sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

"Fazenda aprova regulamento com ajuste"

Caros Colegas.

Eis a íntegra da notícia publicada agora à tarde (21/01/2011) no Site da PREVI:


O Ministério da Fazenda aprovou, no dia 19 de janeiro, o regulamento do Plano 1 que contempla a utilização do superávit e o benefício especial temporário. Mas solicitou ajuste em um dos artigos do regulamento. A legislação exige que o Banco do Brasil, por ser empresa pública, submeta à aprovação do Ministério do Planejamento/DEST e do Ministério da Fazenda qualquer mudança nos planos de benefícios previdenciários que patrocina.

O ajuste solicitado não altera o mérito do memorando de entendimentos firmado entre o Banco do Brasil e as entidades representativas, referendado pelos associados e aprovado pela PREVI. Mas a nova redação precisa ser novamente aprovada por todos os órgãos competentes.

A alteração indicada ao Banco do Brasil pelo Ministério da Fazenda já foi aprovada pela Diretoria e pelo Conselho Deliberativo da PREVI em reuniões extraordinárias realizadas hoje, dia 21 de janeiro. Esta decisão foi encaminhada imediatamente para aprovação do Banco do Brasil, que buscará o referendo do DEST e do Ministério da Fazenda.

Em seguida, o processo irá à apreciação da PREVIC, a Superintendência Nacional de Previdência Complementar. Somente depois da aprovação desse órgão, o regulamento poderá ser implantado e os benefícios especiais temporários, pagos.


Relembre as datas das aprovações:

15/12/2010 - Referendo pelos associados
16/12/2010 - Aprovação pela Diretoria da PREVI
17/12/2010 - Aprovação pelo Conselho Deliberativo da PREVI
20/12/2010 - Aprovação pelo Banco do Brasil
27/12/2010 - Aprovação pelo DEST
19/01/2011 - Parecer do Ministério da Fazenda

Fonte: Site PREVI - 21/01/2011.

46 comentários:

Anônimo disse...

Marcos eu to maluco ou o quê?Não havia o acessor dado OK?Isto é aprovado sem restrições, e agora essa restrição veio da alçada do Mantega?Ele quer se vingar mesmo!O Rosa deixou só espinhos para os aposentados!

Anônimo disse...

Não consigo encontrar as palavras que expressem toda a incompetência e o malcaratismo desse processo. A ESPERANÇA QUE FICA É QUE OS DESAVISADOS ACORDEM E PERCEBAM QUE SEUS REPRESENTANTES(ANABB, CUT,AFABB)ESTÃO TRABALHANDO PARA O OUTRO LADO.
VIVA A DEMOCRACIA!

langoni disse...

Prezado Marcos e participantes do blog,
Abaixo um fragmento do texto:

O ajuste solicitado não altera o mérito do memorando de entendimentos firmado entre o Banco do Brasil e as entidades representativas, referendado pelos associados e aprovado pela PREVI. Mas a nova redação precisa ser novamente aprovada por todos os órgãos competentes.

Como já referido aqui no blog, perguntas demolidoras:

Qual o ajuste solicitado ?
Qual a nova redação?

Certamente, já deveriam ter divulgado.

Abraços/Langoni

Anônimo disse...

Novela por mais 30 dias no minimo, aja calmantes para muitos colegas, realmente vao ter que vender bens ou partir para financeiras, caso nao disponham mais de ES ou cdc do banco.
Vai ficar mesmo na historia este episodio.
Acho bom mesmo pensarem na hipotese de um panelaço urgente, estao brincando conosco.

Milton Silva

Anônimo disse...

Parabéns a AAPPREVI por ser a ÚNICA, vejam bem, a ÚNICA entidade a anunciar corretamente o andamanto deste acordo. Menos de uma semana depois do anúncio da AAPPREVI, a PREVI divulga a aprovação do acordo. Isso só prova que a AAPPREVI tem fontes confiáveis e realmente se importa com os seus associados, prezando por informações seguras.

Belíssimo trabalho!

carlosdomini disse...

