPREVI que considero como a melhor opção de representação dos aposentados.
Meus agradecimentos por sua luta por nós.

Anônimo disse...

Caro Marcos. Voce tem toda razão.Por desinformação de alguns colegas e desinteresse da maioria, acabamos elegendo para dirigir a Previ, pessoas que só conhecemos de nome por ocasião das eleições e influenciados pela propaganda da ANABB,AAFBB e etc. Doravante, sem a união de todos(espero que este episódio do superavit tenha servido p/isso) não teremos chance de eleger alguma chapa que não seja igual às de sempre.

Anônimo disse...

Prezados colegas de PB1,

Somos todos responsáveis pelos desmandos na Previ. Enquanto continuarmos inertes aos acontecimentos os aproveitadores continuarão sugando na teta descaradamente. Se alguns de nós continuarmos dando força para Anabb e entidade$ correlata$, nosso fim é permanecermos presos ao cabresto do patrocinador e dos seus interesses.
É preocupante como a ex-diretora da anabb e Previ ainda consegue encontrar admiradores no meio dos beneficiários do PB1. Se esteve lá por tanto tempo e não percebeu as irregularidades é incompetente. Se percebeu e nada fez então foi conivente. Agora fica com discurso da madre Teresa como se o fato de ter sido diretora fosse semelhante ao cargo de copeira sem nenhuma responsabilidade pelas questões importantes. Foi a Anabb quem a colocou lá. Representou os interesses da Anabb que são opostos aos dos beneficiários (vide reunião do Valmir Camilo com ministro Bernardo ex- planejamento para tratar do superávit).
O outro diretor atual que não sei a quem obedece, tenta sair de bonzinho ao enviar e-mail para pressionarmos o Ministério da Fazenda a dar andamento ao processo. Sendo assim o que justifica o salário dele?
A conclusão que chegamos é que se uma empresa fosse contratada com apenas 5% do gasto atual da Previ com folha de pagamento (sem contar receita de aluguel do prédio), os beneficiários do PB1 não sentiriam nenhuma falta. Toda a estrutura atual além de ser onerosa e desnecessária, trabalha contra os beneficiários. ISSO TEM QUE MUDAR!!!!!

Anônimo disse...

Amigo Marcos,

Suas abordagens estão bem acima de editoriais dos grandes jornais e revistas. São precisas, bem fundamentadas, colocando como se diz "o dedo na ferida". Causa-nos revolta a conduta de nossos eleitos em todos os escalões da Previ. Fico pensando comigo se houvesse apenas uma exceção. Mas tal qual na destruição de Sodoma e Gomorra Deus também não encontrou um justo sequer. Parabéns Marcos! E continue a combater o bom combate. Um dia e ele já está no horizonte próximo, vamos começar a mudar essa conduta no seio da Previ.

Ari Zanella

Anônimo disse...

Rossi,cade voce.Venha fazer seu comentario apesar de ja sabermos
o que esta acontecendo,mas sempre e muito bom ler suas opinioes.
Sandra Alves

Anônimo disse...

Por que tanto roubo? Viram o que aconteceu para o dono do Banco Santos? Foi despejado da mansão, que vergonha. Vamos colocar para fora esses eleitos da PREVI, assim acabaremos com essa mamata deles, ganhando horrores e nós aqui vivendo de migalhas.Estão rindo nas nossas costas.Somos os ralés.
FORA CHAPA 3!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
FORA ANABB!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Colega anonimo das 6:34 já estou me desfiliando da ANABB.Vamos todos dar um basta nesta cambada.

Anônimo disse...

Transcrição do contido no seguinte endereço:

http://blogdosbancarios.wordpress.com/

Na noite de sexta-feira, enquanto todos estavam descansando em casa, o monstro BB solta um Boletim Pessoal…



Boletim Eletrônico dirigido aos funcionários
Brasília, 21 de janeiro de 2011 – Nº 39

O BB e a Previ aprovaram, no dia 21.01.2011, alterações no regulamento do Plano 1, recomendadas pelo Ministério da Fazenda,
com vistas a distribuição do superávit do plano. Nesta entrevista, o Vice-presidente Gestão de Pessoas, Robson Rocha, fala
sobre os próximos passos do processo.

BP – Como está o processo de destinação/distribuição do superávit do Plano 1 da PREVI?

Robson – Encontra-se em fase final. Ressaltamos que desde a aprovação das alterações do Regulamento do Plano 1, pela PREVI, todos os trâmites necessários para implementação das mudanças resultantes do Memorando de Intenções estão sendo providenciados, relembrando:

· Em 20/12/2010 o Banco recebeu correspondência Presi/Gabin – 2010/847 solicitando análise sobre o tema e na mesma data aprovou as alterações de regulamento;
· Em 21/12/2010 o Banco encaminhou correspondência ao Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST), dando início ao processo de apreciação dos órgãos supervisores;
· Em 27/12/2010 o DEST aprovou as referidas alterações e encaminhou o assunto para apreciação do Ministério da Fazenda;
· Em 03/01/2011 o Ministério da Fazenda iniciou a análise das propostas de alteração do Regulamento do Plano 1
· Em 13/01/2011 houve reunião no Ministério da Fazenda contando com a participação de representantes da PREVI e do BB;
· Em 19/01/2011 o Ministério da Fazenda se manifestou oficialmente.
· Em 21/01/2011 a PREVI e o Banco do Brasil aprovaram a alteração solicitada pelo Ministério da Fazenda e, na mesma data, o Banco encaminhou a documentação aos órgãos reguladores (Ministério do Planejamento – DEST e Ministério da Fazenda).

BP – Em que termos se deu a manifestação do Ministério da Fazenda?

Robson – É importante destacar que todos os benefícios constantes do Memorando de Entendimento foram integralmente aprovados pelos órgãos reguladores (DEST e Ministério da Fazenda), ou seja, estão garantidas a suspensão das contribuições por três anos; a criação do benefício especial temporário correspondente a 20% sobre o complemento PREVI e a melhoria temporária do benefício mínimo.

O Ministério da Fazenda, no papel de representante do acionista majoritário, se manifestou quanto à importância de alteração do texto regulamentar do Plano 1, com vistas a torná-lo mais claro em alguns pontos.

Vale ressaltar que durante todo o período de análise, o Ministério da Fazenda se colocou sempre à disposição para discutir com profundidade o assunto, inclusive com a realização de reuniões com representantes do Banco e da PREVI, para que a manifestação daquele órgão se desse da forma mais participativa possível.

BP – Quais serão os próximos passos e quando se dará o pagamento relativo às melhorias de benefícios?

Robson – A partir da manifestação do Ministério da Fazenda, a Previ e o Banco do Brasil aprovaram, nesta sexta-feira, 21, as alterações solicitadas, cuja documentação já foi encaminhada aos órgãos reguladores para aprovação final.

Após a manifestação daqueles órgãos, a documentação retornará à PREVI para envio e aprovação no âmbito da PREVIC – Superintendência Nacional de Previdência Complementar (órgão responsável pela regulamentação dos fundos de pensão). Tão logo aprovado pela PREVIC, a PREVI estará autorizada a efetuar o pagamento dos benefícios em questão.

Por fim, enfatizamos que durante todo processo de discussão, o Banco do Brasil esteve sempre presente junto aos órgãos reguladores e à PREVI, atuando tempestivamente no sentido de que se obtivesse um entendimento que preservasse os interesses de todos os envolvidos, bem como garantisse a manutenção de todos benefícios que foram acordados.

luiz carlos disse...

alguém sabe o tamanho da folha de pagamento da própria previ? Tenho a impressão que as despesas administrativas estão aumentando - ao invés de diminuir - como vinha ocorrendo. Será que é proibido a divulgaçao dos ganhos da companheirada? Por favor, quem souber, divulgue.
Grato.

Anônimo disse...

Prezado Colega Marcos Cordeiro.

Na minha opinião, enfrentamos não Anabb,Faabb,Contraf Cut,mas o poder do Dinhiero destas instiuições que são sempre usadas sobre forma de favores,voces me apoiam neste epsódio que la na frente faremos um acordo vantajoso para voces,assim os mesmo ditos DIRIGENTES se perpetuam no poder, eternamente.

Não distante disso tudo ainda há aqueles que serve ao Patrocinador e aos assistidos,os que trabalham em conselhos de administração e é dirigente fazendo crescer ainda mais os salários recebidos.

Para que se preocupar, nunca vai surgir alguém capaz de acabar com essa situação, temos dinhiero e quase sempre o dinhiero compra tudo.

Mas isso esta mudando,a reação surge quando muitos estão vendo o sustento das suas famílias serem ameaçados.

Um gerente da ativa me disse o seguinte:

Sabe porque voces não conseguem alcançar os obsjetivos que pretendem? Eu disse porque?.

Ele disse porque estão lutando errado, a pressão deve ser feita em cima da PREVI, o Banco do Brasil hoje já não tem compromisso com voces, mas a PREVI sim tem compromissos de pagar suas aposentadorias e pensões até a morte do último benefíciario,se as associações fossem capazes de reconhecer a luta porque muitos dos nossos colegas estão passando cobrariam dos dirigentes que la estão uma solução para esse endividamento,seja com parceria entre o Banco e a Previ com uma linha "ESPECIAL" com prazo mais dilatado, e com isso enquadrando esses devedores a não mais permanecer na penúria que estão vivendo.

Basta vontade Política,ele termino dizendo que nas últimas negociações para aumento do teto do ES,todos sairam perdendo porque a cada renegociação os Aposentados e as Pensionistas são divididos:

Agora são pré 69 pós 70.

E a margem foi sendo comprometida com aumentos acima da recomposição do benefício,sem falar da CAPEC que aumentou e ninguém reclamou,todos estão tão cegos pelo SUPERÁVIT que já não ligam mais pelos outros desmandos praticados dentro do Fundo de Pensão.

Ele completou dizendo que esta na hora de haver mudanças,pois os funcinários ainda na ativa estão preocupados com os rumos que esta sendo construido dentro da Previ,e que se não houver um freio muitos vão sofrer ainda mais,e que nas negociações os sindicatos estão tirando clausulas que lembram de longe que os aposentados ja fizeram parte da história do Banco do Brasil.

Ataques ao Patrimônio da Cassi,Plano Odontológico,décimo terceiro salário pagos a Cassi,indíce de reajuste,são tantos os desmandos que muitos colegas ainda em atividade estão retirando suas reservas para aplicar em outros segmentos.

Então colegas vejam que nosso trabalho não é só para denunciar mais para pensar o que vamos fazer para mudar esta situação,é o primeiro passo será dado em 2012, com mais uma eleição para a Diretoria de Seguridade.

Estamos aqui preocupados em receber o acordo do superávit,temos o memorando de entendimentos que foi acordado entre as autoridades governamental e os Dirigentes da Previ e do Banco do Brasil, que tira o foco da situação.

Esta na hora de dividirmos em pelo menos três Grupos, um para tratar do SUPERÁVIT, outro para tratar das Eleições, e outro para tratar das mudanças do Regulamento do PB-1.

Esta é a hora de somar forças para mudar esta situação.

Herberto disse...

Tive um irmão que foi um dos primeiros diretores eleitos da Previ, chegando a presidente do conselho deliberativo, num tempo em que ninguém se interessava por esses cargos, nem mesmo o BB e os políticos.

Nessas funções sustentou brigas históricas até na justiça contra o governo FHC, uma delas aquela a propósito da recusa dos chamados "papéis podres" nos processos de privatização.

Foi ele também um dos primeiros idealizadores da participação da Previ nos conselhos de administração das empresas de que se tornara acionista, sem direito a opinar e a decidir até então.

De lá para cá a Previ cresceu muito e passou a despertar a cobiça de muita gente, de dentro e de fora, e foi aí que o Banco e os governos abriram suas caixas de ferramentas, puseram mãos à obra e a mão na massa.

Um de seus últimos questionamentos foi quanto à constatação de estar a Previ se transformando essencialmente num fundo de investimentos, atividade acessória, descuidando-se um pouco de sua principal finalidade de fundo de pensão.

Não tive tempo de lhe dizer que mesmo os fundos de investimentos prestam contas e submetem questões às assembléias gerais de participantes, poder que foi extinto na Previ, com a extinção do corpo social.

Ah, estava me esquecendo, que injustiça, tem aquele "café da manhã".

Herberto Márcio Vieira Diniz
Sete Lagoas - Minas Gerais

Anônimo disse...

Sr. Marcos,

Ainda não providenciei minha desfiliação da ANABB por receio de alguma retaliação.

Anônimo disse...

Eu compreendo a revolta de todos, pois estou no mesmo barco, só Deus, eu, minha esposa e a filha mais nova que sabemos o que estamos passando. Mas tem uma coisa gente, não vamos ficar no anonimato, vamos opinar e assinar em baixo, do que vocês tem medo, que eles possam fazer mais do que já estão fazendo?
Não tenham vergonha não, não tenham medo de colocar seus nomes nos comentários, vamos comentar e assinar embaixo, é bom que fiquem sabendo quem somos nós.
Vamos a luta pessoal,
Josue´- Paraná

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Mensagem do Colega Edgardo Amorim Rego:

Estimado e Nobre colega Marcos

Há dois anos e meio, dois colegas, que trabalharam comigo na Carteira de Câmbio nas décadas de 60, 70 e 80, convenceram-me a participar do almoço que a AAFBB, Sede Nacional, promove toda a terceira quarta feira do mês. Quase em todos os almoços, eu e o colega Bento falamos. Os colegas me honram, ouvindo com profundo silêncio e atenção. Mas, eu não existo para o resto da AAFBB neste vasto território nacional. Os meios de comunicação da AAFBB guardam profundo silêncio a respeito de nossas participações... Foi o seu blog que me proporcionou um palanque de dimensão nacional. Como você, afirmo que não tenho nenhuma pretensão a cargos de direção da PREVI. Nem também de qualquer associação. Sou apenas, nesta altura da vida, um sobrevivente que quer aprender e quer debater. Quero, sobretudo, afirmar que não sou escravo, nem servo, nem súdito. Sou um cidadão. E quero ser um cidadão responsável. E gostaria que todos os homens fossem cidadãos responsáveis.
Pois bem. A respeito do assunto que o colega Marcos, extraordinário cidadão, acaba de colocar em debate no blog da AAPPREVI, já me pronunciei diversas vezes nos almoços da AAFBB. Transcrevo-lhe, por exemplo, este que li em setembro de 2009.

Edgardo Amorim Rego
---------------------------------

Observações do Blog:

Como o que aqui se publica cedo dá lugar a outro comentário, relegando a um segundo plano a importância do texto publicado, o pronunciamento de que trata o Colega Edegardo está registrado em Notícias Relevantes, com data de hoje, lugar apropriado para os escritos perenes que pertencem à nossa História.

Toninho Bleinroth disse...

Prezado Marcos,
Excelente sua explanação sobre a Previ...."VENERANDOS", concordo plenamente.
Mas ficou algo martelando em minha cabeça oca..... "SE ESTÁ HAVENDO DESCUMPRIMENTO DO CÓDIGO DE ÉTICA, CFE. CITADO NOS PARÁGRAFOS 8.2 E 11.1 e 2, NÃO SERIA O CASO DE ALGUMA AÇÃO JUDICIAL, OU DE QUALQUER TIPO, CONTRA A OMISSÃO DE TAIS CIDADÃES. Pois nossas vidas foram pautadas por instruções (CICs, LICs, etc) e tinhamos que cumprir, e por que não eles?
Minha cultura é pequena em relação a maioria dos colegas, mas trago no peito uma cicatriz enorme da Previ.
Prá não dizer que passei em branco, calado e omisso, eu pediria a todos os colegas aposentados para que venhamos a se unir e com urgência, já que finda janeiro para cobrar as melhorias prometidas na tão malfadada votação.
Abraços

Heraldo Nóbrega disse...

Prezado anônimo das 07:41 hrs.

Voce tem medo de retalição da ANABB? Retaliação de que? Voce por acaso deve a Valmir Camilo e sua corja alguma coisa? As ações não são de propriedade da ANABB, voce pode move-las através de advogados, AAPPREVI, e outros meios. É por isso e outras coisas mais que a ANABB continua mandando como no tempo do coronelismo e nos deixando a ver navios. Provavelmente nas conversas entre os dirigentes da ANABB eles nos tratam de Trouxas, Ralé, e outros adjetivos mais e quando vem se pronunciar dizem que nos defendem, quando no seu próprio estatuto diz que sua missão é defender o Banco do Brasil. Vamos nos desfiliar e convencer mais gente a se desligar.

Ari Zanella disse...

Referente ao boletim que o BB divulgou a seus funcionários no dia 21 com uma entrevista do presidente do CD Robson Rocha, pode-se constatar que semelhantemente à Nota divulgada no site da Previ, houve uma alteração relâmpago no Estatuto da Previ, apenas omitida a redação desta alteração, demonstrando um certo temor da Previ em divulgá-la a nós, principais interessados. Isto só vem corroborar com o texto deste post do Marcos, Venerandos.

Anônimo disse...

De:msasousa(socorro aragão)
Ao Sr.Marcos e colegas do blog, uma sugestão:

Precisamos manter uma ponte com os colegas da ativa do PB1-futuros aposentados e futuros associados da AAPPREVI.
Já temos muitos leitores neste grupo alguns já até se manifestaram positivamente no blog e tantos votaram sabiamente no NÃO da consulta funesta.
Então:este grupo ( em nível nacional), tem acesso a internet, são bem informados, poderiam fazer um trabalho de formiguinha nas agências, onde os aposentados aparecem lá pelo dia 20 e anotariam seus endereços completos e forneceriam alguma propaganda escrita da AAPPREVI, sugerindo que irão receber material explicativo (muito bem elaborado) sobre a associação e que procurassem conhece-la tb através dos sites.
Peço que um colega de cada agencia deste nosso Brasil, entre em contato com o Marcos (presidente da AAPPREVI) e se disponha a fazer este trabalho junto aos demais colegas ativos e aposentados de sua Agencia e peço tb às associações que representam os mais diversos grupos de associados, que possuam os endereços e endereços eletronicos de aposentados que repassem para a AAPPREVI, para começarmos desde já a trabalharmos para compor a chapa das próximas eleições, afinal é para isso que estamos lutando não é? Colocar pessoas comprometidas com os interesses dos associados e pensionistas lá na PREVI.
Um bom domingo a todos.

Obs.: Sr. Marcos, só divulgue, se achar procedente.Obrigado.

Lena. disse...

Colegas pensionistas,vcs Lembram quando a "dona" previ resolveu dividir os nossos ALTÍSSIMOS[só nas letras]proventos com os nossos filhos menores de 24 anos? {era lei acho}.Pois bem,duas amigas minhas tiveram sérios problemas de ordem emocional e físicas.Cada amiga tinha um filho e os "meninos" eram usuarios de drogas.As minhas amigas ficaram por dois anos sem ver a cor da outra metade dos proventos.Os "meninos" pegavam a grana das mães e torravam tudo. Uma delas veio a falecer a cerca de um ano atrás infelismente. Claro que cada filho no caso delas, quisseram a parte que lhe era por direito. Eu não tive plobrema algum pois eu conhecia o que tinha parido.Na época,a coisa ficou um terror.Os nossos {meu}contracheques perderam o valor de compra,porque o bruto mingou.E como explicar essa situação as lojas? Foi terrível para algumas pensionistas.Quando os filhos completaram 24 anos a "dona" previ recularizou a situação.Mais foi um inferno para as mães pensionistas que tinham filhos com problemas. Me lembro bem que nessa época eu só recebi um comunicado. Nunca se tocou nesse assunto.As revistinhas da "dona" previ chegavam e nada diziam a respeito da divisão. Alguém pode comentar e me esclarecer isso por gentileza? Obrigada.Lena.Rio.

Anônimo disse...

OLHA MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE; PELO QUE RELATASTE; REALMENTE É TERRIVEL A NOSSA SITUAÇÃO ENTREGUE NA MÃO DESTES LARÁPIOS QUE NÃO FAZEM NADA E NÃO PRESTAM CONTAS DO QUE FAZEM . É REALMENTE MUITO TRISTE IMAGINAR ESTA SITUAÇÃO E SE TU NÃO NOS FALASSES ESTAS COISAS; JAMAIS SABERÍAMOS. ATÉ FICO SURPRESSO POR ESTARES EM PLENO DOMINGO NOS ORIENTANDO E PASSANDO O TEU CONHECIMENTO .
MERECES OS NOSSOS ELOGIOS E QUE OS COLEGAS SE ORIENTEM E FIQUEM SABENDO DE TODAS ESTA SUJEIRA. REALMENTE É DE FICAR MUITO TRISTE POR TUDO ISTO QUE ESTAMOS VENDO E SABENDO POR TEU INTERMÉDIO.
DE MINHA PARTE MUITO OBRIGADO; E QUE POSSAMOS BOTAR SENTIDO EM TUDO E SE FOR DE NOSSO PRIVILÉGIO TENTAR MUDAR; VARRENDO ESTA CATERVA PARA FORA; O QUE EU ACHO NO MOMENTO MUITO DIFÍCIL.
ELES JÁ FIZERAM A CAMA E ESTÃO USUFRUINDO O QUE PLANTARAM; VEJA GANHANDO FORTUNAS . ELES SOMENTE ESTÃO PENSANDO EM CADA VEZ MAIS AUMENTAR A SUA RIQUEZA. ESTÃO POUCO LIGANDO PARA OS ASSOCIADOS; E SE O FUNDO EXPLODIR. E DAÍ A POUPANÇA DELES JÁ ESTÁ FEITA. EU ACHO TUDO ISTO UMA LOUCURA. QUE PENA QUE NOS ACORDAMOS BASTANTE TARDE. ESPERO QUE AINDA DÊ TEMPO PARA FAZERMOS ALGUMA COISA.
OBRIGADO POR TUA BOA VONTADE DE NOS ESCLARECER E DIGO MAIS EM PLENO DOMINGO. COM CERTEZA NOTAMOS O TEU ALTRUÍSMO EM AJUDAR E SERVIR AQUELES QUE ESTÃO NECESSITANDO E QUE ESTÃO DEPENDENDO DE UM AUXÍLIO. É REALMENTE UMA LOUCURA TUDO ISTO. POR ISTO PODEM NOS CHAMAR MESMO DE "RALÉ". É REALMENTE VERGONHOSO. ACHO ATÉ QUE NÃO SOBREVIVEREMOS A TODO ESTE ATAQUE E TOMARA QUE EU ESTEJA TOTALMENTE ERRADO. UM ABRAÇO; MUITA SAÚDE PARA TI E MUITO OBRIGADO POR TUA BOA VONTADE EM NOS AJUDAR. AQUI HELENO PINTO NOBRE ; MATRIC. 3984.740-3; JAMAIS ANÔNIMO; E TENTANDO ESTAR ALERTA; E ESTARRECIDO POR TUDO ISTO QUE NOS RELATASTES; QUE É A PURA VERDADE.

paraguassú disse...

todos os frequentadores desse blog lembram-se que quando éramos convocados para algum curso de aperfeiçoamento (caiex, coord, escai e etc.)recebíamos adiantamento para suprir nossos gastos com passagens e hospedagem. por que não disponibilizarmos as mesmas vantagens para comissão de colegas que se dispusessem a deslocar-se até são paulo, com a finalidade de denunciar nossa situação no programa do datena???? (quem sabe o marcos e o rossi) tenho plena convicção que estaríamos dando o tiro de misericórida nessa raça de ladrões que se instalou em nossa caixa. por falar em tiro, é bom que esses canalhas não se esqueçam que ainda existem muitos 3 oitões esquecidos em nossos velhos baús. é só colocar munição nova que eles poderão voltar a atirar. além de voces, vagabundos, existem suas famílias que poderão ser castigados pela infâmia cometida por voces contra a nossa previ!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Colegas,

O que os malfeitores/facínoras modificaram?

Anônimo disse...

Lena, estou impressionada,nunca soube disso.Trabalhei no banco 30 anos e nunca imaginei que voces passaram por tamanha roubalheira....
Sandra Alves

Anônimo disse...

Eu acho que está na hora de parar com as acusações e partir para coisas concretas, e aí vale tudo: panelaço, abaixo-assinados, que pode ser via internet e outas formas de cobrar soluções. Participei da campanha da ficha limpa e digo: "A lei foi aprovada no grito".

Anônimo disse...

Como eles podem ganhar 40.000,00 e nós essa merreca? Vamos ver se isto esta certo pessoal.

João Rossi Neto. disse...

Cara Sandra Alves,

Eu nunca busquei elogios e sempre fui atrás da verdade por convicção e se estava tentanto ajudar a solucionar o assunto, defendia meus próprios interesses e por consequência o do corpo de assistidos.
Para ir do céu ao inferno e para passar de herói a vilão, dentro de qualquer segmento da vida, é num piscar de olhos, num blog de comunicação então a coisa é instantânea e os momentos de glória são efêmeros.
Não queria fazer minha defesa nesse episódio, porque entendo que não excedi o caminho da ética em momento algum e o que passei para os colegas foi o documento que recebi, em 17/01/11, que publiquei no blog, assinado pelo Secretário Executivo. Depois disso, tenho outro e-mail dele, que está com o Marcos, se ele quiser pode publicá-lo.
O Secretário Executivo alterou a data, de 17 para 19/01/11 em conluio com a Previ. Depois de vários contatos com a Secretária por telefone, troca de e-mails,por que ele não me disse que havia despachado o processo, com ressalvas, exigindo que o BB fizesse alterações? Foi lacônico e disse,no dia 17/01: "Acionei o processo na sexta e assinei-o hoje",ou seja, para o entendimento de qualquer um o assunto estaria encerrado na Fazenda. No outro dia o Sr. Waldir, Assessor, ligou-me dando os parabéns pela rapidez na solução do assunto.
De modo que, se houve alguma má fé, seguramente foi da Secretaria da Fazenda, que falhou na comunicação.
Se tivesse cometido falha, ao passar uma informação que não era autêntica, recebida de terceiros, sem origem, eu humildemente pediria desculpas a todos, no entanto, eu recebi uma informação escrita,direta e assinada pelo segundo homem mais forte na hierárquia do Governo, abaixo apenas do Ministro Guido Mantega, como duvidar.
Agora tudo isso cheira à armadilha. Ninguém sabe ao certo o tipo de alteração,a ser feita para incluir os 50% dos superávits do banco, nos regulamentos. O plebiscito ficou sem efeito, porque votamos nos termos de um acordo que sofrerá emenda. Por que não divulgaram, essa alteração, para os assistidos, antes de submetê-la novamente ao DEST e a Secretaria Executiva da Fazenda? Boa coisa, podem ter certeza de que não é. Os órgãos reguladores aprovando essa mudança, possivelmente vai ser para beneficiar o patrocinador e tornar mais forte da Resolução 26/2008.
Só que se esquecem de uma coisa, a Resolução 26/2008 provisoriamente em vigor, continua sendo discutida na Justiça e as autorizações de órgãos governamentais também nada representam, visto que eles não tem poder para fazer mudanças em Leis, no caso, a LC 109/2001.
De modo que eu não sumi, e se eu não tenho coisa prática para trazer à baila, não vejo razão para fazer incursões com assuntos que não são do interesse de todos.
Não parei e nem vou parar. Esse pessoal eleito por nós, na Previ, está na minha lista negra.

Anônimo disse...

Me lembro sim lena, mas quando volta a parte deles para nós vem descontado muito para IR, cassi aumenta e o que sobra?Sobra um misero salario.

Anônimo disse...

Oi Lena, minha mãe é pensionista e tenho um irmão deficiente mental e minha mãe a sua tutora legal, tudo bem separar o que é de um e de outro mas sem maiores explicações na época, concluimos de que seria alguma solução legal, até ficou melhor com relação ao IR, cada um declara o seu e paga menos. Mas eu não imaginei de haviam separado de filhos menores de 24anos, deve ter sido uma cruz para suas amigas.
Elisabeth Oste

Anônimo disse...

O Vice-presidente Gestão de Pessoas, Robson Rocha, deu um esclarecimento tao "verdadeiro", que inclusive estou emocionado, pois tenho a certeza que o credito saira ainda em Janeiro.

Ate liguei Imediatamente para o meu colega o PINOQUIO, que tambem esta muitissimo otimista e disse nao ter duvidas que agora SIM o credito vai sair a qualquer momento.

E, nao percam, nos melhores blogs, a estreia do filme de maior sucesso, adaptado para a Caixa de Pensoes Previ, "O DIA DEPOIS DE AMANHA 2, PARTE FINAL. (ao menos por enquanto)
Emoçoes fortes, de GELAR os coraçoes e principalmente os bolsos...

Dilson A.

Anônimo disse...

Olá Marcos, vejo que não sou só eu que me preocupo com o futuro da PREVI, na verdade é o meu futuro atrelado nisso, o que deveria estar me dando paz esta tirando o meu sono. Morro de medo de um dia termos o mesmo fim daqueles antigos montepios, não gostaria que fosse assim. Agora estamos todos indignados com a falta de clareza das ações dos dirigentes da PREVI, do olho grande do BB, do crédito que não saiu, penso que é chegada a hora (e não só agora, sempre) de todos se unirem e começar a questionar e contestar o que está sendo feito, mas com certeza eu preciso da ajuda e orientação de voces para começar a bater de frente. Medo não tenho, só tenho medo de ficar sem dinheiro. Acho que todos temos.
Elisabeth Oste

Anônimo disse...

A gestão da PREVI sempre foi onerosa e ineficiente!Altos salários para diretores eleitos que deveriam estar ali muito mais por estarem preocupados com o destino de seus colegas e o seu destino, mas chegando lá recebem altos salários que tranquilizam suas aposentadorias, o que não os coloca na mesma condição que os demais aposentados, e motiva que pessoas sem escrúlos venham a desempenhar tais cargos apenas por interesses financeiros.Essa mudança no quadro salarial e política da PREVi já era para ter sido reformulada a muito tempo.É um absurdo um Diretor ganhar 44.000 reais e a maioria das complentações não passar de 6.000 reais.É um total disparate.A PREVi se mostra dispendiosa, e onera e muito o fundo.Precisamos enxugar a PREVi, pq ela virou o que o PT queria, um cabide de emprego, umá máquina inchada, cancerosa e aidética.E não se justifica tantos gastos com um retorno pífio!

Anônimo disse...

Rossi, obrigado pelo comentario,apesar da nossa situaçao(Plano 1),suas palavras SEMPRE nos conforta.
Obrigada
Sandra

Ari Zanella disse...

Caro Rossi,

Foi muito bom ler a sua opinião após o incidente da Fazenda. Concordo com você: foi tudo mesmo armado em conluio com a Previ para "desautorizar" o seu destrave do processo. Inventaram depois do despacho um "entrave" que como você mesmo esclareceu em nada adiantará pois nem o Executivo nem o Conselho Deliberativo podem se opor à Lei maior, no caso a 109/2001.