Marcos

Vc.com sua experiência pode tentar explicar o que aconteceu?

Parece incrível porém deduzo que a Previ não poderia implementar em dezembro as verbas definitivas que antes eram provisórias, pois aí houve mudança no regimento sem aprovação.Reclamei isto na época a Previ e lá me responderam não sei mais o quê.

Somente vejo esta razão de voltar tudo a estaca zero.

Deveriam publicar o art.vetado pelo MF

Anônimo disse...

Não tenho boa memória, mas planejamento não era a pasta do colega de vocês que posou na foto junto com o presidente da anabb? Tipificação nos países de primeiro mundo para isso é FORMAÇÃO DE QUADRILHA.

Anônimo disse...

"Mas solicitou ajuste num dos ítens do regulamento"....Pergunto: qual regulamento? o Estatuto da Previ?
Mais adiante: " a legislação exige que o BB submeta à DEST/Planejamento e ao Ministério da Fazenda qualquer mudança nos planos de benefícios previdenciários que patrocina." O acordo gerou mudanças no PB1? A Resolução 26 já não alterou a Lei?

Anônimo disse...

Viva a burocracia .... VIVA!
Viva a incompetência ... VIVA!
Viva a indiferença ... VIVA!
Viva a prepotência ... VIVA!
Viva a Mentira ... VIVA!

Pensionista sem voz fora da AAPREVI disse...

"O Ministério da Fazenda aprovou, no dia 19 de janeiro, o regulamento do Plano 1 que contempla a utilização do superávit e o benefício especial temporário. Mas solicitou ajuste em um dos artigos do regulamento. (...) O ajuste solicitado não altera o mérito do memorando de entendimentos firmado entre o Banco do Brasil e as entidades representativas, referendado pelos associados e aprovado pela PREVI. Mas a nova redação precisa ser novamente aprovada por todos os órgãos competentes. (...) A alteração indicada ao Banco do Brasil pelo Ministério da Fazenda já foi aprovada pela Diretoria e pelo Conselho Deliberativo da PREVI"

Só gostaria de saber pq a Previ não divulga q "alteração" foi feita. Será q tem a ver com os 50% q o Banco entende q tem direito e q não é mencionado nos textos originais divulgados? Ou terá sido apenas uma artimanha criada apenas pra atrasar ainda mais o pagamento dos nossos benefícios?

mesquitasantana disse...

O problema deve ser de outra origem, o BANCO DO BRASIL, nunca foi e não é empresa pública.

Anônimo disse...

BEM COMO SOU LEIGO; E NÃO TENHO MUITO CONHECIMENTOS TÉCNICOS; PEÇO SE NÃO FOR PEDIR DEMAIS E SE FOR POSSÍVEL; QUE A COISA ESTÁ ANDANDO : SERÁ MESMO ?
NÃO QUERO FALSAS ILUSÕES MAS O POUCO QUE ENTENDI É O DE QUE O PROCESSO AGORA ESTÁ ANDANDO.
VOU AGUARDAR MAIORES EXPLICAÇÕES; PARA QUE VENHAMOS A TER UMA ESPERANÇA DO PAGAMENTO QUE PARA NÓS É O QUE INTERESSA E OS NOSSOS DIREITOS; AQUI HELENO PINTO NOBRE ; MATRIC. 3984740-3; JAMAIS ANÔNIMO; E MUITO OBRIGADO PELA NOTICIA; MARCOS CORDEIRO DE ANDRADE; O RESISTENTE. DE MINHA PARTE MUITO OBRIGADO PELA NOTÍCIA PELO QUE PUDE ENTENDER.

Anônimo disse...

Prezado administrador Marcos, depois desta noticia surpreendente da Previ, sobre todo o processo retornar a estaca zero, pode preparar 3 novas seçoes dentro do blog.

!) Seçao Muro das Lamentaçoes

2) Seçao Aviso de Obitos

3) Seçao Melhores Financeiras

4) Seçao Livros indicados: Combate ao Stress, Faça Meditaçao, Como sair das Dividas e etc...