José Roberto Eiras Henriques disse...

Referindo-me à postagem do anonimo das 7:03 de 23/01/2011.

"Boletim Eletrônico dirigido aos funcionários"

Ficam, no ar, as Perguntas:

- Quais foram as alterações solicitadas pelo Ministerio da Fazenda?

- Por que a Previ e o Banco não divulgam pormenorizadamente o que realmente significa essas alterações?

- As entidades que nos representaram na negociação continuam caladas. Quais os motivos?

- Será que essas alterações, aprovadas pelo conselho deliberativo da Previ, não irá proporcionar maiores
prejuizos ao nosso fundo e, consequentemente, aos seus participantes?

- Por que os dirigentes da Previ não propuzeram novo plebiscito para referendarmos essa decisão?

- Essa falta de informação, esses mistérios sobre assunto, são atos tipicos de alcoviteiros sorrateiros!

São Jose do Rio Preto - SP

Anônimo disse...

Colega Edgardo,

Obrigado por citar MARIO QUINTANA, tive a satisfação, alegria de conviver com ele aqui em Porto Alegre.
Quanto a Bertrand Russel, em Princípia Matemática, às páginas 54, diz " Para ser político primeiro precisa-se ser Hipócrita".
Abraço
Um seu funcionário aposentado, da Carteira de Câmbio, época gloriosa SR.

Joao Carlos disse...

Heraldo Nobrega,

voce eh de Campina Grande (PB) e trabalhou em Ingá?. Se sim, por favor, sou Joao Carlos, do interior de SP, que trabalhou naquela agencia e gostaria de trocar lembranças. Me contacte. (meu email: jcgomesbb1@terra.com.br).
Obrigado.
Joao Carlos

Lena. disse...

Uma história de amor.
Era uma vez uma ilha onde moravam todos os sentimentos:A ALEGRIA,a TRISTEZA,e todos os outros sentimentos,por fim o AMOR.
Mas um um dia foi avisado aos moradores que aquela ilha iría afundar.Todos os sentimentos se apressaram para sair da ilha,pegaram seus barcos e partiram,mas o AMOR ficou,pois queria ficar mais um pouco com a ilha antes que ela afundasse.Quando,por fim,estava quase se afogando o AMOR começou a pedir ajuda.Nisso a RIQUEZA vinha passando e o AMOR disse: RIQUEZA,leve-me com você!Não posso,há muito ouro e prata no meu barco,não há lugar para você.Ele pediu ajuda à VAIDADE que também vinha passando...VAIDADE,por favor ajuda-me.Não posso ajudar,AMOR.VOCÊ está todo molhado e poderia estragar meu barco novo! Então o AMOR pediu ajuda à TRISTEZA:TRISTEZA,deixe-me ir com você? Há AMOR!Estou tão triste que prefiro ir sózinha.Também passou a ALEGRIA,mas ela estava tão alegre que nem ouviu o AMOR chamar.Desesperado o AMOR começou a chorar,foi quando uma voz lhe chamou: Venha AMOR,eu levo você. Era um velhinho,mas o AMOR ficou tão feliz que esqueceu de perguntar o seu nome.Chegando do outro lado da margem,ele perguntou à SABEDORIA: SABEDORIA,quem era aquele velhinho que troxe-me aqui? A SABEDORIA respondeu: Era o TEMPO! O TEMPO? mas porque só o TEMPO me troxe? A SABEDORIA respondeu: Porque só o TEMPO é capaz de ajudar e entender um grande AMOR. Da Lena para todas as pensionistas e aposentados desse blog. Abraços.

Joao Carlos disse...

Marcos, acredito que mais cedo ou tarde o credito virá. No entanto nossa briga apenas esta iniciando, pois temos as alteraçoes previstas neste primeiro semestre e, prncipalmente, as proximas eleiçoes.
Precisamos conseguir, se nao a filiaçao da maioria dos aposentados, pelo menos os seus endereços para contacta-los e incentiva-los a participarem das discussoes (ou pelo menos saberem que existem "discussoes").
Portanto, como jah sugerido anterirmente, gostaria que, se for caso, houvesse formas de sugestoes para atingirmos esse objetivo durante esse ano de 2011 (lembrando que, na eleiçao passada, uma chapa "de fora" nao obteve sua inscriçao pela falta de cerca de 750 assinaturas).
Pensemos nisso.
Joao Carlos

Lourdes disse...

Estou repasando a todos os contatos de minha lista de e-mail o endereço eletronico da AAPPREVI e do blog. Se todos nós fizermos isso provalmente vamos "engrossar" nossa corrente de apoio ao Marcos e a todos que nos defendem contra os demandos da PREVI, BB, etc.
Bom domingo a todos!

Lena. disse...

Sandra querida, passamos sim por tudo isso.Tenho provas. E o nosso querido MARCOS e ROSSI devem saber disso.Eu só não afirmo que foi roubalheira,pois na época falaram que era uma nova lei. Eu peço que as colegas entrem nesse blog e contem a verdade.Eu tenho dois contracheques um no nome do meu filho,e outro no meu nome.Essa divisão do salário bruto ferrou com muitas pensionistas que tinham filhos problemáticos. Quem ganhava [exemplo] 8 mil brutos,4 mil era para o filho menor de 24 anos. Conclusão: A mãe com 4 mil reais brutos, o que sobrava de líguido? E o filhinho "malvado"com 4 mil tb. Tanto o contracheque do filho quanto o da pensionista Já vinha descontado o imposto de renda na fonte + cassi.O vexame foi enorme!!! MARCO POR FAVOR, EXPLICA PARA NÓS O QUE FOI ISSO? Vi muitas pensionistas passando fome e ainda preocupadas com seus filhos,e qual mãe não ficaria mesmo esse filho sendo o que era? poxa, eu sou uma criatura do bem,amo o meu próximo mas nessas horas que fico no computador lendo e relendo me da muita raiva!!!!!!! Abraços.Lena. Tenho certeza que a dona previ vai retalhar quem aqui mete a "cara"

Lourdes disse...

Também enviei e-mail à PREVI cobrando a divulgação do "despacho" do Ministerio da Fazenda, questionando quais foram as alterações realizadas e pedindo maior transparencia por parte daqueles dirigentes.

Anônimo disse...

Caros blogueiros,

Tudo está cheirando a coisa podre. Essa mensagem do tal Robson Rocha demonstra quão profundo é o abismo imposto pelo patrocinador com o anseio dos beneficiários.
O ACORDO NÃO PASSOU DE UMA FARSA. Tudo foi montado de maneira que após aprovação da ilegalidade, ainda sapecaram remendos que nos prejudicam ainda mais. Com a palavra todos que colocaram sua assinatura naquela arapuca...

Anônimo disse...

Queremos saber quais mudanças foram feitas no nosso regulamento, a mando do Ministério da Fazenda.

O BB e a PREVI precisam operar com transparência, senão "a casa cai".

Não adianta sonegar uma informação deste quilate (alteração em artigo do Regulamento), ALGUÉM será o culpado disso e o estorno ou a volta do status quo ainda existem, nem que seja na JUSTIÇA...

Anônimo disse...

Colegas.

O que foi para ser aprovado pelo MF, não foi o Memorando de Intenções e sim os artigos do regulamento da PREVI modificados em função do Memorando de Intenções.
Agora vocês ficam cobrando explicações sobre o que o MF pediu para alterar se a gente nem sabe o que foi modificado nos artigos do regulamento.
Pelo que nos informam o que votamos está assegurado, a alteração solcitada não atinge o acordo para distribuição.
Até o colega Rossi, que pelo que escreve demonstra ser uma pessoa inteligente, em seu último comentário neste blog,faz uma afirmativa que parece não fazer sentido, dizendo que o que votamos ficou sem valor, que a alteração é para incluir os 50% para o Banco.
Colegas vamos agir com a razão e não com a emoção.
Quem age com emoção, acaba perdendo a razão.

Ronaldo F. Moreira disse...

Será que irão responder? Outro aspecto: O que mudou no Acordo Farjuto?

A PREVI confirma o recebimento da mensagem abaixo.Aguarde nosso retorno em breve. Ger๊ncia de AtendimentoPREVI Data: 21/1/2011Tipo: Solicita็ใo Mensagem: Senhores, Que situação exdruxula é essa relativa ao nosso Superavit?O BB Não é empresa publica. O banco do Brasil (BB) é uma sociedade de economia mista que tem personalidade jurํdica de direito privado e visa o lucro (ou seja tem fins lucrativos). Embora seja um sociedade estatal o BB tem a forma de uma sociedade an๔nima na qual o Estado tem 50% + 1 das açoes com direito a voto. Ou seja, o Estado tem a maior participação mas quase a metade do capital ้ aberto para investidores privados.Assim, gostaria de saber como nossa Caixa de Previd๊ncia entende essa questใo. Atenciosamente,Ronaldo Moreira"

Outro aspecto: O que mudou no Acordo Farjuto? Ninguém sabe, ninguém viu !!

Lena. disse...

Eu sou tão carinhosa com essa galera do blog mas vcs são tão insensíveis ...RELAXA SENÃO VAMOS MORRER E É ISSO
QUE

A DONA PREVI QUER.Lena.Rio.Ob: Todos os filhos,independentes de serem incapazes.

Anônimo disse...

Senhoras pensionistas. A divisão da pensão não é invenção da Previ. É de Lei. Os herdeiros legais do aposentado são esposa e filhos e esses dividem a pensão. No INSS também é assim. Nisso ai a Previ não tem culpa. Mas pensando bem o espírito da Lei é correto. Nem toda mãe ama e cuida de filhos.Há as que os deixariam na miséria se a Lei não lhes assegurasse a pensão.
Havendo mais de um pensionista, a pensão por morte será rateada entre todos, em partes iguais. A parte daquele cujo direito à pensão cessar será revertida em favor dos demais dependentes.
A cota individual do benefício deixa de ser paga: pela morte do pensionista; para o filho ou irmão que se emancipar, ainda que inválido, ou ao completar 21 anos de idade, salvo se inválido; quando acabar a invalidez (no caso de pensionista inválido). Não será considerada a emancipação decorrente de colação de grau científico em curso de ensino superior.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

O QUÊ????
Quer dizer que esses diretores/palhaços incompetentes da Previ tem salário de 44.000,00 para apenas dizerem SIM às determinações do BB/GOVERNO? Por favor, me belisquem para tirar-me desse pesadelo!!!!
Mas, o que que esses caras estão fazendo lá para merecer isso, se não dão nem satisfação para os associados, os verdadeiros donos da Previ? Pelo contrário, recebendo ordens, se humilhando. São os verdadeiros JUDAS modernos, traindo aqueles que deveriam representar.
Numa situação dessas, como a que estamos assistindo nesses dias, um diretor desses, se tivesse caráter, pediria demissão e prestaria um grande serviço aos aposentados/pensionistas denunciando as falcatruas.
Mas é que 44.000,00 mensais é muito dinheiro e se a pessoa não tiver princípios, a sua consciência se transforma em mercadoria com valor de mercado.

Enquanto isso, não para ficar numa salinha sentada com ar refrigerado, mas para GOVERNAR UM PAÍS, o salário da presidente da república foi reajustado para R$ 26.723,13.

Diante desse descalabro, só vejo uma solução. Temos que exigir, nessas negociações previstas para o semestre, que, para o futuro, fique determinado a MÁXIMA TRANSPARÊNCIA, sob todos os aspectos, no relacionamento entre a direção da Previ e os associados. No meu entender, é o mínimo que temos de exigir

Anônimo disse...

Infelizmente é isso: só há interesse.
Para que tantas associações, tanta gente querendo nos defender?Na prática não fazem absolutamente nada por nós. Colegas que na ativa eram funcionários medíocres, pouco chegados ao trabalho, nos surpreedem quando se aposentam e viram presidentes daqui, diretores dali trabalhando sem nenhum interesse pelo bem dos outros. Nesse jogo de interesses dançam conforme a música.Se fingem de nossos defensores mas estão louquinhos para se chegar aos senhores da Previ.Temos inimigos camuflados.

Blog do Ed disse...

Caro anônimo das ll:18
Apreciei ler seu comentário e enriqueceu-me com sua citação.Quantas lembranças gloriosas alimento comigo desse maravilhoso Estado de Nestor Jost, Gigante e tantos outros vultos gloriosos de nossa História do BB, cidadãos que colaboraram para construir o Brasil de hoje, uma das mais ricas Nações da Terra. Muitos de vocês frequentemente perambulam vivos e cercados de emoções fortes no espaço de minha Mente. Um abraço. Você nem imagina quanto os estimo.

carlosdomini disse...

Será que aqui não aparece um espião para detalhar quais foram as alterações propostas pelo MF

Lena. disse...

Com a graninha que sobrou da venda do carro fiz 500 pamfletos com o site da AAPREVI PLANO 1.Amanhã vou destribuir na saída do BB. Façam o mesmo.Vou começar pelo meu gerente de conta que é uma maleta.Lena.Rio. É como dizia a minha mãe:DE VAGAR SE VAI AO LONGE.O QUE NÃO PODEMOS É FICAR DE BRAÇOS CRUZADOS. QUALQUER AJUDA,DESDE QUE NÃO "MACHUQUE" NINGUÉM É BEM VINDA.MAIS TEM Q FAZER!! POIS FALAR AQUI É FÁCIL.Lena. Rio. VOU CEDO,E NA VOLTA EU CONTO[se eu não for presa]

Anônimo disse...

Damiano, por esse motivo é tão dificil vencer uma eleição para a Previ. Com 4 anos de mandato qualquer um fica rico, pois além desses 44 mil mensais, ainda tem auxilio moradia, verba de representação, cartão corporativo que ninguem fiscaliza, (pois o Pizzolato chegou a usar o cartão para comprar queijos e vinhos), passagens e hospedagens pagas pela Previ para São Paulo e Brasília. Todo mundo quer se eleger meu caro, o difícil é concorrer com a CONTRAF CUT que sempre se alia à ANABB pra montar chapa.

Anônimo disse...

Anônimo das 13 04,

Quando é que a Previ cumpre a Lei?

Anônimo disse...

Caro Sr. Edgardo,

Escrevi uma mensagem para o Sr. em seu endereço virtual.
Desculpa não me indentificar pelo Blog, tenho sérias razões para continuar anônimo.
Fraterno Abraço

Anônimo disse...

Prezado Marcos,

É sabido que falta aos aposentados a união em torno de nossos direitos. Somos muitos, mas dispersos por este imenso país. Depois que aposentamos perdemos o contacto com nossos colegas e, quase sempre, nem os vemos mais. Para que possamos nos unir nos momentos mais importantes, como a votação do superávit, seria muito bom que houvesse meios de comunicação entre nós. Esse meio existe e chama-se e-mail. Assim gostaria de sugerir que no site da AAPPREVI disponibilizassem uma lista dos aposentados que queiram deixar seus e-mails para contactos. O site Veterenos do BB tem uma lista de colegas e um meio prático de entrar em contacto com os colegas, o "oitavado virtual", que tantas vezes utilizamos em nossa vida ativa no BB. Fica aqui a sugestão.

José Manoel (Sorocaba-SP)

João Rossi Neto disse...

Anônimo 23/01 - 12:55,


O que eu quis dizer é que o texto que aprovamos, vai ficar capenga, uma vez que vai ser alterado com o ajuste exigido pelo Secretário Executivo da Fazenda.
De qualquer maneira, a forma original, primitiva, que você votou, vai sofrer mudança. Será que você daria o mesmo voto, após conhecer a modificação que será feita? Então é neste sentido que falei que o plebiscito vai ficar prejudicado. O sem efeito é mais força de expressão, porque nós aprovamos uma coisa que já foi mudada pela Diretoria da Previ, Conselho Deliberativo e BB. E pelo que foi dito, o banco se encarregará de pegar autorização do DEST do Ministério do Planejamento e da Secretaria Executiva do Ministério da Fazenda para, depois, ir à PREVIC.
Em suma, você sabe qual vai ser a mudança?

João disse...

Apenas uma dúvida: Atualmente, no INSS, para se aposentar, tem que ter tempo de conntribuição e não tempo de serviço como antigamente. Sendo a PREVI regulada pelas leis da previdência social, não estaria os nossos colegas da ativa correndo risco em não contribuindo? Será que o fato de se aposentar sem contribuir não seria motivo de contestação por quem se sentir prejudicado?

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Pessoal,

A gente tem até que admitir. O negócio é muito tentador.
Pensem bem: a pessoa se sujeita a ser capacho (tapete) por APENAS 3 ANOS OU OS ÚLTIMOS 36 MESES, que é o período utilizado para o cálculo da média da aposentadoria da Previ. Nesse período, ele não contraria os chefes e recebe o salário de 44.000,00 e ,depois, se aposenta.
E aí, ao contrário dos aposentados/pensionistas normais como nós, ele vai ter um bruta complemento de aposentadoria, próximo aí dos 44.000,00.
Com um complemento desses, o cara não está nem aí se um dia a Previ vai quebrar ou não, pois, até lá, ele já fez o seu pezinho de meia. Que se danem os colegas.

Lena. disse...

Obrigada sr anônimo das 13:14.Lena. Rio. Valeu!!

Anônimo disse...

Que beleza, esse blog esta bombando!!!Aproveito para parabenizar minha colega pensionista Lena!!!Assim mesmo, lena, vamos lutar!

Anônimo disse...

À

Caixa de Previdência - PREVI - e aos senhores Diretores

Onival Celestino de Araújo, Funcionário do Banco do Brasil, posse em 21/11/1972 e aposentado em 02/05/1995, tendo feito as devidas contribuições para a Previ, portanto por mais de 35 anos. Antes, considerado ASSOCIADO, agora considerado Assistido, tão somente.

De acordo com; Lei 8159 – artigos 4º e 5º;
-LC 109/2001 – artigo 24;
-Resolução 13/2004 – artigo 17;
-Resolução CGPC 23/2006 – artigo 6º;
-Decreto 4.942/2003 – artigo 84,

Os quais, todos, me sustentam e diante da opacidade das informações prestadas por essa PREVI, através do INFOPREVI e comentários paralelos da ANABB, FAABB, CONTRAF-CUT, e outros meios informativos, permito-me questionar e exigir:

- esclarecimentos acerca do ajuste que será efetuado em um dos artigos do regulamento, exigido pelo Ministério da Fazenda, em 19/01/2011;

- O plebiscito realizado em 15/12/2010 ficará sem efeito vez que os assistidos votaram nos termos de um acordo que sofrerá emenda.

-Essa alteração deveria novamente ter sido colocada antes à vista dos assistidos, assim como vai novamente ser submetida ao DEST e à Secretaria Executiva da Fazenda.

-Imputo a toda diretoria da PREVI a responsabilidade de eventuais prejuízos ao patrimônio previdenciário dos assistidos vez que essas alterações são sorrateiras, sem o conhecimento dos beneficiários e construtores desse plano, hoje estupendo, porém, usado para outros fins que não o benefício.

Agradecido
Matrícula: 7.773.260-X

Anônimo disse...

Lamento imensamente a atitude do Sr.Secretario Executivo da Fazenda que prejudicara milhares de familias.
Mas o tempo,ah o tempo!
Sandra Alves.

Lena. disse...

Queridas pensionistas.Vcs já deram uma olhada no seguro {mantença} C750 capec? Já viram que é uma merreca? Estou falando do premio [premio? se vou morrer] O desconto em folha é bem gordinho mas o seguro deixa a desejar.Se puderem façam outro seguro para os filhos.Esse da dona previ é muito pouco. As que tiverem fritando bolinho prá "viagem" corram,senão os meus e seus filhos vão ver navios quando nós partimos dessa prá melhor. "GANJA DE GALINHA NÃO FAZ MAL. Abraços. Lena.Rio.

Anônimo disse...

Lena,
Parabéns! e que mais colegas sigam o seu exemplo, contribuindo para o forlalecimento da AAPPREVI, nosso único bote "salva vidas" junto ao imenso Titanic (PREVI).

Abraços,
Lázara Rabelo

Lena. disse...

Beijooooooos anônimo das 15:50. E vamos q vamos!

Lena. disse...

previ: PARTIDO REVOLTANTE DOS ENGANADOS VECIMENTOS IMPRÓPRIOS. [Se não gostaram invento outra]Lena.Rio. UFÁ!!

Anônimo disse...

Marcos, acesso diariamente seu blog tendo em vista a clareza com que os assuntos são abordados. No entanto o fundo preto e as letras brancas parecem incomodar a ponto de prejudicar a visão. Será que é possível mudar as cores do blog?

Lena. disse...

Beijos Lázara Rabelo.Que DEUS nos abençoe.Lena. Rio.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caro anônimo das 17:54

As cores do Blog representam uma característica que teimo em manter, e não sei qual seria a reação dos demais leitores se imprimisse mudanças agora, depois de 254 postagens em um ano e quatro meses de fundação.
No entanto, para facilitar a leitura em fundo branco, passarei a disponibilizar um link, ao final do post, que levará a esse formato.
Também, para quem o deseje, basta informar o e-mail que enviarei cópia de cada artigo, concomitantemente com sua publicação.

Anônimo disse...

Muito estranho, o ponto à que se chegou a falta de respeito e humanidade de todos que estão lidando com a questão do superávit, informam uma coisa e fazem outra, prometem o crédito para uma data, depois para outra e outra e aí voltamos a estaca zero, mais ninguém comenta qual a mudança feita solicitada pelo MF, que tinha informado que já havia assinado o tal acordo.

Estamos sendo feitos de palhaços, nos dão respostas falsas, estão nos reduzindo à pó, trabalhamos com seriedade, construímos em grande parte o patrimônio da Previ e não têem por nós o menor respeito e consideração.

Cadê Dona ISA, qual explicação para tudo isso, qual a mudança feita à pedido do MF compactuada pela Previ e BB que não esclarecem à nós aposentados e pensionistas os maiores interessados, que palhaçada é essa, como nos maltratam tanto, porque

As Associações representativas dos aposentados nos devem esclarecimentos, estamos sendo violentados pela fragilidade da nossa idade, é um ato tão covarde como se bater em criancinhas indefesas.

Estamos cansados de esperar queremos nosso superávit agora, chega! de tanto descaso e humilhação, vamos acabar com esse filme de terror ou essa página negra da Previ não tem mais fim.

Foi com esse tipo de gente que convivi por mais de 30 anos, quê colegas infames, sórdidos,miseráveis são esses que viéram depois de nós,que Banco é esse, que Previ é essa que age completamente contrária a tudo que está no seu estatuto e nas Leis que regem a conduta e comportamento adotado para nos gerirem, nos assitirem e nos protegerem.Está tudo errado, temos que mudar a atual Previ, temos que nos unir no nosso sofrimento e derrubá-los, para que os colegas da ativa não sofram o que passamos hoje nas mãos desses monstros que dirigem a Previ de hoje.

Elias disse...

EXEMPLO DE AÇÃO

A Lei da Ficha Limpa não foi aprovada no grito. Foi aprovada porque a Sociedade se mobilizou e exigiu de seus representantes.Mais que palavras, nosso desejo ficou claro e evidente com as mais de 1.300.000 Assinaturas e os mais de 500.000 telefonemas e mensagens de apoio.
Esse é um ótimo exemplo de Ação para a nossa causa.

Julio disse...

Amigos do Blog,

Antigamente aqui na minha região corria uma expressão atribuída aos comunistas que dizia assim: "o que é meu é meu, o que é teu é nosso". Folclore ou não, bastou os comunistas chegarem ao poder para meterem a mão no nosso fundo de pensão.
Pessoal, cadê aquela originária da ANABB que saiu de férias bem na hora que a peteca esquentou, tomou doril?

Anônimo disse...

Parabéns ao anônimo das 6:51, do dia 23/01 por ter se desfiliado da ANABB, eu também o fiz. Da PREVI, precisamos dela para viver, a ANABB é dispensável. Vamos todos nesta corrente.

Ricardo disse...

Verificando no site da Previ, observa-se que o plano 1 teve altercao no seu regulamento em 07.12.2010, alguem sabe o que foi alterado la???

Anônimo disse...

Marcos, será que seria possivel fazer uma auditoria na PREVI, para saber quanto os\marajás estão nos roubando? Ganhar 44.000,00 por mes não é para qualquer um. Por esse motivo não estão nem ai com os aposentados e pensionistas e ainda nos chamam de ralés.

Anônimo disse...

Quem se aposentou pelo INSS entre janeiro de 1992 e dezembro de 1996 pode conseguir, na Justiça, um aumento de até 7,14% no benefício.

Para o tribunal, o INSS deveria ter incluído no cálculo do benefício de quem se aposentou nessa época as contribuições descontadas sobre o 13º salário entre 1991 e 1993, o que não ocorreu.

O Agora esclarece 20 dúvidas recorrentes dos leitores sobre a revisão, que foi garantida em decisão recente do TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), que atende os Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Jornal Agora de São Paulo

langoni disse...

Amigos do Blog,

Indignaram-se com o salário de R$ 44 mil dos diretores da Previ?

Já não é a primeira vez que cito o fato. O CANAEL é prova inconteste.

Segundo consta, através da nomeação como Conselheiros nas diversas participadas da Previ, conseguem acumular a bagatela de até R$ 300 mil por mês.

Instada tempos atrás sobre o assunto, antiga diretora alegou que como essa verba é paga pela empresa onde o Conselheiro atua, a Previ não tem controle dos valores envolvidos.

Talvez tudo isso possa até ser legal, mas ...
Fica difícil imaginar que se preocupem em defender interesses de participantes e assistidos.

Langoni

Anônimo disse...

Nós ,os antigos funcionarios do BB eramos diferentes, sabiamos tratar os clientes hoje, logico que temos exceções, mas não estão nem ai com os aposentados e pensionistas, tratam como se fossemos uns ralés mesmo. A PREVI então quando ligo para lá atendem com um pouco caso de como o dinheiro fosse deles.Caso de Policia mesmo, fazer o que né?Precisava fazer uma faxina lá, não acham, desde a diretoria.

Anônimo disse...

Acho que vale a pena olhar este endereço.
http://blogdosbancarios.wordpress.com/2011/01/23/quem-foi-o-traidor/

Anônimo disse...

colegas, ralado; ralado e meio. Se quiserem alterar alguma coisa, temos que votar novamente. Aliás, pelo que vi até agora, ninguem sabe o que vai ser alterado em nosso estatuto. Alguem ja viu?

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Prezado Marcos,

Tão somente para deixar registrado e utilizado, se for o caso, em momento oportuno:

- Numa daquelas reuniões do GT-ANABB para discussão do superávit, que inclusive foi transmitida pela internet,
em um determinado momento, um dirigente de uma associação de funcionários colocou que tinha participado
de uma reunião em São Paulo, onde se tinha noticiado a intenção da antiga SPC, em editar isso que agora
conhecemos por res. 26. Eu mesmo, na época acabei por enviar email à SPC, mencionando "parecer jurídico"
encomendado pela UNAMIBB ao Dr. Wladimir Martinez, dando conta que primeiramente o superávit devia ser
devolvido a quem lhe deu causa.

- Referido dirigente, que agora não me recordo quem seja, foi veementemente contestado pelo tocador da reunião,
Valmir, um dos primeiros a defender a idéia do direito do Banco aos superávits da Previ, que sabemos existir,
através de inúmeros casos de redução e subtração dos direitos dos participantes e assistidos.

Tal reunião foi inclusive gravada em CD e estava disponível no site da ANABB, mas não logrei êxito na busca.

Obrigado pela distinção que sempre tem me dispensado.

Abraço/Langoni

Anônimo disse...

Prezado Júlio - comentário 19:47 hs

Aquela senhora se tornou expert na arte da dissimulação. Age assim com os que lhe fazem cobranças? "Lamentável que uma pessoa desta qualificação tenha ocupado cargos tão relevantes. Daí não é estranho que chegamos nesta situação! Fiquemos atentos e não permitamos que retorne.

Anônimo disse...

Afinal vocês querem ou não querem os 20%? Uns querem aqui anular a votação porque o Ministerio da Fazenda mandou alterar alguma coisa. Outros cobram rapidez para pagar logo. Afinal, querem ou não querem? Eu heim! Que gente complicada. Pois eu quero e pouco me importa se o Banco fica com a metade. Quero o meu em vida, pois tenho 77 anos. Chega de choradeira e enrolação. Ah e quem não quiser sua parte é só doar para Petrópolis, pois lá eles estão precisando.

Flavio Castro disse...

E, a respeito do comentário de 01:54, relembro agora do quase sagrado respeito que a gente dedicava a cada colega aposentado que adentrava a Agência.
Os novatos da dependência logo recebiam a informação indispensável: AQUELE É UM APOSENTADO DO BANCO!

Anônimo disse...

PARABÉNS LENA DO RIO,

SUA IDÉIA DOS PANFLETOS É SENSACIONAL.
SE ALGUÉM DE BRASÍLIA FIZESSE ISSO E COLOCASSE NO VIDRO DOS CARROS EM BRASÍLIA SERIA ÓTIMO. OS EDFÍCIOS SEDE I, II E III FICAM BEM PRÓXIMOS. DEPOIS PODERIA DAR UMA CHEGADINHA NO PRÉDIO DA TECNOLOGIA NA ASA NORTE (SE É QUE AINDA FUNCIONA LÁ). SAÍ DE BRASÍLIA JÁ FAZEM ALGUNS ANOS E NÃO SEI SE OS PRÉDIOS CONTINUAM NOS MESMOS LUGARES. OS SALÁRIOS EU SEI QUE MUDARAM EM MUITO DOS (PSEUDOS)EXECUTIVOS... SE A PLACA FOSSE BRADESCO JÁ TINHAM TODOS SIDO DEMITIDOS POR INCOMPETÊNCIA

Elias disse...

Marcos,
O texto a seguir é um esboço de comentário. Tem toda liberdade de fazer as adaptações necessárias, bem como não publicar.