Pode no momento parecer piada, mas apos o dia 30 deste mes acho que essas seçoes serao muito acessadas.

Dilson A.

Anônimo disse...

Sabe o que penso: Esta faltando fazer um panelaço mesmo no dia que farão a homenagem para aposentados.
Quanta mentira, quanta enganação.
Não entendo mais nada.

Anônimo disse...

Marcos, será que o BB teria direito a esse 50%?
Deve ter coisa errada ai.

Anônimo disse...

Caros aposentados e pensionistas do PB1,

Se esse episódio não repercutir no fortalecimento da AAPPREVI correremos sérios riscos no futuro. Ficou evidente que todos que participaram daquele circo não têm condições de nos representar. O desprezo pelos verdadeiros donos do fundo de pensão chegou num ponto crítico e a hora nos obriga a abandonarmos os nossos pijamas para irmos à luta. Precisamos de propostas concretas e factíveis para aumentar a representatividade da AAPPREVI. Digo isso pelo comportamento das demais entidades que por ação ou omissão nos traíram. Vamos dar um BASTA nesse desmando e tentar salvar nossa Caixa de Previdência.

Anônimo disse...

É, turma, os gerentes do banco tinham razao, credito so na folha de fevereiro ou no inicio de março, com direito a fantasia de palhaço e tudo.

Mauro Silva

Anônimo disse...

Colegas!

Vamos começar a brincadeira tudo de novo, de zero, O que foi acordado antes não valeu, mais 30 dias de interrogação.

MF aprovou dia 19.01 mas solicitou um ajuste em um dos artigos do Acordo.

A PREVI que foi foguete em mandar e-mail aos associados não disse o que foi alterado.


Êsse é um País sério!.

Anônimo disse...

Viva nossos negociadores... VIVA!
Viva o "competente" FLORES ...VIVA!
Viva o Bendini (DIN-DIN)... VIVA!
Viva os Eleitos da Previ ... VIVA!

Herberto disse...

Senhores diretores eleitos da Previ,
Senhores "representantes" dos aposentados e pensionistas,

Façam um favor a todos nós, que no passado defendemos o verdadeiro Banco do Brasil, quer no nosso trabalho no dia-a-dia, quer nos manifestando publicamente contra os ataques que vinham de todos os lados contra aquela instituição modelo, que hoje não existe mais, e que os senhores talvez não tenham sequer conhecido.

Façam um favor principalmente à própria biografia dos senhores, para que no futuro não tenham o que esconder dos seus netos.

Penso que todos nós que votamos nos senhores gostaríamos de estar no seu lugar, para podermos dar um soco na mesa.

Como os senhores não podem fazer isso, sejam generosos, só desta vez.

Renunciem.


Herberto Márcio Vieira Diniz
Sete Lagoas - Minas Gerais

M.Lourdes disse...

"... todos os órgãos competentes".
estão incluidos ai os associados?
O "novo" texto deverá ser referendado também pelo corpo social da Previ?

Anônimo disse...

Marcos, não é para a gente estar especulando sobre esse novo desdobramento da questão do superavit, mas de uns tempos para cá passou-se a usar uns vocábulos no nosso cotidiano para esconder ou comuflar falhas, incompetência ou descertos. Quando não se consegue nada sobre um acordo para não dizer que não conseguiram praticamente nada diz-se que houve um "avanço".
Quando querem fazer uma alteração num texto já acordado, diz-se que ha necessidade de um "ajuste" redacional. Se algo vai ser mudado é claro que vai ter alteração.
Quando a falha é gritante diz-se que houve "inconsitência".

No nosso caso agora esse "ajuste" pode ser uma alteração.

Na mensagem da Previ diz-se que "o ajuste solicitado não altera o mérito do memorando de entendimentos". O mérito da questão no meu entendimento é que a forma de distribuição para os aposentados não sofre alteração mas esse "ajuste" pode ser uma inclusão que a Previ não quis mencionar em sua nota.