CORRIGINDO RUMOS
Creio que eu e a maioria dos Aposentados tínhamos em alta conta algumas “lideranças”, nas quais depositamos integral confiança.
Bem, se confiávamos, seguíamos suas preciosas orientações que, aliadas ao amor que ainda nutrimos pelo BB e pela PREVI, nos traziam relativa tranqüilidade. Razão porque dedicávamos grande parte de nosso tempo em "obras sociais", tentando fazer a diferença e tornar o mundo um pouco melhor para os menos favorecidos. São milhares de exemplos. Não é preciso fazer uma lista.
Mas o rumo que essas “lideranças” tomaram recentemente nos deixa mais que preocupados, decepcionados, haja vista que nosso futuro, ao que parece, está seriamente ameaçado. Assim atestam Artigos, Análise e Opiniões abalizadas, veiculados por Pessoas honestas e profundas conhecedoras de previdência e, especialmente, de Nosso Fundo de Pensão.
Notem bem, não é só nossa aposentadoria que está ameaçada. O próprio Banco está sendo conduzido ao abandono da boa prática bancária, da decência e da ética. Fontes fidedignas de profundos conhecedores do assunto atestam que esse fato o levará à PERDA DE CREDIBILIDADE, inevitavelmente. Credibilidade que ajudamos a construir, cada um a sua maneira, nos melhores anos de nossa vida.
Isso nos obriga a abandonar nossa postura de confiança incondicional e tentar corrigir os rumos tortuosos que os dirigentes e lideranças tomaram. Assim é imperioso que entendamos a seriedade do momento e, sem abandonar o bem que procuramos fazer, dediquemos parte de nosso tempo a Nós mesmos, à defesa de nossos direitos.
Ademais não somos apenas “velhinhos(as) aposentados(as)”. Temos dignidade, honradez, criatividade, experiência e conhecimento que, aliados ao apoio de Nossos familiares (de alto nível de formação e influência em todas as áreas), são suficientes para influenciar e mudar o rumo dos acontecimentos. Basta sermos UNIDOS e CONSCIENTES.
Um bom começo será uma contínua e contundente cobrança de prestação de contas dos atos praticados pelas pessoas e entidades que se intitulam “nossos representantes”, pois o que verdadeiramente importa o resultado efetivo alcançado. Entregar 50% do que Nos cabe por Direito está fora de cogitação. Necessário também realizar um expurgo daquelas “pessoas e entidades” que não souberam honrar os poderes que lhes outorgamos. Não seria demais exigir que renunciem.
Ao mesmo tempo continuaremos a apoiar, efetivamente, e divulgar as ações de Lideranças que já demonstraram fibra, honradez, capacidade e dedicação à defesa de Nossos Direitos e aspirações, de forma especial junto à Previ e ao BB. Filiação nas Entidades Decentes e desfiliação das entidades que capitularam é uma conseqüência.
Já não somos tão ingênuos, nem ignorantes. As informações que recebemos já não são só as oficiais, àquelas bem elaboradas, com conteúdo e palavras certas, que citam apenas parte da verdade, se é que não omitem dados relevantes para nossa decisão consciente. E essa consciência será cada vez mais real e as decisões mais coerentes e acertadas à medida que buscarmos nos inteirar dos fatos, através de diversas fontes de informação.
Cabe a Nós não permitir, nem aceitar, que inescrupulosos surrupiem nossa poupança, nem usurpem nossos direitos. Não por omissão, nem sem luta. Certamente o BB, por tabela, também será beneficiado e defendido, não com palavras, mas com atos.
Somos pessoas do Bem e de Paz, mas não somos otários.

Anônimo disse...

Não é de agora que a PREVI é dirigida por membros oriundos de seus satélites (ANABB-AAFBB-FAABB-SINDICATOS...etc)...as chapas são formadas através de RODÍZIOS dos nomes...(são os mesmos/os interesses...os mesmos...é uma confraria)...precisamos URGENTEMENTE pensar na composição de nossa CHAPA/AAPPREVI...com nomes que realmente defendam nossos interesses...não queremos muito...." APENAS O QUE É NOSSO "...a luta é grande...mas o motivo é NOBRE...

Anônimo disse...

AINDA SOBRE O CHEQUE_EM_BRANCO:
Ora, não é a primeira vez que isso acontece. Lembram-se do Acordo de 2007. Construiram uma pauta que incluiam a aposentadoria para as mulheres aos 45 anos. Votamos a favor do acordo. O que aconteceu? Foi vetada pelo Ministério da Fazenda a aposentadoria aos 45 para as colegas lembram? O que seria o correto? Submeter ao Corpo Social se aceitariamos o acordo com as modificações.
Isso ocorreu?? Claro que não. É assim que caminha a humanidade.
Pois é. Se tivessemos verdadeiros negociadores isto não estaria acontecendo.

Anônimo disse...

Marcos,

SUGESTÃO

Talvez ainda dá tempo de enviar uma mensagem ao Ministério do Planejamento/Dest alertando sobre o fato de que o Ministério da Fazenda fez "ajuste" na alteração do regulamento e que cujas alterações que não foram divulgadas e por isso não temo conhecimento do que ali foi decidido e caso venham extrapolar o que foi acordado e referendado pelos únicos beneficiários legais do plano de benefícios, qual seja, simplesmente a forma de distribuição do superavit entre os participantes e assistidos. Caso ocorra divergência do que foi acordado isso torna essas alterações arbitrárias e ilegais e que pode desdobrar em uma ação judicial para preservar os direitos dos únicos beneficiários de acordo com a Lei Complementar que regulamenta os planos de previdência complementar.

Espero que minha sugestão seja viável, caso contrário desculpe por provocar perda de tempo.

Boa sorte a todos.

Anônimo disse...

Olá anonimo das02:45, eu não quero só os 20%, eu quero tudo, quero transparência na adminstração do nosso dinheiro e acima de tudo quero a certeza de que quando eu tiver a sua idade, e aos que virão depois de mim, ainda possamos contar com um plano de previdência saudável, e não com o seu estatuto manipulado conforme convem aos OLHO GRANDE, sem que saibamos do que ocorre e se nos convem.
Meu pai costumava dizer que a PREVI era o seu porto seguro, também quero isso prá mim, prá minha mãe e meu irmão que dependem dessa segurança.
Realmente torço para que esse dinheiro lhes seja creditado, aliás a promessa foi para o Natal, lembra?? Embora, como já ficou claro, este dinheiro viria de uma maneira ou outra, a diferença estava se o BB seria o nosso mais novo colega aposentado.
Elisabeth Oste

Anônimo disse...

Marcos, com relação a mensagem SUGESTÃO, a sugestão ali apresentada caso seja viável ela poderia ser remetida a todos os orgãos que participam da aprovação, inclusive a PREVIC.

Anônimo disse...

Com as suspensões das contribuições dos participantes (BB inclusive)à PREVI, os pagamentos à PREVI CONTINUAM sendo feitos, pelas transferências mensais do "Fundo de Contribuições"(criado pelo superavit)ao Caixa da PREVI.

A novidade é: ao pessoal da ativa (33 mil) suas contribuições continuam vertento à PREVI, através de transferência do mesmo "Fundo de Contribuições", inclusive quando PERDEM ou estão suspensa a comissão de função (Caixa, Gerência disso, Chefia daquilo...)basta REQUEREREM, que o Fundo passa a contribuir INTEGRALMENTE!(VP+Comissão Perdida) ! Antes o funcionária da ativa, ao perder sua comissão REQUERIA e pagava do próprio bolso o valor da comissão, integrando sua contribuição à PREVI, para não baixar o valor de sua aposentadoria...

Bom né.?.. Igual à Brigada Militar e o Exército: Quando o Oficial se aposenta, automáticamente SOBE UMA PATENTE. QUER DIZER: APOSENTAM-SE "MAJOR", quando nunca o foram...Logo, logo todos os da Ativa se aposentarão "Como Gerentes..."pois terão pelo menos uma vez na vida operativa substituido na função de Gerentes

(Este é o Brasil...oportunidade aos "vivos")

carlosdomini disse...

Parabéns a todos por este dia que segundo me parece esquecido e não divulgado com vergonha do desenrolar do superavita.

24 de janeiro dia dos aposentados: triste sorte

Anônimo disse...

Quando da eleições anteriores eu fazia advertencia quanto a exigência de se colocar no currículo dos candidatos o tempo que eles estavam afastados do Banco.
Como exemplo o Sergio Rosa, que só tomou posse e foi para o sindicato e nunca trabalhou no Banco. A maioria que esta ai estão na mesma situação. São sindicalista profissionais e não bancários profissionais.
Eu nunca em minha vida confiei em sindicalistas tanto que nunca votei no Lula.
Eles tem uma coisa em comum: não gostam de trabalhar. Mas para outras coisas...

Rubem Tiné disse...

O pior é que, mesmo que tivessemos três diretores eleitos em perfeita sintonia com nossos anseios, pouco adiantaria, pois o banco tem três e o presidente (indicado pelo banco) tem o direito ao famigerado voto de minerva. Acho que o foco é tentar pressionar o meio político, visando acabar com este voto e que nós funcionários da ativa e aposentados, tivessemos às rédeas do fundo. Em função do sistema político-jurídico em que vivemos, acho difícil, impossível não, pois ainda existem alguns Rossis, Cordeiros, Medeiros, entre outros, com inteligência e garra para lutar pelos nossos direitos, cabe a nós outros, apoia-los.

Ronaldo F. Moreira disse...

Esse fórum deve ser SÉRIO e seu moderador precisa intervir.
Não se pode deixar um GAIATO como esse anônimo das 02:46. Saia detrás do armário!! Você já votou o NÃO, agora fica se lamentando. Vende seus bens e DOE para o BB também. Só não doe aquilo que não pertence só a vc. Me poupe !!
Parabéns a todos os aposentados, apesar de seu um dia triste!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Colaboração do Colega Carlos Procópio:

A HORA CORRETA PARA TOMAR ÁGUA

Para os amigos chegados!!!

Você vai ao bar e bebe uma cerveja.

Bebe a segunda cerveja. A terceira e assim por diante.

O teu estomago manda uma mensagem pro teu cérebro dizendo "Caracas véio... o cara tá bebendo muito liquido, tô cheião!!!"

Teu estômago e teu cérebro não distinguem que tipo de liquido está sendo ingerido, ele sabe apenas q "é líquido".

Quando o cérebro recebe essa mensagem ele diz: "Caracas, o cara tá maluco!!!"

E manda a seguinte mensagem para os Rins "Meu, filtra o máximo de sangue que tu puderes, o cara aí tá maluco e tá bebendo muito líquido, vamo botar isso tudo pra fora" e o RIM começa a fazer até hora-extra e filtra muito sangue e enche rápido.

Daí vem a primeira corrida ao banheiro. Se você notar, esse 1º xixi é com a cor normal, meio amarelado, porque além de água, vem as impurezas do sangue.

O RIM aliviou a vida do estômago, mas você continua bebendo e o estomago manda outra mensagem pro CÉREBRO "Cara, ele não pára, socorro!!!" e o CÉREBRO manda outra mensagem pro RIM "Véio, estica a baladeira, manda ver aí na filtragem!!!"

O RIM filtra feito um louco, só q agora, o q ele expulsa não é o álcool, ele manda pra bexiga apenas ÁGUA (o líquido precioso do corpo). Por isso que as mijadas seguintes são transparentes, porque é água. E quanto mais você continua bebendo, mas o organismo joga água pra fora e o teor de álcool no organismo aumenta e você fica mais "bunitim".

Chega uma hora q você tá com o teor alcoólico tão alto q teu CÉREBRO desliga você. Essa é a hora q você desmaia... dorme... capota...
Ele faz isso porque pensa "Meu, o cara tá a fim de se matar, tá bebendo veneno pro corpo, vou apagar esse doido pra ver se assim ele pára de beber e a gente tenta expulsar esse álcool do corpo dele"

Enquanto você está lá, apagado (sem dono), o CÉREBRO dá a seguinte ordem pro sangue "Bicho, apaguei o cara, agora a gente tem q tirar esse veneno do corpo dele. O plano é o seguinte, como a gente está com o nível de água muito baixo, passa em todos os órgãos e tira a água deles e assim a gente consegue jogar esse veneno fora".

O SANGUE é como se fosse o Boy do corpo. E como um bom Boy, ele obedece as ordens direitinho e por isso começa a retirar água de todos os órgãos. Como o CÉREBRO é constituído de 75% de água, ele é o q mais sofre com essa "ordem" e daí vêm as terríveis dores de cabeça da ressaca.

Então, sei q na hora a gente nem pensa nisso, mas quando forem beber, bebam de meia em meia hora um copo d'água, porque na medida q você mija, já repõe a água.

Texto retirado de "O bar do Zé".


Sabia que...
... tomar água na hora correta maximiza os cuidados no corpo humano?

2 copos de água depois de acordar ajuda a ativar os órgãos internos.
1 copo de água 30 minutos antes de comer ajuda na digestão.
1 copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea.
1 copo de água antes de ir dormir evita ataques do coração.

Por favor, passe esta mensagem para as pessoas que estima...
__._,_.___

João Rossi Neto disse...

Caros Colegas,

Quem autorizou o patrocinador(BB) a ter direito em 50% dos superávits? A PREVIC,através da Resolução CGPC 26/2008, que seu artigo 15 introduziu a proporção contributiva. Mas se essa Resolução está sendo discutida na Justiça e ainda não há uma sentença defintiva, então é um documento provisório e que não pode embasar alteração no Regulamento da Caixa.
Foi por isso mesmo que tiveram o cuidado de não mencioná-la no Acordo pactuado. Imaginem o contrário, se a Resolução 26/2008 estivesse beneficiando os interesses dos assistidos e fosse contestada pelo BB, vocês acham que a PREVI faria alguma mudança no Regulamento enquanto não tivesse uma decisão definitiva. È claro que não.
E por que agora já concordou com tudo em reunião relâmpago? Essa mudança merece ser esclarecida, em todos os seus detalhes, e com urgência.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Marcos,

Estimado amigo,

Com o intuito de ajudar àqueles que têm dificuldade na leitura dos artigos e comentários no seu Blog (PreviPlano1), como o abaixo, apresento o seguinte conjunto de sugestões:
1- Clicar uma vez com o mouse, botão esquerdo, no tema da mensagemm (post). Com isto, os comentários surgirão logo em seguida do texto do autor.
2- Na barra de menus, clicar uma vez com o mouse, botão esquerdo em "Editar" e em seguida clicar uam vez com o mouse, botão esquerdo em "Selecionar Tudo"
Pronto ! Com isto, tanto o texto quanto os comentários ficarão com fundo branco e letras azuis.

O comentário que gerou minha sugestão:

Anônimo disse...
Marcos, acesso diariamente seu blog tendo em vista a clareza com que os assuntos são abordados. No entanto o fundo preto e as letras brancas parecem incomodar a ponto de prejudicar a visão. Será que é possível mudar as cores do blog?
23 de janeiro de 2011 17:54

Grande abraço.

Eduardo Köhler

Anônimo disse...

Colegas,

Receberam a mensagem do dia dos aposentados enviada pela Previ?

Está estampado exatamente como eles, os dirigentes do BB/Previ, querem nos ver:

PELAS COSTAS! E COM O MÍNIMO PARA VESTIR, COMER, VIVER!

Querem que fiquemos olhando para o infinito e morramos de inanição.

"Infeliz dia dos aposentados da Previ/BB"
Adeus

Anônimo disse...

Marcos,
Que legal esse comentário. Bom, eu já deixei de beber a mais de 20 anos, mas nunca tinha imaginado uma explicação tão detalhada e dessa forma. Muitos não entendem, mas a água ainda continua sendo um santo remédio, o duro é tomar dois copos de água depois que acorda, mas o resto é fácil de levar.
JJJr - PR

Ronaldo F. Moreira disse...

Senhor(es) Moderador(es), sem querer polemizar, para não perder o foco, creio, smj, que o Blog deveria estar restrito, neste momento tão importante e decisivo, aos assuntos relativos à cobrança dos desdobramentos do ACORDO FARJUTO. Estamos em sério risco e não devemos misturar os temas. Muito importante os esclarecimentos sobre saúde, mas NÃO AGORA!! Precisamos defender a PREVI da corja que está lá instalada, em conivência com o BB. É muito mais sério do que se pensa!

Anônimo disse...

Colega da Água,

Entendi: tomar água potável sempre, antes que acabe com a lavação de calçadas, carros, paredes, pisos rega de jardins imensos etc...

Só dá valor para a água quem já sentiu a falta dela.
Saúde

Julio disse...

Ao anônimo 04:24 e Ruben Tiné,

Quando administrador, fazia de tudo para não ter em minha equipe o pessoal ligado a sindicato, porque são preguiçosos, improdutivos, criadores de problemas, e não se podia fazer nada por conta da legislação (representante sindical não pode ser demitido; nos programas de desligamento essa malta permaneceu no Banco enquanto gente muito melhor foi para a rua). Agora que estão no poder, como serpentes, se voltaram contra nós.

Embora o governo conte com 3 diretores e o famigerado voto de minerva do presidente, 3 diretores eleitos a serviço dos associados -eu sempre chamo associado e não assistido, com coragem e disposição para lutar, não aceitariam a ditadura atual, e respaldado pela força do voto, criariam sucessivos impasses, forçando soluções ao invés de beijar a mão do chefe e aceitar tudo que elles impõem.

Anônimo disse...

Ao anônimo 3;50
Concordo plenamente.Não aguento mais ver os mesmos nomes pulando de galho em galho Previ, Anabb, Afabb..É por isso que não há oposição. São todos da mesma chapa. Sem oposição eles fazem o que querem.Quando estão dentro da Previ só defendem o lado dela quando estão fora são nossos defensores para conseguir se eleger e voltar para lá.A maioria já esteve em mais de um lugar. Cada vez que deparo com esses coleguinhas tenho vontade de vomitar!

Renato Campos Baptista disse...

Caro Marcos.

Tenho comigo que o Banco e suas
"subsidiárias" vêm ganhando a queda
de braço contra seus associados,fa-
ce à enorme confusão instaurada, da
qual somos as únicas vítimas. A pa-
lavra superavit, cantada em verso e
prosa,tem, inegavelmente,povoado os meus sonhos e, por que não dizer
os de muitos outros. É imprescindí-
vel que não nos deixemos levar pe -
las evidências e não percamos o fo-
co da questão,em defesa dos nossos
interesses. O terrorismo implantado
de forma proposital, òbviamente pe-
lo "patrão", é a estratégia desen-
volvida pelos covardes nos suntuo-
sos gabinetes do BB, com vistas a
minar a nossa frágil resistência ,
e, assim, obter o seu maquiavélico
desejo. Essa propalada alteração no
texto do memorando anteriormente a-
provado,deveria ser submetido à a -
provação das entidades que "porca -
mente" o firmaram, o que, de forma
contrária, o torna ILEGAL jurídica-
mente. Aos colegas em situação eco-
nômica desconfortável, sugeriria a
busca de mecanismos outros para so-
lução de seus problemas (lamentavel
mente), pois, não podemos ceder à
tentação do "diabo" e comer dessa
maçã,que se sabe sadia por fora,mas
podre por dentro.Acho cabível ence-
tar uma campanha de enfrentamento
nos tribunais, arrolando a Previ, o
Banco e o MF, como os órgãos preda-
dores do nosso patrimônio,antes que
o mal cresça e estenda,ainda mais,
os seus tentáculos sobre nós. Há
muito o que arguir na justiça, além
do que se discute: a) Essa Previc ,
nascida e sustentada com os nossos
recursos, tem poder de legislar e
vetar vantagens por nós auferidas?
b)A Previ pode remunerar "absurda-
mente" seus diretores, sem passar
pelo crivo dos associados e dos ór-
gãos governamentais, esses mesmos
órgãos que hoje opinam sobre nossos
direitos?
E, para encerrar, um ALERTA: al-
guém sabe da existência de qualquer
processo contra a Previ, patrocina-
do pela ANABB? Não?....nem eu.

Abraços, Renato

Anônimo disse...

Marcos,

UMA SUGESTÃO PARA OS APOSENTADOS QUE RESIDEM NO RIO DE JANEIRO.


MUITAS VEZES NÓS EMITIMOS SUGESTÕES QUE NÃO SÃO APROVEITADAS PORQUE AS VEZES NÃO SÃO BOAS E VIAVEIS, MAS MESMO ASSIM LA VAI UMA.


SE FOSSE POSSÍVEL PELO MENOS UNS 10 (DEZ) APROSENTADOS QUE MORAM NO RIO SE DIRIGIREM A SEDE DA PREVI E SOLICITAÇÃO ACESSO A ATA DA REUNIÃO QUE APROVOU O AJUSTE DO MINISTÉRIO DA FAZENDA.

DESCULPEM SE A IDÉIA NÃO AGRADOU.

ABRAÇOS.

Anônimo disse...

BEM GOSTARIA DE CONCORDAR COM O QUE SE ASSINA ANÔNIMO DE 23.01.2011; HORÁRIO 18:34; E PENA QUE NÃO SE IDENTIFICOU E GOSTARIA EU ; QUERENDO PARAFRASEAR O QUE ELE DISSE. SE ELE FICOU NA DÚVIDA QUANDO A SUA IDENTIFICAÇÃO EM RELAÇÃO TALVEZ A ALGUM TEMOR QUE LHE PASSA PELA MENTE; ME IDENTIFICAREI EU EM NOME DELE; SE ELE ; COM O PERDÃO DA PALAVRA E NÃO QUERENDO USAR O SEU DIREITO DE RECLAMAR. CONCORDO PLENAMENTE EM GÊNERO ; NUMERO E GRAU COM O QUE ELE DISSE. MEU NOME HELENO PINTO NOBRE ; MATRÍCULA 3.984.740-3; JAMAIS ANÔNIMO.
DESDE QUE COMECEI A ACESSAR ESTE BLOG; SEMPRE; SEMPRE ME IDENTIFIQUEI.
É O DIREITO DELE NÃO QUERER SE IDENTIFICAR.; MAS O INCENTIVO QUE NA PRÓXIMA INTERVENÇÃO ELE SE ENCORAJE A EXPOR O SEU CORRETO NOME; COM TODO O RESPEITO QUE ELE ME MERECE.
CONCORDO PLENAMENTE COM O QUE DISSE E ASSINARIA EM BRANCO QUALQUER COISA QUE ELE DISSER; MESMO SEM CONHECÊ-LO. PORQUE O QUE ELE EXPRESSOU É O QUE REALMENTE EU SE PUDESSE FALARIA. VAMOS BOTAR PARA FORA TODA A REVOLTA E RAIVA QUE ESTAMOS SENDO SOBRECARREGADOS. BANDO DE CANALHAS QUE ESTÃO GERANDO OS NOSSOS DIREITOS. VOCÊS TEM QUE SE REUNIR COM A CORJA DO FHC; CRÁPULA. É ISTO AHI.

Anônimo disse...

O e-mail da PREVI, como "homenagem" ao dia dos aposentados expressa bem a situação dos "velhinhos"("nóis"): um casal deles, sentados à beira da praia a "ver navios".....Como são sabidos os diretores de nossa Previ !

Ricardo Annoni Neto - Machado-MG

Anônimo disse...

Ao anônimo das 06:35. É muito dificil montar chapa para a Previ e vencer as eleições. Custa muito caro mandar um boletim que seja, de propaganda, para mais 120.000 colegas. é por esse motivo que a CUT somada à ANABB sempre vencem as eleições. eles gastam mais de um milhão de reais em cada campanha. Quem mais tem esse dinheiro todo? Não se ganha eleições sem campanha, sem enviar pelo menos um panfleto para a casa de cada um dos associados da Previ em todo o país.

Flavio Castro disse...

Gosto de frequentar o Blog, pois, além de novo sócio da AAPREVI, aqui posso extravasar as frustrações do momento, o que muitos como eu tem feito. Nada mais justo, acho.
Isso não impede que continuemos a tratar o assunto que a todos nos afeta e, quem sabe, surgindo daí alguma boa ideia eficaz a ser posta em prática. Convenhamos está difícil tal idéia aparecer até porque pessoas com maior poder de fogo já estão ficando sem munição.
Entretanto tem algo que me chateia, qual seja certos posicionamentos que tentam estabelecer ingerência na atuação dos moderadores, sugerindo que o Blog deveria estar restrito a esse ou aquele tema.
Quanto a mim, acho que a condução deste espaço tem sido impecável e de forma alguma merece qualquer reparo.

Lena. disse...

Oi Marcos e colegas.São 13:45.Acabei de chegar do banco.Fui bem cedinho pois eu queria encontrar aquela fila sabem? Ela estava enorme!Saí destribuindo pamfletos para todos {AAPREVI PLANO 1}Não tive nenhum problema.Eu ia dando os pamfletos e dizia do que se tratava.Depois entrei no banco e destribuí para os que lá estavam,e coloquei tb nas mesas dos gerentes. Marcos,eu estava tão físsurada com o lance dos pamfletos que acabei esquecendo de ir ao correio. Não sobrou nenhum papel,ficou foi faltando.Da próxima mando fazer mil. Abraços da Lena.

carlosdomini disse...

Fiz a seguinte pergunta a Previ:Qual o teor do ajuste recomendado pelo MF, eis a resposta:





Senhor Carlos,

O Ministério da Fazenda solicitou apenas ajuste de redação em um dos artigos do novo Regulamento.

Esclarecemos que os termos do Memorando de Entendimentos firmado entre o Banco do Brasil e as entidades representativas, referendado pelos associados e aprovado pela PREVI estão mantidos. Entretanto, a nova redação precisa ser novamente aprovada por todos os órgãos competentes.

Após a aprovação pela PREVIC, a PREVI dará ampla divulgação dos termos do novo Regulamento do Plano de Benefícios 1.


ELMA FERNANDES HERINGER LINS
Gerência de Atendimento
PREVI

Lena. disse...

Oi Marcos! Oi galera! São 3 horas,e um sol de rachar qualquer miolo.Acabei de chegar do banco.Saí bem cedinho pois eu queria "aquela fila". Destribuí os 5OO pamfletos na fila,e para cada um eu dizia do que se tratava[AAPREVI PLANO 1] Não tive nenhum problema.Entrei no banco e destribuí tb.Deixei nas mesas dos gerentes,uns até disseram obrigado. Foi legal! Com td essa empolgação eu esqueci de ir ao correio para lhe enviar as papeladas das ações.Td bem,depois eu mando e da próxima levarei mil pamfletos.

Hoje é o dia dos aposentados.Sei que não se tem muito para comemorar em termos de grana,mas isso não tira de vcs os méritos de grande guerreiros,pais de família, filhos maravilhosos,esposas bacanas e homens de bem. O mais importante é a vida e ela tem que ser vivida intensamente.O que viveram ontem ficou para trás.Pensem no hoje e entreguem o amanhã para DEUS. Aqueles que estão viúvos e se sentindo só eu mando um recadinho com td respeito. Vão namorar faz um bem... Um grande e carinhoso abraço.E parabéns sim, pelo dia de vcs. Lena.Rio.

Anônimo disse...

Alguém esta sabendo alguma noticia sobre a Homenagem feita pela PREVI aos aposentados?

Henrique disse...

Agradeço Eduardo Köhler cuja dica das 05:13 possibilitou uma leitura menos agressiva aos olhos.
Henrique

Paulo Celio disse...

CAROS COLEGAS, HOJE É O NOSSO DIA!
PARABENS! ALÉM DE APOSENTADOS SOMOS TAMBÉM GUERREIROS! TODAVIA PRECISAMOS CONTINUAR ATENTOS AOS NOSSOS DIREITOS. GRAÇAS A DEUS QUE NA VIDA NEM TUDO SÃO "MUSAS" "ROSAS" E "FLORES" TEM TAMBEM O PODÃO DO JARDINEIRO" TEMOS A AAPREVI, QUE REPRESENTA UM "MARCOS" NA NOSSA LUTA!!! COMO ESTOU SEM DINHEIRO POR CAUSA DESSA BENDITO SUPERAVIT,QUE ME AJUDARIA EM MUITO, APESAR DE TER VOTADO "NÃO" E ME ORGULHO DESSE VOTO, TENHO FICADO MAIS TEMPO EM CONTATO COM TODOS: ANÔNIMOS E NÃO ANÔNIMOS.
AGORA SÓ PRÁ CONSTAR: GOSTARIA DE AGRADECER À ANABB POR NÃO TER ESTAMPADO EM SUA PÁGINA NENHUMA "HOMENAGEM - HUMOR NEGRO" PARA OS APOSENTADOS JÁ QUE NA OPINIÃO DELES ESTAMOS DERROTADOS...
A BATATA DELES ESTÁ ASSANDO!!!

BRINCADEIRAS Á PARTE,
PARABENS PARA TODOS NÓS!!!

Lena. disse...

Hoje é o dia dos aposentados,sei que não se tem muito a comemorar em termos de grana.Mais vcs tem para comemorar a Vida,a famíla,os filhos maravilhosos, as esposas bacanas,os netos. Vcs são guerreiros! Não fiquem tristes e nem desanimados.VIVAM o hoje com intencidade.O ontem ficou para trás,o amanhã entreguem a DEUS. Aqueles que estão viúvos ou se sentindo só, eu mando um recadinho com td respeito:Vão namorar galera a vida é curta,e faz tão bem... Desintope artérias,a presão volta ao normal,os olhos brilham,e ficamos mais leves e jovias. Parabéns sim,pelo dia de hoje grandes homens.Abraços.Lena.Rio.

Anônimo disse...

Situação desanimadora, apenas isso.
Um feliz dia para todos os aposentados da PREVI.

Anônimo disse...

O que está faltando a nós, principalmente aos que moram no Rio de Janeiro é a coragem manifestada pela colega LENA, a quem envio meus parabéns pela iniciativa.

Anônimo disse...

Caro Marcos e Dna.ISa, como anda a consulta aos causídicos sobre a ADIN ?

Cláudio-Piracicaba-SP

Anônimo disse...

O Banco quer o pagamento do credito somente em março, depois do Carnaval, quem tem colegas na cupula do banco ja esta sabendo disto.
Eu realmente nao sei o motivo, porque isto somente os FARAOS da ativa sabem.
Preparem-se para outras surpresas, antes deste processo chegar finalmente a Previc.
Ganhar tempo e agir na NOITE sao especialidades DELES.
A Previ fica de apresentadora do espetaculo.

Afonso Buarque

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colegas,

Está lá no site da Previ, os códigos de ÉTICA e de GOVERNANÇA CORPORATIVA.
Corrijam-me se eu estiver errado, mas, toda essa confusão criada com o superavit contraria frontalmente esses códigos em vários aspectos.

Talvez, esteja aí uma questão a ser estudada para que possamos até entrar com uma representação contra essa máfia que se apoderou de nosso fundo de pensão.

O Estatuto atual diz:
"SEÇÃO III - DOS DIREITOS E DAS PRERROGATIVAS DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS:
.........
IV - requerer, observado o disposto no artigo 62 deste Estatuto, a instauração de processo administrativo disciplinar face a membro do Conselho Deliberativo, da Diretoria Executiva ou do Conselho Fiscal, para apuração de irregularidade, desde que o requerimento seja subscrito por não menos do que 5% (cinco por cento) do total de participantes e assistidos;"

Conclusão: talvez, nessas instruções, encontremos o calcanhar-de-aquiles desse pessoal.

Anônimo disse...

Tô quebradinho, quebradinho!!


Torcendo pelo crédito, o mais rápido possível.

João Rossi Neto disse...