Essa é que a grande dúvida, a minha desconfiança.

Espero que a Previ cumpra sua obrigação de manter os participantes informados dos acontecimentos e ela (Previ) tem conhecimento disso.

Por que a omissão de informar?

Tem razão de alguns colegas dizerem que não existe mais vinculo entre participantes/assistidos e a Previ.

Não existe, apesar das tentativas de associações como a AAPPREVI de abrir um canal de comunicação entre a Diretoria e os participantes/assitidos, infelizmente.

Vamos questionar a Previ e aguadar uma resposta satisfatória as nossas dúvidas.

Anônimo disse...

Parece um circo! Esse pessoal envolvido do BB, Previ, Previc ou são muito ignorantes ou estão se fazendo. Atropelam os próprios regulamentos e a legislação como uns loucos surtados. Nesta situação em que já fizeram tanta confusão até o BB mudou de categoria e passou a ser empresa pública.E ainda promovem aos associados a "Educação Previdenciária".Adorei a idéia mas acho que vou parar porque quanto mais informação eu tiver mas revolta terei.

Anônimo disse...

Com a Palavra ISA MUSA DE NORONHA.

Ela mais do que nunca deveria vir a público e explicar o que fizeram as claras,não neste jogo de esconde esconde.

Temos que saber o que mudou, afinal não votamos, como agora vão mudar o jogo do fim da partida.

Ta tudo errado Colegas alguém pode me fazer intender o que esta acontecendo,além do ROUBO DOS 50%.

ISA MUSA DE NORONHA,ainda pode virar este jogo, é só explicar pra todos o que realmente aconteceu, ou estará sendo responsável por muitos ÓBITOS no PB-1.

Flavio Castro disse...

Depois de semanas de esperanças, em que janeiro chegou e nada aconteceu, o dia 20 chegou e nada também aconteceu, então, no "day-after" da grande desilusão nós recebemos esse verdadeiro míssil bem em nossas testas.
Tudo com um detalhe ainda mais cruel: em plena sexta-feira, como a dizer: vocês tem todo um final de semana para ruminar sua frustração. Final de semana esse em que todo tipo de pensamento nefasto povoará nossas mentes atribuladas.

Anônimo disse...

Marcos não é possível que a Previ continue a dizer as coisas pela metade,sem que alguém tome providências.

E as leis deste País?.

Será que estamos orfãos,sem teto, desabrigados pelos nossos dirigentes CANALHAS.

Não houve reuniões e mais reuniões com PREVIC,ministros.aval do Ministro PAULO BERNARDO com direito a foto com o Deus Camilo da ANABB.

Onde estão esta gente,ouve até uma ex diretora que disse que sem o Deus Camilo tudo seria ainda mais difícil.

Temos que fazer alguma coisa, ver gente morrendo não da mais, pessoas de mais de 60 anos calados,aflitos,angustiados,sofrendo com esta falta de vergonha da Previ ou os comandantes do Banco do Brasil.

E ainda tem gente que admira esses dois elefantes brancos, cabines de emprego, dos politicos e simpatizantes do PT,PMDB e tantos outros.

Vamos a luta, chega temos que dar um basta nesta situação.

Anônimo disse...

ANABB

AFABB

FAABB

CONTRAF CUT

TODOS TEM QUE VIR A PÚBLICO E EXPLICAR O QUE FIZERAM, O QUE ACORDARAM, CHEGA DE ENRROLAÇÃO

CADÊ O DINHEIROS DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS ??????

Anônimo disse...

SUPERÁVIT JÁ.

CHEGA DE LERO LERO.

VAMOS A LUTA PESSOAL.

POR ONDE COMEÇAMOS ?

O QUE MUDOU,ONDE ESTA A PREVIC QUE NÃO ENQUADRA A PREVI.

HÁ NECESSIDADE DE DECRETAR INTERVENÇÃO NA PREVI JÁ.

ISSO É INACEITAVEL, ESTE JOGO DE EMPURRA ENTRE BANCO DO BRASIL E PREVI.