Colega CarlosDomini,

Acho que você não deveria ter aceitado o engodo, porque na realidade, a servidora da Previ, não respondeu a sua pergunta e para mim isto é um desrespeito com o associado.Só para citar o artigo 24 da Lei Complementar 109/2001, os assistidos, em pedidos formais, tem direito a esclarecimentos sobre as questões de seu interesse e coletivos, a serem prestados pela entidade gestora (EFPC).
Infelizmente, você foi ludibriado da maneira mais infantil possivel, é como se dessem um pirulito para uma criança. Essa Previ está passando dos limites.

Carlão/Joinville disse...

Concordo plenamente com o colega das 10:15 do dia 23.01.11. Enquanto continuarmos nesta inércia irritante, terceirizando a solução de nossos problemas, apenas criticando quem está na linha de frente sem "dar a cara a tapa" tambem, nada será resolvido.
Já disse aqui dezenas de vezes: se formos até o Congresso Nacional para protestarmos de modo pacifico mas contundente, certamente seremos respeitados. Até que isso não ocorra, seremos motivos de piadas, com justa razão, diga-se.
É muito discurso e nenhuma prática.

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Caros Colegas.

Conheçam os destaques do site da UNAP-BB - tudo do nosso interesse:

http://www.unap-bb.org/

Anônimo disse...

Sr. Rubem Tiné, vce. confia em POLÍTICO?????Acho melhor ACORDAR...aqui o mundo é outro e político pelo que me consta é " COISA " de outro mundo -(vários são ex-funcionários...nunca fizeram nada por nós/pelo contrário)-...O Sr. Anônimo das 07:54...vce. está REDONDAMENTE enganado...ouviu o galo cantar mas não sabe aonde...NÓS VAMOS SIM CONTINUAR LUTANDO...VAMOS FORMAR UMA " C H A P A / A A P P R E V I "....que venham as demais chapas/de ocasião, não vai ser fácil, mas derrotaremos todas..." meu camarada uma coisa é certa..." O BICHO VAI PEGAR "...não tenho dúvida..." ESTAMOS INCOMODANDO e VAMOS INCOMODAR MUITO MAIS "......

LOURDES disse...

PARA CONHECIMENTO:
Data: 23/01/2011 00:58:55
Assunto: Outros Assuntos - SUPERAVIT

Mensagem:Gostaria de receber na integra o despacho do Ministério da Fazenda sobre a distribuicao do Superavit PB1.Por favor me respondam: qual o ajuste solicitado pelo Ministerio da Fazenda? Qual é a nova redação do acordo? Por que a Previ não está dando transparencia aos assistidos sobre todos os termos do acordo?

RESPOSTA DA PREVI:
Senhora Maria de Lourdes, O Ministério da Fazenda solicitou apenas ajuste de redação em um dos artigos do novo Regulamento. Esclarecemos que os termos do Memorando de Entendimentos firmado entre o Banco do Brasil e as entidades representativas, referendado pelos associados e aprovado pela PREVI estão mantidos. Entretanto, a nova redação precisa ser novamente aprovada por todos os órgãos competentes. Após a aprovação pela PREVIC, a PREVI dará ampla divulgação dos termos do novo Regulamento do Plano de Benefícios 1. Permanecemos à disposição. ELMA FERNANDES HERINGER LINS
Gerência de AtendimentoPREVI

SEM COMENTÁRIOS!!!

Anônimo disse...

A bruxa (Cecilia GARCEZ), disse no blog dela que os Diretores, uns pobres coitados que ganham 44.000 reais por mês, estavam cansados em janeiro, por isso, tadinhos, foram de férias!E que agora ela acredita que o crédito sai na folha de fevereiro, já que tiveram seu "merecido" descanso"!Isso se eles não emendarem com o carnaval, ai pode sair só depois...Eu nem quero dizer o que penso dela, e dos que participam do seu blog.Mas ela eu sei que é uma salafrária, venal, e ladra do colarinho, o diabo fica contrangido com a desfaçatez dela.

Paulo Segundo Viçosa-MG

Flavio Castro disse...

Pois é,
Precisa NOVAMENTE de aprovação dos órgãos competentes, entretanto é dispensável a aprovação dos filiados.
Que raios de alteração é essa!!!
Que mistério!
Porque a PREVI não abre o jogo:
A redação era esta, agora passa a ser esta outra.
SIMPLES ASSIM!

Anônimo disse...

A pergunta que não quer calar, E QUE ELES NÃO QUEREM RESPONDER.

Acompanhem a troca de e-mails abaixo:

"Caro Paulo,

Mas é justamente isso que estamos perguntando e que ninguém quer responder... que alteração foi proposta e feita no Regulamento?

.......

----- Original Message -----
From: pauloassuncao
To: ..........
Sent: Monday, January 24, 2011 3:34 PM
Subject: Re: Pedido de Informação


Caro ........
O memorando de entendimentos não foi e nem precisa ser modificado. Continua com o mesmo texto de antes. O que está sob análise dos órgãos reguladores, BB e ministérios, é a proposta de regulamento, cujo texto foi proposto, e aprovado, pela Direção da Previ ( Diretoria e Conselho Deliberativo).

Paulo Assunção


Em 23/01/2011 17:37, .....@gmail.com > escreveu:

Prezado Sr. Paulo Assunção,

Respaldado pelo que se contém no art. 24, da Lei Complementar nº 109/2001, no art. 17, da Resolução CGPC nº 13/2004, no art. 6º da Resolução CGPC nº 23/2006. e no que determina o art. 84 do Decreto nº 4942, de 30/12/2003, solicito que me esclareça qual foi o ajuste solicitado pelo MF em um dos artigos do regulamento do Plano 1, ajuste esse já efetuado por essa PREVI.

Dizer apenas que tal ajuste "não altera o mérito do memorando de entendimentos firmado entre o BB e as entidades representativas e referendado e aprovado pela PREVI" não satisfaz nem a mim e nem aos demais assistidos do Plano1, eis que uma só palavra modificada, incluída ou excluída ou uma simples vírgula, podem alterar todo o significado de um texto.

..........
Aposentado

Toninho Bleinroth disse...

AOS VELHOS GUERREIROS,

FELIZ TRISTE DIA DOS APOSENTADOS

CONTINUEMOS A BATALHA, POIS PARECE QUE A PREVI QUER QUE MORRAMOS NA PRAIA.

ABRAÇO FORTE A TODOS...E VAMOS FICAR DE CABEÇA ERGUIDA, POIS NÃO MERECIAMOS ISSO DEPOIS DE TANTA LUTA PELO banco do brasil s.a.

Anônimo disse...

para o anônimo das 9:46

Um colega fez a bobagem de perguntar a Previ como foi feita a seleção dos homenageados e recebeu a seguinte resposta:
Foi decisão da Diretoria

Anônimo disse...

Amigos,
Conheço gente lá da Previ, terceiro escalão. Ele me disse que a Previ está botando em spam e-mails de um monte de gente e de associações que eles consideram associações fantasmas e citou uma tal de unapbb, amest e até a aapprevi. Nenhum empregado da previ tá autorizado a responder mensagens dessas e de e-mails de pessoas físicas que eles botaram na lista A ordem veio da presidência da Previ.

Anônimo disse...

Manifestação em dependências do BB - dia 31/01 - 14h



Alguns colegas estão programando manifestações em frente às diversas dependências do BB, contra a apropriação, pelo Banco dos 50% dos supostos superávits.
ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!

carlosdomini disse...

Rossi,

Como vc pode observar a mesma resposta foi da a colega Lourdes, fomos ludibriados não creio.Os atendentes estão preparados para dar a informação que está lá para ser dada.O que quis mostrar ao postar pergunta e resposta que nada responderam pois a resposta está contidad em todos os sites de associações uma repeteco da outra

Anônimo disse...

Hoje estou muito triste. Pensei que fosse por essa história do Superavit. Mas foi minha esposa que me deixou. Cansada de promessas e planos que tinhamos para colocar a vida em ordem. Não tenho nem mais ânimo de receber superavit.
Para mim passou. Tudo na vida tem seu tempo. Espero arranjar coragem para prossegir. Hoje certos nomes como Previ, BB, CAPEC etc. me deixam passando mal. Sinto nauseas
dessas siglas. Desejo a todos um dia paz na medida do possível. Abços

Plínio Pinheiro - Rio de Janeiro disse...

Amigos, acabo de sair aqui da Academia Brasileira de Letras onde a ABRAPP e a PREVI prestaram homenagens a todos nós pelo Dia dos aposentados. Foi uma festa muito bonita, emocionante, cheia de música e brilho. Para os notáveis, Champagne correndo solta e salgadinhos, isso tudo no coquetel oferecido. Depois as palavras emocionantes de muita gente boa, como o Ministro da Previdência, representando a Presidente Dilma, o Secretário da PREVIC, o Presidente da PREVI e os discursos dos homenageados. Vários Fundos de pensão mandaram seus homenageados e Diretorias, CENTRUS, PETROS, REFER, POSTALIS, FURNAS, FUNCEF, VALIA. Andei perguntando daqui e dali e uns me disseram que estamos é com sorte, pois no caso do CENTRUS O Banco Central ficou com 100% do superávit! Outros disseram que seus Fundos estão é dando déficit. Disseram que estamos indo com sede demais ao pote e é lógico que o Governo iria segurar. Esperei uma oportunidade de ficar frente a frente com um dos conselheiros da Previ e perguntei logo que dia sai o crédito. Ele me disse com toda convicção que sai até dia 31!

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

From: beto@bb.com.br
To: jrossineto1@uol.com.br
Sent: Monday, January 24, 2011 5:57 PM
Subject: Re: Fw: ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO DO PLANO 1 DA PREVI- DISTRIBUIÇÃO DE SUPERÁVTIS.

Caro João Rossi,

transcrevo abaixo boletim divulgado na última sexta-feira aos funcionários da ativa. Espero que o texto possa de alguma forma ajudá-lo com esclarecimentos prestados pelo Vice Presidente de Gestão de Pessoas.
Grande Abraço,
Carlos Alberto

Boletim Eletrônico dirigido aos funcionários
Brasília, 21 de janeiro de 2011 - Nº 39

O BB e a Previ aprovaram, no dia 21.01.2011, alterações no regulamento do Plano 1, recomendadas pelo Ministério da Fazenda, com vistas a distribuição do superávit do plano. Nesta entrevista, o Vice-presidente Gestão de Pessoas, Robson Rocha, fala sobre os próximos passos do processo.
BP – Como está o processo de destinação/distribuição do superávit do Plano 1 da PREVI?
Robson – Encontra-se em fase final. Ressaltamos que desde a aprovação das alterações do Regulamento do Plano 1, pela PREVI, todos os trâmites necessários para implementação das mudanças resultantes do Memorando de Intenções estão sendo providenciados, relembrando:
•Em 20/12/2010 o Banco recebeu correspondência Presi/Gabin – 2010/847 solicitando análise sobre o tema e na mesma data aprovou as alterações de regulamento;
•Em 21/12/2010 o Banco encaminhou correspondência ao Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST), dando início ao processo de apreciação dos órgãos supervisores;
•Em 27/12/2010 o DEST aprovou as referidas alterações e encaminhou o assunto para apreciação do Ministério da Fazenda;
•Em 03/01/2011 o Ministério da Fazenda iniciou a análise das propostas de alteração do Regulamento do Plano 1
•Em 13/01/2011 houve reunião no Ministério da Fazenda contando com a participação de representantes da PREVI e do BB;
•Em 19/01/2011 o Ministério da Fazenda se manifestou oficialmente.
•Em 21/01/2011 a PREVI e o Banco do Brasil aprovaram a alteração solicitada pelo Ministério da Fazenda e, na mesma data, o Banco encaminhou a documentação aos órgãos reguladores (Ministério do Planejamento - DEST e Ministério da Fazenda).

Continua na Parte II

Anônimo disse...

ÓTIMA a sugestão do Marco Aurelio Damiano. Se começarmos logo, acredito não ser impossivel conseguir 5% dos colegas assistidos para abrir um processo Administrativo contra os Diretores da PREVI (não vai dar em nada, mas se soubermos explorar o fato politicamente e na midia, vai gerar um grande tumulto).
Abraços
Anônimo da ativa

Marcos Cordeiro de Andrade disse...

Parte II - Final
(Matéria enviada pelo Colega João Rossi Neto para publicação no Blog Previ Plano 1):

BP – Em que termos se deu a manifestação do Ministério da Fazenda?
Robson – É importante destacar que todos os benefícios constantes do Memorando de Entendimento foram integralmente aprovados pelos órgãos reguladores (DEST e Ministério da Fazenda), ou seja, estão garantidas a suspensão das contribuições por três anos; a criação do benefício especial temporário correspondente a 20% sobre o complemento PREVI e a melhoria temporária do benefício mínimo.
O Ministério da Fazenda, no papel de representante do acionista majoritário, se manifestou quanto à importância de alteração do texto regulamentar do Plano 1, com vistas a torná-lo mais claro em alguns pontos.
Vale ressaltar que durante todo o período de análise, o Ministério da Fazenda se colocou sempre à disposição para discutir com profundidade o assunto, inclusive com a realização de reuniões com representantes do Banco e da PREVI, para que a manifestação daquele órgão se desse da forma mais participativa possível.

BP – Quais serão os próximos passos e quando se dará o pagamento relativo às melhorias de benefícios?
Robson - A partir da manifestação do Ministério da Fazenda, a Previ e o Banco do Brasil aprovaram, nesta sexta-feira, 21, as alterações solicitadas, cuja documentação já foi encaminhada aos órgãos reguladores para aprovação final.

Após a manifestação daqueles órgãos, a documentação retornará à PREVI para envio e aprovação no âmbito da PREVIC - Superintendência Nacional de Previdência Complementar (órgão responsável pela regulamentação dos fundos de pensão). Tão logo aprovado pela PREVIC, a PREVI estará autorizada a efetuar o pagamento dos benefícios em questão.

Por fim, enfatizamos que durante todo processo de discussão, o Banco do Brasil esteve sempre presente junto aos órgãos reguladores e à PREVI, atuando tempestivamente no sentido de que se obtivesse um entendimento que preservasse os interesses de todos os envolvidos, bem como garantisse a manutenção de todos benefícios que foram acordados.

Anônimo disse...

Seguramente afirmo que o crédito não sai em janeiro!Ora já é dia 25/01, pq 24 já era!O mês acabou colegas.E o devo dizer que este definitivamente é o país do carnaval.Antes NADA ACONTECE!

carlosdomini disse...

Taí Marcos, mesma resposta dada a mim em outras palavras mais longa, porém o que todos queriam saber não foi dito:

QUAL A ALTERAÇÃO ORDENADA PELO MINISTÉRIO DA FAZENDA.?

AÍ NINGUÉM RESPONDE E ACHO QUE ESTAMOS PERDENDO TEMPO EM BATERMOS NESTA TECLA É ESPERAR PARA VER, SE É QUE AINDA EXISTE ESPERANÇA

Novidades no Novo Regulamento disse...

Novo Regulamento do Plano 1 da PREVI:A partir de 07/12/2010 =
.......
Art.75 : A taxa anual de juros atuariais será de 6% (era 5,5% e deveria cair para 5% em 2011...)
............
Art.82 :....(distribuição do superavit).....
§ único:I- Uma nota técnica atuarial específica sera base para a distribuição do superavit.....
II Observar-se-á o artigo 20 da Lei Complementar 109 de 2001
............

Anônimo disse...

Sensacional o texto da água. Parei de beber em 1999 e não sinto nenhuma saudade das ressacas.
POR FALAR NISSO: Vou tomar um suco em homenagem a todos vocês. FELIZ DIA DO APOSENTADO.