Anônimo disse...

E o Medeiros disse que o pagamento seria feito na semana que vem, que não tinha mais nenhum impedimento!

Ronaldo F. Moreira disse...

POR FAVOR !! Prezados, eu preciso aprender, urgente: O BB É UMA EMPRESA PÚBLICA ?? MEU DEUS!!
O que está acontecendo ? Pensava eu ser o BB uma sociedade de economia mista, com capital majoritário da União, com ações em Bolsa de Valores. Empresa pública é o Correios. Será que eles queriam dizer uma Estatal?
Me ajudem !!

Rubem Tiné disse...

Pelos menos uma nota oficial da Previ. mas, para variar deixa brechas para as mais diversas especulações é muita incompetência. Porém, se for isto mesmo, com boa vontade dar pra sair até o fim do mês, se não sair é sacanagem.

Anônimo disse...

Sem qualquer dúvida, eles estão querendo enloquecer os velhinhos. Parece que tudo volta a estaca ZERO. Que ralhos de ajuste é esse proposto pelo MF. Isso é enrolação pura. O correto seria creditar a parcela combinada pelo memorando de entendimentos e depois fazerem os ajustes necessários. PANELAÇO NELLES!!!!!!!!

Pensionista sem voz fora da AAPREVI disse...

Estaria em andamento um plano maquiavélico orquestrado pelo Banco do Brasil, Governo e Previ? Só relembrando:

- em 2010 começa um grande mobilização em torno da distribuição do Superavit. O Banco empurra com a barriga e vai enrolando os aposentados até o fim do ano, qdo apresenta sua proposta. "É pegar ou lagar", dizem nossos representantes.

- Faz-se então, `as pressas, uma votação desnecessária, com o objetivo único de dar ao Banco do Brasil o aval de q ele precisa pra tomar metade do nosso patrimônio. "Se o "NÃO" ganhar, não tem dinheiro", vão ainda mais longe.

- O Banco do Brasil, assim q a votação é encerrada (numa apuração em tempo recorde), solta suas notas na imprensa, levando a notícia de q os aposentados concordaram, em "votação recorde", em doar metade do seu patrimônio para o BB.

- A PREVI e o Banco dão a entender q, com a votação encerrada e o acordo aprovado, o crédito tem tudo pra sair ainda em dezembro, no máximo em janeiro.

- Com isso, muitos aposentados se endividam, contando com um dinheiro dado como certo no menor prazo possível.

- 2010 acabou e o crédito não veio. Veio o dia 20 de janeiro de 2011 e nada. Janeiro vai terminando e o crédito parece cada vez mais distante. Aposentados e pensionistas ficam cada vez mais ansiosos com a espera. Desesperados com as contas a pagar, muitos recorrem a agiotas e financeiras

(vem agora o meu maior temor)

- O Governo, o Banco do Brasil e a Previ sabem de tudo isso e então, alguém tem uma "idéia brilhante":

"Por que não nos aproveitamos do despero da "ralé" e colocamos no papel a única coisa q não ficou clara, o dreito do BB aos 50%? O pior q pode acontecer é algum representante chiar. Aí pedimos nova votação, dessa vez perguntando se a "ralé" reconhece o direito do Banco aos 50%, alertando q se não reconhecerem não verão nunca a cor do dinheiro. Com a "ralé" devendo a Deus e ao mundo alguém duvida q não levamos mais essa de goleada?".

- Assim, Banco do Brasil, Governo e Previ alcançam seu maior objetivo: alteram o estatuto da PREVI e colocam o Banco do Brasil como seu mais novo beneficiário. Todo e qualquer superavit, a partir de agora, será distribuído entre o Banco do Brasil e demais participantes. Agora está no estatuto, não precisam mais de Resoluç/ao 26 nem Lei Complementar. E o pior, com o nosso consentimento.

****** lógico q os dois últimos pontos são apenas suposições, mas a nota da PREVI e o histórico do BB e do governo "dos trabalhadores" transformam tais suposições em possibilidades bastante reais.