" ... eles são muitos, mas não podem voar" Ednardo

Anônimo disse...

Plinio Pinheiro escreveu:

Esperei uma oportunidade de ficar frente a frente com um dos conselheiros da Previ e perguntei logo que dia sai o crédito. Ele me disse com toda convicção que sai até dia 31!

Colega Plinio, sem querer fazer sarcasmo ou desrespeitar a sua pessoa, mas confiar em resposta de Conselheiro da Previ em pleno dia do aposentado, É RUIM HEIN...

AI, AI, QUE DUREZA, QUE DUREZA...

Nilton Alves

Anônimo disse...

Colegas, não podemos ficar parados, só esperando que algum héroi resolva nossos problemas, e-mails, correspondencias e lamentos nos blogs não surtiram o efeito desejado até agora. Precisamos de uma ação física, temos que nos organizar e manifestarmos em frente a Previ, o Dr Medeiros tinha liderado a idéia do panelaço, mais abandonou, deixou para os aposentados moradores no Rio, assim ninguém faz nada, pelo menos as pensionistas que parecem ser mais corajosas poderiam iniciar uma manifestação em frente a Previ, liderada pela Sra Lena, que parece mais ativa e participante, poderiam fazer faixas com dizeres autorizados e sugeridos pelo Marcos e Rossi e entregarem em mãos aos nossos eleitos um protesto com a nossa indignação com o nome de todos os associados a AAPREVI, e quem não quiser seu nome no protesto deverá entrar em contato com O Marcos.Não podemos continuar pacificamente parados ou nos comunicando simplesmente virtualmente, eles continuam rindo de nós e uma hora vai acontecer algum grave transtorno, porque tudo tem limite.

Anônimo disse...

Colegas,

É verdade, novamente eles, dirigentes do BB e da PREVI agora também da ANABB, querem nos ver pelas costas.
É só dar uma olhadinha no Blog da Dona Cecília Garcez e ver a foto: Nós, de novo, pelas costas, agora vestidos caminhando para o "Além".
É demais para um mortal!
Deus por favor mostre a essa gente a Justiça Divina.

Anônimo disse...

O SAMBA DAS NOTICIAS APÓCRIFAS:

Aqui já li de tudo isto por culpa de má informação que deixou todos aturdidos por falta de clareza dando margem as mais diversas interpretações:

vejamos uma entrevista de Diretor do BB onde suprime o adiantamento de 12x20%, informação que o crédito sai em janeiro, outro em fevereiro e outros depois do carnaval, li aqui que o regulamento da Previ mudou elevando juros atuariais quando o divulgado foi a redução, enfim por um segredo de estado a respeito da nova redação criam-se boatos ou até mesmo verdaedes por todos os lados e cantos ocasionando transtornos que estão a acontecer a quem deposita fé no crédito.

Lá há muito tempo atrás pessoas conseguiam dar furos divulgando suas descobertas será que até isto perdemos nossa capacidade?e procuramos ao invés de se arrancar a verdae passarmos ao disse-me-disse? sinceramente desisto pois futuquei tudo e acabrunhado fui venvido pois estou pior quando comecei a tentar descobrir.

Parabéns pois estão sabendo guardar segredos a sete chaves .Estas um dia serão abertas e aí ficaremos a par do acontecido e com certeza esqueceremos tudo .

Lena. disse...

Sr Plínio,o senhor me desculpe mas não acredito no que postou. Lena.Rio.

Anônimo disse...

Colega 17:54,

Eu acesso o blog com letras pretas em fundo branco, clicando com o mouse direito em "comentários", logo abaixo do texto principal. Uma nova tela é aberta com letras pretas em fundo branco. Eu não sei como acessar o blog com fundo preto e letras brancas.

Anônimo disse...

São Paulo - Nesta segunda 24 comemora-se o Dia Nacional dos Aposentados, mas ainda falta muito para que essa parcela da população brasileira tenha de fato motivos para celebrar. “O idoso está em uma situação precária no país. É só constatar que 60% dos aposentados, que são em sua maioria idosos, ganham apenas um salário mínimo de aposentadoria. Os problemas existem em todos os setores, o idoso não é colocado nem mesmo em segundo plano, é em terceiro ou quarto”, ressalta a bancária aposentada e presidente da Associação dos Bancários Aposentados do Estado de São Paulo (Abaesp), Maria da Glória Abdo.

Ao lado de outras organizações de aposentados e idosos, a Abaesp luta em Brasília pela aprovação de leis que mudem essa realidade, como o Projeto de Lei (PL) 4434/08, que repõem as perdas de mais de 70% dos vencimentos dos aposentados que ganham mais de um salário mínimo; o PL 3299/08, que extingue o Fator Previdenciário; o PL 01/07, que prevê o mesmo reajuste para todos os aposentados e pensionistas; a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 555/06, que elimina a contribuição previdenciária dos servidores inativos. “Também estamos lutando pela derrubada do veto de Lula à medida provisória 288/09, que previa reajuste de mais de 11% nos vencimentos em 2006, mas foi barrada”, diz Maria da Glória.
Agora pergunto: Se fosse aumento para os deputados e senadores seria barrada?

Anônimo disse...

A Previ disponibilizou a renda auferida pelos investimentos do Plano 1, até novembro.
O mico ficou por conta da Renda Variável ( por concentrar o maior volume ): apenas 2,50% até novembro. Títulos públicos, créditos privados e depósitos, e investimentos imobiliários ( e outros de renda fixa ) seguraram o "solavanco". Renderam, respectivamente, 11,13, 12,35 e 16,81%. O rendimento anual dos investimentos ( até novembro) foi de 6,66%.

Anônimo disse...

Sr. PLINIO PINHEIRO - RIO DE JANEIRO - 13:15 - vce. que foi a ABL (Academia Brasileira de Letras)...."PELO VISTO... O CHÁ ESTAVA BATIZADO -...SE ORIENTA (rapaz) VELHINHO "...

Anônimo disse...

Meu Deussssssssss, nem aqui encontramos mais noticias.O que a Previ esta fazendo com todos nós?

Anônimo disse...

É... quero ver que assunto irá existir aqui nessa choradeira geral quando o dinheiro sair. Eta gente. Até ser dispensado pela esposa é por culpa do superávit? Mas que mulher interesseira minha gente.

Anônimo disse...

Colegas.
Gostaria de deixar aqui um pedido a todos.
Procuremos evitar divulgar informações, das quais não tenhamos a mais absoluta certeza de que sejam corretas, principalmente aquelas de dizem que o credito sai somente em fevereiro, março, depois do carnaval,etc..etc..pois com isto só conseguiremos angustiar mais ainda aqueles que estão em situação de total penúria.
Por favor, tenhamos dó, e não tiremos dos colegas a esperança.
Obrigado.

Anônimo disse...

POR FAVOR,

Alguém que tinha ação na justiça através da ANABB e se desfiliou antes de receber, poderia me informar o passso a passo de como proceder? Pra mim chega!

Anônimo disse...

Informações divergentes:

Observem que na mensagem impostada pela Conselheira Sra. Célia Maria Larichia (http://www.aafbb.org.br/materias.asp?idPublish=11534&sectionID=41) existe informação que não concide com aquela constante na mensagem do Vice-presidente Gestão de Pessoas do BB, Robson Rocha (http://blogdosbancarios.wordpress.com/2011/01/22/boletim-pessoal-superavit-previ/).

Sra. Célia:

Publicação: 24/1/2011
Conforme divulgado, na sexta-feita (21/01) o ajuste redacional do Regulamento do Plano de Benefícios 1 foi aprovado pela Diretoria Executiva e pelo Conselho Deliberativo da PREVI. Hoje o Banco do Brasil também aprovou o ajuste proposto e encaminhou-o ao Ministério do Planejamento (DEST), a fim de que seja referendado e enviado ao Ministério da Fazenda. O processo será submetido ainda à PREVIC, para que a PREVI possa implantar os benefícios constantes do Memorando de Entendimentos.

Sr. Robson:

Publicação: 22/01/2011
Em 21/01/2011 a PREVI e o Banco do Brasil aprovaram a alteração solicitada pelo Ministério da Fazenda e, na mesma data, o Banco encaminhou a documentação aos órgãos reguladores (Ministério do Planejamento – DEST e Ministério da Fazenda).
Em síntese:

A Sra. Célia informa que o BB aprovou em 24/01, enquanto o BB diz que foi em 21/01.

Quem está certo ? Qual a informação correta ?

Anônimo disse...

Olá colegas!

Tenho lido divs relatos neste blog e outros de vários colegas que foram as agencias e ao conversarem com os gerentes sobre superavit, eles deram gargalhadas e informaram que o crédito só depois do balancete do 1º trimestre.
Será que houve alguma orientação da Direção Geral aos Administradores para espalharem essa notícia?

Como diz o velho ditado:

ONDE HÁ FUMAÇA HÁ FOGO!

Anônimo disse...

Pois ser dispensado pela esposa por conta do superavit para mim nao é novidade, antes mesmo de ler isto aqui no blog, um colega meu, do tempo da ativa, esta tambem se separando, porque tiveram atritos por problemas financeiros, nao vou entrar nos detalhes pessoais do que ele me contou, mas foi por causa do credito nao estar incluido nesta folha de pagamento de janeiro e o dinheiro que pediu emprestado e nao conseguiu pagar a uma pessoa da familia de sua esposa.

E aquela velha historia de contar com o OVO para comer no cafe e a galinha nao esta nem ai, o resultado é este.

Nuno Portz

Anônimo disse...

Concordo plenamente com os colegas que estão pedindo uma ação efetiva em lugar deste bate papo que está virando até gozação. Inclusive porque o superavit não é o único problema que temos com a Previ.Precisamos que uma das associações, que pode ser a AAPPREVI, contrate um escritório de advocacia, especialista em previdência privada que faça um levantamento geral de todas as irregularidades praticadas e que verifique a possibilidade de uma intervenção na Previ.

Anônimo disse...

Colega Plinio!Só de vc ter ido a esta comemoração eu já manifesto meu descrédito em vc.Vc ter ido e não ter se manifestado, perante a tantos ladões, salafrários e canalhas.No MÍNIMO DEVIA TER DADO UMA OVADA NOS PUXA SACO E NOS BANDIDOS DA DIRETORIA.ISSO NÃO É DESELEGÂNCIA É JUSTIÇA!Agora vem com esta historinha de conselheiro pra cá, e pra lá.Me desculpe mas o senhor está gagá!

Anônimo disse...

Colega de 04:40, e so voce entrar no site da Anabb -Fale conosco,escolha Presidencia e faça a solicitaçao de sua desfiliaçao e envie.Imprima e guarde.
Aguarde e se nao cumprirem o solicitado, reitere,reitere e sempre imprimindo.No meu caso reiterei duas vezes.Ja nao me roubam mais ha quatro anos.Quanto as açoes....eles as usam para te manter como socio.Se eu fosse esperar pelas açoes que tenho la.......

Flavio Castro disse...

Comentário de 06:13:
"Quanto as açoes....eles as usam para te manter como socio.Se eu fosse esperar pelas açoes que tenho la......."
====================
Caro "Anônimo" (gostaria de poder chamá-lo pelo nome),
Não entendi bem o que quis dizer com essas suas reticências.
Quanto a mim tenho duas ações em fase de execução cujos valores são bem significativos. Já tramitam há 15 anos e não pretendo deixar que agora caiam no vazio.
Já me associei à AAPREVI, mas garanto que não estou disposto a abrir mão de meus direitos, me desfiliando da ANABB.
Senão me diga: como vou acompanhar um processo cuja banca de advogados está sediada em Brasília?
Se alguém tiver uma solução EFICAZ, me fale.

Anônimo disse...

E questao de escolha Sr.Flavio Castro,no meu caso, ABRI mao das açoes para nao ser roubada mais do que ja fui desde 1995 quando me associei a Anabb.
Sandra Alves

Lena. disse...

Colegas,moro no interior do Rio.Da minha casa,até o centro a onde fica o prédio da previ são duas horas de carro.Não seria pela distância que deixaria de ir.Eu sózinha fazer panelaço? Outra: Vcs não imaginam como é a segurança na previ.Já fui várias vezes lá por outros motivos.Para entrar em determinado setor vc tem que "rebolar"!! Aí vc me pergunta: Mais não é para vcs entrarem no prédio,tá bom entendi. Para se fazer um ''panelaço'' Não é assim.Tem que ter uma organização,e ser bem planejado etc...e tal. Eu gostaria de saber porque esse pessoal tem tanto medo da previ?medo de quê e de quem? Ferrar a gente mais do que já ferrou? Não acredito em tamanha maldade. Colegas queridos:Sofro com o sofrimento de vcs,sinto a mesma angústia e as vezes bate até um desespero.Meu pai foi um aposentado,minha mãe uma pensionista e eu tb estou no mesmo rumo. Mesmo assim sou muito feliz!Pois tenho saúde e dois braços para trabalhar se preciso for.Em termos de Brasil até acho que ganho bem.Se olharmos com mais carinho veremos que temos "irmãos" passando fome.Deixando o coração de lado, eu tb quero e preciso que esse dinheiro saia o mais rápido possível,para que todos nós tenhamos uma vida um pouco melhor. Com toda a minha siceridade,se eu pudesse hospedaria tds vcs na minha casa e partiríamos rumo a previ.Não para brigas mas sim por uma causa mais do que justa.Quanto a mim eu sou uma pessoa que luto pelos meus direitos,tenho pavío curto.Mas como toda mulher sou frágil.Outra coisa: Não aconselho ninguém a vir para o Rio na atual situação em que se encontra essa cidade.O Rio é lindo, maravilhoso, gente boa e descomplicada,cabeça aberta, praias, homens e mulheres maravilhosos[as] Mais se numa bobeira tomarmos um rumo [caminho] diferente vamos parar num micro ondas. Abraços a todos dessa cidade sem destinção de raça,credo e cor. abraços .Lena. Rio.

Anônimo disse...

Prezados Anônimo das 4:40 hs e Flávio Castro,

Um procedimento que surte resultado é assim:

- a) elabore uma Carta e a envie por AR. No seu pedido deve constar claro a desfiliação em caráter irrevogável, e baseado na CF 88, que estabelece que ninguém é obrigado a se filiar OU SE MANTER FILIADO a qualquer coisa.

Diga também que as Ações, de que faz parte, não poderão sofrer solução de continuidade, porquanto as custas iniciais e honorários já foram pagos, antecipadamente.

- 2) depois disto, eles vão telefonar para você com "n"argumentos tentando demovê-lo, NÃO fraqueje, senão ...

- 3) para o acompanhamento da ação contate com a Banca de Advogados, diretamente. Eu faço isso, tenho a ação 1/3 IRPF e NÃO VOU PERDER DIREITO NENHUM. Quero ver alguém da anabb se apropriar do que é meu quanto houver a Liquidação da Sentença.

Boa Sorte aos interessados. Dá um pouco mais de trabalho, mas vale a pena sair desta situação de vínculo perverso.

Por fim, NÃO CUSTA NADA, consultar a AAPPREVI, para que esta através de sua banca jurídica, oriente melhor seus associados. Aliás, acho que a AAPPREVI já deve ter sido consultada sobre isto que deve estar em fase de análise.

Paulo Celio disse...

NOSSO MAIOR PROBLEMA SE CHAMA ANABB E DIRETORES ELEITOS E REPRESENTANTES DOS ASSOCIADOS QUE NOS VENDEREM POR BEM MAIS QUE TRINTA DINHEIROS. SÃO MAIS ESFOMEADOS QUE JUDAS!!