Anônimo disse...

A Previ vai fazer um adiantamento para nos?
POR FAVOR!!!

Anônimo disse...

COISA VIROU CASO DE POLÍCIA. PRECISAMOS DENUNCIAR LÁ NO PROGRAMA DO DATENA. ME AJUDA AÍ OH MEU!!!

Anônimo disse...

COLEGA O DATENA DETESTA QUE FAÇAM ALGUMA COISA DE ERRADO PARA OS APOSENTADOS> SERIA UMA BOA APARECER ESSA NOTICIA NO BRASIL URGENTE< NÂO ACHAM??????!

Anônimo disse...

Ronaldo eu também sempre soube ser ECONOMIA MISTA, me esclareçam por favor.

Anônimo disse...

ESSE foi o presente que nós aposentados e pensionistas recebemos da PREVI E BB.
Acorda ANABB!!!!!!!!!!!!!!!!
ACORDA PREVI!!!!!!!!!!!!!!!!!
ACORDA BB!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

luiz fernando disse...

TEM GATO NA TUBA. A PREVI PODE E DEVE DAR O PARECER DO MINISTÉRIO DA FAZENDA E O QUE ESTA PARA MUDAR. VAMOS ENCHER OS "eleitos da previ".É muita incompetência.........

Anônimo disse...

economia mista ou empresa pública. Eles interpretam como eles querem ; se é a nosso favor, somos o outro, e se é contra nós, somos outro. Eta ,afinal, eles fazem o q bem entendem.Brincam com as pessoas.Quantos colegas perderam o emprego, pelo motivo o Banco ser estatal e não empresa pública, descaracterizando a estabilidade de emprego.

Anônimo disse...

Marco Tambem sou de 62. Fui saber que EXISTIA de fato o Renda Certa no ano passado. Nada recebi tambem. As ocultas isto parce Furto. Recebo , por forca da justica a verba 220. A Previ recolhe contribuicao sobre ela tambem. E o Art. 15 da resolucao 26 parece que nao foi lido Mario

Anônimo disse...

É EU HAVIA DITO QUE ESSES DIRIGENTES QUE AÍ ESTÃO VÃO TERMINAR É FALINDO NOSSA PREVI MESMO.


EITA CAMBADA DE ANARFABETOS, CAUEBAS, BURROS.

NÃO SABEM NEM REDIGIR UM ACORDO FRAUDULENTO QUE SE PRESTE.....

E ESSE MEDIOCRE DO PAULO ASSUNÇÃO AINDA VEM COM PALHAÇADA DE PEDIR PARA OS APOSENTADOS PRESIONAREM LÁ A PREVI E O MINIFAZ...........


PULEM FORA DAÍ OHHH QUADRILHA

bigsaranha disse...

ALÔ ANÔNIMO DAS 13.01:

O que é verba 220?

Russel Furtado dos Santos
Belo Horizonte

Anônimo disse...

O pedido do Paulo Assunçao fez parte da armaçao da quadrilha.Foi para ficar parecendo que estava mesmo havendo enrolaçao por parte do MF e agora nos sabemos que estavam preparando a alteraçao no que foi acordado e que acho, nao sera coisa boa para nos.
Vamos aguardar,fazer o que?
Sera que vamos saber o que foi alterado???????
Sandra Alves

Anônimo disse...

Colegas,


Qual o motivo de não termos sido chamados para votar novamente as alterações do regulamento, decididas no MF?
Qual a razão de agora o corpo social/participantes não votar.
Acreditem, sei que o blog é monitorado pelas autoridades, várias, mas EU DIGO, se faltar dinheiro para sustentar minha família, no futuro e que para mim está próximo, não medirei as consequências de meus atos.

Ronaldo F. Moreira disse...

ESTÃO NOS FAZENDO DE IDIOTAS !!
ACORDEM CABEÇAS_BRANCAS !!
Agora não se sabe nem o que foi aprovado pelos senhores que votaram SIM.
Irresponsabilidade e egoísmo precisam ter LIMITES.